Science.gov

Sample records for atletas uma abordagem

  1. Astronomia cultural e meio ambiente segundo uma abordagem holística

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Jafelice, L. C.

    2003-08-01

    Neste trabalho ampliamos a discussão da abordagem holística para o ensino de astronomia que temos desenvolvido nos últimos anos, analisamos novos resultados e apresentamos exemplos práticos para interessados em experimentá-la. A constatação básica a orientar este enfoque é que cursos introdutórios em astronomia costumam ser excessiva e prematuramente técnicos, além de assumirem uma visão tradicional, muito estreita, do que seja educação científica, herdada da era cartesiana e positivista da ciência. Fundamentamos porque é importante que elementos de astronomia cultural ofereçam o mote e constituam o eixo norteador daqueles cursos e porque é urgente revermos a visão que temos da relação entre astronomia e meio ambiente. Um ponto central nesta abordagem é explorar formas de reativar e atualizar uma relação orgânica com o meio e excitar a consciência de nossa inevitável e profunda interdependência com ele em nível cósmico. Neste trabalho exemplificamos a possibilidade de concretização desta proposta em três diferentes situações: disciplinas de cursos de licenciatura em geografia e em física; escolas de nível fundamental; e, neste caso ainda a ser implementada, comunidades carentes. Estes casos envolvem públicos e espaços diferenciados para educação formal e não-formal. Dos casos já implementados, destacamos os resultados alcançados pelos alunos: enriquecimento cultural, aprendizagem significativa de conteúdos astronômicos tradicionais; mudanças de comportamento, incorporando contato diário com o céu; e freqüentes vivências de sentimentos empáticos que redirecionam a relação com a natureza e a consciência ecológica global. Além disto, para interessados em aplicar esta proposta, também socializamos procedimentos e cuidados para a implementação de ações alternativas consonantes com a mesma. (PPGECNM/UFRN; PRONEX/FINEP; NUPA/USP; Temáticos/FAPESP)

  2. Inclusion of Astronomy Themes in an Inovative Approach of Informal Physics Teaching for High School Students. (Spanish Title: Inclusión de Temas Astronómicos en Uma Abordaje Innovadora de la Enseñanza Informal de Física Para Estudiantes de Secumdaria.) Inclusão de Temas Astronômicos Numa Abordagem Inovadora do Ensino Informal de Física Para Estudantes do Ensino Médio

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Tiara Mota, Aline; de Morais Bonomini, Iracema Ariel; Meloni Martins Rosado, Ricardo

    2009-12-01

    The current work reports on an experience on Astronomy education at the Federal University of Itajubá through an extra-curricular course offered for High School students. This initiative was motivated by the low attention paid to the Astronomy subjects at this stage of the Brazilian Formal Education, in spite that the National Curricular Parameters (PCN and PCN+, in Brazil) point out the importance of their inclusion Este artículo relata una experiencia en la enseñanza de la astronomía efectuada en la Universidad Federal de Itajubá en la forma de un curso de extensión orientado para los estudiantes del colegio secundario. Esta iniciativa surgió de constatar la poca atención dada a la Astronomía en esta etapa de la Educación formal brasileña, a pesar que los Parámetros Curriculares Nacionales (PCN y PCN+, en Brasil) destacan la importancia de su inclusión. Este artigo relata uma experiência em ensino de Astronomia realizada na Universidade Federal de Itajubá na forma de um curso de extensão voltado para alunos do Ensino Médio. Esta iniciativa surgiu da pouca atenção que se dá à Astronomia nesta etapa da Educação embora os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN e PCN+) apontem a importância de sua inclusão.

  3. Interstellar Material towards eta UMa

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Frisch, P. C.; Jenkins, E. B.; Welty, D. E.; Johns-Krull, C.

    1999-05-01

    The star eta UMa (B3 V, vsini=205 km s(-1) , d=31 pc, l=101(o) , b=+65(o) ) samples nearby interstellar gas in a high latitude direction relatively devoid of material. IMAPS, Hubble GHRS Echelle, and ground based optical data are combined to present a comprehensive picture of the interstellar material (ISM) in this direction. Two main components dominate: the blue-shifted component which appears to be ionized, and the dominant, red-shifted, component which exhibits a low electron density ( ~ 0.2 cm(-3) ). However, the Mg(o/Mg^+) ratio and C(+) fine-structure lines yield different ionizations, depending on the adopted temperature, similar to differences found in the diffuse material towards 23 Ori (Welty et al. 1999). The IMAPS and GHRS data give C, N, O, and Fe column densities, which form the basis for calculating the gas-to-dust mass ratio for the main component using a ``missing mass'' calculation combined with an assumed reference abundance (Frisch et al. 1999). Comparing the eta UMa value with other diffuse cloud values then further constrains uncertainties in N(H(o) ) values for this sightline.

  4. Cosmoeducação: uma proposta para o ensino de astronomia

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Medeiros, L. A. L.; Jafelice, L. C.

    2003-08-01

    Entende-se por cosmoeducação o desenvolvimento vivencial da unidade homem-cosmo. Este conceito é norteado pela psicologia transpessoal, que estuda o ser humano em sua totalidade, onde suas relações ecológicas e cósmicas são de grande importância. Constata-se uma necessidade latente no ser humano moderno em resgatar uma relação holística com o Universo. Neste trabalho exploramos meios de cultivar a consciência de que o ser humano constitui parte integrante do cosmo e se relaciona com este com o objetivo de promover em si uma percepção ambiental mais ampla. Nossa hipótese de trabalho inicial foi que o ensino de conteúdos básicos em astronomia realizado através de uma abordagem holística, que incorpore práticas vivenciais correlacionadas àqueles conteúdos, pode despertar no indivíduo sua identidade cósmica. O método que utilizamos é o fenomenológico e o universo desta pesquisa é um grupo de estudantes da disciplina de Astronomia (Curso de Licenciatura em Geografia/UFRN), onde realizamos observação participante, entrevistas, depoimentos e as práticas vivenciais mencionadas. Neste caso estamos desenvolvendo e adaptando exercícios de algumas técnicas terapêuticas de psicologia transpessoal, que um de nós (LALM) tem aplicado no contexto clínico, para trabalhar aspectos cognitivos envolvidos naquele processo de conscientização cósmica. Resultados parciais claramente referendam a hipótese inicial. Um resultado a destacar é fruto de uma dinâmica de representação corporal interiorizada do eclipse lunar, envolvendo um pequeno grupo daqueles estudantes, na qual conteúdos míticos afloraram de maneira espontânea e contundente para todos, sugerindo ressonância, ou pelo menos isomorfismo, entre o macro e o microcosmo. Este e outros resultados são discutidos em detalhe neste trabalho. (PPGECNM/UFRN; PRONEX/FINEP; NUPA/USP; Temáticos/FAPESP).

  5. GHRS Observations of LISM towards eta UMa

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Frisch, P. C.

    1998-01-01

    The star eta UMa (l=101(deg) , b=+65(deg) , d=31 pc) samples local interstellar matter (LISM) in a high latitude region. The Sun is ``above'' most of the mass of the Local Fluff cloud complex, yielding low total interstellar column densities towards eta UMa. Thus cloud properties can be determined with minimal confusion caused by velocity component blending in this sightline. The physical properties of the cloud surrounding the solar system become the boundary conditions of the solar system. A key property of the surrounding cloud is the proton density, since the Alfven velocity regulates the formation of a bow shock around the heliosphere, and since charge exchange between interstellar p(+) and H(deg) yields a pile-up of H(deg) at the heliopause. As a result, the interstellar electron density in the surrounding cloud is an important parameter in understanding the configuration of the outer heliosphere regions. We present GHRS Echelle A and Echelle B data on C({deg) *}, C(deg) , Mg(deg) and Mg(+) . These data allow us to compare electron densities as estimated from the ratios N(C({deg) *})/N(C(deg) ) versus N(Mg(deg) )/N(Mg(+) ) for a relatively simple sightline. These electron densities are also compared to electron densities determined from optical Ca(+) observations towards eta UMa by Frisch and Welty (in preparation).

  6. High speed photometry of AN UMa

    SciTech Connect

    Imamura, J.N.; Steiman-Cameron, T.Y.; Durisen, R.H.

    1985-01-01

    As a class, the AM Her objects exhibit temporal variability on time scales ranging from seconds to years. Most of the variations can be adequately described by ''shot noise'' models (Cordova and Mason 1982). Exceptions to this are the strictly periodic features modulated on the orbital periods of the systems (typically several hours) and the one to two second features which show up as ''excesses'' of power in the time averaged power spectra of AN UMa (Middleditch 1982) and E1405-451 (Mason et al. 1983; Larsson 1985). It has been suggested that the short time scale features are due to an oscillatory ''instability'' of radiative accretion shocks discovered by Langer, Chanmugam, and Shaviv (1981, 1982). This is an interesting suggestion because, if true, it would allow the masses of the accreting white dwarfs to be inferred and would provide other significant constraints on the physics of the accretion flows (see Langer et al. 1981, 1982; Chevalier and Imamura 1982; Imamura, Wolff, and Durisen 1984; Imamura 1985). Unfortunately, a direct physical relationship between the one to two second optical variations and shock oscillations has not yet been demonstrated. Because of the potential importance of such a result further study of these systems is clearly warranted. In this work, we examine the short time scale behavior of AN UMa in more detail and improve on the work of Middleditch (1982) by resolving the feature in time.

  7. Pulsational stability of the SX Phe star AE UMa

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Pena, J. H.; Renteria, A.; Villarreal, C.; Pina, D. S.; Soni, A. A.; Guillen, J.; Vargas, K.; Trejo, O.

    2016-11-01

    From newly determined times of maxima of the SX Phe star AE UMa and a compilation of previous times of maxima, we were able to determine the nature of this star. With uv photometry we determined its physical parameters.

  8. Doppler Tomography of the Dwarf Nova IY UMa During Quiescence

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Rolfe, D. J.; Abbott, T. M. C.; Haswell, C. A.

    Quiescent Doppler tomography of the newly discovered deeply-eclipsing SU UMa system IY UMa reveals properties of the region where the accretion stream from the donor impacts the edge of the disc. A very strong bright spot is produced and the Keplerian disc emission in the impact region is disrupted or obscured. The differing properties of Hα, Hβ and He I emission will allow physical parameters of the converging flow region to be studied.

  9. Percepção astronómica de um grupo de alunos do ensino médio de uma escola da rede estadual de São Paulo

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    de Oliveria, E. F.; Voelzke, M. R.

    2009-03-01

    Sendo a Astronomia uma das cièncias mais antigas da humanidade, e considerando sua importáncia histórica e cultural, é de extrema releváncia que tópicos relacionados a ela sejam tratados nas escolas. Embora os Parámetros Curriculares Nacionais do Ensino Médio (PCN-EM) e as Orientaçiacute;es Complementares aos Parámetros (PCN+) apontem a importáncia de uma abordagem significativa de conceitos relacionados à Astronomia nas aulas de Física, muitos estudantes terminam o Ensino Médio (EM) sem compreender a razão de certos acontecimentos de origem celeste, ainda que estes façam parte de seu cotidiano e sejam alvos da curiosidade natural dos jovens. Da observação dessa curiosidade em alunos de uma escola pública paulista, na cidade de Suzano, surgiu o interesse em investigar os conhecimentos básicos em Astronomia dos alunos do Ensino Médio desta escola, constituindo-se este como principal objetivo desta pesquisa. Para tanto foi elaborado um questionário de múltipla escolha aplicado inicialmente a 34 alunos do primeiro ano e, posteriormente, a mais 310, distribuídos entre as très séries do Ensino Médio dos períodos matutino e noturno. Dessa forma, observou-se que 73,9% dos estudantes identificaram o Sol como sendo uma estrela, 67,1% mostraram compreender a sucessão entre dia e noite e 52,3% relacionaram o Big Bang à origem do Universo. Em contrapartida, apenas 34,5% relacionaram as estaçíes do ano à inclinação do eixo de rotação da Terra, 21,3% indicaram a influència gravitacional simultánea da Lua e do Sol como responsável pelo fenòmeno das marés, 24,5% indicaram corretamente quais são os objetos celestes mais próximos da Terra, 36,1% identificaram ano-luz como uma medida de distáncia e 34,2% reconheceram as estrelas cadentes como meteoros, evidenciando-se assim o pequeno discernimento dos estudantes quanto aos fenòmenos e termos astronòmicos do cotidiano. Além disso, foram comparadas as respostas de alun! os de diferentes s

  10. Uma Visão do Universo Segundo um Grupo de Alunos do Ensino Médio de São Paulo

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Elias, D. S.; Araújo, M.; Amaral, L. H.; Voelzke, M. R.; Araújo, M.

    2005-08-01

    A astronomia, embora seja uma ciência popular, com inúmeras descobertas de interesse público, ainda é apresentada desconsiderando-se os aspectos históricos e científicos relacionados ao seu desenvolvimento, sendo geralmente veiculada nos meios de comunicação de maneira pouco esclarecedora e não raro com imprecisões. Neste trabalho analisou-se a concepção de um grupo de estudantes de Ensino Médio sobre conceitos de astronomia, visando identificar sua visão de mundo a respeito do Universo, envolvendo idéias sobre espaço e tempo. Para issso, foi aplicado um questionário em três escolas da grande São Paulo em um espaço amostral de 270 alunos. Constatou-se que, embora o ensino de astronomia esteja previsto nos PCNEM, os resultados obtidos na pesquisa mostram que há grande deficiência no conhecimento dos temas investigados. Nesse sentido, verificou-se que apenas 20% dos alunos eram capazes de relacionar a sucessão das semanas com as fases da lua, enquanto 28% associaram as estações do ano à inclinação do eixo de rotação da Terra. Por outro lado, somente 23% dos alunos tinham noções das distâncias entre os objetos celestes próximos da Terra e 56% conseguiram relacionar o Big Bang com a origem do Universo. Finalmente, constatou-se que 37% reconheciam o ano-luz como uma unidade de distância e 60% reconheciam o Sol como sendo uma estrela. Apesar de 60% dos alunos indicarem que a escola é a principal fonte para aquisição dos conhecimentos de astronomia, conclui-se que seus conceitos nessa área ainda são inadequados, havendo necessidade de ampliação e aprimoramento da abordagem desses conteúdos nos ambientes escolares.

  11. BZ UMa and Var Her 04: Orphan TOADS

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Price, A.; Howell, S.

    2005-05-01

    Both BZ UMa and Var Her 04 are cataclysmic variable stars without a home. Neither fit easily into current classification systems so may extend the population distribution of two unique CV types: UGWZ dwarf novae and intermediate polars. New outburst photometry and archival X-Ray data shed some new light on BZ UMa's high energy state and new spectral and IR observations from Spitzer of dust around the newly discovered cataclysmic variable Var Her 04 may help find it a home as well.

  12. V4641 Sgr and KV UMa. Two black hole candidates

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Chuprikov, A.; Guirin, I.

    We have analized the results of processing of the NRAO archive VLA and VLBA data for two star objects titled V4641 Sgr (J1819-2524) and KV UMa (X1118+4802). Some radio images of both sources for some frequency ranges are presented. Data have been processed with the software project titled 'Astro Space Locator' (ASL for Windows). The Multi Frequency Synthesis (MFS) method has been used for reconstruction of radio maps. Images of both sources are presented. Any polarization phenomena are not taken into account. We present results of processing of data of RR polarization for all the observational sessions.

  13. Origin and evolution of contact binaries of W UMa type

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Rahunen, T.; Vilhu, O.

    Angular momentum loss estimates for single stars are employed to discuss three theories for contact binary evolution. Two of the theories of the metamorphoses of W UMa stars involve the fission of a rapidly rotating star at the end of the pre-main sequence contraction phase, resulting in a constant level of angular momentum and small mass ratios. The second sequence comprises an evolution of the companion from angular momentum loss from a detached or semidetached binary. Chromospheric Ca(+) emission observations are noted to correlate with rotational velocity predicted for the second type of evolution of angular momentum loss rate. The models display cyclic behavior on a time scale of one to ten million years, although the contact never breaks. It is concluded that the constant angular momentum models require a formation process which yield unequal components, while the detached, followed by contact, process is the most natural production mechanism.

  14. The accretion process in AR UMa, an extremely magnetized polar

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Scipione, Valentina

    2012-10-01

    We propose a triggered observation of the highest magnetized polar, AR UMa. Our target with a magnetic field of about 230 MG gives access to an unexplored parameter regime. It escaped XMM-Newton so far due to extended low states. Utilizing the broad spectral range covered by XMM-Newton including the OM, we will simultaneously determine the energy content of the three cooling channels of the post-shock accretion plasma: cyclotron radiation in the UV, plasma radiation in hard X-rays and re-processed radiation in soft X-rays. We will confront our observations with state-of-art models and study quantitatively the energy balance of the cooling plasma as a function of the accretion rate and the magnetic field strength.

  15. Partial rotator cuff injury in athletes: bursal or articular?

    PubMed

    Carvalho, Cassiano Diniz; Cohen, Carina; Belangero, Paulo Santoro; Figueiredo, Eduardo Antônio; Monteiro, Gustavo Cará; de Castro Pochini, Alberto; Andreoli, Carlos Vicente; Ejnisman, Benno

    2015-01-01

    O ombro doloroso é uma queixa muito comum entre os atletas, especialmente no caso dos arremessadores. As lesões parciais do manguito rotador podem ser muito dolorosas e causar limitação funcional importante na pratica esportiva do atleta. A incidência das lesões parciais do manguito é variável (13% a 37%). O diagnóstico clínico e radiológico é difícil e deve ser considerado em todo atleta que apresente sintomatologia da síndrome do manguito rotador, inclusive nos pacientes diagnosticados apenas com tendinopatia.

  16. VizieR Online Data Catalog: Galaxies in the UMa cluster complex (Karachentsev+, 2013)

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Karachentsev, I. D.; Nasonova, O. G.; Courtois, H. M.

    2015-04-01

    A nearby friable cloud in Ursa Majoris contains 270 galaxies with radial velocities 500UMa complex. According to Makarov & Karachentsev (2011MNRAS.412.2498M, Cat. J/MNRAS/412/2498), most of the UMa galaxies belong to seven bound groups, which have the following median parameters: velocity dispersion of 58k/s, harmonic projected radius of 300kpc, virial mass of 2x1012M⊙ and virial mass-to-K-band luminosity ratio of 27M⊙/L⊙. Almost a half of the UMa cloud population are gas-rich dwarfs (Ir, Im, BCD) with active star formation seen in the GALEX UV-survey. The UMa groups reside within 15-19Mpc from us, being just at the same distance as the Virgo cluster. The total virial mass of the UMa groups is 4x1013M⊙, yielding the average density of dark matter in the UMa cloud to be Ωm=0.08, i.e. a factor of 3 lower than the cosmic average. This is despite the fact that the UMa cloud resides in a region of the Universe that is an apparent overdensity. A possible explanation for this is that most mass in the Universe lies in the empty space between clusters. Herewith, the mean distances and velocities of the UMa groups follow nearly undisturbed Hubble flow without a sign of the 'Z-wave' effect caused by infall towards a massive attractor. This constrains the total amount of dark matter between the UMa groups within the cloud volume. (1 data file).

  17. New Light Curves and Period Studies of V502 OPH W UMA System

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Awadalla, Nabil S.

    NEW LIGHT CURVES AND PERIOD STUDIES OF V502 OPH W UMa SYSTEM N.S.Awadalla National Research Institute of Astronomy and Geophysics( NRIAG ) Helwan Cairo EGYPT New BVR photoelectric observations of the W UMa eclipsing binary system V502 Oph have been presented and analyzed. The geometric and physical elements of the system have been obtained and compared to the previous results. The classification of the system concerning the sub-type of the W UMa binary has been studied as well as its evolution stage. Its period variation in a view of the light time effect has been examin

  18. Sequential ultrasound-microwave assisted acid extraction (UMAE) of pectin from pomelo peels.

    PubMed

    Liew, Shan Qin; Ngoh, Gek Cheng; Yusoff, Rozita; Teoh, Wen Hui

    2016-12-01

    This study aims to optimize sequential ultrasound-microwave assisted extraction (UMAE) on pomelo peel using citric acid. The effects of pH, sonication time, microwave power and irradiation time on the yield and the degree of esterification (DE) of pectin were investigated. Under optimized conditions of pH 1.80, 27.52min sonication followed by 6.40min microwave irradiation at 643.44W, the yield and the DE value of pectin obtained was respectively at 38.00% and 56.88%. Based upon optimized UMAE condition, the pectin from microwave-ultrasound assisted extraction (MUAE), ultrasound assisted extraction (UAE) and microwave assisted extraction (MAE) were studied. The yield of pectin adopting the UMAE was higher than all other techniques in the order of UMAE>MUAE>MAE>UAE. The pectin's galacturonic acid content obtained from combined extraction technique is higher than that obtained from sole extraction technique and the pectin gel produced from various techniques exhibited a pseudoplastic behaviour. The morphological structures of pectin extracted from MUAE and MAE closely resemble each other. The extracted pectin from UMAE with smaller and more regular surface differs greatly from that of UAE. This has substantiated the highest pectin yield of 36.33% from UMAE and further signified their compatibility and potentiality in pectin extraction.

  19. A Dynamical Analysis of the 47 UMa Planetary System

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Laughlin, G.; Chambers, J.; Fischer, D.

    2001-12-01

    Thirteen years of Doppler velocity measurements have revealed the presence of two planets orbiting the star 47 Ursa Majoris on low eccentricity orbits. A 2-Keplerian fit to the radial velocity data suggests that the inner planet has a period Pb = 1089.0 +/- 2.9 d, and a nominal mass msin i = 2.54 MJup, while the outer planet has a period Pc = 2594 +/- 90 d, and a mass m sin i = 0.76 MJup. These mass and period ratios suggest a possible kinship to the Jupiter-Saturn pair in our own solar system. We explore the current dynamical state of this system with numerical integrations, and compare the results with analytic secular theory. We find that the planets in the system are likely participating in a secular resonance in which the arguments of pericenter librate around zero. The system may also currently be in a 7:3 mean-motion resonance. Using a self-consistent fitting procedure in conjunction with numerical integrations, we show that stability considerations restrict the mutual inclination between the two planets to 40 degrees or less, and that this result is relatively insensitive to the total mass of the two planets. We present hydrodynamical simulations which measure the torques exerted on the planets by a hypothesized external protoplanetary disk. We show that planetary migration in response to torques from the disk may have led to capture of the system into a 7:3 mean-motion resonance, although it is unclear how the eccentricities of the planets would have been damped after capture occured. We show that Earth-mass planets can survive for long periods in some regions of the habitable zone of the nominal co-planar system. A set of planetary accretion calculations, however, shows that it is unlikely that large terrestrial planets can form in the 47UMa habitable zone. This work was funded by the NASA Origins Program, and by a NASA Ames Director's Discretionary Fund Award.

  20. Elemental Abundance Analyses with DAO Spectrograms. XXXIX. The Am Stars 2 UMa and 15 Vul

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Çay, İpek H.; Teker Yelkenci, Aysegul; Adelman, Saul J.

    2016-05-01

    We derived the elemental abundances of the metallic-line stars 2 UMa (=HR 3354; spectral type A2m) and 15 Vul (=HR 7653; spectral type A4 III), using high-dispersion, high signal-to-noise ratio (≥200) optical region spectrograms obtained with CCD detectors at the long Coudé camera of the 1.22 m telescope of the Dominion Astrophysical Observatory (DAO) and Kurucz's ATLAS9 and WIDTH9 programs. The star 2 UMa has not been the subject of a modern detailed elemental abundances analysis. It is relatively sharp-lined and sufficiently hot (T eff = 8050 K) that the continuum placement is not a major problem in the optical region. Comparison of the results of this new study of 15 Vul with the last complete study shows a 0.15 dex mean increase in the derived abundances and a reduction in the standard deviations of the mean values. The abundance anomalies of 2 UMa are usually larger than those of 15 Vul. The greater spectral coverage of 15 Vul compared with 2 UMa results in a larger number of abundances being derived. The abundances of 2 UMa are typical for those of classical Am stars that have similar effective temperatures and surface gravities. 15 Vul, characterized by a similar effective temperature and smaller surface gravity, is a more evolved star.

  1. MN Dra - a SU UMa-type star during its September 2013 superoutburst

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Bąkowska, Karolina; Olech, Arkadiusz; Pospieszyński, Remigiusz

    2016-06-01

    We report CCD photometry of the cataclysmic variable star MN Draconis. During the season of August-September 2013, one normal outburst and one superoutburst were detected. In the light curves of MN Dra clear superhumps were present during September 2013 superoutburst. That fact confirms that the star is a member of SU UMa class.

  2. Genome Sequences of Gordonia Bacteriophages Obliviate, UmaThurman, and Guacamole

    PubMed Central

    Akbar, Armaan F.; Ayers, Taylor N.; Belohoubek, Selena G.; Chung, Connie F.; Hartman, Allison C.; Kayiti, Tejus; Kessler, Cecilia M.; Koman, Philipp I.; Kotovskiy, Grigoriy A.; Morgan, Taylor M.; Rohac, Rebecca M.; Silva, Gabriela M.; Willis, Charles E.; Milliken, Katherine A.; Shedlock, Kathleen A.; Stanton, Ann-Catherine J.; Toner, Chelsea L.; Furbee, Emily C.; Grubb, Sarah R.; Warner, Marcie H.; Montgomery, Matthew T.; Garlena, Rebecca A.; Russell, Daniel A.; Jacobs-Sera, Deborah; Hatfull, Graham F.

    2016-01-01

    We describe three newly isolated phages—Obliviate, UmaThurman, and Guacamole—that infect Gordonia terrae 3612. The three genomes are related to one another but are not closely related to other previously sequenced phages or prophages. The three phages are predicted to use integration-dependent immunity systems as described in several mycobacteriophages. PMID:27365348

  3. Absolute and geometric parameters of the W UMa type contact binary V546 And

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Gürol, Birol; Bradstreet, David H.; Okan, Abdullah

    2015-04-01

    We present the results of our investigation on the geometrical and physical parameters of the W UMa-type binary V546 And from analyzed CCD (BVRI) light curves and radial velocity data. The photometric data were obtained in 2010 and 2011 at Ankara University Observatory (AUO) and the spectroscopic observations were made in 2010 at TUBITAK National Observatory (TUG). Light and radial velocity observations were analyzed simultaneously by using the Wilson-Devinney (2013 revision) code to obtain absolute and geometrical parameters. The system was determined to be a W-type W UMa system. Combining our photometric solution with the spectroscopic data we derived masses and radii of the eclipsing system to be M1 = 0.275M⊙,M2 = 1.083M⊙,R1 = 0.661R⊙ and R2 = 1.229R⊙ . We finally discuss the evolutionary status of the system.

  4. Spectral and photometric behavior of SU UMa during quiescence and outburst states

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Zead, I.; Saad, S. M.; Sanad, M. R.; Behary, M. M.; Gadallah, K.

    2017-04-01

    We report the results of spectral and photometric observations of SU UMa. Available spectra from International Ultraviolet Explorer (IUE) and CCD photometry of five nights were used. Some profiles revealing the variations of some spectral lines at different times are presented. There is variation with time for photometric observations and the brightness of SU UMa is changed from 12.9 mag. to 15.6 mag in 5 nights with clear display of burst. The ultraviolet luminosity for emitting region is in the range of (6.9*1030 erg s-1). The mass accretion rate is in the range of (9.8*10-13 M⊙yr-1). The line flux modulations at different times can be explained in terms of the mass transfer instability model (Bath 1973).

  5. Increasing Supercycle Lengths of Active SU UMa-type Dwarf Novae

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Otulakowska-Hypka, M.; Olech, A.

    2014-12-01

    We present observational evidence that supercycle lengths of the most active SU UMa-type stars are increasing during the past decades. We analyzed a large number of photometric measurements from available archives and found that this effect is generic for this class of stars, independently of their evolutionary status. This finding is in agreement with previous predictions and the most recent work of Patterson et al. (2012) on BK Lyn.

  6. UBVRI analysis of the totally eclipsing extreme mass ratio W UMa binary, GSC 3208 1986

    SciTech Connect

    Samec, R. G.; Kring, J. D.; Robb, Russell; Van Hamme, W.; Faulkner, D. R.

    2015-03-01

    GSC 3208 1986 is an NSVS and TYCHO binary, first observed from 1999 to 2000. It is a W UMa binary with a period of 0.405 days. The present observations were taken in 2012 September and are of high precision, averaging a standard deviation of better than 5 mmag. The amplitude of the light curve is very nearly 0.5 mag yet it undergoes total eclipses. Dominion Astrophysical Observatory spectra give an F3V type (T∼6900 K) for the system, the earliest of the extreme mass ratio W UMa binaries. The linear period determination of 0.4045672 days was calculated with the two sets of epochs available. An early NSVS light curve reveals that the period has been smoothly decreasing over its past 12,000 orbits. The binary may be undergoing sinusoidal oscillations due to the presence of a third body, possibly with a period of 23±3 years. The high inclination of 85° results in a long duration secondary total eclipse, lasting some 49.5 minutes. Findings indicate that GSC 3208 1986 is an immaculate extreme mass ratio, q(m{sub 2}/m{sub 1}) = 0.24, A-type W UMa binary.

  7. Curious Variables Experiment (CURVE). Superhump Period Change Pattern in KS UMa and Other Dwarf Novae

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Olech, A.; Schwarzenberg-Czerny, A.; Kedzierski, P.; Zloczewski, K.; Mularczyk, K.; Wisniewski, M.

    2003-06-01

    We report extensive photometry of the dwarf nova KS UMa throughout its 2003 superoutburst till quiescence. During the superoutburst the star displayed clear superhumps with a mean period of P_sh=0.070092(23) days. In the middle stage of superoutburst the period was increasing with a rate of dot P/P=(21+/-12)*10^-5 and later was decreasing with a rate of dot P/P=-(21+/-8)*10^-5. At the end of superoutburst and during first dozen days of quiescence the star was showing late superhumps with a mean period of P_late=0.06926(2) days. This phenomenon was observed even 30 days after beginning of the superoutburst. In quiescence the star shows quasi-periodic modulations with amplitude reaching 0.5 mag. The most common structure observed during this stage was sinusoidal wave characterized by a period of about 0.1 days. Comparing KS UMa to other SU UMa stars we conclude that this group of dwarf novae shows decreasing superhump periods at the beginning and the end of superoutburst but increasing period in the middle phase.

  8. Optimization and comparison of ultrasound/microwave assisted extraction (UMAE) and ultrasonic assisted extraction (UAE) of lycopene from tomatoes.

    PubMed

    Lianfu, Zhang; Zelong, Liu

    2008-07-01

    The extracting technology including ultrasonic and microwave assisted extraction (UMAE) and ultrasonic assisted extraction (UAE) of lycopene from tomato paste were optimized and compared. The results showed that the optimal conditions for UMAE were 98 W microwave power together with 40 KHz ultrasonic processing, the ratio of solvents to tomato paste was 10.6:1 (V/W) and the extracting time should be 367 s; as for UAE, the extracting temperature was 86.4 degrees C, the ratio of the solvents to tomato paste was 8.0:1 (V/W) and the extracting time should be 29.1 min, while the percentage of lycopene yield was 97.4% and 89.4% for UMAE and UAE, respectively. These results implied that UMAE was far more efficient extracting method than UAE.

  9. The first photometric study of W UMa eclipsing binary OQ Dra

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Heidarnia, R.; Ebadi, H.; Rooydargard, H.

    2016-11-01

    The present study is an analysis of V-band CCD observations of new W UMa contact binary OQ Dra. To carry out the analysis, Primary and secondary minimum were obtained and new epoch was calculated. The computed period of system was 0.33967 day. Light curve analysis was performed using Binary Maker 3 and PHOEBE that uses the latest Wilson-Devinney code. We obtained photometric mass ratio of qptm = 0.55. O'Connell effect also was seen in the fitted model. Finally, the best model was achieved by introducing 2 spots on each component.

  10. LONG-TERM PHOTOMETRIC ANALYSIS OF THE ACTIVE W UMa-TYPE SYSTEM TU BOOTIS

    SciTech Connect

    Coughlin, Jeffrey L.; Dale, Horace A. III; Williamon, Richard M.

    2008-09-15

    We present multicolor light curves for the W UMa-type eclipsing binary TU Boo for two epochs separated by 22 years. An analysis of the O - C diagram indicates the earlier observations took place right in the middle of a major period change, thus allowing for a unique study on mass transfer and period changes in this W UMa-type system. We compute model fits to our light curves, along with the only other published set, using the Wilson-Devinney program, and find temporally correlated changes in the size of the secondary component with anomalies in the O - C diagram. We investigate the cause of these changes and find support for the existence of rapid, large-scale mass transfer between the components. We postulate that this interaction allows them to maintain nearly equal surface temperatures despite having achieved only marginal contact. We also find support for the evolutionary scenario in which TU Boo has undergone a mass ratio reversal in the past, due to large-scale mass transfer so that what is presently the secondary component of TU Boo is in an advanced evolutionary state, oversized due to a helium-enriched core, with a total system age of {>=}10 Gyr.

  11. BVR photometric study of NSVS 2607629. A high mass-ratio W-type W UMa system

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Gürol, Birol; Michel, Raul

    2017-02-01

    We present the results of our investigation of the geometrical and physical parameters of the W UMa-type binary system NSVS 2607629 based on CCD BVRc light curves and their analysis with the Wilson-Devinney code. New times of minima and light elements have been determined. We find that, as seen in eccentric systems, secondary minima do not occur at phase 0.5. According to our solution, the system is found to be a high mass-ratio W-type W UMa system. Combining our photometric solution with the emprical relation obtained for W UMa type systems by Dimitrov and Kjurkchieva (2015) we derive the masses and radii of the components of this eclipsing system as M1 = 0.44M⊙ , M2 = 0.73M⊙ , R1 = 0.57R⊙ and R2 = 0.71R⊙ . The evolutionary state of the system is also discussed.

  12. Survey of Period Variations of Superhumps in SU UMa-Type Dwarf Novae. IV. The Fourth Year (2011-2012)

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Kato, Taichi; Hambsch, Franz-Josef; Maehara, Hiroyuki; Masi, Gianluca; Miller, Ian; Noguchi, Ryo; Akasaka, Chihiro; Aoki, Tomoya; Kobayashi, Hiroshi; Matsumoto, Katsura; Nakagawa, Shinichi; Nakazato, Takuma; Nomoto, Takashi; Ogura, Kazuyuki; Ono, Rikako; Taniuchi, Keisuke; Stein, William; Henden, Arne; de Miguel, Enrique Kiyota, Seiichiro; Dubovsky, Pavol A.; Kudzej, Igor; Imamura, Kazuyoshi; Akazawa, Hidehiko; Takagi, Ryosuke; Wakabayashi, Yuya; Ogi, Minako; Tanabe, Kenji; Ulowetz, Joseph; Morelle, Etienne; Pickard, Roger D.; Ohshima, Tomohito; Kasai, Kiyoshi; Pavlenko, Elena P.; Antonyuk, Oksana I.; Baklanov, Aleksei V.; Antonyuk, Kirill; Samsonov, Denis; Pit, Nikolaj; Sosnovskij, Aleksei; Littlefield, Colin; Sabo, Richard; Ruiz, Javier; Krajci, Thomas; Dvorak, Shawn; Oksanen, Arto; Hirosawa, Kenji; Goff, William N.; Monard, Berto; Shears, Jeremy; Boyd, David; Voloshina, Irina B.; Shugarov, Sergey Yu.; Chochol, Drahomir; Miyashita, Atsushi; Pietz, Jochen; Katysheva, Natalia; Itoh, Hiroshi; Bolt, Greg; Andreev, Maksim V.; Parakhin, Nikolai; Malanushenko, Viktor; Martinelli, Fabio; Denisenko, Denis; Stockdale, Chris; Starr, Peter; Simonsen, Mike; Tristram, Paul J.; Fukui, Akihiko; Tordai, Tamas; Fidrich, Robert; Paxson, Kevin B.; Itagaki, Koh-ichi; Nakashima, Youichirou; Yoshida, Seiichi; Nishimura, Hideo; Kryachko, Timur V.; Samokhvalov, Andrey V.; Korotkiy, Stanislav A.; Satovski, Boris L.; Stubbings, Rod; Poyner, Gary; Muyllaert, Eddy; Gerke, Vladimir; MacDonald, Walter, II; Linnolt, Michael; Maeda, Yutaka; Hautecler, Hubert

    2013-02-01

    Continuing the project described by Kato et al. (2009, PASJ, 61, S395), we collected times of superhump maxima for 86 SU UMa-type dwarf novae, mainly observed during the 2011-2012 season. We confirmed general trends recorded in our previous studies, such as the relation between period derivatives and orbital periods. There are some systems showing positive period derivatives despite the long orbital period. We observed the 2011 outburst of the WZ Sge-type dwarf nova BW Scl, and recorded an O - C diagram similar to those of previously known WZ Sge-type dwarf novae. The WZ Sge-type dwarf nova OT J184228.1+483742 showed an unusual pattern of double outbursts composed of an outburst with early superhumps and one with ordinary superhumps. We propose an interpretation that a very small growth rate of the 3:1 resonance due to an extremely low mass-ratio led to quenching the superoutburst before the ordinary superhump appeared. We systematically studied ER UMa-type dwarf novae, and found that V1159 Ori showed positive superhumps similar to ER UMa in the 1990s. The recently recognized ER UMa-type object BK Lyn dominantly showed negative superhumps, and its behavior was very similar to the present-day state of ER UMa. The pattern of period variations in AM CVn-type objects was very similar to that of short-period hydrogen-rich SU UMa-type dwarf novae, making them a helium analogue of hydrogen-rich SU UMa-type dwarf novae. SBS 1108+574, a peculiar hydrogen-rich dwarf nova below the period minimum, showed a very similar pattern of period variations to those of short-period SU UMa-type dwarf novae. The mass-ratio derived from the detected orbital period suggests that this secondary is a somewhat evolved star whose hydrogen envelope was mostly stripped during the mass-exchange. CC Scl, MASTER OT J072948.66+593824.4, and OT J173516.9+154708 showed only low-amplitude superhumps with complex profiles. These superhumps are likely to be a combination of two closely separated periods.

  13. Multicolour high-speed photometry and Hα spectroscopy of XY UMa

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Kjurkchieva, D.; Marchev, D.; Ogloza, W.

    2000-02-01

    BVRI photometry and Hα -line spectroscopy of the short-period RS CVn-binary XY UMa are presented. The light curves as a whole as well as the two eclipse minima are asymmetric. The light level after the primary minimum is lower by about 0.04-0.05 mag than that after the secondary one. Two cool spots on the primary with sizes 20degr and 10degr , temperatures 4630 and 4330 K at middle latitudes reproduced well the distortion curve in all colours. The observed Hα profile is quite wide and asymmetric at most the phases out of the eclipses. The radial velocity curve is sinusoidal with semiamplitude K1=120.7+/- 2.9 km/s. The corresponding mass function of the system is 0.082Msun . The phase behaviour of the Hα -profile implies contribution of emission of the chromospheric regions above the photospheric spots.

  14. Buckets of Ash Track Tephra Flux From Halema`uma`u Crater, Hawai`i

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Swanson, Don; Wooten, Kelly; Orr, Tim

    2009-11-01

    The 2008-2009 eruption at Kīlauea Volcano's summit made news because of its eight small discrete explosive eruptions and noxious volcanic smog (vog) created from outgassing sulfur dioxide. Less appreciated is the ongoing, weak, but continuous output of tephra, primarily ash, from the new open vent in Halema`uma`u Crater. This tephra holds clues to processes causing the eruption and forming the new crater-in-a-crater, and its flux is important to hazard evaluations. The setting of the vent—easily accessible from the Hawaiian Volcano Observatory (HVO)—is unusually favorable for near-daily tracking of tephra mass flux during this small prolonged basaltic eruption. Recognizing this, scientists from HVO are collecting ash and documenting how ejection masses, components, and chemical compositions vary through time.

  15. Sonification of Kepler Field SU UMa Cataclysmic Variable Stars V344 Lyr and V1504 Cyg

    NASA Technical Reports Server (NTRS)

    Tutchton, Roxanne M.; Wood, Matt A.; Still, Martin D.; Howell, Steve B.; Cannizzo, John K.; Smale, Alan P.

    2012-01-01

    Sonification is the conversion of quantitative data into sound. In this work we explain the methods used in the sonification of light curves provided by the Kepler instrument from Q2 through Q6 for the cataclysmic variable systems V344 Lyr and V1504 Cyg . Both systems are SU UMa stars showing dwarf nova outbursts and superoutbursts as well as positive and negative superhumps. Focused sonifications were done from average pulse shapes of each superhump, and separate sonifications of the full, residual light curves were done for both stars. The audio of these data reflected distinct patterns within the evolutions of supercycles and superhumps that matched pervious observations and proved to be effective aids in data analysis.

  16. SU UMa dwarf novae in the period gap showing the negative superhumps

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Pavlenko, Elena

    2016-07-01

    There are only two known up to date SU UMa dwarf novae in the period gap showing the negative superhumps, namely, MN Dra and 1RXS J003828.7+250920. We present the results of X-ray and spectral investigation for 1RXS J003828.7+250920, multicolor optical investigation for 1RXS J003828.7+250920 and MN Dra at different stages of their activity in 2011-2016 years. We discuss a finding of the accretion disc radius for both dwarf novae, its variation during separated intervals between outbursts for MN Dra as well as high and low temperature regions in quiescent accretion disk for 1RXS J003828.7+250920.

  17. VizieR Online Data Catalog: Search for UMa group companions (Ammler-von Eiff+, 2016)

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Ammler-von Eiff, M.; Bedalov, A.; Kranhold, C.; Mugrauer, M.; Schmidt, T. O. B.; Neuhaeuser, R.; Errmann, R.

    2016-03-01

    The astrometric and photometric data of companion candidates of members of the Ursa Major (UMa) group are presented. They were identified by coronagraphic observations obtained with the S27 camera of NACO at the ESO VLT, Chile, in 2003-2006. Most of the candidates were observed a second time to assess whether they share the proper motion of the star. For this purpose, the change in position with respect to the star was compared to the stellar parallactic and proper motion known from Hipparcos. This way, all candidates with two epochs of observations were rejected being distant background objects. The layout of the included table deviates from the article version to facilitate automatic reading, i.e. the epoch date and the primary name are added to each row, and the candidate identifier is added to the corresponding data set for each epoch. (2 data files).

  18. Photometric and Period Investigation of the Late F-type Overcontact Binary II UMa

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Zhou, X.; Qian, S.-B.; Zhang, J.; Zhang, B.; Kreiner, J.

    2016-03-01

    II UMa is a late F-type (F5) contact binary with a close-in tertiary and a distant visual companion. According to the four-color (B V RcIc) light curves’ solutions of II UMa, it is a high fill-out (f = 86.6%) and low-mass ratio (q = 0.172) contact binary system, which indicates that it is at the late evolutionary stage of late-type tidal-locked binary stars. The masses of the primary star and secondary star are calculated to be {M}1=1.99{M}⊙ and {M}2=0.34{M}⊙ . The primary star has evolved from the zero-age main sequence, but it still appeared before the terminal-age main sequence, and the secondary star is even more evolved. Considering the mass ratio ({M}3/{M}1=0.67) obtained by spectroscopic observations, the mass of the close-in tertiary is estimated to be {M}3=1.34{M}⊙ . The period variations of the binary system are investigated for the first time. According to the observed-calculated (O-C) curve analysis, a continuous period increase at a rate of {dP}/{dt}=4.88× {10}-7 {day} {{yr}}-1 is determined. The parabolic variation in the O-C curve may be part of a cyclic period of change, or the combined period of change of a parabolic variation and a cyclic one. More instances of minimum light are needed to confirm this. The presence of the tertiary component may play an important role in the formation and evolution of this binary system by drawing angular momentum from the central system during the pre-contact stage.

  19. Survey of Period Variations of Superhumps in SU UMa-Type Dwarf Novae. II The Second Year (2009-2010)

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Kato, Taichi; Maehara, Hiroyuki; Uemura, Makoto; Henden, Arne; Miguel, Enrique De; Miller, Ian; Dubovsky, Pavol A.; Kudzej, Igor; Kiyota, Seiichiro; Hambsch, Franz-Josef; Tanabe, Kenji; Imamura, Kazuyoshi; Kunitomi, Nanae; Takagi, Ryosuke; Nose, Mikiha; Akazawa, Hidehiko; Masi, Gianluca; Nakagawa, Shinichi; Iino, Eriko; Noguchi, Ryo; Matsumoto, Katsura; Fujii, Daichi; Kobayashi, Hiroshi; Ogura, Kazuyuki; Ohtomo, Sachi; Yamashita, Kousei; Yanagisawa, Hirofumi; Itoh, Hiroshi; Bolt, Greg; Monard, Berto; Ohshima, Tomohito; Shears, Jeremy; Ruiz, Javier; Imada, Akira; Oksanen, Arto; Nelson, Peter; Gomez, Tomas L.; Staels, Bart; Boyd, David; Voloshina, Irina B.; Krajci, Thomas; Crawford, Tim; Stockdale, Chris; Richmond, Michael; Morelle, Etienne; Novák, Rudolf; Nogami, Daisaku; Ishioka, Ryoko; Brady, Steve; Simonsen, Mike; Pavlenko, Elena P.; Ringwald, Frederick A.; Kuramoto, Tetsuya; Miyashita, Atsushi; Pickard, Roger D.; Hynek, Tomáš; Dvorak, Shawn; Stubbings, Rod; Muyllaert, Eddy

    2010-12-01

    Continued from Kato et al. (2009, PASJ, 61, S395), we collected the times of superhump maxima for 68 SU UMa-type dwarf novae, mainly observed during the 2009-2010 season. The newly obtained data confirmed the basic findings reported in Kato et al. (ibid.): the presence of stages A-C and the predominance of positive period derivatives during stage B in systems with superhump periods shorter than 0.07 d. There was a systematic difference in the period derivatives for the systems with superhump periods longer than 0.075 d between this study and Kato et al. (ibid.). We suggest that this difference was possibly caused by a relative lack of frequently outbursting SU UMa-type dwarf novae in this period regime in the present study. We recorded a strong beat phenomenon during the 2009 superoutburst of IY UMa. A close correlation between the beat period and the superhump period suggests that the changing angular velocity of the apsidal motion of the elliptical disk is responsible for the variation of the superhump periods. We also described three new WZ Sge-type objects with established early superhumps and one with likely early superhumps. We suggest that two systems, VX For and EL UMa, are WZ Sge-type dwarf novae with multiple rebrightenings. The O - C variation in OT J213806.6+261957 suggests that the frequent absence of rebrightenings in very short-Porb objects can be the result of a sustained superoutburst plateau at the epoch when usual SU UMa-type dwarf novae return to quiescence, preceding a rebrightening. We also present a formulation for a variety of Bayesian extensions to traditional period analyses.

  20. The LEECH Exoplanet Imaging Survey: Orbit and Component Masses of the Intermediate-Age, Late-Type Binary NO UMa

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Schlieder, Joshua E.; Skemer, Andrew J.; Maire, Anne-Lise; Desidera, Silvano; Hinz, Philip; Skrutskie, Michael F.; Leisenring, Jarron; Bailey, Vanessa; Defrère, Denis; Esposito, Simone; Strassmeier, Klaus G.; Weber, Michael; Biller, Beth A.; Bonnefoy, Mickaël; Buenzli, Esther; Close, Laird M.; Crepp, Justin R.; Eisner, Josh A.; Hofmann, Karl-Heinz; Henning, Thomas; Morzinski, Katie M.; Schertl, Dieter; Weigelt, Gerd; Woodward, Charles E.

    2016-02-01

    We present high-resolution Large Binocular Telescope LBTI/LMIRcam images of the spectroscopic and astrometric binary NO UMa obtained as part of the LBT Interferometer Exozodi Exoplanet Common Hunt exoplanet imaging survey. Our H-, Ks-, and L‧-band observations resolve the system at angular separations <0.″09. The components exhibit significant orbital motion over a span of ∼7 months. We combine our imaging data with archival images, published speckle interferometry measurements, and existing spectroscopic velocity data to solve the full orbital solution and estimate component masses. The masses of the K2.0 ± 0.5 primary and K6.5 ± 0.5 secondary are 0.83 ± 0.02 M⊙ and 0.64 ± 0.02 M⊙, respectively. We also derive a system distance of d = 25.87 ± 0.02 pc and revise the Galactic kinematics of NO UMa. Our revised Galactic kinematics confirm NO UMa as a nuclear member of the ∼500 Myr old Ursa Major moving group, and it is thus a mass and age benchmark. We compare the masses of the NO UMa binary components to those predicted by five sets of stellar evolution models at the age of the Ursa Major group. We find excellent agreement between our measured masses and model predictions with little systematic scatter between the models. NO UMa joins the short list of nearby, bright, late-type binaries having known ages and fully characterized orbits. Based on data obtained with the STELLA robotic telescope in Tenerife, an AIP facility jointly operated by AIP and IAC.

