Science.gov

Sample records for pela ressonancia magnetica

  1. Biodegradable PELA block copolymers: in vitro degradation and tissue reaction.

    PubMed

    Younes, H; Nataf, P R; Cohn, D; Appelbaum, Y J; Pizov, G; Uretzky, G

    1988-01-01

    Degradation of, and tissue reaction elicited by a series of polyethylene oxide (PEO)/polylactic acid (PLA) PELA block copolymers were studied in vitro and in vivo. In particular, the effect of pH, temperature and enzymatic activity was addressed. The mass loss was faster, the more basic the media, while, expectedly, PELA copolymers degraded faster with the higher temperature. The addition of an enzyme (carboxylic ester hydrolase) had no effect. The degradation process strongly affected the mechanical properties of the materials under investigation, the elongation at break dropping drastically after two days of degradation. After seven days, only gross observation of the extensively degraded samples was possible. The in vivo studies compared the tissue reaction elicited by various PELA copolymers to that evoked by PLA. Evaluation of tissue reaction observed with a PELA sample after sterilization with gamma radiation showed acute inflammation with considerable dispersion of the material, 12 days after implantation. The granulomatous reaction observed with PELA copolymers after ethylene oxide sterilization was identical to the reaction observed with PLA. PMID:3064826

  2. PelA Deacetylase Activity Is Required for Pel Polysaccharide Synthesis in Pseudomonas aeruginosa

    PubMed Central

    Colvin, Kelly M.; Alnabelseya, Noor; Baker, Perrin; Whitney, John C.

    2013-01-01

    The Pel polysaccharide serves as an intercellular adhesin for the formation and maintenance of biofilms in the opportunistic pathogen Pseudomonas aeruginosa. Pel biosynthesis requires the products of a seven-gene operon, pelA-pelG, all of which are necessary for Pel-dependent biofilm formation and Pel-related phenotypes. One of the genes, pelA, encodes a protein with a predicted polysaccharide deacetylase domain. In this work, the role of the putative deacetylase domain in Pel production was examined. We first established that purified recombinant PelA hydrolyzed the pseudosubstrate p-nitrophenyl acetate in vitro, and site-specific mutations of predicted deacetylase active-site residues reduced activity greater than 10-fold. Additionally, these mutants were deficient in Pel-dependent biofilm formation and wrinkly colony morphology in vivo. Subcellular fractionation experiments demonstrate that PelA localizes to both the membrane and periplasmic fractions. Finally, antiserum against the Pel polysaccharide was generated, and PelA deacetylase mutants do not produce Pel-reactive material. Taken together, these results suggest that the deacetylase activity of PelA is important for the production of the Pel polysaccharide. PMID:23504011

  3. Preparation of 4-arm star PELA and its encapsulation of rotavirus for drug delivery.

    PubMed

    Qingcong, Li; Xiaoxia, Pan; Hongli, Li; Minglong, Yuan

    2015-08-01

    A relatively high molecular weight of 4-arm star PELA was obtained by ring-opening polymerization of l-lactic acid O-carboxyanhydride with 4-arm-PEG in the presence of DMAP as an initiator. The results via(1)H NMR and (13)C NMR show that the end of the star PELA chain is a hydroxyl group and the central core is a PEG group. Rotavirus (strain SA11) was incorporated into 4-arm star PELA microspheres formulated by the water in oil in water emulsification solvent extraction method. The microspheres produced were spherical, and the mean diameter was 1.34 μm with a narrow size distribution. The drug release profile displayed a low burst release effect of 1.8% on the first day and a sustained release of antigen over 100 days. After the immunization of mice, the microsphere-entrapped RV elicited improved and long-lasting IgA and IgG antibody response in serum detected by ELISA in comparison to the free RV antigen. This study shows that 4-arm-PEG is an effective initiator for the ring-opening polymerization of Lac-OCA by DMAP as an initiator and that the resulting polymer is useful as a delivery system for the rotavirus vaccine. PMID:26073940

  4. Effects of sequentially released BMP-2 and BMP-7 from PELA microcapsule-based scaffolds on the bone regeneration

    PubMed Central

    Li, Xialin; Yi, Weihong; Jin, Anmin; Duan, Yang; Min, Shaoxiong

    2015-01-01

    Osteoinductive biomaterials are helpful for the therapy of large bone defects and provide an alternative to autogenous bone and allografts. Recently, multiple growth factors are delivered to mimic the natural process of bone healing in the bone tissue engineering. Herein, we investigated the effects of sequential released bone morphogenetic protein-2 (BMP-2) and bone morphogenetic protein-7 (BMP-7) from polylactide-poly (ethylene glycol)-polylactide (PELA) microcapsule-based scaffolds on the bone regeneration. Through improving the double emulsion/solvent evaporation technique, BMP-7 was encapsulated in PELA microcapsules, to the surface of which BMP-2 was attached. Then, the scaffold (BMP-2/PELA/BMP-7) was fused by these microcapsules with dichloromethane vapor method. In vitro, it sequentially delivered bioactive BMP-2 and BMP-7 and partially imitated the profile of BMPs expression during the fracture healing. To determine the bioactivity of released BMP-2 and BMP-7, alkaline phosphatase (AKP) activity was analyzed in MC3T3-E1 cells. When compared with simple BMP-2 plus BMP-7group and pure PELA group, the AKP activity in BMP-2/PELA/BMP-7 group significantly increased. MTT assay indicated the BMP-loaded PELA scaffold had no adverse effects on cell activity. In addition, the effects of BMP-loaded scaffolds were also investigated in a rat femoral defect model by micro-computed tomographic (mCT) and histological examination. At 4 and 8 weeks post-implantation, BMP-2/PELA/BMP-7 significantly promoted osteogenesis as compared to other groups. The scaffold underwent gradual degradation and replacement by new bones at 8 weeks. Our findings suggest that the sequential release of BMP-2 and BMP-7from PELA microcapsule-based scaffolds is promising for the therapy of bone defects. PMID:26396672

  5. Genetic diversity and variability in populations of the white wax insect Ericerus pela, assessed by AFLP analysis.

    PubMed

    Chen, H; He, R; Wang, Z L; Wang, S Y; Chen, Y; Zhu, Z C; Chen, X M

    2015-01-01

    The white wax insect Ericerus pela Chavannes (Hemiptera: Coccoidea) is an economically valuable insect species that has been used for over a thousand years in China. The present study focuses on assessing the genetic variability in different populations of E. pela collected from seven Chinese provinces. The amplified fragment length polymorphism technique was used to generate DNA fingerprints of individuals from each population using nine primer combinations (EcoRI-MseI). A total of 435 polymorphic loci were generated; fragment sizes ranged from 200 to 1000 bp. The percentage of polymorphic loci was 85.29%. Nei's genetic diversity and Shannon index indicated consistency in the results, which showed that the Sichuan population had the highest diversity, followed by Yunnan and Zhejiang populations. Dendrogram analysis showed the shortest genetic distance between the Sichuan and Yunnan populations, suggesting that they probably form sister groups. High genetic differentiation between population values among all sampled populations indicated a low degree of genetic variability within each population (40.85%) and higher variation among populations (59.15%). Gene flow estimate values were low in all samples, suggesting low gene flow from events such as interbreeding and migration. Low gene flow values also suggested that populations among species of E. pela might become genetically heterogeneous, due to counteracting forces such as strong differential selection. Our data support the probability that E. pela will remain localized, and has a low potential to spread beyond current habitats. PMID:26782427

  6. Characteristics of Polygalacturonate Lyase C from Bacillus subtilis 7-3-3 and Its Synergistic Action with PelA in Enzymatic Degumming

    PubMed Central

    Zou, Mouyong; Li, Xuezhi; Zhao, Jian; Qu, Yinbo

    2013-01-01

    An alkaline polygalacturonate lyase (PGL) from Bacillus subtilis 7-3-3, PelC, with diverse depolymerization abilities for different pectin substrates was found. The PGL activity of PelC decreased with increasing degree of methyl esterification of the substrate. PelA and PelC displayed notable synergistic effects in the enzymatic degumming of ramie fibers. Gum loss rates increased by 62% when PelC was used to replace up to three-eighths of the PelA dose (PelC, 60 U g−1 ramie fibers). To the best of our knowledge, this study is the first to report the synergistic action of members of polysaccharide lyase families 1 and 3, represented by PelA and PelC, respectively. The present paper provides new insights into the improvement and production of enzymes used in enzymatic degumming. PMID:24236123

  7. Biochemical characteristics of an alkaline pectate lyase PelA from Volvariella volvacea: roles of the highly conserved N-glycosylation site in its secretion and activity.

    PubMed

    Shi, Aiqin; Hu, Hang; Zheng, Fei; Long, Liangkun; Ding, Shaojun

    2015-04-01

    Alkaline pectate lyases have great application potential in the bioscouring of textiles. They are isolated predominantly from bacteria and a few fungi. Here, we report the biochemical characteristics of a novel alkaline pectate lyase PelA from the basidiomycete Volvariella volvacea. The full-length pelA encodes a 321-amino-acid polypeptide containing a putative 18-residue signal peptide and a pectate lyase family 1 catalytic domain. It contains one conserved and one non-conserved potential N-glycosylation site (N-X-S/T) at the residues N95 and N198, respectively. The enzyme showed optimal activity at 60 °C and pH 10, although it was stable between pH 4 and pH 11. Additional Ca(2+) was not required to measure PelA activity in vitro, but it could significantly enhance its activity and thermal stability. The V max values using polygalacturonic acid as substrate were increased from 50.71 to 89.96 IU mg(-1) by the addition of 0.1 mM Ca(2+), whereas the K m values were decreased from 0.681 to 0.514 mg ml(-1). Site-directed mutagenesis revealed PelA has only one N-glycan attached to the residue N95. This N-glycan is crucial to its efficient secretion and activity possibly due to its role in maintaining the secondary structure of PelA. Amino acid substitution at the residue N198 had no effect on PelA secretion, but resulted in a slight (5.16 %) to modest (27.37 %) decrease in specific activity and less thermal stability, indicating the amino acid itself is also important for activity due to it being highly conserved and because of its proximity to the catalytic site. PMID:25341402

  8. Declinazione magnetica: storia delle prime misure e misura con l'azimut del Sole

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Sigismondi, Costantino

    2016-05-01

    The magnetic declination is the compass deviation from astronomical North. Georg Hartmann in 1510 in Rome firstly measured it as 6° East. Using accurate solar ephemerides and a UTC synchronized watch, the shadow of a vertical pole is astronomically referenced. The angles of a 10m size triangle including the direction of this shadow, the solar azimuth, and the magnetic North give the magnetic declination with an accuracy of 2 arcmin.

  9. Datação do disco galáctico pela nucleocosmocronologia do [Th/Eu

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    del Peloso, E. F.; da Silva, L.; Arany-Prado, L. I.

    2003-08-01

    A nucleocosmocronologia emprega abundâncias de nuclídeos radioativos na datação de escalas de tempo astrofísicas. O 232Th é um nuclídeo radioativo com meia-vida de 14 Gano, enquanto que os dois isótopos mais abundantes do Eu são estáveis. O decaimento radioativo do Th modifica as razões de abundâncias [Th/Eu], fornecendo assim um meio de sondar a escala de formação das populações estelares. O objetivo deste trabalho é averiguar a possibilidade de estimar uma idade para o disco Galáctico através da nucleocosmocronologia do [Th/Eu] e investigar o nível de incerteza associado a esta estimativa. Para tanto, foi selecionada uma amostra de 20 estrelas anãs ou subgigantes de tipos espectrais F5 a G9, com -1,00 £ [Fe/H] £ +0,30 e idade(Gano) £ 13. As abundâncias de Th e Eu foram obtidas por síntese espectral das linhas localizadas em 4019,1 Å e 4129,7 Å, respectivamente. Uma comparação destas abundâncias com outros resultados da literatura demonstra que nossos valores apresentam dispersão 2 a 3 vezes menor que qualquer trabalho anterior. Os parâmetros atmosféricos e abundâncias dos elementos que contaminam as regiões espectrais destas linhas foram determinados por nós, de maneira totalmente autoconsistente, através de análise espectral detalhada diferencial em relação ao Sol. As idades estelares individuais foram determinadas através de curvas isócronas teóricas no diagrama HR. Foi realizada, então, uma análise cronológica dos gráficos [Th/Eu] vs. [Fe/H] e [Th/Eu] vs. idade. Os dados estelares foram comparados a curvas calculadas para 3 idades do disco Galáctico - 9, 12, 15 Gano - e foi estudada a sensibilidade à idade assumida no cálculo do ajuste destas curvas aos dados. Estas curvas foram calculadas com base num modelo analítico de evolução química da Galáxia que leva em consideração a formação de refugos, que são compostos pelos remanescentes da evolução estelar, pelos resíduos da formação de estrelas de baixa massa (planetas, cometas, etc.) e por quaisquer outros objetos de massa não-estelar. A formação de resíduos tem o efeito indireto de diluir o meio interestelar, levando a um enriquecimento mais lento deste e a um bom ajuste de diversos vínculos da evolução química da Galáxia, como a distribuição de anãs-G e a relação idade-metalicidade. Os efeitos da destruição do Th por reações fotonucleares em interiores estelares também foram considerados.

  10. Resurrection of Rhynchoplax Stimpson, 1858, with the description of two new species from Japan and Australia (Crustacea: Decapoda: Brachyura: Hymenosomatidae).

    PubMed

    Komai, Tomoyuki; Poore, Gary C B

    2016-01-01

    Rhynchoplax Stimpson, 1858, is resurrected from synonymy with Halicarcinus White, 1846. Rhynchoplax hondai Takeda & Miyake, 1971, a species based on an immature female, is rediagnosed and two new species, R. magnetica n. sp. from northeastern Australia and R. minutula n. sp. from the Ryukyu Islands, Japan, are described. They differ from R. hondai in the shape of the rostrum, form of the subhepatic region and the armature of the pereopodal meri. All differ from the type species R. messor Stimpson, 1858, in having a longer and simple rostrum without supraocular pseudorostral spines and the absence of a postocular spine. PMID:27394510

  11. Long-term effect of ropivacaine nanoparticles for sciatic nerve block on postoperative pain in rats

    PubMed Central

    Wang, Zi; Huang, Haizhen; Yang, Shaozhong; Huang, Shanshan; Guo, Jingxuan; Tang, Qi; Qi, Feng

    2016-01-01

    Purpose The analgesic effect of ropivacaine (Rop) for nerve block lasts only ~3–6 hours for single use. The aim of this study was to develop long-acting regional anesthetic Rop nanoparticles and investigate the effects of sciatic nerve block on postoperative pain in rats. Materials and methods Rop nanoparticles were developed using polyethylene glycol-co-polylactic acid (PELA). One hundred and twenty adult male Wistar rats were randomly divided into four groups (n=30, each): Con (control group; 0.9% saline, 200 µL), PELA (PELA group; 10 mg), Rop (Rop group; 0.5%, 200 µL), and Rop-PELA (Rop-PELA group; 10%, 10 mg). Another 12 rats were used for the detection of Rop concentration in plasma. The mechanical withdrawal threshold and thermal withdrawal latency were measured at 2 hours, 4 hours, 8 hours, 1 day, 2 days, 3 days, 5 days, and 7 days after incision. The expression of c-FOS was determined by immunohistochemistry at 2 hours, 8 hours, 48 hours, and 7 days. Nerve and organ toxicities were also evaluated at 7 days. Results The duration of Rop absorption in the plasma of the Rop-PELA group was longer (>8 hours) than that of the Rop group (4 hours). Mechanical withdrawal threshold and thermal withdrawal latency in the Rop-PELA group were higher than that in other groups (4 hours–3 days). c-FOS expression in the Rop-PELA group was lower than that in the control group at 2 hours, 8 hours, and 48 hours and lower than that in the Rop group at 8 hours and 48 hours after paw incision. Slight foreign body reactions were observed surrounding the sciatic nerve at 7 days. No obvious pathophysiological change was found in the major organs after Rop-PELA administration at 7 days. Conclusion Rop-PELA provides an effective analgesia for nerve block over 3 days after single administration, and the analgesic mechanism might be mediated by the regulation of spinal c-FOS expression. However, its potential long-term tissue toxicity needs to be further investigated. PMID:27274236

  12. Excimer laser annealing to fabricate low cost solar cells. Quarterly technical report No. 2, 1 July-30 September 1984

    SciTech Connect

    Not Available

    1984-10-01

    The objective of this research is to determine whether or not pulsed excimer laser annealing (PELA) of ion-implanted junctions is a cost effective replacement for diffused junctions of crystalline silicon solar cells. The preliminary economic analysis completed during the first quarter of this program showed that the use of ion implantation and PELA to fabricate both the front junction and back surface field (BSF) would cost approximately 35 cents per peak watt (Wp), compared to a cost of 15 cents/Wp for a hypothetical baseline diffusion process that it is assumed to yield cells with an average efficiency of 14%. A cost advantage may be attained, however, if the implant-PELA process yields an improvement in the average cell efficiency from 14 to 16%; this improvement would lower the overall cost of the module by about 15 cents/Wp. The technical goal of this research is to develop an optimized PELA process compatible with commercial production, and to demonstrate increased cell efficiency with sufficient product for adequate statistical analysis. During the second quarter of this program, it was shown that the laser chosen for this work, operating with an output power of 50 watts, demonstrated sufficient processing speed for commercial production. Also during this time period, the PELA process was optimized for annealing phosphorus implants in polished p-type silicon wafers. The best solar cell obtained in this way had an efficiency of 10.5% at AM1 illumination withour AR coating. This efficiency is equal to that of co-processed furnace annealed ion-implanted controls. Work planned during the next quarter includes optimization of the PELA process parameters for use with screen printed contacts, optimization of the PELA process for use with texture-etched material, and development of a set of parameters to anneal boron or boron-trifluoride implants.

  13. Rapid Prototyping Amphiphilic Polymer/Hydroxyapatite Composite Scaffolds with Hydration-Induced Self-Fixation Behavior

    PubMed Central

    Kutikov, Artem B.; Gurijala, Anvesh

    2015-01-01

    Two major factors hampering the broad use of rapid prototyped biomaterials for tissue engineering applications are the requirement for custom-designed or expensive research-grade three-dimensional (3D) printers and the limited selection of suitable thermoplastic biomaterials exhibiting physical characteristics desired for facile surgical handling and biological properties encouraging tissue integration. Properly designed thermoplastic biodegradable amphiphilic polymers can exhibit hydration-dependent hydrophilicity changes and stiffening behavior, which may be exploited to facilitate the surgical delivery/self-fixation of the scaffold within a physiological tissue environment. Compared to conventional hydrophobic polyesters, they also present significant advantages in blending with hydrophilic osteoconductive minerals with improved interfacial adhesion for bone tissue engineering applications. Here, we demonstrated the excellent blending of biodegradable, amphiphilic poly(D,L-lactic acid)-poly(ethylene glycol)-poly(D,L-lactic acid) (PLA-PEG-PLA) (PELA) triblock co-polymer with hydroxyapatite (HA) and the fabrication of high-quality rapid prototyped 3D macroporous composite scaffolds using an unmodified consumer-grade 3D printer. The rapid prototyped HA-PELA composite scaffolds and the PELA control (without HA) swelled (66% and 44% volume increases, respectively) and stiffened (1.38-fold and 4-fold increases in compressive modulus, respectively) in water. To test the hypothesis that the hydration-induced physical changes can translate into self-fixation properties of the scaffolds within a confined defect, a straightforward in vitro pull-out test was designed to quantify the peak force required to dislodge these scaffolds from a simulated cylindrical defect at dry versus wet states. Consistent with our hypothesis, the peak fixation force measured for the PELA and HA-PELA scaffolds increased 6-fold and 15-fold upon hydration, respectively. Furthermore, we showed that

  14. A novel sustained-release formulation of recombinant human growth hormone and its pharmacokinetic, pharmacodynamic and safety profiles.

    PubMed

    Wei, Yi; Wang, Yuxia; Kang, Aijun; Wang, Wei; Ho, Sa V; Gao, Junfeng; Ma, Guanghui; Su, Zhiguo

    2012-07-01

    An effective and safe formulation of sustained-release rhGH for two months using poly(monomethoxypolyethylene glycol-co-D,L-lactide) (mPEG-PLA, PELA) microspheres was developed to reduce the frequency of medication. The rhGH-loaded PELA microspheres with a narrow size distribution were successfully prepared by a double emulsion method combined with a premix membrane emulsification technique without any exogenous stabilizing excipients. The narrow size distribution of the microspheres would guarantee repeatable productivity and release behavior. Moreover, the amphiphilic PELA improved the bioactivity retention of protein drugs since it prevented protein contact with the oil/water interface and the hydrophobic network, and modulated diffusion of acidic degradation products from the carrier system. These PELA microspheres were compared in vivo with commercial rhGH solution, conventional poly(D,L-lactic acid) (PLA) and poly(D,L-lactic-co-glycolic acid) (PLGA) microspheres. Administration of rhGH-PELA could extend the duration of rhGH release (for up to 56 days) and increase area under the curve (AUC) compared to rhGH solution, PLA or PLGA microspheres in Sprague-Dawley (SD) rats. In addition, rhGH-PELA microspheres induced a greater response in total insulin-like growth factor-1 (IGF-1) and insulin-like growth factor binding protein-3 (IGFBP-3) than other rhGH formulations. With a hypophysectomized SD rat model, the pharmacological efficacy of rhGH-PELA microspheres was shown to be better than that from daily administration of rhGH solutions over 6 days based on body weight gain and width of the tibial growth plate. Histological examination of the injection sites indicated a significantly milder inflammatory response than that observed after injection of PLA and PLGA microspheres. Neither anti-rhGH antibodies nor the toxic effects on heart, liver and kidney were detectable after administration of rhGH-PELA microspheres in SD rats. These results suggest that rhGH-PELA

  15. An amphiphilic degradable polymer/hydroxyapatite composite with enhanced handling characteristics promotes osteogenic gene expression in bone marrow stromal cells.

    PubMed

    Kutikov, Artem B; Song, Jie

    2013-09-01

    Electrospun polymer/hydroxyapatite (HA) composites combining biodegradability with osteoconductivity are attractive for skeletal tissue engineering applications. However, most biodegradable polymers such as poly(lactic acid) (PLA) are hydrophobic and do not blend with adequate interfacial adhesion with HA, compromising the structural homogeneity, mechanical integrity and biological performance of the composite. To overcome this challenge, we combined a hydrophilic polyethylene glycol (PEG) block with poly(d,l-lactic acid) to improve the adhesion of the degradable polymer with HA. The amphiphilic triblock copolymer PLA-PEG-PLA (PELA) improved the stability of HA-PELA suspension at 25wt.% HA content, which was readily electrospun into HA-PELA composite scaffolds with uniform fiber dimensions. HA-PELA was highly extensible (failure strain>200% vs. <40% for HA-PLA), superhydrophilic (∼0° water contact angle vs. >100° for HA-PLA), and exhibited an 8-fold storage modulus increase (unlike deterioration for HA-PLA) upon hydration, owing to the favorable interaction between HA and PEG. HA-PELA also better promoted osteochondral lineage commitment of bone marrow stromal cells in unstimulated culture and supported far more potent osteogenic gene expression upon induction than HA-PLA. We demonstrate that the chemical incorporation of PEG is an effective strategy to improve the performance of degradable polymer/HA composites for bone tissue engineering applications. PMID:23791675

  16. Excimer laser annealing to fabricate low cost solar cells. Quarterly technical report No. 1, 26 March-30 June 1984

    SciTech Connect

    Not Available

    1984-07-01

    The objective of this research is to show whether or not pulsed excimer laser annealing (PELA) of ion-implanted junctions is a cost effective replacement for diffused junctions in fabricating crystalline silicon solar cells. The preliminary economic analysis completed during the first quarter of this program shows that the use of PELA to fabricate both the front junction and back surface field (BSF) would cost approximately 35 cents per peak watt (Wp), compared to a cost of 15 cents/Wp for diffusion, aluminum BSF and an extra cleaning step in the baseline process described by JPL. The cost advantage of the PELA process depends on improving the average cell efficiency from 14% to 16%, which would lower the overall cost of the module by about 15 cents/Wp. The technical goal of this research is to develop an optimized PELA process compatible with commercial production, and to demonstrate increased cell efficiency with sufficient product for adequate statistical analysis. During the first quarter of this program an excimer laser annealing station was set-up and made operational. The first experiment used 248 nm radiation to anneal phosphorus implants in polished and texture-etched silicon. Preliminary results showed that the PELA processed cells had overall efficiencies comparable to furnace annealed ion implanted controls, and that texture-etched material requires lower fluence for annealing than polished silicon. Process optimization will be carried out in the second quarter.

