Science.gov

Sample records for aberracoes cromossomicas induzidas

  1. Alterações Induzidas Pelo Exercício no Número, Função e Morfologia de Monócitos de Ratos

    PubMed Central

    GUERESCHI, MARCIA G.; PRESTES, JONATO; DONATTO, FELIPE F.; DIAS, RODRIGO; FROLLINI, ANELENA B.; FERREIRA, CLÍLTON KO.; CAVAGLIERI, CLAUDIA R.; PALANCH, ADRIANNE C.

    2008-01-01

    O propósito desse estudo foi verificar as alterações histofisiológicas em monócitos e macrófagos induzidas por curtos períodos de exercícios. Ratos Wistar (idade = 2 meses, peso corporal = 200g) foram divididos em sete grupos (n=6 cada): controle sedentário (C), grupos exercitados (natação) na intensidade leve por 5 (5L), 10 (10L) e 15 minutos (15L), e grupos exercitados em intensidade moderada por 5 (5M), 10 (10M) e 15 minutes (15M). Na intensidade moderada os animais carregaram uma carga de 5% do peso corporal dos mesmos em seus respectivos dorsos. Os monócitos sangüíneos foram avaliados quanto à quantidade e morfologia e os macrófagos peritoneais foram analisados quanto à quantidade e atividade fagocitária. Os dados foram analisados usando ANOVA e Tukey’s post hoc test (p ≤ 0,05). Os grupos de intensidade leve e 5M apresentaram aumento nos níveis dos monócitos quando comparados com o controle. Foi observado aumento na área celular dos monócitos para os grupos 5L, 10L, 5M e 10M; a área nuclear aumentou para os grupos 10L, 5M e 10M em comparação com o controle. Houve aumento nos macrófagos peritoneais para os grupos 15L, 10M, 15M e diminuição no grupo 5M. A capacidade fagocitária dos macrófagos aumentou nos grupos de intensidade leve e para o grupo 10M. O exercício realizado por curtos períodos modulou o número e função dos macrófagos, assim como o número e morfologia dos monócitos, sendo tais alterações dependentes da intensidade. A soma das respostas agudas observadas nesse estudo pode exercer um efeito protetor contra doenças, podendo ser utilizada para a melhora da saúde e qualidade de vida.

  2. Doença de depósito lisossomal induzida pelo consumo de Ipomoea verbascoidea (Convolvulaceae) em caprinos no semiárido de Pernambuco

    USDA-ARS?s Scientific Manuscript database

    The aim of this paper was to reproduce the poisoning of Ipomoea verbascoidea in goats and describe the epidemiological, clinical and pathological aspects of spontaneous poisoning by this plant in Pernambuco. For this, we studied the epidemiology of the disease in seven mu¬nicipalities in the semiari...

  3. [Management and Treatment of Glucocorticoid-Induced Hyperglycemia].

    PubMed

    Paredes, Sílvia; Alves, Marta

    2016-09-01

    Introdução: Os glicocorticóides associam-se a vários efeitos adversos, entre os quais se destaca uma importante ação diabetogénica. A hiperglicemia induzida pelos glicocorticóides trata-se de uma condição com elevada prevalência e que condiciona importante morbimortalidade. Material e Métodos: Realizou-se uma revisão da literatura relativa à abordagem e tratamento da hiperglicemia induzida pelos glicocorticóidesResultados: Embora não totalmente esclarecidos, sabe-se que vários mecanismos concorrem de forma sinérgica, propiciando o aparecimentoda hiperglicemia em doentes não diabéticos e o agravamento do controlo glicémico em diabéticos. A hiperglicemia induzida por glicocorticóides apresenta padrões característicos, mais marcada no momento pós-prandial e muito dependente do horário da toma do glicocorticóide. Apesar da existência de normas de orientação gerais para o tratamento da hiperglicemia em doentes em ambulatório e em doentes hospitalizados não críticos, o mesmo não acontece no que diz respeito ao tratamento da hiperglicemia induzida por glicocorticóides. E, de facto, frequentemente é difícil e exigente a abordagem deste tipo de hiperglicemia, sendo necessária uma atuação específica. Esta abordagem depende não só do glicocorticóide em causa, como também da sua dose, frequência e horário de administração. De igual forma, a escolha do esquema de tratamento também depende do tipo de terapêutica previamente usado. Discussão e Conclusão: Os autores fizeram uma revisão do tema, congregando e definindo linhas orientadoras para o tratamento dahiperglicemia induzida por glicocorticóides, em doentes diabéticos e não diabéticos, em regime de ambulatório ou internamento, queserão úteis em diferentes contextos e transversalmente às diversas especialidades.