  1. THE LEECH EXOPLANET IMAGING SURVEY: ORBIT AND COMPONENT MASSES OF THE INTERMEDIATE-AGE, LATE-TYPE BINARY NO UMa

    SciTech Connect

    Schlieder, Joshua E.; Skemer, Andrew J.; Hinz, Philip; Leisenring, Jarron; Defrère, Denis; Close, Laird M.; Eisner, Josh A.; Maire, Anne-Lise; Desidera, Silvano; Skrutskie, Michael F.; Bailey, Vanessa; Esposito, Simone; Strassmeier, Klaus G.; Weber, Michael; Biller, Beth A.; Bonnefoy, Mickaël; Buenzli, Esther; Henning, Thomas; Crepp, Justin R.; Hofmann, Karl-Heinz; and others

    2016-02-10

    We present high-resolution Large Binocular Telescope LBTI/LMIRcam images of the spectroscopic and astrometric binary NO UMa obtained as part of the LBT Interferometer Exozodi Exoplanet Common Hunt exoplanet imaging survey. Our H-, K{sub s}-, and L′-band observations resolve the system at angular separations <0.″09. The components exhibit significant orbital motion over a span of ∼7 months. We combine our imaging data with archival images, published speckle interferometry measurements, and existing spectroscopic velocity data to solve the full orbital solution and estimate component masses. The masses of the K2.0 ± 0.5 primary and K6.5 ± 0.5 secondary are 0.83 ± 0.02 M{sub ⊙} and 0.64 ± 0.02 M{sub ⊙}, respectively. We also derive a system distance of d = 25.87 ± 0.02 pc and revise the Galactic kinematics of NO UMa. Our revised Galactic kinematics confirm NO UMa as a nuclear member of the ∼500 Myr old Ursa Major moving group, and it is thus a mass and age benchmark. We compare the masses of the NO UMa binary components to those predicted by five sets of stellar evolution models at the age of the Ursa Major group. We find excellent agreement between our measured masses and model predictions with little systematic scatter between the models. NO UMa joins the short list of nearby, bright, late-type binaries having known ages and fully characterized orbits.

  2. Phenomenological Parameters of the Prototype Eclipsing Binaries Algol, β Lyrae and W UMa

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Tkachenko, Mariia G.; Andronov, Ivan L.; Chinarova, Lidia L.

    2016-12-01

    The phenomenological parameters of eclipsing binary stars, which are the prototypes of the EA, EB and EW systems are determined using the expert complex of computer programs, which realizes the NAV ("New Algol Variable") algorithm (Andronov 2010, 2012) and its possible modifications are discussed, as well as constrains for estimates of some physical parameters of the systems in a case of photometric observations only, such as the degree of eclipse, ratio of the mean surface brightnesses of the components. The half-duration of the eclipse is 0.0617(7), 0.1092(18) and 0.1015(7) for Algol, β Lyrae and W UMa, respectively. The brightness ratio is 6.8±1.0, 4.9±1.0 and 1.15±0.13. These results show that the eclipses have distinct begin and end not only in EA (as generally assumed), but also in EB and EW - type systems as well. The algorithm may be applied to classification and study of the newly discovered (or poorly studied) eclipsing variables based on own observations or that obtained using photometric surveys.

  3. Curious Variables Experiment (CURVE). RZ LMi - the Most Active SU UMa Star

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Olech, A.; Wisniewski, M.; Zloczewski, K.; Cook, L. M.; Mularczyk, K.; Kedzierski, P.

    2008-06-01

    We report extensive photometry of the frequently outbursting dwarf nova RZ Leo Minoris. During two seasons of observations we detected 12 superoutbursts and 7 normal outbursts. The V magnitude of the star varied in range from 16.5 mag to 13.9 mag. The superoutbursts occur quite regularly flashing every 19.07(4) days and lasting slightly over 10 days. The average interval between two successive normal outbursts is 4.027(3) days. The mean superhump period observed during the superoutbursts is P_sh=0.059396(4) days (85.530+/-0.006 min). The period of the superhumps was constant except for one superoutburst when it increased with a rate of dot P/P_sh=7.6(1.9)x10^-5. Our observations indicate that RZ LMi enters the stage of permanent superhumps, both in superoutbursts and quiescence. This may indicate that decoupling of thermal and tidal instabilities play important role in ER UMa systems. No periodic light variations which can be connected with orbital period of the binary were seen, thus the mass ratio and evolutionary status of RZ LMi are still unknown.

  4. An Orbital Period Study of the W UMa-Type Binary RZ Comae Berenicis

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Qian, Sheng-Bang; He, Jia-Jia

    2005-12-01

    New photoelectric and CCD photometry observations of a short-period W UMa-type binary system, RZ Com, are presented. The light curves of Broglia (1960, Contr. Milano-Merate, 165) were symmetric in V band, while the present light curve shows a typical O'Connell effect, with Maximum I brighter than Maximum II by 0.015mag. It is found that the light curve of the binary star has changed from W-subtype to A-subtype according to Binnendijk's classification. This variation may be caused by the activity of dark spot on the primary component. Combining four newly determined times of the light minimum with others published in the literature, the orbital period change of the system was investigated. A small-amplitude oscillation (A = 0.0058 d), with a period of 44.8yr has been discovered to be superimposed on a long-term period increase with a rate of dP/dt = +4.12 × 10-8 d yr-1. The period oscillation can be explained either by the light-time effect via the presence of an unseen third body or by magnetic-activity cycles of the components. The mass ratio of RZ Com is q = 0.43. The secular period variation is in agreement with the conclusions of Qian (2001, MNRAS, 328, 914; 2003, MNRAS, 342, 1260). This indicates that it is on the TRO-controlled stage of the evolutionary scheme proposed by Qian.

  5. Implementation of UMA concept in advanced Internet environments using MPEG-21

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Rovira, Marc; Freixes, Marc; Lopez, Alejandro; Fernandez, Gabriel

    2005-10-01

    This work presents a partial development within the Internet2 Catalan project called "Integrated Project" which aims to design and build an advanced Internet environment based on Universal Multimedia Access (UMA) concept using MPEG-21 standard tools in order to enable transparent and augmented use of multimedia content across a wide range of networks, devices and by different users. The project is integrated with several modules using Web Service architecture in an interoperable manner to accomplish a complete distributed system. Within this framework, the DI Management & Personalization module provides services such as content recommendation, advanced searches, best content adaptation possibilities and session mobility management. By means of cataloguing tools, user preferences setting and update according to user's habit consumption, it offers content recommendations taking also into account user preferences, terminal capabilities, and network characteristics. Finally, during the consumption process, the Adaptation Decision Engine selects the best adaptation process in each case taking into account network characteristics, terminal capabilities, and state of AV content transcoding servers. The module provides extensive use of MPEG-21 and MPEG-7 standards ensuring interoperability with other similar systems.

  6. VizieR Online Data Catalog: HD 163151: a new W UMa type system (Rodriguez+ 1998)

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Rodríguez, E.; Claret, A.; García, J. M.; Zerbi, F. M.; Garrido, R.; Martín, S.; Akan, C.; Luedeke, K.; Keskin, V.; Ibanoglu, C.; Evren, S.; Tunca, Z.; Pekunlu, R.; Paparo, M.; Nuspl, J.; Krisciunas, K.; Jiang, S. Y.

    1998-06-01

    Table 2 contains 408 simultaneous measurements collected in each of the four uvby colours of the Stromgren photometric system for the W UMa system HD 163151. The data are magnitude differences (Du, Dv, Db, Dy, D(b-y), Dm1, Dc1) of the variable star minus comparison star in the standard system versus Heliocentric Julian Day. Tables 3, 4 and 5 are the same, but for Hβ (65 points), Johnson B data (212 points) and Johnson V data (355 points). The comparison star is HD 166095. The origin in time is the Julian Day 2449858. The observations were carried out (by E. Rodriguez, A. Claret, J.M. Garcia, F.M. Zerbi, R. Garrido, S. Martin, C. Akan, K. Luedeke, V. Keskin, C. Ibanoglu, S. Evren, Z. Tunca, R. Pekunlu, M. Paparo, J. Nuspl, K. Krisciunas and S.Y. Jiang) in 1995 during the course of a multisite campaign. The following telescopes were used: 90cm telescope of the Sierra Nevada Observatory, Spain (uvby-Hβ photometry); 50cm telescope at the Ege University Observatory, Turkey (BV-uvby); 50cm telescope at Piszkesteto mountain station, Konkoly Observatory, Hungary (BV); 50cm telescope at the Merate Observatory, Italy (V); 30cm telescope at Albuquerque, New Mexico, USA (V) and 15cm telescope at Mauna Kea, Hawaii, USA (V). (4 data files).

  7. Survey of period variations of superhumps in SU UMa-type dwarf novae. V. The fifth year (2012-2013)

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Kato, Taichi; Hambsch, Franz-Josef; Maehara, Hiroyuki; Masi, Gianluca; Nocentini, Francesca; Dubovsky, Pavol A.; Kudzej, Igor; Imamura, Kazuyoshi; Ogi, Minako; Tanabe, Kenji; Akazawa, Hidehiko; Krajci, Thomas; Miller, Ian; de Miguel, Enrique; Henden, Arne; Noguchi, Ryo; Ishibashi, Takehiro; Ono, Rikako; Kawabata, Miho; Kobayashi, Hiroshi; Sakai, Daisuke; Nishino, Hirochika; Furukawa, Hisami; Masumoto, Kazunari; Matsumoto, Katsura; Littlefield, Colin; Ohshima, Tomohito; Nakata, Chikako; Honda, Satoshi; Kinugasa, Kenzo; Hashimoto, Osamu; Stein, William; Pickard, Roger D.; Kiyota, Seiichiro; Pavlenko, Elena P.; Antonyuk, Oksana I.; Baklanov, Aleksei V.; Antonyuk, Kirill; Samsonov, Denis; Pit, Nikolaj; Sosnovskij, Aleksei; Oksanen, Arto; Harlingten, Caisey; Tyyskä, Jenni; Monard, Berto; Shugarov, Sergey Yu.; Chochol, Drahomir; Kasai, Kiyoshi; Maeda, Yutaka; Hirosawa, Kenji; Itoh, Hiroshi; Sabo, Richard; Ulowetz, Joseph; Morelle, Etienne; Michel, Raúl; Suárez, Genaro; James, Nick; Dvorak, Shawn; Voloshina, Irina B.; Richmond, Michael; Staels, Bart; Boyd, David; Andreev, Maksim V.; Parakhin, Nikolai; Katysheva, Natalia; Miyashita, Atsushi; Nakajima, Kazuhiro; Bolt, Greg; Padovan, Stefano; Nelson, Peter; Starkey, Donn R.; Buczynski, Denis; Starr, Peter; Goff, William N.; Denisenko, Denis; Kochanek, Christopher S.; Shappee, Benjamin; Stanek, Krzysztof Z.; Prieto, José L.; Itagaki, Koh-ichi; Kaneko, Shizuo; Stubbings, Rod; Muyllaert, Eddy; Shears, Jeremy; Schmeer, Patrick; Poyner, Gary; Rodríguez-Marco, Miguel

    2014-04-01

    Continuing the project described in Kato et al. (2009, PASJ, 61, S395), we collected times of superhump maxima for SU UMa-type dwarf novae mainly observed during the 2012-2013 season. We found three objects (V444 Peg, CSS J203937, and MASTER J212624) having strongly positive period derivatives despite the long orbital period (Porb). By using the period of growing stage (stage A) superhumps, we obtained mass ratios for six objects. We characterized nine new WZ Sge-type dwarf novae. We made a pilot survey of the decline rate in the slowly fading parts of SU UMa-type and WZ Sge-type outbursts. The decline time scale was found to generally follow an expected P_orb^{1/4} dependence, and WZ Sge-type outbursts also generally follow this trend. There are some objects which show slower decline rates, and we consider these objects good candidates for period bouncers. We also studied unusual behavior in some objects, including BK Lyn which made a transition from an ER UMa-type state to a novalike (standstill) state in 2013, and unusually frequent occurrences of superoutbursts in NY Ser and CR Boo. We applied the least absolute shrinkage and selection operator (Lasso) power spectral analysis, which has been proven to be very effective in analyzing the Kepler data, to the ground-based photometry of BK Lyn, and detected a dramatic disappearance of the signal of negative superhumps in 2013. We suggested that the mass-transfer rates did not strongly vary between the ER UMa-type state and novalike state in BK Lyn, and this transition was less likely caused by a systematic variation of the mass-transfer rate.

  8. Backyard Research on Cataclysmic Variables by a Consortium of Professional and Amateur Astronomers: DV UMa-A Case Study

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Vanmunster, T.

    2006-06-01

    The Center for Backyard Astrophysics (CBA) is a multi-longitude network of small photometric telescopes, owned by talented amateurs, who study periodic phenomena in Cataclysmic Variables (CVs). The CBA is among the leading examples of successful partnerships between professional and amateur enthusiasts, producing vast amounts of high-quality variable star data. This poster paper highlights observational CBA results obtained on DV UMa, a most interesting eclipsing UGSU-type dwarf nova, that has been intensively monitored during its April 1997 superoutburst.

  9. First Photometric Investigation of the Newly Discovered W UMa-type Binary Star MR Com

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Qian, S.-B.; Liu, N.-P.; Liao, W.-P.; He, J.-J.; Liu, L.; Zhu, L.-Y.; Wang, J.-J.; Zhao, E.-G.

    2013-08-01

    By analyzing multi-color light curves of the newly discovered W UMa-type binary, MR Com, we discovered that it is a shallow-contact binary with a degree of contact factor of f = 10.0% ± 2.1%. Photometric solutions reveal that MR Com is a W-type system with a mass ratio of q = 3.9 where the less massive component is about 90 K hotter than the more massive one. By investigating all of the available times of minimum light, we found that the general trend of the Observed-Calculated (O - C) curve shows a downward parabolic variation while it undergoes a cyclic variation with a small amplitude of 0.0031 days and a period of 10.1 yr. The downward parabolic change corresponds to a long-term decrease in the orbital period at a rate of \\dot{P}=-5.3\\times {10^{-7}} days yr-1 that may be caused by a combination of a mass transfer and an angular momentum loss (AML) via magnetic braking. Among the 16 shallow-contact systems with a decreasing orbital period, MR Com has the lowest mass ratio (e.g., 1/q = 0.26). The shallow-contact configuration, the low-mass ratio, and the long-term period decrease all suggest that systems similar to MR Com are on the AML-controlled stage of the evolutionary scheme proposed by Qian. They will oscillate around a critical mass ratio and evolve into a deep contact with a higher mass ratio. The small-amplitude cyclic change in the O - C curve was analyzed for the light-travel time effect via the presence of an extremely cool stellar companion.

  10. BVRI Photometric Study of the Twin, Detached, Near-Contact W UMA Binary, GQ Cancri

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Caton, Daniel B.; Samec, Ronald G.; Olsen, Amber; Van Hamme, Walter V.; Faulkner, Danny R.

    2017-01-01

    CCD BVRcIc light curves of GQ Cancri were observed in April, 2013 on the SARA North 0.9-m Telescope at Kitt Peak National Observatory in Arizona in remote mode. It is a high amplitude (V~0.9-mag) K0-type eclipsing binary (T1~5250 K) with a photometrically determined mass ratio of M2/M1= 0.99. Its spectral type classifies it as a pre-contact W UMa Binary (PCWB). Binary Maker fits and the Wilson-Devinney Mode 2 solutions show that the binary has a detached binary configuration with fill-outs of 94 and 98% for the primary and secondary component, respectively. As expected, the light curve is asymmetric due to spot activity.Three times of minimum light were calculated, for 2 primary and 1 secondary eclipses from our present observations:HJD I = 2456390.66196±0.00002, 2456406.7056±0.0001HJD II = 2456405.6505±0.0002In total, some 20 times of minimum light covering 17 years of observation were used to determine the following linear ephemeris:JDHelMinI=2456406.70556±0. 00088d + 0. 42220887± 0.00000009 × EAn ephemeris with a weak negative quadratic term with a one probable error significance.It is noted that the solution remained in a detached state for every iteration of the computer runs. The components are truly twins with a computed temperature difference of only 25 K, with the flux of the primary component accounting for 52% of the systems light in B,V,Rc and Ic. A 15 degree equatorial hot spot was iterated on the primary component.

  11. Land use impacts on river health of Uma Oya, Sri Lanka: implications of spatial scales.

    PubMed

    Jayawardana, J M C K; Gunawardana, W D T M; Udayakumara, E P N; Westbrooke, M

    2017-04-01

    Human actions on landscapes are a principal threat to the ecological integrity of river ecosystems worldwide. Tropical landscapes have been poorly investigated in terms of the impact of catchment land cover alteration on water quality and biotic indices in comparison to temperate landscapes. Effects of land cover in the catchment at two spatial scales (catchment and site) on stream physical habitat quality, water quality, macroinvertebrate indices and community composition were evaluated for Uma Oya catchment in the upper Mahaweli watershed, Sri Lanka. The relationship between spatial arrangement of land cover in the catchment and water quality, macroinvertebrate indices and community composition was examined using univariate and multivariate approaches. Results indicate that chemical water quality variables such as conductivity and total dissolved solids are mostly governed by the land cover at broader spatial scales such as catchment scale. Shannon diversity index was also affected by catchment scale forest cover. In stream habitat features, nutrients such as N-NO3(-), macroinvertebrate family richness, %shredders and macroinvertebrate community assemblages were predominantly influenced by the extent of land cover at 200 m site scale suggesting that local riparian forest cover is important in structuring macroinvertebrate communities. Thus, this study emphasizes the importance of services provided by forest cover at catchment and site scale in enhancing resilience of stream ecosystems to natural forces and human actions. Findings suggest that land cover disturbance effects on stream ecosystem health could be predicted when appropriate spatial arrangement of land cover is considered and has widespread application in the management of tropical river catchments.

  12. Infrasonic harmonic tremor and degassing bursts from Halema'uma'u Crater, Kilauea Volcano, Hawaii

    USGS Publications Warehouse

    Fee, David; Garcés, Milton; Patrick, Matt; Chouet, Bernard; Dawson, Phil; Swanson, Donald A.

    2010-01-01

    The formation, evolution, collapse, and subsequent resurrection of a vent within Halema'uma'u Crater, Kilauea Volcano, produced energetic and varied degassing signals recorded by a nearby infrasound array between 2008 and early 2009. After 25 years of quiescence, a vent-clearing explosive burst on 19 March 2008 produced a clear, complex acoustic signal. Near-continuous harmonic infrasonic tremor followed this burst until 4 December 2008, when a period of decreased degassing occurred. The tremor spectra suggest volume oscillation and reverberation of a shallow gas-filled cavity beneath the vent. The dominant tremor peak can be sustained through Helmholtz oscillations of the cavity, while the secondary tremor peak and overtones are interpreted assuming acoustic resonance. The dominant tremor frequency matches the oscillation frequency of the gas emanating from the vent observed by video. Tremor spectra and power are also correlated with cavity geometry and dynamics, with the cavity depth estimated at ~219 m and volume ~3 x 106 m3 in November 2008. Over 21 varied degassing bursts were observed with extended burst durations and frequency content consistent with a transient release of gas exciting the cavity into resonance. Correlation of infrasound with seismicity suggests an open system connecting the atmosphere to the seismic excitation process at depth. Numerous degassing bursts produced very long period (0.03-0.1 Hz) infrasound, the first recorded at Kilauea, indicative of long-duration atmospheric accelerations. Kilauea infrasound appears controlled by the exsolution of gas from the magma, and the interaction of this gas with the conduits and cavities confining it.

  13. V344 Lyrae: A Touchtone SU UMa Cataclysmic Variable in the Kepler Field

    NASA Technical Reports Server (NTRS)

    Smale, Alan P.; Wood, Matt A.; Still, Martin D.; Howell, Steve B.; Cannizzo, John K.

    2012-01-01

    We report on the analysis of the Kepler short-cadence (SC) light curve of V344 Lyr obtained during 2009 June 20 through 2010 Mar 19 (Q2-Q4). The system is an SU UMa star showing dwarf nova outbursts and superoutbursts, and promises to be a touchstone for CV studies for the foreseeable future. The system displays both positive and negative super humps with periods of 2.20 and 2.06-hr, respectively, and we identify an orbital period of 2.11-hr. The positive super humps have a maximum amplitude of approximately 0.025-mag, the negative super humps a maximum amplitude of approximately 0.8 mag, and the orbital period at quiescence has an amplitude of approximately 0.025 mag. The quality of the Kepler data is such that we can test vigorously the models for accretion disk dynamics that have been emerging in the past several years. The SC data for V344 Lyr are consistent with the model that two physical sources yield positive superhumps: early in the superoutburst. the superhump signal is generated by viscous dissipation within the periodically flexing disk. but late in the superoutburst, the signal is generated as the accretion stream bright spot sweeps around the rim of the non-axisymmetric disk. The disk super humps are roughly anti-phased with the stream/late superhumps. The V344 Lyr data also reveal negative super humps arising from accretion onto a tilted disk precessing in the retrograde direction, and suggest that negative superhumps may appear during the decline of DN outbursts. The period of negative superhumps has a positive P(raised dot) in between outbursts.

  14. An extensive analysis of the triple W UMa type binary FI BOO

    SciTech Connect

    Christopoulou, P.-E.; Papageorgiou, A.

    2013-12-01

    We present a detailed analysis of the interesting W UMa binary FI Boo in view of the spectroscopic signature of a third body through photometry, period variation, and a thorough investigation of solution uniqueness. We obtained new BVR{sub c}I{sub c} photometric data that, when combined with spectroscopic data, enable us to analyze the system FI Boo and determine its basic orbital and physical properties through PHOEBE, as well as the period variation by studying the times of the minima. This combined approach allows us to study the long-term period changes in the system for the first time in order to investigate the presence of a third body and to check extensively the solution uniqueness and the uncertainties of derived parameters. Our modeling indicates that FI Boo is a W-type moderate (f = 50.15% ± 8.10%) overcontact binary with component masses of M {sub h} = 0.40 ± 0.05 M {sub ☉} and M {sub c} = 1.07 ± 0.05 M {sub ☉}, temperatures of T {sub h} = 5746 ± 33 K and T {sub c} = 5420 ± 56 K, and a third body, which may play an important role in the formation and evolution. The results were tested by heuristic scanning and parameter kicking to provide the consistent and reliable set of parameters that was used to obtain the initial masses of the progenitors (1.71 ± 0.10 M {sub ☉} and 0.63 ± 0.01 M {sub ☉}, respectively). We also investigated the evolutionary status of massive components with several sets of widely used isochrones.

  15. THE FIRST PHOTOMETRIC INVESTIGATION OF THE NEGLECTED W-UMa-TYPE BINARY STAR UZ CMi

    SciTech Connect

    Qian, S.-B.; Li, K.; Liao, W.-P.; Liu, L.; Zhu, L.-Y.; He, J.-J.; Wang, J.-J.; Zhao, E.-G.

    2013-04-15

    UZ CMi was a W-UMa-type binary star found more than 80 years ago. However, it has been neglected in photometric investigations. Here, the first complete light curves in the B, V, R, and I bands are presented and analyzed using the Wilson and Devinney method. It is discovered that UZ CMi is a contact binary (f = 38.4({+-} 2.3)%) with a mass ratio of 0.45. The derived orbital inclination (i = 87 Degree-Sign ) indicates that it is a total eclipsing binary, which suggests that the determined parameters are reliable. By using 17 new eclipse times together with those collected from the literature, we found that the general trend of the observed-calculated (O - C) curve shows an upward parabolic variation that corresponds to a long-term increase in the orbital period at a rate of P-dot = +4.1 x 10{sup -8} days yr{sup -1}. The continuous increase may be caused by a mass transfer from the less massive component to the more massive one. This suggests that UZ CMi is in the thermal relaxation oscillation controlled stage of the evolutionary scheme proposed by Qian. UZ CMi will oscillate around a critical mass ratio and the contact configuration cannot be broken. After the upward parabolic change was removed, the (O - C){sub 2} curve of the photoelectric and charge-coupled device data revealed a cyclic variation with a small amplitude of 0.0026 days and a period of 21.1 yr. The cyclic change was analyzed for the light-travel time effect via the presence of an extremely cool stellar companion.

  16. Survey of Period Variations of Superhumps in SU UMa-Type Dwarf Novae

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Kato, Taichi; Imada, Akira; Uemura, Makoto; Nogami, Daisaku; Maehara, Hiroyuki; Ishioka, Ryoko; Baba, Hajime; Matsumoto, Katsura; Iwamatsu, Hidetoshi; Kubota, Kaori; Sugiyasu, Kei; Soejima, Yuichi; Moritani, Yuuki; Ohshima, Tomohito; Ohashi, Hiroyuki; Tanaka, Junpei; Sasada, Mahito; Arai, Akira; Nakajima, Kazuhiro; Kiyota, Seiichiro; Tanabe, Kenji; Imamura, Kazuyoshi; Kunitomi, Nanae; Kunihiro, Kenji; Taguchi, Hiroki; Koizumi, Mitsuo; Yamada, Norimi; Nishi, Yuichi; Kida, Mayumi; Tanaka, Sawa; Ueoka, Rie; Yasui, Hideki; Maruoka, Koichi; Henden, Arne; Oksanen, Arto; Moilanen, Marko; Tikkanen, Petri; Aho, Mika; Monard, Berto; Itoh, Hiroshi; Dubovsky, Pavol A.; Kudzej, Igor; Dancikova, Radka; Vanmunster, Tonny; Pietz, Jochen; Bolt, Greg; Boyd, David; Nelson, Peter; Krajci, Thomas; Cook, Lewis M.; Torii, Ken'ichi; Starkey, Donn R.; Shears, Jeremy; Jensen, Lasse-Teist; Masi, Gianluca; Hynek, Tomáš; Nová; K, Rudolf; Kociá; N, Radek; Krá; L, Lukáš; Kučá; Ková, Hana; Kolasa, Marek; Štastný, Petr; Staels, Bart; Miller, Ian; Sano, Yasuo; de Ponthière, Pierre; Miyashita, Atsushi; Crawford, Tim; Brady, Steve; Santallo, Roland; Richards, Tom; Martin, Brian; Buczynski, Denis; Richmond, Michael; Kern, Jim; Davis, Stacey; Crabtree, Dustin; Beaulieu, Kevin; Davis, Tracy; Aggleton, Matt; Morelle, Etienne; Pavlenko, Elena P.; Andreev, Maksim; Baklanov, Alexander; Koppelman, Michael D.; Billings, Gary; Urbancok, L'ubomír; Ögmen, Yenal; Heathcote, Bernard; Gomez, Tomas L.; Voloshina, Irina; Retter, Alon; Mularczyk, Krzysztof; Zoczewski, Kamil; Olech, Arkadiasz; Kedzierski, Piotr; Pickard, Roger D.; Stockdale, Chris; Virtanen, Jani; Morikawa, Koichi; Hambsch, Franz-Josef; Garradd, Gordon; Gualdoni, Carlo; Geary, Keith; Omodaka, Toshihiro; Sakai, Nobuyuki; Michel, Raul; Cárdenas, A. A.; Gazeas, Kosmas D.; Niarchos, Panos G.; Yushchenko, Alexander V.; Mallia, Franco; Fiaschi, Marco; Good, Gerry A.; Walker, Stan; James, Nick; Douzu, Ken-Ichi; Julian, Wm Mack, II; Butterworth, Neil D.; Shugarov, Sergey Yu.; Volkov, Igor; Chochol, Drahomir; Katysheva, Natalia; Rosenbush, Alexander E.; Khramtsova, Maria; Kehusmaa, Petri; Reszelski, Maciej; Bedient, James; Liller, William; Pojmanski, Grzegorz; Simonsen, Mike; Stubbings, Rod; Schmeer, Patrick; Muyllaert, Eddy; Kinnunen, Timo; Poyner, Gary; Ripero, Jose; Kriebel, Wolfgang

    2009-12-01

    We systematically surveyed period variations of superhumps in SU UMa-type dwarf novae based on newly obtained data and past publications. In many systems, the evolution of the superhump period is found to be composed of three distinct stages: an early evolutionary stage with a longer superhump period, a middle stage with systematically varying periods, and a final stage with a shorter, stable superhump period. During the middle stage, many systems with superhump periods of less than 0.08 d show positive period derivatives. We present observational characteristics of these stages and give greatly improved statistics. Contrary to an earlier claim, we found no clear evidence for a variation of period derivatives among different superoutbursts of the same object. We present an interpretation that the lengthening of the superhump period is a result of the outward propagation of an eccentricity wave, which is limited by the radius near the tidal truncation. We interpret that late-stage superhumps are rejuvenated excitation of a 3:1 resonance when superhumps in the outer disk are effectively quenched. The general behavior of the period variation, particularly in systems with short orbital periods, appears to follow a scenario proposed in Kato, Maehara, and Monard (2008, PASJ, 60, L23). We also present an observational summary of WZ Sge-type dwarf novae. Many of them have shown long-enduring superhumps during a post-superoutburst stage having longer periods than those during the main superoutburst. The period derivatives in WZ Sge-type dwarf novae are found to be strongly correlated with the fractional superhump excess, or consequently with the mass ratio. WZ Sge-type dwarf novae with a long-lasting rebrightening or with multiple rebrightenings tend to have smaller period derivatives, and are excellent candidates for those systems around or after the period minimum of evolution of cataclysmic variables.

  17. Modeling the Radial Velocity Curve of the Water Vapor Maser in VX UMa

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Salter, D. M.; Benson, P. J.; Strelnitski, V. S.

    1999-12-01

    VX UMa is a unique Mira-type star that demonstrates a triple-peaked spectrum of its 1.35-cm H2O maser emission. We used the high-precision curves of radial velocities of the spectral peaks, obtained by Benson & Little-Marenin from 1988 to 1992, as probes of the kinematics of the masing region. The pronounced periodicity of the radial velocity of the central component, with a period equal to the pulsational period of the optical variations, suggests the involvement of pulsations in the observed excursions of radial velocity. However, the radial velocity of the central spectral component produced by a symmetrical, pulsating spherical layer should be constantly zero. Rotation seems to be the most obvious mechanism to impart a small non-zero component to the central feature. We assume that the bulk of maser radiation originates in the equatorial "belt" around the star and approximate this region as a two-dimensional, rotating and pulsating ring. We found that any combination of rotation and pulsation produces a quadruple peaked, not a triple peaked spectrum. Therefore, some asymmetry in the disk or unequal absorption of the two central peaks by ionized gas (e.g. in the shock responsible for the maser emission) is needed. We demonstrate that one of the central peaks can then undergo periodic changes of its radial velocity with the period of pulsation, as observed. A VLBA experiment that may verify our model is under way. This project was supported by the NSF/REU grant AST-9820555.

  18. FIRST PHOTOMETRIC INVESTIGATION OF THE NEWLY DISCOVERED W UMa-TYPE BINARY STAR MR Com

    SciTech Connect

    Qian, S.-B.; Liu, N.-P.; Liao, W.-P.; He, J.-J.; Liu, L.; Zhu, L.-Y.; Wang, J.-J.; Zhao, E.-G.

    2013-08-01

    By analyzing multi-color light curves of the newly discovered W UMa-type binary, MR Com, we discovered that it is a shallow-contact binary with a degree of contact factor of f = 10.0% {+-} 2.1%. Photometric solutions reveal that MR Com is a W-type system with a mass ratio of q = 3.9 where the less massive component is about 90 K hotter than the more massive one. By investigating all of the available times of minimum light, we found that the general trend of the Observed-Calculated (O - C) curve shows a downward parabolic variation while it undergoes a cyclic variation with a small amplitude of 0.0031 days and a period of 10.1 yr. The downward parabolic change corresponds to a long-term decrease in the orbital period at a rate of P-dot = -5.3 x 10{sup -7} days yr{sup -1} that may be caused by a combination of a mass transfer and an angular momentum loss (AML) via magnetic braking. Among the 16 shallow-contact systems with a decreasing orbital period, MR Com has the lowest mass ratio (e.g., 1/q = 0.26). The shallow-contact configuration, the low-mass ratio, and the long-term period decrease all suggest that systems similar to MR Com are on the AML-controlled stage of the evolutionary scheme proposed by Qian. They will oscillate around a critical mass ratio and evolve into a deep contact with a higher mass ratio. The small-amplitude cyclic change in the O - C curve was analyzed for the light-travel time effect via the presence of an extremely cool stellar companion.

  19. Uma grade de perfis teóricos para estrelas massivas em transição

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Nascimento, C. M. P.; Machado, M. A.

    2003-08-01

    Na XXVIII Reunião Anual da Sociedade Astronômica Brasileira (2002) apresentamos uma grade de perfis calculados de acordo com os pontos da trajetória evolutiva de metalicidade solar, Z = 0.02 e taxa de perda de massa () padrão, para estrelas com massa inicial de 25, 40, 60, 85 e 120 massas solares. Estes perfis foram calculados com o auxílio de um código numérico adequado para descrever os ventos de objetos massivos, supondo simetria esférica, estacionaridade e homogeneidade. No presente trabalho, apresentamos a complementação da grade com os perfis teóricos relativos às trajetórias de Z = 0.02 com taxa de perda de massa dobrada em relação a padrão (2´), e de metalicidade Z = 0.008. Para cada ponto das três trajetórias obtemos os perfis teóricos de Ha, Hb, Hg e Hd, e como esperado eles se apresentam em pura emissão, pura absorção ou em P-Cygni. Para valores de taxa de perda de massa muito baixos (~10-7) não há formação de linhas, o que é visto nos primeiros pontos em todas as trajetórias. Em geral, para um mesmo ponto a componente de emissão diminui e a absorção aumenta de Ha para Hd. É verificado que as trajetórias com Z = 0.02 e padrão possuem menos circuitos (loops) do que as com metalicidade Z = 0.02 e 2´ padrão, e seus perfis são, em geral, menos intensos. Em relação a trajetória de Z = 0.008, verifica-se menos circuitos e maior variação em luminosidade, e seus perfis mostram-se em, algumas trajetórias, mais intensos. Verificamos também que, pontos distintos em uma mesma trajetória, apresentam perfis diferentes para valores similares de luminosidade e temperatura efetiva. Sendo assim, uma grade de perfis teóricos parece ser útil para fornecer uma informação preliminar sobre o estágio evolutivo de uma estrela massiva.

  20. WZ Cephei: A Dynamically Active W UMa-Type Binary Star

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Jeong, Jang-Hae; Kim, Chun-Hwey

    2011-09-01

    An intensive analysis of 185 timings of WZ Cep, including our new three timings, was made to understand the dynamical picture of this active W UMa-type binary. It was found that the orbital period of the system has complexly varied in two cyclical components superposed on a secularly downward parabola over about 80y. The downward parabola, corresponding to a secular period decrease of -9.d97 × 10-8 y-1, is most probably produced by the action of both angular momentum loss (AML) due to magnetic braking and mass-transfer from the massive primary component to the secondary. The period decrease rate of -6.d72 × 10-8 y-1 due to AML contributes about 67% to the observed period decrease. The mass flow of about 5.16 × 10-8 M⊙ y-1 from the primary to the secondary results the remaining 33% period decrease. Two cyclical components have an 11.y8 period with amplitude of 0.d0054 and a 41.y3 period with amplitude of 0.d0178. It is very interesting that there seems to be exactly in a commensurable 7:2 relation between their mean motions. As the possible causes, two rival interpretations (i.e., light-time effects (LTE) by additional bodies and the Applegate model) were considered. In the LTE interpretation, the minimum masses of 0.30 M⊙ for the shorter period and 0.49 M⊙ for the longer one were calculated. Their contributions to the total light were at most within 2%, if they were assumed to be main-sequence stars. If the LTE explanation is true for the WZ Cep system, the 7:2 relation found between their mean motions would be interpreted as a stable 7:2 orbit resonance produced by a long-term gravitational interaction between two tertiary bodies. In the Applegate model interpretation, the deduced model parameters indicate that the mechanism could work only in the primary star for both of the two period modulations, but could not in the secondary. However, we couldn't find any meaningful relation between the light variation and the period variability from the historical

  1. Survey of period variations of superhumps in SU UMa-type dwarf novae. VII. The seventh year (2014-2015)

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Kato, Taichi; Hambsch, Franz-Josef; Dubovsky, Pavol A.; Kudzej, Igor; Monard, Berto; Miller, Ian; Itoh, Hiroshi; Kiyota, Seiichiro; Masumoto, Kazunari; Fukushima, Daiki; Kinoshita, Hiroki; Maeda, Kazuki; Mikami, Jyunya; Matsuda, Risa; Kojiguchi, Naoto; Kawabata, Miho; Takenaka, Megumi; Matsumoto, Katsura; de Miguel, Enrique; Maeda, Yutaka; Ohshima, Tomohito; Isogai, Keisuke; Pickard, Roger D.; Henden, Arne; Kafka, Stella; Akazawa, Hidehiko; Otani, Noritoshi; Ishibashi, Sakiko; Ogi, Minako; Tanabe, Kenji; Imamura, Kazuyoshi; Stein, William; Kasai, Kiyoshi; Vanmunster, Tonny; Starr, Peter; Oksanen, Arto; Pavlenko, Elena P.; Antonyuk, Oksana I.; Antonyuk, Kirill A.; Sosnovskij, Aleksei A.; Pit, Nikolaj V.; Babina, Julia V.; Sklyanov, Aleksandr; Novák, Rudolf; Dvorak, Shawn; Michel, Raúl; Masi, Gianluca; Littlefield, Colin; Ulowetz, Joseph; Shugarov, Sergey Yu.; Golysheva, Polina Yu.; Chochol, Drahomir; Krushevska, Viktoriia; Ruiz, Javier; Tordai, Tamás; Morelle, Etienne; Sabo, Richard; Maehara, Hiroyuki; Richmond, Michael; Katysheva, Natalia; Hirosawa, Kenji; Goff, William N.; Dubois, Franky; Logie, Ludwig; Rau, Steve; Voloshina, Irina B.; Andreev, Maksim V.; Shiokawa, Kazuhiko; Neustroev, Vitaly V.; Sjoberg, George; Zharikov, Sergey; James, Nick; Bolt, Greg; Crawford, Tim; Buczynski, Denis; Cook, Lewis M.; Kochanek, Christopher S.; Shappee, Benjamin; Stanek, Krzysztof Z.; Prieto, José L.; Denisenko, Denis; Nishimura, Hideo; Mukai, Masaru; Kaneko, Shizuo; Ueda, Seiji; Stubbings, Rod; Moriyama, Masayuki; Schmeer, Patrick; Muyllaert, Eddy; Shears, Jeremy; Modic, Robert J.; Paxson, Kevin B.

    2015-12-01

    Continuing the project described by Kato et al. (2009, PASJ, 61, S395), we collected times of superhump maxima for 102 SU UMa-type dwarf novae, observed mainly during the 2014-2015 season, and characterized these objects. Our project has greatly improved the statistics of the distribution of orbital periods, which is a good approximation of the distribution of cataclysmic variables at the terminal evolutionary stage, and has confirmed the presence of a period minimum at a period of 0.053 d and a period spike just above this period. The number density monotonically decreased toward the longer period and there was no strong indication of a period gap. We detected possible negative superhumps in Z Cha. It is possible that normal outbursts are also suppressed by the presence of a disk tilt in this system. There was no indication of enhanced orbital humps just preceding the superoutburst, and this result favors the thermal-tidal disk instability as the origin of superoutbursts. We detected superhumps in three AM CVn-type dwarf novae. Our observations and recent other detections suggest that 8% of objects showing dwarf nova-type outbursts are AM CVn-type objects. AM CVn-type objects and EI Psc-type objects may be more abundant than previously recognized. OT J213806, a WZ Sge-type object, exhibited remarkably different features between the 2010 and 2014 superoutbursts. Although the 2014 superoutburst was much fainter, the plateau phase was shorter than the 2010 one, and the course of the rebrightening phase was similar. This object indicates that the O - C diagrams of superhumps can indeed be variable, at least in WZ Sge-type objects. Four deeply eclipsing SU UMa-type dwarf novae (ASASSN-13cx, ASASSN-14ag, ASASSN-15bu, and NSV 4618) were identified. We studied long-term trends in supercycles in MM Hya and CY UMa and found systematic variations of supercycles of ˜20%.

  2. Time sequence spectroscopy of AW UMa. The 518 nm Mg I triplet region analyzed with broadening functions

    SciTech Connect

    Rucinski, Slavek M.

    2015-02-01

    High-resolution spectroscopic observations of AW UMa, obtained on three consecutive nights with a median time resolution of 2.1 minutes, have been analyzed using the broadening function method in the spectral window of 22.75 nm around the 518 nm Mg i triplet region. Doppler images of the system reveal the presence of vigorous mass motions within the binary system; their presence puts into question the solid-body rotation assumption of the contact binary model. AW UMa appears to be a very tight, semi-detached binary; the mass transfer takes place from the more massive to the less massive component. The primary, a fast-rotating star with Vsini=181.4±2.5 km s{sup −1}, is covered with inhomogeneities: very slowly drifting spots and a dense network of ripples more closely participating in its rotation. The spectral lines of the primary show an additional broadening component (called the “pedestal”) that originates either in the equatorial regions, which rotate faster than the rest of the star by about 50 km s{sup −1}, or in an external disk-like structure. The secondary component appears to be smaller than predicted by the contact model. The radial velocity field around the secondary is dominated by accretion of matter transferred from (and possibly partly returned to) the primary component. The parameters of the binary are Asini=2.73±0.11 R{sub ⊙} and M{sub 1}sin{sup 3}i=1.29±0.15 M{sub ⊙}, M{sub 2}sin{sup 3}i=0.128±0.016 M{sub ⊙}. The mass ratio, q{sub sp}=M{sub 2}/M{sub 1}=0.099±0.003, while still the most uncertain among the spectroscopic elements, is substantially different from the previous numerous and mutually consistent photometric investigations which were based on the contact model. It should be studied why photometry and spectroscopy give such discrepant results and whether AW UMa is an unusual object or if only very high-quality spectroscopy can reveal the true nature of W UMa-type binaries.

  3. The 2008-2009 Eruption in Halema`uma`u Crater, Kilauea Volcano

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Kauahikaua, J. P.; Orr, T. R.; Patrick, M. R.; Swanson, D.; Poland, M. P.; Miklius, A.; Wilson, D.; Sutton, A. J.; Elias, T.; Thornber, C. R.; Wooten, K.

    2009-12-01

    Early in the 26th year of Kilauea volcano’s ongoing east rift zone eruption, a distinct increase in activity was detected at Kilauea summit. By February 2008, the southern part of the summit caldera was bathed in high concentrations of SO2 prompting Hawai`i Volcanoes National Park to close public access. A vigorous fuming area at the base of the east wall of Halema`uma`u Crater was noted on March 12, and the first throat-clearing explosion occurred from that location a week later. This, the first explosive eruption of Kilauea's summit since 1924, was followed by 7 more before the first major vent collapse in early December 2008 buried the lava column beneath rubble, extinguished vent glow, and reduced gas emissions. The vent slowly came back to life in early 2009, exhibiting behavior similar to that in 2008, until another major collapse in mid-2009 reburied the vent and again extinguished glow and reduced gas emissions. As of August 2009, glow had returned and gas emissions had increased, a total of 2,200 tonnes of lithic and juvenile tephra had been erupted, and the dimensions of the vent opening in the crater floor increased to 125 x 133 m. Chemical uniformity of magma erupted from the summit and rift zone vents unambiguously demonstrate their direct connection. The low explosive intensity and location of the 2008-9 explosive activity within the heavily monitored and easily accessible summit have allowed a number of near-vent studies. Near-daily ashfall measurements have revealed temporal variations in tephra production and changes in the proportion of juveniles and lithics. Direct views of the lava surface within the vent allowed cross-correlation with seismic and geodetic signals to suggest new interpretations of tremor, infrasound, and tilt data. Near-source emission measurements allowed uniquely full characterization of gas content and associated hazards. Additional hazards posed by the summit activity include near-vent ballistic impacts and low air quality

  4. Mass Flux of Tephra Sampled Frequently During the Ongoing Halema`uma`u Eruption (Invited)

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Swanson, D.; Wooten, K.; Orr, T. R.

    2009-12-01

    The ongoing summit eruption of Kilauea provides an unparalleled opportunity to track, almost daily, the production of tephra. The eruption began on 19 March 2008, and tephra has been erupted every day since then to the end of August 2009. Most of the time, tephra is ejected quasi-continuously from the vent accompanied by a light gray to white gas plume, occasionally broken by a more vigorous pulse (“brown plume”) richer in ejecta. In early April 2008, an array of 10 plastic buckets was placed within 400 m of the new vent in Halema`uma`u down the prevailing NE wind direction. The configuration of the array, spanning an area of about 73,000 m2, has not changed since then. Buckets are emptied frequently, initially every day and, since summer 2008, on all weekdays. The contents are dried and weighed, and an “average network accumulation rate” is calculated in g/m2/hour. In addition, componentry analyses are made of the >0.5-mm size fraction from a bucket near the vent, in order to categorize the tephra into juvenile and lithic fractions. To estimate the total mass of tephra ejected from the vent for a given collection, we first drew isomass contours for several daily collections and plotted isomass versus square root of area to obtain the total mass of the deposit. From this, we developed an empirical multiplication factor that allows us to estimate, within ~25 percent, the total ejected mass per day in kilograms from the total collected mass in grams. The tephra is a mix of vitric and lithic pyroclasts, mostly ash in size. The vitric clasts, interpreted as juvenile, include Pele’s hair and tears, hollow spherules, dumbbells, pumice, and bits of coarsely vesicular glass. All these clasts were probably produced by weak spattering at the top of the lava column, which has rarely been seen. Especially since fall 2008, some vitric clasts are partly coated with secondary minerals or rock dust. We interpret such clasts as recycled, first erupted during spattering

  5. Light curve solutions of six eclipsing binaries at the lower limit of periods for W UMa stars

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Kjurkchieva, Diana P.; Dimitrov, Dinko P.; Ibryamov, Sunay I.

    2015-09-01

    Photometric observations are presented in V and I bands of six eclipsing binaries at the lower limit of the orbital periods for W UMa stars. Three of them are newly discovered eclipsing systems. The light curve solutions reveal that all short-period targets are contact or overcontact binaries and six new binaries are added to the family of short-period systems with estimated parameters. Four binaries have components that are equal in size and a mass ratio near 1. The phase variability shown by the V-I colors of all targets may be explained by lower temperatures on their back surfaces than those on their side surfaces. Five systems exhibit the O'Connell effect that can be modeled by cool spots on the side surfaces of their primary components. The light curves of V1067 Her in 2011 and 2012 are fitted by diametrically opposite spots. Applying the criteria for subdivision of W UMa stars to our targets leads to ambiguous results.

  6. A New Look at the Eclipse Timing Variation Diagram Analysis of Selected 3-body W UMa Systems

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Christopoulou, P.-E.; Papageorgiou, A.

    2015-07-01

    The light travel effect produced by the presence of tertiary components can reveal much about the origin and evolution of over-contact binaries. Monitoring of W UMa systems over the last decade and/or the use of publicly available photometric surveys (NSVS, ASAS, etc.) has uncovered or suggested the presence of many unseen companions, which calls for an in-depth investigation of the parameters derived from cyclic period variations in order to confirm or reject the assumption of hidden companion(s). Progress in the analysis of eclipse timing variations is summarized here both from the empirical and the theoretical points of view, and a more extensive investigation of the proposed orbital parameters of third bodies is proposed. The code we have developed for this, implemented in Python, is set up to handle heuristic scanning with parameter perturbation in parameter space, and to establish realistic uncertainties from the least squares fitting. A computational example is given for TZ Boo, a W UMa system with a spectroscopically detected third component. Future options to be implemented include MCMC and bootstrapping.

  7. Comparing the precision 2009 and 2012 light curves of the precontact W UMa binary V1001 Cassiopeia

    SciTech Connect

    Samec, R. G.; Koenke, S. S.; Faulkner, D. R.