  17. Multi-layer electrospun membrane mimicking tendon sheath for prevention of tendon adhesions.

    PubMed

    Jiang, Shichao; Yan, Hede; Fan, Dapeng; Song, Jialin; Fan, Cunyi

    2015-01-01

    Defect of the tendon sheath after tendon injury is a main reason for tendon adhesions, but it is a daunting challenge for the biomimetic substitute of the tendon sheath after injury due to its multi-layer membrane-like structure and complex biologic functions. In this study, a multi-layer membrane with celecoxib-loaded poly(l-lactic acid)-polyethylene glycol (PELA) electrospun fibrous membrane as the outer layer, hyaluronic acid (HA) gel as middle layer, and PELA electrospun fibrous membrane as the inner layer was designed. The anti-adhesion efficacy of this multi-layer membrane was compared with a single-layer use in rabbit flexor digitorum profundus tendon model. The surface morphology showed that both PELA fibers and celecoxib-loaded PELA fibers in multi-layer membrane were uniform in size, randomly arrayed, very porous, and smooth without beads. Multi-layer membrane group had fewer peritendinous adhesions and better gliding than the PELA membrane group and control group in gross and histological observation. The similar mechanical characteristic and collagen expression of tendon repair site in the three groups indicated that the multi-layer membrane did not impair tendon healing. Taken together, our results demonstrated that such a biomimetic multi-layer sheath could be used as a potential strategy in clinics for promoting tendon gliding and preventing adhesion without poor tendon healing. PMID:25822877

  18. An amphiphilic degradable polymer/hydroxyapatite composite with enhanced handling characteristics promotes osteogenic gene expression in bone marrow stromal cells

    PubMed Central

    Kutikov, Artem B.; Song, Jie

    2013-01-01

    Electrospun polymer/hydroxyapatite (HA) composites combining biodegradability with osteoconductivity are attractive for skeletal tissue engineering applications. However, most biodegradable polymers such as PLA are hydrophobic and do not blend with adequate interfacial adhesion with HA, compromising the structural homogeneity, mechanical integrity, and biological performance of the composite. To overcome this challenge, we incorporated a hydrophilic polyethylene glycol (PEG) block to poly(D,L-lactic acid) to improve the adhesion of the degradable polymer with HA. The amphiphilic triblock copolymer PLA-PEG-PLA (PELA) improved the stability of HA-PELA suspension at 25 wt% HA content, which was readily electrospun into HA-PELA composite scaffolds with uniform fiber dimensions. HA-PELA was highly extensible (failure strain >200% vs. <40% for HA-PLA), superhydrophilic (~0° water contact angle vs. >100° for HA-PLA), and exhibited an 8-fold storage modulus increase (unlike deterioration for HA-PLA) upon hydration, owing to the favorable interaction between HA and PEG. HA-PELA also better promoted osteochondral lineage commitment of bone marrow stromal cells in unstimulated culture and supported far more potent osteogenesis upon induction than HA-PLA. We demonstrate that the chemical incorporation of PEG is an effective strategy to improve the performance of degradable polymer/HA composites for bone tissue engineering applications. PMID:23791675

  19. Nanoparticulas basadas en complejos de Fe(II) con transicion de espin: sintesis, caracterizacion y aplicaciones en electronica molecular

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Monrabal Capilla, Maria

    Esta tesis doctoral esta organizada en 5 capitulos y esta destinada al estudio de sistemas de Fe (II) que presentan el fenomeno de la transicion de espin a escala nanometrica. El capitulo 1 contiene una introduccion general sobre materiales moleculares multifuncionales, destacando aquellos ejemplos mas importantes. Por otro lado, se explicara el fenomeno de la transicion de espin, tratando aspectos conceptuales, los antecedentes mas importantes y la situacion actual. En el capitulo 2 se describen los diferentes procesos existentes para la obtencion de diferentes tipos de nanoparticulas. Ademas, se presenta la sintesis y caracterizacion de nanoparticulas del polimero de coordinacion unidimensional [Fe(Htrz)2(trz)]BF4, obtenidas mediante el metodo de micelas inversas. Estas nanoparticulas, con una estrecha distribucion de tamanos centrada alrededor de los 11 nm, presentan una transicion de espin muy abrupta, con un ancho ciclo de histeresis termica de unos 40K. En el capitulo 3 se describe el proceso de modificacion del tamano de las nanoparticulas descritas en el capitulo anterior, llevado a cabo variando la proporcion de surfactante/H2O en el medio. Ademas, con el objetivo de modificar las propiedades magneticas de las nanoparticulas obtenidas en el capitulo 2, se lleva a cabo la sintesis de nanoparticulas de polimeros de la misma familia del [Fe(Htrz)2(trz)]BF4. En concreto se sintetizaron 3 nuevos tipos de nanoparticulas basadas en el polimero [Fe(Htrz)1-x(NH2trz)x](ClO4)2, siendo x = 0.05, 0.15 y 0.3, en cada caso. Estas nanoparticulas siguen presentando una estrecha distribucion de tamanos y una transicion de espin muy abrupta y con un ancho ciclo de histeresis. Ademas, se observa que este ciclo se desplaza a temperaturas mas proximas a la temperatura ambiente a medida que se aumenta el porcentaje de 4-amino-1, 2, 4- triazol en la muestra. Pero al mismo tiempo se produce una disminucion de la anchura de este ciclo. Por ultimo, en este capitulo se presenta la

  20. Introduzione Nuove tecnologie in urologia.

    PubMed

    Bianchi, Giampaolo

    2011-03-30

    emergenti (LESS e NOTES), poco è riportato in letteratura. Altri robot esistono nel mondo urologico che si stanno sviluppando e miniaturizzando (nanotecnologia), questi avranno una maggiore indipendenza nell'esecuzione di alcune manovre chirurgiche. Chirurgia computer assistita Il primo realizzato è stato PAKY, da allora il laboratorio di "urobotica", diretto dall'Ing. Dan Stoianovici, ha sviluppato nuovi prototipi di robot controllati mediante TAC o risonanza magnetica. Con questa tecnologia si programma l'intervento sulla base dell'"imaging" preoperatorio ed il robot esegue autonomamente biopsie ed altri interventi. Oggi sono molti i laboratori di ingegneria-urologica che lavorano nella realizzazione di altri robot (Probot, Acubot, Mr-Bot, Pneu-Step) dedicati all'Image-Guided System (IGS). Realtà virtuale Avanzati sistemi di computer grafica affiancati alle nuove ricostruzioni tridimensionali di TAC e RM, riescono a creare filmati dell'anatomia interna dei pazienti, in particolare degli organi cavi. Con la realtà virtuale si possono assistere tutte le manovre endoscopiche, migliorando notevolmente l'accuratezza della diagnosi delle patologie urologiche. A questo punto il passaggio al "Tissue Navigation System" è automatico, usato da alcuni anni con successo da neurochirurghi e cardiochirurghi. Alcuni recenti studi vengono dalla Cleveland Clinic Fondation (I. Gill), che lo utilizza per assistere interventi di laparoscopia ed endoscopia urologica. I risultati sono entusiasmanti: precisione millimetrica nel rispetto dei margini oncologici, delle strutture neuro-vascolari e linfonodali. Questi sistemi di navigazione abbattono la lunga "learning curve" delle metodiche endoscopiche, riducendo il tempo operatorio ed il rischio di complicanze chirurgiche. PMID:21452158

  1. A Possible Origin of the H-H Objects in Young Stellar Outflows

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    de Gouveia dal Pino, E.; Opher, R.

    1990-11-01

    RESUMEN. La presencIa de flujos coljmados asocjados con objetos estelares j6venes es un fen6meno comun en reglones de formacI6n estelar. Estos chorros frecuentemente muestran una cadena de reglones de lineas de emjsI6n, a varIas de las cuales se les conoce desde bace mucho tlempo objetos HerbIg-Haro (HAl). En el presente trabajo examjnamos la poslbIlI dad de que estos nudos sean condensaciones producIdas por inestabilidad termica en un plasma que se se expande sujeto a `bremsstrahlung' reco - binaci6n y perdida por radjacj5n en lineas de emjsj6n. Nostramos que el valor minimo de = P0/PN0 bajo condjcjones Isobaricas para el crecimien to de la inestabilidad termica es = (6/5) [9/(STc\\)e) - 3/2]; en donde P0 es la presi6n de particulas, PM0 la presi6n magnetica, `)e la tasa de expansI5n y Tc el tiempo de enfriatniento radiativo en el flujo (3eI plasma ambiente. Haciendo calculos no lineales, encontratnos que l9s flujos colitnados de temperatura K, tasas de perdida de masa `4 = 10-6 - lO 8 Ne y velocidades de flujo VJ = 100-400 km/s, resultan favorables para la formacl6n de condensaciones por inestabilidad termica con contrastes de densidad Pp/ .3 -2.0 creados en intervalos de tiempo mas cortos que el tiempo estirnado de expansl6n en los chorros, en donde Pp(Po) es la densidad en la regi5n (ambiente) perturbada. ABSTRACT. The presence of collimated outflows associated with young stellar objects is a common phenomenon in star-fortning regions. These jets frequently show a chain of emission-line regions several of which have long been known as Herbig-Haro (H-H) objects. In this paper we examine the possibility that these knots are condensations produced by thermal instability in an expanding plasma , recombination and emission-line radiation losses. We show that the minimum value of = P /PNo under isobaric conditions for the growth of a thermal instability 0is = (6/5)1 [9/(STcN)e) - 3/2]; where P0 is the particle pressure, NQ tWe magnetic pressure, N) the expansion rate

  2. Excimer laser annealing to fabricate low cost solar cells

    NASA Technical Reports Server (NTRS)

    1984-01-01

    The objective is to show whether or not pulsed excimer laser annealing (PELA) of ion-implanted junctions is a cost effective replacement for diffused junctions in fabricating crystalline silicon solar cells. The preliminary economic analysis completed shows that the use of PELA to fabricate both the front junction and back surface field (BSF) would cost approximately 35 cents per peak watt (Wp), compared to a cost of 15 cents/Wp for diffusion, aluminum BSF and an extra cleaning step in the baseline process. The cost advantage of the PELA process depends on improving the average cell efficiency from 14% to 16%, which would lower the overall cost of the module by about 15 cents/Wp. An optimized PELA process compatible with commercial production is to be developed, and increased cell efficiency with sufficient product for adequate statistical analysis demonstrated. An excimer laser annealing station was set-up and made operational. The first experiment used 248 nm radiation to anneal phosphorus implants in polished and texture-etched silicon.

  3. Pectate lyase C from Bacillus subtilis: a novel endo-cleaving enzyme with activity on highly methylated pectin.

    PubMed

    Soriano, Margarita; Diaz, Pilar; Pastor, Francisco I Javier

    2006-03-01

    The gene yvpA from Bacillus subtilis was cloned and expressed in Escherichia coli. It encoded a pectate lyase of 221 amino acids that was denominated PelC. The heterologously expressed enzyme was purified by His-tag affinity chromatography and characterized. PelC depolymerized polygalacturonate and pectins of methyl esterification degree from 22 % to 89 %, exhibiting maximum activity on 22 % esterified citrus pectin. It showed an absolute Ca2+ requirement and the optimum temperature and pH were 65 degrees C and pH 10, respectively. The deduced amino acid sequence of PelC showed 53 % identity to pectate lyase PelA from Paenibacillus barcinonensis, which was also characterized. Similarly to PelC, purified PelA showed activity on polygalacturonate and pectins with a high degree of methyl esterification. The two enzymes cleaved pectic polymers to a mixture of oligogalacturonates, indicating an endo mode of action. Analysis of activity on trigalacturonate showed that PelC cleaved it to galacturonic acid and unsaturated digalacturonate, whereas PelA did not show activity on this substrate. PelC and PelA showed high homology to a few recently identified pectate lyases of family 3 and form with them a cluster of small-sized pectate lyases from non-pathogenic micro-organisms. PMID:16514142

  4. Piloting the Post-Entry Language Assessment: Outcomes from a New System for Supporting Research Candidates with English as an Additional Language

    ERIC Educational Resources Information Center

    Tynan, Liz; Johns, Kellie

    2015-01-01

    The Post-Entry Language Assessment (PELA) was introduced by the James Cook University Graduate Research School in February 2013 as a pilot programme to test a new mechanism for initiating post-enrolment support for research degree candidates who have English as an additional language. Language ability does not necessarily, on its own, predict…

  5. Issues in Post-Entry Language Assessment in English-Medium Universities

    ERIC Educational Resources Information Center

    Read, John

    2015-01-01

    Students entering English-medium universities around the world come from diverse linguistic backgrounds and many find it difficult to cope with the language demands of their degree courses. This speech focuses first on the motivations for introducing what are known in Australia as post-entry language assessments (PELAs). I discuss in particular…

  6. The Effectiveness of an Early-Grade Literacy Intervention on the Cognitive Achievement of Brazilian Students

    ERIC Educational Resources Information Center

    Costa, Leandro Oliveira; Carnoy, Martin

    2015-01-01

    Beginning in 2007, the Literacy Program at the Right Age (Pacto pela Alfabetização na Idade Certa [PAIC]) in Brazil's Ceará state required municipal schools to implement a tiered, whole-school early-grade literacy intervention. This intervention was complemented by other policies to help municipalities improve student achievement. The present…

  7. Diagnostic English Language Needs Assessment (DELNA)

    ERIC Educational Resources Information Center

    Doe, Christine

    2014-01-01

    Tests measuring academic language are traditionally associated with visible, high-stakes decisions of whether or not English language learners are admitted to post-secondary institutions. However, a new form of assessment in higher education is now gaining prominence. Post-entry (or post-enrolment) language assessments (PELA) determine the…

  8. Lightning activities associated with 308 M≥ 5.0 earthquakes in Taiwan during 1994-2003

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Liu, J. Y. G.; Chen, Y. I.; Ho, Y. Y.

    2014-12-01

    Earthquake lights and luminous phenomena are spectacular features, which have been often observed and reported. It has been known that the crust deformation activates and releases gases/charges which generate the atmospheric electric field and currents possibly resulting in luminous phenomena before and during large earthquakes. The lightning activity has been known to be one of key parameters understanding the atmospheric electric field near the Earth's surface. However, lightning activities during large earthquakes have not yet been studied and reported. It is found that lightning activities significantly increase 3-8 and 20-30 days before the 21 September 1999 Mw7.6 earthquake. A statistical analysis has been conducted to study lightning activities over the epicenter 30 days before and after 78 land and 230 sea M≥5.0 earthquakes in Taiwan during 1994-2003. We find that lightning activities over the epicenter occur more frequently few days before the land earthquakes which is termed pre-earthquake lightning anomaly (PELA). For earthquakes with larger magnitudes, the PELA appears more frequent and expands a larger area from the epicenter. Our results confirm that the PELA associated with the M≥6.5 land earthquakes with the depth less than 20 km and 18 cumulative days meet the significant level 0.05. These suggest that for the PELA, the Earth's surface deformation plays an important role during the earthquake preparation period. We anticipate our study to be a starting point for developing lithosphere-atmosphere coupling model of earth system sciences.

  9. Templated repair of long bone defects in rats with bioactive spiral-wrapped electrospun amphiphilic polymer/hydroxyapatite scaffolds.

    PubMed

    Kutikov, Artem B; Skelly, Jordan D; Ayers, David C; Song, Jie

    2015-03-01

    Effective repair of critical-size long bone defects presents a significant clinical challenge. Electrospun scaffolds can be exploited to deliver protein therapeutics and progenitor cells, but their standalone application for long bone repair has not been explored. We have previously shown that electrospun composites of amphiphilic poly(d,l-lactic acid)-co-poly(ethylene glycol)-co-poly(d,l-lactic acid) (PELA) and hydroxyapatite (HA) guide the osteogenic differentiation of bone marrow stromal cells (MSCs), making these scaffolds uniquely suited for evaluating cell-based bone regeneration approaches. Here we examine whether the in vitro bioactivity of these electrospun scaffolds can be exploited for long bone defect repair, either through the participation of exogenous MSCs or through the activation of endogenous cells by a low dose of recombinant human bone morphogenetic protein-2 (rhBMP-2). In critical-size rat femoral segmental defects, spiral-wrapped electrospun HA-PELA with preseeded MSCs resulted in laminated endochondral ossification templated by the scaffold across the longitudinal span of the defect. Using GFP labeling, we confirmed that the exogenous MSCs adhered to HA-PELA survived at least 7 days postimplantation, suggesting direct participation of these exogenous cells in templated bone formation. When loaded with 500 ng of rhBMP-2, HA-PELA spirals led to more robust but less clearly templated bone formation than MSC-bearing scaffolds. Both treatment groups resulted in new bone bridging over the majority of the defect by 12 weeks. This study is the first demonstration of a standalone bioactive electrospun scaffold for templated bone formation in critical-size long bone defects. PMID:25695310

  10. Active faulting Vs other surface displacing complex geomorphic phenomena. Case studies from a tectonically active area, Abruzzi Region, central Apennines, Italy

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Lo Sardo, Lorenzo; Gori, Stefano; Falcucci, Emanuela; Saroli, Michele; Moro, Marco; Galadini, Fabrizio; Lancia, Michele; Fubelli, Giandomenico; Pezzo, Giuseppe

    2016-04-01

    could be possible to infer the genesis of the scarps as due to complex tectono-karstic phenomena. As for case (ii), our ongoing analyses are aimed to analyze the tectonic "significance" of some closed depressions, up to 4 km long and to 0,5-1 km large, that occur along the south-western slope of the Gran Sasso Range. All these small depression are NW-SE trending. As already described by Bosi et al. (1989), Galadini and Giuliani (1993), D'Agostino et al. (1998), Falcucci et al. (2015), these closed depressions are bounded by scarps carved onto the carbonate bedrock and, subordinately, onto early Quaternary slope deposits, reaching height of up to 5 m. These scarps are preferentially NE dipping, even if in few cases some SW dipping scarp are also present . The field work has permitted to attest that these scarps are related to shear planes that that displaced two subsequent of Early Pleistocene breccias formations (the Valle Valiano Fm. and Fonte Vedice Fm.; Bosi e Bertini, 1993; D'agostino et al., 1997). A paleoseismological trench was also performed across one of these scarps, attesting the activity of these shear planes also in recent times, providing indications result about the deformation style. Reference Bertini, T., & Bosi, C. (1993). La tettonica quaternaria della conca di Fossa (L'Aquila). Il Quaternario, 6(2), 293-314. Bertini, T., Bosi, C., & Galadini, F. (1989). La conca di Fossa-S. Demetrio dei Vestini. CNR, Centro di Studio per la Geologia Tecnica, ENEA, PAS in Elementi di tettonica pliocenicoquaternaria ed indizi di sismicita olocenica nell'Appennino laziale-abruzzese, Societa Geologica Italiana, L'Aquila, 26-58. Bosi, C., & Bertini, T. (1970). Geologia della media valle dell'Aterno. Memorie Società Geologica Italiana, 9(4), 719-777. D'Agostino, N., F. Speranza, & R. Funiciello., (1997) "Le Brecce Mortadella dell'Appennino Centrale: primi risultati di stratigrafia magnetica." Il Quaternario10.2: 385-388. D'Agostino, N., Chamot-Rooke, N., Funiciello, R

  11. Active faulting Vs other surface displacing complex geomorphic phenomena. Case studies from a tectonically active area, Abruzzi Region, central Apennines, Italy

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Lo Sardo, Lorenzo; Gori, Stefano; Falcucci, Emanuela; Saroli, Michele; Moro, Marco; Galadini, Fabrizio; Lancia, Michele; Fubelli, Giandomenico; Pezzo, Giuseppe

    2016-04-01

    could be possible to infer the genesis of the scarps as due to complex tectono-karstic phenomena. As for case (ii), our ongoing analyses are aimed to analyze the tectonic "significance" of some closed depressions, up to 4 km long and to 0,5-1 km large, that occur along the south-western slope of the Gran Sasso Range. All these small depression are NW-SE trending. As already described by Bosi et al. (1989), Galadini and Giuliani (1993), D'Agostino et al. (1998), Falcucci et al. (2015), these closed depressions are bounded by scarps carved onto the carbonate bedrock and, subordinately, onto early Quaternary slope deposits, reaching height of up to 5 m. These scarps are preferentially NE dipping, even if in few cases some SW dipping scarp are also present . The field work has permitted to attest that these scarps are related to shear planes that that displaced two subsequent of Early Pleistocene breccias formations (the Valle Valiano Fm. and Fonte Vedice Fm.; Bosi e Bertini, 1993; D'agostino et al., 1997). A paleoseismological trench was also performed across one of these scarps, attesting the activity of these shear planes also in recent times, providing indications result about the deformation style. Reference Bertini, T., & Bosi, C. (1993). La tettonica quaternaria della conca di Fossa (L'Aquila). Il Quaternario, 6(2), 293-314. Bertini, T., Bosi, C., & Galadini, F. (1989). La conca di Fossa-S. Demetrio dei Vestini. CNR, Centro di Studio per la Geologia Tecnica, ENEA, PAS in Elementi di tettonica pliocenicoquaternaria ed indizi di sismicita olocenica nell'Appennino laziale-abruzzese, Societa Geologica Italiana, L'Aquila, 26-58. Bosi, C., & Bertini, T. (1970). Geologia della media valle dell'Aterno. Memorie Società Geologica Italiana, 9(4), 719-777. D'Agostino, N., F. Speranza, & R. Funiciello., (1997) "Le Brecce Mortadella dell'Appennino Centrale: primi risultati di stratigrafia magnetica." Il Quaternario10.2: 385-388. D'Agostino, N., Chamot-Rooke, N., Funiciello, R

  12. Transcriptomic and proteomic analyses on the supercooling ability and mining of antifreeze proteins of the Chinese white wax scale insect.

    PubMed

    Yu, Shu-Hui; Yang, Pu; Sun, Tao; Qi, Qian; Wang, Xue-Qing; Chen, Xiao-Ming; Feng, Ying; Liu, Bo-Wen

    2016-06-01

    The Chinese white wax scale insect, Ericerus pela, can survive at extremely low temperatures, and some overwintering individuals exhibit supercooling at temperatures below -30°C. To investigate the deep supercooling ability of E. pela, transcriptomic and proteomic analyses were performed to delineate the major gene and protein families responsible for the deep supercooling ability of overwintering females. Gene Ontology (GO) classification and Kyoto Encyclopedia of Genes and Genomes (KEGG) analysis indicated that genes involved in the mitogen-activated protein kinase, calcium, and PI3K-Akt signaling pathways and pathways associated with the biosynthesis of soluble sugars, sugar alcohols and free amino acids were dominant. Proteins responsible for low-temperature stress, such as cold acclimation proteins, glycerol biosynthesis-related enzymes and heat shock proteins (HSPs) were identified. However, no antifreeze proteins (AFPs) were identified through sequence similarity search methods. A random forest approach identified 388 putative AFPs in the proteome. The AFP gene ep-afp was expressed in Escherichia coli, and the expressed protein exhibited a thermal hysteresis activity of 0.97°C, suggesting its potential role in the deep supercooling ability of E. pela. PMID:26799455

  13. Pectate lyase A, an enzymatic subunit of the Clostridium cellulovorans cellulosome

    PubMed Central

    Tamaru, Yutaka; Doi, Roy H.

    2001-01-01

    Clostridium cellulovorans uses not only cellulose but also xylan, mannan, pectin, and several other carbon sources for its growth and produces an extracellular multienzyme complex called the cellulosome, which is involved in plant cell wall degradation. Here we report a gene for a cellulosomal subunit, pectate lyase A (PelA), lying downstream of the engY gene, which codes for cellulosomal enzyme EngY. pelA is composed of an ORF of 2,742 bp and encodes a protein of 914 aa with a molecular weight of 94,458. The amino acid sequence derived from pelA revealed a multidomain structure, i.e., an N-terminal domain partially homologous to the C terminus of PelB of Erwinia chrysanthemi belonging to family 1 of pectate lyases, a putative cellulose-binding domain, a catalytic domain homologous to PelL and PelX of E. chrysanthemi that belongs to family 4 of pectate lyases, and a duplicated sequence (or dockerin) at the C terminus that is highly conserved in enzymatic subunits of the C. cellulovorans cellulosome. The recombinant truncated enzyme cleaved polygalacturonic acid to digalacturonic acid (G2) and trigalacturonic acid (G3) but did not act on G2 and G3. There have been no reports available to date on pectate lyase genes from Clostridia. PMID:11259664

  14. VIII Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Garcia Canalle, João Batista; Villas da Rocha, Jaime Fernando; Wuensche de Souza, Carlos Alexandre; Pereira Ortiz, Roberto; Aguilera, Nuricel Villalonga; Padilha, Maria De Fátima Catta Preta; Pessoa Filho, José Bezerra; Soares Rodrigues, Ivette Maria

    2007-07-01

    Neste trabalho apresentamos as motivações pelas quais organizamos, em conjunto, pela primeira vez, a Olimpíada Brasileira de Astronomia incluindo a Astronáutica, em colaboração com a Agência Espacial Brasileira. Esta ampliação contribuiu para atrair ainda mais alunos, professores, escolas e patrocinadores para participarem desta Olimpíada. Em 2005 participaram da VIII Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (VIII OBA) 187.726 alunos distribuídos por 3.229 escolas, pertencentes a todos os estados brasileiros, incluindo o Distrito Federal. O crescimento em número de alunos participantes foi 52,4% maior do que em 2004. Em abril de 2005 organizamos, em Itapecerica da Serra, SP, um curso para os 50 alunos previamente selecionados e participantes da VII OBA e ao final selecionamos, dentre eles, uma equipe de 5 alunos, os quais representaram o Brasil na X Olimpíada Internacional de Astronomia, na China, em outubro de 2005. Ganhamos, pela primeira vez, uma medalha de ouro naquele evento. Em Agosto de 2005, organizamos a VIII Escola de Agosto para 50 alunos e respectivos professores, em Águas de Lindóia, SP, juntamente com a XXXI reunião anual da Sociedade Astronômica Brasileira (SAB). Em novembro de 2005 realizamos a I Jornada Espacial, em São José dos Campos, com 22 alunos e 22 professores selecionados dentre os participantes que melhores resultados obtiveram nas questões de Astronáutica da VIII OBA. Neste trabalho detalhamos os resultados da VIII OBA bem como as ações subseqüentes.

  15. Association of Putative Fungal Effectors in Fusarium oxysporum with Wilt Symptoms in Soybean.

    PubMed

    Ellis, Margaret L; Lanubile, Alessandra; Garcia, Charlie; Munkvold, Gary P

    2016-07-01

    Fungi within the Fusarium oxysporum species complex can cause root rot, seedling blight, and wilt of soybean. Isolates recovered from soybean vary in aggressiveness and also the type of symptoms they produce. The aim of this study was to identify genetic markers to detect aggressive soybean wilt isolates. Eighty isolates collected primarily from soybean were tested in the greenhouse for their ability to produce wilt symptoms using susceptible 'Jack' soybean. The same 80 isolates were assessed for the presence of fungal effector genes Fmk1, Fow1, Pda1, PelA, PelD, Pep1, Prt1, Rho1, Sge1, Six1, Six6, and Snf1. All polymerase chain reaction amplicons were sequenced, phylogenies were inferred, and analysis of molecular variance (AMOVA) was performed for 10 of the 12 genes. High incidence of vascular discoloration of roots or stems was observed with 3 isolates, while moderate to low levels of incidence were observed for 25 isolates. Fungal effector genes Fmk1, Fow1, PelA, Rho1, Sge1, and Snf1 were present in all isolates screened, while Pda1, PelD, Pep1, Prt1, Six1, and Six6 were dispersed among isolates. The Bayesian and AMOVA analyses found that the genes Fmk1, Fow1, Pda1, PelA, Rho1, Sge1, and Snf1 corresponded to previously designated clades based on tef1α and mitochondrial small subunit sequences. None of the genes had a significant association with wilt symptoms on soybean. Interestingly, the Six6 gene was only present in three previously known wilt isolates from soybean, common bean, and tomato; of these, the soybean and common bean isolates produced high levels of vascular wilt in our study. PMID:27146104

  16. Biofilm formation by Staphylococcus epidermidis on peritoneal dialysis catheters and the effects of extracellular products from Pseudomonas aeruginosa.