  4. Assessment of Subclinical Doxorubicin-induced Cardiotoxicity in a Rat Model by Speckle-Tracking Imaging.

    PubMed

    Kang, Yu; Wang, Wei; Zhao, Hang; Qiao, Zhiqing; Shen, Xuedong; He, Ben

    2017-07-10

    Despite their clear therapeutic benefits, anthracycline-induced cardiotoxicity is a major concern limiting the ability to reduce morbidity and mortality associated with cancers. The early identification of anthracycline-induced cardiotoxicity is of vital importance to assess the cardiac risk against the potential cancer treatment. To investigate whether speckle-tracking analysis can provide a sensitive and accurate measurement when detecting doxorubicin-induced left ventricular injury. Wistar rats were divided into 4 groups with 8 rats each, given doxorubicin intraperitoneally at weekly intervals for up to 4 weeks. Group 1: 2.5 mg/kg/week; group 2: 3 mg/kg/week; group 3: 3.5mg/kg/week; group 4: 4mg/kg/week. An additional 5 rats were used as controls. Echocardiographic images were obtained at baseline and 1 week after the last dose of treatment. Radial (Srad) and circumferential (Scirc) strains, radial (SRrad) and circumferential (SRcirc) strain rates were analyzed. After the experiment, cardiac troponin I (cTnI) was analyzed and the heart samples were histologically evaluated. After doxorubicin exposure, LVEF was significantly reduced in group 4 (p = 0.006), but remained stable in the other groups. However, after treatment, Srads were reduced in groups 2, 3 and 4 (p all < 0.05). The decrease in Srads was correlated with cTnI (rho = -0.736, p = 0.000) and cardiomyopathy scores (rho = -0.797, p = 0.000). Radial strain could provide a sensitive and noninvasive index in early detection of doxorubicin-induced myocardial injury. The changes in radial strain had a significant correlation with myocardial lesions and serum cardiac troponin I levels, indicating that this parameter could accurately evaluate cardiotoxicity severity. Apesar dos seus claros benefícios terapêuticos, a cardiotoxicidade induzida pela antraciclina é uma grande preocupação que limita a capacidade de reduzir a morbidade e mortalidade associadas com cânceres. A identificação precoce da

  5. Variabilidade óptica de longo período e precessão de jato: o caso de BL Lacertae

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Caproni, A.; Abraham, Z.

    2003-08-01

    Variabilidade é tipicamente uma característica de AGNs, sendo observada em toda a faixa eletromagnética. Em relação às escalas de tempo, variações desde horas até de algumas décadas foram encontradas por vários autores. Em alguns casos, análises temporais de curvas de luz mostram a existência de periodicidade nas variações observadas. Um exemplo de objeto que preenche as características mencionadas acima é BL Lacertae, o protótipo da classe BL Lac dos AGNs. Neste trabalho, nós interpretamos a variabilidade periódica de longo período detectada na curva de luz na banda B (~7,5 anos) como o resultado da periodicidade na amplificação da radiação oriunda do jato relativístico. Neste cenário, a amplificação periódica seria induzida pela precessão, que muda o ângulo entre o jato e a linha de visada. Com esta abordagem e vínculos adicionais fornecidos por observações em altas energias, nós podemos impor limites para os parâmetros do modelo de precessão, tais como o fator de Lorentz associado ao movimento global do jato, o ângulo de abertura do cone de precessão e o ângulo entre o eixo do cone e a linha de visada.

  6. Comparação de modelos para o cálculo de perturbações orbitais devidas à maré terrestre

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Vieira Pinto, J.; Vilhena de Moraes, R.