    2015-01-01

    A 2012 follow up to the analysis of 2009 observations is presented for the very short period (∼0.43 days) precontact W UMa binary (PCWB) V1001 Cassiopeia. Its short period, similar to the majority of W UMa binaries, and its distinct EA light curve make it a very rare and interesting system for continuing photometric investigation. Previous photometric VRI standard magnitudes give a K4 spectral type. Our solutions of light curves separated by some three years give approximately the same physical parameters. However, the spots have radically changed in temperature, area, and position. While only one dark spot was used to model the first curves, two hot spots are now needed. This affects the overall shape of the light curve, especially in the secondary eclipses in B and V. Additional eclipse timings now show that the orbital period is changing. We conclude that spots are very active on this solar-type dwarf system and that it may mimic its larger cousins, the RS CVn binaries. The conclusion is that analysis now needs to be directed at the continuous time evolution of PCWBs.

  8. Observations and light curve solutions of the eclipsing W UMa binaries CSS J071813.2+505000, NSVS 2459652, NSVS 7178717 and NSVS 7377875

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Kjurkchieva, D. P.; Popov, V. A.; Vasileva, D. L.; Petrov, N. I.

    2017-04-01

    Photometric observations in Sloan g' and i' bands of four eclipsing W UMa binaries are presented. They allowed the improvement of system ephemerides. The light curve solutions led to the following results: (i) CSS J071813.2+505000 is barely an overcontact system, NSVS 2459652 and NSVS 7377875 are overcontact binaries with an intermediate fillout factor, while NSVS 7178717 has a deep-contact configuration; (ii) NSVS 7178717 undergoes total eclipses while the other three targets exhibit partial eclipses; (iii) The components of each target are almost the same in temperature: those of CSS J071813.2+505000 are early G stars while those of the other three targets are of K spectral type; (iv) The targets with late components reveal spot activity; (v) NSVS 2459652 and NSVS 7377875 are W UMa binaries of H subtype; (vi) The relation mass ratio - luminosity ratio of our targets confirms the results from previous statistical analysis of W UMa systems.

  9. BVR{sub c}I{sub c} observations and analyses on V2421 Cygni, a precontact W UMa binary

    SciTech Connect

    Samec, R. G.; Shebs, Travis S.; Faulkner, D. R.; Van Hamme, W.; Mathis, R. F.

    2014-01-01

    We present the first precision BVRI light curves, synthetic light curve solutions, and a period study for the high amplitude solar type binary, V2421 Cygni. The light curves have the appearance of an Algol (EA) type; however, it is made up of dwarf solar type components in a detached mode with a period of only 0.6331 days with an amplitude of about a full magnitude, i.e., it is a precontact W UMa binary. Flare-like disruptions occur in the light curves following the primary and secondary eclipses possibly due to the line-of-sight track of a gas stream. An associated stream spot and splash spot cause bright equatorial spots on the stellar surface of the primary star. The more massive star is the gainer, making this system a classic, albeit dwarf, Algol.

  10. Peculiarities of the SU UMa-Type Dwarf Nova V1504 Cyg Behavior in 1994 - 2012 Years

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Antonyuk, O. I.; Pavlenko, E. P.

    2013-12-01

    For the SU UMa-type dwarf nova V1504 Cyg on the data base of the CrAO (1998 - 2009), space telescope "Kepler" (2009 - 2011), AAVSO and VSNET (1994 - 2012) we found as follows: 1) the supercycle length varying in average from 100 to 140 d; 2) the normal outbursts show a bimodal cycles lengths distributions with centers 8 - 9 days and 11 days within the range of 5 - 22 days; 3) for the quiescent data JD 2451737-2451745 we have detected the 0.0677-d periodicity that probably connected to the negative superhumps, and for the JD 245497 - 2454974 - these consisting either with simultaneous existing of positive and negative superhumps or with one of these periods.

  11. Survey of period variations of superhumps in SU UMa-type dwarf novae. VIII. The eighth year (2015-2016)

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Kato, Taichi; Hambsch, Franz-Josef; Monard, Berto; Vanmunster, Tonny; Maeda, Yutaka; Miller, Ian; Itoh, Hiroshi; Kiyota, Seiichiro; Isogai, Keisuke; Kimura, Mariko; Imada, Akira; Tordai, Tamás; Akazawa, Hidehiko; Tanabe, Kenji; Otani, Noritoshi; Ogi, Minako; Ando, Kazuko; Takigawa, Naoki; Dubovsky, Pavol A.; Kudzej, Igor; Shugarov, Sergey Yu.; Katysheva, Natalia; Golysheva, Polina; Gladilina, Natalia; Chochol, Drahomir; Starr, Peter; Kasai, Kiyoshi; Pickard, Roger D.; Miguel, Enrique de; Kojiguchi, Naoto; Sugiura, Yuki; Fukushima, Daiki; Yamada, Eiji; Uto, Yusuke; Kamibetsunawa, Taku; Tatsumi, Taiki; Takeda, Nao; Matsumoto, Katsura; Cook, Lewis M.; Pavlenko, Elena P.; Babina, Julia V.; Pit, Nikolaj V.; Antonyuk, Oksana I.; Antonyuk, Kirill A.; Sosnovskij, Aleksei A.; Baklanov, Aleksei V.; Kafka, Stella; Stein, William; Voloshina, Irina B.; Ruiz, Javier; Sabo, Richard; Dvorak, Shawn; Stone, Geoff; Andreev, Maksim V.; Antipin, Sergey V.; Zubareva, Alexandra M.; Zaostrojnykh, Anna M.; Richmond, Michael; Shears, Jeremy; Dubois, Franky; Logie, Ludwig; Rau, Steve; Vanaverbeke, Siegfried; Simon, Andrei; Oksanen, Arto; Goff, William N.; Bolt, Greg; Dębski, Bartłomiej; Kochanek, Christopher S.; Shappee, Benjamin; Stanek, Krzysztof Z.; Prieto, José L.; Stubbings, Rod; Muyllaert, Eddy; Hiraga, Mitsutaka; Horie, Tsuneo; Schmeer, Patrick; Hirosawa, Kenji

    2016-08-01

    Continuing the project described by Kato et al. (2009, PASJ, 61, S395), we collected times of superhump maxima for 128 SU UMa-type dwarf novae observed mainly during the 2015-2016 season and characterized these objects. The data have improved the distribution of orbital periods, the relation between the orbital period and the variation of superhumps, and the relation between period variations and the rebrightening type in WZ Sge-type objects. Coupled with new measurements of mass ratios using growing stages of superhumps, we now have a clearer and statistically greatly improved evolutionary path near the terminal stage of evolution of cataclysmic variables. Three objects (V452 Cas, KK Tel, and ASASSN-15cl) appear to have slowly growing superhumps, which is proposed to reflect the slow growth of the 3 : 1 resonance near the stability border. ASASSN-15sl, ASASSN-15ux, SDSS J074859.55+312512.6, and CRTS J200331.3-284941 are newly identified eclipsing SU UMa-type (or WZ Sge-type) dwarf novae. ASASSN-15cy has a short (˜0.050 d) superhump period and appears to belong to EI Psc-type objects with compact secondaries having an evolved core. ASASSN-15gn, ASASSN-15hn, ASASSN-15kh, and ASASSN-16bu are candidate period bouncers with superhump periods longer than 0.06 d. We have newly obtained superhump periods for 79 objects and 13 orbital periods, including periods from early superhumps. In order that future observations will be more astrophysically beneficial and rewarding to observers, we propose guidelines on how to organize observations of various superoutbursts.

  12. VizieR Online Data Catalog: TU UMa light curves and maxima, CL Aur minima (Liska+, 2016)

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Liska, J.; Skarka, M.; Mikulasek, Z.; Zejda, M.; Chrastina, M.

    2016-02-01

    Differential photometry for RR Lyrae star TU UMa in the 1st and 2nd file. The measurements were obtained using 24-inch and 1-inch telescopes, respectively. The observations were performed at the Masaryk University Observatory in Brno (3 nights, 24-inch), and at the private observatory in Brno (16 nights, 1-inch) in the Czech Republic from December 2013 to June 2014. Observing equipments consisted of 24-inch Newtonian telescope (600/2780mm, diameter/focal length) and a Moravian Instruments CCD camera G2-4000 with Stromgren photometric filters vby, and of 1-inch refractor (a photographic lens Sonnar 4/135mm, lens focal ratio/focal length) and ATIK 16IC CCD camera with green photometric filter with similar throughput as the Johnson V filter. Exposures were v - 60s, b - 30s, y - 30s, green - 30s. For the small aperture telescope, five frames were combined to a single image to achieve a better signal-to-noise ratio. The time resolution of a such combined frame is about 170s. CCD images were calibrated in a standard way (dark frame and flat field corrections). The C-Munipack software (Motl 2009) was used for this processing as well as for differential photometry. The comparison star BD+30 2165 was the same for both instruments, but the control stars were BD+30 2164 (for the 24-inch telescope) and HD 99593 (for the 1-inch telescope). The 3rd file contains maxima timings of TU UMa adopted from the GEOS RR Lyr database, from the latest publications, together with maxima timings determined in our study. Times of maxima were calculated from our observations, sky-surveys data (Hipparcos, NSVS, Pi of the Sky, SuperWASP), photographic measurements (project DASCH), and from several published datasets, in which the maxima were omitted or badly determined - Boenigk (1958AcA.....8...13B), Liakos, Niarchos (2011IBVS.6099....1L, 2011IBVS.5990....1L), Liu, Janes (1989ApJS...69..593L), Preston et al. (1961ApJ...133..484P). The 4th file contains minima timings of eclipsing binary CL Aur

  13. Imagens do céu ontem e hoje - um multimídia interativo de astronomia e uma nova exposição no MAST

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Caretta, C. A.; Lima, F. P.; Requeijo, F.; Vieira, G. G.; Alves, F.; Valente, M. E. A.; de Almeida, R.; de Garcia, G. C.; Quixadá, A. C.

    2003-08-01

    "Imagens do Céu Ontem e Hoje" é o título de uma nova exposição que está sendo inaugurada no Museu de Astronomia e Ciências Afins (MCT), que inclui experimentos interativos, maquetes, réplicas e 8 terminais de computador com um multimídia interativo sobre Astronomia para consulta dos visitantes. O multimídia apresenta um conteúdo bastante extenso, que engloba quase todos os temas em Astronomia, consistindo numa fonte de divulgação e pesquisa para um público que vai das crianças até estudantes universitários. O conteúdo está distribuído em mais de 500 páginas de texto divididas em 4 módulos: "O Universo", "Espectroscopia", "Telescópios" e "Observando o Céu". Cada módulo é subdividido em 5 seções, em média, cada uma iniciada por uma animação que ilustra os temas a serem abordados na seção. Ao final da animação, uma lista de temas é apresentada sob o título "Saiba Mais". Para exemplificar, o módulo "O Universo" contém as seguintes seções: "O Universo visto pelo homem", "Conhecendo o Sistema Solar", "Indo além do Sistema Solar", "Nossa Galáxia, a Via-Láctea" e "Indo mais além, a imensidão do Universo". A seção "Conhecendo o Sistema Solar", por sua vez, tem os seguintes temas: "A origem do Sistema Solar", "O Sol", "Os planetas", "Satélites, asteróides, cometas e outros bichos..." e "O Sistema Solar em números". Cada texto é repleto de imagens, quadros, desenhos, esquemas, etc, além de passatempos ao final de cada seção, incluindo jogos interativos, quadrinhos e curiosidades, que auxiliam o aprendizado de forma divertida. Apresentamos neste trabalho as idéias gerais que permearam a produção da exposição, e uma viagem pelo multimídia para exemplificar sua estrutura e conteúdo. O multimídia será posteriormente disponibilizado para o público externo pela página eletrônica do MAst e/ou por intermédio de uma publicação comercial.

  14. Optimization of Physiochemical Parameters during Bioremediation of Synthetic Dye by Marasmius cladophyllus UMAS MS8 Using Statistical Approach

    PubMed Central

    Shuib, Fatin Nur Sufinas

    2016-01-01

    In many industrial areas such as in food, pharmaceutical, cosmetic, printing, and textile, the use of synthetic dyes has been integral with products such as azo dye, anthrax, and dyestuffs. As such, these industries produce a lot of waste by-products that could contaminate the environment. Bioremediation, therefore, has become an important emerging technology due to its cost-sustainable, effective, natural approach to cleaning up contaminated groundwater and soil via the use of microorganisms. The use of microorganisms in bioremediation requires the optimisation of parameters used in cultivating the organism. Thus the aim of the work was to assess the degradation of Remazol Brilliant Blue R (RBBR) dye on soil using Plackett-Burman design by the basidiomycete, M. cladophyllus UMAS MS8. Biodegradation analyses were carried out on a soil spiked with RBBR and supplemented with rice husk as the fungus growth enhancer. A two-level Plackett-Burman design was used to screen the medium components for the effects on the decolourization of RBBR. For the analysis, eleven variables were selected and from these four parameters, dye concentration, yeast extract concentration, inoculum size, and incubation time, were found to be most effective to degrade RBBR with up to 91% RBBR removal in soil after 15 days. PMID:27803944

  15. First BVR light curves and preliminary results of a recently discovered W UMa-type binary: V1848 Ori

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Kriwattanawong, W.; Poojon, P.

    2014-04-01

    First complete photometric light curves of a recently discovered contact binary, V1848 Ori, are presented. BVR imaging data were used to derive photometric solutions, using Wilson-Devinney code. We discovered that this system is a weak-contact binary, with a fillout factor of f = 13.14%(±1.44%). Preliminary results showed that V1848 Ori is an A-type W UMa system, with a mass ratio of q = 0.7615. The more massive component was found about 400 K hotter than the other one. This system has varied from W-type to A-type during the last decade. According to the preliminary physical parameters, the weak-contact configuration of this system, with the mass ratio close to unity, and no sign of long-term orbital period change yet, is unlikely to be broken. The contact configuration is expected to be maintained and become deeper or not, depending on effect of the AML mechanism.

  16. Absolute parameter determination in low-mass eclipsing binaries - Radiative parameters for BH Vir, ZZ UMA and CR CAS

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Clement, R.; Reglero, V.; Garcia, M.; Fabregat, J.; Bravo, A.; Suso, J.

    1993-01-01

    A new uvby and H-beta monitoring program of low mass eclipsing binaries is currently being carried out in the framework of a 5-yr observational program which also involves radial velocity determinations. The scope of this work is to provide very accurate absolute astrophysical parameters: mass, radius, and effective temperatures, for main-sequence late-type stars. One of the main goals is to improve the mass-luminosity relation in the low and intermediate mass range. A second objective is to perform accurate tests of the most recent grids of evolutionary models. This program is complementary to that currently being implemented by the Copenhagen group. In this contribution we present the photometric preliminary results obtained for three of the systems included in our long-term survey: BH Vir, ZZ UMa, and CR Cas for which primary eclipses have been observed. Particular attention is paid to the determination of reddening, distances, and radiative properties. A more detailed study will be carried out when the light curves and radial velocity measurements are completed.

  17. Speciation, population structure, and demographic history of the Mojave Fringe-toed Lizard (Uma scoparia), a species of conservation concern

    PubMed Central

    Gottscho, Andrew D; Marks, Sharyn B; Jennings, W Bryan

    2014-01-01

    The North American deserts were impacted by both Neogene plate tectonics and Quaternary climatic fluctuations, yet it remains unclear how these events influenced speciation in this region. We tested published hypotheses regarding the timing and mode of speciation, population structure, and demographic history of the Mojave Fringe-toed Lizard (Uma scoparia), a sand dune specialist endemic to the Mojave Desert of California and Arizona. We sampled 109 individual lizards representing 22 insular dune localities, obtained DNA sequences for 14 nuclear loci, and found that U. scoparia has low genetic diversity relative to the U. notata species complex, comparable to that of chimpanzees and southern elephant seals. Analyses of genotypes using Bayesian clustering algorithms did not identify discrete populations within U. scoparia. Using isolation-with-migration (IM) models and a novel coalescent-based hypothesis testing approach, we estimated that U. scoparia diverged from U. notata in the Pleistocene epoch. The likelihood ratio test and the Akaike Information Criterion consistently rejected nested speciation models that included parameters for migration and population growth of U. scoparia. We reject the Neogene vicariance hypothesis for the speciation of U. scoparia and define this species as a single evolutionarily significant unit for conservation purposes. PMID:25360285

  18. THE GEOMETRY AND IONIZATION STRUCTURE OF THE WIND IN THE ECLIPSING NOVA-LIKE VARIABLES RW TRI AND UX UMa

    SciTech Connect

    Noebauer, Ulrich M.; Long, Knox S.; Sim, Stuart A.; Knigge, Christian

    2010-08-20

    The UV spectra of nova-like variables are dominated by emission from the accretion disk, modified by scattering in a wind emanating from the disk. Here, we model the spectra of RW Tri and UX UMa, the only two eclipsing nova-like variables which have been observed with the Hubble Space Telescope in the far-ultraviolet, in an attempt to constrain the geometry and the ionization structure of their winds. Using our Monte Carlo radiative transfer code, we computed spectra for simply parameterized axisymmetric biconical outflow models and were able to find plausible models for both systems. These reproduce the primary UV resonance lines-N V, Si IV, and C IV-in the observed spectra in and out of eclipse. The distribution of these ions in the wind models is similar in both cases as is the extent of the primary scattering regions in which these lines are formed. The inferred mass-loss rates are 6%-8% of the mass accretion rates for the systems. We discuss the implication of our point models for our understanding of accretion disk winds in cataclysmic variables.

  19. BVRI Photometric Study of the Short Period Solar Type Near-Contact W UMa Binary, FF Vulpeculae

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Caton, Daniel B.; Samec, Ronald G.; Nyaude, Ropafadzo; Van Hamme, Walter V.

    2016-01-01

    High precision BVRcIc light curves of FF Vul were observed during the Fall, 2015 season at the Dark Sky Observatory 0.81-m reflector of Appalachian State University, and the SARA North 0.91-m reflector at KPNO. It is an eclipsing binary with a period of only 0.444983 (2) d. This is the shortest period of our recently studied Pre Contact W UMa Binary (PCWB's), V2421 Cyg, V1043 Cas, ZZ Eri, V500 Peg, and Mis V1287. Our Binary Maker fits and our Wilson-Devinney solution show that the binary is a near-contact, semidetached binary, i.e., a V1010 Oph type configuration (the more massive component has filled its critical lobe while the secondary component is under-filling). Five times of minimum light were calculated, 3 primary and 2 secondary eclipses from our present observations:HJD I = 2457285.7262 ±0.0002, 2457306.6425 ±0.0002, 2457310.6469 ±0.0002HJD II = 2457279.7222 ±0.0006, 2457280.6124 ±0.0017.The following quadratic ephemerides was determined from all available times of minimum light:JDHelMinI=2457310.6473±0.0007d + 0.4449758±0.0000002 X E -0.00000000006± 0.00000000001 X E2The continuous 20 year period study reveals a period decrease in the orbital period at about the 6 sigma level. Our modeling shows a near-equatorial hot spot on the following side of the secondary component. This is probably due to a matter transfer onto the secondary component. The light curve has a large difference in primary and secondary amplitudes and the light curve solution gives a component temperature difference of more than 1500 K. The solution shows a total secondary eclipse of 23 minutes duration. As expected in binaries of this type, it has a cool spot region on its primary component.

  20. Uma comparação entre técnicas de propagação de erros em astrofísica: Monte Carlo x Bootstrap

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Waelkens, A. H.; Janot Pacheco, E.

    2003-08-01

    Recentemente Dhillon & Watson (2001) criticaram o procedimento de determinação de erros via simulações de Monte Carlo no caso do imageamento indireto de estrelas, por introduzir ruído nos dados e resultar em erros superestimados. Estes autores propuseram a utilização alternativa do método de Bootstrap como uma técnica superior para a estimativa de erros. Neste trabalho apresentamos os resultados de um estudo comparativo da performance das técnicas de simulação por Monte Carlo e por Bootstrap para a determinação de erros em duas situações de interesse: (i) ajuste de modelos a espectros observados e (ii) imageamento indireto de discos de acréscimo com técnicas de mapeamento por eclipse. No caso (i), os dados de entrada são espectros de emissão simples de hidrogênio aos quais é adicionado ruído gaussiano de amplitude selecionada. No caso (ii), são produzidas curvas de luz do eclipse de uma distribuição de brilho seguindo a lei TµR-3/4 para discos estacionários cuja taxa de acréscimo varia ao longo do eclipse segundo uma distribuição gaussiana de amplitude selecionada, simulando o ruído. A avaliação da performance é feita com o auxílio de um diagrama do erro relativo na grandeza ajustada, conforme obtido por cada método, versus o erro relativo (ruído/sinal) dos dados de entrada. O estudo mostra que as duas técnicas produzem resultados semelhantes nos dois casos, e que a suposta superioridade do método de Bootstrap não se confirma.

  1. Evidence for gas accumulation beneath the surface crust driving cyclic rise and fall of the lava surface at Halema`uma`u, Kilauea Volcano

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Patrick, M. R.; Orr, T. R.; Wilson, D.; Sutton, A. J.; Elias, T.; Fee, D.; Nadeau, P. A.

    2010-12-01

    The ongoing eruption in Halema`uma`u crater, at the summit of Kilauea Volcano, has surpassed the two-year mark and is characterized by lava lake activity in the vent. As of August 2010, the lava lake is about 70 m in diameter and 180 m below the rim of a narrow vent cavity. Although the explosive events that typified the first year of activity have abated, episodic rise and fall of the lava surface remains common. Cycles of rise and fall range from several minutes to eight hours in duration and are characterized by a quiescent rise phase and violent, gas-charged fall, spanning a height change of 20-30 m. Several models have been proposed to explain the cyclic rise and fall of lava surfaces at basaltic volcanoes, which in some cases is referred to as “gas pistoning”. In one model, episodic rise and fall is driven by the ascent of gas slugs from depth. In another, the cyclic behavior is driven by gas accumulation beneath the surface crust, with each cycle terminated by an abrupt failure of the crust, resulting in gas release. Seismic and infrasound data, as well as gas and webcam monitoring, at Halema`uma`u over the past two years strongly support the gas accumulation model, based on several lines of evidence. First, gas emission rates drop significantly below background levels during the rise phase, and increase dramatically during the fall phase, suggesting a process of gas buildup and release as opposed to slug flow. Second, the rise phases can last several hours, which is longer than reasonable slug ascent times. Third, the rise rate decreases over time, and in many cases plateaus, as the lava reaches its high stand, which is contrary to the exponential increase expected for gas slugs. Fourth, webcam video has captured numerous instances where rockfalls piercing the surface crust initiate gas release and lava level drop, suggestive of gas accumulation at shallow levels. Lastly, FTIR (Fourier Transform Infrared Spectroscopy) data reveal changes in gas

  2. Volatiles in gases and melt inclusions erupted during the 2008-9 Halema`uma`u eruption of Kilauea Volcano, Hawai`i

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Sawyer, G. M.; Sides, I.; Martin, R.; Mead, I.; Roberts, T. J.; Jones, R.; Tsanev, V. I.; Herd, R.; Sutton, A. J.; Elias, T.; Werner, C. A.; Swanson, D.; Allard, P.; Oppenheimer, C.; Edmonds, M.

    2009-12-01

    Parental magmas ascending beneath Kilauea Volcano degas volatile species in the order of their solubility, with deep degassing (up to a few tens of kilometres depth) dominated by carbon dioxide and shallow degassing (less than 1 km depth), by water and sulphur gases. The 2008-9 Halema`uma`u eruption provides a unique opportunity to measure the composition of primary, unfractionated volcanic gas as part of a young and highly concentrated plume, using new miniature gas sensors. The eruption also offers a chance to test models of volatile fractionation and degassing at Kilauea that were originally proposed a quarter century ago and, in doing so, extend our understanding of magma and degassing pathways at this long-lived and well-studied volcano. In April 2009, the composition of volcanic gas was measured by non-dispersive infra-red spectrometers, electrochemical sensors and FTIR spectroscopy on the Halema`uma`u crater rim. CO2 concentration was measured by two 21 cm-pathlength miniature NDIR spectrometers, deployed side by side. SO2, H2S and CO concentrations were measured simultaneously by an array of electrochemical sensors adjacent to the CO2 sensors. Sampling rates of ~1 Hz were achieved on all sensors. The data sets were cross-correlated with one another and gas ratios derived for the summit gas plume. Open-path active source FTIR measurements carried out close to the sensors yielded independent ratios between the major volatile species. Tephra erupted from the new Halema`uma`u vent in September 2008 was sampled, and olivine-hosted melt inclusions were isolated and exposed for analysis by electron microprobe and SIMS for major elements and volatile species. We present S, Cl, F, H2O and CO2 concentrations in melt inclusions and matrix glasses, as well as major and trace element data, in order to establish degassing and melt evolution trends. We compare the data to those collected previously for East Rift eruptions, for the Summit plume during rift eruptions, for

  3. Photometric observations and Numerical modeling of SDSS J162520.29+120308.7, an SU UMa in the CV period gap

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Montgomery, M. M.; Voloshina, I.; Olenick, Richard; Meziere, Kyle; Metlov, Vladimir

    2017-01-01

    We present R-band photometric observations of Cataclysmic Variable dwarf nova SU UMa SDSS J162520.29+120308.7 during the July 2010 superoutburst, from near maximum through decline and into a single rebrightening. We find a maximum superoutburst amplitude of ∼ 6.1 magnitudes and a maximum rebrightening amplitude of ∼4 magnitudes. Near superoutburst maximum, we find 0.09604(3) days for the mean Stage B positive superhump period and a much longer period for the hump shaped modulation during the rebrightening. For the orbital period, we find Porb = 0.09113(30) days. As all periods both agree and disagree with values reported by others, additional observations are needed. Our 2015 observations of this system in quiescence reveal a 0.09080(20) day orbital period. As our 2010 value is within the error bars of a spectroscopically determined value and our 2015 photometrically determined value, we suggest 0.09113(30) days as the orbital period for this system. As for the secondary-to-primary mass ratio, analytical models using observed orbital and Stage B positive superhump periods as input suggest q = 0.221. As a check, we present a 3D SPH simulation of the rise to, and during the plateau stage of, the SU UMa in superoutburst, assuming Porb=0.09113 days. For Stages A and B, we find 0.09717 days and 0.09702 days, respectively, for the average simulated positive superhump periods. Analytical models using these simulated Stages A and B and the simulated orbital period suggest q = 0.1920(4) and q = 0.221, respectively, for this system. Due to the poorly constrained observational data and the similar mass ratio estimates regardless of stage, we can neither confirm nor deny that Stage A is better than Stage B for determining mass ratio in CV dwarf novae SU UMa systems. Additional observations and simulations are needed to further test this recently proposed hypothesis. For now, we suggest an average q = 0.21(1) for this system.

  4. BVR{sub c}I{sub c} OBSERVATIONS AND ANALYSES OF THE DWARF DETACHED BINARY V1043 CASSIOPEIA AND A COMMENT ON PRECONTACT W UMa'S

    SciTech Connect

    Samec, R. G.; Smith, P. M.; Chamberlain, H.; Faulkner, D. R.; Van Hamme, W.

    2013-01-01

    Complete Bessel BVR{sub c}I{sub c} light curves of V1043 Cassiopeia [2MASS J00371195+5301324, Mis V1292, USNO-A2.0 1425-00875743, {alpha}(2000) = 00{sup h}37{sup m}11.{sup s}95, {delta}(2000) = +53 Degree-Sign 01'32.''5] are analyzed. The system is a member of the small group of pre-contact W UMa binaries (PCWBs). Its light curve has the appearance of an Algol (EA) light curve, however it is made up of dwarf solar type components in a detached mode with a period of only 0.6616 days. The analysis includes a period study, an improved ephemeris, a mass ratio search, and a simultaneous BVR{sub c}I{sub c} Wilson-Devinney solution. We document about 20 other PCWBs given in the literature. Several have RS CVn-like properties.

  5. Photometric observations and light curve solutions of the W UMa stars NSVS 2244206, NSVS 908513, CSS J004004.7+385531 and VSX J062624.4+570907

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Kjurkchieva, Diana Petrova; Popov, Velimir Angelov; Vasileva, Doroteya Lyubenova; Petrov, Nikola Ivanov

    2016-09-01

    Photometric observations in Sloan g‧ and i‧ bands of four W UMa stars, NSVS 2244206, NSVS 908513, CSS J004004.7+385531 and VSX J062624.4+570907, are presented. The light curve solutions reveal that all targets have overcontact configurations with fillout factors within 0.15-0.26. Their components are G-K spectral types and are almost in thermal contact. They are also relatively close in size and luminosity: the radius ratios r2/r1 are within 0.75-0.90 the luminosity ratios l2/l1 are within 0.53-0.63. The results of the light curve solution of CSS J004004.7+385531 imply the weak limb-darkening effect of its primary component and possible presence of additional absorbing features in the system.

  6. Lineage diversification of fringe-toed lizards (Phrynosomatidae: Uma notata complex) in the Colorado Desert: Delimiting species in the presence of gene flow.

    PubMed

    Gottscho, Andrew D; Wood, Dustin A; Vandergast, Amy G; Lemos-Espinal, Julio; Gatesy, John; Reeder, Tod W

    2017-01-01

    Multi-locus nuclear DNA data were used to delimit species of fringe-toed lizards of the Uma notata complex, which are specialized for living in wind-blown sand habitats in the deserts of southwestern North America, and to infer whether Quaternary glacial cycles or Tertiary geological events were important in shaping the historical biogeography of this group. We analyzed ten nuclear loci collected using Sanger sequencing and genome-wide sequence/single-nucleotide polymorphism (SNP) data collected using restriction-associated DNA (RAD) sequencing. A combination of species discovery methods (concatenated phylogenies, parametric and non-parametric clustering algorithms) and species validation approaches (coalescent-based species tree/isolation-with-migration models) were used to delimit species, infer phylogenetic relationships, and to estimate effective population sizes, migration rates, and speciation times. Uma notata, U. inornata, U. cowlesi, and an undescribed species from Mohawk Dunes, Arizona (U. sp.) were supported as distinct in the concatenated analyses and by clustering algorithms, and all operational taxonomic units were decisively supported as distinct species by ranking hierarchical nested speciation models with Bayes factors based on coalescent-based species tree methods. However, significant unidirectional gene flow (2NM>1) from U. cowlesi and U. notata into U. rufopunctata was detected under the isolation-with-migration model. Therefore, we conservatively delimit four species-level lineages within this complex (U. inornata, U. notata, U. cowlesi, and U. sp.), treating U. rufopunctata as a hybrid population (U. notata×cowlesi). Both concatenated and coalescent-based estimates of speciation times support the hypotheses that speciation within the complex occurred during the late Pleistocene, and that the geological evolution of the Colorado River delta during this period was an important process shaping the observed phylogeographic patterns.

  7. Lineage diversification of fringe-toed lizards (Phrynosomatidae: Uma notata complex) in the Colorado Desert: Delimiting species in the presence of gene flow

    USGS Publications Warehouse

    Gottscho, Andrew D.; Wood, Dustin A.; Vandergast, Amy; Lemos Espinal, Julio A.; Gatesy, John; Reeder, Tod

    2017-01-01

    Multi-locus nuclear DNA data were used to delimit species of fringe-toed lizards of theUma notata complex, which are specialized for living in wind-blown sand habitats in the deserts of southwestern North America, and to infer whether Quaternary glacial cycles or Tertiary geological events were important in shaping the historical biogeography of this group. We analyzed ten nuclear loci collected using Sanger sequencing and genome-wide sequence and single-nucleotide polymorphism (SNP) data collected using restriction-associated DNA (RAD) sequencing. A combination of species discovery methods (concatenated phylogenies, parametric and non-parametric clustering algorithms) and species validation approaches (coalescent-based species tree/isolation-with-migration models) were used to delimit species, infer phylogenetic relationships, and to estimate effective population sizes, migration rates, and speciation times. Uma notata, U. inornata, U. cowlesi, and an undescribed species from Mohawk Dunes, Arizona (U. sp.) were supported as distinct in the concatenated analyses and by clustering algorithms, and all operational taxonomic units were decisively supported as distinct species by ranking hierarchical nested speciation models with Bayes factors based on coalescent-based species tree methods. However, significant unidirectional gene flow (2NM >1) from U. cowlesi and U. notata into U. rufopunctata was detected under the isolation-with-migration model. Therefore, we conservatively delimit four species-level lineages within this complex (U. inornata, U. notata, U. cowlesi, and U. sp.), treating U. rufopunctata as a hybrid population (U. notata x cowlesi). Both concatenated and coalescent-based estimates of speciation times support the hypotheses that speciation within the complex occurred during the late Pleistocene, and that the geological evolution of the Colorado River delta during this period was an important process shaping the observed phylogeographic patterns.

  8. Detecção da fase impulsiva de uma explosão solar gigante até 405 GHz

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Raulin, J.-P.; Makhmutov, V.; Kaufmann, P.; Pacini, A. A.; Luethi, T.; Hudson, H. S.; Gary, D. E.; Yoshimori, M.

    2003-08-01

    A explosão ocorrida no dia 25/08/2001 foi uma das mais intensas do presente ciclo solar em ondas de rádio de altas frequências. Foram medidas em ondas milimétricas e submilimétricas, aproximadamente, 105 e vários milhares de unidades de fluxo solar, respectivamente. Apresentamos um estudo deste evento em múltiplas frequências, desde microondas (1GHz), até ondas submilimétricas (405 GHz) detectadas pelo Telescópio Solar para ondas Submilimétricas (SST). Esta base de dados foi complementada utilizando-se o experimento Yohkoh, incluindo a emissão em raios-X duros e raios-g (até 100 MeV), e imagens em raios-X moles da região ativa envolvida. Enfocamos e discutimos principalmente os seguintes aspectos da fase impulsiva do evento: (i) as implicações deduzidas do espectro eletromagnético, obtido pela primeira vez até 405 GHz; (ii) a dinâmica da região ativa. Os resultados mostram que para explicar o espectro rádio observado, são necessários entre 3.5×1037 e 1.5×1039 elétrons acelerados acima de 20 keV em uma região de campo magnético entre 300 e 800 Gauss. A estimativa do fluxo de fótons que seria produzido por estes elétrons, mostra que grande parte deles não precipitou na baixa atmosfera. A evolução temporal da emissão em raios-X moles revela que a configuração magnética da região ativa foi muito dinâmica durante a fase impulsiva da explosão. Em particular, mostramos que a produção dos elétrons altamente energéticos foi iniciada junto com a aparição, na baixa coroa solar, de um novo sistema compacto de estruturas magnéticas. Este fato sugere que os locais de aceleração estão localizados na baixa atmosfera do Sol, como resultado da interação entre o novo sistema compacto e o campo magnético ambiente da região ativa.

  9. Vesiculation Processes During Transient and Sustained Explosive Activity at Halema'uma'u Crater, Kīlauea in 2008-2013.

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Houghton, B. F.; Orr, T. R.; Taddeucci, J.; Carey, R.; Del Bello, E.; Scarlato, P.; Patrick, M. R.

    2015-12-01

    The 2008-2015 summit eruption within Halema'uma'u crater, Kilauea has been characterized by alternations of passive degassing with two styles of explosive activity, both frequently triggered by rock falls that perturb the free surface of magma in the vent. In the first, larger rock falls trigger second vesiculation of magma at depths up to 100 m below the free surface ejecting juvenile bomb and lapilli populations of very variable vesicularity. The second, the topic of this presentation, consists of intervals of minutes to tens-of-minutes duration of low fountaining activity often from multiple locations. Vents may migrate with time, first across the free surface to its margins, and then around the margins, in response to convection processes in the underlying melt. Analysis of short sequences of high-speed, high-resolution video footage shows that the sustained fountaining is maintained by not by a continuous discharge but rather by closely spaced bursting of two-to-five meter-wide bubbles. Bubbles accelerate through the free surface at velocities of 10 to 40 m/s disrupting the viscoelastic crust and forming large fall-back, lacework pyroclasts and smaller highly vesicular bombs and lapilli.

  10. Analysis of the southern pre-contact W UMa binary ZZ Eridani: A 34 year period study yields a possible low-mass companion

    SciTech Connect

    Samec, R. G.; Clark, J. D.; Hamme, W. Van; Faulkner, D. R.

    2015-02-01

    Complete Bessel BVRI light curves of ZZ Eridani [2MASS J04130109-1044545, HV 6280, NSVS 14888164 α(2000) = 04{sup h}13{sup m}1{sub ·}{sup s}10, δ(2000) = −10°44′54{sub ·}{sup ″}5 (ICRS), V = 13.9-14.4-15.0] are observed and analyzed. The system is a southern pre-contact W UMa binary. Its light curve has the appearance of an Algol (EA) light curve, however, it is made up of dwarf solar-type components with a period of only 0.4521 days. Our 34 year period study yields a sinusoidal fit or an increasing quadratic fit. The sinusoid may indicate that a third body is orbiting the close binary. The lower-limit mass of the third body is near that of the brown dwarf limit (0.095 M α). Also included is an improved ephemeris, a mass ratio search, and a simultaneous BVRI Wilson–Devinney solution.

  11. Adapting a Common Photographic Camera to Take Pictures of the Sky. (Spanish Title: Adaptando Una Camara Fotografica Comun Para Obtener Fotografias del Cielo.) Adaptando Uma Câmera Fotográfica Manual Simples Para Fotografar o Céu

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Danhoni Neves, Marcos Cesar; Pereira, Ricardo Francisco

    2007-12-01

    In this paper will be introduced a method of astrophotography using a non-reflex photographic camera (a low-cost method). It will be revised some photographic processes commonly used nowadays for comparison with the aims of this paper. En este trabajo será introducido un método de astrofotografia que utiliza una cámara fotográfica non-reflex (un método de bajo costo). Serán revisados algunos procesos fotográficos comúnmente utilizados actualmente para comparación con los objetivos de este trabajo. O presente artigo procura introduzir um método de astrofotografia utilizando uma câmera fotográfica não reflex, de baixo custo. É feita uma revisão do processo fotográfico comumente empregado para fins de comparação com os objetivos pretendidos no presente trabalho.

  12. Ambient air quality effects of the 2008-2009 Halema`uma`u eruption on the Island of Hawai`i

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Elias, T.; Sutton, A. J.; Kauahikaua, J. P.; Ray, J. D.; Babb, J. L.

    2009-12-01

    While the Halema`uma`u eruption has enlivened volcanologists with the rare opportunity to observe eruptive processes at Kilauea’s summit, it has also caused significant environmental impact on the Island of Hawai`i. Since the beginning of 2008, the combined SO2 emissions from the east rift zone (ERZ) and summit of Kilauea have increased by ~40% as compared to the 2003-2007 long-term average. However, emissions from Kilauea’s summit have increased ~6-fold, averaging 850 t/d during January 2008-August 2009. Although average emissions from the ERZ during this period have been 1-2 times that of the summit, the relative impact of summit emissions is disproportionately large due to the location of the vent and the plume dispersal pattern to downwind communities. Ambient air quality data show that federal standards have been exceeded frequently in various communities on the south half of the island. Between April 2008 and August 2009, primary health standards for SO2 and PM2.5 were exceeded on 41 and 19 occasions respectively in Pahala, located ~30 km downwind of the Kilauea summit under prevailing trade wind conditions. Pahala, which exceeded the SO2 annual standard for 2008, had not exceeded standards prior to the opening of the Halema`uma`u vent in March 2008. In July 2008, the U.S. Secretary of Agriculture designated Hawai`i County a primary natural disaster area due to agricultural losses from volcanic emissions. Many growers of exotic flower crops in the Ka`u district suffered irrecoverable losses. Coffee and macadamia nut farmers also reported damage to their fields. While some livestock farmers reported eye irritation in cattle, more significant damage was observed in the accelerated deterioration of galvanized fencing, gates, pipelines and other infrastructure. The increase in volcanic pollution has spurred health concerns. A rise in respiratory emergencies for visitors to Kilauea caldera in early 2008 led Hawai`i Volcanoes National Park to close areas

  13. Variação temporal do gradiente radial de o/h a partir de uma amostra de nebulosas planetárias

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Maciel, W. J.; Costa, R. D. D.; Uchida, M. M. M.

    2003-08-01

    Gradientes radiais de abundância são observados no disco de nossa Galáxia e também em outras galáxias espirais. No caso da Galáxia, o principal problema relativo aos gradientes é sua variação temporal, que constitui um dos principais vínculos aos modelos de evolução química da Galáxia. As nebulosas planetárias são particularmente interessantes no estudo dos gradientes e suas variações, tanto espaciais como temporais. São objetos brilhantes, podendo ser observadas a grandes distâncias, e têm abundâncias relativamente precisas de diversos elementos químicos. Além disso, sendo originadas de estrelas com massas entre 0.8 e 8 massas solares na sequência principal, incluem objetos com idades e populações diferentes, o que as torna especialmente interessantes ao estudo da variação temporal dos gradientes. Neste trabalho, apresentamos resultados recentes sobre a variação temporal do gradiente de O/H a partir de uma amostra contendo cerca de 200 nebulosas, para as quais obtivemos distâncias por métodos estatísticos. As abundâncias foram parcialmente obtidas a partir de observações em Itajubá e La Silla, sendo as restantes obtidas da literatura. Os resultados mostram, pela primeira vez, evidências de um achatamento do gradiente de O/H, de -0.11 dex/kpc para -0.06 dex/kpc nos últimos 9 giga-anos ou de -0.08 dex/kpc para -0.06 dex/kpc nos últimos 5 giga-anos. Esses valores apresentam um bom acordo com alguns modelos recentes para a evolução química da Galáxia. (FAPESP/CNPq)

  14. Uso de modelos mecânicos em curso informal de astronomia para deficientes visuais. Resgate de uma experiência

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Tavares, E. T., Jr.; Klafke, J. C.

    2003-08-01

    O presente trabalho propõe-se a resgatar uma experiência que teve lugar no Planetário de São Paulo nos anos 60. Em 1962, o Sr. Acácio, então com 37 anos, deficiente visual desde os 27, passou a assistir às aulas ministradas pelo Prof. Aristóteles Orsini aos integrantes do corpo de servidores do Planetário. O Sr. Acácio era o único deficiente da turma e, embora possuísse conhecimentos básicos e relativamente avançados de matemática, enfrentava dificuldades na compreensão e acompanhamento da exposição, como também em estudos posteriores. Com o intuito de auxiliá-lo na superação desses problemas, o Prof. Orsini solicitou a construção de modelos mecânicos que, através do sentido do tato, permitissem o acompanhamento das aulas e a transposição do modelo para o "constructo" mental. Essa prática mostrou-se tão eficaz que facilitou sobejamente o aprendizado da matéria pelo sujeito. O Sr. Acácio passou a integrar o corpo de professores do Planetário/Escola Municipal de Astrofísica, tendo ficado responsável pelo curso de "Introdução à Astronomia" por vários anos. Além disso, a experiência foi tão bem sucedida que alguns dos modelos tiveram seus elementos constitutivos pintados diferencialmente para serem utilizados em cursos regulares do Planetário, tornando-se parte integrante do conjunto de recursos didáticos da instituição. É pensando nessa eficácia, tanto em seu objetivo original permitir o aprendizado de um deficiente visual quanto no subsidiário recurso didático sistemático da instituição que decidimos resgatar essa experiência. Estribados nela, acreditamos ser extremamente produtivo, em termos educacionais, o aperfeiçoamento dos modelos originais, agora resgatados e restaurados, e a criação de outros que pudessem ser utilizados no ensino dessa ciência a deficientes visuais.

  15. Multiwavelength optical observations of chromospherically active binary systems. V. FF UMa (2RE J0933+624): a system with orbital period variation

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Gálvez, M. C.; Montes, D.; Fernández-Figueroa, M. J.; de Castro, E.; Cornide, M.

    2007-09-01

    Context: This is the fifth paper in a series aimed at studying the chromospheres of active binary systems using several optical spectroscopic indicators to obtain or improve orbital solution and fundamental stellar parameters. Aims: We present here the study of FF UMa (2RE J0933+624), a recently discovered, X-ray/EUV selected, active binary with strong Hα emission. The objectives of this work are, to find orbital solutions and define stellar parameters from precise radial velocities and carry out an extensive study of the optical indicators of chromospheric activity. Methods: We obtained high resolution echelle spectroscopic observations during five observing runs from 1998 to 2004. We found radial velocities by cross correlation with radial velocity standard stars to achieve the best orbital solution. We also measured rotational velocity by cross-correlation techniques and have studied the kinematic by galactic space-velocity components (U, V, W) and Eggen criteria. Finally, we have determined the chromospheric contribution in optical spectroscopic indicators, from Ca ii H & K to Ca ii IRT lines, using the spectral subtraction technique. Results: We have found that this system presents an orbital period variation, higher than previously detected in other RS CVn systems. We determined an improved orbital solution, finding a circular orbit with a period of 3.274 days. We derived the stellar parameters, confirming the subgiant nature of the primary component (MP = 1.67 M⊙ and R sin{i}_P=2.17 R⊙) and obtained rotational velocities (v sin{i}), of 33.57 ± 0.45 km s-1 and 32.38 ± 0.75 km s-1 for the primary and secondary components respectively. From our kinematic study, we can deduce its membership to the Castor moving group. Finally, the activity study has given us a better understanding of the possible mechanisms that produce the orbital period variation. Based on observations collected with the 2.2 m telescope at the Centro Astronómico Hispano Alemán (CAHA

  16. Learning Astronomy by Playing in a Park. (Spanish Title: Aprender AstronoMía Jugando en Una Plaza.) Aprender Astronomia Brincando em Uma Praça

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Camino, Néstor

    2012-12-01

    trabalho alguns jogos de praça, considerados como módulos didáticos para imaginar processos astronômicos, a partir da concepção de que a aprendizagem em Astronomia deve-se desenvolver fortalecendo a relação do próprio corpo com o espaço tridimensional e com o tempo, tal como se vive ao observar o céu, construindo um "diálogo" entre o mundo real e as aprendizagens a construir. Os jogos apresentados (carrosséis e tobogãs) foram desenhados para trabalhar sobre a translação da Terra em torno do Sol, as fases da Lua e a gravidade, e sobre o que um observador percebe dos mesmos. Dá-se a descrição de cada jogo, discutem-se seus fundamentos físicos e astronômicos, e desenvolve-se uma crítica didática dos mesmos. Finalmente, comenta-se o papel que deveriam ter os docentes no apoio aos aprendizes no processo de interação com os jogos apresentados.

  17. Uma análise do fenômeno “alternância de línguas” na fala de bilíngues intermodais (Libras e Português)

    PubMed Central

    de Sousa, Aline Nunes; de Quadros, Ronice Müller

    2013-01-01

    Um interessante fenômeno lingüístico presente nas interações das pessoas bilíngues é a alternância de línguas. Neste trabalho, estamos investigando a alternância entre a língua portuguesa oral e a língua de sinais brasileira – Libras, numa mesma cadeia enunciativa, com o objetivo de identificar e analisar o uso dessa alternância na fala de uma criança e de um adulto (ambos ouvintes, filhos de pais surdos), interagindo em uma situação de bilinguismo intermodal, com interlocutores surdos e ouvintes. A alternância de línguas, nesse caso, ocorre quando se para de falar em português e se alterna para sinalizar. O presente trabalho se caracteriza como um estudo inicial, com análise qualitativa de dados. Fazem parte do nosso corpus nove sessões de interações em Libras e em português oral, gravadas em vídeo, que fazem parte do Projeto Desenvolvimento Bilíngue Bimodal da UFSC. Os dados revelam que as características da alternância de línguas pelo adulto e pela criança parecem ter semelhanças e diferenças. O sujeito adulto parece ter feito um uso da alternância mais preocupado com o curso da interação. A criança, por sua vez, não parece tê-la usado com propósitos pragmáticos específicos. Quanto à extensão das alternâncias, pode-se perceber que tanto a criança quanto o adulto utilizaram enunciados maiores do que uma única palavra isolada. O papel dos interlocutores parece ter sido decisivo nas interações aqui investigadas – especialmente nas do adulto, já que a criança ainda está em processo de tomada de consciência do papel do interlocutor na interação. PMID:24379831

  18. Basic Concepts of Astronomy: a Methodological Proposal. (Spanish Title: Conceptos Básicos de Astronomía: Una Propuesta Metodológica.) Conceitos Básicos de Astronomia: Uma Proposta Metodológica

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Darroz, Luiz Marcelo; Heineck, Renato; Samudio Pérez, Carlos Ariel

    2011-12-01

    obtenidos en diferentes momentos, por los comentarios efectuados por los participantes durante las actividades y por los altos índices de aprobación al final de la etapa, consideramos que la propuesta atingió los objetivos establecidos y puede ser repetida con certeza de éxito. Neste relato, descreve-se o desenvolvimento de uma proposta metodológica que aborda conceitos básicos de astronomia fundamentada pedagogicamente na Aprendizagem Significativa. A proposta, que compreende quatro encontros, foi desenvolvida por professores e acadêmicos do curso de Licenciatura em Física da Universidade de Passo Fundo (UPF), através de um curso de extensão, a um grupo de dez estudantes do ensino médio de uma escola pública da cidade de Passo Fundo, RS. O trabalho centrou-se em conceitos básicos de astronomia. Os indícios da aprendizagem significativa foram obtidos por instrumentos de pesquisa e avaliação aplicados ao término de cada encontro. A avaliação da proposta foi efetuada através de um questionário final respondido pelos participantes ao término do desenvolvimento das atividades. Pelos resultados obtidos nos diferentes instrumentos, pelos comentários efetuados pelos participantes durante as atividades e pelos altos índices de aprovação alcançados no questionário final, consideramos que a proposta atingiu os objetivos estabelecidos e pode ser repetida com convicção de sucesso.