    PubMed

    Pihl, Maria; Arvidsson, Anna; Skepö, Marie; Nilsson, Martin; Givskov, Michael; Tolker-Nielsen, Tim; Svensäter, Gunnel; Davies, Julia R

    2013-04-01

    Biofilm formation by Staphylococcus epidermidis is a cause of infections related to peritoneal dialysis (PD). We have used a PD catheter flow-cell model in combination with confocal scanning laser microscopy and atomic force microscopy to study biofilm formation by S. epidermidis. Adherence to serum-coated catheters was four times greater than to uncoated ones, suggesting that S. epidermidis binds to serum proteins on the catheter surface. Pseudomonas aeruginosa biofilm supernatant interfered with the formation of a serum protein coat thereby reducing the capacity for biofilm formation in S. epidermidis. Supernatants from ΔpelA, ΔpslBCD and ΔrhlAB strains of P. aeruginosa showed no differences from the wild-type supernatant indicating that the effect on serum coat formation was not due to rhamnolipids or the PelA and PslBCD polysaccharides. Supernatant from P. aeruginosa also dispersed established S. epidermidis biofilms. Supernatants lacking PelA or PslBCD showed no differences from the wild type but that from a ΔrhlAB strain, showed reduced, but not abolished, capacity for dispersal. This suggests that rhamnolipids are involved but not wholly responsible for the effect. Thus, supernatants from P. aeruginosa contain promising substances for the prevention and treatment of biofilm infections, although further work is required to identity more active components. PMID:23620182

  17. Transcriptome Analysis of Sexually Dimorphic Chinese White Wax Scale Insects Reveals Key Differences in Developmental Programs and Transcription Factor Expression

    PubMed Central

    Yang, Pu; Chen, Xiao-Ming; Liu, Wei-Wei; Feng, Ying; Sun, Tao

    2015-01-01

    The Chinese white wax scale insect, Ericerus pela, represents one of the most dramatic examples of sexual dimorphism in any insect species. In this study, we showed that although E. pela males display complete metamorphosis similar to holometabolous insects, the species forms the sister group to Acyrthosiphon pisum and cluster with hemimetabolous insects. The gene expression profile and Gene Ontology (GO) analyses revealed that the two sexes engaged in distinct developmental programs. In particular, female development appeared to prioritize the expression of genes related to cellular, metabolic, and developmental processes and to anatomical structure formation in nymphs. By contrast, male nymphal development is characterized by the significant down-regulation of genes involved in chitin, the respiratory system, and neurons. The wing and appendage morphogenesis, anatomical and tissue structure morphogenesis programs activated after male nymphal development. Transcription factors (that convey juvenile hormone or ecdysone signals, and Hox genes) and DNA methyltransferase were also differentially expressed between females and males. These results may indicate the roles that these differentially expressed genes play in regulating sexual dimorphism through orchestrating complex genetic programs. This differential expression was particularly prominent for processes linked to female development and wing development in males. PMID:25634031

  18. Transcriptome analysis of sexually dimorphic Chinese white wax scale insects reveals key differences in developmental programs and transcription factor expression.

    PubMed

    Yang, Pu; Chen, Xiao-Ming; Liu, Wei-Wei; Feng, Ying; Sun, Tao

    2015-01-01

    The Chinese white wax scale insect, Ericerus pela, represents one of the most dramatic examples of sexual dimorphism in any insect species. In this study, we showed that although E. pela males display complete metamorphosis similar to holometabolous insects, the species forms the sister group to Acyrthosiphon pisum and cluster with hemimetabolous insects. The gene expression profile and Gene Ontology (GO) analyses revealed that the two sexes engaged in distinct developmental programs. In particular, female development appeared to prioritize the expression of genes related to cellular, metabolic, and developmental processes and to anatomical structure formation in nymphs. By contrast, male nymphal development is characterized by the significant down-regulation of genes involved in chitin, the respiratory system, and neurons. The wing and appendage morphogenesis, anatomical and tissue structure morphogenesis programs activated after male nymphal development. Transcription factors (that convey juvenile hormone or ecdysone signals, and Hox genes) and DNA methyltransferase were also differentially expressed between females and males. These results may indicate the roles that these differentially expressed genes play in regulating sexual dimorphism through orchestrating complex genetic programs. This differential expression was particularly prominent for processes linked to female development and wing development in males. PMID:25634031

  19. Implementação de um algoritmo para a limpeza de mapas da RCFM

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Souza, C. L.; Wuensche, C. A.

    2003-08-01

    A Radiação Cósmica de Fundo em Microondas (RCFM), descoberta por Penzias e Wilson em 1965, é uma das ferramentas mais poderosas para o estudo da cosmologia. Com a descoberta de flutuações de temperatura na RCFM, da ordem de uma parte em 105, pelo COBE (1992), uma nova era teve início. Nos últimos onze anos, diversos instrumentos fizeram novas medidas de alta precisão, refinando os resultados apresentados pelo COBE, culminando com os resultados recentes do satélite WMAP. A análise de dados da RCFM, especialmente no caso de experimentos com pequena cobertura do céu, apresenta uma série de dificuldades devido a emissões de contaminantes externos, tais como a emissão da Galáxia e de fontes pontuais, e de ruídos intrínsecos tanto ao sistema de detecção quanto à estratégia de observação do céu. Uma das soluções típicas para a filtragem de dados brutos de um experimento para medir flutuações de temperatura é aplicar um gabarito (template) e um filtro passa alta ao produzir mapas simplificados (sem considerar matrizes de correlação ou covariância). No caso de experimentos que utilizam detectores HEMT, essa combinação de filtros remove, satisfatoriamente, ruídos do tipo 1/f gerados pela instabilidade no ganho do detector acoplado ao movimento do instrumento, definido pela estratégia de observação. Entretanto, o sinal resultante medido, tanto em simulações quanto em séries temporais reais, sugere que parte do sinal cosmológico pode estar sendo removido junto com o ruído dos detectores. Este trabalho descreve as etapas para a produção de um mapa típico (simulado) e os testes preliminares de um algoritmo para remover ruídos do tipo 1/f introduzidos pela estratégia de observação sem prejudicar a qualidade do sinal cosmológico presente no mapa.

  20. Intermitência alfvênica gerada por caos na atmosfera solar e no vento solar

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Rempel, E. L.; Chian, A. C.-L.; Macau, E. E. N.; Rosa, R. R.

    2003-08-01

    Dados medidos no vento solar rápido proveniente dos buracos coronais revelam que os plasmas no meio interplanetário são dominados por flutuações Alfvênicas, caracterizadas por uma alta correlação entre as variações do campo magnético e da velocidade do plasma. As flutuações exibem muitas características esperadas em turbulência magneto-hidrodinâmica totalmente desenvolvida, tais como intermitência e espectros contínuos. Contudo, os mecanismos responsáveis pela evolução de turbulência Alfvênica intermitente não são completamente compreendidos. Neste trabalho a teoria de caos é usada para explicar como sistemas Alfvênicos, modelados pela equação Schrödinger não-linear derivativa e pela equação Kuramoto-Sivashinsky, podem se tornar fortemente caóticos à medida em que parâmetros do plasma são variados. Pequenas perturbações no parâmetro de dissipação podem fazer com que o sistema mude bruscamente de um regime periódico, ou fracamente caótico, para um regime fortemente caótico. As séries temporais das flutuações do campo magnético nos regimes fortemente caóticos exibem comportamento intermitente, em que fases laminares ou fracamente caóticas são interrompidas por fortes estouros caóticos. É mostrado que o regime fortemente caótico é atingido quando as soluções periódicas ou fracamente caóticas globalmente estáveis interagem com soluções do sistema que são fortemente caóticas, mas globalmente instáveis. Estas soluções globalmente instáveis são conjuntos caóticos não-atrativos conhecidos como selas caóticas, e são responsáveis pelos fortes estouros nos regimes intermitentes. Selas caóticas têm sido detectadas experimentalmente em uma grande variedade de sistemas, sendo provável que elas desempenhem um papel importante na turbulência intermitente observada em plasmas espaciais.

  1. Rotação do jato em DG tau próximo à região de sua formação: análise comparativa das velocidades radiais simuladas e observadas

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Cerqueira, A. H.; de Gouveia dal Pino, E. M.

    2003-08-01

    Os modelos magneto-centrífugos utilizados para explicar a formação dos jatos Herbig-Haro assumem a presença de um disco de acresção em rotação kepleriana na base de lançamento do jato. Neste cenário, o jato transmite a informação da rotação do disco para regiões distantes da fonte central, além da superfície de Alfvén, na região de colimação inicial do jato. Recentemente, Bacciotti et al. (2002, ApJ, 537, L49) obtiveram pela primeira vez uma evidência observacional de rotação em um jato HH, o jato em DG Tau, em regiões próximas da fonte central, compatível (qualitativa e quantitativamente) com o esperado a partir dos modelos magneto-centrífugos para a produção e colimação inicial de jatos HH. No presente trabalho, apresentamos mapas de velocidade radial, obtidos através de simulações numéricas tri-dimensionais SPH, para um jato com características semelhantes ao jato em DG Tau, objetivando uma comparação com os mapas de velocidade radiais obtidos por Bacciotti et al.. Nossos resultados, embora preliminares, indicam que a inclusão de efeitos como a precessão, evidenciada em DG Tau (Dougados et al. 2000, A&A, 357, L61) devem ser levadas em consideração na análise da presença de rotação não só em DG Tau mas em qualquer sistema, com o uso das velocidades radias observadas. A ausência de um grau elevado de simetria axial (quebrada, por exemplo, pela precessão do eixo do jato; ou pela presença de uma superfície interna de trabalho, ou seja, um bow shock interno), implica também em uma maior complexidade nos mapas, com conseqüências relevantes para suas interpretações.

  2. M S MOLECULARES Rumo aos limites da miniaturiza o - (Molecular Magnets - towards the limits of miniaturization)

    SciTech Connect

    Reis, Mario S; Moreira Dos Santos, Antonio F

    2010-01-01

    Por s culos, acreditou-se que o magnetismo s se manifestava em metais, como aqueles contendo ferro; hoje, a imagem mais comum de um m talvez seja a daquelas plaquinhas flex veis coladas geladeira com propagandas dos mais diversos tipos. O leitor conseguiria imaginar um material puramente org nico daqueles que formam os seres vivos como magn tico? E m s do tamanho de mol culas? fato: ambos existem. Esses novos materiais, conhecidos como magnetos moleculares, descobertos e desenvolvidos em v rios laborat rios do mundo, j re nem longa lista de aplica es, do tratamento do c ncer a refrigeradores ecol gicos, passando pela transmiss o de eletricidade sem perda de calor e a fabrica o de computadores extremamente velozes.

  3. Pulley reef: a deep photosynthetic coral reef on the West Florida Shelf, USA

    USGS Publications Warehouse

    Culter, J.K.; Ritchie, K.B.; Earle, S.A.; Guggenheim, D.E.; Halley, R.B.; Ciembronowicz, K.T.; Hine, A.C.; Jarrett, B.D.; Locker, S.D.; Jaap, W.C.

    2006-01-01

    Pulley Reef (24°50′N, 83°40′W) lies on a submerged late Pleistocene shoreline feature that formed during a sea-level stillstand from 13.8 to 14.5 ka (Jarrett et al. 2005). The reef is currently 60–75 m deep, exhibits 10–60% coral cover, and extends over approximately 160 km2 of the sea floor. Zooxanthellate corals are primarily Agaricia lamarcki, A. fragilis, Leptoseris cucullata, and less common Madracis formosa, M. pharensis, M. decactis, Montastraea cavernosa, Porites divaricata, Scolymia cubensis and Oculina tenella. Coralline algae are comparable in abundance to stony corals. Other macroalgae include Halimeda tuna, Dictyota divaricata, Lobophora variegata, Ventricatri ventricosa, Verdigelas pelas, and Kallymenia sp. Anadyomene menziesii is abundant. The reef provides a habitat for organisms typically observed at much shallower depths, and is the deepest known photosynthetic coral reef on the North America continental shelf (Fig. 1).

  4. Comparação de modelos para o cálculo de perturbações orbitais devidas à maré terrestre

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Vieira Pinto, J.; Vilhena de Moraes, R.

    2003-08-01

    Aplicações recentes de satélites artificiais com finalidades geodinâmicas requerem órbitas determinadas com bastante precisão. Em particular marés terrestres influenciam o potencial terrestre causando perturbações adicionais no movimento de satélites artificiais, as quais tem sido medidas por diversos processos. A atração exercida pela lua e pelo sol sobre a terra produz deslocamentos elásticos em seu interior e uma protuberância em sua superfície. O resultado é uma pequena variação na distribuição da massa na terra, consequentemente no geopotencial. As perturbações nos elementos orbitais de satélites artificiais terrestres devidas a maré terrestre podem ser estudadas a partir das equações de Lagrange, considerando-se um conveniente potencial. Por outro lado, como tem sido feito pelo IERS, as mudanças induzidas pela maré terrestre no geopotencial podem ser convenientemente modeladas como variações nos coeficientes Cnm e Snm do geopotencial. As duas teorias ainda não foram comparados para um mesmo satélite. Neste trabalho são apresentadas e comparadas as variações de longo período e seculares nas perturbações orbitais devidas à maré terrestre, calculadas por um modelo simples, o de Kozai, e pelo modelo do IERS. Resultados preliminares mostram, para os satélites SCD2 e CBERS1, e para a Lua em movimento elíptico e precessionando, as perturbações seculares no argumento do perigeu e na longitude do nodo ascendente.

  5. Erwinia chrysanthemi EC16 Produces a Second Set of Plant-Inducible Pectate Lyase Isozymes

    PubMed Central

    Kelemu, Segenet; Collmer, Alan

    1993-01-01

    The enterobacterium Erwinia chrysanthemi causes soft-rot diseases involving extensive tissue maceration in a wide variety of plants and secretes multiple pectic enzymes that degrade plant cell walls and middle lamellae. An E. chrysanthemi mutant with directed deletions or insertions in genes pehX, pelX, pelA, pelB, pelC, and pelE, which encode exo-poly-α-d-galacturonosidase, exopolygalacturonate lyase, and four isozymes of pectate lyase, respectively, was constructed by the marker exchange of a cloned pehX::TnphoA fragment into E. chrysanthemi CUCPB5010, a Δ(pelA pelE) Δ(pelB pelC)::28bp Δ(pelX)Δ4bp derivative of strain EC16. This mutant, E. chrysanthemi CUCPB5012, no longer caused pitting in a standard pectate semisolid agar medium used to detect pectolytic activity in bacteria. Nevertheless, the mutant still macerated leaves of chrysanthemum (Chrysanthemum morifolium), although with reduced virulence. The mutant was found to produce significant pectate lyase activity in rotting chrysanthemum tissue and in minimal media containing chrysanthemum extracts or cell walls as the sole carbon source. Activity-stained, ultra-thin-layer isoelectric focusing gels revealed the presence in these preparations of several pectate lyase isozymes with pIs ranging from highly acidic to highly alkaline. Sterile culture fluids containing these isozymes were able to macerate chrysanthemum leaf tissue. Unlike the products of the pelA, pelB, pelC, and pelE genes in E. chrysanthemi EC16, these plant-inducible pectate lyase isozymes were not produced in minimal medium containing pectate. The results suggest that E. chrysanthemi produces two sets of independently regulated pectate lyase isozymes that are capable of macerating plant tissues. Images PMID:16348952

  6. Evolução rotacional de corpos reacumulados

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Penteado, P.; Lazzaro, D.; Roig, F.; Duffard, R.; Kodama, T.

    2003-08-01

    Asteróides reacumulados (rubble-piles) são corpos formados por um conjunto de fragmentos agregados primariamente pela sua gravidade. A importância do estudo de corpos reacumulados para a compreensão da evolução do Cinturão de Asteróides tem sido bastante evidenciada, não apenas pela constatação de que estes devem corresponder a uma grande parcela da população de asteróides, mas também por recentes estudos da estrutura e evolução colisional deste tipo de asteróide. A evolução rotacional de corpos reacumulados e a formação de famílias têm sido estudadas pelo nosso grupo, com base no modelo de elipsóides interagentes. Este modelo foi desenvolvido recentemente pelo grupo, e baseia-se na integração numérica das equações de movimento para translação e rotação de corpos formados por um conjunto de elipsóides que interagem entre si pela sua gravidade, força de contato e dissipação de energia por atrito. Considerar a rotação de cada fragmento é a principal diferenciação do nosso modelo em relação aos que têm sido desenvolvidos recentemente. Apresentamos aqui os resultados obtidos para a evolução da rotação de populações de corpos reacumulados. Estes foram submetidos a séries de colisões com projéteis de altas velocidades (5Km/s, típicas do Cinturão atual), distribuídos em uma lei de potências de tamanhos. Estes resultados são comparados com os de Harris (1979), um dos poucos trabalhos analíticos existentes para evolução rotacional de asteróides. O principal resultado obtido por Harris foi a distribuição final de velocidades de rotação como uma lei de potências para corpos pequenos, passando de forma bem definida para rotação constante para os grandes. Nas nossas simulações observamos que as distribuições de velocidades de rotação resultantes tendem a leis de potência, com a inclinação evoluindo no decorrer de colisões subsequentes.

  7. Microencapsulation of protein drugs for drug delivery: strategy, preparation, and applications.

    PubMed

    Ma, Guanghui

    2014-11-10

    developed, such as adding additives into protein solution, using solid drug powder instead of protein solution, and employing hydrophilic poly(lactide)-poly(ethylene glycol) (PELA) as a wall material for encapsulation in PLA/PLGA microspheres/microcapsules; developing step-wise crosslinking process, self-solidification process, and adsorbing protein drug into preformed chitosan microsphere with hollow-porous morphology for encapsulation in chitosan microsphere. As a result, animal test demonstrated that PELA microcapsules with uniform size and containing recombinant human growth hormone (rhGH) can maintain higher blood drug concentration for 2months, and increased animal weight more apparently only by single dose, compared with PLA and PLGA microcapsules; hollow-porous chitosan microsphere loading insulin decreased blood glucose level largely when it was used as a carrier for oral administration. PMID:25218676

  8. A atuação do Observatório Nacional registrada nos relatórios ministeriais 1889 a 1930

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Rodrigues, T.

    2003-08-01

    O período republicano até 1930 foi marcante na história do Observatório Nacional. Diversas reformas levaram a instituição a três ministérios diferentes e mudaram a ênfase do seu trabalho. A tão aguardada mudança para uma nova sede, em São Cristóvão, em 1920, não foi suficiente para que a instituição acompanhasse o ritmo tomado pela astronomia no mundo e se firmasse como ambiente de pesquisa. Uma análise simplificada poderia caracterizar um período de produção científica insignificante, dado o distanciamento da instituição dos novos rumos da astrofísica e da rápida inovação dos instrumentos, além do pequeno volume de publicações. Era uma época em que ainda não existiam os mecanismos formais de apoio e avaliação da atividade científica. Esse trabalho procura identificar a real atividade do Observatório no conteúdo dos Relatórios Ministeriais que, ao final de cada ano, apresentava as atividades, sucessos e problemas enfrentados pela instituição. Questões como instrumental e recursos humanos necessários; entraves burocráticos e financeiros; e articulações com outros observatórios se complementaram entre si ao longo desses anos para definir o perfil institucional e alguns aspectos fundamentais para a construção da astronomia no país. É possível concluir que a ênfase em serviços geográficos e de meteorologia, ao lado da inadequação dos instrumentos e do local, quase fizeram desaparecer a pesquisa em astronomia. Porém, vale destacar a sobrevivência de alguns trabalhos, como, por exemplo, variação de latitude e observação de estrelas duplas que mantiveram importante intercâmbio com outros grupos de pesquisa, demonstrando o constante esforço dos astrônomos e das diretorias em defesa da atividade científica.

  9. Estudo de soluções locais e cosmológicas em teorias do tipo tensor-escalar

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Silva E Costa, S.

    2003-08-01

    Teorias do tipo tensor-escalar são a mais simples extensão possí vel da Relatividade Geral. Nessas teorias, cujo modelo padrão é a teoria de Brans-Dicke, a curvatura do espaço-tempo, descrita por componentes tensoriais, aparece acoplada a um campo escalar que, de certo modo, representa uma variação na constante de acoplamento da gravitação. Tais teorias apresentam soluções locais e cosmológicas que, em determinados limites, recaem nas apresentadas pela Relatividade Geral, mas que em outros limites trazem novidades, tais como conseqüências observacionais da evolução de flutuações primordiais distintas daquelas previstas pela Relatividade Geral (ver, por ex., Nagata et al., PRD 66, p. 103510 (2002)). Graças a esta possibilidade de trazer à luz novidades em relação à gravitação, teorias do tipo tensor-escalar podem ser vistas como um interessante campo alternativo de pesquisas para soluções dos problemas de massa faltante (ou escura) e/ou energia escura. Seguindo tal linha, este trabalho, ainda em sua fase inicial, apresenta soluções gerais de teorias do tipo tensor-escalar para diversas situações, verificando-se em que consiste a divergência dessas soluções dos casos tradicionais possí veis na Relatividade Geral. Como exemplos das soluções aqui apresentadas pode-se destacar uma expressão geral para diferentes soluções cosmológicas englobando diferentes tipos de matéria (representados por diferentes equações de estado), e a expressão para uma solução local representando um buraco negro com rotação, similar à solução de Kerr da Relatividade Geral. Por fim, é importante ressaltar que, embora aqui apresentem-se poucos resultados novos, na literatura sobre o assunto a maior parte das soluções apresentadas limita-se a uns poucos casos especí ficos, tal como soluções cosmológicas apenas com curvatura nula, e que mesmo as soluções disponí veis são, em geral, pouco divulgadas e, portanto, pouco conhecidas, e

  10. Controle orbital de satélites artificiais com propulsão e uso de gravidade lunar

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Torres, K. S.; de Almeida Prado, A. F. B.

    2003-08-01

    A redução do custo de combustível de uma manobra é atualmente a grande prioridade de todos os programas espaciais existentes no mundo. As manobras assistidas pela gravidade são uma ótima forma de se contornar o problema pois proporcionam economias com vasto impacto no custo final da missão. Neste trabalho é feito um estudo particular do controle orbital de um satélite artificial da Terra usando a gravidade da Lua. O objetivo é estudar uma técnica econômica para uma mudança de plano de um satélite que está em órbita em volta da Terra. A idéia principal desta abordagem é enviar primeiramente o veículo espacial em direção à Lua usando uma manobra mono-impulsiva para que assim o campo gravitacional da Lua possa fazer a mudança de plano desejada (sem custo de combustível) e só então retornar o veículo aos valores iniciais de semi-eixo e excentricidade usando uma manobra bi-impulsiva tipo Hohmann. Para tanto, é assumido que a espaçonave inicia em uma órbita circular coplanar à órbita da lua em torno da Terra e a meta é colocá-la em uma órbita similar que difere da órbita inicial somente pela inclinação. São usadas equações analíticas baseadas na abordagem Patched Conics para se calcular a variação na velocidade, momento angular, energia e inclinação do veículo espacial que realiza esta manobra. Várias simulações são feitas para se avaliar as economias de combustível envolvidas.

  11. Espectroscopia infravermelha de núcleos ativos de galáxias: resultados adicionais

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Rodríguez Ardila, A.; Viegas, S.; Pastoria, M. G.

    2003-08-01

    Apresentamos resultados parciais de um levantamento espectroscópico na região do infravermelho próximo (NIR) realizado em 30 núcleos ativos de galáxias (AGN), incluindo vários objetos selecionados do catálogo PG com z de até 0.55. O objetivo é estudar a natureza do contínuo observado e as condições físicas do gas emissor. Todas as fontes de tipo 1 apresentam uma mudança na inclinação do contínuo na região de 1.2mm, associada ao término da contribuição do contínuo emitido pelo AGN e ao início da contribuição do contínuo emitido pela poeira quente atribuída ao tórus que rodeia a fonte central. O índice espectral associado à segunda contribuição varia apreciavelmente de objeto para objeto. Este resultado é comparado com distribuições espectrais de energia preditas por modelos de toroides para testar a validez do modelo unificado. A partir das linhas de FeII observado nos espectros deriva-se, pela primeira vez nessa região espectral, um template empírico de FeII para estudar a intensidade e a origem dessa emissão. A intensidade do FeII é estudada em conjunto com aquela da região visível e comparada às predições de modelos teóricos que incluem fluorescência de Lya, excitação colisional e auto-fluorescência como mecanismos dominantes de exitação. Encontra-se que os dois primeiros processos dominam na formação do espectro de FeII observado. Indicadores de avermelhamento, entre eles Brg/Pab, Pab/Pag, Pab/Pad e [FeII] 1.257/1.644 mm são utilizados para mapear a distribuição de poeira nas regiões emissoras de linhas. Encontra-se valores de extinção Av~3 associados ao último indicador e valores significativamente menores (Av~1.5) para os restantes, o que sugere que o [FeII] se forma em uma região separada da maior parte do gás emissor de linhas estreitas.

  12. Astronomia Motivadora no Ensino Fundamental

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Melo, J.; Voelzke, M. R.