    2003-08-01

    Aplicações recentes de satélites artificiais com finalidades geodinâmicas requerem órbitas determinadas com bastante precisão. Em particular marés terrestres influenciam o potencial terrestre causando perturbações adicionais no movimento de satélites artificiais, as quais tem sido medidas por diversos processos. A atração exercida pela lua e pelo sol sobre a terra produz deslocamentos elásticos em seu interior e uma protuberância em sua superfície. O resultado é uma pequena variação na distribuição da massa na terra, consequentemente no geopotencial. As perturbações nos elementos orbitais de satélites artificiais terrestres devidas a maré terrestre podem ser estudadas a partir das equações de Lagrange, considerando-se um conveniente potencial. Por outro lado, como tem sido feito pelo IERS, as mudanças induzidas pela maré terrestre no geopotencial podem ser convenientemente modeladas como variações nos coeficientes Cnm e Snm do geopotencial. As duas teorias ainda não foram comparados para um mesmo satélite. Neste trabalho são apresentadas e comparadas as variações de longo período e seculares nas perturbações orbitais devidas à maré terrestre, calculadas por um modelo simples, o de Kozai, e pelo modelo do IERS. Resultados preliminares mostram, para os satélites SCD2 e CBERS1, e para a Lua em movimento elíptico e precessionando, as perturbações seculares no argumento do perigeu e na longitude do nodo ascendente.

  7. IMPROVEMENT IN OXIDATIVE STRESS AFTER DUODENOJEJUNOSTOMY IN AN EXPERIMENTAL MODEL OF TYPE 2 DIABETES MELLITUS.

    PubMed

    Wietzycoski, Cacio Ricardo; Marchesini, João Caetano Dallegrave; Al-Themyat, Sultan; Meyer, Fabiola Shons; Trindade, Manoel Roberto Maciel

    Type 2 Diabetes Mellitus is a multifactorial syndrome with severe complications. Oxidative stress is accepted as a causal factor of chronic complications. To demonstrate alterations in oxidative stress after metabolic surgery. Twenty-four 2-day-old Wistar rats were used. In 16, Type 2 Diabetes Mellitus was induced by 100 mg/kg streptozotocin injection. The development of diabetes was confirmed after 10 weeks using an oral glucose tolerance test. Eight diabetic rats composed the diabetic surgical group; the remaining eight composed the diabetic group. Eight animals in which diabetes was not induced formed the clinical control group. The Marchesini technique was used in the diabetic surgical group. After 90 days, the rats were sacrificed, and the oxidative stress markers were measured. Thiobarbituric acid reactive substances, superoxide dismutase and catalase were significantly reduced in the diabetic surgical group compared to the diabetic group. The duodenojejunostomy was effective in controlling the exacerbated oxidative stress present in diabetic rats. Diabete melito tipo 2 é síndrome multifatorial com complicações graves. O estresse oxidativo é aceito como um fator causal de complicações crônicas. Demonstrar alterações no estresse oxidativo após a cirurgia metabólica. Foram utilizados 24 ratos Wistar de dois dias de idade. Em 16, diabete melito tipo 2 foi induzida por 100 mg/kg de injeção de estreptozotocina. O desenvolvimento do diabete foi confirmado após 10 semanas, utilizando teste oral de tolerância à glucose. Oito ratos diabéticos compuseram o grupo cirúrgico diabético; os oito restantes constituíram o grupo diabético. Oito animais em que não foi induzido o diabete formaram o grupo controle clínico. A técnica de Marchesini foi utilizada no grupo cirúrgico diabético. Após 90 dias, os ratos foram sacrificados, e os marcadores de estresse oxidativo foram medidos. Ácido tiobarbitúrico, superóxido dismutase e catalase foram

  8. [Successful pregnancies outcomes with the use of in vitro fertilization after Essure® unilateral hydrossalpinx occlusion].