  19. A Proposed Activity for a Meaningful Learning about the Moon Phases. (Breton Title: Uma Proposta de Atividade Para a Aprendizagem Significativa sobre as Fases da Lua.) Una Actividad Propuesta Para EL Aprendizaje Significativo Acerca de Las Fases de la Luna

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Martins, Bruno Andrade; Langhi, Rodolfo

    2012-12-01

    This paper presents one of the concepts of Astronomy and its consequent failure in teaching this topic in high school, even when the official documents point out the necessity of Astronomy teaching at this school level. Among the spontaneous conceptions in Astronomy that high school students carry with them, even after the end of the school, we emphasized in this research the Moon phases. The development of different strategies in relation to traditional methods, aimed to teaching-learning process on this topic was considered in this study. These strategies were devised based on the reference frame of the Meaningful Learning, as elaborated by Ausubel. The proposals presented here include the active participation of students in experimental activities and other didactic activities, for their continuous evaluation during the process. These activities finished with a Comics elaboration about the Moon phases. Therefore, the objective of this paper is to present a proposal for differentiated teaching activity about Moon phases supported by the theoretical principles of Meaningful Learning at Physics classes. Este texto foca um dos conteúdos de Astronomia e a consequente falha no ensino deste tema no ensino médio, apesar de os documentos oficiais apresentarem a necessidade de se trabalhar a Astronomia neste nível de ensino. Dentre as concepções alternativas em Astronomia que os alunos do ensino médio carregam consigo, mesmo após o término dos estudos, destacamos, nesta pesquisa, o fenômeno das fases da Lua. O desenvolvimento de estratégias diferenciadas em relação ao ensino tradicional, visando o processo de ensino-aprendizagem sobre este tema, foi contemplado neste trabalho como um dos resultados obtidos sob a luz dos referenciais da aprendizagem significativa, fundamentados em Ausubel. Segundo a proposta aqui apresentada, a participação ativa dos alunos na execução de uma atividade experimental e outras atividades didáticas, que visam sua cont

  20. Portuguese and the Computer: "uma bossa nova".

    ERIC Educational Resources Information Center

    Kelly, John R.

    This paper describes the process of preparing a computer study of Brazilian Portuguese literary texts to be used both in teaching and in the preparation of a reference text. Procedural difficulties encountered in the project point out the potential and limitations of computerized research in literary studies. Seven possible areas for computer…

  1. Omental infarction: a reappraisal of conservative management in children.

    PubMed

    Estevão-Costa, José; Alvarenga, Ana Sofia; Fragoso, Ana Catarina; Garcia, Maria; Campos, Miguel

    2014-01-01

    Introdução: A melhoria da acuidade diagnóstica do enfarte do omento resultou num incremento da atitude conservadora no seu tratamento. Com o objectivo de avaliar a eficácia e segurança da abordagem não-operatória, analisámos os casos de enfarte do omento tratados num hospital terciário. Material e Métodos: Incluímos os casos de enfarte do omento primários tratados entre 2004 e 2011. Os enfartes do omento diagnosticados por imagiologia foram submetidos a tratamento conservador que constou de analgésicos e antibioterapia intravenosa. Avaliámos os dados demográficos, apresentação clínica, dados laboratoriais, imagiologia e resultado. Resultados: Ocorreram nove casos de enfarte do omento. Oito pacientes (4 rapazes), com uma idade mediana de 8,5 anos, apresentaram- se na fase inicial da doença por dor abdominal à direita; a contagem leucocitária era normal ou ligeiramente elevada. Seis casos, diagnosticados por TC após ecografia suspeita de enfarte do omento em quatro, foram trados conservadoramente sem complicações, tendo alta ao terceiro dia (mediana). Dois doentes foram apenas diagnosticados durante a intervenção cirúrgica por suposta apendicite. O nono caso apresentou-se com uma obstrução intestinal devida a hérnia interna que foi resolvida por laparoscopia. Discussão: A imagiologia foi diagnóstica na maioria dos casos de enfarte do omento, permitindo a adoção de uma abordagem conservadora. O tratamento não-operatório foi eficaz e sem complicações em todos os doentes que se apresentaram na fase inicial da doença. Um doente apresentou-se com uma complicação grave que requereu intervenção cirúrgica. Conclusão: Na ausência de um tratamento consensual para o enfarte do omento, a abordagem não-operatória é uma alternativa não invasiva e eficaz, mas requer uma vigilância clínica ativa.

  2. Analysis of the Presence of Content about Astronomy in a Decade of the National High School Examination (1998-2008). (Spanish Title: Análisis de la Presencia de Contenidos de Astronomía em Uma Década del Examen Nacional de Enseñaza Secundária (1998-2008).) Análise da Presença de Conteúdos de Astronomia em Uma DÉcada do Exame Nacional do Ensino Médio (1998-2008)

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Gomide, Hanny Angeles; Longhini, Marcos Daniel

    2011-07-01

    In this paper we analyzed the presence of contents of Astronomy in the National High School Examination (ENEM) in its first decade (1998-2008). We verified the number of questions addressing this topic that were present over the years, as well as the most recurrent subjects. We discussed the results from what is proposed by the official documents regarding the teaching of Astronomy in the Elementary and Secondary Education and we entertain future expectations about the presence of contents of this science in future official examinations. En este trabajo realizamos un análisis de la presencia de contenidos de Astronomía em las pruebas del Examen Nacional de Enseñanza Secundaria (ENEM) em su primera década de existência (1998-2008). Contabilizamos la cantidad de preguntas incluyendo este tema que estuvieron presentes en el transcurso de los años, así como los temas más recurrentes. Discutimos los resultados a partir de lo propuesto por los documentos oficiales en relación a la enseñanza de Astronomía en la Educación Básica y elaboramos algunos apuntes sobre futuras expectativas em relación a la presencia de contenidos de esta ciencia en examenes oficiales. No presente trabalho fizemos uma análise da presença de conteúdos de Astronomia nas provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), em sua primeira década de existência (1998-2008). Verificamos a quantidade de questões envolvendo essa temática que estiveram presentes no decorrer dos anos, assim como os temas mais recorrentes. Discutimos os resultados a partir do que é proposto pelos documentos oficiais em relação ao ensino de Astronomia na Educação Básica e tecemos alguns apontamentos sobre a expectativa futura quanto à presença de conteúdos dessa ciência nesse exame oficial.

  3. [Management and Treatment of Glucocorticoid-Induced Hyperglycemia].

    PubMed

    Paredes, Sílvia; Alves, Marta

    2016-09-01

    Introdução: Os glicocorticóides associam-se a vários efeitos adversos, entre os quais se destaca uma importante ação diabetogénica. A hiperglicemia induzida pelos glicocorticóides trata-se de uma condição com elevada prevalência e que condiciona importante morbimortalidade. Material e Métodos: Realizou-se uma revisão da literatura relativa à abordagem e tratamento da hiperglicemia induzida pelos glicocorticóidesResultados: Embora não totalmente esclarecidos, sabe-se que vários mecanismos concorrem de forma sinérgica, propiciando o aparecimentoda hiperglicemia em doentes não diabéticos e o agravamento do controlo glicémico em diabéticos. A hiperglicemia induzida por glicocorticóides apresenta padrões característicos, mais marcada no momento pós-prandial e muito dependente do horário da toma do glicocorticóide. Apesar da existência de normas de orientação gerais para o tratamento da hiperglicemia em doentes em ambulatório e em doentes hospitalizados não críticos, o mesmo não acontece no que diz respeito ao tratamento da hiperglicemia induzida por glicocorticóides. E, de facto, frequentemente é difícil e exigente a abordagem deste tipo de hiperglicemia, sendo necessária uma atuação específica. Esta abordagem depende não só do glicocorticóide em causa, como também da sua dose, frequência e horário de administração. De igual forma, a escolha do esquema de tratamento também depende do tipo de terapêutica previamente usado. Discussão e Conclusão: Os autores fizeram uma revisão do tema, congregando e definindo linhas orientadoras para o tratamento dahiperglicemia induzida por glicocorticóides, em doentes diabéticos e não diabéticos, em regime de ambulatório ou internamento, queserão úteis em diferentes contextos e transversalmente às diversas especialidades.

  4. The Universe in a Box: Introduction to the Study of Astronomy in the Initial Formation of Physics Teachers. (Spanish Title: El Universo Representado en Una Caja: Introducción al Estudio de la Astronomía en la Formación Inicial de Profesores de Física.) O Universo Representado em Uma Caixa: Introdução ao Estudo da Astronomia NA Formação Inicial de Professores de Física

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Longhini, Marcos Daniel

    2009-07-01

    This is a report of an activity of introduction to the study of Astronomy developed with a group of future Physics teachers at a Brazilian public university. Such activity had the goal of giving privileged emphasis to notions of spatiality, alternative conceptions of the participants and the process of interaction among peers, and consisted of the representation, in a three dimensional space, of the models of the universe that the participants had. The results, which were categorized as miscellaneous, geocentric, heliocentric and acentric models of the universe, were qualitatively analyzed. Analyses of the activity in the perspective of the participants are indicated and additional considerations are made regarding its use as a resource for teaching Astronomy and for teacher training. Este es el informe de una actividad para presentar un estudio introductorio de la Astronomía, desarrollado con una clase de futuros profesores de física en una universidad pública brasileña. Esta actividad tuvo como objetivo centrar las nociones de espacialidad, las concepciones alternativas de los participantes y el proceso de interacción entre pares, y consistió en la representación en un espacio tridimensional, de los modelos del universo que los participantes habían. Los resultados, que se clasificaron en universo miscelania, geocéntrico, heliocéntrico y acentrico, se analizaron cualitativamente. Son identificadas análisis de la actividad por los participantes, e hizo observaciones sobre su uso como recurso para la enseñanza de la astronomía y la formación de docentes. Trata-se do relato de uma atividade de introdução ao estudo da Astronomia, desenvolvida com uma turma de futuros professores de Física, em uma universidade pública brasileira. Tal atividade teve como meta privilegiar noções de espacialidade, as concepções alternativas dos participantes e o processo de interação entre pares e constou da representação, em um espaço tridimensional, dos

  5. Controle orbital de satélites artificiais com propulsão e uso de gravidade lunar

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Torres, K. S.; de Almeida Prado, A. F. B.

    2003-08-01

    A redução do custo de combustível de uma manobra é atualmente a grande prioridade de todos os programas espaciais existentes no mundo. As manobras assistidas pela gravidade são uma ótima forma de se contornar o problema pois proporcionam economias com vasto impacto no custo final da missão. Neste trabalho é feito um estudo particular do controle orbital de um satélite artificial da Terra usando a gravidade da Lua. O objetivo é estudar uma técnica econômica para uma mudança de plano de um satélite que está em órbita em volta da Terra. A idéia principal desta abordagem é enviar primeiramente o veículo espacial em direção à Lua usando uma manobra mono-impulsiva para que assim o campo gravitacional da Lua possa fazer a mudança de plano desejada (sem custo de combustível) e só então retornar o veículo aos valores iniciais de semi-eixo e excentricidade usando uma manobra bi-impulsiva tipo Hohmann. Para tanto, é assumido que a espaçonave inicia em uma órbita circular coplanar à órbita da lua em torno da Terra e a meta é colocá-la em uma órbita similar que difere da órbita inicial somente pela inclinação. São usadas equações analíticas baseadas na abordagem Patched Conics para se calcular a variação na velocidade, momento angular, energia e inclinação do veículo espacial que realiza esta manobra. Várias simulações são feitas para se avaliar as economias de combustível envolvidas.

  6. Molecular Hydrogen in the Quiescent Disk of SW UMa

    NASA Technical Reports Server (NTRS)

    Raymond, John C.

    2004-01-01

    The FUSE observation has been reduced and a paper has been submitted to ApJ. The analysis has been slow because of the very noisy quality of the data, but we have derived line profile information for O VI and limits to the continuum brightness which place an interesting limit on the white dwarf temperature. The primary results are that a narrow O VI emission component seems to arise from the accretion flow onto the white dwarf itself, in agreement with cooling flow models for the X-ray spectra of low accretion rate dwarf novae. The broad component of the O VI lines is weaker than the observed C IV emission, suggesting that the UV line emission from the disk comes from photoionized plasma. A secondary result is that there is no H-2 fluorescent emission. The upper limits indicate that if molecular gas is present in the disk, it is shielded from Ly alpha photons by a layer of atomic hydrogen on the disk surface. We also derive an upper limit to the continuum level is below that observed by IUE. The limits are compatible with the lower end of the WD temperature range derived from IUE measurements, and they appear to agree with unpublished analysis of HST spectra. The grant has provided partial support for a data aide (Matt Povich) and a postdoc (Alex Lobel). It purchased a computer for M. Menou.

  7. The Understanding of Astronomy Concepts by Students from Basic Education of a Public School. (Spanish Title: El Entendimiento de Conceptos de Aastronmía Por Los Alumnos de Educación Básica en Una Escuela Pública.) O Entendimento de Conceitos de Astronomia Por Alunos da Educação Básica: O Caso de Uma Escola Pública Brasileira

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Iria Machado, Daniel; dos Santos, Carlos

    2011-07-01

    movimiento de la Luna, el movimiento aparente del Sol sobre la esfera celeste, los eclipses, las dimensiones y las distancias en el Universo, el brillo de las estrellas y su observación de la Tierra. Si bien ha habido un pequeño progreso en la proporción de respuestas aceptables científicamente cuando se cotejó el octavo grado de la enseñanza primaria con el quinto, y el último año de la enseñanza secundaria con el primero, se observó un predominio de las concepciones alternativas en relación a la mayoría de los temas explorados, que continuó hasta los últimos años de la educación básica. Una comparación con los datos encontrados en investigaciones realizadas en otros contextos socioculturales revelaron, en muchos aspectos, conceptos y dificultades similares expresadas por los estudiantes. Apresentam-se os resultados de uma investigação sobre a compreensão de conceitos astronômicos básicos, da qual participaram 561 estudantes da quinta série do Ensino Fundamental ao terceiro ano do Ensino Médio de uma escola pública da cidade de Foz do Iguaçu. Um teste com 20 questões de múltipla escolha foi aplicado para identificar as concepções mais comuns expressadas pelos alunos. Esse instrumento de coleta de dados foi elaborado com base na literatura sobre concepções alternativas e abordou os seguintes temas: o ciclo dia-noite; os fusos horários; as estações do ano; as fases da Lua; o movimento da Lua; o movimento aparente do Sol na esfera celeste; os eclipses; as dimensões e distâncias no Universo; o brilho das estrelas e sua observação da Terra. Embora se tenha verificado um pequeno progresso na proporção de respostas cientificamente aceitáveis ao se cotejar a oitava série do Ensino Fundamental com a quinta, e a terceira série do Ensino Médio com a primeira, houve o predomínio de concepções alternativas em relação à maior parte dos temas explorados, as quais persistiram até o último ano da Educação Básica. A comparação com

  8. [Accidental Dural Puncture and Post-dural Puncture Headache in the Obstetric Population: Eight Years of Experience].

    PubMed

    Antunes, Maria Vaz; Moreira, Adriano; Sampaio, Catarina; Faria, Aida

    2016-04-01

    Introdução: A punção acidental da dura é uma importante complicação da anestesia regional e a cefaleia pós-punção continua a ser causa de morbilidade na população obstétrica. O objetivo do nosso estudo foi calcular a incidência de punção acidental e cefaleia pós-punção no nosso Centro Hospitalar e avaliar a sua abordagem entre os anestesiologistas obstétricos. Material e Métodos: Realizámos uma auditoria retrospetiva, entre janeiro de 2007 e dezembro de 2014. Revimos as folhas de registo das doentes em que ocorreu punção inadvertida da dura ou cefaleia pós-punção. Excluímos as doentes submetidas a bloqueio subaracnoideu. Utilizámos o SPSS 22.0 no tratamento estatístico dos dados. Resultados: Obtivémos 18 497 bloqueios neuro-axiais e 58 punções acidentais da dura (0,3%). Após punção detetada, em 71,4% o cateter epidural foi re-posicionado e 21,4% tiveram cateteres intra-tecais. Quarenta e cinco (77,6%) desenvolveram cefaleia e a instituição de medidas profiláticas ocorreu em 76,1%. O tratamento conservador foi efetuado em todas as doentes. O blood patch epidural foi realizado em 32,8% com um sucesso de 84,2%. Discussão: A incidência de cefaleia pós-punção não está relacionada com o tipo de parto ou a inserção do cateter intra-tecal. A re-colocação do cateter epidural mantém-se a abordagem de eleição após punção. A instituição de medidas profiláticas é uma prática comum, apesar do baixo grau de eficácia. Realizámos blood patch epidural após falência do tratamento conservador. Conclusão: A incidência de punção inadvertida e cefaleia pós-punção foi semelhante à da literatura. Apesar de ser uma complicação comum, existe falta de consenso na sua abordagem.

  9. A Diagnostic Assessment for the Teaching of Astronomy. (Spanish Title: Una Evaluación Diagnóstica Para la Enseñanza de la Astronomia.) Uma Avaliação Diagnóstica Para o Ensino da Astronomia

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Pacifico Ribeiro de Assis Silveira, Felipa; Soares Gomes de Sousa, Célia Maria; Moreira, Antonio

    2011-07-01

    interpretación, lo que nos permite comprender los significados asignados por el estudiante a estos conceptos. Se desprende de la evaluación diagnóstica que la mayoría de los encuestados ha tenido dificultades para exponer los conceptos científicos sobre el Universo y la Tierra, para iniciar el 6 º grado. Sin embargo, se identificaron ideas relevantes y las representaciones que contribuyeron a la re-significación de los conceptos científicos propuestos para la enseñanza del tema en esta serie. Los resultados de la evaluación diagnóstica han servido como referencia para la organización del Programa, facilitando el proceso de aprendizaje, haciendo coincidir la secuencia didáctica a las características de los estudiantes y el contexto del aula. Se espera que el instrumento presentado en este documento también pueda ser utilizado por otros investigadores en investigaciones relacionadas con el tema. Este artigo tem como objetivo apresentar os resultados de uma avaliação diagnóstica, utilizada como instrumento para a coleta de dados sobre o conhecimento prévio de conceitos científicos, necessários à compreensão do tema Terra e Universo, de um grupo composto por 47 estudantes, da 6ª série do Ensino Fundamental. A ação pedagógica de diagnosticar os conhecimentos prévios, do estudante, antes de ensiná-los, tem fundamento na teoria da Aprendizagem Significativa, proposta por David Ausubel. Essa avaliação diagnóstica foi composta por 25 questões, cujas respostas foram analisadas e categorizadas visando sua interpretação, o que permitiu compreender os significados atribuídos pelo estudante a esses conceitos. Conclui-se, a partir da avaliação diagnóstica, que a maioria dos estudantes pesquisados apresentou dificuldades em expor conceitos científicos sobre o tema Terra e Universo ao iniciar a 6ª série. Entretanto, foram identificadas ideias e representações relevantes que contribuíram para a (re)significação dos conceitos científicos propostos

  10. The Meanings of Astronomical Observation: An Analysis on the Basis of Relationship with Knowledge. (Spanish Title: Los Sentidos de la Observación Astronómica: un Análisis sobre la Base de la Relación con el Saber.) Os Sentidos da Observação Astronômica: Uma Análise com Base na Relação com o Saber

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Klein, Alberto Eduardo; de Mello Arruda, Sergio; Meneghello Passos, Marinez; Vinicius Domenes Zapparoli, Ferdinando

    2010-12-01

    This article presents results of a research which aimed to understand the meanings that people construct for astronomical observation. The subjects, students and school teachers, initially received some instruction on how to view astronomical objects through the telescope. After the observation was realized, they were interviewed. The data analysis allowed the creation of 12 categories, later interpreted on the basis of relationship with knowledge (relation to the world, with himself and with others), as presented by Bernard Charlot. Este artículo presenta los resultados de una investigación que tuvo como objetivo comprender los sentidos que las personas construyen para la observación astronómica. Los sujetos, los estudiantes y maestros de escuela, recibieron inicialmente algunas instrucciones sobre cómo ver los objetos astronómicos a través del telescopio. Al término de la observación, fueron entrevistados. El análisis de datos permitió la creación de 12 categorías que más tarde fueron interpretadas sobre la base de la relación con el conocimiento (relación con el mundo, consigo mismo y con los demás), tal como presentado por Bernard Charlot. Este artigo apresenta resultados de uma pesquisa que objetivou entender quais os sentidos que as pessoas constroem para a observação astronômica. Os sujeitos da pesquisa, estudantes e professores do ensino médio, receberam inicialmente alguma instrução sobre como visualizar os objetos astronômicos através do telescópio. Após a realização da observação, eles foram entrevistados. A análise dos dados permitiu a elaboração de 12 categorias que foram posteriormente interpretadas com base nas relações com o saber (relação com o mundo, consigo mesmo e com o outro), conforme apresentadas por Bernard Charlot.

  11. Learning about the Sky from the Environment: An Experience Working Along One Year with Students of Elementary Education. (Spanish Title: Aprendiendo sobre EL Cielo Desde el Entorno: Una Experiencia Trabajando Durante un Año Junto a Estudiantes del Primario.) Aprendendo sobre o Céu a Partir do Entorno: Uma Experiência de Trabalho ao Longo de um Ano com Alunos de Ensino Fundamental

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Longhini, Marcos Daniel; Gomide, Hanny Angeles

    2014-12-01

    percepción limitada que los estudiantes tienen de su alrededor la cual, sin embargo, se expandió debido a las actividades llevadas a cabo, sobre todo en relación con la Luna. Trabajar con medidas sistemáticas revela el manejo cuidadoso de los datos para que sean comprensibles para los estudiantes, así como el trabajo con las sombras para que comprendan primero como se forman estas para después trabajarlas en Astronomía. Por último, llegamos a la conclusión de que el proceso desarrollado consistió en una etapa inicial de una obra que debe ser profundizado en los años posteriores de la formación de estos estudiantes. Projeto de pesquisa desenvolvido com 95 alunos do 6º ano do Ensino Fundamental de uma escola pública estadual de Uberlândia, Minas Gerais. Foi um trabalho contínuo, de fevereiro a dezembro de 2013, o qual levou os alunos a participarem de atividades de observação do entorno, dentre ele, o céu, analisando as mudanças ocorridas. Focamos no estudo das variações de temperaturas, chuvas, duração do dia, variações do tamanho das sombras e mudanças nos aspectos da Lua. Nosso foco de análise centrou-se em discutir os conhecimentos que os referidos alunos tinham acerca dos temas indicados no início e ao término da implementação da proposta. Os resultados mostraram a percepção limitada que os estudantes possuem de seu entorno, todavia, ampliada em função das atividades desenvolvidas, principalmente no que se refere à Lua. O trabalho com medidas sistemáticas revela o cuidado no tratamento dos dados para que eles se tornem compreensíveis aos alunos, assim como o trabalho com as sombras sinaliza para que os alunos primeiramente compreendam como as sombras são formadas para depois trabalhar isso em Astronomia. Por fim, concluímos que o processo vivido constituiu-se em uma etapa inicial de um trabalho que deve ser estimulado para os anos subsequentes da formação desses alunos.

  12. Análise sobre o Conhecimento de um Grupo de Alunos do Ensino Médio da Rede Estadual de São Paulo sobre Termos e Fenômenos Astronômicos do Cotidiano

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    de Oliveira, E. F.; Voelzke, M. R.; Amaral, L. H.

    2007-08-01

    Embora os Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Médio (PCN-EM) e as orientações complementares a esses Parâmetros (PCN+) apontem a importância de uma abordagem significativa de conceitos relacionados à astronomia nas aulas de Física, muitos estudantes terminam o Ensino Médio (EM) sem compreender a razão de certos acontecimentos de origem celeste, ainda que estes façam parte de seu cotidiano. Este trabalho tem por objetivo analisar os conhecimentos básicos em astronomia dos alunos de EM da escola estadual Batista Renzi, bem como investigar os meios através dos quais estes conhecimentos foram adquiridos. Para tanto foi elaborado um questionário de múltipla escolha aplicado a 310 alunos distribuídos entre as três séries do EM dos períodos matutino e noturno. Dessa forma, observou-se que apenas 34,5% relacionaram as estações do ano à inclinação do eixo de rotação da Terra, 21,3% indicaram a influência gravitacional da Lua e do Sol como responsáveis pelo fenômeno das marés, 24,5% indicaram corretamente quais são os objetos celestes mais próximos da Terra, 36,1% identificaram ano-luz como uma medida de distância e 34,2% reconheceram uma estrela cadente como meteoro. Em contrapartida, 67,1% compreendiam a sucessão entre dia e noite, 73,9% identificaram o Sol como estrela e 52,3% relacionaram o Big Bang à origem do Universo. Além disso, foram comparadas as respostas de alunos de diferentes séries e períodos, observando-se, dentre outras coisas, que os estudantes do terceiro ano apresentam um percentual de acertos semelhante ao dos alunos do primeiro, caracterizando que a abordagem de tópicos relacionados à astronomia no EM não tem contribuído para uma maior compreensão dos fenômenos e conceitos.

  13. [ENERGY AND MACRONUTRIENT INTAKE IN FEMALE ATHLETES].

    PubMed

    Bernad Asencio, Laura; Reig García-Galbis, Manuel

    2015-11-01

    Objetivo: determinar la ingesta de macronutrientes adecuada para mejorar el estado nutricional de las mujeres atletas y su rendimiento deportivo. Métodos: se realizó una búsqueda en cuatro bases de datos: EBSCO, Proquest, Pubmed y OvidSP, empleando las palabras clave “protein intake” AND “athletes” y “endurance athletes” AND “nutrition”. Criterios de selección: artículos originales sobre el consumo de proteínas en atletas femeninas (Entre 2009 y 2014), en revistas científicas indexadas. Resultados: se identificaron 722 artículos, de los cuales solo el 1,4% fueron considerados como incluidos. El 100% eran ensayos clínicos finalizados y publicados en el extranjero, el 50% en EE. UU. El 20% eran estudios exclusivos de mujeres atletas y el 80% incluían hombres y mujeres en la muestra. En el 70% de los estudios las mujeres atletas presentaron déficits energéticos; en la ingesta proteica, el 70% cumplieron con las recomendaciones dietéticas; la ingesta de hidratos de carbono fue inadecuada en el 90% de los ensayos clínicos y, en el 50%, las mujeres presentaban una sobreingesta de grasas. Conclusiones: existe una deficiencia de información acerca de la nutrición en mujeres atletas en Europa y a nivel internacional. Las atletas femeninas consumen energía y macronutrientes en menor proporción que los atletas masculinos. No existe consenso en el rango de proteínas recomendado y se encuentran discrepancias en el consumo en función del tipo de ejercicio físico que se realice. Se recomienda llevar a cabo un acuerdo entre instituciones científicas de prestigio sobre la ingesta energética y de macronutrientes en el deporte, especialmente en la mujer.

  14. [Esophageal perforation in children: a review of one pediatric surgery institution's experience (16 years)].

    PubMed

    Vieira, Elizabete; Cabral, Maria João; Gonçalves, Mroslava

    2013-01-01

    Introdução: O estudo teve por objetivo avaliar a experiência do nosso Serviço no tratamento das perfurações esofágicas. Material e Métodos: Análise retrospetiva de nove casos ocorridos entre 1 de Janeiro de 1996 e 31 de Dezembro de 2011. Destes casos, sete ocorreram após ingestão acidental de corpos estranhos e em dois tratou-se de lesões iatrogénicas após dilatação esofágica: por estenose péptica num caso e no outro por estenose da anastomose esofágica término-terminal de uma criança operada por atrésia do esófago. Resultados: Em 78% dos casos a abordagem inicial foi médica, com encerramento comprovado da perfuração em média ao fim de 20 dias; 22% dos doentes (dois casos) foram submetidos a cirurgia sem sucesso, acabando um deles por curar sem sequelas com pausa alimentar e terapêutica médica; no outro caso verificou-se necessidade de realizar posteriormente uma esofagocoloplastia. Na nossa série não se registou mortalidade. Discussão: A perfuração esofágica é uma das lesões mais graves do trato alimentar, continuando a ser devastadora, e, de difícil diagnóstico e tratamento. O reconhecimento desta complicação é fundamental para o seu tratamento com sucesso. Conclusões: O atraso do diagnóstico está associado a uma mortalidade que pode oscilar entre os 20 e 40%.

  15. Establishing the Empirical Relationship Between Non-Science Majoring Undergraduate Learners' Spatial Thinking Skills and Their Conceptual Astronomy Knowledge. (Spanish Title: Estableciendo Una Relación Empírica Entre el Razonamiento Espacial de los Estudiantes de Graduación de Carreras no Científicas y su Conocimento Conceptual de la Astronomía.) Estabelecendo Uma Relação Empírica Entre o RacioCínio Espacial dos Estudantes de Graduação EM Carreiras Não Científicas e Seu Conhecimento Conceitual da Astronomia

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Heyer, Inge; Slater, Stephanie J.; Slater, Timothy F.

    2013-12-01

    normalizadas, en el desempeño de los estudiantes en estos dos asuntos foram pequenas, 0.26 e 0.13 respectivamente. El razonamiento espacial de los estudiantes fue medido utilizando un instrumento específico desarrollado para este trabaljo. Las correlaciones entre los resultados de los tests astronómicos y este instrumento específico, antes y después del curso mostraron una relación entre moderada y fuerte, sugiriendo que la relación entre el razonamiento espacial y el conocimiento astronómico puede explicar hasta un 25% de la variación em el desempeño de los estudiantes. A comunidade da educação em astronomia tem suposto de forma implícita que o aprendizado da astronomia consiste em um domínio conceitual fundamentado no raciocínio espacial. Como um primeiro passo para identificar formalmente uma relação empírica entre estas duas coisas, utilizamos como amostra os estudantes de graduação de carreiras não científicas de um curso exploratório em uma universidade norte-americana do meio-oeste de médio porte com programa de Doutorado em andamento, onde estes estudantes foram submetidos a um diagnóstico de raciocino espacial e conceitos astronômicos antes e depois do mesmo. As ferramentas utilizadas foram o Test Of Astronomy Standards (TOAST) e o questionário What do you know? Utilizando somente dados completamente consistentes para esta análise, nossa amostra consistiu de 86 estudantes de graduação. As melhoras, depois de normalizadas, do desempenho dos estudantes nos dois quesitos foram pequenas, 0.26 e 0.13 respectivamente. O raciocínio espacial dos estudantes foi medido utilizando um instrumento específico desenhado para este trabalho. As correlações entre os resultados dos testes astronômicos e este instrumento específico antes e depois do curso mostraram uma relação entre moderada e forte, sugerindo que a relação entre o raciocínio espacial e o conhecimento astronômico pode explicar até um 25% na variação no desempenho dos

  16. An Invited Preface for the Following Book: Astrobiologia, Uma Ciencia Emergente

    NASA Technical Reports Server (NTRS)

    Rothschild, Lynn J.

    2016-01-01

    Since the dawn of civilization, we have beheld at the beauty and wonder of the natural world around us and wondered how it came to be. We have pondered the past, and have been intrigued about the future. For this we are unique. Our ancestors looked to the vastness of space and thought surely there are others out there. We are now at a new time in human history where we can address these age-old questions with a scientific approach and study rigorously the three big questions of astrobiology: Where do we come from? Where are we going? and Are we alone? These fundamental questions of astrobiology correspond to those of humanity, and arguably, what makes us human. And so we cannot help but be drawn to the field. Unlike other scientific disciplines, Astrobiology draws on the latest advances in a multitude of fields, from evolutionary and molecular biology, to prebiotic and interstellar chemistry, from astrophysics to astronomy, with a healthy dose of earth and planetary science. Astrobiology is in reality a "metadiscipline" drawing on useful science wherever it is to be found. From a practical point of view, this endeavor requires the interaction of scientists who might not normally meet each other, much less work on a common research project. And, unlike most other scientific disciplines, Astrobiology has implications for how we see ourselves, and how we interact with the earth and beyond. "Where do we come from" touches on the "why" questions that have intrigued not just scientists but philosophers and theologians. "Where are we going" adds to these an economic and political involvement that is currently being played out with discussions of climate change. "And are we alone" will someday force us to face the fact that we as living creatures are not unique, or perhaps that we are utterly alone in the universe, the result of a chemical history that was so improbable as to result in a sample size of one. Either result will force ethical considerations of either "the other" and their relationship to us, or our solitude and thus responsibility as the only life form in our cosmos. So what is Astrobiology? Let's start with the "Where do we come from?" A biologist will approach this looking at the evolution of life on earth, using such traditional tools as comparative anatomy and paleontology and newer tools such as molecular techniques. But this doesn't address why this happened the way it did without a comprehensive understanding of the environment. What was the temperature at such and such a time? Was the earth in a snowball phase or being bombarded by meteorites -- or even just a single large, well-placed one such as struck off the Yucatan peninsula 65 million years ago. This event could not have been predicted by population genetics alone, yet it had the most profound influence on our evolution as without it, we could still be in a world dominated by dinosaurs with the mammals cowering under cover. But it is not enough to go back to LUCA, the Last Universal Common Ancestor of all extant life. One must go back to the dawn of life. How did life arise? What was the environmental backdrop that allowed it to happen? How did we happen to end up with a habitable planet? Indeed, what is the origin and evolution of our solar system, galaxy, biogenic elements all the way back to the Big Bang. The "Where are we going?" tends to be ignored in many astrobiology programs, but in fact this is of the most immediate importance to us. Whereas the past was dominated by physical and chemical processes, and organismal interactions, the future has a new major player: us. While we probably don't have the power (yet) to stop our galaxy passing through another, or even reset the sun or stop the movement of the moon away from the earth, all of these things will influence the future of life on earth. We are already proving that we have the power to visit other bodies in our solar system, either with humans or our robotic surrogates. We are changing our atmospheric composition and thus our climate. We have the power to render species extinct, including our own. But we also have the power to use these tools for the common good, to extend our lifetimes and reclaim our rivers and forests. Which will it be? And then there is the question where science fiction becomes a reality: "Are we alone?" While many people are anxious to find signs of intelligent life out there, such a creature may not share either our curiosity or values. But what if there was a beneficent alien civilization that could communicate with us, perhaps forging a mutual understanding? More likely in the forseeable future is finding a small life, less evolved, life form. Note I did not use the word "simple" as there is nothing "simple" about life, ever. Which brings us back to the question: what is life? So where does Brazil come in? For nearly a decade there has been interest in a Brazilian astrobiology program, from a small side meeting held by the Brazilian Exobiology Program (BEP) of the Brazilian National Research Council, held in Rio de Janeiro, Brazil, on August 12, 2009, in association with the IAU Assembly to subsequent workshops held in several locations and membership of the Brazilian program in the NASA Astrobiology Institute (NAI). Each time I go to Brazil, I am impressed by the enthusiasm of the community, both scientific and student, the latter an excellent omen for the future of astrobiology in Brazil. Facilities are being built to supplement the natural laboratories that Brazil is blessed to have. In my own lab I have been privileged to have a wonderful Brazilian postdoctoral fellow, Dr. Ivan Paulino-Lima, resulting in a daily reminder of the program. I am honored to have been part of the development of astrobiology in Brazil, and hope that this relationship will continue to flourish. Clearly to advance astrobiology needs new knowledge, a reorganization of that which is known, and space missions. To help the reader join on this quest, what follows is a buffet of topics that will allow the reader to nibble on the richness that is Astrobiology. And, like a fabulous meal, it should make you want more. Welcome to Astrobiology.

  17. Escola versus Televisao: Uma Questao de Linguagem (School versus Television: A Question of Language).

    ERIC Educational Resources Information Center

    Belloni, Maria Luiza

    1995-01-01

    Discusses the increasing presence of technology in social life and its effects on the educational processes. Presents research results about cognitive abilities and the "audiovisual language" typical of the younger generations. Discusses how to adapt the practice of education to these new requirements or necessities of the children who…

  18. Unified Multi-speed analysis (UMA) for the condition monitoring of aero-engines

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Nembhard, Adrian D.; Sinha, Jyoti K.

    2015-12-01

    For rotating machinery in which speeds and dynamics constantly change, performing vibration-based condition monitoring can be challenging. Thus, an effort is made here to develop a Unified Multi-speed fault diagnosis technique that can exploit useful vibration information available at various speeds from a rotating machine in a single analysis. Commonly applied indicators are computed from data collected from a rig at different speeds for a baseline case and different faults. Four separate analyses are performed: single speed at a single bearing, integrated features from multiple speeds at a single bearing, single speed for integrated features from multiple bearings and the proposed Unified Multi-speed analysis. The Unified Multi-speed approach produces the most conspicuous separation and isolation among the conditions tested. Observations made here suggest integration of more dynamic features available at different speeds improves the learning process of the tool which could prove useful for aero-engine condition monitoring.

  19. First photometric study of the W UMa system GSC 1042-2191

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Bulut, A.; Bulut, İ.; Demircan, O.

    2016-04-01

    We present new photometric observations covering eight minima times for the eclipsing binary GSC 1042-2191. The light curves in BVRI colors were analyzed by using WD-code for the system parameters. Eight minima times were obtained from the new observations. The system is found a low mass ratio (q = 0.148), A-type over-contact binary with a fill out parameter of f = 65.01 ± 12.18%. The preliminary absolute dimensions (M1= 1.26 ± 0.06 M⊙, M2 = 0.18 ± 0.06 M⊙, R1 = 1.54 ± 0.20 R⊙, R2 = 0.69 ± 0.01 R⊙, L1 =3.30 ± 0.30 L⊙ and L2 = 0.59 ± 0.20 L⊙) indicate the very much oversized and over-luminous secondary component, by assuming the present luminosity of the secondary is its main sequence luminosity, we predict the original mass is about 0.8 M⊙, this means the present secondary could be transferred and/or lost 77% of its original mass and only its core is left.

  20. CCD photometric analysis of the W UMa-type binary V376 Andromeda

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Çiçek, C.

    2011-01-01

    This study presents the absolute parameters of the contact binary system V376 And. CCD photometric observations were made at the Çanakkale Onsekiz Mart University Observatory in 2004. The instrumental magnitudes of all observed stars were converted into standard magnitudes. New BV light curves of the system were analysed using the Wilson-Devinney method supplemented with a Monte Carlo type algorithm. Since there are large asymmetries between maxima (i.e., O'Connell effect) in these light curves, two different models (one with a cool spot and one with a hot spot) were applied to the photometric data. The best fit, which was obtained with a large hot spot on the secondary component, gives V376 And as an A sub-type contact binary in poor thermal contact and a small value of the filling factor ( f ≈ 0.07). Combining the solutions of our light curves and Rucinski et al. (2001)'s radial velocity curves, the following absolute parameters of the components were determined: M1 = 2.44 ± 0.04 M ⊙, M2 = 0.74 ± 0.03 M ⊙, R1 = 2.60 ± 0.03 R ⊙, R2 = 1.51 ± 0.02 R ⊙, L1 = 40 ± 4 L ⊙ and L2 = 5 ± 1 L ⊙. We also discuss the evolution of the system, which appears to have an age of 1.6 Gyr. The distance to V376 And was calculated as 230 ± 20 pc from this analysis, taking into account interstellar extinction.

  1. Model computations of blue stragglers and W UMa-type stars in globular clusters

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Stȩpień, K.; Kiraga, M.

    2015-05-01

    Context. It was recently demonstrated that contact binaries occur in globular clusters (GCs) only immediately below turn-off point and in the region of blue straggler stars (BSs). In addition, observations indicate that at least a significant fraction of BSs in these clusters was formed by the binary mass-transfer mechanism. Aims: The aim of our present investigation is to obtain and analyze a set of evolutionary models of cool, close detached binaries with a low metal abundance, which are characteristic of GC. Methods: We computed the evolution of 975 models of initially detached, cool close binaries with different initial parameters. The models include mass exchange between components as well as mass and angular momentum loss due to the magnetized winds for very low-metallicity binaries with Z = 0.001. The models are interpreted in the context of existing data on contact binary and blue straggler members of GCs. The models are based on our recently developed code for evolutionary modeling of cool close and contact binaries. Results: The model parameters agree well with the observed positions of the GC contact binaries in the Hertzsprung-Russell diagram, and we achieve detailed parameters of several individual contact and near-contact binaries. Contact binaries in the lower part of the cluster main sequence are absent because there are no binaries with initial orbital periods shorter than 1.5 d. Contact binaries end their evolution as mergers that appear in the BS region. Binary-formed BSs populate the whole observed BS region in a GC, but a gap is visible between low-mass mergers that are concentrated along the zero-age main sequence and binary BSs occupying the red part of the BS region. Very few binary mergers are expected to rotate rapidly and/or possess chemical peculiarities resulting from the exposure of the layers processed by CNO nuclear reactions. All other binary mergers are indistinguishable from the collisionally formed mergers. The results show that binary-formed BSs may constitute at least a substantial fraction of all BSs in a GC. Tables 2-7 are available in electronic form at http://www.aanda.org

  2. Experience of the MALA bag in the open abdomen management in an obstetrical intensive care unit.

    PubMed

    Malagón Reyes, Ricardo Mauricio; Reyes Mendoza, Luis Emilio; Angeles Vásquez, María de Jesús; Mendieta Zerón, Hugo

    2013-01-01

    Introdução: As indicações atuais para a gestão de abdómen aberto são a cirurgia de controlo de danos, a abordagem de sepsis intraabdominal grave, a síndrome de compartimento abdominal, o encerramento da parede abdominal sob tensão e a perda de massa da parede abdominal.Objetivo: Descrever a experiência em gestão e cirurgias de abdómen aberto usando a bolsa MALA (Maior Absorção de Líquido Abdominal).Material e Métodos: Estudo descritivo, incluindo todos os doentes com o diagnóstico de abdómen aberto gerido com a bolsa MALA internados na Unidade de Cuidados Intensivos Obstétricos de Fevereiro de 2009 a Junho de 2012.Resultados: Dos 25 casos identificados no período do estudo, sete foram eliminados por arquivos incompletos, permanecendo 18 casos para a análise. A média de idade foi de 31,5 anos. Setenta e oito por cento dos doentes eram multíparas, 50% com uma história de dois ou mais partos, 83% com uma cesariana anterior e 78% histerectomizadas, por atonia uterina, na maioria dos casos. A principal indicação para tratamento cirúrgico foi o controlo de danos. Uma doente morreu e uma segunda foi transferida para outra instituição, tendo as demais tido melhoria clínica. Doze doentes (67%) permaneceram menos de 14 dias na Unidade de Cuidados Intensivos Obstétricos e apenas uma precisou de mais de 30 dias na unidade.Conclusão: A bolsa MALA pode oferecer uma opção económica e eficaz para a gestão cirúrgica abdominal aberta, bem como umatécnica de drenagem.

  3. [Protein supplement consumption and its possible association with kidney damage in Mexican elite athletes].

    PubMed

    Pomerantz, Alan; Blachman-Braun, Ruben; Vital-Flores, Socorro; Berebichez-Fridman, Roberto; Aguilar-Mendoza, Juan Pablo; Lara-Villalón, David

    2016-01-01

    Introducción: los suplementos proteicos son unos de los suplementos ergogénicos más utilizados por los atletas de alto rendimiento. Sin embargo, se ha postulado que el consumo de estos pudiese ser causa de insuficiencia renal crónica. El objetivo fue analizar los efectos del consumo de suplementos proteínicos en la función renal de los atletas de alto rendimiento del Centro Deportivo Olímpico Mexicano. Métodos: se evaluaron 74 atletas, en cuya muestra de orina se cuantificaron las proteínas. Se excluyeron los atletas con antecedentes o condiciones que pudiesen causar proteinuria o que pudieran alterar la calidad de la muestra. Los elegidos se dividieron en dos grupos con base en el antecedente de consumo de suplemento proteico: el grupo experimental lo conformaron los consumidores y el control los no consumidores. Resultados: de 74 atletas analizados, 44 fueron excluidos, 11 se incluyeron al grupo experimental y 19 al grupo control. Se obtuvo un resultado positivo para microproteinuria en este último grupo. Se determinó estadísticamente que ambos grupos eran similares y se estableció, en relación con el resultado positivo de microproteinura, que no existe una diferencia significativa entre ambos grupos. Conclusión: el consumo de suplemento proteico no ha afectado la función renal de los atletas analizados. Pese a esto, consideramos que la seguridad del suplemento proteico debe ser evaluada en un futuro en ciertos grupos con patologías o antecedentes que pudieran comprometer la función renal.

  4. Sobre o uso das séries de Puiseux em mecanica celeste

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Miloni, O. I.

    2003-08-01

    Neste trabalho é apresentada uma demonstração do uso dos diferentes desenvolvimentos em séries para as equações de perturbação em Mecânica Celeste no marco Hamiltoniano. Em trabalhos clássicos como os de Poincaré (Poincaré, 1893) por exemplo, já esta planteado o uso de potências não inteiras no pequeno parâmetro, o que evidencia a não analiticidade das funções quando uma ressonância ocorre. Nestes trabalhos os desenvolvimentos são na raíz quadrada da massa de Júpiter (o pequeno parâmetro). Mais recentemente (Ferraz-Mello, 1985) outros tipos de desenvolvimentos foram aplicados modificando substancialmente as ordens de grandeza e a velocidade de convergência das séries. Com esta abordagem, os desenvolvimentos foram expressados em termos da raíz cúbica do pequeno parâmetro. Neste trabalho apresentamos um enfoque geral, onde os diferentes tipos de desenvolvimentos em séries de Puiseux (Valiron, 1950) são obtidos a partir da aplicação de Teorema de Preparação de Weierstrass (Goursat, 1916) considerando a equação de Hamilton-Jacobi como uma equação algébrica. Os resultados são aplicados ao problema restrito dos três corpos em ressonância de primeira ordem e, dependendo da grandeza da excentricidade do asteróide em relação à de Júpiter, obtemos os diferentes desenvolvimentos, em raíz quadrada ou raíz cúbica da massa de Júpiter.

  5. Retained Textile Foreign Bodies: Experience of 27 Years.

    PubMed

    Arikan, Soykan; Kocakusak, Ahmet

    2015-01-01

    Introdução e Objetivos: A retenção de materiais têxteis após a cirurgia é uma situação indesejada, tanto para o doente como para o cirurgião. Frequentemente são subnotificados por questões de natureza médico-legal. Apresentamos 14 casos de textilomas (compressoma) que foram tratados ou seguidos pessoalmente por dois cirurgiões gerais num período de 27 anos para descrever e definir as características clínicas e patológicas. Material e Métodos: Foram avaliados retrospectivamente os dados relativos a uma serie de casos, nomeadamente: características dos doentes (sexo e idade), localização anatómica do corpo estranho, intervalo de tempo até ao diagnóstico, apresentação clínica, queixas, abordagem diagnóstica, motivo de cirurgia, tipo de tratamento cirúrgico e complicações. Resultados: Foram identificados nove doentes do sexo feminino e cinco do sexo masculino, com uma média de idades de 43,07 ± 15,23 (mediano: 45) anos para o momento do diagnóstico. Em três doentes a cirurgia prévia foi cesariana, em quatro casos herniorrafia inguinal, um doente submetido a laparotomia exploradora por abdome agudo, um doente no qual foi realizado uma sigmoidectomia, uma doente submetida a apendicectomia e salpingooforectomia direita, uma doente na qual a cirurgia anterior tinha sido para corrigir uma hérnia incisional após laparotomia por neoplasia do ovário, um caso de tiroidectomia total, uma herniorrafia por hérnia epigástricae uma doente submetida cirurgia conservadora bilateral da mama com pesquisa de gânglio sentinela. A localização mais frequente dos compressomas foi intra-abdominal em sete casos, em quatro doentes a localização foi inguinal, um caso localizado na incisão da correcção da hérnia epigástrica, um doente com textiloma na loca de tiroidectomia, e no caso da doente submetida a cirurgia conservadora da mama em ambas regiões axilares se encontraram corpos estranhos/compressomas. O intervalo de tempo foi em média14

  6. [Ectopic Decidualization: A Forgotten Entity].