    2008-09-01

    O objetivo principal deste trabalho é procurar desenvolver o interesse dos alunos pelas ciências através da Astronomia. Uma pesquisa com perguntas sobre Astronomia foi realizada junto a 161 alunos do Ensino Fundamental, com o intuito de descobrir conhecimentos prévios dos alunos sobre o assunto. Constatou-se, por exemplo, que 29,3% da 6ª série responderam corretamente o que é eclipse, 30,0% da 8ª série acertaram o que a Astronomia estuda, enquanto 42,3% dos alunos da 5ª série souberam definir o Sol. Pretende-se ampliar as turmas participantes e trabalhar, principalmente de forma prática com: dimensões e escalas no Sistema Solar, construção de luneta, questões como dia e noite, estações do ano e eclipses. Busca-se abordar, também, outros conteúdos de Física tais como a óptica na construção da luneta, e a mecânica no trabalho com escalas e medidas, e ao utilizar uma luminária para representar o Sol na questão do eclipse, e de outras disciplinas como a Matemática na transformação de unidades, regras de três; Artes na modelagem ou desenho dos planetas; a própria História com relação à busca pela origem do universo, e a Informática que possibilita a busca mais rápida por informações, além de permitir simulações e visualizações de imagens importantes. Acredita-se que a Astronomia é importante no processo ensino aprendizagem, pois permite a discussão de temas curiosos como, por exemplo, a origem do universo, viagens espaciais a existência ou não de vida em outros planetas, além de temas atuais como as novas tecnologias.

  13. Prospecting for Novel Biocatalysts in a Soil Metagenome

    PubMed Central

    Voget, S.; Leggewie, C.; Uesbeck, A.; Raasch, C.; Jaeger, K.-E.; Streit, W. R.

    2003-01-01

    The metagenomes of complex microbial communities are rich sources of novel biocatalysts. We exploited the metagenome of a mixed microbial population for isolation of more than 15 different genes encoding novel biocatalysts by using a combined cultivation and direct cloning strategy. A 16S rRNA sequence analysis revealed the presence of hitherto uncultured microbes closely related to the genera Pseudomonas, Agrobacterium, Xanthomonas, Microbulbifer, and Janthinobacterium. Total genomic DNA from this bacterial community was used to construct cosmid DNA libraries, which were functionally searched for novel enzymes of biotechnological value. Our searches in combination with cosmid sequencing resulted in identification of four clones encoding 12 putative agarase genes, most of which were organized in clusters consisting of two or three genes. Interestingly, nine of these agarase genes probably originated from gene duplications. Furthermore, we identified by DNA sequencing several other biocatalyst-encoding genes, including genes encoding a putative stereoselective amidase (amiA), two cellulases (gnuB and uvs080), an α-amylase (amyA), a 1,4-α-glucan branching enzyme (amyB), and two pectate lyases (pelA and uvs119). Also, a conserved cluster of two lipase genes was identified, which was linked to genes encoding a type I secretion system. The novel gene aguB was overexpressed in Escherichia coli, and the enzyme activities were determined. Finally, we describe more than 162 kb of DNA sequence that provides a strong platform for further characterization of this microbial consortium. PMID:14532085

  14. Work-family conflict and time use: psychometric assessment of an instrument in ELSA-Brazil.

    PubMed

    Pinto, Karina Araujo; Menezes, Greice Maria de Souza; Griep, Rosane Härter; Lima, Keury Thaisana Rodrigues Dos Santos; Almeida, Maria da Conceição; Aquino, Estela M L

    2016-07-01

    In this study, we evaluated the psychometric properties of the items to measure the work-family conflict and the time use for personal care and leisure, included in the baseline questionnaire of the Longitudinal Study of Adult Health (ELSA-Brazil). We evaluated temporal stability (7-14 days) using kappa statistic and the validity of the construct by the correlation of Kendall's tau with other variables. Test-retest stability was discreet to moderate and the correlations were compatible with the underlying theory. Future studies in the context of ELSA-Brazil and in other populations will complement the assessment of its relevance. RESUMO Neste estudo, avaliamos as propriedades psicométricas dos itens para mensurar o conflito trabalho-família e o uso do tempo para cuidado pessoal e lazer, incluídos no questionário da linha de base do Estudo Longitudinal de Saúde do Adulto (ELSA-Brasil). Foram avaliadas a estabilidade temporal (7-14 dias) utilizando estatística kappa e a validade do construto pela correlação tau de Kendall com outras variáveis. A estabilidade teste-reteste foi discreta a moderada e as correlações, compatíveis com a teoria subjacente. Estudos futuros no contexto do ELSA-Brasil e em outras populações complementarão a avaliação da sua pertinência. PMID:27384968

  15. Um satélite brasileiro para observação do diâmetro solar

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Emilio, M.; Leister, N. V.; Benevides Soares, P.; Teixeira, R.; Kuhn, J.

    2003-08-01

    Propomos uma missão espacial para medir a forma e o diâmetro solar com o objetivo de ajudar a determinar o potencial gravitacional do Sol e a sua rotação com precisão, testar modelos teóricos de variação de energia e pela primeira vez medir os modos g de oscilação. As observações serão obtidas através do instrumento denominado APT (Astrometric and Photometric Telescope) descrito por Kuhn(1983). A sensibilidade do instrumento é de 0,2 mas em 27 dias para as observações do diâmetro solar feitas a cada minuto. Esta é uma missão de três anos de duração e pode complementar as medidas que serão feitas pelo satélite PICARD (a ser lançado em 2007). Outros parâmetros físicos podem ser obtidos com as mesmas imagens o que certamente interessará à comunidade de física solar. Um primeiro contato foi realizado com a agência espacial brasileira que pretende lançar um satélite científico a cada dois anos.

  16. Fontes binárias supermoles de raios X

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Pires, A. M.; Janot Pacheco, E.

    2003-08-01

    Estuda-se as características físicas das fontes supermoles (de raios X (SSS), utilizando dados ópticos e em altas energias, no âmbito de um trabalho de IC. Trata-se de binárias que apresentam espectro X muito mole, baixas temperaturas e altas luminosidades bolométricas. Esse sistemas são compostos por uma anã branca realizando fusão em sua superfície, a partir de matéria perdida pela estrela companheira. Os resíduos de fusão se acumulam na superfície da anã branca, e essa pode ultrapassar o limite de Chadrasekhar, produzir um colapso gravitacional, sendo esse um dos cenários propostos para as explosões de SN Ia. Apresentamos nesta comunicação o estado da arte das características físicas das fontes SSS, situando-as no âmbito das VCs. Procuramos também situar esses objetos em relação às variáveis galácticas V Sge, na medida em que os dois grupos apresentam certas caracerísticas bastante semelhantes.A metodologia adotada é aquela pedagógico-cognitiva clássica de um trabalho de IC na área de ciências exatas.

  17. Role of Vfr in the regulation of antifungal compound production by Pseudomonas fluorescens FD6.

    PubMed

    Zhang, Qingxia; Ji, Yanyan; Xiao, Qi; Chng, Soonie; Tong, Yunhui; Chen, Xijun; Liu, Fengquan

    2016-01-01

    Pseudomonas fluorescens FD6 has been shown to possess many beneficial traits involved in the biocontrol of fungal plant pathogens, such as Botrytis cinerea and Monilinia fructicola. Vfr (virulence factor regulator) a highly conserved global regulator of gram-negative bacteria, such as the human pathogen Pseudomonas aeruginosa, is required for the expression of many important virulence traits. The role of Vfr in the regulation of biocontrol traits, such as the production of antibiotics to control fungal pathogens by antagonistic bacteria, has not been elucidated. This study investigated the effect of a vfr mutant derived from P. fluorescens FD6 to better understand the regulation of some important biocontrol traits associated with the bacterium. Biochemical studies indicated that the production of the antibiotics 2,4-diacetylphloroglucinol, pyrrolnitrin and pyoluteorin, was markedly enhanced in the vfr mutant. The vfr mutation also increased biofilm production, swimming motility and the expression of exopolysaccharide-associated gene (pelA, pslA and pslB) transcripts, but reduced protease production. Wheat rhizosphere and root tip colonization by the vfr mutant was higher than that by the wild type at 7 and 21days after inoculation. These findings demonstrate that Vfr modulates the expression of several key traits and the production of important antibiotics involved in the biocontrol potential of P. fluorescens FD6. PMID:27296968

  18. Observações no infravermelho médio de objetos estelares jovens em NGC 3576

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Barbosa, C.; Damineli, A.; Blum, R.; Conti, P.

    2003-08-01

    Apresentamos os resultados de observações no infravermelho médio de candidatos a objetos estelares jovens e massivos em NGC 3576. As imagens de alta resolução foram obtidas no observatório Gemini Sul com o uso dos filtros em 10,8, 7,9, 9,8, 12,5 e 18,2 mm. Nossas imagens mostram a fonte IRS 1 resolvida em 4 objetos pela primeira vez em 10 mm. Para cada objeto obtivemos a distribuição espectral de energia de 1.2 até 18 mm, bem como a temperatura de cor, a distribuição espacial e a profundidade óptica em 9,8 mm da poeira circunstelar. Apresentamos uma estimativa das massas dos objetos estudados, baseados na luminosidade emitida no infravermelho médio, bem como um modelo para explicar as diferentes características observadas de cada objeto. Finalmente discutimos a possível localização da(s) fonte(s) de ionização de NGC 3576.

  19. Instabilidade de Kelvin-Helmholtz em Raios Cometários

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Matsuura, O. T.; Shigueoka, H.; Voelzke, M. R.

    1995-08-01

    Raios cometários são estruturas finas e longas da cauda de cometas do Tipo I (ou de plasma). Como eles apresentam simetria cilíndrica, admitem modelos MHD simples. Este trabalho explora essa possibilidade, apresentando um estudo sistemático da estabilidade e das oscilações de raios cometários na aproximação de plasma homogêneo. O critério de estabilidade, combinado com dados observacionais de perturbações (ondas, hélices, rupturas etc), constitui um importante diagnóstico da velocidade do plasma cometário em relação ao vento solar circundante, contribuindo assim para esclarecer questões fundamentais, tais como, o papel da instabilidade de Kelvin-Helmholtz na aceleração do plasma cometário, a propagação, conversão de modos e amortecimento de certas ondas do espectro MHD nos raios cometários. Os resultados deste estudo nortearão a análise de um grande número de imagens do Cometa Halley arquivadas em CD-ROM pela equipe dos fenômenos de grande escala do International Halley W!

  20. Psychological distress and community approach to the voice of the community health agent.

    PubMed

    Paiva, Pâmela Câmpelo; Torrenté, Mônica de Olivera Nunes de; Landim, Fátima Luna Pinheiro; Branco, July Grassiely de Oliveira; Tamboril, Bruna Caroline Rodrigues; Cabral, Ana Larisse Teles

    2016-06-01

    The user in psychological distress needs a service that provides a targeted assistance, that welcomes when required, acting as originator care device to the user on the network of health care. This study aimed to describe how people in psychological distress are perceived by the community in the voice of the community health worker. It is a qualitative research conducted with eighteen Community Health Agents, a Primary Care Unit Health (UAP) located in BE IV, in Fortaleza, Ceará. We used a semi-structured and individual interview. Data processing was due to the content analysis. Ethical and legal aspects on the advice No. 957,595. Through the speeches of ACS, it describes how the community perceives the person in psychic suffering and how it positions itself in the face of your everyday problems, as regards the rejection, prejudice, discrimination ne loss of identity. However it is emphasized that, because of being inserted in the community, the community health worker realizes more accurate way in which this social group is the person in mental distress. The rejection of the person who became ill is seen as a fairly common reaction, accompanied by prejudice and discrimination, marginalizing her from society. O usuário em sofrimento psíquico necessita de um serviço que proporcione uma assistência direcionada, que acolha no momento necessário, atuando como dispositivo ordenador do cuidado ao usuário na rede de atenção a saúde. Objetivou-se descrever como as pessoas em sofrimento psíquico são percebidas pela comunidade na voz do agente comunitário de saúde. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, realizada junto a dezoito Agentes Comunitários de Saúde, de uma Unidade de Atenção Primaria a Saúde (UAPS) situada na SER IV, em Fortaleza-Ceará. Utilizou-se uma entrevista semiestruturada e individual. O processamento dos dados deu-se pela análise de conteúdo. Aspectos éticos e legais sob parecer Nº 957.595. Através dos discursos dos ACS, descrevemos

  1. A Influência da Escola e da Mídia na Obtenção dos Conhecimentos Astronômicos

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    da Cunha, W. S.; Voelzke, M. R.; Amaral, L. H.

    2006-08-01

    O universo em que vivemos possui segredos jamais imaginados pelo homem, fruto da pequena proporção que ocupamos diante de um cosmos infinito. A astronomia funciona como um instrumento que sacia a sede humana em desvendar esses segredos, estudando as galáxias, quasares, pulsares além da existência de todos os elementos que preenchem o espaço cósmico, o vácuo, não mais vazio como se pensou em outros tempos. A mídia explora esse campo de forma mística e também científica. A difusão adequada e dentro dos padrões educacionais vigentes, de conceitos astronômicos, se faz necessária, devido sua presença nos conteúdos escolares, centros de ciência e na mídia, de modo geral. A reforma do Currículo Básico da Escola Pública da maioria dos Estados brasileiros introduziu conceitos astronômicos desde a pré-escola até o Ensino Médio. Num estudo realizado com 1.032 alunos do Ensino Médio de seis escolas estaduais, revelou-se através da aplicação de um questionário que abordava conheciment os básicos em astronomia, como estes foram adquiridos e qual era a infra-estrutura oferecida pela escola: para 66,2% dos entrevistados o professor já fez alguma apresentação a respeito de astronomia. O presente estudo revelou também que 44,5% dos alunos entrevistados adquiriram seus conhecimentos astronômicos na escola, 28,1% através da televisão e 27,4% afirmaram que seus conhecimentos foram obtidos através de outros tipos de mídia (internet, filmes e revistas). Embora o estudo revele claramente que há certo equilíbrio na forma em que os alunos obtiveram seus conhecimentos astronômicos, a mídia ainda explora e muitas vezes desperta o interesse pela astronomia com assuntos que não fazem parte de nosso cotidiano como, por exemplo, o homem na Lua, os projetos espaciais e a primeira viagem de um astronauta brasileiro no espaço. Porém, em certos casos, a mídia pode promover conhecimentos incompletos ou mesmo equivocados sobre os conceitos que envolvam

  2. A causa das estações do ano: modelos mentais

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    de Campos, J. A. S.; de Araujo, J. F. S.

    2003-08-01

    A década de 70 do século passado foi marcada pelo estudo das concepções alternativas que os alunos trazem para a sala de aula. A identificação destas concepções foi o ponto de partida para promover a mudança conceitual, onde as pré-concepções seriam trocadas pelas concepções científicas. Na década seguinte, surgiram muitas propostas de estratégias educacionais para facilitar esta troca, na sua maioria baseadas na idéia do conflito cognitivo, proposta por Piaget. Entretanto, os resultados pouco animadores conduziram à percepção de que a mudança conceitual é um processo mais complexo. Pelas idéias da Ciência Cognitiva, a mudança conceitual é uma mudança progressiva dos modelos mentais que o aluno tem sobre o mundo físico, através de enriquecimento e revisão. A causa das Estações do Ano é um tópico sobre o qual a maioria dos estudantes apresenta concepções alternativas. Os autores fizeram um levantamento sobre as pré-concepções encontradas em trabalhos sobre o tema (16 referências), procurando encontrar elementos comuns que indicassem a presença de modelos mentais específicos. As pré-concepções encontradas na literatura foram obtidas usando-se diversas metodologias (desde entrevistas clínicas até questionários de múltipla escolha) e envolvendo alunos e professores de diferentes regiões geográficas. A partir de uma análise aprofundada de cada trabalho, e utilizando-se a técnica das Redes Sistêmicas, chegou-se a conclusão que as diversas pré-concepções identificadas (em torno de 50), poderiam ser representadas por 6 modelos mentais, onde a explicação da causa das estações do ano tem um mecanismo causal responsável. Os mecanismos causais identificados foram: a dependência da distância, a dependência da orientação, a dependência conjunta da distância e orientação, a dependência da obstrução, a dependência da velocidade e a dependência da inclinação dos raios solares. Foram ainda identificadas

  3. Deoxyribonucleotide pool imbalance stimulates deletions in HeLa cell mitochondrial DNA.

    PubMed

    Song, Shiwei; Wheeler, Linda J; Mathews, Christopher K

    2003-11-01

    Mitochondrial neurogastrointestinal encephalomyopathy (MNGIE) is an autosomal recessive disorder associated with multiple mutations in mitochondrial DNA, both deletions and point mutations, and mutations in the nuclear gene for thymidine phosphorylase. Spinazzola et al. (Spinazzola, A., Marti, R., Nishino, I., Andreu, A., Naini, A., Tadesse, S., Pela, I., Zammarchi, E., Donati, M., Oliver, J., and Hirano, M. (2001) J. Biol. Chem. 277, 4128-4133) showed that MNGIE patients have elevated circulating thymidine levels and they hypothesized that this generates imbalanced mitochondrial deoxyribonucleoside triphosphate (dNTP) pools, which in turn are responsible for mitochondrial (mt) DNA mutagenesis. We tested this hypothesis by culturing HeLa cells in medium supplemented with 50 microM thymidine. After 8-month growth, mtDNA in the thymidine-treated culture, but not the control, showed multiple deletions, as detected both by Southern blotting and by long extension polymerase chain reaction. After 4-h growth in thymidine-supplemented medium, we found the mitochondrial dTTP and dGTP pools to expand significantly, the dCTP pool to drop significantly, and the dATP pool to drop slightly. In whole-cell extracts, dTTP and dGTP pools also expanded, but somewhat less than in mitochondria. The dCTP pool shrank by about 50%, and the dATP pool was essentially unchanged. These results are discussed in terms of the recent report by Nishigaki et al. (Nishigaki, Y., Marti, R., Copeland, W. C., and Hirano, M. (2003) J. Clin. Invest. 111, 1913-1921) that most mitochondrial point mutations in MNGIE patients involve T --> C transitions in sequences containing two As to the 5' side of a T residue. Our finding of dTTP and dGTP elevations and dATP depletion in mitochondrial dNTP pools are consistent with a mutagenic mechanism involving T-G mispairing followed by a next-nucleotide effect involving T insertion opposite A. PMID:13679382

  4. Situação da Mulher na Astronomia Brasileira

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Silva, Adriana V. R.

    2007-07-01

    O conteúdo desse texto surgiu de uma apresentação de mesmo título que fiz na XXXI Reunião Anual da Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) em 2005. Esse tema foi inspirado originalmente pela minha participação no "2nd UIPAP International Conference on Women in Physics" realizado entre 23 e 25 de maio de 2005 no Rio de Janeiro. Essa é uma conferência internacional que acontece de três em três anos, sendo que a primeira ocorreu em 2002 na cidade de Paris, França. Participei dessa conferência como membro da delegação da Sociedade Brasileira de Física e um dos trabalhos que apresentei versava sobre a situação das mulheres na Astronomia brasileira, cujos resultados principais discorro a seguir. A situação das astrônomas, baseada nos dados dos sócios da SAB coletados no final de 2004, é comparada com a das físicas brasileiras e também com as nossas colegas americanas. Os dados identificam ainda uma maior evasão da carreira por parte das mulheres do que os homens. Alguns dos possíveis motivos da evasão são discutidos, como o desejo de constituir família e/ou isolamento. Resultados um tanto preocupantes com relação à distribuição de bolsas de produtividade do CNPq também são apresentados. As principais discussões e estratégias recomendadas nesse congresso são mencionadas de forma resumida ao final.

  5. Patients' Perceptions on the Performance of a Local Health System to Eliminate Leprosy, Paraná State, Brazil

    PubMed Central

    Pieri, Flávia Meneguetti; Touso, Michelle Mosna; Rodrigues, Ludmila Barbosa Bandeira; Yamamura, Mellina; Pinto, Ione Carvalho; Dessunti, Elma Mathias; Crispim, Juliane de Almeida; Ramos, Antônio Carlos Vieira; Arroyo, Luiz Henrique; Neto, Marcelino Santos; Garcia, Maria Concebida da Cunha; Popolin, Marcela Paschoal; Silveira, Tatiane Ramos dos Santos; Arcêncio, Ricardo Alexandre

    2014-01-01

    Background In Brazil, leprosy has been listed among the health priorities since 2006, in a plan known as the “Pact for life” (Pacto pela Vida). It is the sole country on the American continent that has not reached the global goal of disease elimination. Local health systems face many challenges to achieve this global goal. The study aimed to investigate how patients perceive the local health system's performance to eliminate leprosy and whether these perceptions differ in terms of the patients' income. Methodology/Principal Findings A cross-sectional study was conducted in Londrina, State of Paraná, Brazil. Interviews were performed with the leprosy patients. The local health system was assessed through a structured and adapted tool, considering the domains judged as good quality of health care. The authors used univariate, bivariate and multivariate analyses. One hundred and nineteen patients were recruited for the study, 50.4% (60) of them were male, 54.0% (64) were between 42 and 65 years old and 66.3% (79) had finished elementary school. The results showed that patients used the Primary Health Care service near their place of residence but did not receive the leprosy diagnosis there. Important advances of this health system were verified for the elimination of leprosy, verifying protocols for good care delivery to the leprosy patients, but these services did not develop collective health actions and did not engage the patients' family members and community. Conclusions/Significance The patients' difficulty was observed to have access to the diagnosis and treatment at health services near their homes. Leprosy care is provided at the specialized level, where the patients strongly bond with the teams. The care process is individual, with limited perspectives of integration among the health services for the purpose of case management and social mobilization of the community to the leprosy problem. PMID:25412349

  6. Variabilidade óptica de longo período e precessão de jato: o caso de BL Lacertae

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Caproni, A.; Abraham, Z.

    2003-08-01

    Variabilidade é tipicamente uma característica de AGNs, sendo observada em toda a faixa eletromagnética. Em relação às escalas de tempo, variações desde horas até de algumas décadas foram encontradas por vários autores. Em alguns casos, análises temporais de curvas de luz mostram a existência de periodicidade nas variações observadas. Um exemplo de objeto que preenche as características mencionadas acima é BL Lacertae, o protótipo da classe BL Lac dos AGNs. Neste trabalho, nós interpretamos a variabilidade periódica de longo período detectada na curva de luz na banda B (~7,5 anos) como o resultado da periodicidade na amplificação da radiação oriunda do jato relativístico. Neste cenário, a amplificação periódica seria induzida pela precessão, que muda o ângulo entre o jato e a linha de visada. Com esta abordagem e vínculos adicionais fornecidos por observações em altas energias, nós podemos impor limites para os parâmetros do modelo de precessão, tais como o fator de Lorentz associado ao movimento global do jato, o ângulo de abertura do cone de precessão e o ângulo entre o eixo do cone e a linha de visada.

  7. Estudo comparativo entre estrelas centrais de nebulosas planetárias deficientes em hidrogênio

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Marcolino, W. L. F.; de Araújo, F. X.

    2003-08-01

    Apresentamos neste trabalho o resultado de um estudo das principais características espectrais das estrelas centrais de nebulosas planetárias (ECNP) deficientes em hidrogênio. A origem e a evolução dessas estrelas ainda constitui um problema em aberto na evolução estelar. Geralmente esses objetos são divididos em [WCE], [WCL] e [WELS]. Os tipos [WCE] e [WCL] apresentam um espectro típico de uma estrela Wolf-Rayet carbonada de população I e as [WELS] apresentam linhas fracas de carbono e oxigênio em emissão. Existem evidências que apontam a seguinte sequência evolutiva : [WCL] = > [WCE] = > [WELS] = > PG 1159 (pré anã-branca). No entanto, tal cenário apresenta falhas como por exemplo a falta de ECNP entre os tipos [WCL] e [WCE]. Baseados em uma amostra de 24 objetos obtida no telescópio de 1.52m em La Silla, Chile (acordo ESO/ON), ao longo do ano 2000, apresentamos os resultados da comparação das larguras equivalentes de diversas linhas relevantes entre os tipos [WCL], [WCE] e [WELS]. Verificamos que nossos dados estão de acordo com a sequência evolutiva. Baseado nas linhas de C IV, conseguimos dividir pela primeira vez as [WELS] em dois grupos principais. Além disso, os dados reforçam a afirmação de que as [WCE] são as estrelas que possuem a maior temperatura entre as ECNP deficientes em hidrogênio. Discutimos ainda, a escassez de dados disponíveis na literatura e a necessidade da obtenção de parametros físicos para estes objetos.

  8. Taxas de eventos para as fontes astrofísicas do detector Mario Schenberg

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Castro, C. S.; Araujo, J. C. N.; Miranda, O. D.; Aguiar, O. D.

    2003-08-01

    O detector de ondas gravitacionais Mario Schenberg será sensível a sinais que cheguem à Terra com amplitude h~10-21 e dentro da faixa em frequências que varia de 3,0 a 3,4 kHz. As principais fontes astrofísicas em condições de gerar um sinal detectável pela antena Schenberg são: colapsos estelares que produzam eventos do tipo supernova; instabilidades hidrodinâmicas em estrelas de nêutrons; excitação dos modos fluído (modos f) de estrelas de nêutrons; excitação dos primeiros modos quadrupolares de buracos negros com massa ~ 3,8 M¤; coalescências de estrelas de nêutrons e buracos negros em sistemas binários e, ainda, espiralações de mini-buracos negros. Neste trabalho nós determinamos as taxas de eventos para o Schenberg associadas a dois tipos de fontes: através da de-excitação dos modos f de estrelas de nêutrons e através da coalescência de mini-buracos negros de 0,5 M¤ (que atualmente têm sido colocados como possíveis candidatos a objetos massivos do halo Galáctico). Nós mostramos que esses tipos de fontes poderão produzir sinais em ondas gravitacionais com uma taxa em torno de um evento por ano dentro da banda do Schenberg.