    PubMed

    Guedes-Martins, Luís; Mesquita-Guimarães, Joana; Barreiro, Márcia

    2014-01-01

    Introdução: Desde há duas décadas que assistimos à publicação de vários estudos dedicados à avaliação da influência da hidrossalpinge nos resultados de técnicas de transferência de embriões. O objectivo deste trabalho é apresentar os resultados do tratamento e vigilância gestacional em mulheres com história de infertilidade - associada a hidrossalpinge unilateral, visível no exame ecográfico transvaginal - submetidas a oclusão unilateral com Essure® e tratamento subsequente com fertilização in vitro. Material e Métodos: Análise prospectiva de uma amostra constituída por seis mulheres, com antecedentes de infertilidade e hidrossalpinge unilateral, entre Abril de 2010 e Maio de 2013. Em todos os casos procedemos a exclusão de hidrossalpinge recorrendo à colocação unilateral de um dispositivo Essure® por via histeroscópica antes da realização de um ciclo para fertilização in vitro. Resultados: Das seis doentes submetidas a fertilização in vitro, quatro engravidaram (66,7%). Destas, registaram-se duas gravidezes de termo sem intercorrências até ao parto e duas gravidezes encontram-se em vigilância, sem intercorrências conhecidas até à data. Das doentes que não engravidaram após fertilização in vitro (n = 2, 33,3%), uma engravidou espontaneamente durante a vigilância subsequente. Discussão: O avanço da histeroscopia no tratamento de hidrossalpinge, recorrendo à implantação do dispositivo Essure®, representa uma alternativa válida à abordagem laparoscópica. Conclusão: Este estudo sugere que a oclusão tubar unilateral, induzida pelo dispositivo Essure®, melhora os resultados do tratamento com fertilização in vitro em casos de infertilidade associada a hidrossalpinge unilateral, visível no exame ecográfico transvaginal.

  9. Expression of Ki-67 and P16 INK4a in chemically-induced perioral squamous cell carcinomas in mice.

    PubMed

    Alves, Ângela Valéria Farias; Ribeiro, Danielle Rodrigues; Lima, Sonia Oliveira; Reis, Francisco Prado; Soares, Andréa Ferreira; Gomes, Margarete Zanardo; Albuquerque, Ricardo Luiz Cavalcanti de

    2016-01-01

    to evaluate the influence of Ki-67 and P16INK4a proteins immunohistochemical expressions on the clinical and morphological parameters of perioral squamous cell carcinoma induced with 9,10-dimethyl-1,2-benzanthracene (DMBA) in mice. we topically induced the lesions in the oral commissure of ten Swiss mice for 20 weeks, determining the time to tumors onset and the average tumor volume up to 26 weeks. In histopathological analysis, the variables studied were histological malignancy grade and the immunohistochemical expression of Ki-67 and P16INK4a proteins. The correlation between variables was determined by application of the Spearman correlation test. the mean time to onset of perioral lesions was 21.1 ± 2.13 weeks; mean tumor volume was 555.91 ± 205.52 mm3. Of the induced tumors, 80% were classified as low score and 20% high score. There was diffuse positivity for Ki-67 in 100% of lesions - Proliferation Index (PI) of 50.1 ± 18.0. There was a strong direct correlation between Ki-67 immunoreactivity and tumor volume (R = 0.702) and a low correlation with the malignancy score (R = 0.486). The P16INK4a protein expression was heterogeneous, showing a weak correlation with tumor volume (R = 0.334). There was no correlation between the immunohistochemical expression of the two proteins studied. in an experimental model of DMBA-induced perioral carcinogenesis, tumor progression was associated with the tumor proliferative fraction (Ki-67 positive cells) and with tumor histological grading, but not with P16INK4a expression. avaliar a influência da expressão imuno-histoquímica das proteínas Ki-67 e p16INK4a sobre parâmetros clínico-morfológicos em carcinomas espinocelulares periorais quimicamente induzidos com 9,10-dimetil-1,2-benzantraceno (DMBA) em modelo murino. as lesões foram induzidas topicamente na comissura labial de dez camundongos Swiss durante 20 semanas, sendo determinado o momento de surgimento dos tumores e volume tumoral médio até 26 semanas. Na