    PubMed

    Mendes, Joana; Costa, Antónia

    2016-01-01

    Introdução: Apesar da decidualização ectópica ser uma entidade frequentemente subdiagnosticada, pode ter impacto clínico adverso na morbimortalidade materno-fetal. O objetivo deste trabalho foi rever a evidência científica relativa a etiopatogenia, clínica, abordagem diagnóstica e terapêutica sobre esta temática. Material e Métodos: A pesquisa bibliográfica foi realizada na PubMed, Web of Science e Scopus, através da query ('deciduosis' OR 'ectopic decidualization' OR 'ectopic decidua' OR 'ectopic decidua reaction'), incluindo-se artigos publicados até 31/6/2014 e de todos os níveis de evidência. Resultados: A decidualização ectópica, geralmente, representa uma condição benigna, assintomática e sem necessidade de intervenção terapêutica. Encontra-se, maioritariamente, associada à gravidez, com regressão completa no período pós-parto. A frequência do seu diagnóstico depende da suspeição clínica, bem como do local onde surge, sendo o omento e o ovário os locais mais comuns. Quando sintomática, as principais manifestações clínicas são quadros hemorrágicos, nomeadamente hemorragia genital e hemoperitoneu. Os diagnósticos diferenciais incluem patologia maligna, sendo essencial, nestas situações, a confirmação histopatológica. O baixo índice de suspeição clínica pode levar à realização de biópsia, que pode acarretar impacto adverso grave devido à elevada friabilidade destas lesões. Discussão e Conclusão: O reconhecimento desta entidade e das suas características clínicas torna-se essencial na conduta destas doentes. Tal permite por um lado a abordagem médica precoce e adequada nos casos graves, e por outro lado (na maioria dos casos) manter a atitude expectante minimizando a iatrogenia, mantendo o desfecho favorável da decidualização ectópica.

  7. Tips for Protecting Child Athletes from Sexual Abuse

    MedlinePlus

    ... acoso: debe haber una política de tolerancia cero. Comunicación entre el entrenador y el atleta: el personal ... aquellas vía mensaje de texto, o medios de comunicación social. Vestuarios y baños: estas áreas deben estar ...

  8. Effectiveness of psychosocial interventions in eating disorders: an overview of Cochrane systematic reviews.

    PubMed

    Costa, Marcelle Barrueco; Melnik, Tamara

    2016-01-01

    Eating disorders are psychiatric conditions originated from and perpetuated by individual, family and sociocultural factors. The psychosocial approach to treatment and prevention of relapse is crucial. To present an overview of the scientific evidence on effectiveness of psychosocial interventions in treatment of eating disorders. All systematic reviews published by the Cochrane Database of Systematic Reviews - Cochrane Library on the topic were included. Afterwards, as from the least recent date of these reviews (2001), an additional search was conducted at PubMed with sensitive search strategy and with the same keywords used. A total of 101 primary studies and 30 systematic reviews (5 Cochrane systematic reviews), meta-analysis, guidelines or narrative reviews of literature were included. The main outcomes were: symptomatic remission, body image, cognitive distortion, psychiatric comorbidity, psychosocial functioning and patient satisfaction. The cognitive behavioral approach was the most effective treatment, especially for bulimia nervosa, binge eating disorder and the night eating syndrome. For anorexia nervosa, the family approach showed greater effectiveness. Other effective approaches were interpersonal psychotherapy, dialectic behavioral therapy, support therapy and self-help manuals. Moreover, there was an increasing number of preventive and promotional approaches that addressed individual, family and social risk factors, being promising for the development of positive self-image and self-efficacy. Further studies are required to evaluate the impact of multidisciplinary approaches on all eating disorders, as well as the cost-effectiveness of some effective modalities, such as the cognitive behavioral therapy. RESUMO Transtornos alimentares são doenças psiquiátricas originadas de e perpetuadas por fatores individuais, familiares e socioculturais. A abordagem psicossocial é essencial para o tratamento e a prevenção de recaídas. Apresentar uma vis

  9. [Surgical treatment of spinal tuberculosis: an orthopedic service experience].

    PubMed

    Soares do Brito, Joaquim; Batista, Nuno; Tirado, António; Fernandes, Pedro

    2013-01-01

    Introdução: A espondilodiscite de etiologia tuberculosa é responsável por mais de 40% do universo destas infeções. Enquanto a quimioterapia tuberculostática se mantém como gold-standard da terapêutica desta patologia, o tratamento cirúrgico tem lugar em situações muito específicas. Neste trabalho apresentam-se os resultados de 33 doentes com espondilodiscite tuberculosa operados no nosso serviço durante os últimos 15 anos.Objetivo: Avaliar retrospetivamente doentes com diagnóstico de espondilodiscite tuberculosa operados num período de 15 anos(1996 a 2011); avaliar opções cirúrgicas tomadas e respetivos resultados relativamente à resolução da infeção, controlo da deformidade e evolução da lesão neurológica.Material e Métodos: Análise retrospetiva dos processos clínicos e avaliações imagiológicas de doentes com diagnóstico de espondilodiscite tuberculosa operados entre 1996 e 2011. Foram identificados 33 doentes com idade média de 46,7 anos; 17 doentes apresentavam infeção torácica, 11 lombar e cinco toraco-lombar. O abcesso paravertebral foi identificado em 26 dos casos estudados, existindo extensão intracanalar em 16 doentes. Nove dos doentes avaliados apresentavam lesão neurológica. A abordagem cirúrgica por via anterior foi utilizada em sete casos, a via posterior em 11 e a abordagem combinada foi a preferida em 15 ocasiões. A quimioterapia antibacilar foi mantida em média por 14 meses, com seguimento médio de 24 meses.Resultados: Verificámos cura da infeção em todos os doentes, sendo documentados critérios de fusão óssea, em média, 10,6 meses pós-cirurgia. A abordagem anterior isolada não permitiu obter correção da deformidade inicial, enquanto a via posterior permitiu uma correção média de 12,7º e a via combinada uma correção média de 8,7º. Cinco dos doentes com lesão neurológica melhoraram 2 a 3 níveis na escala ASIA durante o seguimento pós-operatório. Como complicações referem-se 2

  10. Eccrine porocarcinoma: cytologic diagnosis by fine needle aspiration biopsy (FNAB).

    PubMed

    Kalogeraki, Alexandra; Tamiolakis, Dimitrios; Tsagatakis, Thomas; Geronatsiou, Katerina; Haniotis, Vrettos; Kafoussi, Maria

    2013-01-01

    Introdução: O porocarcinoma écrino (PE) é um tumor maligno pouco comum dos anexos cutâneos. Trata-se de um adenocarcinoma da glândula sudorípara écrina com propensão para recorrer localmente e para originar metástases ao longo dos gânglios linfáticos regionais. Este artigo apresenta um diagnóstico por citologia aspirativa com agulha fina (CAAF) de um PE, associado ao exame histológico e de imunocito/histoquímica.Caso Clínico: São descritos os achados da citologia de um porocarcinoma écrino numa doente de 76 anos de idade, bem como as características histológicas do tumor cutâneo. A citologia aspirativa revelou que o tumor se caracterizava pela presença de células atípicas malignas com citoplasma basófilo, núcleos hipercromáticos e nucléolos proeminentes. O diagnóstico citológico foi confirmado pela histologia.Conclusões: É crucial obter um diagnóstico pré-operatório preciso de modo a desencadear um plano cirúrgico curativo. A CAAF possibilita uma abordagem pouco invasiva, segura e efectiva, de modo a esclarecer um diagnóstico diferencial exigente.

  11. VizieR Online Data Catalog: BVRI light curves and RV curves of 65 UMa (Zasche+, 2012)

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Zasche, P.; Uhlar, R.; Slechta, M.; Wolf, M.; Harmanec, P.; Nemravova, J. A.; Korcakova, D.

    2012-04-01

    We perform a combined analysis of the light and radial velocity curves, as well as the period variation by studying the times of the minima and the interferometric orbit. A disentangling technique is used to perform the spectra decomposition. This combined approach allows us to study the long-term period changes in the system for the first time, identifying the period variation due to the motion on the visual orbit, in addition to some short-term modulation. (4 data files).

  12. Title: BVRI Photometric Study and Spectra of Algol type Pre-contact W UMa Binary, V500 Pegasi

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Caton, Daniel B.; Samec, Ronald G.; Van Hamme, Walter V.; Robb, Russell M.; Clark, Jeremy; Faulkner, Danny R.

    2015-01-01

    V500 Pegasi is a NSVS and TYCHO variable, fortuitously observed by ASAS-3, 2003-2009. It is an eclipsing binary with a period of 0.57983 d. The light curves have the appearance of a detached binary. Our spectroscopy reveals that it is of F5V-type. A continuous14-year period study reveals a period increase in the orbital period at about the 1 sigma level. This is probably due to weak matter transfer to the primary component. The light curve has a large difference in primary and secondary amplitudes which is typical of detached binaries. The final solution shows a total secondary eclipse. The solution is that of a classical Algol system, but of solar type. As expected in binaries of this type, it has a large cool spot region. The secondary component has a temperature of ~4700 K (K3), which means it is somewhat over-luminous for its mass.

  13. Queda dos homicídios em São Paulo, Brasil: uma análise descritiva

    PubMed Central

    Peres, Maria Fernanda Tourinho; Vicentin, Diego; Nery, Marcelo Batista; de Lima, Renato Sérgio; de Souza, Edinilsa Ramos; Cerda, Magdalena; Cardia, Nancy; Adorno, e Sérgio

    2012-01-01

    Objetivo Descrever a evolução da mortalidade por homicídios no Município de São Paulo segundo tipo de arma, sexo, raça ou cor, idade e áreas de exclusão/inclusão social entre 1996 e 2008. Métodos Estudo ecológico de série temporal. Os dados sobre óbitos ocorridos no Município foram coletados da base de dados do Programa de Aprimoramento das Informações sobre Mortalidade, seguindo a Classificação Internacional de Doenças, Décima Revisão (CID-10). Foram calculadas as taxas de mortalidade por homicídio (TMH) para a população total, por sexo, raça ou cor, faixa etária, tipo de arma e área de exclusão/inclusão social. As TMH foram padronizadas por idade pelo método direto. Foram calculados os percentuais de variação no período estudado. Para as áreas de exclusão/inclusão social foram calculados os riscos relativos de morte por homicídio. Resultados As TMH apresentaram queda de 73,7% entre 2001 e 2008. Foi observada redução da TMH em todos os grupos analisados, mais pronunciada em homens (−74,5%), jovens de 15 a 24 anos (−78,0%) e moradores de áreas de exclusão social extrema (−79,3%). A redução ocorreu, sobretudo, nos homicídios cometidos com armas de fogo (−74,1%). O risco relativo de morte por homicídio nas áreas de exclusão extrema (tendo como referência áreas com algum grau de exclusão social) foi de 2,77 em 1996, 3,9 em 2001 e 2,13 em 2008. Nas áreas de alta exclusão social, o risco relativo foi de 2,07 em 1996 e 1,96 em 2008. Conclusões Para compreender a redução dos homicídios no Município, é importante considerar macrodeterminantes que atingem todo o Município e todos os subgrupos populacionais e microdeterminantes que atuam localmente, influenciando de forma diferenciada os homicídios com armas de fogo e os homicídios na população jovem, no sexo masculino e em residentes em áreas de alta exclusão social. PMID:21390415

  14. A critical review of period analyses and implications for mass exchange in W UMa eclipsing binaries: Part 2

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Nelson, R. H.; Terrell, D.; Milone, E. F.

    2015-12-01

    This is the second of a series of four papers, the goal of which is to identify the overcontact eclipsing binary star systems for which a solid case can be made for mass exchange. To reach this goal, it is necessary first to identify those systems for which there is a strong case for period change. We have identified 60 candidate systems; in the first paper (Nelson et al., 2014) we discussed 20 individual cases; this paper continues with the next 20. For each system, we present a detailed discussion and evaluation concerning the observational and interpretive material presented in the literature. An eclipse timing (ET) diagram (or diagrams), commonly referred to as an "O-C diagram", that includes the latest available data accompanies each discussion. In paper 4, we will discuss the mechanisms that can effect period change and which of the 60 systems can be reliably concluded to exhibit mass exchange; we will also provide a list of marginal and rejected cases suitable for future work.

  15. A critical review of period analyses and implications for mass exchange in W UMa eclipsing binaries: Paper 3

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Nelson, R. H.; Terrell, D.; Milone, E. F.

    2016-02-01

    This is the third of a series of four papers, the goal of which is to identify the overcontact eclipsing binary star systems for which a solid case can be made for mass exchange. To reach this goal, it is necessary first to identify those systems for which there is a strong case for period change. We have identified 60 candidate systems; in the first two papers (Nelson et al. 2014, 2016) we discussed 40 individual cases; this paper continues with the last 20. For each system, we present a detailed discussion and evaluation concerning the observational and interpretive material presented in the literature. At least one eclipse timing (ET) diagram, commonly referred to as an "O-C diagram", that includes the latest available data, accompanies each discussion. In paper 4, we will discuss the mechanisms that can cause period change and which of the 60 systems can be reliably concluded to exhibit mass exchange; we will also provide a list of marginal and rejected cases - suitable for future work.

  16. Foreign body ingestion: rare cause of cervical abscess.

    PubMed

    Costa, Liliana; Larangeiro, João; Pinto Moura, Carla; Santos, Margarida

    2014-01-01

    IntroduçÉo: A ingestÉo de corpo estranho é um motivo frequente de recurso à urgência hospitalar. As complicações graves, embora raras, incluem perfuraçÉo faringo-esofágica, fistula aorto-esofágica e infecçÉo cervical profunda.Material e Métodos: Foram analisados, retrospectivamente, os casos de ingestÉo de corpo estranho com internamento num hospital terciário, entre 1989 e 2011. Seleccionaram-se os casos complicados por abcesso cervical profundo, descrevendo-se a semiótica, resultados de meios complementares de diagnóstico, terapêutica efectuada e evoluçÉo clínica.Resultados: Dos 1679 casos, 319 referentes a crianças e 1360 a adultos, reportam-se dois casos (0,12%): uma criança, 13 meses, com abcesso retrofaríngeo após ingestÉo de osso de frango e um adulto, 41 anos, com abcesso parafaríngeo após ingestÉo de espinha de peixe. As complicações manifestaram-se quatro e três dias após remoçÉo do corpo estranho, respectivamente. Em ambos foram efectuadas Tomografias Computorizadas cervicais com contraste e drenagem cirúrgica dos abcessos; a criança foi ainda submetida a esofagoscopia rígida para remoçÉo de corpo estranho residual e encerramento da perfuraçÉo esofágica associada.DiscussÉo: Os abcessos cervicais sÉo uma complicaçÉo possível da ingestÉo de corpo estranho e constituem um desafio diagnóstico, principalmente em idade pediátrica. A manipulaçÉo esofágica prévia por fibroscopia poderá ser considerada um factor de risco. A imagiologia (Tomografia Computorizada cervical com contraste ou Resson'ncia Magnética Cervical) foi essencial para o diagnóstico e o planeamento cirúrgico.ConclusÉo: Embora raros, perante a história recente de ingestÉo/remoçÉo de corpo estranho esofágico e a presença de sintomas compatíveis, os abcessos cervicais devem ser tidos em consideraçÉo, dado o potencial de morbilidade e mortalidade na ausência de uma abordagem terapêutica adequada.

  17. [Successful pregnancies outcomes with the use of in vitro fertilization after Essure® unilateral hydrossalpinx occlusion].

    PubMed

    Guedes-Martins, Luís; Mesquita-Guimarães, Joana; Barreiro, Márcia

    2014-01-01

    Introdução: Desde há duas décadas que assistimos à publicação de vários estudos dedicados à avaliação da influência da hidrossalpinge nos resultados de técnicas de transferência de embriões. O objectivo deste trabalho é apresentar os resultados do tratamento e vigilância gestacional em mulheres com história de infertilidade - associada a hidrossalpinge unilateral, visível no exame ecográfico transvaginal - submetidas a oclusão unilateral com Essure® e tratamento subsequente com fertilização in vitro. Material e Métodos: Análise prospectiva de uma amostra constituída por seis mulheres, com antecedentes de infertilidade e hidrossalpinge unilateral, entre Abril de 2010 e Maio de 2013. Em todos os casos procedemos a exclusão de hidrossalpinge recorrendo à colocação unilateral de um dispositivo Essure® por via histeroscópica antes da realização de um ciclo para fertilização in vitro. Resultados: Das seis doentes submetidas a fertilização in vitro, quatro engravidaram (66,7%). Destas, registaram-se duas gravidezes de termo sem intercorrências até ao parto e duas gravidezes encontram-se em vigilância, sem intercorrências conhecidas até à data. Das doentes que não engravidaram após fertilização in vitro (n = 2, 33,3%), uma engravidou espontaneamente durante a vigilância subsequente. Discussão: O avanço da histeroscopia no tratamento de hidrossalpinge, recorrendo à implantação do dispositivo Essure®, representa uma alternativa válida à abordagem laparoscópica. Conclusão: Este estudo sugere que a oclusão tubar unilateral, induzida pelo dispositivo Essure®, melhora os resultados do tratamento com fertilização in vitro em casos de infertilidade associada a hidrossalpinge unilateral, visível no exame ecográfico transvaginal.

  18. Cough: neurophysiology, methods of research, pharmacological therapy and phonoaudiology.

    PubMed

    Balbani, Aracy Pereira Silveira

    2012-04-01

    Introdução: A tosse é o sintoma respiratório mais comum em crianças e adultos.Objetivo: Apresentar uma revisão sobre a neurofisiologia e os métodos para estudo do reflexo da tosse, bem como a farmacoterapia e terapia fonoaudiológica da tosse, baseada nos trabalhos publicados entre 2005 e 2010 e indexados nas bases Medline, Lilacs e Biblioteca Cochrane sob os unitermos “tosse” ou “antitussígenos”.Síntese dos dados: O reflexo da tosse envolve ativação de múltiplos receptores vagais nas vias aéreas e de projeções neurais do núcleo do trato solitário para outras estruturas do sistema nervoso central. Técnicas experimentais permitem estudar o reflexo da tosse ao nível celular e molecular para desenvolver novos agentes antitussígenos. Não há evidências de que antitussígenos isentos de prescrição médica tenham eficácia superior à do placebo para o alívio da tosse. A terapia fonoaudiológica pode beneficiar pacientes com tosse crônica refratária ao tratamento farmacológico, sobretudo quando coexiste movimento paradoxal das pregas vocais.Comentários Finais: A abordagem multidisciplinar tem papel fundamental no diagnóstico etiológico e tratamento da tosse. O otorrinolaringologista deve informar os pacientes sobre os riscos dos antitussígenos de venda livre a fim de prevenir intoxicações e efeitos adversos, especialmente em crianças.

  19. Variabilidade óptica de longo período e precessão de jato: o caso de BL Lacertae

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Caproni, A.; Abraham, Z.

    2003-08-01

    Variabilidade é tipicamente uma característica de AGNs, sendo observada em toda a faixa eletromagnética. Em relação às escalas de tempo, variações desde horas até de algumas décadas foram encontradas por vários autores. Em alguns casos, análises temporais de curvas de luz mostram a existência de periodicidade nas variações observadas. Um exemplo de objeto que preenche as características mencionadas acima é BL Lacertae, o protótipo da classe BL Lac dos AGNs. Neste trabalho, nós interpretamos a variabilidade periódica de longo período detectada na curva de luz na banda B (~7,5 anos) como o resultado da periodicidade na amplificação da radiação oriunda do jato relativístico. Neste cenário, a amplificação periódica seria induzida pela precessão, que muda o ângulo entre o jato e a linha de visada. Com esta abordagem e vínculos adicionais fornecidos por observações em altas energias, nós podemos impor limites para os parâmetros do modelo de precessão, tais como o fator de Lorentz associado ao movimento global do jato, o ângulo de abertura do cone de precessão e o ângulo entre o eixo do cone e a linha de visada.

  20. [The Importance of Early Referral in Pediatric Acute Liver Failure].

    PubMed

    Jerónimo, Mónica; Moinho, Rita; Pinto, Carla; Carvalho, Leonor; Gonçalves, Isabel; Furtado, Emanuel; Farela Neves, José

    2015-01-01

    Introdução: A falência hepática aguda é uma doença rara associada a elevada morbilidade e mortalidade apesar do aumento da sobrevida devido ao transplante hepático. Em 2008, decorreu em Portugal uma reunião sobre esta patologia em pediatria, resultando num consenso de atuação que salientou a importância da abordagem multidisciplinar e referenciação precoce para um centro de transplantação hepática. Objetivos: Caracterizar as admissões por falência hepática aguda no Serviço de Cuidados Intensivos Pediátricos do centro português com transplante hepático pediátrico. Comparar resultados antes (A) e depois de 2008 (B). Material e Métodos: Estudo observacional retrospetivo de 20 anos (1994-2014). Critérios de inclusão: idade < 18 anos e falência hepática aguda (INR ≥ 2 sem resposta à vitamina K e necrose hepatocelular). Excluíram-se as crianças com doença hepática crónica. Resultados: Incluíram-se 50 crianças com idade mediana de 24,5 meses. A causa mais comum de falência hepática aguda abaixo dos 2 anos foi metabólica (34,6%) e acima infeciosa (29,2%). Foram submetidos a transplante hepático 46%, tendo sobrevivido 78%. A mortalidade global foi 34%. A mediana do tempo de referenciação foi 7 dias no período A (n = 35) e 2 no B (n = 15; p = 0,006). A mediana do risco de mortalidade prevista pelo PRISM foi 14,7% no período A e 6,5% no B (p = 0,019). A mortalidade foi 37% vs 26% no período A e B respetivamente (p = 0,474).Discussão e Conclusões: A mortalidade global foi sobreponível à de outros centros europeus, sendo o transplante hepático a opção terapêutica mais eficaz. Após 2008 o tempo de referenciação e a gravidade dos casos na admissão reduziram, ainda sem tradução significativa na mortalidade.

  1. [Mini-Mental State Examination: Screening and Diagnosis of Cognitive Decline, Using New Normative Data].

    PubMed

    Santana, Isabel; Duro, Diana; Lemos, Raquel; Costa, Vanessa; Pereira, Miguel; Simões, Mário R; Freitas, Sandra

    2016-04-01

    Introdução: O Mini-Mental State Examination é o teste de rastreio de défice cognitivo/demência mais difundido. No nosso país têm-se utilizado pontuações de corte definidas por grupos de literacia, mas existem novas propostas sustentadas por estudos mais representativos. Propomo-nos confirmar a influência da idade e da escolaridade no desempenho, avaliar a capacidade discriminativa dos novos dados normativos e testar a acuidade diagnóstica das pontuações de corte validadas para o défice cognitivo ligeiro e para as formas mais prevalentes de demência. Material e Métodos: O estudo incluiu 1 441 participantes escolarizados, divididos em sete subgrupos: Défice cognitivo ligeiro, doença de Alzheimer, demência fronto-temporal, demência vascular, demência com corpos de Lewy, controlo-comunidade e controlo-clínica- memória. Resultados: Em conjunto, idade e escolaridade explicam 10,4% da variância dos resultados no Mini-Mental State Examination, com ambas contribuindo significativamente para a predição dos resultados. A acuidade diagnóstica com base nos dados normativos mais recentes foi sempre superior à conseguida com as pontuações de corte de validação, revelando uma especificidade excelente (superior a 90%) e uma sensibilidade também excelente para a doença de Alzheimer ligeira (91%), boa para demência com corpos de Lewy (78%), baixa para o défice cognitivo ligeiro (65%) e demência fronto-temporal e demência vascular (55%). Discussão e Conclusões: O desempenho no Mini-Mental State Examination é influenciado pela idade e pela escolaridade, apoiando a utilização de dados normativos que considerem estas variáveis. Com esta abordagem, o Mini-Mental State Examination poderá ser um instrumento sensível e específico para o rastreio da doença de Alzheimer em todos os níveis de cuidados de saúde, mas a acuidade de diagnóstico é limitada noutras situações frequentes em consultas especializadas, como o défice cognitivo ligeiro

  2. Short and Long-Term Efficacy of Laparoscopic Ovarian Diathermy in Women with Polycystic Ovary Syndrome.

    PubMed

    Luz, Rita; Barros, Joana; Aguiar, Ana; Rodrigues, Cátia; Soares, Ana Paula; Nunes, Joaquim; Sousa, Sandra; Calhaz-Jorge, Carlos

    2016-08-01

    Introdução: A síndrome dos ovários poliquísticos é a causa mais frequente de anovulação e o tratamento envolve uma abordagem faseada. A electrocoagulação laparoscópica dos ovários é aceite como segunda linha no tratamento das doentes que não respondem ao citrato de clomifeno. Os objectivos deste estudo foram determinar a eficácia desta técnica a curto e longo prazo e definir os factores preditivos de gravidez espontânea. Material e Métodos: Este estudo retrospectivo envolveu 76 mulheres submetidas a electrocoagulação dos ovários entre 2004 e 2013, num hospital universitário. Os desfechos principais foram a regularidade menstrual e gravidez. Os resultados a curto prazo registados durante a vigilância na unidade foram revistos e os desfechos a longo prazo foram avaliados através de entrevista telefónica realizada a todas as mulheres operadas há mais de três anos. Dados clínicos e bioquímicos foram analisados como factores preditivos de gravidez espontânea em doentes sem outros factores de infertilidade. Resultados: A regularidade do ciclo menstrual foi alcançada inicialmente em 53 (70%) mulheres e a longo prazo, 52% (12/53) tinham ciclos regulares. Em geral, 53 (70%) mulheres engravidaram e foram obtidas 77 gravidezes, 60% das quais foram espontâneas. O único factor de prognóstico associado a gravidez espontânea foi a duração da infertilidade inferior a três anos (p < 0,05). Discussão: A electrocoagulação dos ovários demonstrou taxas de gravidez comparáveis a outros tratamentos de indução da ovulação com a vantagem de ter efeitos benéficos duradouros na regularidade menstrual e fertilidade. Conclusão: A electrocoagulação dos ovários é uma opção de tratamento segura e eficaz na infertilidade anovulatória em mulheres com síndrome dos ovários poliquísticos.

  3. Um enfoque antropológico para o ensino de astronomia no nível médio

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Costa, G. B.; Jafelice, L. C.

    2003-08-01

    uma enorme carência de materiais didático-pedagógicos em astronomia para professores do ensino médio, sobretudo materiais que explorem também aspectos humanísticos. A origem do Universo é um bom exemplo desta constatação central. Embora tal origem teve explicações culturais diversas, os professores não têm informações sobre isso e muito menos material que trabalhe diferentes visões de mundo e treinamento que os capacite a abordá-las devidamente. Conseqüentemente o ensino de astronomia costuma ser tecnicista e dissociado do aspecto humano que alimenta o grande interesse e curiosidade que esses temas despertam. Aqui apresentamos propostas visando contribuir para reverter esse quadro e trabalhamos distintas visões de Universo: espontâneas, autóctones e científicas. Desenvolvemos práticas, materiais instrucionais e textos para viabilizar a adoção de um enfoque antropológico para o ensino de astronomia no nível médio, no qual as culturas humanística e científica sejam integradas de uma maneira contextualizada e eficaz para aquele ensino. Estas propostas foram aplicadas em um curso de treinamento para professores da rede pública de diferentes disciplinas. A receptividade dos professores à abordagem proposta e os resultados alcançados foram muito estimulantes. Destes, destacamos: produção de roteiros de atividades; desenvolvimento de práticas didático-pedagógicas específicas (e.g., encenação de mitos; dança primordial guarani; "criação" de constelações e interpretações pluriculturais; etc.); e sugestões concretas para a efetiva realização de um ensino interdisciplinar contextualizado, onde questões cosmogônicas servem de mote para iniciar tal ensino. Discutimos estes resultados e como o enfoque adotado pode instrumentalizar os professores para leituras de mundo que incluem naturalmente aspectos culturais, sociais e históricos associados aos temas estudados. (PPGECNM/UFRN; PRONEX/FINEP; NUPA/USP; Temáticos/FAPESP)

  4. Decolourisation Capabilities of Ligninolytic Enzymes Produced by Marasmius cladophyllus UMAS MS8 on Remazol Brilliant Blue R and Other Azo Dyes

    PubMed Central

    Roslan, Hairul Azman

    2017-01-01

    Marasmius cladophyllus was examined for its ability to degradatively decolourise the recalcitrant dye Remazol Brilliant Blue R (RBBR) and screened for the production of ligninolytic enzymes using specific substrates. Monitoring dye decolourisation by the decrease in absorbance ratio of A592/A500 shows that the decolourisation of RBBR dye was associated with the dye degradation. Marasmius cladophyllus produces laccase and lignin peroxidase in glucose minimal liquid medium containing RBBR. Both enzyme activities were increased, with laccase activity recorded 70 times higher reaching up to 390 U L−1 on day 12. Further in vitro RBBR dye decolourisation using the culture medium shows that laccase activity was correlated with the dye decolourisation. Fresh RBBR dye continuously supplemented into the decolourised culture medium was further decolourised much faster in the subsequent round of the RBBR dye decolourisation. In vitro dye decolourisation using the crude laccase not only decolourised 76% of RBBR dye in just 19 hours but also decolourised 54% of Orange G and 33% of Congo red at the same period of time without the use of any exogenous mediator. This rapid dye decolourisation ability of the enzymes produced by M. cladophyllus thus suggested its possible application in the bioremediation of dye containing wastewater. PMID:28168194

  5. Uma Comparação entre Técnicas de Propagação de Erros em Astrofísica: Monte Carlo x Bootstrap

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Zabot, Alexandre; Baptista, Raymundo

    2005-07-01

    Neste trabalho é feito um estudo comparativo entre dois algoritmos numéricos usados para propagação de erros em dados experimentais. Um deles é conhecido por Método de Monte carlo e o outro por Método de Bootstrap. Recentemente, Dhullon & Watson argüiram que a aplicação do método de Monte Carlo introduz ruído nos dados, e propuseram então a utilização do Bootstrap como alternativa capaz de produzir resultados superiores. O objetivo deste trabalho é testar a validade dessa afirmação. As duas técnicas foram aplicadas a três problemas diferentes: o ajsute de modelos de emissão LTE simples e atmosfera estelar a espectros estelares observados e o ajuste de curvas de luz de eclipses de Variáveis Cataclísmicas para a detemrinação da distribuição radial de brilho dos seus discos de acréscimo. Os métodos foram testados quanto à sua robusteza, ou seja, a capacidade de prover resultados coerentes enre si. Além disso, as soluções dos métodos foram comparadas. Os resultados indicam que não existe evidência de superioridade de um métodos em relação ao outro.

  6. Elemente der beiden W-UMa-Sterne GSC 0424-0792 (Brh V62) und GSC 1721-1591 (Brh V127)

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Bernhard, Klaus; Frank, Peter; Moschner, Wolfgang

    2011-01-01

    CCD observations and ASAS-3 data of GSC 0424-0792 (Brh V62) and GSC 1721-1591 (Brh V127) lead to the following elements and types of variability: GSC 0424-0792: HJD (MinI)= 2453142.489(5)+ E*1.182336(1), type: WUMa GSC 1721-1591: HJD (MinI)= 2455429.5086(4)+E*0.3188963(1), type: WUMa

  7. "Canteiro Escola"--Uma Resposta da Industria da Construcao no Contexto Produtivo Atual (The "Building Site" School--A Construction Industry Answer in the Actual Productive Context).

    ERIC Educational Resources Information Center

    Barone, Rosa Elisa; Letelier, Maria Eugenia

    1995-01-01

    Presents examples of the discourse of construction industry personnel involved in workplace basic education in Brazil. Reports on the perspective of the workers/students and on the experiences and the vision of those who implement the educational programs. Identifies the limits of the schooling process and the difficulties inherent in the present…

  8. BVRI Photometric 2015 WD Analysis of the Southern Totally Eclipsing, Solar-type, Shallow-contact W UMa Binary, DD Indus

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Samec, Ronald G.; Norris, Cody L.; Van Hamme, Walter; Faulkner, Danny R.; Hill, Robert L.

    2016-12-01

    Observations and a 2015 Wilson-Devinney Program analysis are undertaken for the first precision observations of DD Indi. DD Indi is of solar-type (T 1 ˜ 5750 K) and was determined to be a shallow-contact eclipsing binary. It was observed from 2013 June through September at Cerro Tololo InterAmerican Observatory in remote mode. The 24 inch Boller and Chivens reflector, now under management by The Southeastern Association for Resarch in Astronomomy (SARA) was used. Five new eclipse timings were obtained, for three primary and two secondary eclipses. Seven more eclipse timings were calculated from All Sky Automated Survey data. A possibly increasing period was found from all available eclipse timings with a 5 ± 2 × 10-11 × E 2 quadratic term. A BVR c I c simultaneous synthetic light-curve analysis reveals that the system has a mass ratio of ˜0.46, a ˜ 140 K component temperature difference, and two weak cool spots. The Roche Lobe fill-out of this W-type binary is only ˜11%, and an inclination of ˜86° was determined. A time of constant light of ˜16 minutes is measured around phase zero. More detail is included in this report.

  9. The Effect of Blowsand Reduction on the Abundance of the Fringe-Toed Lizard (Uma inornata) in the Coachella Valley, California,

    DTIC Science & Technology

    1981-10-01

    observed variation in the dependent variable. Una often burrow in dunes on the lee sides of shrubs. Stebbins (1944: 330) stated: "Where barchanes ...knob dunes) b) mesquite dunes c) sand drifts e) sand veneers f) sand undulations g) wave and barchan -like dunes All are dependent upon-and are affected...vertical relief of a few tenths of a meter and 2 areal extent of a few m , up to wave and barchan -like dunes, some with active slip faces approaching 10

  10. Are Amyotrophic Lateral Sclerosis Caregivers at Higher Risk for Health Problems?

    PubMed

    Pinho, Ana Catarina; Gonçalves, Edna

    2016-01-01

    Introdução: A esclerose lateral amiotrófica é uma doença neuro-degenerativa rara que afeta os neurónios motores. Os doentes apresentam-se com incapacidade motora progressiva e, por vezes, alterações neuro-comportamentais e a principal causa de morte é a falência respiratória. Com o agravamento da incapacidade funcional, os pacientes tornam-se altamente dependentes da família, que assume o papel de cuidador primário, expondo-se ao stress e outras potenciais causas de doença como insónias, o esforço físico realizado para a mobilização dos pacientes e alterações nos hábitos alimentares. O principal objetivo do nosso trabalho é perceber se cuidar de doentes com esclerose lateral amiotrófica aumenta os níveis de doença ou problemas de saúde nos cuidadores. Material e Métodos: Através de uma revisão exaustiva, analisámos a bibliografia publicada nas bases de dados eletrónicas PubMed e Scopus entre 2010 e 2015. Resultados: Verificámos que os cuidadores têm níveis mais elevados de sobrecarga, depressão e ansiedade, assim como menor qualidade de vida. Estes resultados relacionam-se com a idade e o género do cuidador e a duração dos cuidados, para além da incapacidade e das alterações neuro-comportamentais do doente. Uma elevada perceção de suporte e a espiritualidade do cuidador promovem o bem-estar. Discussão: No nosso trabalho foi-nos possível perceber que diversos factores influenciam a qualidade de vida dos cuidadores e afetam a sua saúde. Para além disso, pudemos perceber também que os diversos parâmetros avaliados estão relacionados entre si e, como visto em alguns dos estudos, relacionados com a própria qualidade de vida dos doentes. Consequentemente, tornou-se essencial adotar uma abordagem holística destes pacientes e das suas famílias, combatendo os factores prejudiciais e investindo nos promotores da saúde. Conclusão: Apesar de toda a investigação realizada sobre cuidadores de doentes com esclerose lateral

  11. Parcial Nephrectomies - results of 12 years from an Oncology Institution.

    PubMed

    Freitas, Rui; Cruz, Ricardo; Antunes, Luís; Araújo, Paulo; Silva, Pedro; Saraiva, Luis; Magalhães, Sanches; Moreira Silva, Vitor; Morais, António; Lobo, Francisco; Oliveira, Jorge

    2016-02-01

    Introdução: O diagnóstico de carcinoma de células renais tem vindo a aumentar nos últimos anos, sobretudo pelo seu diagnóstico incidental, e de forma paralela tem aumentado as indicações para cirurgia preservadora de nefrónios.Objectivos: Rever uma série de nefrectomias parciais de uma instituição oncológica em termos técnicos, sobrevida, variação da função renal. Material e Métodos: Análise retrospectiva de todos os doentes com neoplasia renal, submetidos a nefrectomia parcial na nossa instituição entre janeiro de 2000 e dezembro de 2012. Resultados: Foram realizadas 156 nefrectomias parciais, 85 em homens e 71 em mulheres, com média de idades de 62 '± 15 anos. A abordagem foi em 23 casos transperitoneal laparoscópica sendo nos restantes 133 por lombotomia. O tempo médio de isquemia foi < 25 minutos em todos os doentes. A taxa de complicações foi de 10,9%, a maioria grau 2 e 3 da escala de Clavien-Dindo. Os tumores tinham dimensões médias de 2,9 '± 1,4 cm e a margem cirúrgica estava focalmente atingida por tumor em 9,6% dos casos. Em termos histológicos, verificou-se em 26,2% dos casos a existência de carcinoma de células renais de células claras, sendo os oncocitomas a neoplasia benigna mais frequente com 14,7% do total. No seguimento dos doentes verificaram-se 4 casos de recidiva e um óbito pela doença. A variação média na taxa de filtração glomerular estimada foi de -5,3 mL/min por 1,73 m2 (p < 0,001). Não se verificou associação entre tempo de isquemia, índice de massa corporal, idade, score ASA, existência de complicações com este decréscimo da taxa de filtração glomerular. Discussão: Os casos de margens cirúrgicas positivas são ligeiramente superiores ao descrito na literatura, todavia não foram encontrados factores preditivos para tal e em última análise não foi encontrada recidiva tumoral ou qualquer influência na sobrevida destes doentes. Apesar de ter se ter verificado uma diminui

  12. Teaching astronomy mediated by information and communication technologies: a preliminary approach

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Rosa, R. H. L.; Voelzke, M. R.

    2014-08-01

    O presente trabalho é parte preliminar de um estudo mais amplo em nível de doutorado sobre o ensino de astronomia mediado pelas tecnologias da informação e comunicação, utilizando dispositivos compactos, móveis e pessoais. Este estudo também faz parte do projeto institucional do CEFETMG sobre ambientes diversificados de aprendizagem sob fomento da agência estadual FAPEMIG (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais). Esta apresentação aborda o resultado das concepções prévias de estudantes em relação a conhecimentos básicos de astronomia, ligados à percepção e observação direta do céu. Três turmas de estudantes de 1ª série e uma turma de 3ª série do ensino integrado médio técnico da Educação Básica, Técnica e Tecnológica (EBTT) do CEFETMG Campus II - Belo Horizonte/MG foram submetidas a uma avaliação prévia através de questionário estruturado. Este questionário foi elaborado de forma a abordar a percepção dos estudantes em relação aos recursos gráficos (figuras e desenhos) representativos de conhecimentos básicos de astronomia, comuns em livros didáticos. Após a análise dos resultados desta avaliação, organizou-se uma estratégia de intervenção didática em sala de aula sobre o conteúdo de astronomia, utilizando-se de recursos de mediação baseados nas tecnologias da informação e comunicação. Os temas selecionados para esta estratégia didática foram relacionados aos assuntos básicos de astronomia em que ocorreu maior nível de desconhecimento dos estudantes. Os estudantes foram submetidos a avaliação posterior elaborada com os mesmos pressupostos da avaliação prévia. A análise dos resultados foi realizada a partir dos pressupostos da aprendizagem significativa (Ausubel; Novak e Hanesian, 1983). O ensino de astronomia por mediação das tecnologias da informação e comunicação indica uma alternativa preliminar aos trabalhos de campo usuais orientados na prática escolar, tais

  13. Energy availability, menstrual dysfunction and bone health in sports; an overview of the female athlete triad.

    PubMed

    Márquez, Sara; Molinero, Olga

    2013-01-01

    Introducción: La tríada de la atleta femenina es un importante problema de salud que amenaza a las mujeres que practican ejercicio. Este trastorno constituye un síndrome multifactorial e interrelacionado que incluye una baja disponibilidad de energía, alteraciones del ciclo menstrual y disminución de la densidad mineral ósea. Objetivo: Revisar los componentes de la tríada de la atleta femenina y sus interacciones, así como las estrategias de diagnóstico y tratamiento. Métodos: Se revisaron artículos relacionados con el tema en las bases de datos Pubmed y Sportdiscus. Resultados: La interrelación entre los componentes de la tríada de la atleta femenina puede resultar en manifestaciones clínicas, que incluyen trastornos de la conducta alimentaria, amenorrea y osteoporosis. Estas manifestaciones no siempre se presentan de forma simultánea. La prevención es importante para minimizar las complicaciones. El diagnostico y el tratamiento son complicados y pueden requerir a menudo un abordaje terapéutico multidisciplinar. Conclusiones: El conocimiento de la enfermedad puede facilitarse por el desarrollo de un marco unificado centrado en la deficiencia de energía. Las intervenciones preventivas y tempranas requieren un incremento de la disponibilidad de energía a través de un mayor aporte energético o una reducción del gasto asociado a un ejercicio físico excesivo. Debe incluirse un estilo de vida saludable y el apoyo por parte de padres y entrenadores. La psicoterapia puede ser necesaria si se presentan trastornos alimentarios.

  14. PubMed

    Grijota Pérez, Francisco Javier; Barrientos Vicho, Gema; Casado Dorado, Analía; Muñoz Marín, Diego; Robles Gil, María Concepción; Maynar Mariño, Marcos

    2016-09-20

    Objetivo: el objetivo de este estudio fue analizar la ingesta nutricional de atletas de alto nivel de las especialidades de fondo y medio fondo, durante una temporada atlética, para detectar posibles deficiencias.Métodos: para llevar a cabo el estudio, se procedió a evaluar la dieta y las diferentes concentraciones de los macronutrientes (glúcidos, lípidos y proteínas) y los diferentes tipos de ácidos grasos, en cuatro momentos diferentes de la temporada: al inicio y a los 3, 6 y 9 meses de entrenamiento. La muestra estuvo constituida por un grupo formado por 23 atletas de fondo y medio fondo con un mínimo de 5 años de ntrenamiento, una carga semanal de entre 14-20 horas y un volumen de 100-120 km semanales. El procedimiento consistió en el registro nutricional durante un periodo de tres días consecutivos, en los cuatro momentos establecidos.Resultados: los resultados obtenidos muestran incrementos significativos (p < 0,05) en la ingesta de proteínas entre los 3-9 meses.Conclusión: la ingesta energética en atletas de fondo y medio fondo va aumentando a lo largo de la temporada deportiva, con cantidades de macronutrientes inferiores a las recomendadas por la comunidad científica, y con incrementos en la ingesta de proteínas en periodos de primavera y verano, coincidiendo con momentos de competición.

  15. [Total laparoscopic hysterectomy: retrospective analysis of 262 cases].

    PubMed

    Nogueira-Silva, Cristina; Santos-Ribeiro, Samuel; Barata, Sónia; Alho, Conceição; Osório, Filipa; Calhaz-Jorge, Carlos

    2014-01-01

    Introdução: A histerectomia é a cirurgia ginecológica major mais frequentemente realizada nos países desenvolvidos, considerando-se três principais vias de abordagem: vaginal, abdominal e laparoscópica. Apesar de múltiplas vantagens, a histerectomia totalmente laparoscópica tem-se associado a controvérsia relativamente à taxa de complicações.Objectivos: Análise da nossa casuística de histerectomia totalmente laparoscópica e avaliação da taxa de complicações.Material e Métodos: Análise retrospetiva dos processos clínicos das doentes submetidas a histerectomia totalmente laparoscópica no nosso departamento, pela mesma equipa cirúrgica, entre abril de 2009 e março de 2013 (n = 262).Resultados: As doentes tinham em média 48,9 ± 9 anos e 49,2% tinha antecedentes de cirurgia abdomino-pélvica. O índice de massa corporal médio era 26,5 ± 4,5 kg/m2, sendo que 42% eram obesas ou tinham excesso de peso. O tempo operatório médio para realização da histerectomia totalmente laparoscópica foi 77,7 ± 27,5 minutos, diminuindo significativamente com o aumento da experiência da equipa cirúrgica. O peso médio da peça operatória foi 241 ± 168,4g e a duração média do internamento após a cirurgia foi 1,49 ±0,9 dias. A diferença entre a hemoglobina pré e pós-operatória foi 1,5 ± 0,8g/dL. A morbilidade major foi 1,5% (n = 4) e a minor 11,5% (n = 30). Salienta-se um caso de conversão para laparotomia e dois casos de deiscência da cúpula vaginal. Não ocorreu nenhuma lesão urinária ou gastrointestinal grave.Conclusões: Esta série demonstra que, se realizada por uma equipa cirúrgica adequadamente treinada, a histerectomia totalmente laparoscópica é segura e associada a baixa taxa de complicações.

  16. Abundância química de simbióticas na direção do bojo galáctico

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Luna, G. J. M.; Costa, R. D. D.

    2003-08-01

    O estudo da distribuição de metalicidades de gigantes K no Bojo indica um largo intervalo com valores entre 0.1 a 10 vezes o valor solar. As razões elementais Ca/Fe, Si/Fe, Mg/Fe são típicas de estrelas do halo, apontando para um processo rápido de enriquecimento, via estrelas masssivas (SN's tipo II). No entanto, este cenário não combina com os resultados derivados de nebulosas planetárias do bojo tais como os de Ratag et al. (1992, A&A,255,270), Cuisinier et al.(2000, A&A,353, 543), Escudero e Costa (2001, A&A,380, 300),que obtêm abundâncias análogas às do disco. Neste cenário, o estudo de estrelas simbióticas possibilita uma abordagem particularmente apropriada para o problema das abundâncias químicas de estrelas de massa intermediária em estágios avançados da evoluçao estelar. Apresentamos aqui os resultados da determinacão das abundâncias do grupo do CNO numa extensa amostra de simbióticas do bojo. Aliás, com a disponibilidade de espectros no visível determinamos também abundâncias de Ar, Ne, S e He, fundamentais para analisar os processos de enriquecimento químico ocorridos ao longo da evolução estelar, bem como a evolução química do meio interestelar. Com os espectros UV do satelite IUE obtivemos abundâncias de C, necessárias no estudo da evolução dos sistemas. As relaçoes C/N-O/N mostram que o material nebular é produto do vento da componente gigante e não dos eventos de nova que às vezes acontecem nestes sistemas, como foi mostrado por Nussbaumer et al (1988,A&A,198,179). As abundâncias de Ar, S, Ne e O são compativeis com resultados de fontes no disco e bojo, seguindo o gradiente proposto por muitos autores na literatura a partir de diferentes objetos como cefeidas, nebulosas planetárias e anãs G. (CAPES,FAPESP,CNPq)

  17. Changing dietary habits among Akwen Xerente.

    PubMed

    Rocha, Tatiana Evangelista da Silva; Silva, Reijane Pinheiro da; Nascimento, Maira Messias do

    2016-06-01

    The research aimed to identify the current feed of Xerente people in Indian villages Porteira and Funil in the city of Tocantinia / TO. It was used a qualitative ethnographic approach. Conducted from September 2013 to August 2014. The data were presented in a diary, through participant observation of food practices with the guidance of a script. A process of dietary change that permeates the culture of this people is taking place. Factors such as the deficit in the planting gardens, the recent arrival of energy, and therefore the technology has allowed access to processed foods. But some families still maintain the farming of cassava, yam, and beans. The main animals that are hunted in the village are peccary, deer and armadillo. It was possible to point which foods are inserted in the Xerente feed and factors related to this situation. A pesquisa objetivou identificar a alimentação atual do povo Xerente, nas aldeias indígenas Porteira e Funil, no município de Tocantínia / TO. Utilizou-se uma abordagem etnográfica qualitativa. Realizada entre setembro de 2013 a agosto de 2014. Os dados foram descritos através de um diário de campo, por meio da observação das práticas alimentares com a orientação de um roteiro. Está ocorrendo um processo de mudança alimentar na cultura deste povo. Fatores como o déficit no plantio das roças, a chegada da energia, e consequentemente a tecnologia, permitiu o acesso a alimentos industrializados. Mas algumas famílias ainda mantem o cultivo de mandioca, inhame, feijão andu. Os principais animais que são caçados na aldeia são caititu, veado e tatu. Foi possível encontrar a presença de alimentos industrializados inseridos na alimentação do Xerente e isso tem provocado alterações nos hábitos desse povo.