  9. The cyclic AMP receptor protein is the main activator of pectinolysis genes in Erwinia chrysanthemi.

    PubMed

    Reverchon, S; Expert, D; Robert-Baudouy, J; Nasser, W

    1997-06-01

    The main virulence factors of the phytopathogenic bacterium Erwinia chrysanthemi are pectinases that cleave pectin, a major constituent of the plant cell wall. Although physiological studies suggested that pectinase production in Erwinia species is subjected to catabolite repression, the direct implication of the cyclic AMP receptor protein (CRP) in this regulation has never been demonstrated. To investigate the role of CRP in pectin catabolism, we cloned the E. chrysanthemi crp gene by complementation of an Escherichia coli crp mutation and then constructed E. chrysanthemi crp mutants by reverse genetics. The carbohydrate fermentation phenotype of the E. chrysanthemi crp mutants is similar to that of an E. coli crp mutant. Furthermore, these mutants are unable to grow on pectin or polygalacturonate as the sole carbon source. Analysis of the nucleotide sequence of the E. chrysanthemi crp gene revealed the presence of a 630-bp open reading frame (ORF) that codes for a protein highly similar to the CRP of E. coli. Using a crp::uidA transcriptional fusion, we demonstrated that the E. chrysanthemi CRP represses its own expression, probably via a mechanism similar to that described for the E. coli crp gene. Moreover, in the E. chrysanthemi crp mutants, expression of pectinase genes (pemA, pelB, pelC, pelD, and pelE) and of genes of the intracellular part of the pectin degradation pathway (ogl, kduI, and kdgT), which are important for inducer formation and transport, is dramatically reduced in induced conditions. In contrast, expression of pelA, which encodes a pectate lyase important for E. chrysanthemi pathogenicity, seems to be negatively regulated by CRP. The E. chrysanthemi crp mutants have greatly decreased maceration capacity in potato tubers, chicory leaves, and celery petioles as well as highly diminished virulence on saintpaulia plants. These findings demonstrate that CRP plays a crucial role in expression of the pectinolysis genes and in the pathogenicity of E

  10. Toxin-Deficient Mutants from a Toxin-Sensitive Transformant of Cochliobolus Heterostrophus

    PubMed Central

    Yang, G.; Turgeon, B. G.; Yoder, O. C.

    1994-01-01

    Tox1 is the only genetic element identified which controls production of T-toxin, a linear polyketide involved in the virulence of Cochliobolus heterostrophus to its host plant, corn. Previous attempts to induce toxin-deficient (Tox(-)) mutants, using conventional mutagenesis and screening procedures, have been unsuccessful. As a strategy to enrich for Tox(-) mutants, we constructed a Tox1(+) strain that carried the corn T-urf13 gene (which confers T-toxin sensitivity) fused to a fungal mitochondrial signal sequence; the fusion was under control of the inducible Aspergillus nidulans pelA promoter which, in both A. nidulans and C. heterostrophus, is repressed by glucose and induced by polygalacturonic acid (PGA). We expected that a transformant carrying this construction would be sensitive to its own toxin when the T-urf13 gene was expressed. Indeed, the strain grew normally on medium containing glucose but was inhibited on medium containing PGA. Conidia of this strain were treated with ethylmethanesulfonate and plated on PGA medium. Among 362 survivors, 9 were defective in T-toxin production. Authenticity of each mutant was established by the presence of the transformation vector, proper mating type, and a restiction fragment length polymorphism tightly linked to the Tox1(+) locus. Progeny of each mutant crossed to a Tox1(+) tester segregated 1:1 (for wild type toxin production vs. no or reduced toxin production), indicating a single gene mutation in each case. Progeny of each mutant crossed to a Tox1(-) tester segregated 1 : 1 (for no toxin production vs. no or reduced toxin production) indicating that each mutation mapped at the Tox1 locus. Availability of Tox(-) mutants will permit mapping in the Tox1 region without interference from a known Tox1 linked translocation breakpoint. PMID:8088521

  11. Variações nos períodos de pulsação das estrelas PG 1159-035 e G117-B15-A

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Costa, J. E. S.; Kepler, S. O.

    2003-08-01

    A medida que uma estrela evolui, sua trajetória no diagrama-HR passa pelas chamadas "faixas de instabilidade" podendo tornar-se uma variável. Ao longo da seqüência das anãs brancas existem três faixas de instabilidade, contando com a faixa das pré-anãs brancas (DOs). Estrelas nestas faixas podem apresentar pulsações não-radiais com períodos bastante estáveis, ente 100 e 1000 segundos. Os períodos de pulsação sofrem variações com a evolução da estrela, podendo aumentar ou diminuir. As DOs, por serem mais quentes evoluem mais rapidamente e isto faz com que as variações em seus períodos de pulsação sejam maiores (em magnitude) do que as variações que ocorrem nos períodos de pulsação de anãs brancas pulsantes mais frias como as DBs e as DAs. Neste trabalho apresentamos os resultados das medidas das variações de períodos de pulsação de duas estrelas: a PG 1159-035 e a G117-B15-A. Essas duas estrelas estão nos extremos da seqüência das anãs brancas: a PG 1159-035 é uma pré-anã branca (DO) e seus períodos de pulsação variam na ordem de 1 segundo a cada 3000 anos. Já a G117-B15-A é uma DA e seus períodos de pulsação variam cerca de 1 segundo a cada 30 milhões de anos.

  12. Protótipo do primeiro interferômetro brasileiro - BDA

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Cecatto, J. R.; Fernandes, F. C. R.; Neri, J. A. C. F.; Bethi, N.; Felipini, N. S.; Madsen, F. R. H.; Andrade, M. C.; Soares, A. C.; Alonso, E. M. B., Sawant, H. S.

    2004-04-01

    A interferometria é uma poderosa ferramenta usada para investigar estruturas espaciais de fontes astrofísicas fornecendo uma riqueza de detalhes inatingível pelas técnicas convencionais de imageamento. Em particular, a interferometria com ondas de rádio abre o horizonte de conhecimento do Universo nesta ampla banda do espectro eletromagnético, que vai de cerca de 20 kHz até centenas de GHz já próximo ao infravermelho, e que está acessível a partir de instrumentos instalados em solo. Neste trabalho, apresentamos o interferômetro designado por Arranjo Decimétrico Brasileiro (BDA). Trata-se do primeiro interferômetro a ser desenvolvido no Brasil e América Latina que já está em operação na fase de protótipo. Apresentamos o desenvolvimento realizado até o momento, o sítio de instalação do instrumento, o protótipo e os principais resultados dos testes de sua operação, as perspectivas futuras e a ciência a ser desenvolvida com o instrumento nas fases II e III. Neste trabalho é dada ênfase ao desenvolvimento, testes de operação e principais resultados do protótipo. É discutida brevemente a ciência que pode ser feita com o instrumento. Tanto os detalhes técnicos quanto os principais parâmetros estimados para o instrumento nas próximas fases de desenvolvimento e o desempenho do protótipo serão publicados em breve.

  13. On Ensino de Astronomia: Desafios para Implantação

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Faria, R. Z.; Voelzke, M. R.

    2008-09-01

    Em 2002 o ensino de Astronomia foi proposto como um dos temas estruturadores pelos Parâmetros Curriculares Nacionais e sugerido como facilitador para que o aluno compreendesse a Física como construção humana e parte do seu mundo vivencial, mas raramente seus conceitos foram ensinados. A presente pesquisa discute dois aspectos relacionados à abordagem de Astronomia. O primeiro aspecto é se ela está sendo abordada pelos professores do Ensino Médio e o segundo, aborda a maneira como ela está sendo ensinada. Optou-se pela aplicação de um questionário a partir do 2° semestre de 2006 e durante o ano de 2007 com professores que ministram a disciplina de Física, os quais trabalham em escolas estaduais em Rio Grande da Serra, Ribeirão Pires e Mauá no estado São Paulo. Dos 66,2% dos professores que responderam ao questionário nos municípios de Rio Grande da Serra, Ribeirão Pires e Mauá, 57,4% não aplicaram nenhum tópico de astronomia, 70,2% não utilizaram laboratório, 89,4% não utilizaram qualquer tipo de programa computacional, 83,0% nunca fizeram visitas com alunos a museus e planetários e 38,3% não indicaram qualquer tipo de livro ou revista referente à astronomia aos seus alunos. Mesmo considerando a Astronomia um conteúdo potencialmente significativo, esta não fez parte dos planejamentos escolares. Portanto são necessárias propostas que visem estratégias para a educação continuada dos professores como, por exemplo, cursos específicos sobre o ensino em Astronomia.

  14. Aquecimento alfvênico viscoso-resistivo em discos de acresção ao redor de estrelas T Tauri clássicas

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Santana, W. M.; Vasconcelos, M. J.

    2003-08-01

    Com a crescente disponibilidade de dados observacionais sobre estrelas T Tauri, a busca por modelos mais precisos vem se tornando cada vez maior. Estes modelos devem explicar, entre outras coisas, o mecanismo dissipativo responsável pelo transporte de momento angular no disco de acresção que acredita-se, circunda estas estrelas. O mecanismo mais viável, do ponto de vista teórico, é uma instabilidade MHD conhecida como "instabilidade magnetorotacional ou Balbus-Hawley" (IBH). Esta instabilidade veio mostrar que o campo magnético desempenha um papel importante na evolução destes objetos mas requer, no entanto, um acoplamento mínimo entre o gás e o campo magnético no disco que não é atingido para os valores de temperatura obtidos do modelo padrão. Contudo, alguns mecanismos de aquecimento para o disco precisam ser examinados. Neste trabalho, propomos a dissipação de ondas Alfvén como uma fonte de aquecimento para o disco. Se o gás apresentar uma condutividade elétrica finita e viscosidade, teremos um tipo de amortecimento para as ondas denominado amortecimento viscoso-resistivo que será aqui considerado. Este mecanismo é aplicado ao modelo de disco em camadas. Calculam-se as taxas de aquecimento Alfvênico, a temperatura efetiva do disco bem como as taxas de ionização decorrentes deste aquecimento e do aquecimento gerado pela absorção de raios cósmicos. Comparações com os dados observacionais de Kitamura et. al. (2001) são efetuadas, ressaltando-se os pontos comuns entre suas observações e nossos dados teóricos.

  15. Egg wax from the cattle tick Rhipicephalus (Boophilus) microplus inhibits Pseudomonas aeruginosa biofilm.

    PubMed

    Zimmer, Karine R; Macedo, Alexandre J; Nicastro, Gianlucca G; Baldini, Regina L; Termignoni, Carlos

    2013-09-01

    Rhipicephalus (Boophilus) microplus is constantly challenged during its life cycle by microorganisms present in their hosts or in the environment. Tick eggs may be especially vulnerable to environmental conditions because they are exposed to a rich and diverse microflora in the soil. Despite being oviposited in such hostile sites, tick eggs remain viable, suggesting that the egg surface has defense mechanisms against opportunistic and/or pathogenic organisms. R. microplus engorged females deposit a superficial wax layer onto their eggs during oviposition. This egg wax is essential for preventing desiccation as well as acting as a barrier against attack by microorganisms. In this study, we report the detection of anti-biofilm activity of R. microplus egg wax against Pseudomonas aeruginosa PA14. Genes involved in the functions of production and maintenance of the biofilm extracellular matrix, pelA and cdrA, respectively, were markedly downregulated by a tick egg-wax extract. Moreover, this extract strongly inhibited fliC gene expression. Instead of a compact extracellular matrix, P. aeruginosa PA14 treated with egg-wax extract produces a fragile one. Also, the colony morphology of cells treated with egg-wax extract appears much paler and brownish, instead of the bright purple characteristic of normal colonies. Swarming motility was also inhibited by treatment with the egg-wax extract. The inhibition of P. aeruginosa biofilm does not seem to depend on inhibition of the quorum sensing system since mRNA levels of the 3 regulators of this system were not inhibited by egg-wax extract. PMID:23583751

  16. Eventos de Desconexao na Cauda de Plasma do Cometa P/Halley

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Voelzke, M. R.; Fahr, H. J.

    2001-08-01

    Observacoes cometárias e de vento solar sao comparadas com o propósito de determinar-se as condicoes do vento solar associadas aos eventos de desconexao (DEs) observados em caudas de plasma cometárias. Os dados cometários sao provenientes do The International Halley Watch Atlas of Large-Scale Phenomena. A análise visual sistemática das imagens do atlas revelou, entre outras estruturas morfológicas, 47 DEs ao longo da cauda de plasma do P/Halley. Estes 47 DEs registrados em 47 imagens distintas permitiram a descoberta de 19 origens de DEs, ou seja, o tempo em que as desconexoes iniciaram foi calculado. Os dados do vento solar sao provenientes de medidas feitas in situ pela sonda espacial IMP-8, as quais foram usadas para elaborar a variacao da velocidade do vento solar, densidade e pressao dinâmica durante o intervalo analisado. O presente trabalho compara as atuais teorias conflitantes, baseadas nos mecanismos de formacao, com o intuito de explicar o fenômeno cíclico dos DEs, ou seja, os efeitos de producao iônica, os efeitos de pressao e os efeitos de reconexao magnética sao analisados. Para cada uma das 19 origens de DEs comparou-se a densidade com a respectiva velocidade do vento solar com o intuito de determinar-se uma possível correlacao entre estas origens e os efeitos de pressao dinâmica. Quando da ocorrência de 6 origens de DEs o IMP-8 nao realizou medidas, nos outros 13 casos 10 origens (77%) mostraram uma anticorrelacao entre velocidade e densidade e apenas 3 (23%) revelaram uma tendência similar entre velocidade e densidade. Portanto, a análise inicial demonstra uma fraca correlacao entre as origens dos DEs e os efeitos de pressao.

  17. Duodenum inclusion in alimentary transit for preventing or correcting nutritional deficiencies resulting from Roux-en-y gastric bypass in obesity treatment.

    PubMed

    Ceneviva, Reginaldo

    2016-01-01

    Nutritional and metabolic complications can develop after Roux-en-Y gastric bypass (RYGB) when there is an exaggerated response to the anatomical and functional changes or when there is inadequate nutritional supplementation. Severe malnutrition is rare, but deficiencies of vitamin B12, iron, calcium and thiamin, metabolic bone disease and gallstones are common after RYGB. Shortage of vitamin B12, iron, calcium and also cholelithiasis are caused at least partially by excluding the duodenum and proximal jejunum from food transit. We designed a new procedure, with the maintenance of the duodenum and proximal jejunum in the gastrointestinal transit through interposition of jejunal loop, as a primary operation to prevent such deficiencies or as corrective surgery for severe malnutrition after RYGB with failure in responding to conservative treatment. Complicações nutricionais e metabólicas podem se desenvolver após a derivação gástrica em Y de Roux (DGYR) quando há uma resposta exagerada às mudanças anatômicas e funcionais ou quando há suplementação nutricional inadequada. A desnutrição grave é rara, mas deficiências de vitamina B12, ferro, cálcio e tiamina, doença óssea metabólica e cálculos biliares são comuns após a DGYR. Dessas deficiências mencionadas, a de vitamina B12, de ferro, de cálcio e também a colelitíase, são causadas, ao menos parcialmente, pela exclusão do duodeno e jejuno proximal. Um novo procedimento com a manutenção do duodeno e do jejuno proximal no trânsito gastrointestinal, mediante interposição de alça jejunal, foi idealizado como operação primária para prevenir essas deficiências ou como cirurgia corretiva de desnutrição grave após DGYR com falha na resposta a exaustivas tentativas de tratamento conservador. PMID:27275596

  18. Precessão do jato de 3C120: simulações hidrodinâmicas 3D

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Caproni, A.; de Gouveia dal Pino, E. M.; Abraham, Z.; Raga, A. C.

    2003-08-01

    Observações com técnicas de interferometria com longa linha de base têm mostrado a existência de um jato relativístico com componentes superluminais na região central de 3C 120. Estas componentes são ejetadas em distintas direções no plano do céu e com diferentes velocidades aparentes. Estas características foram interpretadas em trabalhos anteriores como efeitos da precessão do jato relativístico. Neste trabalho, realizamos simulações tri-dimensionais do jato de 3C 120 utilizando os parâmetros de precessão determinados em trabalhos anteriores e variando as características iniciais do jato e meio ambiente, tais como densidade numérica e temperatura. Todas as simulações foram feitas com o código hidrodinâmico YGUAZÚ-A, assumindo-se um jato adiabático descrito por uma equação de estado relativística. Pelo fato de estarmos utilizando um código hidrodinâmico, nós assumimos que a intensidade do campo magnético e a distribuição de partículas, necessários para se calcular a emissão sincrotron, são proporcionais à pressão hidrodinâmica. Comparação entre dois cenários distintos, nos quais o material do jato é ejetado com velocidade constante (jato contínuo) e com velocidade modulada por um padrão sinusoidal no tempo (jato intermitente), é apresentada e discutida. Para jatos que apresentam fenômenos de precessão e intermitência, com amplitude de variação na velocidade de injeção maior que dez por cento da velocidade média de injeção, a hipótese balística, controlada pela intermitencia, é mais provável. Por outro lado, para jatos com precessão mas sem intermitência (ou com amplitude de variabilidade em velocidade mais baixa que no caso anterior), o efeito da precessão na morfologia do jato não é desprezível. Portanto, de um modo geral, ambos efeitos (precessão e movimentos balísticos) devem estar concorrendo para afetar a morfologia dos jatos superluminais.

  19. Detecção da fase impulsiva de uma explosão solar gigante até 405 GHz

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Raulin, J.-P.; Makhmutov, V.; Kaufmann, P.; Pacini, A. A.; Luethi, T.; Hudson, H. S.; Gary, D. E.; Yoshimori, M.

    2003-08-01

    A explosão ocorrida no dia 25/08/2001 foi uma das mais intensas do presente ciclo solar em ondas de rádio de altas frequências. Foram medidas em ondas milimétricas e submilimétricas, aproximadamente, 105 e vários milhares de unidades de fluxo solar, respectivamente. Apresentamos um estudo deste evento em múltiplas frequências, desde microondas (1GHz), até ondas submilimétricas (405 GHz) detectadas pelo Telescópio Solar para ondas Submilimétricas (SST). Esta base de dados foi complementada utilizando-se o experimento Yohkoh, incluindo a emissão em raios-X duros e raios-g (até 100 MeV), e imagens em raios-X moles da região ativa envolvida. Enfocamos e discutimos principalmente os seguintes aspectos da fase impulsiva do evento: (i) as implicações deduzidas do espectro eletromagnético, obtido pela primeira vez até 405 GHz; (ii) a dinâmica da região ativa. Os resultados mostram que para explicar o espectro rádio observado, são necessários entre 3.5×1037 e 1.5×1039 elétrons acelerados acima de 20 keV em uma região de campo magnético entre 300 e 800 Gauss. A estimativa do fluxo de fótons que seria produzido por estes elétrons, mostra que grande parte deles não precipitou na baixa atmosfera. A evolução temporal da emissão em raios-X moles revela que a configuração magnética da região ativa foi muito dinâmica durante a fase impulsiva da explosão. Em particular, mostramos que a produção dos elétrons altamente energéticos foi iniciada junto com a aparição, na baixa coroa solar, de um novo sistema compacto de estruturas magnéticas. Este fato sugere que os locais de aceleração estão localizados na baixa atmosfera do Sol, como resultado da interação entre o novo sistema compacto e o campo magnético ambiente da região ativa.

  20. Camões e a cosmogonia

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Costa, J. M.

    2003-08-01

    Os Lusíadas, escrito por Luis de Camões em 1572, é um poema épico renascentista e a visão Cosmogônica do autor é apresentada, principalmente, no último canto do poema, quando Tétis mostra ao Gama a Máquina do Mundo. A Cosmogonia de Camões neste poema reflete uma visão de uma época de transição, que ainda não incorporou os elementos da revolução Copernicana. É uma visão Grego- Ptolomaica e também medieval. O poeta guia-se pela tradução e notas feita por Pedro Nunes, inventor do Nonio, do Tratado da Esfera "De Sphaera" do Astrônomo Inglês John Holywood, mais conhecido pelo nome latinizado de Johannes Sacrobosco. Outra provável fonte de Camões, de acordo com Luciano Antonio Pereira da Silva em Astronomia de os Lusíadas, é o "Theoricae novae Planetarum" (1460) do astrólogo Alemão Jorge Purbáquio (1423 - 1461). A Astronomia de Os Lusíadas representa a ciência do tempo de Camões. Camões nunca emprega a palavra constelação e seu catálogo é bastante completo. A Máquina do Mundo tem a Terra no centro. Em redor, em círculos concêntricos, a lua (Diana), Mercúrio, Vênus, o Sol (Febo), Marte, Júpiter e Saturno. Envolvendo estes astros tem o firmamento seguido pelo "Céu Áqueo" ou cristalino, depois o 1o Móbil, esfera que arrasta todas as outras consigo. Este trabalho, multidisciplinar, serve tanto para ensinar aos alunos da Física como das Ciências Humanas, a concepção de mundo do renascimento de uma forma belamente poética em versos decassílabos Este trabalho também ajuda na apreciação do maior clássico da língua portuguesa e mostra como as Ciências e as artes, em geral, estão correlacionadas e refletem a visão de mundo da época em que foi produzida.

  1. Cosmoeducação: uma proposta para o ensino de astronomia

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Medeiros, L. A. L.; Jafelice, L. C.

    2003-08-01

    Entende-se por cosmoeducação o desenvolvimento vivencial da unidade homem-cosmo. Este conceito é norteado pela psicologia transpessoal, que estuda o ser humano em sua totalidade, onde suas relações ecológicas e cósmicas são de grande importância. Constata-se uma necessidade latente no ser humano moderno em resgatar uma relação holística com o Universo. Neste trabalho exploramos meios de cultivar a consciência de que o ser humano constitui parte integrante do cosmo e se relaciona com este com o objetivo de promover em si uma percepção ambiental mais ampla. Nossa hipótese de trabalho inicial foi que o ensino de conteúdos básicos em astronomia realizado através de uma abordagem holística, que incorpore práticas vivenciais correlacionadas àqueles conteúdos, pode despertar no indivíduo sua identidade cósmica. O método que utilizamos é o fenomenológico e o universo desta pesquisa é um grupo de estudantes da disciplina de Astronomia (Curso de Licenciatura em Geografia/UFRN), onde realizamos observação participante, entrevistas, depoimentos e as práticas vivenciais mencionadas. Neste caso estamos desenvolvendo e adaptando exercícios de algumas técnicas terapêuticas de psicologia transpessoal, que um de nós (LALM) tem aplicado no contexto clínico, para trabalhar aspectos cognitivos envolvidos naquele processo de conscientização cósmica. Resultados parciais claramente referendam a hipótese inicial. Um resultado a destacar é fruto de uma dinâmica de representação corporal interiorizada do eclipse lunar, envolvendo um pequeno grupo daqueles estudantes, na qual conteúdos míticos afloraram de maneira espontânea e contundente para todos, sugerindo ressonância, ou pelo menos isomorfismo, entre o macro e o microcosmo. Este e outros resultados são discutidos em detalhe neste trabalho. (PPGECNM/UFRN; PRONEX/FINEP; NUPA/USP; Temáticos/FAPESP).

  2. Fotometria superficial BVRI de 18 galáxias fracas

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Saraiva, M. F. O.; Silva, P. R.

    2003-08-01

    Conhecer as propriedades de galáxias a diferentes redshifts é uma questão fundamental para entender o problema da formação e evolução das galáxias, e desde a década passada tem se intensificado fortemente o estudo de galáxias muito distantes. No entanto parece haver um interesse menor em galáxias a distâncias intermediárias, que aparecem como objetos de fundo em imagens de objetos próximos, e que são igualmente importantes. Examinando imagens BVRI de longa exposição, ótimo sinal/ruído, grande campo (46'x46'), das vizinhanças de NGC 7479, detectamos 18 galáxias fracas (18 < B < 21) nessas imagens. Neste trabalho, apresentamos a fotometria superficial desses objetos. Determinamos coordenadas equatoriais, magnitudes e cores integradas, perfis de brilho e de cor, e parâmetros isofotais calculados por ajuste de ellipses, dentro do limite permitido pela baixa resolução espacial dos dados (1,35 segarc/pixel). Nosso objetivo é procurar correlações entre as propriedades das galáxias e, tentativamente, comparar esses dados com aqueles de galáxias de redshift conhecido, disponíveis na literatura, para estimar suas distâncias (a partir da relação cor x redshift) e suas morfologias. Uma análise preliminar nesse sentido mostrou que as cores aparentes B-V, V-R e V-I dos objetos da nossa amostra, a menos de duas exceções, ocupam regiões bem definidas nos diagramas cor-cor, e não apresentam diferenças notáveis em relação às cores típicas de galáxias próximas.

  3. Variação temporal do gradiente radial de o/h a partir de uma amostra de nebulosas planetárias

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Maciel, W. J.; Costa, R. D. D.; Uchida, M. M. M.