  10. Pre-treatment with dexamethasone attenuates experimental ventilator-induced lung injury.

    PubMed

    Reis, Fernando Fonseca Dos; Reboredo, Maycon de Moura; Lucinda, Leda Marília Fonseca; Bianchi, Aydra Mendes Almeida; Rabelo, Maria Aparecida Esteves; Fonseca, Lídia Maria Carneiro da; Oliveira, Júlio César Abreu de; Pinheiro, Bruno Valle

    2016-01-01

    To evaluate the effects that administering dexamethasone before the induction of ventilator-induced lung injury (VILI) has on the temporal evolution of that injury. Wistar rats were allocated to one of three groups: pre-VILI administration of dexamethasone (dexamethasone group); pre-VILI administration of saline (control group); or ventilation only (sham group). The VILI was induced by ventilation at a high tidal volume. Animals in the dexamethasone and control groups were euthanized at 0, 4, 24, and 168 h after VILI induction. We analyzed arterial blood gases, lung edema, cell counts (total and differential) in the BAL fluid, and lung histology. At 0, 4, and 24 h after VILI induction, acute lung injury (ALI) scores were higher in the control group than in the sham group (p < 0.05). Administration of dexamethasone prior to VILI induction decreased the severity of the lung injury. At 4 h and 24 h after induction, the ALI score in the dexamethasone group was not significantly different from that observed for the sham group and was lower than that observed for the control group (p < 0.05). Neutrophil counts in BAL fluid were increased in the control and dexamethasone groups, peaking at 4 h after VILI induction (p < 0.05). However, the neutrophil counts were lower in the dexamethasone group than in the control group at 4 h and 24 h after induction (p < 0.05). Pre-treatment with dexamethasone also prevented the post-induction oxygenation impairment seen in the control group. Administration of dexamethasone prior to VILI induction attenuates the effects of the injury in Wistar rats. The molecular mechanisms of such injury and the possible clinical role of corticosteroids in VILI have yet to be elucidated. Avaliar os efeitos da administração de dexametasona antes da indução de lesão pulmonar induzida por ventilação mecânica (LPIVM) na evolução temporal dessa lesão. Ratos Wistar foram alocados em um dos três grupos: administração de dexametasona pr

  11. Effect of Lactation on myocardial vulnerability to ischemic insult in rats.

    PubMed

    Askari, Sahar; Imani, Alireza; Sadeghipour, Hamidreza; Faghihi, Mahdieh; Edalatyzadeh, Zohreh; Choopani, Samira; Karimi, Nasser; Fatima, Sulail

    2017-05-01

    vulnerabilidade do miocárdio ao insulto isquêmico. Dezoito ratas foram divididas aleatoriamente em três grupos: isquemia-reperfusão (IR), no qual os corações de ratas virgens foram submetidos à IR (n = 6); lactantes, no qual as ratas amamentaram seus filhotes por 3 semanas e os corações maternos foram, em seguida, submetidos à IR (n = 6); e não lactantes, no qual os filhotes foram separados após o nascimento e os corações maternos foram submetidos à IR (n = 6). As medidas de desfecho incluíram frequência cardíaca (FC), pressão desenvolvida no ventrículo esquerdo (PDVE), duplo produto (DP), razão do tamanho do infarto sobre a área sob risco (TI/ASR %) e arritmias ventriculares - contração ventricular prematura (CVP) e taquicardia ventricular (TV). O TI/ASR foi substancialmente menor no grupo de lactantes quando comparado ao grupo de não lactantes (13,2 ± 2,5 versus 39,7 ± 3,5, p < 0,001) e ao grupo IR (13,2 ± 2,5 versus 34,0 ± 4,7, p < 0,05). A avaliação das arritmias ventriculares induzidas pela IR indicou que o número de CVPs compostas na isquemia, e o número e a duração das TVs na isquemia e nos primeiros 5 minutos de reperfusão no grupo de não lactantes foram significativamente (p < 0,05) mais elevados do que os encontrados nos grupos IR e de lactantes. A lactação induziu o aparecimento precoce de efeitos cardioprotetores, enquanto ratas que não foram permitidas a amamentar seus filhotes se mostraram mais suscetíveis à lesão miocárdica por IR.