  18. Seismic ground motion scenarios in Lower Tagus Valley Basin

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Borges, José; Torres, Ricardo; Furtado, José; Silva, Hugo; Caldeira, Bento; Pinto, Carlos; Bezzeghoud, Mourad; Carvalho, João

    2013-04-01

    Throughout its history the Lower Tagus Valley (LTV) has been struck by several earthquakes which produced important material damage and loss of lives: The 1st of November 1755 Lisbon earthquake and the 1969 earthquake (Mw=7.3), located in the SW Iberia Margin and the 1344, 1531 and 1909 (M= 6 to 7) with epicenter located inside the LTV basin. Since this region is the most highly populated region in Portugal, it is expected that an earthquake of similar magnitude of those that have occurred in the past will cause an enormous destruction and casualties. This fact makes LTV a high priority area for earthquake research in Portugal. In order to overcome the problems related to the absence of geological outcrops, low slip-rates (<0,4 mm/year) and the processes of sedimentation and erosion, we use in this work seismic reflection profiles, potential field data, soundings, wells and geological cartography to obtain a map of the main seismogenic structures and to characterize their seismic potential [1]. Moreover, a 3D structural model has been developed for de LTV based on Seismic reflection, Seismic Noise and potential field data [2,3]. In order to improve assessment of the seismic hazard in the LTV basin, we simulate long-period (0-1 Hz) ground motion time histories for a suite of scenarios earthquakes (Mw =5.5 to 7) within the basin, using fault geometries and the 3D seismic velocity structure based on the previous mentioned works. References [1] Pinto, Carlos C. (2011). Identification of Seismogenic Structures in the Lower Tagus Basin. Master Thesis, Universidade de Évora, 128 pp. [2] Torres, R.J.G., (2012). Modelo de velocidade da Bacia do Vale do Tejo: uma abordagem baseada no estudo do ruído sísmico ambiental, Master Thesis, Universidade de Évora, 83pp. [3] Furtado, J.A (2010). Confirmação do modelo da estrutura 3D do Vale Inverior do Tejo a partir de dados de ruído sísmico ambiente, Master Thesis, Universidade de Évora, 136pp.

  19. Velocity and structural model of the Lower Tagus Basin according to the study of environmental seismic noise

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Gomes Torres, Ricardo Jorge; Furtado, José Augusto; Gonçalves Silva, Hugo; Borges, José Fernando; Caldeira, Bento; Bezzeghoud, Mourad; Carvalho, João

    2013-04-01

    ] Torres, R.J.G., (2012). Modelo de velocidade da Bacia do Vale do Tejo: uma abordagem baseada no estudo do ruído sísmico ambiental, Master Thesis, Universidade de Évora, 83pp. [3] Nakamura, Y., 1989. A method for dynamic characteristics estimations of subsurface using microtremors on the ground surface, Quarterly Report, RTRI, Japan, v. 30, p. 25-33. [4] J.A. Furtado, Confirmação do modelo da estrutura 3D do Vale Inverior do Tejo a partir de dados de ruído sísmico ambiente, Master Thesis, Universidade de Évora, 136pp, 2010.

  20. [Psychiatric comorbidities associated with headaches: the experience of the liaison consultation].

    PubMed

    Martins, Vera; Temótio, José; Murta, Ilda

    2015-01-01

    Introdução: A comorbilidade entre cefaleias e perturbações psiquiátricas é frequente, podendo ser explicada quer ao nível de modelos uni ou bidirecionais, quer ao nível da partilha de factores de risco genéticos e ambientais, comuns ao desenvolvimento de ambas as condições clínicas. A presença desta comorbilidade tem implicações importantes, agravando o quadro clínico, aumentando o risco de cronicidade, elevando a intensidade da dor e a taxa de insucesso terapêutico. Material e Métodos: Os autores realizaram um estudo descritivo, retrospectivo, de prevalência, envolvendo 250 doentes observados na consulta de ligação de Psiquiatria-Cefaleias, durante um período de 3 anos, entre 1 de Julho de 2011 e 1 de Julho de 2013, no qual se procedeu à análise dos processos clínicos, relativamente aos dados sociodemográficos e clínicos, diagnóstico psiquiátrico, neurológico e terapêutica prescrita. Resultados e Discussão: Foram efectuadas 689 consultas de ligação Psiquiatria-Cefaleias, verificando-se maior prevalência de doentes do sexo feminino (84%), com média de idades de 47 anos. As cefaleias tipo tensão (60,8%), a enxaqueca (24,8%) e as cefaleias atribuídas a perturbações psiquiátricas (7,2%), foram os tipos mais prevalentes, enquanto as perturbações de humor (62%) e as perturbações neuróticas relacionadas com o stress (39,2%) foram os diagnósticos psiquiátricos mais frequentes na consulta. A intervenção terapêutica nestes casos privilegiou a intervenção multidisciplinar do médico Neurologista e do Psiquiatra, baseando-se na psicoeducação, abordagem cognitivo-comportamental e tratamento psicofarmacológico. Conclusão: Dada a complexidade dos quadros clínicos nos casos de comorbilidade, a experiência da consulta de psiquiatria de ligação e da intervenção multidisciplinar revelou-se uma mais valia no tratamento destes doentes, configurando-se como o cenário mais adequado para o tratamento destas patologias.

  1. Perception of hypertensive patients about their non-adherence to the use of medication.

    PubMed

    Marin, Nadia Sanches; Santos, Mariana Fonseca Dos; Moro, André Dos Santos

    2016-06-01

    This qualitative study aims to analyze the perception of patients with hypertension on their non-adherence to medication. 13 participants were interviewed, classified as non-adherent.The analysis was performed using the technique of thematic content analysis. Data points to contradictions in the approach of what is being adherent or not, the difficulty of adhering to the use of medication due to lifestyle habits, that forgetting is understood as a justification for non-compliance, and reinforces factors that hinder such practice, such as the use of many drugs, the presence of signs and symptoms and changes in daily routine. With complex conditions that involve non-adherence to treatment and the current context of the predominance of chronic diseases, it is essential to invest in innovative strategies of care for such people. Estudo qualitativo que se propõe a analisar a percepção do portador de hipertensão arterial sobre a sua não adesão ao tratamento medicamentoso. Foram entrevistados treze participantes classificados como não aderente. A analise foi realizada pela técnica de analise de conteúdo modalidade temática. Os dados apontam para contradições na abordagem sobre o que é ser ou não aderente, a dificuldade de aderir ao uso dos medicamentos devido ao hábito de vida, que o esquecimento é compreendido como uma justificativa para a não adesão, além de reforçarem fatores que dificultam tal prática, como o uso de muitos medicamentos, presença de sinais e sintomas e mudanças na rotina diária. As complexas condições que envolvem a não adesão ao tratamento e ao o atual contexto de predomínio de doenças crônicas, é primordial que se invista em estratégias inovadoras de cuidado a tais pessoas.

  2. A proposed contents astronomy for basic education

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Albrecht, E.; Voelzke, M. R.

    2014-08-01

    A Astronomia é um tema que sempre exerceu fascínio sobre as pessoas de um modo geral. Conhecer e estudar o que há nos “céus”, além de nossos olhos, continua sendo instigador e de grande interesse. Baseado nestas justificativas desenvolveu-se uma pesquisa de Doutorado, na qual, o objetivo principal foi investigar sobre a presença dos conteúdos de Astronomia nas Propostas Curriculares da região Sul do Brasil, a saber, os estados de Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina e, posterior comparação com os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) que trazem propostas de conteúdos para toda a Educação Básica brasileira. Tal investigação pautou-se na abordagem de caráter qualitativo e utilizouse para tal da Análise de Conteúdos (Bardin, 2011), que possibilitou a construção de quatro categorias, nas quais os conteúdos astronômicos foram agrupados: Terra, Sistema Solar, Via Láctea e Universo. Após a leitura, coleta de dados, construção de categorias, observou-se a dicotomia na apresentação destes conteúdos. As propostas curriculares analisadas foram as de Geografia, Ciências e Física dos estados do Paraná (2008), Rio Grande do Sul (2009) e de Santa Catarina (1998), responsáveis pelo trabalho com Astronomia nestes estados. No Ensino Fundamental, a proposta curricular do estado do Paraná apresenta conteúdos ligados à Astronomia desde o sexto ano até o nono ano, como conteúdo do primeiro bimestre, o que também é apresentado na proposta curricular do estado do Rio Grande do Sul, porém, este, não divide os conteúdos por bimestre e nem por ano, mas por ciclos, sexto e sétimo anos como primeiro ciclo e oitavo e nono anos como segundo ciclo, deixando livre para o professor estruturar sua sequência de conteúdos. A proposta curricular de Santa Catarina não apresenta estes conteúdos de maneira explícita, não divide dos conteúdos nem por ano, nem por série, traz uma sequência de conteúdos para serem trabalhados ao longo dos

  3. Thyroid carcinoma in children and young adults: retrospective review of 19 cases.

    PubMed

    Saraiva, Joana; Ribeiro, Cristina; Melo, Miguel; Gomes, Leonor; Costa, Gracinda; Carrilho, Francisco

    2013-01-01

    Introdução: O carcinoma da tiróide é raro em crianças e em adultos jovens. A maior parte das orientações clínicas baseia-se em dados obtidos na população adulta. Persistem diversas controvérsias no que se refere à agressividade da apresentação clínica e da abordagem terapêutica.Objectivo: Avaliar todos os doentes com carcinoma da tiróide com menos de 20 anos no momento da apresentação, reflectindo a experiência da nossa unidade relativamente ao diagnóstico, tratamento e seguimento desta entidade.Material e Métodos: Trata-se de um estudo de revisão retrospectiva dos registos clínicos de todas as crianças e adultos jovens seguidos na Consulta de Oncologia do Serviço de Endocrinologia do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra entre 1996 e 2012 .Resultados: Foram estudados 19 doentes, com uma média etária de 16 anos, sendo 13 do sexo feminino. Nenhum dos doentes fora previamente submetido a irradiação da região do pescoço. A queixa de apresentação era a presença de uma massa cervical palpável em 84,6% dos casos. Foi realizada citologia aspirativa em 15 doentes, que foi diagnóstica ou suspeita de neoplasia em 71,4% dos casos. A tiroidectomia total foi levada a cabo em 18 casos (94,7%). Em todos estes foi identificada a presença de um carcinoma papilar. A invasão vascular e multicêntrica ocorreu em 21,1% dos casos. A dimensão tumoral média foi de 2,5 cm. O envolvimento ganglionar cervical foi diagnosticado em 31,6% dos casos e a presença de metástases à distância foi identificada em 5,2% dos casos. Na maior parte dos doentes (18 em 19), o quadro foi classificado como doença em estadio I. Todos os doentes fizeram terapêutica supressora com tiroxina e 84,2% dos doentes foram submetidos a ablação pós-operatória com iodo radioactivo (dose média de 85,7mCi). Durante um seguimento médio de cerca de 6 anos, 16 doentes permaneceram em remissão.Conclusão: Na nossa série, as taxas de metastização ganglionar cervical

  4. Attachment Strategies and Neuroendocrine Biomarkers in Obese Children.

    PubMed

    Pinto, Inês; Wilkinson, Simon; Virella, Daniel; Alves, Marta; Calhau, Conceição; Coelho, Rui

    2016-05-01

    Introdução: A qualidade da relação pais-filho influencia o desenvolvimento do sistema fisiológico de regulação do stress da criança. Exploraram-se eventuais associações entre estratégias de vinculação e o cortisol e a hormona estimulante da tiróide, respectivamente como possíveis mediador e variável interveniente na relação mãe-filho, na criança obesa. Material e Métodos: Foi recrutada na Consulta de Obesidade uma amostra de conveniência de 83 crianças obesas com 10,9 (1,8) anos de idade (46 rapazes). A obesidade foi definida pelo percentil do índice de massa corporal para idade e género e os biomarcadores neuroendócrinos foram medidos pelos métodos de rotina. As estratégias de vinculação foram avaliadas através dos questionários (IACA) para pais e crianças. O funcionamento familiar foi classificado através do preenchimento pelos pais do FACES-III. Foram analisados modelos multivariáveis de regressão linear. Resultados: As estratégias de vinculação insegura do tipo evitante (tipo A) apresentaram uma associação significativa positiva com os níveis de hormona estimulante da tiróide e negativa com os níveis de cortisol (R2 = 0,352). As estratégias de vinculação segura (tipo B) associaram-se positivamente ao hipotiroidismo e ao percentil de índice de massa corporal, ambas com significado estatístico (R2 = 0,541). As estratégias de vinculação insegura apresentaram alguma evidência de associação positiva com a hormona estimulante da tiróide (R2 = 0,250). Discussão: Estes achados sugerem a existência de factores comuns na regulação dos eixos hipotálamo-hipófise-adrenal e hipotálamo-hipófise-tiróide. Os processos envolvidos no desenvolvimento das estratégias de vinculação do tipo A parecem associar-se aos mecanismos regulatórios do eixo HPA. Conclusão: Diferentes estratégias de vinculação estão associadas a diferentes padrões metabólicos em crianças obesas. Desconhece-se qual a sua contribui

  5. [Pulmonary aspergilloma surgery: a mono-institutional experience].

    PubMed

    Correia, Sílvia da Silva; Pinto, Carlos; Bernardo, João

    2014-01-01

    Introdução: O aspergiloma ou micetoma é resultado da colonização saprofítica de uma cavidade pulmonar pelo Aspergillus. A cirurgia do aspergiloma é o único tratamento eficaz a longo prazo mas a alta incidência de complicações no intra e no pós-operatório fazem desta um tema controverso. Objetivos: Análise da experiência de um Centro de Cirurgia Cardiotorácica nos doentes com aspergiloma pulmonar e avaliação dos fatores que influenciaram o prognóstico após a terapêutica cirúrgica. Material e Métodos: Análise retrospetiva incluindo todos os doentes com diagnóstico de aspergiloma pulmonar sujeitos a cirurgia de ressecção durante um período de 10 anos numa instituição (Junho 2001- Junho 2011). Resultados: Foram incluídos 22 doentes (18 homens), com idade média de 51,0 + 17,4 anos. Destes, 46% dos doentes apresentavam hábitos tabágicos, 41% hábitos alcoólicos acentuados e 50% história pessoal de tuberculose. A maioria dos doentes apresentava um aspergiloma complexo (73%) e 17% um aspergiloma simples. A apresentação clínica mais frequente foi a hemoptise (50%). O procedimento cirúrgico consistiu em ressecção pulmonar atípica em 55%, lobectomia em 27% e pneumectomia em 9%. Dois doentes foram submetidos a toracoplastia. A mortalidade operatória foi de 5% (um doente). Em 36% dos doentes houve complicações no pós-operatório sendo as mais frequentes o pneumotórax (18%) e o empiema (18%). O follow-up médio foi de 52 meses (3 - 116) e a mortalidade aos cinco anos foi de 35%. Destes, quatro doentes faleceram por causas não relacionadas e três eram doentes imunodeprimidos. A mortalidade nos aspergilomas simples foi de 40% e 33% nos aspergilomas complexos. Discussão: A abordagem cirúrgica mais frequente foi a ressecção pulmonar atípica. A taxa de complicações foi sobreponível à da literatura. Conclusão: O tratamento cirúrgico do aspergiloma pulmonar apresenta uma baixa morbilidade e mortalidade pelo que permanece o

  6. [Schwannoma of the Upper Extremity: Retrospective Analysis of 17 Cases].

    PubMed

    Sá, Ângelo; Nobre Azevedo, Leandro; Cunha, Luísa

    2016-09-01

    Introdução: O schwanoma ou neurilemoma é um tumor benigno dos nervos periféricos e apresenta-se habitualmente como uma lesão única de crescimento indolente, com origem na proliferação das células de Schwann. Representa uma pequena percentagem dos tumores benignos do membro superior, contudo é o mais frequente de origem neural. Apresentamos um estudo retrospectivo de schwanomas do membro superior para estabelecer a abordagem pré-operatória adequada, avaliar a eficácia do tratamento e observar a evolução pós-operatória. Material e Métodos: Revisão de 17 doentes tratados desde 2007 a 2014 com schwanoma do membro superior e caracterização quanto à idade, sexo, localização no membro superior, sinais e sintomas, exames pré-operatórios, diagnóstico histológico e vigilância pós-operatória.Resultados: Observou-se que em quatro dos doentes, o schwanoma se localizava no braço, três no antebraço, quatro no punho e seis na mão ou dedos. Procedeu-se a excisão com ampliação óptica para optimização do resultado funcional final. A enucleação foi realizada sem lesão fascicular em 12 doentes. Por sua vez, em cinco doentes efectuou-se a excisão dos fascículos envolvidos pela massa. No pós-operatório imediato as parestesias surgiram em nove doentes, regredindo em cinco daqueles no período pósoperatório de 12 meses. Um doente evidenciou défice motor do nervo radial, com recuperação parcial aos 12 meses. Discussão: Os schwanomas são tumores raros, de morfologia bem delimitada, que atingem esporadicamente o membro superior. O diagnóstico pré operatório é pouco frequente, pelo que normalmente apenas se estabelece o diagnóstico após a excisão e o estudo histopatológico.Conclusão: Os schwanomas deverão ser equacionados nas hipóteses de diagnóstico dos nódulos subcutâneos associados a sintomas neurológicos. Assim, é importante investigar a presença de parestesias e o sinal de Tinel, característicos desta

  7. Detection and Intervention Strategies by Primary Health Care Professionals in Suspected Elder Abuse.

    PubMed

    Ferreira, Mafalda; dos Santos, César Lares; Vieira, Duarte Nuno

    2015-01-01

    preparar adequadamente os profissionais para lidar com este tipo de situações.Conclusão: Existe uma consciencialização dos profissionais de saúde sobre a relev'ncia do problema e sobre o papel que podem desempenhar na prevenção e diagnóstico do abuso. A abordagem do tema durante a sua formação associada ao desenvolvimento de normas de orientação clínica daria uma maior segurança aos profissionais na gestão destes casos.

  8. Cardiopulmonary Exercise Test: Background, Applicability and Interpretation.

    PubMed

    Herdy, Artur Haddad; Ritt, Luiz Eduardo Fonteles; Stein, Ricardo; Araújo, Claudio Gil Soares de; Milani, Mauricio; Meneghelo, Romeu Sérgio; Ferraz, Almir Sérgio; Hossri, Carlos; Almeida, Antonio Eduardo Monteiro de; Fernandes-Silva, Miguel Morita; Serra, Salvador Manoel

    2016-11-01

    surgimento de sintomas e/ou sinais limitantes. Neste exame se mensura a ventilação (VE), o consumo de oxigênio (VO2), a produção de gás carbônico (VCO2) e as demais variáveis de um teste de exercício convencional. Adicionalmente, podem ser verificadas, em situações específicas, a oximetria de pulso e as alças fluxo-volume antes, durante e após o esforço. A análise integrada dos dados permite a completa avaliação dos sistemas cardiovascular, respiratório, muscular e metabólico no esforço, sendo considerado padrão-ouro na avaliação funcional cardiorrespiratória.1-6 O TCPE permite definir mecanismos relacionados à baixa capacidade funcional, os quais podem ser causadores de sintomas como a dispneia, correlacionando-os com alterações dos sistemas cardiovascular, pulmonar e musculoesquelético. Também pode ser de grande aplicabilidade na avaliação prognóstica em cardiopatas, pneumopatas e em pré-operatório, além de auxiliar na prescrição mais criteriosa do exercício em sujeitos normais, em atletas, em cardiopatas e em pneumopatas. Assim como ocorre com o uso clínico, a pesquisa nesse campo também cresce e várias contribuições científicas de pesquisadores nacionais são publicadas em periódicos de alto fator de impacto. Sendo assim, o objetivo deste documento é fornecer uma revisão ampla da aplicabilidade do TCPE nas diferentes situações clínicas, bem como servir como guia prático na interpretação desse teste propedêutico.

  9. Practical Astronomical Activities during Daytime. (Spanish Title: Actividades Astronómicas Prácticas Diurnas.) Atividades Astronômicas Práticas Diurnas

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Jackson, Eric

    2009-12-01

    aulas. Se a Astronomia ia ser introduzida, então era preciso encontrar uma forma de resolver essas dificuldades. Nosso grupo, trabalhando com professores e alunos numa abordagem construtivista, encontrou que os princípios da Astronomia podem ser descobertos durante o dia, enquanto os alunos estão na escola. Trabalhando de forma cooperativa os alunos mediram e registraram observações de suas próprias sombras causadas pelos movimentos da estrela mais próxima, o Sol, e nosso planeta Terra. Devido ao fato de os alunos se envolverem muito pessoalmente nas atividades, eles ficaram muito mais interessados nos resultados do estudo. A Astronomia passou a ser um desafio para o professor e seus alunos quando aplicaram suas experiências diurnas à observação noturna desde suas casas, relatada depois em sala de aula.

  10. Clinical and Radiological Characterization of Progressive Multifocal Leukoencephalopathy in HIV-Infected Patients: A Retrospective Analysis and Review of the Literature.

    PubMed

    Augusto, Luís; Neves, Nélia; Reis, Carina; Abreu, Cândida; Sarmento, António

    2015-01-01

    Introdução: A leucoencefalopatia multifocal progressiva é uma patologia desmielinizante causada pelo vírus John Cunningham, geralmente associada a estados de imunodepressão, em particular a infeção pelo vírus da imunodeficiência humana. Pode apresentar múltiplas manifestações clínicas e tem habitualmente um padrão imagiológico típico. A evolução clínica é geralmente progressiva, podendo ocorrer uma melhoria do prognóstico associada à recuperação imunológica.Material e Métodos: Foi conduzida uma análise retrospetiva dos dados clínicos e imagiológicos de doentes admitidos no nosso Hospital entre janeiro de 2005 e abril de 2014 com o diagnóstico de leucoencefalopatia multifocal progressiva (ICD10:A81.2) associado a infeção por vírus da imunodeficiência humana.Resultados: Vinte e um doentes foram incluídos, sendo 20 do sexo masculino (95,2%). A idade média na altura do diagnóstico foi 39 anos. A forma de apresentação mais frequente foi défice motor. O vírus John Cunningham foi identificado no líquido cefalorraquidiano em 20 doentes (95,2%). Nos estudos de imagem verificou-se um predomínio de lesões supratentoriais, assimétricas e bilaterais. Quatro doentes (19%) desenvolveram síndrome inflamatória de resposta imunológica. A abordagem terapêutica incluiu início ou otimização de terapêutica anti-retrovirica, associada a corticoterapia em quatro casos. Dezassete (81%) doentes morreram no período do estudo, sendo a sobrevida mediana após diagnóstico de três meses (intervalo 1 a13).Discussão: Os resultados do nosso estudo são concordantes com os dados previamente publicados relativamente à leucoencefalopatia multifocal progressiva, evidenciando a sua associação à infecção pelo vírus da imunodeficiência humana, particularmente nos doentes com imunossupressão grave, o predomínio de sinais e sintomas motores e cognitivos, e a existência de um atingimento bilateral e assimétrico evidente nas sequ

  11. III SBC Guidelines on the Analysis and Issuance of Electrocardiographic Reports - Executive Summary.

    PubMed

    Pastore, Carlos Alberto; Samesima, Nelson; Pereira-Filho, Horacio Gomes

    2016-11-01

    The third version of the guidelines covers recently described topics, such as ion channel diseases, acute ischemic changes, the electrocardiogram in athletes, and analysis of ventricular repolarization. It sought to revise the criteria for overloads, conduction disorders, and analysis of data for internet transmission. Resumo A terceira versão das diretrizes aborda tópicos recentemente descritos, como as doenças dos canais iônicos, alterações isquêmicas agudas, o eletrocardiograma dos atletas e análise da repolarização ventricular. Ela buscou rever critérios de sobrecargas, distúrbios de condução e análise de dados transmitidos via internet.

  12. [AUTONOMIC CONTROL OF HEART RATE, BLOOD LACTATE AND ACCELERATION DURING COMBAT SIMULATION IN TAEKWONDO ELITE ATHLETES].

    PubMed

    Cerda-Kohler, Hugo; Aguayo Fuentealba, Juan Carlos; Francino Barrera, Giovanni; Guajardo-Sandoval, Adrián; Jorquera Aguilera, Carlos; Báez-San Martín, Eduardo

    2015-09-01

    Propósito: el objetivo del estudio fue determinar la frecuencia cardiaca de recuperación (FCR), lactato sanguíneo y aceleración pico (ACCp) durante un combate simulado de atletas de taekwondo de elite. Métodos: doce (n = 12) sujetos varones, seleccionados nacionales y con más de cinco años de práctica en esta disciplina participaron en el estudio. Los atletas realizaron un combate simulado de tres asaltos de dos minutos con un minuto de pausa entre ellos, evaluando los siguientes parámetros: (¡) lactato sanguíneo al final de cada minuto de descanso entre asaltos; (¡¡) FCR a los treinta y sesenta segundos en cada minuto de descanso; (¡¡¡) ACCp en cada asalto disputado. El nivel de significancia se propuso a un valor de p < 0,05. Resultados: los resultados muestran que no hubo diferencias significativas entre ganadores y perdedores en la FCR (p > 0,05) a los treinta y sesenta segundos en ninguna de las pausas, en el delta de lactato sanguíneo al final de cada pausa (p > 0,05), en la aceleración pico por round (p > 0,05) y en la aceleración promedio del combate (p = 0,18). Tampoco se encontraron correlaciones entre delta de lactato y FCR (r = -0,23; p = 0,18), entre delta de lactato y ACCp (r = 0,01; p = 0,93), y entre ACCp y FCR (r = 0,003; p = 0,98). Conclusiones: los datos sugieren que las variables estudiadas no serían determinantes en el resultado final de un combate simulado. Otros factores, como variables técnico/tácticas o psicológicas, podrían influir de manera significativa en el rendimiento deportivo.

  13. [Esophageal cancer: surgical strategies].

    PubMed

    Costa, Paulo; Esteves, Rui; Lages, Patrícia; Ferreira, Filipa

    2014-01-01

    Introdução: A ressecção transmediastínica e a ressecção transtorácica têm mortalidade hospitalar (1,4% -14%) e sobrevivência (± 25% aos cinco anos) semelhantes. A terapêutica neo-adjuvante é opção em estádios avançados. A intenção deste trabalho é apresentar uma série consecutiva de 52 doentes - opção operatória baseada na localização anatómica: tumores infra-carinais e cervicais submetidos a ressecção transmediastínica e restantes ressecções transtorácicas.Material e Métodos: O estudo incluiu 52 doentes consecutivos, sete mulheres e 45 homens, mediana de idade: 64 anos [46- 85]. Localização: cervical – um; montante da carina - 22; jusante da carina -19; cárdia tipo I –10. Histologia: 19 adenocarcinomas, 32 carcinomas pavimento-celulares, um linfoma. Vinte doentes (40%) - terapêutica neoadjuvante. Abordagem tóraco-abdominal – três, tóraco-abdómino-cervical – 20, transhiatal – 27, toracotomia exploradora – dois. Transposição gástrica 49 (anastomose cervical – 46; torácica - três); esofagocoloplastia cervical - um.Resultados: Estadiamento patológico: regressão completa - 8; Ib – 3; IIa – 9; IIb - 4; IIa – 11; IIIb -2; IIIc – 10; IV – 1; linfoma - um; não classificáveis – três. Complicações major: 37%. Ressecabilidade: 96% (50/52). Mortalidade: quatro semanas - 6%; hospitalar - 14%. Sobrevida mediana 18 meses [3-80]. Curvas de sobrevida (Kaplan-Meier): dois anos - 47%; cinco anos - 19%.Discussão: Não tendo sido demonstrada vantagem oncológica para a ressecção transtorácica ou a ressecção transmediastínica,basear a opção operatória na localização do tumor permitiu-nos com segurança e eficácia, planear e executar as ressecções esofágicas desta série.Conclusão: As curvas de sobrevida foram sobreponíveis para ressecção transtorácica e ressecção transmediastínica e bastantefavoráveis numa população com 52 % de estádios p

  14. Evolution of the Astronomy Concepts Along Basic Education Cycle. (Breton Title: Evolução dos Conceitos de Astronomia no Decorrer da Educação Básica.) La Evolución de los Conceptos de Astronomía Durante la Educación Básica

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Darroz, Luiz Marcelo; da Rosa, Cleci Werner; Becker da Rosa, Álvaro; Samudio Pèrez, Carlos Ariel

    2014-07-01

    learning of astronomy in basic education. Embora a astronomia seja considerada uma das ciências mais antigas da humanidade e ainda que a compreensão de seus conceitos tenha trazido enormes avanços para a Ciência e, consequentemente, para a sociedade, observa-se que uma parcela significativa de pessoas encontra-se à margem desses conhecimentos. De acordo com os Parâmetros Curriculares Nacionais para a Educação Básica, cabe à escola a difusão dos conceitos cientificamente corretos, entre eles os relacionados à área de astronomia. Pertinente a essa questão, apresenta-se uma pesquisa realizada com 140 estudantes do nono ano do ensino fundamental e com 120 estudantes da terceira série do ensino médio de quatro escolas da região de Passo Fundo/RS. Buscou-se averiguar, por meio de um questionário composto de questões abertas e de múltipla escolha, o conhecimento desse grupo de estudantes acerca de termos e fenômenos astronômicos básicos e, também, verificar se o índice de acertos cresce à medida que eles avançam nas diferentes e gradativas séries dos ensinos fundamental e médio. De modo geral, os resultados apresentados demonstram que o ensino de astronomia na educação básica enfrenta deficiências. Das 20 questões investigadas, em 17 os índices de acertos são semelhantes nas respostas dadas por estudantes de nível fundamental e médio, revelando que muitas concepções equivocadas permanecem ao longo da educação básica. Isso evidencia que tais temas não são - ou são pouco - abordados durante esses dois níveis de escolarização. Assim, conclui-se que a discussão dos conceitos relacionados com a astronomia deve receber maior ênfase na abordagem dos diferentes conteúdos, sendo necessária uma ação nacional em prol do seu ensino. Acredita-se que essa ação nacional deve estar apoiada em um pilar triplo de atores coletivos: comunidade científica, comunidade astronômica semiprofissional e comunidade escolar. Por fim, esse pilar seria

  15. Teaching of Astronomy: Scenarios of Teaching Practice in Elementary Schools. (Spanish Title: Enseñanza de la Astronomía: Semblanzas de la Práctica Docente en Educación Primaria.) Ensino de Astronomia: Cenários da Prática Docente no Ensino Fundamental

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Marchi Gonzatti, Sônia Elisa; Spessatto De Maman, Andréia; Fernandes Borragini, Eliana; Kerber, Júlia Cristina; Haetinger, Werner

    2013-12-01

    atomización de los asuntos, aunque temas como movimientos de la Tierra y fenómenos astronómicos hayan sido citados por la mayoría de los participantes. En cuanto a las estrategias, se verifico que se emplean principalmente clases con el apoyo de recursos bidimensionales, como películas, textos, mapas y búsqueda en internet. Las principales dificultades fueron la falta de formación específica con respecto a los contenidos de Astronomía, y el nivel de abstracción exigido por los contenidos. De modo general, esos indicadores convergen para los resultados ya encontrados en otros estudios, en el que las deficiencias de la formación inicial de los profesores, o incluso su ausencia, dificulta el adecuado abordaje de la Astronomía en las clases. Neste trabalho são apresentados os principais resultados de uma investigação realizada no campo da Educação em Astronomia, com professores do ensino fundamental de duas regiões do Rio Grande do Sul. O objetivo do estudo foi caracterizar o cenário regional do ensino de Astronomia, estabelecendo um comparativo com o cenário nacional. Esse estudo abordou três questões: identificar os principais temas de astronomia trabalhados em sala de aula, as estratégias metodológicas e quais as dificuldades apresentadas pelos professores ao desenvolver sua prática. Quanto aos conteúdos, encontrouse uma pulverização dos assuntos abordados, embora temas como movimentos da Terra e fenômenos astronômicos tenham sido citados pela maioria dos participantes. Sobre estratégias, são utilizadas principalmente aulas com apoio de recursos bidimensionais, como filmes, textos, mapas e pesquisa na internet. As principais dificuldades foram: falta de formação específica em relação a conteúdos de Astronomia; nível de abstração dos conteúdos, que dificultam sua compreensão, tanto pelos alunos quanto pelos próprios professores. De maneira geral, esses indicadores convergem para resultados já encontrados em outros estudos que

  16. O Passado como Nacao: Imagens do Imperio nas Falas Reacionarias dos Anos 30 e 40 do Seculo XX: Uma Pequena Arqueologia do Debate Publico e Privado (The Past as Nation: Images of the Empire in the Reactionary Words of the 30s and 40s in the 20th Century: A Small Archaeology of the Public Debate versus the Private One).

    ERIC Educational Resources Information Center

    de Freitas, Marcos Cezar

    1998-01-01

    Suggests an archaeology of the public debate versus the private one in Brazil through analysis of the reactionary speech of a religious leader, Dom Jose Mauricio da Rocha, which produced innumerable representations of the Brazilian Empire. (PA)

  17. Astronomy in Science Textbooks: An Analysis of Pnld 2008. (Spanish Title: Astronomía en los Libros de Ciencia: un Análisis del Pnld 2008.) Astronomia Nos Livros Didáticos de Ciências: Uma Análise do Pnld 2008

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Amaral, Patrícia; Quintanilha Vaz de Oliveira, Carlos Eduardo

    2011-12-01

    The importance of the textbooks in classrooms is revealed when studies are pointing that these pedagogical sources are, most of the times, the only source used by the elementary school teachers when preparing their Science lessons. When we analyzed the Astronomy contents in the textbooks approved by the Brazilian Textbook Program 2008 and which, in theory, are the best available in the Brazilian editorial market, we examined some categories in the 2008 Textbook Guide. This research characterizes the frequency of Astronomical contents appearing in the texts, in the pictures, and in the hands-on activities. Additionally, it describes some misconceptions and presents additional information on the collections. La importancia de los libros de texto en las aulas se pone de manifiesto cuando los estudios indican que este recurso educativo es a menudo la única fuente de consulta utilizada por el profesor de ciencias de la escuela primaria para preparar sus lecciones. Cuando analizamos el contenido presente en los libros de texto de astronomía aprobados por el Programa Nacional de Libros de Texto de 2008 y que, en teoría, son los mejores libros disponibles en el mercado editorial brasileño, buscamos examinar algunas categorías que figuran en los libros de texto de la Guía de Libros Didácticos de 2008. El estudio caracteriza la frecuencia del contenido de Astronomía en el texto, en las figuras, y en las actividades de experimentación. También describe algunos errores conceptuales y presenta un conjunto de información adicional sobre las colecciones. A importância dos livros didáticos nas salas de aula revela-se quando estudos apontam que este recurso pedagógico é, muitas vezes, a única fonte de consulta utilizada pelo professor de Ciências do ensino fundamental para a preparação de suas aulas. Quando analisamos os conteúdos de Astronomia presentes nos livros didáticos aprovados no Programa Nacional do Livro Didático de 2008 e que, teoricamente, são os melhores livros disponíveis no mercado editorial brasileiro, buscamos esquadrinhar algumas categorias constantes no Guia de Livros Didáticos de 2008. A pesquisa caracteriza a freqüência do conteúdo de Astronomia no texto, nas figuras e nas atividades de experimentação. Além disso, descreve alguns erros conceituais e apresenta um conjunto de informações adicionais sobre as coleções.

  18. Relation between QT Variables and Left Ventricular Geometry in Athletes and Obese Children.

    PubMed

    Yıldırım, Şule; Binnetoğlu, Fatih Köksal; Battal, Fatih; Aylanç, Hakan; Kaymaz, Nazan; Tekin, Mustafa; Topaloğlu, Naci; Aşık, Zuhal

    2016-02-01

    Introdução: O objetivo deste trabalho foi avaliar a relação entre variáveis QT e geometria do ventrículo esquerdo em atletas e crianças obesas. Material e Métodos: Foram incluídos no estudo 209 crianças e adolescentes. Trinta e oito deles eram obesos, 140 foram atletas e 31 tinham peso normal. Crianças com antecedentes funcionais e estruturais de doenças cardiovasculares (adquiridas e congénitas), doenças sistémicas crónicas, hipertensão arterial, apneia do sono, doenças endocrinológicas foram excluídos. Todos os sujeitos rea-lizaram detalhados exames eletrocardiográficos e ecocardiográficos. Resultados: A dispersão do QT foi significativamente maior em crianças obesas, jogadores de basquete, jogadores de futebol e nadadores, por comparação com o grupo controlo (p < 0,05, p < 0,001, < 0,001 e < 0,01, respetivamente). Os jogadores de basquetebol tiveram a maior dispersão do QT. O di'metro ventricular esquerdo endosistólico (mm/m2) foi maior nos jogadores, nadadores, lutadores e jogadores de ténis por comparação com indivíduos obesos. A espessura do septo interventricular na diástole foi maior em nadadores por comparação com o grupo controlo (p < 0,001) e a espessura da parede posterior do ventrículo esquerdo foi significativamente maior nos jogadores e nadadores por comparação a indivíduos saudáveis (p < 0,01 e p < 0,001, respetivamente). A geometria do ventrículo esquerdo foi normal em 84 pacientes (47,1%), mas 34 pacientes (19,1%) tinham remodelação concêntrica, 20 (22,4%) apresentaram hipertrofia concêntrica e 40 (28,6%) apresentaram hipertrofia excêntrica. Não foi observada hipertrofia concêntrica e excêntrica em indivíduos obesos. A hipertrofia do ventrículo esquerdo era proeminente nos grupos din'mico e combinado mas a diferença não foi estatisticamente significativa (p = 0,204). A dispersão do QT foi significativamente maior nos obesos e praticantes de desporto din'mico e combinado em relação ao grupo

  19. The nutritional status in adolescent Spanish cyclists.

    PubMed

    Julián-Almárcegui, C; Gómez-Cabello, A; González-Agüero, A; Olmedillas, H; Gómez-Bruton, A; Matute-Llorente, A; Casajús, J A; Vicente-Rodríguez, G

    2013-01-01

    Introducción: La adolescencia es un periodo importante de vulnerabilidad nutricional dados las mayores demandas alimentarias. Objetivo: Describir el estado nutritivo de ciclistas adolescentes y de un grupo de controles con actividad normal. Métodos: Se utilizó la Herramienta de Evaluación Alimentaria HELENA para evaluar la ingesta nutricional de 20 ciclistas adolescentes y 17 controles. Se registraron la ingesta total de energía, el gasto de energía en reposo (GER), el gasto de energía total (GET), los macronutrientes y diversos micronutrientes y se compararon con las guías dietéticas. Resultados: El GER fue menor y el GTE mayor en los ciclistas que en los controles (ambos P < 0,01). Se observaron diferencias significativas en el fósforo y la vitamina B1, siendo mayores en los ciclistas (P < 0,05). La mayor parte de los participantes, tanto ciclistas como controles, no alcanzó los requerimientos en macronutrientes, vitaminas ni minerales. Conclusión: El estado nutritivo de los adolescentes ciclistas y de los controles parece no adecuarse a las recomendaciones de cantidad y calidad. Deberían investigarse las posibles implicaciones de la salud actual y futura, especialmente en los adolescentes atletas.

  20. Changes in body composition of high competition rugby players during the phases of a regular season; influence of diet and exercise load.

    PubMed

    García, M; Martínez-Moreno, J M; Reyes-Ortiz, A; Suarez Moreno-Arrones, L; García A, A; Garcíacaballero, M

    2014-04-01

    Introducción: Los atletas de alto rendimiento están sometidos a grandes esfuerzos para lograr un alto nivel. Hay factores como la alimentación y el ejercicio extenuante que afectan la composición corporal modificando el rendimiento. Sin embargo con un plan personalizado de dieta y entrenamiento se puede modificar la composición corporal y lograr un máximo rendimiento. Métodos: Estudiamos la composición corporal de 18 jugadores profesionales de rugby por medio de bioimpedancia y kineantropometría. El estudio se llevó a cabo desde la pretemporada hasta el final de la temporada tomándose en cuenta la posición de juego para medir la intensidad del ejercicio, y desarrollando un plan personalizado de alimentación y entrenamiento a cada jugador. Resultados: Los jugadores estaban lejos de la composición corporal recomendada internacionalmente, con altos porcentajes de grasa corporal. Con planes personalizados de dieta y entrenamiento se logró porcentajes de grasa cercanos a los recomendados. Conclusiones: El programa personalizado de dieta y el entrenamiento dirigido, tiene una adecuada influencia para mejorar todos los parámetros de composición corporal estudiados acercándolos al ideal.

  1. Astrophysics in Schools: Playing with Observational Data. (Spanish Title: Astrofísica Escolar: Jugando con Datos Observacionales.) Astrofísica Escolar: Brincando com Dados Observacionais

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Navone, Hugo D.; Scancich, Miriam; Vázquez, Rubén A.

    2011-07-01

    principales dimensiones educativas que emergen del mismo. La propuesta está destinada a alumnos del último año de nivel medio y primeros años de la universidad, y a estudiantes y profesores de Institutos de Formación Docente. Las puestas en práctica realizadas muestran que la propuesta es viable, que moviliza inquietudes en torno a temáticas de Astrofísica y que se fortalece al adquirir un carácter lúdico y cooperativo. A utilização de registros observacionais na construção de seqüências didáticas em Astrofísica Escolar não é algo usual no ensino médio. Tampouco o é uma abordagem de temáticas dentro do contexto da Natureza da Ciência. Agrega-se a estas carências a falta de propostas que estimulem a utilização do computador como um laboratório para estudar a natureza. Os aspectos mencionados expõem a existência de um desajuste entre ciência escolar e ciência avançada, estabelecendo a necessidade de elaborar projetos educativos simples que promovam o diálogo interdisciplinar entre ambos campos do conhecimento. Partindo destes pressupostos, este trabalho apresenta a reformulação escolar do problema abordado por Hubble -a relação entre redshift e distância das galáxias- e se exploram as principais dimensões educativas que emergem do mesmo. A proposta está destinada a alunos do último ano do nível médio, primeiros anos do curso superior e a estudantes e professores de Institutos de Formação Docente. As atividades práticas realizadas mostram que a proposta é viável, que mobiliza inquietudes em torno da temática e da Astrofísica e que se fortalece ao adquirir um caráter lúdico e cooperativo.

  2. Different Cultures in Astronomy Education and Their Meanings in the Classroom. (Spanish Title: Las Diferentes Culturas en la Educación en Astronomía y Sus Significados EN EL Aula. ) As Diferentes Culturas na Educação em Astronomia E Seus Significados em Sala de Aula

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Pereira de Barros, Vicente; Bovolenta Ovigli, Daniel Fernando

    2014-12-01

    el trabajo con Astronomía(s) en la clase. Se observó que los participantes todavía no habían presentado estos temas en sus clases y tampoco habían participado en cursos de formación que abordaran estos temas. O presente trabalho apresenta uma reflexão acerca da utilização da História da Ciência no currículo da educação formal, por meio da discussão relativa ao emprego de elementos culturais de grupos étnicos em ações voltadas à educação em Astronomia. O trabalho foi desenvolvido no âmbito de um curso de extensão e a análise aqui empreendida refere-se a um encontro que abordou sequências didáticas relativas àquele tema, com fundamento na lei 11.645/2008 e a obrigatoriedade de abordagem da temática "História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena" no currículo oficial. A ação de extensão ocorreu junto a professores que ensinam Ciências da Natureza, no interior do estado de São Paulo, discutindo-se temas relativos ao uso de História da Ciência e o relacionamento com cosmogonias oriundas dos povos Iorubá e Tupi, evidenciando como podem enriquecer o trabalho com a(s) Astronomia(s) em sala de aula. Observou-se que os participantes ainda não haviam apresentado estes temas em suas aulas e, igualmente, não participaram de cursos de formação que contemplassem a referida temática.

  3. Solar Physics Topics in High School: Analysis of a Course with Practical Activities at Dietrich Schiel Observatory. (Spanish Title: Temas de Física Solar Para Estudiantes de Escuelas Secundarias: un Análisis de un Curso con Enfoque Práctico en el Observatorio Dietrich Schiel.) Tópicos de Física Solar no Ensino Médio: Análise de um Curso com Atividades Práticas no Observatório Dietrich Schiel

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Calbo Aroca, Silvia; Donizete Colombo, Pedro, Jr.; Celestino Silva, Cibelle

    2012-12-01

    algunos estudiantes sabían que un espectro puede estar formado por un prisma o red de difracción, la mayor parte de ellos desconocía la naturaleza de las líneas espectrales. A lo largo del curso, esta cuestión fue trabajada con un enfoque práctico mediante la observación del espectro solar y de las lámparas durante clases expositivas/dialogadas. Los resultados obtenidos en el curso mustran la importancia de los centros de ciencia como un apoyo en la educación formal. En este caso en particular, la Sala Solar del Observatorio Dietrich Schiel se destaca como un entorno favorable para la enseñanza de la física moderna en la escuela secundaria. Este trabalho analisa resultados obtidos em um curso sobre física solar para alunos do ensino médio promovido pelo Observatório Dietrich Schiel da USP. O curso foi elaborado pelos autores com a intenção de investigar concepções sobre o Sol, ensinar tópicos de física moderna relacionados ao Sol e conhecimentos gerais sobre o astro rei. A metodologia de coleta de dados consistiu em gravação em áudio e vídeo das aulas e das entrevistas semi-estruturadas, e respostas a questionários escritos. Os resultados mostraram que a maioria dos participantes concebeu o Sol como constituído por fogo e as manchas solares como buracos na superfície solar. Embora alguns alunos soubessem que um espectro pode ser formado por um prisma ou rede de difração, a maior parte deles desconhecia a natureza das linhas espectrais. Ao longo do curso, este tema foi trabalhado com uma abordagem prática com observação do espectro solar e de lâmpadas e em aulas expositivo-dialogadas. Os resultados obtidos no curso apontam para a importância dos centros de ciências como parceiros da educação formal. Neste caso específico, a Sala Solar do Observatório Dietrich Schiel é um ambiente propício para o ensino de física moderna no ensino médio.

  4. Hydration status after exercise affect resting metabolic rate and heart rate variability.

    PubMed

    Castro-Sepulveda, Mauricio; Cerda-Kohler, Hugo; Pérez-Luco, Cristian; Monsalves, Matías; Andrade, David Cristobal; Zbinden-Foncea, Herman; Báez-San Martín, Eduardo; Ramírez-Campillo, Rodrigo

    2014-12-17

    Introducción: La variabilidad del ritmo cardiaco y la tasa metabólica basal se utilizan en evaluaciones de deportistas. La deshidratación por ejercicio puede conducir a pérdidas de hasta 5% de la masa corporal. En consecuencia, la deshidratación produce un profundo efecto sobre la homeostasis humana. Objetivos: Comparar los efectos de la deshidratación y la rehidratación después del ejercicio en la variabilidad del ritmo cardíaco y la tasa metabólica basal. Métodos: 14 atletas universitarios fueron divididos en un grupo de deshidratación (n=7) y un grupo de rehidratación (n=7), ambos fueron sometidos mediciones basales (Tiempo 1) de variabilidad del ritmo cardíaco y tasa metabólica basal. Después de las mediciones basales, ambos grupos se deshidrataron activamente (-3,4 ± 0,4% masa corporal). Posteriormente, el grupo de deshidratación descansado, mientras que el grupo de rehidratación recibió agua equivalente al 150% de la masa pérdida. Cuatro horas después de la deshidratación se re-evaluó la variabilidad del ritmo cardíaco y tasa metabólica (Tiempo 2). Resultados: El grupo de rehidratación (+13%) y el de deshidratación (+30%) lograron un aumento significativo en la tasa metabólica basal (p.

  5. ER Ursae Majoris: A dwarf nova with surprises

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    de Miguel, Enrique; Patterson, Joe; Kemp, Jonathan; Stein, William; Roberts, George; Campbell, T.; Hambsch, Franz-J.; Krajci, Tom; Dvorak, Shawn; Koff, Robert A.; Morelle, Etienne; Potter, Michael; Cejudo, David; Brady, Steve; Menzies, Kenneth

    2012-05-01

    ER Ursae Majoris is a relatively bright member of the SU UMa-type dwarf novae that undergoes frequent eruptions of amplitude ~2 mag every ~4 d. In addition to these ordinary dwarf-nova outbursts, ER UMa shows brighter eruptions (superoutbursts) lasting ~20 d with a recurrence time of ~44 d. As other members of the SU UMa class, ER UMa displays a characteristic periodic modulation (superhumps) in its light curve during the course of a superoutburst, the period being a few percent longer than the orbital period of the underlying binary system. A routine photometric patrol of ER UMa during its January 2011superoutburst became much more interesting after noticing the presence of an additional modulation in its light curve, with a period slightly shorter than the orbital period. Similar photometric waves (known as negative superhumps) have already been observed in other cataclysmic variables, mainly in nova-like systems, but only in a small handful of SU UMa-type stars during quiescence, and never before during a superoutburst. We report in this communication the results of a worldwide photometric campaign that was orchestrated right after the discovery of negative superhumps in ER UMa, and provide a thorough analysis of the data obtained from more than 10 stations of the Center of Backyard Astrophysics (CBA) network, which include more than 1000 hours of photometric data over a 4-month baseline on 2011, and a similar (still in progress) dense coverage in 2012.