    2003-08-01

    Gradientes radiais de abundância são observados no disco de nossa Galáxia e também em outras galáxias espirais. No caso da Galáxia, o principal problema relativo aos gradientes é sua variação temporal, que constitui um dos principais vínculos aos modelos de evolução química da Galáxia. As nebulosas planetárias são particularmente interessantes no estudo dos gradientes e suas variações, tanto espaciais como temporais. São objetos brilhantes, podendo ser observadas a grandes distâncias, e têm abundâncias relativamente precisas de diversos elementos químicos. Além disso, sendo originadas de estrelas com massas entre 0.8 e 8 massas solares na sequência principal, incluem objetos com idades e populações diferentes, o que as torna especialmente interessantes ao estudo da variação temporal dos gradientes. Neste trabalho, apresentamos resultados recentes sobre a variação temporal do gradiente de O/H a partir de uma amostra contendo cerca de 200 nebulosas, para as quais obtivemos distâncias por métodos estatísticos. As abundâncias foram parcialmente obtidas a partir de observações em Itajubá e La Silla, sendo as restantes obtidas da literatura. Os resultados mostram, pela primeira vez, evidências de um achatamento do gradiente de O/H, de -0.11 dex/kpc para -0.06 dex/kpc nos últimos 9 giga-anos ou de -0.08 dex/kpc para -0.06 dex/kpc nos últimos 5 giga-anos. Esses valores apresentam um bom acordo com alguns modelos recentes para a evolução química da Galáxia. (FAPESP/CNPq)

  4. Characterization of the exopolygalacturonate lyase PelX of Erwinia chrysanthemi 3937.

    PubMed

    Shevchik, V E; Kester, H C; Benen, J A; Visser, J; Robert-Baudouy, J; Hugouvieux-Cotte-Pattat, N

    1999-03-01

    Erwinia chrysanthemi 3937 secretes several pectinolytic enzymes, among which eight isoenzymes of pectate lyases with an endo-cleaving mode (PelA, PelB, PelC, PelD, PelE, PelI, PelL, and PelZ) have been identified. Two exo-cleaving enzymes, the exopolygalacturonate lyase, PelX, and an exo-poly-alpha-D-galacturonosidase, PehX, have been previously identified in other E. chrysanthemi strains. Using a genomic bank of a 3937 mutant with the major pel genes deleted, we cloned a pectinase gene identified as pelX, encoding the exopolygalacturonate lyase. The deduced amino acid sequence of the 3937 PelX is very similar to the PelX of another E. chrysanthemi strain, EC16, except in the 43 C-terminal amino acids. PelX also has homology to the endo-pectate lyase PelL of E. chrysanthemi but has a N-terminal extension of 324 residues. The transcription of pelX, analyzed by gene fusions, is dependent on several environmental conditions. It is induced by pectic catabolic products and affected by growth phase, oxygen limitation, nitrogen starvation, and catabolite repression. Regulation of pelX expression is dependent on the KdgR repressor, which controls almost all the steps of pectin catabolism, and on the global activator of sugar catabolism, cyclic AMP receptor protein. In contrast, PecS and PecT, two repressors of the transcription of most pectate lyase genes, are not involved in pelX expression. The pelX mutant displayed reduced pathogenicity on chicory leaves, but its virulence on potato tubers or Saintpaulia ionantha plants did not appear to be affected. The purified PelX protein has no maceration activity on plant tissues. Tetragalacturonate is the best substrate of PelX, but PelX also has good activity on longer oligomers. Therefore, the estimated number of binding subsites for PelX is 4, extending from subsites -2 to +2. PelX and PehX were shown to be localized in the periplasm of E. chrysanthemi 3937. PelX catalyzed the formation of unsaturated digalacturonates by

  5. Characterization of the pelL gene encoding a novel pectate lyase of Erwinia chrysanthemi 3937.

    PubMed

    Lojkowska, E; Masclaux, C; Boccara, M; Robert-Baudouy, J; Hugouvieux-Cotte-Pattat, N

    1995-06-01

    Erwinia chrysanthemi 3937 secretes five major isoenzymes of pectate lyases encoded by the pelA, pelB, pelC, pelD and pelE genes. Recently, a new set of pectate lyases was identified in E. chrysanthemi mutants deleted of those pel genes. We cloned the pelL gene, encoding one of these secondary pectate lyases of E. chrysanthemi 3937, from a genomic bank of a strain deleted of the five major pel genes. The nucleotide sequence of the region containing the pelL gene was determined. The pelL reading frame is 1275 bases long, corresponding to a protein of 425 amino acids including a typical amino-terminal signal sequence of 25 amino acids. Comparison of the amino acid sequences of PelL and the exo-pectate lyase PelX of E. chrysanthemi EC16 revealed a low homology, limited to 220 residues of the central part of the proteins. No homology was detected with other bacterial pectinolytic enzymes. Regulation of pelL transcription was analysed using gene fusion. As shown for the other pel genes, the transcription of pelL is dependent on various environmental conditions. It is induced by pectic catabolic products and affected by growth phase, temperature, iron starvation, osmolarity, anaerobiosis, nitrogen starvation and catabolite repression. Regulation of pelL expression appeared to be independent of the KdgR repressor, which controls all the steps of pectin catabolism. In contrast, the pecS gene, which is involved in regulation of the synthesis of the major pectate lyases and of cellulase, also appeared to be involved in pelL expression. The PelL protein is able to macerate plant tissue. This enzyme has a basic isoelectric point, presents an endo-cleaving activity on polygalacturonate or partially methylated pectin, with a basic pH optimum and an absolute requirement for Ca2+. The pelL mutant displayed a reduced virulence on potato tubers and Saintpaulia ionantha plants, demonstrating the important role of this enzyme in soft-rot disease. PMID:8577252

  6. Condições físicas em galáxias HII

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Kehrig, C.; Telles, E.; Cuisinier, F.

    2003-08-01

    Galáxias HII são galáxias anãs de baixa luminosidade que apresentam alta taxa de formação estelar. Seus espectros são dominados por intensas linhas de emissão devido à fotoionização pela presença de um grande número de estrelas do tipo O e B. Nós apresentamos um catálogo espectrofotométrico de 111 galáxias HII observadas no telescópio 1.52m do ESO com o espectrógrafo Boller & Chivens. Determinamos propriedades estatísticas da amostra e derivamos condições físicas (temperatura eletrônica, densidade eletrônica) e abundâncias químicas. Para algumas galáxias, fomos também capazes de resolver espacialmente regiões de formação estelar individuais e determinar propriedades espectroscópicas para estas regiões separadamente, o que nos permitiu avaliar as flutuações das condições físico-químicas dentro das galáxias HII. Em particular, vimos que apesar das galáxias HII apresentarem formação estelar espalhada ao longo do corpo da galáxia, são objetos quimicamente homogêneos. A fim de estudar a evolução temporal dos objetos durante o tempo de vida das estrelas ionizantes construimos também alguns diagramas relacionando razões de linhas de emissão com a largura equivalente de Hb (EW(Hb)). Para interpretar tais diagramas utilizamos modelos de fotoionização para populações estelares integradas. Concluímos que as galáxias HII não correspondem a simples idéia de um burst instantâneo envolvido por um gás opaco aos fótons ionizantes e com densidade constante. As relações observadas entre razões de linhas e EW(Hb) podem ser melhor compreendidas se as galáxias HII apresentarem populações estelares mais velhas, que contribuem para o contínuo óptico observado.

  7. Evolução temporal de discos circunstelares em estrelas Be

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Fernandes, M. V. M.; Leister, N. V.; Levenhagen, R. S.

    2003-08-01

    A pesquisa do mecanismo que leva uma estrela do tipo Be a perder massa e formar um envelope circunstelar, nomeado como fenômeno Be, é uma questão em aberto, intrigante, e que adquire contornos interessantes em face às informações espectroscópicas de alta resolução. Nesta última década, consolida-se a idéia de que a forma destes envelopes é de tipo discóide, obedecendo a uma lei Kepleriana de velocidades, e mais ainda, recentemente há evidências de que a distribuição de matéria nestes discos pode assumir um caráter de anel. Medidas de algumas dimensões de discos circunstelares puderam ser obtidas pela análise de espectros de alta resolução e alta relação sinal-ruído para as estrelas Be: alpha Eri (HD 10144, B3Vpe), omicron And (HD 217675, B6IIIpe), e eta Cen (HD el972, B1.5Vne), no período dos anos de 1991 a 2001. Alguns modelos clássicos de envelope predizem uma distribuição de massa que decresce suavemente a partir da superfície estelar. Entretanto, considerando que a separação de picos de emissão em perfis de linhas do HeI e H-alpha, alargados por efeitos cinemáticos, é função do raio estelar e da velocidade rotacional projetada (vsini); nossos resultados sugerem a presença de um anel de matéria circunstelar, que aparece logo após a ejeção do material fotosférico, imediatamente acima da superfície estelar, e que se expande para raios maiores ao longo do tempo, eventualmente desconectando-se da superfície por uma região de densidade de matéria mínima. Tais interpretações revivem a idéia de que anéis de matéria circunstelar podem ser os responsáveis por algumas variabilidades em perfis de linhas de emissão, como as variações V/R.

  8. Perception of hypertensive patients about their non-adherence to the use of medication.

    PubMed

    Marin, Nadia Sanches; Santos, Mariana Fonseca Dos; Moro, André Dos Santos

    2016-06-01

    This qualitative study aims to analyze the perception of patients with hypertension on their non-adherence to medication. 13 participants were interviewed, classified as non-adherent.The analysis was performed using the technique of thematic content analysis. Data points to contradictions in the approach of what is being adherent or not, the difficulty of adhering to the use of medication due to lifestyle habits, that forgetting is understood as a justification for non-compliance, and reinforces factors that hinder such practice, such as the use of many drugs, the presence of signs and symptoms and changes in daily routine. With complex conditions that involve non-adherence to treatment and the current context of the predominance of chronic diseases, it is essential to invest in innovative strategies of care for such people. Estudo qualitativo que se propõe a analisar a percepção do portador de hipertensão arterial sobre a sua não adesão ao tratamento medicamentoso. Foram entrevistados treze participantes classificados como não aderente. A analise foi realizada pela técnica de analise de conteúdo modalidade temática. Os dados apontam para contradições na abordagem sobre o que é ser ou não aderente, a dificuldade de aderir ao uso dos medicamentos devido ao hábito de vida, que o esquecimento é compreendido como uma justificativa para a não adesão, além de reforçarem fatores que dificultam tal prática, como o uso de muitos medicamentos, presença de sinais e sintomas e mudanças na rotina diária. As complexas condições que envolvem a não adesão ao tratamento e ao o atual contexto de predomínio de doenças crônicas, é primordial que se invista em estratégias inovadoras de cuidado a tais pessoas. PMID:27384277

  9. Evolução química em galáxias compactas azuis (BCGs)

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Lanfranchi, G. A.; Matteucci, F.

    2003-08-01

    Neste trabalho, a formação estelar e evolução quí mica em galáxias Compactas Azuis (Blue Compact Galaxies - BCGs) foram estudadas através da comparação de previsões de modelos de evolução quí mica a várias razões de abundância quí mica observadas nestas galáxias. Modelos detalhados com recentes dados de nucleossí ntese e que levam em consideração o papel desempenahdo por supernovas de ambos os tipos (II e Ia) na evolução galáctica foram desenvolvidos para as BCGs permitindo seguir a evolução de vários elementos quí micos (H, D, He, C, N, O, Mg, Si, S, Ca, e Fe). O modelo é caracterizado pelas prescrições adotadas para a formação estelar, a qual ocorre em vários surtos de atividade separados por longos perí odos quiescentes. Após ajustar os melhores modelos aos dados observacionais, as previsões destes modelos foram comparadas também a razões de abundância observadas em sistemas Damped Lyman alpha (DLAs) e a origem do N (primária ou secundária) foi discutida. Alguns dos resultados obtidos são: i) as razões de abundância observadas nas BCGs são reproduzidas por modelos com 2 a 7 surtos de formação estelar com eficiência entre n = 0.2-0.9 Gano-1; ii) os baixos valores de N/O observados nestas galáxias são um resultado natural de uma formação estelar em surtos; iii) os modelos para BCGs podem reproduzir os dados dos DLAs, iv) uma quantidade "baixa" de N primário produzido em estrelas de alta massa pode ser uma explicação para os baixos valores de [N/a] observados em DLAs.

  10. Imagens do céu ontem e hoje - um multimídia interativo de astronomia e uma nova exposição no MAST

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Caretta, C. A.; Lima, F. P.; Requeijo, F.; Vieira, G. G.; Alves, F.; Valente, M. E. A.; de Almeida, R.; de Garcia, G. C.; Quixadá, A. C.

    2003-08-01

    "Imagens do Céu Ontem e Hoje" é o título de uma nova exposição que está sendo inaugurada no Museu de Astronomia e Ciências Afins (MCT), que inclui experimentos interativos, maquetes, réplicas e 8 terminais de computador com um multimídia interativo sobre Astronomia para consulta dos visitantes. O multimídia apresenta um conteúdo bastante extenso, que engloba quase todos os temas em Astronomia, consistindo numa fonte de divulgação e pesquisa para um público que vai das crianças até estudantes universitários. O conteúdo está distribuído em mais de 500 páginas de texto divididas em 4 módulos: "O Universo", "Espectroscopia", "Telescópios" e "Observando o Céu". Cada módulo é subdividido em 5 seções, em média, cada uma iniciada por uma animação que ilustra os temas a serem abordados na seção. Ao final da animação, uma lista de temas é apresentada sob o título "Saiba Mais". Para exemplificar, o módulo "O Universo" contém as seguintes seções: "O Universo visto pelo homem", "Conhecendo o Sistema Solar", "Indo além do Sistema Solar", "Nossa Galáxia, a Via-Láctea" e "Indo mais além, a imensidão do Universo". A seção "Conhecendo o Sistema Solar", por sua vez, tem os seguintes temas: "A origem do Sistema Solar", "O Sol", "Os planetas", "Satélites, asteróides, cometas e outros bichos..." e "O Sistema Solar em números". Cada texto é repleto de imagens, quadros, desenhos, esquemas, etc, além de passatempos ao final de cada seção, incluindo jogos interativos, quadrinhos e curiosidades, que auxiliam o aprendizado de forma divertida. Apresentamos neste trabalho as idéias gerais que permearam a produção da exposição, e uma viagem pelo multimídia para exemplificar sua estrutura e conteúdo. O multimídia será posteriormente disponibilizado para o público externo pela página eletrônica do MAst e/ou por intermédio de uma publicação comercial.

  11. Usina de ciências: um espaço pedagógico para aprendizagens múltiplas

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Martin, V. A. F.; Poppe, P. C. R.; Orrico, A. C. P.; Pereira, M. G.

    2003-08-01

    Entendemos que o Ensino de Astronomia é especialmente apropriado para motivar os alunos e aprofundar conteúdos em diversas áreas do conhecimento, pois envolve temas ligados à Física, Matemática, Química, Computação, Tratamento de Imagens e Instrumentação de Alta Precisão, além daqueles pertinentes as áreas de Geografia, História e Antropologia. Contudo, apesar do caráter interdisciplinar que esta ciência possui, a realidade atual é que a maioria dos professores em sala de aula não foram devidamente capacitados, durante o período de formação acadêmica, para ministrar conteúdos de Astronomia nos atuais Ensinos Fundamental e Médio. Neste trabalho, discutiremos de maneira ampla, num primeiro momento, a realidade do atual ensino de ciências praticado no Estado da Bahia, apontando por dependência administrativa, o crescimento e a redução do número de escolas, da taxa de analfabetismo por faixa etária, da escolarização, do atendimento, da aprovação, reprovação e abandono, de equipamentos e laboratórios e o grau de formação dos nossos atuais professores em pleno exercício de atividade docente. Num segundo momento, discutiremos o papel do Observatório Astronômico Antares/UEFS dentro desse contexto, ou seja, suas ações implementadas ao longo dos últimos anos e em particular, o recente projeto de extensão Ensino e Difusão de Astronomia, financiado pela Fundação Vitae, que procura traduzir no lúdico, no brincar de ciências, um espaço pedagógico para aprendizagens múltiplas. Neste, o papel do professor multiplicador associado ao laboratório de kits didáticos, de fácil construção e manipulação (alguns dos quais serão mostrados), perfazem os principais veículos para o desenvolvimento de conhecimentos, atitudes, habilidades e valores que preparam os nossos alunos para a carreira técnico-científica e para sua participação crítica e criativa na Sociedade.

  12. Ensino e divulgação de astronomia no Planetário de Campinas

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Faria, R. P.

    2003-08-01

    Projeto desenvolvido em 1981 por professores da Unicamp, sob a coordenação do Prof. Dr. Carlos Alfredo Argüello propunha a instalação de um Planetário em Campinas. Convênio firmado em 1982 entre a Unicamp, a Prefeitura de Campinas, a Funcamp e a Academia de Ciências do Estado de São Paulo, possibilitou a aquisição de um planetário Zeiss ZKP2, através do MEC, e em 28 de outubro de 1987 foi inaugurado o Planetário de Campinas. Desde então várias atividades de ensino e divulgação da Astronomia foram desenvolvidas regularmente. A verificação dos registros das atividades realizadas mostra um alto índice de atendimento, considerada a capacidade das instalações (sala de projeção para 60 pessoas, auditório com 45 poltronas e hall de exposições). As atividades dirigidas ao público, estudantes e professores, atenderam cerca de 400.000 participantes nos quase 16 anos de sua existência. Além de sessões públicas e escolares, com duração de 1 hora, são oferecidas às escolas vários outros tipos de atividades, com duração de 2,5 horas. Abordam diversos temas e são dirigidas a diferentes níveis de escolaridade. Cursos para o público e para professores, palestras, exposições e eventos especiais completam o quadro de atividades regulares. Mesmo enfrentando quase sempre dificuldades financeiras e administrativas verifica-se que o Planetário de Campinas realizou um trabalho quantitativamente e qualitativamente satisfatório, prestando bom serviços à comunidade de Campinas e de outras cidades de São Paulo e outros Estados. Isso é também atestado pela grande procura de reservas para suas atividades.

  13. Estatística de lentes gravitacionais e o gás de chaplygin generalizado

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Oliveira, A. L. S.

    2003-08-01

    A estatística de lentes gravitacionais constitui uma poderosa ferramenta utilizada na obtenção de vínculos sobre parâmetros cosmológicos, principalmente sobre modelos com uma constante cosmológica. Embora de forma às vezes controversa, antes de 1998, a análise tradicional mostrava que modelos com o parâmetro de densidade da matéria da ordem da unidade são preferidos. Esse resultado começou a ser questionado, alguns anos atrás, com as indicações, advindas da análise de supernovas com alto valor de desvio para o vermelho, de que nosso Universo está acelerando. Atualmente há enorme interesse em saber qual é a natureza da componente responsável pela aceleração cósmica. Energia escura é a denominação usual dessa componente e sua característica principal é possuir pressão negativa. Nos modelos cosmológicos tradicionais, além da energia escura, considera-se também uma outra componente de origem desconhecida. Ela é denominada matéria escura e possui pressão nula. Mais recentemente modelos unificadores em que energia escura e matéria escura são manifestações distintas de um mesmo fluido (altas densidades matéria escura, baixas densidades energia escura) foram sugeridos. Um desses modelos é conhecido como Gás de Chaplygin Generalizado que é o modelo que investigaremos. Em nosso trabalho apresentamos vínculos sobre parâmetros desse modelo usando a estatística de lentes gravitacionais. Usamos observações de quasares na faixa do visível e consideramos extinção em nosso estudo. Análises semelhantes anteriores com esse tipo de objetos e que não consideram extinção são inconsistentes. Comparação dos vínculos obtidos através de lentes gravitacionais com outros advindos de outros testes será também apresentada.

  14. Estudo de não gaussianidade nas anisotropias da RCF medidas Wmap

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Andrade, A. P. A.; Wuensche, C. A.; Ribeiro, A. L. B.

    2003-08-01

    A investigação do campo de flutuações da Radiação Cósmica de Fundo (RCF) pode oferecer um importante teste para os modelos cosmológicos que descrevem a origem e a evolução das flutuações primordiais. De um lado, apresenta-se o modelo inflacionário que prevê um espectro de flutuações adiabáticas distribuídas segundo uma gaussiana e, de outro, os modelos de defeitos topológicos (dentre outros) que descrevem um mecanismo para a geração de flutuações de isocurvatura que obedecem a uma distribuição não gaussiana. Este trabalho tem como objetivo caracterizar traços do modelo não gaussiano de campo misto (entre flutuações adiabáticas e de isocurvatura) nos mapas do Wilkinson Microwave Anisotropy Probe (WMAP). Simulações das anisotropias da RCF no contexto de mistura indicam traços marcantes na distribuição das flutuações de temperatura, mesmo quando consideradas pequenas contribuições do campo de isocurvatura (da ordem de 0.001). O efeito da mistura entre os campos resulta na transferência de potência de flutuações em escalas angulares intermediárias para flutuações em pequenas escalas angulares. Este efeito pode ser caracterizado pela relação entre as amplitudes dos primeiros picos acústicos no espectro de potência da RCF. Neste trabalho, investigamos a contribuição do campo de isocurvatura, no contexto de mistura, sobre as observações recentes da RCF realizadas pelo WMAP. As previsões do modelo de campo misto, uma vez confrontadas com as observações em pequenas escalas angulares, podem ajudar a revelar a natureza das flutuações primordiais.

  15. Observações simultâneas no óptico e infravermelho próximo dos BL Lacs PKS 2005-489 e PKS 2155-304 em diversas escalas de tempo

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Dominici, T. P.; Abraham, Z.; Galo, A. L.

    2003-08-01

    A existência de variações rápidas de brilho em alguns blazares é um fenômeno bem comprovado, mas até agora não sabemos ao certo quais são os mecanismos físicos envolvidos. A maior dificuldade é a ausência de observações multibanda simultâneas que poderiam fornecer vínculos aos modelos. Buscando colaborar com a discussão estudamos o comportamento de dois BL Lacs, PKS 2005-489 e PKS 2155-304, em relação à variabilidade em diversas escalas de tempo, de poucos minutos até vários meses, com observações simultâneas em seis bandas espectrais (óptico e infravermelho próximo). Para tanto dois telescópios do LNA foram utilizados em conjunto nas campanhas observacionais realizadas em 2001 e 2002, cujos resultados são apresentados aqui. As duas fontes apresentaram características bastante diferentes, inclusive em relação à existência de variabilidade nos índices espectrais. Particularmente, registramos a primeira detecção de variações em escalas de tempo da ordem de poucos minutos em PKS 2005-489, com evidências da presença de um atraso entre as curvas de luz nas bandas V e R e a variação em R ocorrendo antes (o contrário do esperado no modelo de shock-in-jet). Em PKS 2155-304 detectamos pela primeira vez variabilidade em escalas de tempo de poucos minutos no infravermelho em um AGN. As observações indicam que as variações de brilho em blazares são o resultado da ação de mais de um fenômeno, especialmente em escalas de tempo muito curtas. Alguns cenários físicos são sugeridos para explicar os resultados observacionais.

  16. Abundâncias em estrelas de Bário

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Allen, D. M.

    2003-08-01

    Estrelas de Bário apresentam linhas intensas de elementos produzidos pelo processos (ex: Ba, Y, Sr, Zr) e bandas intensas de CN, C2 e CH. A hipótese mais aceita sobre a origem deste grupo peculiar é a de que essas estrelas façam parte de sistemas binários, tendo recebido material enriquecido em elementos pesados da companheira mais evoluída. Apresentamos neste trabalho uma análise detalhada de uma amostra de estrelas desta classe, incluindo determinação de parâmetros atmosféricos e cálculo de abundâncias. As temperaturas efetivas foram determinadas a partir de dados fotométricos obtidos com o Fotrap instalado no telescópio Zeiss do LNA (Laboratório Nacional de Astrofísica) (B-V, V-I, R-I, V-R), e coletados na literatura nos catálogos Hipparcos (B-V), 2MASS (Two Micron All Sky Survey) (V-K) e The General Catalogue Photometric Data (sistema Geneva). Obtivemos uma faixa de temperaturas de 4400 £ Tef £ 6500. As metalicidades foram determinadas a partir de linhas de Fe I e Fe II, estando os resultados no intervalo -1 £ [Fe/H] £ +0.1. O log g foi determinado pelo equilíbrio de ionização e pela relação com a magnitude bolométrica, a temperatura e a massa, sendo os resultados na faixa 1.5 £ log g £ 4.5. As distâncias utilizadas foram determinadas com o auxílio das paralaxes Hipparcos, e as massas determinadas por modelos de isócronas. Os espectros utilizados foram obtidos com o espectrógrafo FEROS no Telescópio de 1,5m do ESO (European Southern Observatory). As abundâncias foram calculadas por meio de síntese espectral de linhas individuais incluindo elementos alfa, pico do Fe, s e r. Encontramos um excesso de elementos pesados em relação ao Fe, como esperado para estrelas de Bário.

  17. Uma análise do fenômeno “alternância de línguas” na fala de bilíngues intermodais (Libras e Português)

    PubMed Central

    de Sousa, Aline Nunes; de Quadros, Ronice Müller

    2013-01-01

    Um interessante fenômeno lingüístico presente nas interações das pessoas bilíngues é a alternância de línguas. Neste trabalho, estamos investigando a alternância entre a língua portuguesa oral e a língua de sinais brasileira – Libras, numa mesma cadeia enunciativa, com o objetivo de identificar e analisar o uso dessa alternância na fala de uma criança e de um adulto (ambos ouvintes, filhos de pais surdos), interagindo em uma situação de bilinguismo intermodal, com interlocutores surdos e ouvintes. A alternância de línguas, nesse caso, ocorre quando se para de falar em português e se alterna para sinalizar. O presente trabalho se caracteriza como um estudo inicial, com análise qualitativa de dados. Fazem parte do nosso corpus nove sessões de interações em Libras e em português oral, gravadas em vídeo, que fazem parte do Projeto Desenvolvimento Bilíngue Bimodal da UFSC. Os dados revelam que as características da alternância de línguas pelo adulto e pela criança parecem ter semelhanças e diferenças. O sujeito adulto parece ter feito um uso da alternância mais preocupado com o curso da interação. A criança, por sua vez, não parece tê-la usado com propósitos pragmáticos específicos. Quanto à extensão das alternâncias, pode-se perceber que tanto a criança quanto o adulto utilizaram enunciados maiores do que uma única palavra isolada. O papel dos interlocutores parece ter sido decisivo nas interações aqui investigadas – especialmente nas do adulto, já que a criança ainda está em processo de tomada de consciência do papel do interlocutor na interação. PMID:24379831

  18. Análise Temporal de Estruturas Morfológicas na Cauda do Tipo I do Cometa P/Halley

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Voelzke, M. R.; Matsuura, O. T.

    1996-08-01

    Com base em (Brandt et al, 1992), centenas de imagens do cometa P/Halley foram visualmente analisadas, objetivando examinar possíveis perturbações magnetohidrodinâmicas ao longo da cauda do tipo I. Do total de 1439 imagens, abrangendo o período entre 16 de outubro de 1982 e 12 de fevereiro de 1991, foram escolhidas 531 do período entre 17 de setembro de 1985 e 06 de julho de 1986 por mostrarem cauda bem desenvolvida e rica de estruturas morfológicas. Nelas constatou-se a existência de 124 estruturas ondulatórias (trens de onda) ao longo da cauda principal, 27 ao longo de caudas secundárias, 109 ondas solitárias (sólitons) ao longo da cauda principal, 36 ao longo de caudas secundárias, 12 caudas do tipo Swan, 47 eventos de desconexão e 23 regiões de adensamento ("knots"). Foi examinada a correlação temporal entre esses diferentes tipos de eventos. Os de desconexão foram analisados isoladamente. Seus movimentos próprios foram calculados, bem como os seus instantes iniciais, o que nos permitiu inferir a passagem do cometa pela fronteira entre setores magnéticos distintos. A velocidade do plasma cometário desconectado foi corrigida dos efeitos de projeção e correlacionada com a distância heliocêntrica do cometa. Também foi investigada a periodicidade de ocorrência das desconexães, e constatado que sua distribuição é bimodal. Por fim, a possibilidade dos modos de propagação de ondas MHD "sausage" e "kink" superficiais ou volumétricas, é discutida no contexto das descontinuidades magnéticas tangenciais. - Brandt, J.C., Niedner Jr., M.B., Rahe, J.: The International Halley Watch Atlas of Large-Scale Phenomena. Impresso por: Johnson Printing Co, Boulder, CO. University of Colorado-Boulder, 1992.

  19. Astronomia para/com crianças carentes em Limeira

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Bretones, P. S.; Oliveira, V. C.

    2003-08-01

    Em 2001, o Instituto Superior de Ciências Aplicadas (ISCA Faculdades de Limeira) iniciou um projeto pelo qual o Observatório do Morro Azul empreendeu uma parceria com o Centro de Promoção Social Municipal (CEPROSOM), instituição mantida pela Prefeitura Municipal de Limeira para atender crianças e adolescentes carentes. O CEPROSOM contava com dois projetos: Projeto Centro de Convivência Infantil (CCI) e Programa Criança e Adolescente (PCA), que atendiam crianças e adolescentes em Centros Comunitários de diversas áreas da cidade. Esses projetos têm como prioridades estabelecer atividades prazerosas para as crianças no sentido de retirá-las das ruas. Assim sendo, as crianças passaram a ter mais um tipo de atividade - as visitas ao observatório. Este painel descreve as várias fases do projeto, que envolveu: reuniões de planejamento, curso de Astronomia para as orientadoras dos CCIs e PCAs, atividades relacionadas a visitas das crianças ao Observatório, proposta de construção de gnômons e relógios de Sol nos diversos Centros Comunitários de Limeira e divulgação do projeto na imprensa. O painel inclui discussões sobre a aprendizagem de crianças carentes, relatos que mostram a postura das orientadoras sobre a pertinência do ensino de Astronomia, relatos do monitor que fez o atendimento no Observatório e o que o número de crianças atendidas representou para as atividades da instituição desde o início de suas atividades e, em particular, em 2001. Os resultados são baseados na análise de relatos das orientadoras e do monitor do Observatório, registros de visitas e matérias da imprensa local. Conclui com uma avaliação do que tal projeto representou para as Instituições participantes. Para o Observatório, em particular, foi feita uma análise com relação às outras modalidades de atendimentos que envolvem alunos de escolas e público em geral. Também é abordada a questão do compromisso social do Observatório na educação do

  20. Prevendo a atividade solar através de redes neurais nebulosas

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Martin, V. A. F.; Poppe, P. C. R.

    2003-08-01

    Atualmente, a integração de redes neurais com técnicas da Matemática Nebulosa (Fuzzy Sets), tem sido usada robustamente para fazer previsões em vários sistemas físicos. Este trabalho representa uma continuidade da contribuição apresentada anteriormente durante a XXVIIa Reunião Anual da SAB, onde exploramos a aplicação de redes neurais para previsões futuras de séries temporais. Para este, enfatizamos o uso da técnica ANFIS (Adaptative Neuro-Fuzzy Inference System), que consiste em uma rede do tipo back-propagation, onde os dados são processados em uma camada intermediária, tendo numa camada de saída, os dados numéricos. Para que a previsão seja feita com sucesso utilizando-se técnicas matemáticas adequadas, é fundamental a existência de uma série razoavelmente longa de modo que a dinâmica contida nesta possa ser melhor extraída pela rede neural. Nesse sentido, foram utilizados novamente os dados históricos das manchas do Sol (1818-2002) afim de verificar o comportamento futuro da atividade solar (Ciclos de Schawbe) a partir da técnica descrita acima. Previsões realizadas para o ciclo anterior (n.22, máximo de 158,5 em julho de 1989), bem como para o atual (n.23, máximo de 153 em setembro de 2000), apontam valores bastante coerentes com os publicados na literatura, levando em consideração, respectivamente, as barras de erros associadas: 166+/-18 e 160+/-14. Para o próximo ciclo de Schawbe (2006-2017), nossa previsão aponta o valor de 172+/-23 como máximo para o primeiro semestre de 2011 (Abril +/- 3 meses). A ANFIS acompanha de maneira satisfatória o movimento das séries estudadas durante o treinamento e durante a verificação (menor dispersão das funções de pertinência), com erro absoluto inferior a 20 por cento.

  1. Desenvolvimento das câmeras de raios-X duros do satélite MIRAX

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Braga, J.; Rothschild, R.; Staubert, R.; Heise, J.; Remillard, R.; D'Amico, F.; Jablonski, F.; Mejía, J.; Carvalho, H.; Heindl, B.; Matteson, J.; Kendziorra, E.; Wilms, J.; in't Zand, J.; Kuulkers, E.

    2003-08-01

    O MIRAX (Monitor e Imageador de RAios-X) é um projeto de desenvolvimento de um pequeno satélite astronômico de raios-X (~200 kg, ~240 W). A estratégia básica da missão será observar continuamente (~9 meses por ano) a região central (~1000 graus2) do plano Galáctico e realizar estudos espectroscópicos de banda larga (2-200 keV) e alta sensibilidade de um grande conjunto de fontes através de imagens com resolução de ~6'. Isso proporcionará uma cobertura inédita do "espaço de descobertas" através da detecção, localização, identificação e estudo detalhado de fenômenos imprevisíveis, tais como transientes fracos de raios-X, novas rápidas de raios-X e bursts de raios gama, assim como o estudo de fontes com emissão persistente. Neste trabalho apresentamos o projeto das duas câmeras de raios-X duros (CXDs) do MIRAX, que irão operar na faixa de 10 a 200 keV. Cada CXD consistirá de um plano de detectores CZT (Cd0,9Zn0,1Te) de 0,5 mm de resolução espacial e 370 cm2 de área total, e de uma máscara codificada com elementos quadrados de 1,3 mm de lado e 0,5 cm de espessura. A máscara terá dimensões de 315 cm ´ 275 cm e será montada a 700 cm de distância dos detectores. Com essa configuração as CXDs terão 6' de resolução angular e, quando colocadas a um ângulo de 29° entre si, as duas câmeras propiciam um campo totalmente codificado de 39° ´ 6°12' e um campo total de 76° ´ 44°. Serão apresentadas simulações de observações da região do plano Galáctico com o conjunto formado pelas duas CXDs.

  2. Discussions about the Nature of Science in a Course on the History of Astronomy. (Spanish Title: Discusiones sobre la Naturaleza de la Ciencia en un Curso sobre Historia de la Astronomía.) Discussões sobre a Natureza da Ciência em um Curso sobre a História da Astronomia

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Pires de Andrade, Victória Flório; L'Astorina, Bruno

    2010-07-01

    There are an increasing number of researches in science education that affirm the importance of discussions on the "nature of science" in basic education level as well as in teacher training. The history of science applied to education is a way to contextualize epistemological discussions, allowing both the understanding of scientific content and learning about science concepts. We present some reasonably consensual definitions on the nature of science that have been widely discussed by the academic community. We show also some episodes in the history of astronomy which can lead to discussions involving some aspects of the nature of science, and how they can do it. Hay un número creciente de investigaciones en la enseñanza de las ciencias que afirman la importancia de debates sobre la "naturaleza de la ciencia" en la educación básica y formación del profesorado. La historia de la ciencia aplicada a la educación es una manera de contextualizar los debates de la epistemología, lo que permite tanto la comprensión de los contenidos científicos como el aprendizaje de conceptos científicos. En esto trabajo, presentamos algunas definiciones bastante consensuales sobre la naturaleza de la ciencia que han sido ampliamente discutidas por la comunidad académica y mostramos cómo algunos episodios en la historia de la astronomía pueden llevar a discusiones sobre algunos aspectos de la naturaleza de la ciencia. Há um número crescente de pesquisas na área de ensino de ciências que afirmam a importância de discussões sobre a "natureza da ciência" na educação básica e na formação de professores. A história da ciência aplicada ao ensino é uma maneira de contextualizar discussões epistemológicas, permitindo tanto a compreensão de conteúdos científicos quanto o aprendizado de noções sobre as ciências. Neste trabalho apresentamos algumas definições razoavelmente consensuais sobre a natureza da ciência que foram amplamente discutidas pela

  3. Teaching astronomy mediated by information and communication technologies: a preliminary approach

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Rosa, R. H. L.; Voelzke, M. R.

    2014-08-01

    O presente trabalho é parte preliminar de um estudo mais amplo em nível de doutorado sobre o ensino de astronomia mediado pelas tecnologias da informação e comunicação, utilizando dispositivos compactos, móveis e pessoais. Este estudo também faz parte do projeto institucional do CEFETMG sobre ambientes diversificados de aprendizagem sob fomento da agência estadual FAPEMIG (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais). Esta apresentação aborda o resultado das concepções prévias de estudantes em relação a conhecimentos básicos de astronomia, ligados à percepção e observação direta do céu. Três turmas de estudantes de 1ª série e uma turma de 3ª série do ensino integrado médio técnico da Educação Básica, Técnica e Tecnológica (EBTT) do CEFETMG Campus II - Belo Horizonte/MG foram submetidas a uma avaliação prévia através de questionário estruturado. Este questionário foi elaborado de forma a abordar a percepção dos estudantes em relação aos recursos gráficos (figuras e desenhos) representativos de conhecimentos básicos de astronomia, comuns em livros didáticos. Após a análise dos resultados desta avaliação, organizou-se uma estratégia de intervenção didática em sala de aula sobre o conteúdo de astronomia, utilizando-se de recursos de mediação baseados nas tecnologias da informação e comunicação. Os temas selecionados para esta estratégia didática foram relacionados aos assuntos básicos de astronomia em que ocorreu maior nível de desconhecimento dos estudantes. Os estudantes foram submetidos a avaliação posterior elaborada com os mesmos pressupostos da avaliação prévia. A análise dos resultados foi realizada a partir dos pressupostos da aprendizagem significativa (Ausubel; Novak e Hanesian, 1983). O ensino de astronomia por mediação das tecnologias da informação e comunicação indica uma alternativa preliminar aos trabalhos de campo usuais orientados na prática escolar, tais

  4. The family experience of care in chronic situation.

    PubMed

    Bellato, Roseney; Araújo, Laura Filomena Santos de; Dolina, Janderléia Valéria; Musquim, Cleciene Dos Anjos; Corrêa, Geovana Hagata de Lima Souza Thaines

    2016-06-01

    ável; c) cuidado próprio modelando o cuidado familiar, apontando a gama de condições de possibilidades da pessoa adoecida se cuidar apoiada pelas pessoas que lhe são próximas. Compreendemos que a família cuida de si e de seus entes no bojo da vida, assim como na experiência de adoecimento, tecendo redes que a sustentem ao longo do tempo. As práticas profissionais em saúde precisam modelar-se, então, tendo por referência o cuidado familiar, amparando-o naquilo que lhe seja próprio. PMID:27384280

  5. Telescópio de pequeno porte como suporte ao ensino em cidades com intensa poluição luminosa II

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Pereira, P. C. R.; Santos-Júnior, J. M.; Cruz, W. S.

    2003-08-01

    Para a maioria dos estudantes, sua passagem pelo ensino formal fundamental envolve a transmissão de fatos que devem ser guardados para um exame, a habilidade para lembrar fórmulas e, eventualmente, a repetição de experimentos que devem produzir resultados exigidos pelo professor. O resultado deste modelo de ensino, ao longo dos anos, é conhecido por todos: desconhecimento e descontentamento, por parte dos estudantes, de temas relativos ao papel e aos processos da ciência. Acreditamos que a Astronomia, pelo seu caráter observacional, é uma das áreas do conhecimento que pode contribuir neste cenário. A Fundação Planetário da Cidade do Rio de Janeiro possui um telescópio Meade LX-200 (25cm) que, juntamente com as câmeras CCD ST-7E e ST8E, tem sido utilizado em projetos voltados aos estudantes do ensino médio desde o ano 2000. Tais projetos envolvem a condução de um projeto de pesquisa observacional num nível apropriado, e possibilitam o contato com técnicas e novas tecnologias: computador, software para manipulação de dados e gráficos, programas de tratamento e redução de dados, uso de equipamentos óptico-eletrônicos (telescópio e CCD), bem como o processo de aquisição de conhecimento. Dentro da proposta dos anos anteriores, priorizamos projetos de uma noite, ou seja, procuramos trabalhar com fenômenos que apresentem variabilidade com intervalo de recorrência relativamente curto. Em todos os casos, optamos pela fotometria diferencial, que tem se mostrado bastante eficiente para o céu luminoso como o da cidade do Rio de Janeiro. Neste painel, apresentamos alguns dos projetos desenvolvidos no último ano, com 25 estudantes. Apresentamos os resultados da observação da variável pulsante AI Vel (V = 6,6) e da variável cataclísmica FO Aqr (V = 13,5), e do monitoramento do trânsito da lua de Júpiter, Europa, ocorrido em 30 de abril de 2003. As curvas de luz produzidas para as primeiras estão concordantes com as da literatura, assim

  6. Condições físicas do disco de acréscimo da nova-anã V4140 SGR

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Borges, B.; Baptista, R.

    2003-08-01

    Discos de acréscimo são aparatos cósmicos que permitem que matéria seja eficientemente acrescida sobre uma fonte compacta pela remoção de momento angular via tensões viscosas enquanto transforma a energia potencial gravitacional em calor e, posteriormente, em radiação. Sistemas binários semi-ligados, como Variáveis Cataclísmicas (VCs) não-magnéticas, são talvez os melhores ambientes encontrados para o estudo da física desses discos de acréscimo. O desenvolvimento de técnicas de imageamento indireto, como o mapeamento por eclipses (MME) e a tomografia Doppler, permitiu avanços importantes na compreensão da física dos processos de acréscimo desses sistemas. V4140 Sagitarii é uma VC eclipsante de curto período orbital (~ 90 min) que não havia sido classificada como nova-anã ou polar. Neste trabalho apresentamos a análise do mapeamento por eclipse feito com dados de fotometria CCD nas bandas B, V e R de V4140 Sgr realizada no LNA. O objeto foi observado no declínio de erupção em julho de 1992 e em erupção em julho de 2001, isso indicou a classificação do sistema como uma nova-anã. A análise, feita sobre os mapas já apresentados em trabalho anterior, apresenta (i) diagrama cor-cor, que indica uma emissão opticamente espessa nas partes internas do disco em quiescência (R < RL1); (ii) diagrama cor-magnitude, usado para inferir uma distância de 600 +/- 10 pc ao sistema; (iii) a distribuição radial de temperatura observada que concorda com a lei de disco espesso em estado estacionário TµR-3/4, com temperaturas em torno de 10000 K e 3000 K ns partes internas e externas do disco em quiescência, respectivamente; (iv) a evolução da distribuição de temperatura no declínio de erupção; (v) estimativa da transferência de massa de 109.9+/-0.1 M¤/ano em quiescência, similar àquelas observadas em novas-like. O sistema é comparado à outras novas-anãs (e.g. OY Car e Z Cha) em quiescência e erupção, mostrando-se tratar um

  7. Qual o Papel da Escola e da Mídia na Obtenção dos Conhecimentos Astronômicos?

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    da Cunha, W. S.; Voelzke, M. R.; Amaral, L. H.

    2007-08-01

    É amplamente reconhecido que as pessoas em geral têm grande fascínio e interesse pela Astronomia. Por outro lado, o conteúdo dessa área incluído no ensino formal está longe de ser abrangente e suficiente para suprir a demanda. Esse interesse permite aperfeiçoar a divulgação e o ensino não formal de Astronomia através da mídia aliando a adequação do conteúdo à expectativa das pessoas. A reforma do Currículo Básico da Escola Pública da maioria dos Estados brasileiros tem introduzido Astronomia desde a pré-escola até o Ensino Médio. Num estudo realizado com 1180 alunos do Ensino Médio de seis escolas estaduais, revelou-se através da aplicação de um formulário contendo questões que abordavam conhecimentos básicos em Astronomia, como foram adquiridos tais conhecimentos e à infra-estrutura da escola. Para 66,1% dos entrevistados o professor já fez alguma apresentação a respeito de Astronomia. O presente estudo revelou também que 54,4% dos alunos entrevistados adquiriram seus conhecimentos astronômicos na escola, 18,4% através da televisão e 27,1% afirmaram que seus conhecimentos foram obtidos através de outros tipos de mídia (internet, livros didáticos, filmes e revistas). Embora o estudo revele claramente que há certo equilíbrio no meio em que os alunos obtiveram seus conhecimentos astronômicos, a mídia busca não somente sua difusão, mas a disponibilização desse conhecimento de maneira correta, que às vezes, não é atingido, apresentando conceitos sem fundamentação e incorretos. Por outro lado, no dia-a-dia escolar, é comum encontrar professores que vêm para as aulas com concepções prévias, que podem diferir substancialmente das idéias a serem ensinadas, dificultando o aprendizado de futuros conceitos científicos. Uma avaliação criteriosa, avaliando as dificuldades dos professores em determinar o sentido correto dos conceitos e observando a metodologia que utilizam no ensino, poderá proporcionar uma melhor

  8. Identification of a bacterial pectin acetyl esterase in Erwinia chrysanthemi 3937.

    PubMed

    Shevchik, V E; Hugouvieux-Cotte-Pattat, N

    1997-06-01

    Erwinia chrysanthemi causes soft-rot diseases of various plants by enzymatic degradation of the pectin in plant cell walls. The structural complexity of pectin requires the combined action of several pectinases for its efficient breakdown. Three types of pectinases have so far been identified in E. chrysanthemi: two pectin methyl esterases (PemA, PemB), a polygalacturonase (PehX), and eight pectate lyases (PelA, PelB, PelC, PelD, PelE, PelL, PelZ, PelX). We report in this paper the analysis of a novel enzyme, the pectin acetyl esterase encoded by the paeY gene. No bacterial form of pectin acetyl esterases has been described previously, while plant tissues and some pectinolytic fungi were found to produce similar enzymes. The paeY gene is present in a cluster of five pectinase-encoding genes, pelA-pelE-pelD-paeY-pemA. The paeY open reading frame is 1650 bases long and encodes a 551-residue precursor protein of 60704Da, including a 25-amino-acid signal peptide. PaeY shares one region of homology with a rhamnogalacturonan acetyl esterase of Aspergillus aculeatus. To characterize the enzyme, the paeY gene was overexpressed and its protein product was purified. PaeY releases acetate from sugar-beet pectin and from various synthetic substrates. Moreover, the enzyme was shown to act in synergy with other pectinases. The de-esterification rate by PaeY increased after previous demethylation of the pectins by PemA and after depolymerization of the pectin by pectate lyases. In addition, the degradation of sugar-beet pectin by pectate lyases is favoured after the removal of methyl and acetyl groups by PemA and PaeY, respectively. The paeY gene was first identified on the basis of its regulation, which shares several characteristics with that of other pectinases. Analysis of the paeY transcription, using gene fusions, revealed that it is induced by pectic catabolic products and is affected by growth phase, oxygen limitation and catabolite repression. Regulation of pae

  9. Observações das explosões cósmicas de raios gama GRB021004 e GRB021211 com o satélite HETE

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Braga, J.; Ricker, G.; Hurley, K.; Lamb, D.; Grew, G.; et al.

    2003-08-01

    O High Energy Transient Explorer (HETE) é o primeiro satélite inteiramente dedicado ao estudo das explosões cósmicas de raios gama (ECRGs). Lançado em 9 de outubro de 2000, o HETE possui instrumentação capaz de observar as ECRGs desde o UV até raios gama e localizá-las com precisão de ~ 1-10 minutos de arco. As localizações das ECRGs detectadas são disseminadas rapidamente (em alguns segundos) pela Internet através de uma rede de estações de recepção ao longo do equador. A participação brasileira nesse projeto se dá através da montagem e operação de uma estação de recepção em Natal, RN, e da participação na equipe científica da missão. Neste trabalho são apresentados resultados da observação pelo HETE de duas ECRGs: GRB 021004 e GRB 021211. A GRB021004 foi detectada em raios gama pelo HETE em 4 de outubro de 2002 e localizada em raios-X em apenas 48 s, quando a emissão de raios gama ainda estava se processando. A explosão, relativamente brilhante e longa, durou aproximadamente 100 s. Um transiente óptico de magnitude 15 foi detectado no local da explosão nove minutos após o evento, e observações realizadas após 7 horas determinaram um desvio para o vermelho de absorção de 1,6. O GRB021004 foi o burst mais bem observado até o momento e suas observações em vários comprimentos de onda têm sido fundamentais para o aprimoramento dos modelos de ECRGs. O GRB21211, um burst brilhante e rico em raios-X, foi detectado em 11 de dezembro de 2002 e localizado em raios-X em 22 s após o início do evento. A duração do burst foi de 2,3 s em altas energias (85 a 400 keV) e de 8,5 s em baixas energias (2 a 10 keV). Caso essa explosão não tivesse sido rapidamente localizada pelo HETE, ela teria sido classificada como "opticamente escura", já que o transiente óptico decaiu rapidamente de R < 14 a R»19 dentro dos primeiros 20 minutos e já estava mais fraco do que R»23 depois de 24 horas da ocorrência do burst. Ser

  10. População nuclear e extranuclear em rádio-galáxias

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Raimann, D. I.; Storchi-Bergmann, T.; Quintana, H.; Alloin, D.; Hunstead, R.; Wisotzki, L.

    2003-08-01

    A natureza do contínuo UV/ótico em rádio-galáxias é muito importante para o seu entendimento. Em baixos redshifts existem evidências de que muitas delas são dominadas no ótico por luz de estrelas velhas, características de galáxias early-type e em altos redshifts a característica dominante é um excesso de luz no UV, freqüentemente associado com estruturas que estão alinhadas aos eixos das estruturas rádio em grande escala. Inicialmente esse excesso foi interpretado como devido a episódios intensos de formação estelar nas galáxias hospedeiras. Entretanto, as descobertas dos alinhamentos entre as estruturas UV e rádio modificaram essa idéia. Foi proposto que a formação estelar é iniciada pela passagem do jato rádio através do meio interestelar das galáxias hospedeiras. A natureza do excesso UV começou a ser compreendida em um estudo detalhado do continuo ótico da 3C321, onde se concluiu que o contínuo desta galáxia tem origem multicomponente, com contribuições de populações velhas e intermediárias, de luz espalhada oriunda de um quasar obscurecido e do contínuo nebular. No presente trabalho estudamos a população nuclear e extranuclear de uma amostra de 24 rádio-galáxias, utilizando espectros óticos de fenda longa, com alta razão sinal/ruído. Através do método de síntese espectral de populações estelares, foram estimadas as contribuições de populações estelares de diferentes idades (e de um contínuo tipo lei de potência devido a um AGN, FC) para a luz integrada das galáxias, em 4020Å. As principais conclusões deste trabalho são: apenas quatro dos objetos estudados têm contribuições significativas (maiores do que 10%) das populações de 100 milhões de anos ou mais jovens (ou de FC) ao longo da região espacial estudada (6 kpc centrais); nenhuma das rádio-galáxias de tipo FRI estudadas tem contribuição significativa destas populações ao longo desta região; duas (de oito) de tipo FRII tem contribui

  11. A estabilidade dos PAHS em função da energia da radiação interestelar nas faixas UV e raios-X

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Pinotti, R.; Costa, R. K.; Boechat-Roberty, H. M.; Lago, A.; Souza, G. B.

    2003-08-01

    A nebulosa CRL 618, uma proto-nebulosa planetária cuja nuvem molecular espessa envolve uma estrela B0, contém uma grande quantidade de C2H2 e CH4. Estas moléculas são consideradas os tijolos da criação de grandes moléculas carbonadas como os Hidrocarbonetos Policíclicos Aromáticos (PAHs). Esta nebulosa, por estar exposta a intensos campos de UV e Raios-X, é uma região de fotodissociação molecular que propicia a formação de novas moléculas, confirmada pela presença de C4H2 e C6H6 (Benzeno), que é a unidade básica dos PAHs. Atribui-se a esta família de moléculas orgânicas duas propriedades fundamentais, a resistência para sobreviver ao campo de radiação UV interestelar e a geração das bandas de emissão não identificadas (UIR) observadas no infravermelho. No entanto, alguns autores questionam a resistência dos PAHs ao campo de radiação UV interestelar. Empregando a técnica de Espectrometria de Massas por Tempo de Vôo, no modo de coincidência fotoelétron-fotoíon, estudamos a ionização e fragmentação das seguintes moléculas: Benzeno, Benzeno deuterado, Naftaleno, Antraceno e Fenantreno. Utilizamos uma fonte de Hélio monocromática em 21,21 eV (584,5 Å) e a radiação Síncroton do Laboratório Nacional de Luz Síncroton (LNLS) em diferentes energias nas proximidades da borda do C 1s ( 290 eV). Comprovamos a estabilidade dos PAHs sob ação de UV (21,21 eV), onde eles apresentam um baixo nível de fotodissociação, produzindo fragmentos ionizados com rendimento total na ordem de 5 por cento em relação ao íon molecular pai. Entretanto, em altas energias, na faixa de Raios-X, a quebra destas moléculas torna-se mais intensa, com a produção de muitos fragmentos. Como uma das rotas de fragmentação do Naftaleno é [(C10H8) = > (C6H6+) + (C4H2) + (e-)], e como temos as evidências observacionais da existência do C4H2 e C6H6 na nebulosa CRL 618, sugerimos que este ambiente também possui o Naftaleno.

  12. Análise Temporal da Coma de CO+ no Cometa P/Halley

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Voelzke, M. R.; Schlosser, W.; Schmidt-Kaler, Th.