  6. Anatomy of Ursa Majoris

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Karachentsev, I. D.; Nasonova, O. G.; Courtois, H. M.

    2013-03-01

    A nearby friable cloud in Ursa Majoris contains 270 galaxies with radial velocities 500 < VLG < 1500 km s-1 inside the area of RA = [11^h. 0, 13^h. 0] and Dec. = [ + 40°, +60°]. At present, 97 galaxies of them have individual distance estimates. We use these data to clarify the structure and kinematics of the UMa complex. According to Makarov & Karachentsev, most of the UMa galaxies belong to seven bound groups, which have the following median parameters: velocity dispersion of 58 km s-1, harmonic projected radius of 300 kpc, virial mass of 2 × 1012 M⊙ and virial mass-to-K-band luminosity ratio of 27 M⊙/L⊙. Almost a half of the UMa cloud population are gas-rich dwarfs (Ir, Im, BCD) with active star formation seen in the GALEX UV-survey. The UMa groups reside within 15-19 Mpc from us, being just at the same distance as the Virgo cluster. The total virial mass of the UMa groups is 4 × 1013 M⊙, yielding the average density of dark matter in the UMa cloud to be Ωm = 0.08, i.e. a factor of 3 lower than the cosmic average. This is despite the fact that the UMa cloud resides in a region of the Universe that is an apparent overdensity. A possible explanation for this is that most mass in the Universe lies in the empty space between clusters. Herewith, the mean distances and velocities of the UMa groups follow nearly undisturbed Hubble flow without a sign of the `Z-wave' effect caused by infall towards a massive attractor. This constrains the total amount of dark matter between the UMa groups within the cloud volume.

  7. Relocation of the 146th Tactical Airlift Wing of the California Air National Guard

    DTIC Science & Technology

    1985-02-01

    jastrum densifolium 0 Blue Mantle Polygonaceae - Buckwheat Family Eriogonum elumatella I Flat-Top Eriogonum mohavense I Mohave Buckwheat Olanaceae...Desert iguana Cnemidophorous jizri Western whiptail (observed) Callisaurus draconoides Zebra-tailed lizard Crotaphytus collaris Collared lizard Uma

  8. Synthesis of polymer materials by low energy electron beam. IV. EB-polymerized urethane-acrylate, -methacrylate and -acrylamide

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Ando, Masayuki; Uryu, Toshiyuki

    The structure and properties before and after electron beam (EB) irradiation were investigated using urethane prepolymers with different terminal groups of 2-hydroxyethyl acrylate (HEA), 2-hydroxyethyl methacrylate (HEMA) and N-hydroxymethyl acrylamide (HMAAm). The prepolymers were synthesized by reaction of HEA, HEMA and HMAAm with the isocyanate-capped intermediate, which was obtained by reaction of poly(butylene adipate)diol (PBAD) with 4,4'-diphenylmethane diisocyanate. The resulting urethane-acrylate (UA-251M), -methacrylate (UMA-251M) and -acrylamide (UNAA-251M) had the crystallinity arising from PBAD moieties, and UA-251M and UMA-251M had higher crystallinity than UNAA-251M. IR results indicated that UNAA-251M was larger in the fraction of free NH stretching absorption than UA-251M and UMA-251M regardless of the number of NH group per a molecule. Accordingly, it was assumed that the difference in crystallinity was attributed to the polarity of terminal group. Hence, the rate of gel formation for UA-251M and UMA-251M was higher than that of UNAA-251M. The crystallinity based on PBAD of the prepolymers was remained also after EB irradiation. Spherulitic texture was observed on the EB-polymerized gel film surfaces for UA-251M and UMA-251M, while it was almost destroyed for UNAA-251M. Mechanical properties of UA-251M and UMA-251M gel films were much superior to those of UNAA-251M gel film according to the phase structure. Especially, UMA-251M gel film represented most excellent mechanical properties. Schematic models of the phase structure for UA-251M, UMA-251M and UNAA-251M were suggested from all experimental results.

  9. Optimization of Ionic Liquid Based Simultaneous Ultrasonic- and Microwave-Assisted Extraction of Rutin and Quercetin from Leaves of Velvetleaf (Abutilon theophrasti) by Response Surface Methodology

    PubMed Central

    Zhao, Chunjian; Lu, Zhicheng; He, Xin; Li, Zhao; Shi, Kunming; Yang, Lei; Fu, Yujie; Zu, Yuangang

    2014-01-01

    An ionic liquids based simultaneous ultrasonic and microwave assisted extraction (ILs-UMAE) method has been proposed for the extraction of rutin (RU), quercetin (QU), from velvetleaf leaves. The influential parameters of the ILs-UMAE were optimized by the single factor and the central composite design (CCD) experiments. A 2.00 M 1-butyl-3-methylimidazolium bromide ([C4mim]Br) was used as the experimental ionic liquid, extraction temperature 60°C, extraction time 12 min, liquid-solid ratio 32 mL/g, microwave power of 534 W, and a fixed ultrasonic power of 50 W. Compared to conventional heating reflux extraction (HRE), the RU and QU extraction yields obtained by ILs-UMAE were, respectively, 5.49 mg/g and 0.27 mg/g, which increased, respectively, 2.01-fold and 2.34-fold with the recoveries that were in the range of 97.62–102.36% for RU and 97.33–102.21% for QU with RSDs lower than 3.2% under the optimized UMAE conditions. In addition, the shorter extraction time was used in ILs-UMAE, compared with HRE. Therefore, ILs-UMAE was a rapid and an efficient method for the extraction of RU and QU from the leaves of velvetleaf. PMID:25243207

  10. Color Doppler monitoring of changes of utero-placental-fetal circulation in normal pregnancy and intrauterine growth retardation.

    PubMed

    Xu, J; Wen, L; Ma, T; Zhang, Y; Zhang, Q; Gao, S; Zhao, M; Wu, H; Hu, J

    1997-01-01

    The utero-placental-fetal circulation (UPFC) of 150 subjects during second and third trimester was examined by using color Doppler. Of them 89 were normal woman and 58 were patients with intrauterine growth retardation IUGR). Our results showed that UPFC was increased gradually during normal pregnant period. In IUGR patients it was revealed that TAV and Q of UmA, UmV and UtA decreased at 20th week of gestation, especially after 30th week. PI, RI and S/D ratio of UmA were increased, but TAV, Q of UmA and UmV were markly reduced, so was UtA. PI were increased, but the changes of RI, S/D ratio in UtA were not significant. Hemodynamical findings of UmA, UmV and UtA were abnormal in 92.53% of IUGR patients. Only 81.03% present abnormal S/D ratio of UmA (P < 0.01) and the difference was statistically significant. Maternal serum E3, HPL level in IUGR were significantly lower than that of the normal. 6KP level was reduced, TXB2/6KP ratio was significantly increased. TXB2/6KP ratio was markedly related with TAV, Q of UmA, UmV and UtA. Our results suggested that using color doppler ultrasound for examination of hemodynamical changes of UmA, UmV and UtA could revealed UPFC function directly. It is one of the best methods for monitoring IUGR and might be used for early diagnosis of IUGR. The main pathophysiological changes of IUGR were UPFC obstruction and placental disfunction.

  11. Physical Parameter Study of Eight W Ursae Majoris-type Contact Binaries in NGC 188

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Chen, Xiaodian; Deng, Licai; de Grijs, Richard; Zhang, Xiaobin; Xin, Yu; Wang, Kun; Luo, Changqing; Yan, Zhengzhou; Tian, Jianfeng; Sun, Jinjiang; Liu, Qili; Zhou, Qiang; Luo, Zhiquan

    2016-11-01

    We used the newly commissioned 50 cm Binocular Network telescope at Qinghai Station of Purple Mountain Observatory (Chinese Academy of Sciences) to observe the old open cluster NGC 188 in V and R as part of a search for variable objects. Our time-series data span a total of 36 days. Radial velocity and proper-motion selection resulted in a sample of 532 genuine cluster members. Isochrone fitting was applied to the cleaned cluster sequence, yielding a distance modulus of (m-M{)}V0 = 11.35+/- 0.10 {{mag}} and a total foreground reddening of E(V - R) = 0.062 ± 0.002 mag. Light-curve solutions were obtained for eight W Ursae Majoris eclipsing binary systems (W UMas), and their orbital parameters were estimated. Using the latter parameters, we estimate a distance to the W UMas that is independent of the host cluster’s physical properties. Based on combined fits to six of the W UMas (EP Cep, EQ Cep, ES Cep, V369 Cep, and—for the first time—V370 Cep and V782 Cep), we obtain an average distance modulus of (m-M{)}V0 = 11.31+/- 0.08 {{mag}}, which is comparable to that resulting from our isochrone fits. These six W UMas exhibit an obvious period-luminosity relation. We derive more accurate physical parameters for the W UMa systems and discuss their initial masses and ages. The former show that these W UMa systems have likely undergone angular momentum evolution within a convective envelope (W-type evolution). The ages of the W UMa systems agree well with the cluster’s age.

  12. [In Process Citation].

    PubMed

    Zourdos, Michael C; Dolan, Chad; Quiles, Justin M; Klemp, Alex; Jo, Edward; Loenneke, Jeremy P; Blanco, Rocky; Whitehurst, Michael

    2016-03-25

    Introducción: el propósito de este estudio fue investigar la eficacia del entrenamiento diario de una repetición máxima (1RM) de la sentadilla en fuerza máxima. Material y método: tres levantadores de peso de competición realizaron la sentadilla durante 37 días consecutivos y se reportan como casos individuales. Participante 1 (P1) (masa corporal = 80,5 kg; edad = 28 años) y participante 3 (P3) (masa corporal = 108,8 kg; edad = 34 años) eran levantadores de fuerza; participante 2 (P2) (masa corporal = 64,1 kg; edad = 19 años) fue un levantador de pesas. Cada participante tenía por lo menos 5 años de experiencia con la posición en sentadilla de formación. Durante los días 1-35, los participantes realizaron una sentadilla de 1RM seguida por 5 conjuntos de volumen de 3 repeticiones al 85% o 2 repeticiones al 90% de la 1RM diario. En el día 36, los participantes realizan solo una serie de 1 repetición al 85% de 1RM del día 1; y el día 37 realizaron un 1RM. Resultados: cambios absolutos y porcentaje para P1 del 1 día al 37: + 5 kg/2,3% y desde el primer día al máximo (1RM era el mayor) + 12,5 kg/5,8%. P2 experimentó un aumento de 13,5 kg/10,8% en 1RM del día 1 al 37 y del día 1 al máximo. P3 demostró un aumento de 21 kg/9,5% del día 1 al 37 y del día 1 al máximo. Los tres participantes exhibieron significativa (p < 0,05) las correlaciones entre el tiempo (días) y 1RM (P1: r = 0,65, P2: r = 0,78, P3: r = 0,48). Conclusión: nuestros resultados sugieren que el entrenamiento diario de 1RM había producido efectivamente cambios significativos en la máxima fuerza en los atletas de fuerza competitiva en un periodo relativamente corto de entrenamiento.

  13. [Not Available].

    PubMed

    San Mauro Martín, Ismael; Cevallos, Vanesa; Pina Ordúñez, Diana; Garicano Vilar, Elena

    2016-07-19

    Introducción: existen alteraciones frecuentes en la alimentación de la población infantil femenina, y especialmente en atletas de deportes estéticos por la presión ejercida para mantener un cuerpo.Objetivos: evaluar los aspectos nutricionales, antropométricos y la percepción del peso de niñas que realizan gimnasia rítmica frente a un grupo control.Métodos: estudio descriptivo comparativo. Se compararon 25 niñas gimnastas con 25 niñas no gimnastas (control). Se realizó una valoración antropométrica, mediante protocolo ISAK, y nutricional, mediante un registro dietético de siete días; así como una valoración cuantitativa y cualitativa de la ingesta alimentaria, mediante el software DIAL. Se rellenó un cuestionario de hábitos y sobre la percepción de su peso corporal.Resultados: los datos antropométricos no presentaron diferencias significativas entre ambos grupos, excepto en los pliegues cutáneos y el porcentaje de grasa, el cual era estadísticamente inferior en gimnastas. La ingesta energética (1.413 ± 283 Kcal/día) de las gimnastas era inferior a la recomendada por la Food and Nutrition Board de acuerdo a su edad. La distribución de los macronutrientes cumplía con los valores normales establecidos (10-30% proteínas, 45-65% hidratos, 20-35% grasas). El 32% de las gimnastas y el 36,4% de las niñas control consideraron que les gustaría pesar menos.Conclusión: teniendo en cuenta la intensa actividad de las gimnastas, sus requerimientos energéticos deberían ajustarse a ello, ya que esto contribuirá a su desarrollo y crecimiento y a una mejor ejecución del ejercicio. En la muestra estudiada, el consumo de alimentos de las gimnastas se aleja de una alimentación equilibrada. No se observaron comportamientos diferentes en la percepción del peso entre ambos grupos.

  14. Is Ursa Major II the Progenitor of the Orphan Stream?

    SciTech Connect

    Fellhauer, M.; Evans, N.W.; Belokurov, V.; Zucker, D.B.; Yanny, B.; Wilkinson, M.I.; Gilmore, G.; Irwin, M.J.; Bramich, D.M.; Vidrih, S.; Hewett, Paul C.; /Cambridge U., Inst. of Astron. /Michigan State U.

    2006-11-01

    Prominent in the ''Field of Streams''--the Sloan Digital Sky Survey map of substructure in the Galactic halo--is an ''Orphan Stream'' without obvious progenitor. In this numerical study, we show a possible connection between the newly found dwarf satellite Ursa Major II (UMa II) and the Orphan Stream. We provide numerical simulations of the disruption of UMa II that match the observational data on the position, distance and morphology of the Orphan Stream. We predict the radial velocity of UMa II as -100kms{sup -1}, as well as the existence of strong velocity gradients along the Orphan Stream. The velocity dispersion of UMa II is expected to be high, though this can be caused both by a high dark matter content or by the presence of unbound stars in a disrupted remnant. However, the existence of a gradient in the mean radial velocity across UMa II provides a clear-cut distinction between these possibilities. The simulations support the idea that some of the anomalous, young halo globular clusters like Palomar 1 or Arp 2 or Ruprecht 106 may be physically associated with the Orphan Stream.

  15. A nonclassical MHC class I U lineage locus in zebrafish with a null haplotypic variant

    PubMed Central

    Dirscherl, Hayley; Yoder, Jeffrey A.

    2015-01-01

    Three sequence lineages of MHC class I genes have been described in zebrafish (Danio rerio): U, Z, and L. The U lineage genes encoded on zebrafish chromosome 19 are predicted to provide the classical function of antigen presentation. This MHC class I locus displays significant haplotypic variation and is the only MHC class I locus in zebrafish that shares conserved synteny with the core mammalian MHC. Here we describe two MHC class I U lineage genes, mhc1ula and mhc1uma, that map to chromosome 22. Unlike the U lineage proteins encoded on chromosome 19, Ula and Uma likely play a nonclassical role as they lack conservation of key peptide binding residues, display limited polymorphic variation, and exhibit tissue-specific expression. We also describe a null haplotype at this chromosome 22 locus in which the mhc1ula and mhc1uma genes are absent due to a ∼30 kb deletion with no other MHC class I sequences present. Functional and non-functional transcripts of mhc1ula and mhc1uma were identified; however, mhc1uma transcripts were often not amplified or amplified at low levels from individuals possessing an apparently bona fide gene. These distinct U lineage genes may be restricted to the superorder Ostariophysi as similar sequences only could be identified from the blind cavefish (Astyanyx mexicanus), fathead minnow (Pimephales promelas), goldfish (Carassius auratus), and grass carp (Ctenopharyngodon idellus). PMID:26254596

  16. The nova-like variable KQ Mon and the nature of the UX Ursa Majoris stars

    NASA Technical Reports Server (NTRS)

    Sion, E. M.; Guinan, E. F.

    1982-01-01

    The KQ Mon is a UX UMa type nova-like variable discovered by Howard Bond. Optical spectra taken by Bond in 1978 reveal very shallow Balmer absorption lines and He I absorption. Bond also did UBV and high speed photometry in 1978 and early 1981. There has been no evidence of orbital variations but the appearance of the optical spectrum and the presence of low amplitude flickering suggested a strong similarity to CD-42-14462 (=V3885 Sgr) and other members of the UX UMa class. Low dispersion observations of KQ Mon were made with the International Ultraviolet Explorer satellite. Six spectra taken with the shot wavelength prime camera are dominated by strong broad absorption lines due to N V, O I, Si III, Si IV, C IV, He II, N IV, and Al III. There is little evidence of orbital phase modulation over the time baseline of the observations. Unlike UV observations of other UX UMa type objects, KQ Mon exhibits no emission lines or P Cygni type profiles and the velocity displacements appear to be smaller, suggesting the absence of a hot, high velocity wind characterizing other UX UMa stars. The relationship of KQ Mon to other UX UMa disk stars is discussed and a model is suggested to explain their observed properties and the lack of major outbursts.

  17. Ultraviolet studies of nova-like variables with the IUE

    NASA Technical Reports Server (NTRS)

    Guinan, E. F.

    1983-01-01

    KQ Mon is a new UX UMa-type nova-like variable. Optical spectra taken in 1978 reveal very shallow Balmer absorption lines and He I (wavelength 4471) absorption. There was no evidence of orbital variations but the appearance of the optical spectrum and the presence of low amplitude flickering suggested a strong similarity to CD-42 degrees 14462 (=V3885 Sgr) and other members of the UX UMa class. KQ Mon was observed at low dispersion with the IUE satellite. Six spectra taken with the short wavelength prime (SWP) camera are dominated by strong broad absorption lines due to N V, O I, Si III, Si IV, C IV, He II, N IV, and A1 III. There is little evidence of orbital phase modulation over the time baseline of the observations. Unlike UV observations of other UX UMa-type objects, KQ Mon exhibits no emission lines or P Cygni-type profiles and the velocity displacements appear to be smaller, suggesting the absence of a hot, high velocity wind characterizing other UX UMa stars. The relationship of KQ Mon to other UX UMa disk stars is discussed and a model is suggested to explain their observed properties and the lack of major outbursts.

  18. Na Cauda do Cometa

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Voelzke, M. R.

    2009-01-01

    Quando viam um cometa, os antigos gregos imaginavam uma estrela com uma vasta cabeleira. Não à toa, a palavra deriva do termo koma, que significa cabelo. Constituídos por fragmentos de gelo e gases, os cometas possuem um núcleo sólido, que pode ter vários quilômetros de diâmetro, e uma cauda que sempre aponta na direção contrária ao Sol, devido aos ventos solares. Graças à aparência de pontos luminosos em movimento (ao contrário de outros astros, que parecem estáticos), esses corpos celestes foram interpretados por diferentes povos com muito misticismo, inspirando mitos tanto de boas-novas como de maus presságios. Conheça algumas dessas histórias:

  19. Ultraviolet colors of W Ursae Majoris - Gravity darkening, temperature differences, and the cause of W-type light curves

    NASA Technical Reports Server (NTRS)

    Eaton, J. A.; Wu, C.-C.; Rucinski, S. M.

    1980-01-01

    The paper presents photometry of the prototype W UMa binary system in three ultraviolet bands with the ANS satellite. It was found that W UMa has low-gravity darkening beta of 0.03; that temperature differences between the components not established by gravity darkening are insignificant; and that the bolometric albedo is not very large. It was also found that W UMa is limb-darkened in the ultraviolet region, and that the inner hemisphere of the less massive component is hotter than that predicted by gravity darkening and the reflection effect. It was concluded that about 20% of the surface area of the component responsible for large gravity darkening is covered by dark spots distributed uniformly in the longitudinal direction. An observational value of the convective darkening exponent of 0.054 plus or minus 0.02 is proposed.

  20. Spectroscopy and photometry of the dwarf nova BZ Ursae Majoris and the CV linewidth/K, mass-ratio relation

    NASA Technical Reports Server (NTRS)

    Jurcevic, J. S.; Honeycutt, R. K.; Schlegel, E. M.; Webbink, R. F.

    1994-01-01

    Time-resolved spectroscopy of the dwarf nova BZ Ursae Majoris (BZ UMa) reveals periodic velocity variations in the hydrogen emission lines with P = 97.9 +/- 0.1 min and K = 73 +/- 6 km/s. CCD photometry over a 16-month interval shows three outbursts of about 4 mag with a mean separation of 181 days. The mean full width at half maximum (FWHM) for the hydrogen beta emission is large, prompting a recalibration of the FWHM/K vs. mass ratio relation, giving a mass ratio (M(sub RD)/M(sub WD)) of 0.20 for BZ UMa. The short period, long outburst interval, and small mass ratio support the suggestion of BZ UMa being in the SU Ursae Majoris subclass of dwarf novae.

  1. The 2003-2004 Superoutburst of SDSS J013701.06-091234.9

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Imada, A.; Ishioka, R.; Nogami, D.; Uemura, M.; Kato, T.; Vsnet Collaboration Team

    2005-08-01

    We report on time-resolved photometry of the superoutburst of a new SU UMa-type star, SDSS J013701.06-091234.9 in 2003 December-2004 January. The obtained lightcurves show superhumps with a period of 81.7 min, which is one of the shortest periods among known SU UMa-type stars. The fractional superhump excess is 0.025, slightly larger than that of TOADs. Spectroscopic observations provided evidence for TiO band, implying a peculiar nature of the system when taking into account the fact that there is almost no evidence for a secondary star among SU UMa stars with short orbital periods. We also derived a distance to J0137 to be about 300 pc.

  2. An Investigation of Unified Memory Access Performance in CUDA.

    PubMed

    Landaverde, Raphael; Zhang, Tiansheng; Coskun, Ayse K; Herbordt, Martin

    2014-09-01

    Managing memory between the CPU and GPU is a major challenge in GPU computing. A programming model, Unified Memory Access (UMA), has been recently introduced by Nvidia to simplify the complexities of memory management while claiming good overall performance. In this paper, we investigate this programming model and evaluate its performance and programming model simplifications based on our experimental results. We find that beyond on-demand data transfers to the CPU, the GPU is also able to request subsets of data it requires on demand. This feature allows UMA to outperform full data transfer methods for certain parallel applications and small data sizes. We also find, however, that for the majority of applications and memory access patterns, the performance overheads associated with UMA are significant, while the simplifications to the programming model restrict flexibility for adding future optimizations.

  3. Ionic liquid-based ultrasonic/microwave-assisted extraction combined with UPLC-MS-MS for the determination of tannins in Galla chinensis.

    PubMed

    Lu, Chunxia; Wang, Hongxin; Lv, Wenping; Ma, Chaoyang; Lou, Zaixiang; Xie, Jun; Liu, Bo

    2012-01-01

    Ionic liquid was used as extraction solvents and applied to the extraction of tannins from Galla chinensis in the simultaneous ultrasonic- and microwave-assisted extraction (UMAE) technique. Several parameters of UMAE were optimised, and the results were compared with of the conventional extraction techniques. Under optimal conditions, the content of tannins was 630.2 ± 12.1 mg g⁻¹. Compared with the conventional heat-reflux extraction, maceration extraction, regular ultrasound- and microwave-assisted extraction, the proposed approach exhibited higher efficiency (11.7-22.0% enhanced) and shorter extraction time (from 6 h to 1 min). The tannins were then identified by ultraperformance liquid chromatography tandem mass spectrometry. This study suggests that ionic liquid-based UMAE is an efficient, rapid, simple and green sample preparation technique.

  4. "Conical Hut": A Basic Form of House Types in Timor Island

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Chen, Y. R.; Lim, Y. L.; Wang, M. H.; Chen, C. Y.

    2015-08-01

    Timor Island situates in the southeast end of Southeast Asia. The island accommodates many ethnic groups, which produce many diverse house types. As visiting East Timor in 2012 and Timor Island in 2014, we found the "Pair- House Type" widely spread over Timor Island. Uma Lulik (holy house), accommodating the ancestry soul, fireplace and elder's bed, and Uma Tidor (house for sleep), containing living, sleeping and working space, compose the pair-house. The research team visited 14 ethnic groups and their houses, some of which were measured and drawn into 3D models as back to Taiwan. Uma Tidors of each ethnic group are quite similar with rectangular volume and hip roof, however, one of the fourteen ethnic groups can build cylinder houses for Uma Tidor. Uma Luliks of different ethnic groups are diversified and special. One group of the Uma Luliks shows a rectangular or square volume sheltered by a hip roof. The other group of Uma Luliks presents a non-specific volume under a conical roof, that we called the "conical hut". Seven ethnic groups, Atoni, Weimua, Makassae, Mambai, Bunaq, Kemak and Bekais, have built "conical huts" for the use of Uma Lulik. People of the seven ethnic groups can construct a reasonable structural system to support the conical roof, and take good advantage of the space under the conical roof to meet their sacred needs and everyday life. "Conical Hut" may be regarded as the basic form of the house types adopted by the seven ethnic groups. It contains the basic spatial limits and the formal properties that the construction systems have to follow. Based on the concise rules of the basic form, people of each ethnic group use their talents, skills and building materials to generate variations of "conical hut", which are different in house scale, spatial layout, construction system and form. The "conical huts" contain the consistency that all the huts come from the basic form, meanwhile, they also present the diversification that each conical hut has

  5. IUE ultraviolet observations of W UM a Stars

    NASA Technical Reports Server (NTRS)

    Dupree, A. K.; Preston, S.

    1981-01-01

    International Ultraviolet Explorer observations of four W UMa eclipsing binary systems (44 Boo, VW Cep, W UMa, and epsilon) are discussed. The stars generally show large surface fluxes of high temperature lines (C II, C IV, N V, Si IV) which may result from the high rotational velocities forced by synchronous rotation. High dispersion spectra of the 44 Boo system in the Mg II line enable the individual stellar components to be identified. The line widths and phase variations are consistent with the optically determined spectroscopic orbit. Circumstellar absorption of Mg II may be presented at selected phases.

  6. Modeling and Forecasting the Demand for Aircraft Recoverable Spare Parts

    DTIC Science & Technology

    1993-01-01

    strongly sug- gests it.4 4Exeludig itam with action qunii greater than I or qpA& Vfator Uma 4 lowers the values shown in Table 3.1, bu the patten remain...1961. 62. Box, G. E. P. and Tidwell, P. W., "Transformations of the Inde- pendent Variables," Technometrics, 4, 531-550, 1962. 63. West, Mike, and Jeff

  7. The Formation of Contact and Very Close Binaries

    SciTech Connect

    Kisseleva-Eggleton, L; Eggleton, P P

    2007-08-10

    We explore the possibility that all close binaries, i.e. those with periods {approx}< 3 d, including contact (W UMa) binaries, are produced from initially wider binaries (periods of say 10's of days) by the action of a triple companion through the medium of Kozai Cycles with Tidal Friction (KCTF).

  8. Comparing Gifted and Nongifted African American and Euro-American Students on Cognitive and Academic Variables Using Local Norms

    ERIC Educational Resources Information Center

    Jordan, Kelli R.; Bain, Sherry K.; McCallum, R. Steve; Mee Bell, Sherry

    2012-01-01

    A total of 47 gifted and nongifted African American and Euro-American elementary students were rated by their teachers on a multidimensional instrument developed to minimize language considerations and to rely on local norms (Universal Multiple Abilities Scales [UMAS; McCallum & Bracken, 2012a]). Results from two factorial MANOVAs revealed no…

  9. Production and Perception of Distortion in Word-Initial Friction Duration

    ERIC Educational Resources Information Center

    Jovicic, Slobodan T.; Kasic, Zorca; Punisic, Silvana

    2010-01-01

    The purpose of the present study was to investigate (a) the distortion in production of word-initial friction duration in fricative /[esh]/, and (b) the perceptual discrimination between typical (normal) and atypical (prolonged or lengthened) friction duration. In the first experiment 80 school aged children pronounced word /[esh]uma/, 40 of them…

  10. JPRS Report, Near East and South Asia.

    DTIC Science & Technology

    2007-11-02

    Quits CWC"] [Text] New Delhi, May 8: The veteran Congress(I) leader, Mr Uma Shankar Dikshit, has quit the Congress Working Committee [CWC...expressed by the developing member countries regarding reduction of the quantum of aid to Asia following the developments in Eastern Europe. Prof

  11. Practical Life: The Keystone of Life, Culture, and Community

    ERIC Educational Resources Information Center

    Ramani, Uma

    2013-01-01

    Uma Ramani's characterization of practical life is philosophical and anthropological, suggesting that "human history is the story of the evolution of our practical life activities." Practical life is a collaborative activity that creates community and culture. One's adaptation to life through the daily work of ordering our environment…

  12. Blood-borne phagocytes internalize urate microaggregates and prevent intravascular NETosis by urate crystals

    PubMed Central

    Pieterse, Elmar; Jeremic, Ivica; Czegley, Christine; Weidner, Daniela; Biermann, Mona H.C.; Veissi, Susan; Maueröder, Christian; Schauer, Christine; Bilyy, Rostyslav; Dumych, Tetiana; Hoffmann, Markus; Munoz, Luis E.; Bengtsson, Anders A.; Schett, Georg; van der Vlag, Johan; Herrmann, Martin

    2016-01-01

    Hyperuricemia is strongly linked to cardiovascular complications including atherosclerosis and thrombosis. In individuals with hyperuricemia, needle-shaped monosodium urate crystals (nsMSU) frequently form within joints or urine, giving rise to gouty arthritis or renal calculi, respectively. These nsMSU are potent instigators of neutrophil extracellular trap (NET) formation. Little is known on the mechanism(s) that prevent nsMSU formation within hyperuricemic blood, which would potentially cause detrimental consequences for the host. Here, we report that complement proteins and fetuins facilitate the continuous clearance by blood-borne phagocytes and resident macrophages of small urate microaggregates (UMA; <1 μm in size) that initially form in hyperuricemic blood. If this clearance fails, UMA exhibit bipolar growth to form typical full-sized nsMSU with a size up to 100 μm. In contrast to UMA, nsMSU stimulated neutrophils to release NETs. Under conditions of flow, nsMSU and NETs formed densely packed DNase I-resistant tophus-like structures with a high obstructive potential, highlighting the importance of an adequate and rapid removal of UMA from the circulation. Under pathological conditions, intravascularly formed nsMSU may hold the key to the incompletely understood association between NET-driven cardiovascular disease and hyperuricemia. PMID:27917897

  13. New precision orbits of bright double-lined spectroscopic binaries. IX. HD 54371, HR 2692, and 16 ursa majoris

    SciTech Connect

    Fekel, Francis C.; Williamson, Michael H.; Muterspaugh, Matthew W.; Pourbaix, Dimitri; Willmarth, Daryl; Tomkin, Jocelyn E-mail: michael.h.williamson@gmail.com E-mail: pourbaix@astro.ulb.ac.be

    2015-02-01

    With extensive sets of new radial velocities we have determined orbital elements for three previously known spectroscopic binaries, HD 54371, HR 2692, and 16 UMa. All three systems have had the lines of their secondaries detected for the first time. The orbital periods range from 16.24 to 113.23 days, and the three binaries have modestly or moderately eccentric orbits. The secondary to primary mass ratios range from 0.50 to 0.64. The orbital dimensions (a{sub 1} sin i and a{sub 2} sin i) and minimum masses (m{sub 1} sin{sup 3} i and m{sub 2} sin{sup 3} i) of the binary components all have accuracies of ⩽1%. With our spectroscopic results and the Hipparcos data, we also have determined astrometric orbits for two of the three systems, HR 2692 and 16 UMa. The primaries of HD 54371 and 16 UMa are solar-type stars, and their secondaries are likely K or M dwarfs. The primary of HR 2692 is a late-type subgiant and its secondary is a G or K dwarf. The primaries of both HR 2692 and 16 UMa may be pseudosynchronously rotating, while that of HD 54371 is rotating faster than its pseudosynchronous velocity.

  14. World Conference on Pre-Erythrocytic Stage Malaria Vaccine Development: Current Status and Future Prospects Held in Bethesda, Maryland on April 12-15, 1989

    DTIC Science & Technology

    1989-12-01

    Myron Levine2, James Murphy 2, Jonathan DavIs 2, Ian Bathurst 3 Philip Barr, Pedro Romero ’, and Fiedl Zavala’. ’Department of Medical and Molecular...Eileen D. Franke and Carmen Lucas. U. S. Naval Medical Research Institite Detachment, Uma, Peru. The presence of a humoral Immune response to central

  15. 75 FR 57100 - Self-Regulatory Organizations; Chicago Board Options Exchange, Incorporated; Notice of Filing and...

    Federal Register 2010, 2011, 2012, 2013, 2014

    2010-09-17

    ... determine the applicable matching algorithm \\5\\ for option classes in which COB is activated. Currently....45A or Rule 6.45B, as applicable. \\5\\ The matching algorithms include price-time, pro-rata, and the ultimate matching algorithm (``UMA'') base priorities and a combination of various optional...

  16. 77 FR 59444 - Self-Regulatory Organizations; Chicago Board Options Exchange, Incorporated; Notice of Filing and...

    Federal Register 2010, 2011, 2012, 2013, 2014

    2012-09-27

    ... currently provides a ``menu'' of matching algorithms to choose from when executing incoming electronic orders. The menu format allows the Exchange to utilize different matching algorithms on a class-by-class basis. The menu includes, among other choices, the ultimate matching algorithm (``UMA''), as well...

  17. Scilab and Maxima Environment: Towards Free Software in Numerical Analysis

    ERIC Educational Resources Information Center

    Mora, Angel; Galan, Jose Luis; Aguilera, Gabriel; Fernandez, Alvaro; Merida, Enrique; Rodriguez, Pedro

    2010-01-01

    In this work we will present the ScilabUMA environment we have developed as an alternative to Matlab. This environment connects Scilab (for numerical analysis) and Maxima (for symbolic computations). Furthermore, the developed interface is, in our opinion at least, as powerful as the interface of Matlab. (Contains 3 figures.)

  18. Constitutions and Democratic Consolidation: Brazil in Comparative Perspective

    DTIC Science & Technology

    1989-03-31

    Politica. Uma Estrategia para a Democracia," in Fabio W. Reis and Guillermo O’Donnell, eds.,A Democracia no Brasil: Dilemas e Perspectivas (Sao Paulo... Perspectiva dos Anos 80, Dados 24, no. 2, pp. 139-59. 32. Interview with a consultant to lobbies in Brasilia on May 16, 1988. Veja gave coverage to some

  19. Stratification of chromium abundance in CP-stars alpha2 Canum Venaticorum, epsilon Ursae Majoris, Sirius and VEGA

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Ziznovsky, J.; Zverko, J.

    1995-01-01

    High S/N Reticon spectra of alpha2 CVn, epsilon UMa, Sirius and Vega are investigated to estimate the Cr-abundance and its possible depth distribution. While three of the stars show practically normal (homogeneous) distribution of the element, alpha2 CVn was found to be anomalous: the abundance of chromium decreases outwards of the atmosphere.

  20. IRT-Based Measurement of Short-Term Changes of Ability, with an Application to Assessing the "Mozart Effect"

    ERIC Educational Resources Information Center

    Gittler, Georg; Fischer, Gerhard

    2011-01-01

    The article extends and applies previous approaches by Klauer and Fischer to the statistical evaluation of ability changes in tests conforming to the Rasch model (RM). Exact uniformly most powerful unbiased (UMPU) hypothesis tests and uniformly most accurate (UMA) confidence intervals (CIs) for the amount of change can be constructed for each…

  1. On random walk de Lévy aplicado aos mapas de variâncias

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Klafke, J. C.

    2003-08-01

    Uma pergunta que surge ao nos confrontarmos com os mapas de variâncias, ou s-Maps [Klafke, J. C. "Estudo da Difusão Caótica em Ressonâncias Asteroidais", Tese de Doutorado, IAG/USP, 2002] diz respeito ao conteúdo físico de tais representações do espaço de fase. Ou seja, o que representa as variâncias das ações obtidas para uma determinada condição inicial e como relacioná-las com o tempo de difusão das órbitas, supondo-se que estas de fato estejam envolvidas em um processo difusivo? Para discutirmos essa questão, lançamos mão da modelagem dos processos estocásticos subjacentes às variâncias determinadas e implementamos uma série de simulações do tipo Monte Carlo a partir das informações registradas nos s-Maps calculados para algumas ressonâncias asteroidais bem estudadas (p.ex. 3: 1, 2: 1 e 3: 2). Para tanto, temos usado uma função de densidade de probabilidade gaussiana ao definir os n passos que permitirão estabelecer uma relação direta entre o Mapa de Difusão e o Mapa de Variâncias. Contudo, os resultados obtidos até agora tem subestimado o tempo de difusão esperado para os fenômenos conhecidos. Tal se deve ao fato de que, no processo difusivo real, é possível existirem passos de comprimento consideravelmente maiores que a média estabelecida pelas distribuições gaussiana ou normal, sobretudo quando se cruza uma região caótica. Neste trabalho, apresentamos os resultados comparativos de simulações de Monte Carlo com base no random walk de Lévy [Klafter, J. et al. 2002. "Beyond Brownian motion", Phys. Today, Feb, 33-39.], o qual possibilita passos esporádicos de comprimento acima do valor médio (saltos) permitindo estabelecer uma escala de tempo mais próxima da esperada para a difusão.

  2. Vínculos sobre um modelo de quartessência de Chaplygin usando observações do satélite chandra da fração de massa de gás em aglomerados de galáxias

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    de Souza, R. S.

    2003-08-01

    Observações de Supernovas do tipo Ia mostram que a expansão do Universo está acelerando. Segundo as equações de Einstein uma componente com pressão negativa (energia escura) é necessária para explicar a aceleração cósmica. Além da energia escura é usualmente admitido que no Universo há também uma matéria exótica com pressão zero, que é chamada de matéria escura. Essa componente possui um papel fundamental na formação de estruturas no Universo. Recentemente tem se explorado a possibilidade de que matéria e energia escura poderiam ser unificadas através de uma única componente, que tem sido denominada de quartessência. Um exemplo de fluido com essas características é o Gás de Chaplygin Generalizado, que possui uma equação de estado da forma p = -A/ra. Inicialmente consideramos o caso especial a = 1 (gás de Chaplygin) e vinculamos parâmetros do modelo utilizando observações em raios-X do satélite Chandra da fração de massa de gás em aglomerados de galáxias. Uma comparação dos vínculos obtidos com esse teste com outros testes, tais como supernovas e idade do Universo, mostra que esse teste é bastante restritivo. Exibiremos ainda resultados para o caso em que a curvatura é nula e o parâmetro a está compreendido no intervalo -1 < a 1.

  3. The use of chloride-sodium ratio in the evaluation of metabolic acidosis in critically ill neonates.

    PubMed

    Kurt, Abdullah; Ecevit, Ayşe; Ozkiraz, Servet; Ince, Deniz Anuk; Akcan, Abdullah Baris; Tarcan, Aylin

    2012-06-01

    Acid-base disturbances have been usually evaluated with the traditional Henderson-Hasselbach method and Stewart's physiochemical approach by quantifying anions of tissue acids (TA). It is hypothesized that an increase in tissue acids during metabolic acidosis would cause a compensatory decrease in the plasma chloride (Cl) relative to sodium (Cl-Na ratio) in order to preserve electroneutral balance. Therefore, we aimed to investigate the use of Cl-Na ratio as a bedside tool to evaluate the identifying raised TA in neonates as an alternative to complex calculations of Stewart's physiochemical approach. This retrospective study was conducted between January 2008 and December 2009. Infants were included in the study when blood gas analysis reveals a metabolic acidosis; pH <7.25 and sHCO(3) concentration was <22 mEq/L. The Cl-Na ratio, sodium-chloride difference (Diff(NaCl)), anion gap (AG), albumin-corrected AG (AG(corr)), strong ion difference (SID), unmeasured anions (UMA), and TA were calculated at each episode of metabolic acidosis. A total of 105 metabolic acidosis episodes occurred in 59 infants during follow-up. Hypochloremic metabolic acidosis occurred in 17 (16%) of samples, and all had increased TA. The dominant component of TA was UMA rather than lactate. There was a negative correlation between the Cl-Na ratio and SID, AG(corr), UMA, and TA. Also, there was a positive correlation between Diff(NaCl) and SID, AG(corr), UMA, and TA. Base deficit and actual bicarbonate performed poorly in identifying the TA. In conclusion, our study suggested that Diff(NaCl) and Cl-Na ratio are simple and fast, and may be an alternative method to complex Stewart's physiochemical approach in identifying raised UMA and TA in critically ill neonates.

  4. Eventos de Desconexao na Cauda de Plasma do Cometa P/Halley

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Voelzke, M. R.; Fahr, H. J.

    2001-08-01

    Observacoes cometárias e de vento solar sao comparadas com o propósito de determinar-se as condicoes do vento solar associadas aos eventos de desconexao (DEs) observados em caudas de plasma cometárias. Os dados cometários sao provenientes do The International Halley Watch Atlas of Large-Scale Phenomena. A análise visual sistemática das imagens do atlas revelou, entre outras estruturas morfológicas, 47 DEs ao longo da cauda de plasma do P/Halley. Estes 47 DEs registrados em 47 imagens distintas permitiram a descoberta de 19 origens de DEs, ou seja, o tempo em que as desconexoes iniciaram foi calculado. Os dados do vento solar sao provenientes de medidas feitas in situ pela sonda espacial IMP-8, as quais foram usadas para elaborar a variacao da velocidade do vento solar, densidade e pressao dinâmica durante o intervalo analisado. O presente trabalho compara as atuais teorias conflitantes, baseadas nos mecanismos de formacao, com o intuito de explicar o fenômeno cíclico dos DEs, ou seja, os efeitos de producao iônica, os efeitos de pressao e os efeitos de reconexao magnética sao analisados. Para cada uma das 19 origens de DEs comparou-se a densidade com a respectiva velocidade do vento solar com o intuito de determinar-se uma possível correlacao entre estas origens e os efeitos de pressao dinâmica. Quando da ocorrência de 6 origens de DEs o IMP-8 nao realizou medidas, nos outros 13 casos 10 origens (77%) mostraram uma anticorrelacao entre velocidade e densidade e apenas 3 (23%) revelaram uma tendência similar entre velocidade e densidade. Portanto, a análise inicial demonstra uma fraca correlacao entre as origens dos DEs e os efeitos de pressao.

  5. On telescópio remoto do Observatório Abrahão de Moraes - Obelix

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Neres, N. L.; Raffaelli, J. C.; Medina Tanco, G. A.; Horvath, J. E.; Maluhy, R.; Martins, A.; Orselli, M. I. V.

    2003-08-01

    Foi desenvolvido um telescópio totalmente automático situado no Observatório Abrahão de Moraes, em Valinhos-SP, que possibilita observações remotas via Internet tanto para fins profissionais como didáticos. Usando um programa navegador da WWW, o observador tem acesso a páginas interativas que permitem não só apontar o telescópio e receber as imagens, como também controlar a abertura e o fechamento da cúpula, monitorar temperatura, umidade e orvalho e receber imagens das câmaras de segurança. O fechamento da cúpula é feito automaticamente em caso de perigo de condensação. O sistema consiste de uma câmara Apogee, uma roda de filtros SBIG modelo CFW-8 com filtros RGB e um telescópio Meade. A observação remota é feita usando programas comerciais da área. Uma caixa de controle com lógica programável controla o movimento da cúpula e a energização do telescópio. Um software em LabView adquire os dados da estação meteorológica, que inclui um sensor de chuva desenvolvido no IAG, e apresenta seus valores atuais e históricos. Usando uma facilidade do próprio LabView, a saída desse software é exportada para a Internet. Um programa em C disponibiliza as imagens das câmaras de segurança usando uma placa de captura de vídeo e um seqüencial de vídeo que foi adaptado para ser controlado pelo PC. O sistema completo já se encontra operacional.

  6. Efeitos do binarismo não resolvido na determinação da função de massa de aglomerados

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Kerber, L. O.; Santiago, B. X.

    2003-08-01

    Através de simulações numéricas buscamos quantificar os efeitos que o binarismo não resolvido causa na determinação da função de massa (MF) de aglomerados estelares. Geramos diagramas cor-magnitude (CMDs) artificiais simulando uma população única, caracterizada por estrelas de mesma idade e composição quí mica, com uma fração de binárias não resolvidas e distribuição em massa das estrelas dada por uma MF do tipo lei de potência. A presença de pares de estrelas não resolvidos faz com que a MF obtida da função de luminosidade (LF) tenha a têndencia de ser mais plana do que a MF que gerou o CMD artificial. Propomos um tratamento de correção para tal efeito. Outro efeito relacionado diz respeito ao alargamento do CMD, que apresenta-se como um indicador do número total de estrelas no domí nio de baixas massas (m < 0.6M¤). Todos os resultados acima possuem uma forte dependência com os erros fotométricos e estão baseados na hipótese de que ambas estrelas do par não resolvido são sorteadas de uma mesma MF de forma independente. O objetivo final é aplicarmos o tratamento aqui desenvolvido para implementarmos a análise da nossa amostra de aglomerados ricos da Grande Nuvem de Magalhães.

  7. TURNING THE TIDES ON THE ULTRA-FAINT DWARF SPHEROIDAL GALAXIES: COMA BERENICES AND URSA MAJOR II

    SciTech Connect

    Munoz, Ricardo R.; Geha, Maria; Willman, Beth E-mail: marla.geha@yale.ed

    2010-07-15

    We present deep CFHT/MegaCam photometry of the ultra-faint Milky Way satellite galaxies: Coma Berenices (ComBer) and Ursa Major II (UMa II). These data extend to r {approx} 25, corresponding to 3 mag below the main-sequence turn-offs in these galaxies. We robustly calculate a total luminosity of M{sub V} = -3.8 {+-} 0.6 for ComBer and M{sub V} = -3.9 {+-} 0.5 for UMa II, in agreement with previous results and confirming that these galaxies are among the faintest of the known dwarf satellites of the Milky Way. ComBer shows a fairly regular morphology with no signs of active tidal stripping down to a surface brightness limit of 32.4 mag arcsec{sup -2}. Using a maximum likelihood analysis, we calculate the half-light radius of ComBer to be r{sub half} = 74 {+-} 4 pc (5.8 {+-} 0.'3) and its ellipticity {epsilon} = 0.36 {+-} 0.04. In contrast, UMa II shows signs of ongoing disruption. We map its morphology down to {mu}{sub V} = 32.6 mag arcsec{sup -2} and found that UMa II is larger than previously determined, extending at least {approx}600 pc (1.{sup 0}1 on the sky) and it is also quite elongated with an overall ellipticity of {epsilon} = 0.50 {+-} 0.2. However, our estimate for the half-light radius, 123 {+-} 3 pc (14.1 {+-} 0.'3) is similar to previous results. We discuss the implications of these findings in the context of potential indirect dark matter detections and galaxy formation. We conclude that while ComBer appears to be a stable dwarf galaxy, UMa II shows signs of ongoing tidal interaction.

  8. Treatment of Dyslipidemia with Statins and Physical Exercises: Recent Findings of Skeletal Muscle Responses.

    PubMed

    Bonfim, Mariana Rotta; Oliveira, Acary Souza Bulle; Amaral, Sandra Lia do; Monteiro, Henrique Luiz

    2015-02-13

    -se levantamento da literatura nas bases de dados PubMed e SciELO, utilizando a combinação dos unitermos: "estatina/estatinas" AND "exercício" AND "músculo" ("statin" AND "exercise" AND "muscle"), sendo selecionados apenas artigos originais publicados entre janeiro de 1990 e novembro de 2013. Foram analisados 16 artigos que avaliaram o efeito da associação das estatinas com exercício agudo ou crônico na musculatura esquelética. Os resultados dos estudos apontaram que atletas podem experimentar efeitos deletérios na musculatura esquelética quando do uso de estatinas, visto que os quadros de exacerbação da lesão muscular pelo exercício foram mais frequentes com treinamento intenso ou exercícios agudos excêntricos e extenuantes. O treinamento físico moderado, por sua vez, quando associado às estatinas, não aumenta os relatos de dor nem os níveis de creatina quinase, além de acarretar ganhos nas funções musculares e metabólicas advindas do treinamento. Sugere-se, portanto, que pacientes dislipidêmicos em tratamento com estatinas sejam expostos ao treinamento físico aeróbio combinado a exercícios resistidos, de intensidade moderada, em três sessões semanais, sendo que a oferta do treinamento físico previamente à administração do tratamento medicamentoso, quando possível, faz-se desejável.