    1995-08-01

    Observações fotográficas e fotoelétricas da coma de gás ionizado do cometa P/Halley a nível de CO+ em 4250 angstroms fizeram parte do programa de Monitoramento do Halley desenvolvido pela Universidade de Bochum (Ruhr-Universitaet Bochum) na Alemanha, realizado de 17 de fevereiro a 17 de abril de 1986 no European Southern Observatory (ESO) em La Silla (Chile). Nesta faixa espectral é possível observar a contínua formação, bem como o movimento e expansão das estruturas de plasma. Para observar a morfologia destas estruturas foram analisadas 32 placas fotográficas de CO+ (placas de vidro) do cometa P/Halley. Tais placas possuem um campo de visão de 28,6 por 28,6 graus sendo obtidas entre 29 de março e 17 de abril de 1986 com tempos de exposição entre 20 e 120 minutos. Todas as placas foram digitadas com o auxílio de um microdensitômetro PDS 2020 GM (Photometric Data System) do Instituto Astronómico da Westfaelischen Wilhelms-Universitaet em Muenster, Alemanha (um pixel = 25 por 25 micrômetros correspondendo aproximadamente a 46,88 por 46,88 segundos de arco). Após a digitação os dados foram reduzidos à intensidades relativas, sendo que os posssíveis de calibração também foram reduzidos à intensidades absolutas, expressas em termos de densidade colunar utilizando-se dos sistemas de tratamento de imagens MIDAS (Munich Image Data Analysis System; ESO - Image Processing Group, 1988) e IHAP (Image Handling And Processing; Middleburg, 1983). Com o auxílio do método de teta mínimo de Stellingwerf (Stellingwerf, 1978) obteve-se um período de 2,22 +/- 0,09 dias a partir da análise de estruturas na coma de plasma através da subtração de imagens subsequentes. Este método foi comparado com o método de Fourier. Provavelmente exista um segundo ciclo com período aproximado de 3,6 dias. A idéia de subtrair imagens subsequentes é devido ao fato de que os efeitos de rotação são apenas 10% dos fenômenos de distribuição gasosa. Portanto as

  13. Calibração do sistema imageador do telescópio MASCO

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Mejía, J.; D'Amico, F.; Villela, T.; Braga, J.

    2003-08-01

    O MASCO (MÁScara COdificada) é um telescópio imageador de raios-X e gama atualmente configurado para operar na faixa de 50 a 600 keV com uma resolução angular de 14 minutos de arco num campo de visada total circular de 23,5° de diâmetro. O MASCO está totalmente operacional e deverá ser lançado em um balão estratosférico no segundo semestre de 2003 para realizar observações durante ~20 horas a ~40 km de altitude. O telescópio utiliza uma máscara codificada de padrão uniformemente redundante modificado (MURA) de dimensões 19 ´ 19. Esse padrão pertence a uma subclasse de MURAs que apresenta anti-simetria de 90° e conseqüentemente permite a utilização da técnica de subtração de variações sistemáticas de ruído de fundo através de utilização da configuração anti-máscara, obtida com uma simples rotação da máscara. Neste trabalho apresentamos resultados de calibrações em laboratório que tiveram como objetivo testar o sistema imageador. Imagens de fontes radioativas foram obtidas com o telescópio em configuração de vôo, com a máscara girando. Serão discutidos os resultados desses testes e as técnicas desenvolvidas para eliminar ambigüidades de posição de fontes, otimização da relação sinal-ruído e observação de fontes fora do campo totalmente codificado. O sistema de máscara/antimáscara mostrou-se capaz de aumentar a relação sinal-ruído de ~60% para fontes intensas (100 s). Com a máscara girando, a técnica de reconstrução de imagens desenvolvida identificou a posição exata da fonte e não introduziu perda de sensibilidade. Imagens de uma fonte colocada a 8,3° - fora do campo totalmente codificado do telescópio -, mostraram uma diminuição de ~40% na relação sinal/ruído em relação ao centro do campo de visada, o que se deve à codificação incompleta pela máscara e à absorção parcial do fluxo pelos detectores de blindagem.

  14. Eventos de Desconexão no Cometa P/Halley sob a Ótica do Modelo de Reconexão Magnética

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Voelzke, M. R.; Matsuura, O. T.

    1998-08-01

    531 imagens contidas no The International Halley Watch Atlas of Large-Scale Phenomena (Brandt et al., 1992) cobrindo o período de setembro de 1985 a julho de 1986 foram analisadas visando identificar, caracterizar as propriedades e correlacionar estruturas morfológicas da cauda de plasma do cometa P/Halley. A análise revelou 47 eventos de desconexão (DEs) (Niedner & Brandt, 1979; Jockers, 1985; Celnik et al., 1988; Delva et al., 1991). A análise completa de todas as imagens encontra-se publicada em Voelzke & Matsuura, 1998. A distribuição dos DEs na distância heliocêntrica apresenta um caráter bimodal possivelmente associado com a distribuição espacial das fronteiras de setor magnético do meio interplanetário. Os 47 DEs fotografados em 47 imagens distintas permitiram determinar 19 origens de DEs, ou seja, o instante em que supostamente o cometa cruzou a fronteira entre setores magnéticos do vento solar. Tais dados cometários foram comparados com dados do vento solar provenientes de medidas realizadas in situ pelas sondas IMP-8, ICE e PVO, que mediram a variação da velocidade do vento solar, da densidade e da pressão dinâmica durante o intervalo analisado. Os dados destas sondas espaciais em conjunto com os da sonda Vega 1 foram usados para determinar o tempo das passagens do lençol de corrente. Com base nos dados das sondas foram calculadas as coordenadas heliográficas retroativas do lençol de corrente na "superfície fonte" dos mapas sinóticos do campo magnético de Hoeksema, 1989. O cálculo retroativo é feito através de um modelo simples de expressão do vento solar com velocidade uniforme, sendo considerada a co-rotação da magnetosfera com o Sol. Este trabalho apresenta os resultados desta comparação e a análise cinemática da origem dos DEs, determinada sob a hipótese que o plasma desconectado de um dado DE afasta-se com velocidade constante do núcleo cometário (Voelzke & Matsuura, 1998) e compara esta análise com outras que

  15. The Moon Phases in a Paper Box. (Spanish Title: Las Fases de la Luna en Una Caja de Cartón.) As Fases da Lua Numa Caixa de Papelão

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    de Fátima O. Saraiva, Maria; Amador, Cláudio B.; Kemper, Érico; Goulart, Paulo; Muller, Angela

    2007-12-01

    material didático de baixo custo para demonstração do conceito de fases de um corpo iluminado. O principal objetivo de nosso material é facilitar a compreensão das fases da Lua da perspectiva de um observador na Terra. O material ajuda na visualização de dois efeitos importantes: (1º) mesmo tendo sempre a metade da "Lua" (representada por uma bolinha de isopor ou de ping-pong) iluminada pelo "Sol" (representado por uma fonte de luz natural ou artificial), nós vemos diferentes frações de sua superfície iluminada, dependendo do ângulo pelo qual a olhamos; (2º) a orientação da borda convexa da Lua nas fases Crescente e Minguante também depende da perspectiva pela qual a olhamos da Terra. O uso de uma caixa fechada permite observar o contraste entre as diferentes fases sem necessidade de estar em uma sala escurecida. Apresentamos também um texto explicativo sobre fases da Lua, enfatizando a dependência da aparência da parte iluminada com o ângulo de visada.

  16. Farmyard Manure and Fertilizer Effects on Seed Potato (Solanum tuberosum L.) Yield in Green House Production

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    László, M.

    2009-04-01

    cultura da batata podem ser de ordem agronómica, economica e comercial. Como exemplos destes podem ser citados: o uso racional de matérias orgânicos, esterco de curral e inorgânico fertilizantes. Efeito de materias orgnicânicos e N, P, K elementos minerais para produção da batata As necessidades em N, P, e K elementos minerais da batata são superidas pela aplicação apropriada de matérias orgânicos, esterco de currals, fertilizantes ao solo, combinada com a ambiente (Márton 2001a., 2001b.), época adequada e posição ideal de aplicá- lo. Efeito da materias orgânicos O suprimento de N á batateira provém principalmente da matéria orgânica do solo e do fertilizante aplicado (László 2000a., Márton et all. 2000.). Embora não seja muito praticado no Brasíl, a incorporação de esterco ao solo é fator de aumento da produção de tuberculos. Este resultado favorável poderia ser atribuído ao melhoramento da estrutura do solo, á maior retenção de água pelo e mesmo favorecendo o melhor desenvolvimento do sistema radicular da planta. A batata pode ser cultivada em todo tipo de solo desde que tenha boa drenagem e seja bem estruturado. Isto é tem que ser bem aerado e permitir o bom desenvolvimento dos órgãos subterráneos da batateira. Sem de matéria orgânicos e esterco de curral a tendencia de determinados solos formar crosta, oferecendo uma alta resisténcia mecánica á emergéncia das plantas, pode ser um determinante de stands desuniformes. A cause primaria da formação de crostas é a destruição dos agregados do solo pela excessiva manipulação mecánica resultando em aeração reduzida e aumento da densidade e coesão das particulas do solo. O encrostamento do solo pode ser reduzido através com matérias orgânicos. De maneira geral, a produção de tuberculos em solo de baixa potencialidade (aqueles em que a penetração das raizes é dificultada pela compactação, textura argilosa ou com camadas no solo) será menor do que nagueles com

  17. Development of Educational Resources to Include the Teaching of Astronomy in the First Years of the Basic Education. (Spanish Title: Desarrollo de Recursos Pedagógicos Para Incluir la Enseñanza de la Astronomía en los Primeros Años de la Educación Básica.) Desenvolvimento de Recursos Pedagógicos Para Inserir o Ensino de Astronomia nas Séries Iniciais do Ensino Fundamental

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    da Silva Morett, Samara; de Oliveira Souza, Marcelo

    2010-07-01

    ía y la vida cotidiana de los estudiantes. La inclusión de la astronomía en la escuela primaria es una manera de demostrar a los estudiantes cómo este campo está presente de forma activa en su vida cotidiana. Las clases que participan en el proyecto participaron en un estudio con el objetivo de proporcionar información a los conocimientos previos que tenían sobre los temas de la astronomía que se examinaron durante el proyecto. Con los experimentos realizados, y la ayuda de las nuevas tecnologías, conceptos astronómicos fueron presentados a los estudiantes de 4to y 5to año de la educación básica de una escuela municipal de Campos dos Goytacazes (RJ). Después de las presentaciones nuevos datos fueran colectados y se han llevado a cabo con el fin de verificar el nivel de aprendizaje alcanzado y se observó que el método utilizado fue una herramienta importante para ayudar al proceso de enseñanza y aprendizaje. El proyecto logró resultados satisfactorios. Neste trabalho será apresentado o desenvolvimento de recursos pedagógicos para a apresentação de conceitos de astronomia nas séries iniciais do ensino fundamental. Este material é composto por apresentações realizadas com o uso de novos recursos tecnológicos, pela fabricação de experimentos e a discussão de curiosidades relativas a esta área de conhecimento. Os experimentos foram construídos com material de baixo custo com o objetivo de permitir que os alunos envolvidos pudessem refazê-los em outras ocasiões. O material apresentado busca enfatizar a relação entre a astronomia e o cotidiano dos alunos. A inclusão da astronomia no ensino fundamental e uma forma de demonstrar aoestudante como esta área está presente de forma ativa em seu cotidiano. As turmas envolvidas no projeto participaram de uma pesquisa com o objetivo de obter dados relativos ao conhecimento prévio que possuíam sobre os tópicos de astronomia que foram considerados no decorrer do projeto. Com os experimentos

  18. Difficulties of First Years Elementary School Teachers with the Teaching of Astronomy. (Breton Title: Dificuldades de Professores dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental em Relação ao Ensino da Astronomia. ) Dificultades de LOS Profesores de los Primeros Años de la Escuela Primaria en Relación a la Enseñanza de la Astronomía

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Langhi, Rodolfo; Nardi, Roberto

    2005-12-01

    programa de formação continuada neste tema. O estudo se justifica mediante o fato de que planejamentos de cursos como estes só se adequarão à realidade do professor (e do aluno) se houver uma investigação antecipada sobre o que os docentes precisam saber e saber fazer a respeito da Astronomia, o que se concretizou em nosso caso pela interpretação dos discursos de uma amostra de professores coletados através de entrevistas semi-estruturadas, utilizando para interpretação os princípios e métodos da análise do discurso em sua linha francesa. Os resultados da pesquisa indicaram dificuldades de ordem pessoal, metodológica, de formação, de infra-estrutura e outras relacionadas às fontes de informações para docentes. Este artículo que relata las dificultades de los profesores en relación a la enseñanza da laAstronomía es parte de un estudio preliminar para la implantación dela Astrnomía enla formación de profesores de ls primeros años del ciclo primario.El estudio considera las concepciones alternativas de alumnos y profesores respecto a los fenómenos astronómicos, los errores conceptuales en los libros didácticos y las sugerencias de contenidos de Astronomía que constan en los Parámetros Curriculares Nacionales del Brasil. Caracterizar las dificultades de los profesores constituye la cuestión central de este texto, apuntando para el objetivo de contribuir para un futuro programa de educación contínua en este tema. El estudio se justifica mediante el hecho que la planificación de cursos de este tipo solo se adecuarán a la realidade del profesor (y del alumno) si existe una investigación anterior a respecto de lo que los docentes precisan saber y saber realizar en Astronomía, lo cual se concretó en nuestro caso por medio de la interpretación de los discursos de una muestra de profesores obtenidos através de entrevistas semiestructuradas, utilizand para esta interpretación los principios y métodos de análisis del discurso en su l

  19. Physical Stress Echocardiography: Prediction of Mortality and Cardiac Events in Patients with Exercise Test showing Ischemia.

    PubMed

    Araujo, Ana Carla Pereira de; Santos, Bruno F de Oliveira; Calasans, Flavia Ricci; Pinto, Ibraim M Francisco; Oliveira, Daniel Pio de; Melo, Luiza Dantas; Andrade, Stephanie Macedo; Tavares, Irlaneide da Silva; Sousa, Antonio Carlos Sobral; Oliveira, Joselina Luzia Menezes

    2014-11-01

    ísico na doença arterial coronária, mas a predição de mortalidade e de eventos cardíacos maiores, em pacientes com teste ergométrico positivo para isquemia miocárdica, é limitada. Objetivo: Avaliar a predição de mortalidade e de eventos cardíacos maiores pela ecocardiografia com estresse físico em pacientes com teste ergométrico positivo para isquemia miocárdica. Métodos: Trata-se de uma coorte retrospectiva em que foram estudados 866 pacientes consecutivos, com teste ergométrico positivo para isquemia miocárdica, submetidos à ecocardiografia com estresse físico. Os pacientes foram divididos em dois grupos: ecocardiografia com estresse físico negativa (G1) ou positiva (G2) para isquemia miocárdica. Os desfechos avaliados foram mortalidade por qualquer causa e eventos cardíacos maiores, definidos como óbito cardíaco e infarto agudo do miocárdio não fatal. Resultados: O G2 constituiu-se de 205 (23,7%) pacientes. Durante o seguimento médio de 85,6 ± 15,0 meses, ocorreram 26 óbitos, sendo seis por causa cardíaca, e 25 casos de infarto agudo do miocárdio não fatais. Os preditores independentes de mortalidade foram idade, diabetes melito e a ecocardiografia com estresse físico + (hazard ratio: 2,69; intervalo de confiança de 95%: 1,20 - 6,01; p = 0,016), com os seguintes eventos cardíacos maiores: idade, doença arterial coronária prévia, ecocardiografia com estresse físico + (hazard ratio: 2,75; intervalo de confiança de 95%: 1,15 - 6,53; p = 0,022) e ausência do incremento de 10% na fração de ejeção. A mortalidade por qualquer causa e os eventos cardíacos maiores foram significativamente superiores no G2 (p < 0, 001 e p = 0,001, respectivamente). Conclusão: A ecocardiografia com estresse físico oferece informações prognósticas adicionais em pacientes com teste ergométrico positivo para isquemia miocárdica. PMID:25352460

  20. Value of the Qrs-T Angle in Predicting the Induction of Ventricular Tachyarrhythmias in Patients with Chagas Disease.

    PubMed

    Zampa, Hugo Bizetto; Moreira, Dalmo Ar; Ferreira Filho, Carlos Alberto Brandão; Souza, Charles Rios; Menezes, Camila Caldas; Hirata, Henrique Seichii; Armaganijan, Luciana Vidal

    2014-10-28

    .95; CI 0.99-15.82; p = 0.052). The EF also emerged as a predictor of induction of VT / VF: for each point increase in EF, there was a 4% reduction in the rate of sustained ventricular arrhythmia on EPS. Conclusions: Changes in the QRS-T angle and decreases in EF were associated with an increased risk of induction of VT / VF on EPS.Fundamento: O ângulo QRS-T mostra correlação com prognóstico em pacientes com insuficiência cardíaca e doença coronariana, traduzido por um aumento na mortalidade proporcional ao aumento na diferença entre os eixos do complexo QRS e da onda T no plano frontal. Até hoje, nenhuma informação a este respeito foi obtida em pacientes com cardiopatia chagásica. Objetivo: Correlacionar o ângulo QRS-T com a indução de taquicardia ventricular / fibrilação ventricular (TV / FV) em chagásicos durante estudo eletrofisiológico (EEF). Métodos: Estudo caso-controle em centro terciário. Pacientes sem indução de TV / FV ao EEF foram utilizados como controles. O ângulo QRS-T foi categorizado como normal (0-105º), limítrofe (105-135º) e anormal (135-180º). As diferenças entre os grupos foram analisadas pelo teste t ou teste de Mann-Whitney para variáveis contínuas, e teste exato de Fisher ou qui-quadrado para variáveis categóricas. Valores de p < 0,05 foram considerados significativos. Resultados: De 116 pacientes submetidos ao EEF, 37,9% foram excluídos por estarem com dados incompletos / prontuários inativos ou pela impossibilidade de se calcular corretamente o ângulo QRS-T (presença de bloqueio de ramo esquerdo e fibrilação atrial). De 72 pacientes incluídos, 31 induziram TV / FV ao EEF. Destes, o ângulo QRS-T se encontrava normal em 41,9%, limítrofe em 12,9% e anormal em 45,2%. No grupo de pacientes sem indução de TV / FV, o ângulo QRS-T se encontrava normal em 63,4%, limítrofe em 14,6% e anormal em 17,1% (p = 0,04). Quando comparados aos pacientes com ângulo QRS-T normal, o risco de indução de TV / FV nos

  1. Difficulties of First Years Elementary School Teachers with the Teaching of Astronomy. (Breton Title: Dificuldades de Professores dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental em Relação ao Ensino da Astronomia. ) Dificultades de LOS Profesores de los Primeros Años de la Escuela Primaria en Relación a la Enseñanza de la Astronomía

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Langhi, Rodolfo; Nardi, Roberto

    2005-12-01

    programa de formação continuada neste tema. O estudo se justifica mediante o fato de que planejamentos de cursos como estes só se adequarão à realidade do professor (e do aluno) se houver uma investigação antecipada sobre o que os docentes precisam saber e saber fazer a respeito da Astronomia, o que se concretizou em nosso caso pela interpretação dos discursos de uma amostra de professores coletados através de entrevistas semi-estruturadas, utilizando para interpretação os princípios e métodos da análise do discurso em sua linha francesa. Os resultados da pesquisa indicaram dificuldades de ordem pessoal, metodológica, de formação, de infra-estrutura e outras relacionadas às fontes de informações para docentes. Este artículo que relata las dificultades de los profesores en relación a la enseñanza da laAstronomía es parte de un estudio preliminar para la implantación dela Astrnomía enla formación de profesores de ls primeros años del ciclo primario.El estudio considera las concepciones alternativas de alumnos y profesores respecto a los fenómenos astronómicos, los errores conceptuales en los libros didácticos y las sugerencias de contenidos de Astronomía que constan en los Parámetros Curriculares Nacionales del Brasil. Caracterizar las dificultades de los profesores constituye la cuestión central de este texto, apuntando para el objetivo de contribuir para un futuro programa de educación contínua en este tema. El estudio se justifica mediante el hecho que la planificación de cursos de este tipo solo se adecuarán a la realidade del profesor (y del alumno) si existe una investigación anterior a respecto de lo que los docentes precisan saber y saber realizar en Astronomía, lo cual se concretó en nuestro caso por medio de la interpretación de los discursos de una muestra de profesores obtenidos através de entrevistas semiestructuradas, utilizand para esta interpretación los principios y métodos de análisis del discurso en su l

  2. Teaching of Astronomy: Scenarios of Teaching Practice in Elementary Schools. (Spanish Title: Enseñanza de la Astronomía: Semblanzas de la Práctica Docente en Educación Primaria.) Ensino de Astronomia: Cenários da Prática Docente no Ensino Fundamental

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Marchi Gonzatti, Sônia Elisa; Spessatto De Maman, Andréia; Fernandes Borragini, Eliana; Kerber, Júlia Cristina; Haetinger, Werner

    2013-12-01

    atomización de los asuntos, aunque temas como movimientos de la Tierra y fenómenos astronómicos hayan sido citados por la mayoría de los participantes. En cuanto a las estrategias, se verifico que se emplean principalmente clases con el apoyo de recursos bidimensionales, como películas, textos, mapas y búsqueda en internet. Las principales dificultades fueron la falta de formación específica con respecto a los contenidos de Astronomía, y el nivel de abstracción exigido por los contenidos. De modo general, esos indicadores convergen para los resultados ya encontrados en otros estudios, en el que las deficiencias de la formación inicial de los profesores, o incluso su ausencia, dificulta el adecuado abordaje de la Astronomía en las clases. Neste trabalho são apresentados os principais resultados de uma investigação realizada no campo da Educação em Astronomia, com professores do ensino fundamental de duas regiões do Rio Grande do Sul. O objetivo do estudo foi caracterizar o cenário regional do ensino de Astronomia, estabelecendo um comparativo com o cenário nacional. Esse estudo abordou três questões: identificar os principais temas de astronomia trabalhados em sala de aula, as estratégias metodológicas e quais as dificuldades apresentadas pelos professores ao desenvolver sua prática. Quanto aos conteúdos, encontrouse uma pulverização dos assuntos abordados, embora temas como movimentos da Terra e fenômenos astronômicos tenham sido citados pela maioria dos participantes. Sobre estratégias, são utilizadas principalmente aulas com apoio de recursos bidimensionais, como filmes, textos, mapas e pesquisa na internet. As principais dificuldades foram: falta de formação específica em relação a conteúdos de Astronomia; nível de abstração dos conteúdos, que dificultam sua compreensão, tanto pelos alunos quanto pelos próprios professores. De maneira geral, esses indicadores convergem para resultados já encontrados em outros estudos que

  3. Astronomy, Art and Mythology in a Public Elementary School in Itaocara/rj. (Spanish Title: Astronomía, Arte y Mitologia en el Ensino Fundamental en Una Escuela de la Red Estatal en ITAOCARA/RJ.) Astronomia, Arte e Mitologia no Ensino Fundamental em Escola da Rede Estadual em ITAOCARA/RJ

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Oliveira Bernardes, Adriana; Ramos dos Santos, Arleidimar

    2008-12-01

    pelos alunos nas Olimpíadas promovidas na escola e pela OBA (Olimpíada Brasileira de Astronomia) possibilitaram a verificação de uma crescente aprendizagem e estímulo ao conhecimento de temas científicos, que foi comprovado diante da apropriação dos conceitos de Astronomia adquiridos e apresentados em resultados como avaliações, ou ainda, diante dos relatos obtidos dos mesmos, suas famílias e professores.

  4. Astronomy, Art and Mythology in a Public Elementary School in Itaocara/rj. (Spanish Title: Astronomía, Arte y Mitologia en el Ensino Fundamental en Una Escuela de la Red Estatal en ITAOCARA/RJ.) Astronomia, Arte e Mitologia no Ensino Fundamental em Escola da Rede Estadual em ITAOCARA/RJ

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Oliveira Bernardes, Adriana; Ramos dos Santos, Arleidimar

    2008-12-01

    pelos alunos nas Olimpíadas promovidas na escola e pela OBA (Olimpíada Brasileir

  5. Development of Educational Resources to Include the Teaching of Astronomy in the First Years of the Basic Education. (Spanish Title: Desarrollo de Recursos Pedagógicos Para Incluir la Enseñanza de la Astronomía en los Primeros Años de la Educación Básica.) Desenvolvimento de Recursos Pedagógicos Para Inserir o Ensino de Astronomia nas Séries Iniciais do Ensino Fundamental

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    da Silva Morett, Samara; de Oliveira Souza, Marcelo

    2010-07-01

    ía y la vida cotidiana de los estudiantes. La inclusión de la astronomía en la escuela primaria es una manera de demostrar a los estudiantes cómo este campo está presente de forma activa en su vida cotidiana. Las clases que participan en el proyecto participaron en un estudio con el objetivo de proporcionar información a los conocimientos previos que tenían sobre los temas de la astronomía que se examinaron durante el proyecto. Con los experimentos realizados, y la ayuda de las nuevas tecnologías, conceptos astronómicos fueron presentados a los estudiantes de 4to y 5to año de la educación básica de una escuela municipal de Campos dos Goytacazes (RJ). Después de las presentaciones nuevos datos fueran colectados y se han llevado a cabo con el fin de verificar el nivel de aprendizaje alcanzado y se observó que el método utilizado fue una herramienta importante para ayudar al proceso de enseñanza y aprendizaje. El proyecto logró resultados satisfactorios. Neste trabalho será apresentado o desenvolvimento de recursos pedagógicos para a apresentação de conceitos de astronomia nas séries iniciais do ensino fundamental. Este material é composto por apresentações realizadas com o uso de novos recursos tecnológicos, pela fabricação de experimentos e a discussão de curiosidades relativas a esta área de conhecimento. Os experimentos foram construídos com material de baixo custo com o objetivo de permitir que os alunos envolvidos pudessem refazê-los em outras ocasiões. O material apresentado busca enfatizar a relação entre a astronomia e o cotidiano dos alunos. A inclusão da astronomia no ensino fundamental e uma forma de demonstrar aoestudante como esta área está presente de forma ativa em seu cotidiano. As turmas envolvidas no projeto participaram de uma pesquisa com o objetivo de obter dados relativos ao conhecimento prévio que possuíam sobre os tópicos de astronomia que foram considerados no decorrer do projeto. Com os experimentos