  9. Ondas de choque em jatos de quasares e objetos BL Lacertae

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Melo, F. E.; Botti, L. C. L.

    2003-08-01

    Este trabalho é parte de um projeto que vem sendo realizado há dois anos no CRAAM, cujos objetivos principais são analisar e aplicar um modelo generalizado de ondas de choque em jatos relativísticos de plasma, presentes em quasares e objetos BL Lacertae, para explicar a variabilidade observada nestes objetos. O método consiste em uma decomposição de curvas de luz em séries de explosões similares, em várias freqüências, baseando-se em uma evolução espectro-temporal média das explosões. A partir da evolução média, um ajuste de cada explosão é feito com base em equações empíricas, modificando-se apenas parâmetros específicos de cada explosão. Inicialmente o modelo foi aplicado ajustando-se as curvas de luz a explosões delineadas por uma evolução do choque em três estágios, segundo a predominância do processo de emissão: síncrotron, Compton e adiabático. Entretanto, nesta nova fase de projeto, visando uma parametrização mais concisa, uma otimização do algoritmo de ajuste e uma convergência mais rápida, a formulação para cada evento foi assumida com uma evolução em apenas dois estágios: subida e descida. Isto possibilitou uma ótima delineação das curvas de luz das fontes OV236, OJ287, 3C273 e BL Lac, entre 1980 e 2000, nas freqüências 4.8, 8.0, 14.5 e 22 GHz, utilizando-se dados do Observatório da Universidade de Michigan, do Observatório do Itapetinga (Atibaia SP) e do Observatório Metsähovi. Como conclusões importantes, verificou-se que: os parâmetros ajustados descrevem o comportamento do jato; os valores do índice que descreve a expansão do jato sugerem que o mesmo se expande de uma forma não-cônica; o campo magnético é turbulento atrás da frente de choque; e as peculiaridades das explosões são devidas à influência de grandezas tais como o coeficiente da distribuição espectral de energia dos elétrons, a intensidade de campo magnético e o fator de feixe Doppler, no início do choque.

  10. Construção de um catálogo de aglomerados abertos para estudo da dinâmica da estrutura espiral da Galáxia

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Carlos, I. M.; Lépine, J. R. D.

    2003-08-01

    Os aglomerados abertos são objetos de grande valor para o estudo da dinâmica da Galáxia devido esses objetos terem uma faixa de idade relativamente ampla. O trabalho visa estudar a dinâmica da estrutura espiral da Galáxia principalmente através do uso desses aglomerados, uma vez que o estudo da cinemática desses objetos é fundamental para esse objetivo. Nosso grupo trabalha no sentido de construir uma base de dados de aglomerados abertos contendo coordenadas, distância, idade, movimentos próprios e velocidades radiais e já disponibiliza uma nova versão do catálogo de aglomerados abertos o qual é uma compilação de edições anteriores, principalmente Lynga (1987), Mermilliod (1995) e ESO-B (Lauberts 1982). Nossa amostra possui cerca de 1630 aglomerados, mas nem todos os parâmetros acima citados foram determinados em sua totalidade. Para determinarmos esses parâmetros, derivamos as cores intrínsecas das estrelas membro de cada aglomerado a partir de seus tipos espectrais (busca feita no SIMBAD) obtendo assim o excesso de cor individual. A distribuição dos excessos de cor foi então utilizada para derivarmos o avermelhamento médio para cada aglomerado. De maneira similar, os tipos espectrais foram usados para estimar as magnitudes absolutas, e com as magnitudes absolutas e aparentes determinamos a respectiva distribuição do módulo de distância e finalmente a distância. Para determinar as idades foram confeccionados os diagramas cor-magnitude das estrelas de cada aglomerado onde foram superpostas a Seqüência Principal de Idade Zero (ZAMS). Superpomos a ZAMS de Schmidt-Kaler e isócronas de composição solar. Essas isócronas foram usadas para determinação das idades dos aglomerados. Uma vez que não temos ainda resultados finais, apresentamos então alguns diagramas cor-magnitude os quais foram usados para determinação, principalmente, da distância e idade dos aglomerados.

  11. [The Impact of Electronic Monitoring on Healthcare Associated Infections: The Role of the HViTAL Platform].

    PubMed

    Oliveira, Rita Fontes; Castro, Lídia; Almeida, José Pedro; Alves, Carlos; Ferreira, António

    2016-11-01

    Introdução: Em Portugal, 9,8% dos doentes internados adquiriram infeções associadas aos cuidados de saúde, correspondendo a uma prevalência de cerca 11,7%. O Centro Hospitalar de São João desenvolveu uma plataforma de business intelligence capaz de VIgiar (os utentes), moniTorizar (o estado clínico) e ALertar (o profissional de saúde): HViTAL. Este estudo tem como objectivo avaliar o impacto da monitorização eletrónica nas infeções associadas aos cuidados de saúde desde o ano da implementação do HViTAL. Material e Métodos: Avaliaram-se os dados relativos a janeiro 2008 (data a partir da qual há registos informatizados) até dezembro de 2011, comparando-os com os dados posteriores, aqueles correspondentes a janeiro de 2012 (data de implementação do HViTAL) até 19 de outubro de 2015. Resultados: Observou-se uma tendência para o aumento dos parâmetros de infecção no período 2008 - 2011. No período correspondente a janeiro de 2012 e outubro de 2015, todos os parâmetros que constituem o indicador de infeção (previsto na contratualização) revelaram uma evolução linear negativa. Discussão: Os resultados são muito sugestivos de que o HVITAL poderá ter tido impacto na melhoria dos parâmetros associados às infeções associadas aos cuidados de saúde. Houve uma tendência crescente na aplicação de medidas básicas de controlo de infecção desde 2005, com ações de sensibilização dos profissionais de saúde, facto que, embora não analisado neste report, poderá também ter contribuído para a melhoria observada. O nosso estudo não incluiu outras variáveis tais como investimento em capital humano. Conclusão: Houve uma inequívoca melhoria em todos os domínios que caracterizam as infeções associadas aos cuidados de saúde, sugerindo um impacto positivo da introdução do HVITAL.

  12. VARIABLE STARS IN THE ULTRA-FAINT DWARF SPHEROIDAL GALAXY URSA MAJOR I

    SciTech Connect

    Garofalo, Alessia; Moretti, Maria Ida; Cusano, Felice; Clementini, Gisella; Ripepi, Vincenzo; Dall'Ora, Massimo; Coppola, Giuseppina; Musella, Ilaria; Marconi, Marcella E-mail: fcusano@na.astro.it E-mail: ripepi@na.astro.it E-mail: imoretti@na.astro.it E-mail: ilaria@na.astro.it

    2013-04-10

    We have performed the first study of the variable star population of Ursa Major I (UMa I), an ultra-faint dwarf satellite recently discovered around the Milky Way (MW) by the Sloan Digital Sky Survey. Combining time series observations in the B and V bands from four different telescopes, we have identified seven RR Lyrae stars in UMa I, of which five are fundamental-mode (RRab) and two are first-overtone pulsators (RRc). Our V, B - V color-magnitude diagram of UMa I reaches V {approx} 23 mag (at a signal-to-noise ratio of {approx}6) and shows features typical of a single old stellar population. The mean pulsation period of the RRab stars (P{sub ab}) = 0.628, {sigma} = 0.071 days (or (P{sub ab}) = 0.599, {sigma} = 0.032 days, if V4, the longest period and brightest variable, is discarded) and the position on the period-amplitude diagram suggest an Oosterhoff-intermediate classification for the galaxy. The RR Lyrae stars trace the galaxy horizontal branch (HB) at an average apparent magnitude of (V(RR)) = 20.43 {+-} 0.02 mag (average on six stars and discarding V4), giving in turn a distance modulus for UMa I of (m - M){sub 0} = 19.94 {+-} 0.13 mag, distance d = 97.3{sup +6.0}{sub -5.7} kpc, in the scale where the distance modulus of the Large Magellanic Cloud is 18.5 {+-} 0.1 mag. Isodensity contours of UMa I red giants and HB stars (including the RR Lyrae stars identified in this study) show that the galaxy has an S-shaped structure, which is likely caused by the tidal interaction with the MW. Photometric metallicities were derived for six of the UMa I RR Lyrae stars from the parameters of the Fourier decomposition of the V-band light curves, leading to an average metal abundance of [Fe/H] = -2.29 dex ({sigma} = 0.06 dex, average on six stars) on the Carretta et al. metallicity scale.

  13. Absolute and geometric parameters of contact binary GW Cnc

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Gürol, B.; Gökay, G.; Saral, G.; Gürsoytrak, S. H.; Cerit, S.; Terzioğlu, Z.

    2016-07-01

    We present the results of our investigation on the geometrical and physical parameters of the W UMa type binary system GW Cnc. We analyzed the photometric data obtained in 2010 and 2011 at Ankara University Observatory (AUO) and the spectroscopic data obtained in 2010 at TUBITAK National Observatory (TUG) by using the Wilson-Devinney (2013 revision) code to obtain the absolute and geometrical parameters. We derived masses and radii of the eclipsing system to be M1 = 0.257M⊙ , M2 = 0.971M⊙ , R1 = 0.526R⊙ and R2 = 0.961R⊙ with an orbital inclination i(∘) = 83.38 ± 0.25 and we determined the GW Cnc system to be a W-type W UMa over-contact binary with a mass ratio of q = 3.773 ± 0.007 .

  14. Absolute and geometric parameters of contact binary BO Arietis

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Gürol, B.; Gürsoytrak, S. H.; Bradstreet, D. H.

    2015-08-01

    We present the results of our investigation on the geometrical and physical parameters of the W UMa type binary system BO Ari from analyzed CCD (BVRI) light curves and radial velocity data. The photometric data were obtained in 2009 and 2010 at Ankara University Observatory (AUO) and the spectroscopic observations were made in 2007 and 2010 at TUBITAK National Observatory (TUG). These light and radial velocity observations were analyzed simultaneously by using the Wilson-Devinney (2013 revision) code to obtain absolute and geometrical parameters. The system was determined to be an A-type W UMa system. Combining our photometric solution with the spectroscopic data we derived masses and radii of the eclipsing system to be M1 = 0.995M⊙,M2 = 0.189M⊙,R1 = 1.090R⊙ and R2 = 0.515R⊙ . Finally, we discuss the evolutionary status of the system.

  15. The optical emission from oscillating white dwarf radiative shock waves

    NASA Technical Reports Server (NTRS)

    Imamura, James N.; Rashed, Hussain; Wolff, Michael T.

    1991-01-01

    The hypothesis that quasi-periodic oscillations (QPOs) are due to the oscillatory instability of radiative shock waves discovered by Langer et al. (1981, 1092) is examined. The time-dependent optical spectra of oscillating radiative shocks produced by flows onto magnetic white dwarfs are calculated. The results are compared with the observations of the AM Her QPO sources V834 Cen, AN UMa, EF Eri, and VV Pup. It is found that the shock oscillation model has difficulties with aspects of the observations for each of the sources. For VV Pup, AN UMa, and V834 Cen, the cyclotron luminosities for the observed magnetic fields of these systems, based on our calculations, are large. The strong cyclotron emission probably stabilizes the shock oscillations. For EF Eri, the mass of the white dwarf based on hard X-ray observations is greater than 0.6 solar mass.

  16. A new velocity curve of the RR Lyrae star TU Ursae Majoris - Evidence for duplicity

    SciTech Connect

    Saha, A.; White, R.E. Space Telescope Science Institute, Baltimore, MD Steward Observatory, Tucson, AZ )

    1990-02-01

    Spectra taken at the coude focus of the 5-m Hale telescope were reduced to obtain a velocity curve for the field RR Lyr star TU UMa. The observations were aimed at detecting differences (if any) in the velocity curves obtained from weak metal lines shortward of the Balmer jump, as opposed to those from similar lines longward of the Balmer jump, so that velocity gradients deep in the atmosphere could be studied. The mean velocity from this velocity curve is different from those measured at earlier epochs. This suggests that TU UMa is a binary system in which the visible component is the RR Lyr star. Fluctuations in times of light maxima are interpreted here as time delays due to light travel time as the RR Lyr component moves in its orbit. 35 refs.

  17. New CCD Observations and the First Photometric Study of the Contact Binary AP UMi

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Awadalla, N. S.; Hanna, M. A.; Ismail, M. N.; Hassan, I. A.; Elkhamisy, M. A.

    2016-06-01

    We obtain the first complete CCD light curves (LCs) of the contact binary AP UMi in the VRI bands and analyzed them by means of the PHOEBE code. A spotted model is applied to treat the asymmetry in the LCs. The LC morphology clearly shows the O'Connell effect and the solution shows an influence of star spots on both components. Such effect of star spots is common between the RS CVn and W UMa chromospherically active stars. Based on the obtained solution of the LCs we investigate the evolutionary state of the components and conclude that the system is a pre-intermediate contact binary (f=0.29) with mass ratio q=0.38, and it is an A-type W UMa system where the less massive secondary component is cooler than the more massive primary one.

  18. CATACLYSMIC VARIABLES FROM SDSS. VII. THE SEVENTH YEAR (2006)

    SciTech Connect

    Szkody, Paula; Anderson, Scott F.; Hayden, Michael; Kronberg, Martin; McGurk, Rosalie; Riecken, Thomas; Schmidt, Gary D.; West, Andrew A.; Gaensicke, Boris T.; Gomez-Moran, Ada N.; Schwope, Axel D.; Schneider, Donald P.; Schreiber, Matthias R.

    2009-04-15

    Coordinates, magnitudes, and spectra are presented for 39 cataclysmic variables (CVs) found in Sloan Digital Sky Survey (SDSS) spectra that were primarily obtained in 2006. Of these, 13 were CVs identified prior to the SDSS spectra (AK Cnc, GY Cnc, GO Com, ST LMi, NY Ser, MR Ser, QW Ser, EU UMa, IY UMa, HS1340+1524, RXJ1610.1+0352, Boo 1, Leo 5). Follow-up spectroscopic observations of seven systems (including one from year 2005 and another from year 2004) were obtained, resulting in estimates of the orbital periods for three objects. The new CVs include two candidates for high inclination, eclipsing systems, four new polars, and three systems whose spectra clearly reveal atmospheric absorption lines from the underlying white dwarf.

  19. Increased induced abortion rate in 1966, an aspect of a Japanese folk superstition.

    PubMed

    Kaku, K

    1975-04-01

    Adecrease of about 463 000 live births occurred in Japan in 1966, constituting a sharp departure from the linear trend before and after. This was partly caused by contraception and partly by induced abortion. The induced abortion rate, 43.1 per 1000 births in the year (a total of 65 000), was significantly higher than the 30.6 expected (46.200 total) from the regression trend computed from the years 1963 to 1969. No epidemics were reported in 1966 which might have caused the increase in abortion. It is more likely to be due to observance of Hinoe-Uma (Elder Fire-Horse), which comes round every sixty years by zodiac almanac. This event represents a superstition observed only by the Japanese, in whcih it is a bad omen for female babies to be born in the year. 1966 was the most recent year of Hinoe-Uma.

  20. A study of short-period RS Canum Venaticorum and W Ursae Majoris binary systems - The global nature of H-alpha

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Barden, S. C.

    1985-08-01

    The author presents the rotation versus emission characteristics of the Hα line for several short-period (P ⪉ 1d) RS CVn and W UMa binary systems. Estimates for the chromospheric emission arising from each component star were obtained by subtraction of "nonactive" model spectra constructed from comparison stars. Enhanced Hα emission compared to the nonactive comparison stars is seen on all components of the short-period RS CVn systems studied, while a similar enhancement is only typically seen on the primary components of the W-type W UMa systems. A possible correlation between LHα/Lbol and the Rossby number (the ratio between the rotational period and the convective time scale) is seen for those components showing emission.

  1. A new family of magnetic stars: the Am stars

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Blazère, A.; Neiner, C.; Petit, P.; Lignières, F.

    2016-12-01

    We presented the discovery of an ultra-weak field in three Am stars, β UMa, θ Leo, and Alhena, thanks to ultra-deep spectropolarimetric observations. Two of the three stars of this study shown peculiar magnetic signatures with prominent positive lobes like the one of Sirius A that are not expected in the standard theory of the Zeeman effect. Alhena, contrary to Sirius A, β UMa and θ Leo, show normal signatures. These detections of ultra-weak fields in Am stars suggest the existence of a new family of magnetic intermediate-mass stars: the Am stars. However the various shapes of the signatures required further observation to identify the physical processes at work in these stars. A preliminary explanation is based on microturbulence.

  2. VizieR Online Data Catalog: Radial velocities in 2006-2014 for HD 89758 (Lee+, 2016)

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Lee, B.-C.; Han, I.; Park, M.-G.; Mkrtichian, D. E.; Hatzes, A. P.; Jeong, G.; Kim, K.-M.

    2016-07-01

    Observations were carried out using the fiber-fed high-resolution Bohyunsan Observatory Echelle Spectrograph (BOES) attached to the 1.8m telescope at Bohyunsan Optical Astronomy Observatory (BOAO) in Korea. One exposure with the BOES has a wavelength coverage 3500-10500Å distributed over ~80 spectral orders. In order to provide precise radial velocity measurements, we used the 80μm diameter fiber which yields a resolving power R=90000. Over the eight-year period from 2006 November to 2014 November (56 nights in total), 112 spectra for μ UMa were collected. The estimated signal-to-noise ratio (S/N) in the I2 region was about 250 with a typical exposure time ranging from 60 to 480s. We report our radial velocity data for μ UMa in Table2. (1 data file).

  3. VizieR Online Data Catalog: Equivalent width of 21 RR Lyrae stars (Pancino+, 2015)

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Pancino, E.; Britavskiy, N.; Romano, D.; Cacciari, C.; Mucciarelli, A.; Clementini, G.

    2015-02-01

    Equivalent widths and atomic data of the absorption lines used in the abundance analysis, for each separate exposure at different phases. Observations of 15 RR Lyrae stars (DR And, X Ari, TW Boo, RZ Cam, RX Cet, U Com, RV CrB, SW CVn, UZ CVn, AE Dra, SZ Gem, VX Her, DH Hya, TU UMa, and RV UMa) and one BL Her star (UY Eri) were carried out with SARG@TNG, operated on the island of La Palma, Spain, during two separate runs in 2009 March and between September and November. Eight stars (SW Aqr, TW Cap, DH Hya, V Ind, SS Leo, V716 Oph, BK Tuc, and UV Vir) were observed with UVES@VLT, between 2009 April and August in service mode. (3 data files).

  4. Interactive Implementation of the Optimal Systems Control Design Program (OPTSYSX) on the IBM 3033.

    DTIC Science & Technology

    1984-03-01

    IANS) W FITz (5,140) CALL I1DIN7 (IANS) L=IANS WRITE (5 60) K L CALL 3 RfnLi (Ag-SR D UMA SR DC 60 I= 1,0 DO 60 J 71, YO 63 12 ( (I;T.EK) . AND. (J. EQ...EZS 7 1 repariment cf As;gnautics and Astronautics Statfcrd rUnivereaty Starford, Ca 94205 17. rp~. . Hcden 2 1297 Via Del Valedor San Diego, Ca 92129 145

  5. CCD photometry using a wide-field Newtonian telescope.

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Menako, C. R.; Henson, G. D.; Castelaz, M. A.; Powell, H. D.

    1996-01-01

    The paper demonstrates the utility of a CCD electronic-imaging camera at the focus of a wide-field Newtonian telescope as an efficient system for astronomical photometry. The CCD camera coupled to the wide-field telescope images one square degree of the sky, allowing for simultaneous light flux measurement of multiple stars without instrument repositioning. Photometric data acquired from the variable star W UMa using this system is compared to published values.

  6. The Study of Flare Stars in Byurakan Observatory

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Melikian, N. D.

    2016-09-01

    A brief description of the observations and the study of flare stars in Byurakan observatory is presented. In particular it is shown that there is a real dependence between flare activity and the distance between components of UV Ceti. The spectral study of a flare on WX Uma indicated on strong influence of the continuous emission, which is operated from 6000Å and rapidly growing to the short wavelength.

  7. The manipulation of magnetic coercive field and orientation of magnetic anisotropy via electric fields

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Xiang, Jun-Sen; Ye, Jun; Yang, Yun-Long; Xie, Yong; Li, Wei; Chen, Zi-Yu

    2016-08-01

    We report the effects of the electric field on the magnetic coercive field (H c) and uniaxial magnetic anisotropy (UMA) orientation of polycrystalline Ni film grown on an unpoled (0 1 1) [Pb(Mg1/3Nb2/3)O3](1-x)-[PbTiO3] x (PMN-PT) single crystal substrate. Under various electric fields, normalized magnetic hysteresis loops of Ni films change in width; this represents the change of coercive field (ΔH c). Loop shapes are found to depend on the angle between the magnetic field and the sample, where changes in the shape reveal a small rotation of UMA. All these changes show that the magnetic properties vary periodically with a periodic electric field, by strain-mediated magnetoelectric coupling in the Ni/Ag/PMN-PT/Ag heterostructure. The poled PMN-PT produces strains under electric fields in the range of  -4.2 kV cm-1  ⩽  E  ⩽  4.2 kV cm-1, then transfers it to Ni films resulting in changes to its H c and UMA. The curves of the in-plane H c and strain, at two mutually orthogonal directions, represent butterfly patterns versus the applied electric field. In addition, the changes observed in both the H c and strain show asymmetric features in two orthogonal directions, which results in a small rotation angle of the UMA of Ni as the electric field decreases. The effective manipulation of magnitude and orientation of magnetic anisotropy via electric fields in ferromagnetic/ferroelectric (FM/FE) heterostructures is an important step towards controlling the magnetic tunnel junctions.

  8. Spitzer Spectroscopy of the Transition Object TW Hya

    DTIC Science & Technology

    2010-02-24

    Hollenbach SETI Institute, 515 North Whisman Road, Mountain View, CA 94043 Uma Gorti SETI Institute, 515 North Whisman Road, Mountain View, CA 94043...and may be produced by the UV photodissociation of water . The HI emission is surprisingly strong, with relative strengths that are consistent with case...inner region of the disk (Lahuis et al. 2006b; Carr & Najita 2008) and shown that water emission from disks is both more commonly occuring and ex- tends

  9. Measurement of Oxygen Consumption Using the Canadian Clearance Diving Apparatus (CCDA)

    DTIC Science & Technology

    1988-08-01

    tem for the measurement of Vo in water. * iii INTRODUCTION In semi- closed circuit underwater breathing apparatus (SCCBA) the oxygen partial pressure...13 9 9 0 0 ii ABSTRACT The Canadian Clearance Diving Apparatus (CCDA) was modified to serve as a 100% oxygen rebreathing ...were open- circuit , compressed-air systems based upon the principles used in the LRBS. In the LRBA and UMAS, the subject inspired gas from a bag

  10. Scientific results obtained by the Busot observatory

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    García-Lozano, R.; Rodes, J. J.; Torrejón, J. M.; Bernabéu, G.; Berná, J. Á.

    2016-12-01

    We present the discovery of three new W UMa systems by our group as a part of a photometric follow-up of variable stars carried out with the Busot observatory 36 cm robotic telescope in collaboration with the X-ray astronomy group at University of Alicante (Alicante, Spain). Specifically we show the high limiting magnitude to detect moving objects (V˜ 21 mag), and the high stability and accuracy attained in photometry which allow us to measure very shallow planet transits.

  11. Vaccination with recombinant adenovirus expressing multi-stage antigens of Toxoplasma gondii by the mucosal route induces higher systemic cellular and local mucosal immune responses than with other vaccination routes.

    PubMed

    Wang, Ting; Yin, Huiquan; Li, Yan; Zhao, Lingxiao; Sun, Xiahui; Cong, Hua

    2017-01-01

    Toxoplasmosis caused by Toxoplasma gondii, an obligate intracellular protozoan, is a cause of congenital disease and abortion in humans and animals. Various vaccination strategies against toxoplasmosis in rodent models have been used in the past few decades; however, effective vaccines remain a challenge. A recombinant adenovirus vaccine expressing ubiquitin-conjugated multi-stage antigen segments (Ad-UMAS) derived from different life-cycle stages of T. gondii was constructed previously. Here, we compared the immune responses and protection effects in vaccination of mice with Ad-UMAS by five vaccination routes including intramuscular (i.m.), intravenous (i.v.), subcutaneous (s.c.), intraoral (i.o.), and intranasal (i.n.). Much higher levels of T. gondii-specific IgG and IgA antibodies were detected in the sera of the intraoral and intranasal vaccination groups on day 49 compared with controls (p < 0.05). The percentages of CD8(+) T-cells in mice immunized intranasally and intraorally were larger than in mice immunized intramuscularly (p < 0.05). The highest level of IL-2 and IFN-γ was detected in the group with nasal immunization, and splenocyte proliferation activity was significantly enhanced in mice immunized via the oral and nasal routes. Furthermore, the higher survival rate (50%) and lower cyst numbers observed in the intraoral and intranasal groups all indicate that Ad-UMAS is far more effective in protecting mice against T. gondii infection via the mucosal route. Ad-UMAS could be an effective and safe mucosal candidate vaccine to protect animals and humans against T. gondii infection.

  12. Determinação do extremo de baixa luminosidade da função de luminosidade através de simulações de Monte Carlo

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Campos, P. E.; Mendes de Oliveira, C.

    2003-08-01

    Neste trabalho apresentamos os principais resultados do estudo da população de galáxias anãs de baixo brilho superficial dos grupos compactos HCG44 e HCG68. A inclinação do extremo de baixa luminosidade a da função de luminosidade desses grupos foi estimado através de simulações de Monte Carlo. O método consistiu em simular galáxias anãs de baixo brilho superficial em imagens reais seguindo uma distribuição de magnitudes dada uma função de Schechter. Foram testados vários modelos com diferentes valores para os parâmetros M* e a da função de Schechter, e para cada um dos modelos foi repetido o mesmo processo de recuperação, seleção e análise usados com as galáxias anãs dos grupos. Os resultados de cada modelo foram então comparados com o observado nos grupos. Nossos resultados indicam que a distribuição de magnitudes (para magnitudes absolutas até MR»-12) observadas nos grupos são compatíveis com uma função de luminosidade de Schechter dada por um M* = -16 e um a entre -1.0 e -1.4, e portanto de acordo com a tendência observada de uma inclinação do extremo de baixa luminosidade da função de luminosidade de grupos mais plana (~1.2, Trentham & Tully 2002, MNRAS, 335, 712) que esperado pelo modelo hierárquico de formação de estruturas CDM (Cold Dark Matter - Matéria Escura Fria).

  13. AE Ursae Majoris - a δ Scuti Star in the Hertzsprung Gap

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Niu, Jia-Shu; Fu, Jian-Ning; Li, Yan; Yang, Xiao-Hu; Zong, Weikai; Xue, Hui-Fang; Zhang, Yan-Ping; Liu, Nian; Du, Bing; Zuo, Fang

    2017-01-01

    We analyze the photometric data and spectroscopic data that collect on the δ Scuti star AE UMa. The fundamental and the first overtone frequencies are confirmed as f0 = 11.62560 c d-1 and f1 = 15.03124 c d-1, respectively, from the frequency content by analyzing of the 40 nights light curve spanning from 2009 to 2012. Additionally, another 37 frequencies are identified as either the harmonics or the linear combinations of the fundamental and the first overtone frequencies, among which 25 are newly detected. The rate of period change of the fundamental mode is determined as (1/P0)(dP0/dt) = 5.4( ± 1.9) × 10-9 yr-1 as revealed from the O - C diagram based on the 84 newly determined times of maximum light combined with those derived from the literature. The spectroscopic data suggests that AE UMa is a population I δ Scuti star. With these physical properties, we perform theoretical explorations based on the stellar evolution code MESA on this target, considering that the variation of pulsation period is caused by secular evolutionary effects. We finally constraint the AE UMa with the physical parameters as: the mass of 1.805 ± 0.055 M⊙, the radius of 1.647 ± 0.032 × 1011 cm, the luminosity of 1.381 ± 0.048 (log L/L⊙) and the age of 1.055 ± 0.095 × 109 yr. AE UMa can be the (Pop. I) δ Scuti star that locates just after the second turn-off of its evolutional track leaving the main sequence, a star in the phase of the Hertzsprung Gap with a helium core and a hydrogen-burning shell.

  14. JPRS Report, Near East & South Asia, India.

    DTIC Science & Technology

    2007-11-02

    soft cookies. It seemed that assembly constituency this year, pitted against Mr. Sid- "Gorby" had never gone. dhartha Shankar Ray, former Congress...Bhagat said the election process would be com- "the entire quantum of the so-called NRI [nonresident pletely decentralised. The senior party office...The schedule has included at length Ambanis’ acquired the L&T was "neither transparent the recommendations made by the Uma Shankar Dixit nor a part of

  15. Study of neglected (near-)contact binaries using small telescopes

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Zejda, Miloslav; Zhang, Jia; Qian, Shengbang; Zhu, Liying; Mikulášek, Zdeněk

    2016-07-01

    We present the first results of our new program aimed at relatively bright neglected (near-)contact binaries. The targets can be observed using small telescopes from several to several tens of centimeters in diameter. Light ephemeris determined by phenomenological modeling and physical parameters of the system obtained by Wilson-Devinney method are given for the first stars V373 Dra, OQ UMa from our program.

  16. Modulated mass-transfer model for superhumps in SU Ursae Majoris stars

    NASA Technical Reports Server (NTRS)

    Mineshige, Shin

    1988-01-01

    The response of a circular accretion disk to rapid modulation of the mass-transfer rate into the disk is explored in order to model superhumps in SU UMa stars. It is proposed that periodically enhanced flow may disrupt or heat up the outer disk and produce the dips noted just before the superhump peaks. The elliptical accretion-disk model with extended vertical disk structure can account for the observed characteristics of superhumps in these stars.

  17. Rapidly Degradable Pyrotechnic System

    DTIC Science & Technology

    2009-02-01

    Low Strength TLCP) Coke Coke Zero bottle ( vending machine ) Unknown PET-Type TLCP Film (Low Strength TLCP) -10% -5% 0% 5% 10% 0 5 10 15 20 25...Matthew Young Mr. Stephen Armstrong Infoscitex Corporation Prof. Thomas Wood Dr. Sage Hiibel Dr. Uma Sagaram Texas A & M University ...Polymer System SERDP: Strategic Environmental Research and Development Program TAMU: Texas A&M University TfH: Thermophilic hydrolase from

  18. JPRS Report, Soviet Union, Military Affairs.

    DTIC Science & Technology

    2007-11-02

    conviction, for permission to have a public prosecutor or public defender participate in a court session, and others. According to established tradition...343037 JPRS-UMA-88-024 11 OCTOBER 1988 JPRS Repor D1.STBJBÜTI01S? p,T.r,.iT.r-.-f :>rr A Approved for public release; Distribution Unlimited...for Naval, Air Measures at Stockholm Talks [ V . Tatarnikov; MOSCOW NEWS No 34, 21 Aug 88] .12 19th Party Conference: Officer Discusses Legal

  19. The Sun Like Star : HT Vir

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Tanriver, Mehmet; Özeren, Ferhat Fikri

    2016-12-01

    This study is focused on the photometric (light curve) analysis of the Sun like star HT Vir which is a binary star located in the ASAS catalogue, shows variation in W UMa (EW/KW) type. The solution of light curve was executed using the PHOBE code. We conducted an unspotted solution for the HT Vir binary system. The positions in the HR diagram of the components are also discussed.

  20. Ursa Major

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Murdin, P.

    2000-11-01

    (the Great Bear; abbrev. UMa, gen. Ursae Majoris; area 1280 sq. deg.) a northern constellation which lies between Draco and Leo Minor-Leo-Canes Venatici, and culminates at midnight in mid March. Its origin is uncertain, though it was known to the ancient Greeks, who identified it with two mythological figures—Callisto, a mortal who was turned into a bear after having fallen victim to Zeus's passi...

  1. JPRS Report, Soviet Union, Military Affairs.

    DTIC Science & Technology

    2007-11-02

    MILITARY-POLITICAL ISSUES Collegium on Afghan Veterans’ ’Interests’ 1 Benefits Violations Debated [Moscow Domestic Service, 13 Jul 88J 1 Procurator...Yelin Reporting on Withdrawal [Lev Yelin; NEW TIMES, No 21, May 88] 33 JPRS-UMA-88-017 1 August 1988 MILITARY-POLITICAL ISSUES Collegium on Afghan... issued with warnings. Certain individual officials have had criminal proceed- ings instituted against them for instances of a bureau- cratic and

  2. Radio emission of cataclysmic variable stars

    NASA Technical Reports Server (NTRS)

    Fuerst, E.; Benz, A.; Hirth, W.; Geffert, M.; Kiplinger, A.

    1986-01-01

    Eight cataclysmic variable stars were observed at 6 cm wavelength using the Very Large Array (VLA). The objects were: CN-Ori, SS-Aur, YZ-Cnc, SU-Uma, Z-Cam, V603-Aql, EM-Cyg, and RZ-Sge. Most of these objects were in optical high stage, but none were detected beyond flux limits between 0.1 and 0.3 mJy.

  3. Attache Extraordinaire: Vernon A. Walters and Brazil

    DTIC Science & Technology

    2009-03-01

    identify the meaning- ful infl uence Brazil had upon Vernon Walters’ life. When considering that his professional career can be visualized in two main...relacionamento com o presidente Eisenhower, exceto por uma breve narrativa Walters com o presidente Eisenhower durante visita ao Congresso brasileiro, em 1960. A...tenha sido a participação de Walters nos episódios de 1964 no Brasil, de qualquer forma ele estaria errado: Sua narrativa desse período, entretanto

  4. Spring Research Festival and NICBR Collaboration Winners Announced | Poster

    Cancer.gov

    By Carolynne Keenan, Contributing Writer, and Ashley DeVine, Staff Writer The winners of the 2014 Spring Research Festival (SRF), held May 7 and 8, were recognized on July 2, and included 20 NCI at Frederick researchers: Matthew Anderson, Victor Ayala, Matt Bess, Cristina Bergamaschi, Charlotte Choi, Rami Doueiri, Laura Guasch Pamies, Diana Haines, Saadia Iftikhar, Maria Kaltcheva, Wojciech Kasprzak, Balamurugan Kuppusamy, James Lautenberger, George Lountos, Megan Mounts, Uma Mudunuri, Martha Sklavos, Gloriana Shelton, Alex Sorum, and Shea Wright.

  5. JPRS Report, Near East & South Asia.

    DTIC Science & Technology

    1992-03-20

    3 Importance of German Ties To Maghreb Discussed [Casablanca MAROC SOIR 19 Feb] ............. 4 ALGERIA FIS Members: Alternative...consolidating cooperative ties between the UMA and Germany. The periodical notes that the German Gov- 92AF0492A Casablanca MAROC SOIR in French ernment...Notwithstanding its millenniums-old recognition and the private investors and stressed the policy of the with almost 200 million addicts , hashish has

  6. Tão perto de casa, tão longe de nós: etnografia das novas margens no centro da urbe

    PubMed Central

    Fernandes, Por Luís

    2011-01-01

    Philippe Bourgois é, desde 2007, “Richard Perry University professor” no Departamento de Antropologia e de Medicina Familiar e de Práticas Comunitárias na Universidade da Pensilvânia. Esteve durante largos anos ligado ao Departamento de Antropologia, História e Medicina Social da Universidade da Califórnia, São Francisco. A publicação, em 1995, de In Search of Respect: Selling Crack in El Barrio1 projectaria o seu nome muito para além dos Estados Unidos: uma etnografia no coração porto-riquenho do Harlem, em torno dos actores e dos ambientes da venda de crack. Seguir-se-ia um longo trabalho de terreno em acampamentos de dependentes de heroína em São Francisco, orientando o seu trabalho para as formas mais radicais da pobreza e da marginalidade nos EUA. É deste trabalho de terreno que sai o seu último livro, Righteous Dopefiend2. Em Junho de 2007 esteve em Lisboa para participar na 3.a edição do “Ethnografeast”. Foi então que aproveitámos a oportunidade para ouvir um percurso invulgar contado pelo próprio: uma longa conversa no Hotel Zurique, cujo nome só vem ao caso por evocar o país onde passou uma parte da infância. PMID:22013286

  7. Tuning of uniaxial magnetic anisotropy in amorphous CoFeB films.

    PubMed

    Cui, B; Song, C; Wang, Y Y; Yan, W S; Zeng, F; Pan, F

    2013-03-13

    We demonstrate that the uniaxial magnetic anisotropy (UMA) of amorphous CoFeB films can be tuned by crystallinity and orbital moment ratio, combining the results of magnetization reversal and ferromagnetic resonance with high-resolution transmission electron microscopy, x-ray-absorption near-edge structure and x-ray magnetic circular dichroism. Isotropic polycrystalline buffers of tungsten (W), tantalum (Ta), and copper (Cu) between CoFeB and Si(100) substrates have direct and crucial bearing on the interfacial microstructure and orbital moment ratio. Compared with Ta and Cu buffer, CoFeB with W buffer exhibits obvious UMA and has lower crystallinity at the interface and higher orbital moment. Amorphous phase distributed homogeneously in CoFeB film grown on W buffer contributes to improve the easy-axis squareness with a sharp magnetization reversal. Our demonstrations not only realize effective tuning of UMA in amorphous CoFeB, but also provide an appealing alternative buffer (W) for CoFeB-based magnetic tunnel junctions.

  8. Método numérico das diferenças finitas no domínio do tempo aplicado a ondas Alfvén em plasma astrofísico

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Dos Santos, L. C.; Kintopp, J. A.; Jatenco-Pereira, V.; Opher, R.

    2003-08-01

    Ondas Alfvén em plasma astrofísico têm sido objeto de intenso estudo nas últimas décadas pelo fato de apresentarem papel importante em muitas áreas de pesquisa na astrofísica. Particularmente são importantes no mecanismo de aquecimento da coroa solar; em ventos estelares; em jatos galácticos e extragalácticos; em discos protoestelares, etc. A formulação para diferenças finitas no domínio do tempo (FDTD), aplicada a plasma magnetizado é desenvolvida para estudo das propriedades de ondas Alfvén em três dimensões (3D-FDTD). O método é aplicado inicialmente a um plasma homogêneo e isotérmico imerso em uma região com campo magnético externo B0, que sofre uma pequena perturbação. Uma vez gerada a onda, esta perturbação é retirada e, então analisamos a evolução temporal das ondas, bem como a forma de seu amortecimento.

  9. Metals in the caudal scutes of Morelet's crocodile (Crocodylus moreletii) from the southern Gulf of Mexico.

    PubMed

    Trillanes, C E; Pérez-Jiménez, J C; Rosíles-Martínez, R; González-Jáuregui, M

    2014-10-01

    Caudal scutes were collected from 92 Morelet's crocodiles (Crocodylus moreletii) between May and August 2012, in three Wildlife Management and Use Units (UMAs, from its name in Spanish) and three wild sites in Campeche, Mexico. The UMAs are intensive, with an ex situ approach to manage crocodiles in captivity. The concentrations of arsenic, mercury, lead, nickel, cadmium and chromium were analyzed in each sample. As and Pb were detected in all samples, Hg in 86 and Ni in 74. The metal concentrations estimated were higher than most of the concentrations reported for skin, tail tip and caudal scutes in other crocodilians around the world. The concentration of As, Pb and Ni was significantly greater in the free-ranging groups than in the captive groups in UMAs (p < 0.05). Negative linear relationship was estimated between the snout-vent length and the concentration of Pb (in five groups) and Ni (in three groups). In this region C. moreletii is exposed to metals contamination and more studies are necessary to establish if represents a risk to their populations.

  10. The Effects of Superoutbursts onTOADs

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Szkody, Paula; Desai, Vandana; Burdullis, Todd; Hoard, D. W.; Fried, Robert; Garnavich, Peter; Gänsicke, Boris

    2000-09-01

    To explore the amount of secondary irradiation and the long-term effects of a superoutburst (SOB) on tremendous outburst amplitude dwarf novae (TOADs), we obtained spectra of EG Cnc for 3-17 months past its SOB, of SW UMa, WX Cet, and USNO 1425.09823278 at 2 months past their SOBs and HV Vir and LL And during their quiescent states at 3 and 5 yr past SOB. The quiescent spectra of EG Cnc, HV Vir, LL And, and USNO 1425 show emission cores surrounded by broad absorption lines from the white dwarf, consistent with very low mass accretion onto low-temperature white dwarfs. SW UMa and WX Cet likely have higher accretion rates and more extensive disks. SW UMa exhibits unusual disk structure, with three zones of emission that persist for 3 days, while EG Cnc and USNO 1425 have a strong orbital modulation of the Balmer lines that may be related to long-lasting irradiation after superoutburst. Based on observations with the Apache Point Observatory (APO) 3.5 m telescope, which is owned and operated by the Astrophysical Research Consortium (ARC).

  11. Prevalence of hypothyroidism during pregnancy in a highly specialised referral centre in Mexico.

    PubMed

    López-Muñoz, Eunice; Ibarra-Avalos, Jorge Antonio; Chan-Verdugo, Rosario Guadalupe; Mateos-Sánchez, Leovigildo; Sánchez-Rodríguez, Olivia

    2016-11-01

    In order to determine the prevalence of overt and subclinical hypothyroidism, and isolated hypothyroxinemia during pregnancy, thyroid hormone reference values established by UMAE HGO4, IMSS in Mexico City and those suggested by the American Thyroid Association (ATA) were used. All pregnant patients, whose thyroid function was measured and whose pregnancy was monitored and resolved in UMAE HGO4, IMSS from 1 January to 31 December 2013, were included. Significant differences (p = .00419) were observed in the frequency of subclinical hypothyroidism, being higher when using ATA criteria (18.21% vs. 9.66%). The prevalence rate (UMAE HGO4 vs. ATA) for overt hypothyroidism was 1.11 vs. 1.63, for subclinical hypothyroidism 0.84 vs. 1.41 and for isolated hypothyroxinemia 3.17 vs. 2.79 per 1000 consults during the study period. Independently of prevalence rate, it is essential to provide information on the possible risks involved in pregnancy to all women of childbearing age at the time of hypothyroidism diagnosis.

  12. Synthesis, growth, structural, optical, thermal and mechanical properties of an organic Urea maleic acid single crystals for nonlinear optical applications

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Vinothkumar, P.; Kumar, R. Mohan; Jayavel, R.; Bhaskaran, A.

    2016-07-01

    A potential organic urea maleic acid (UMA) was synthesized and single crystals were grown at room temperature by slow evaporation and seed rotation methods. The grown crystal has been subjected to single crystal XRD analysis and found to have been crystallized in a noncentrosymmetric monoclinic crystal system with Cc as space group. The High resolution X-ray diffraction analysis revealed that the specimen is free from structural grain boundaries. The transparency of the grown crystal was confirmed by optical absorption and transmittance spectra with lower cut-off wavelength of 285 nm. The microhardness test was carried out on different planes to study the load dependent hardness values. The dislocation density of the UMA crystal was estimated from the etching studies. The dielectric permittivity and dielectric loss of the grown crystal was carried out as a function of frequency for different temperatures along three crystallographic axes. Thermal properties of UMA crystals were studied by TG-DTA analysis and it is stable upto 112 °C. The laser induced surface damage threshold of the grown crystal was measured using Nd: YAG laser. The birefringence of the crystal measured in the visible region was found to vary with the wavelength. The particle size dependent SHG of the sample was measured with different input energies by Kurtz's powder method using Nd:YAG laser.

  13. kpath: integration of metabolic pathway linked data

    PubMed Central

    Navas-Delgado, Ismael; García-Godoy, María Jesús; López-Camacho, Esteban; Rybinski, Maciej; Reyes-Palomares, Armando; Medina, Miguel Ángel; Aldana-Montes, José F.

    2015-01-01

    In the last few years, the Life Sciences domain has experienced a rapid growth in the amount of available biological databases. The heterogeneity of these databases makes data integration a challenging issue. Some integration challenges are locating resources, relationships, data formats, synonyms or ambiguity. The Linked Data approach partially solves the heterogeneity problems by introducing a uniform data representation model. Linked Data refers to a set of best practices for publishing and connecting structured data on the Web. This article introduces kpath, a database that integrates information related to metabolic pathways. kpath also provides a navigational interface that enables not only the browsing, but also the deep use of the integrated data to build metabolic networks based on existing disperse knowledge. This user interface has been used to showcase relationships that can be inferred from the information available in several public databases. Database URL: The public Linked Data repository can be queried at http://sparql.kpath.khaos.uma.es using the graph URI “www.khaos.uma.es/metabolic-pathways-app”. The GUI providing navigational access to kpath database is available at http://browser.kpath.khaos.uma.es. PMID:26055101

  14. On Ensino de Astronomia: Desafios para Implantação

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Faria, R. Z.; Voelzke, M. R.

    2008-09-01

    Em 2002 o ensino de Astronomia foi proposto como um dos temas estruturadores pelos Parâmetros Curriculares Nacionais e sugerido como facilitador para que o aluno compreendesse a Física como construção humana e parte do seu mundo vivencial, mas raramente seus conceitos foram ensinados. A presente pesquisa discute dois aspectos relacionados à abordagem de Astronomia. O primeiro aspecto é se ela está sendo abordada pelos professores do Ensino Médio e o segundo, aborda a maneira como ela está sendo ensinada. Optou-se pela aplicação de um questionário a partir do 2° semestre de 2006 e durante o ano de 2007 com professores que ministram a disciplina de Física, os quais trabalham em escolas estaduais em Rio Grande da Serra, Ribeirão Pires e Mauá no estado São Paulo. Dos 66,2% dos professores que responderam ao questionário nos municípios de Rio Grande da Serra, Ribeirão Pires e Mauá, 57,4% não aplicaram nenhum tópico de astronomia, 70,2% não utilizaram laboratório, 89,4% não utilizaram qualquer tipo de programa computacional, 83,0% nunca fizeram visitas com alunos a museus e planetários e 38,3% não indicaram qualquer tipo de livro ou revista referente à astronomia aos seus alunos. Mesmo considerando a Astronomia um conteúdo potencialmente significativo, esta não fez parte dos planejamentos escolares. Portanto são necessárias propostas que visem estratégias para a educação continuada dos professores como, por exemplo, cursos específicos sobre o ensino em Astronomia.

  15. Um estudo espectrofotométrico da variável cataclísmica V3885 Sgr

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Ribeiro, F. M. A.; Diaz, M. P.

    2003-08-01

    Variáveis Cataclísmicas são sistemas binários cerrados compostos de uma anã vermelha que transfere matéria para uma anã branca, em sistemas não magnéticos ocorre a formação de um disco de acresção em torno da anã branca. V3885 Sgr é uma variável cataclísmica classificada como sendo do tipo nova-like. É apresentado um estudo espectrofotométrico de V3885 Sgr de alta resolução temporal feito na região do visível. A região observada é centrada em Ha e abrange também a linha de HeI 6678. O primeiro resultado obtido neste estudo é a determinação do período orbital a partir de medidas da velocidade radial da linha de Ha como sendo 0,20716071(22) dias, resolvendo inconsistências quanto a esse valor na literatura e definindo uma efeméride a longo prazo para o sistema. Com este período e as medidas de velocidade radial do perfil de linha de Ha foi construído um diagrama de massas, através do qual restringimos as massas das componentes estelares do sistema e limitamos a inclinação orbital do sistema. Foram construídos diagramas de Greenstein para as linhas de Ha e HeI, onde os espectros médios em cada intervalo de fase são representados lado a lado em escala de cinza, indicando a existência de uma emissão intensa proveniente da parte posterior do disco. A partir da tomografia Doppler obtivemos perfis de emissividade radial para o disco tanto para a linha de Ha como para HeI. Os resultados obtidos são comparados com os de outros sistemas estudados com a mesma técnica. Serão apresentados também resultados da tomografia de flickering para o sistema.

  16. Abundâncias de oxigênio e enxofre nas estrelas de tipo solar da vizinhança solar

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Requeijo, F.; Porto de Mello, G. F.

    2003-08-01

    Alguns resultados sugerem que o Sol seja 58% mais abundante em oxigênio que o meio interestelar local. Esta anomalia parece estender-se para o carbono e o criptônio. Entre as possíveis explicações deste fenômeno estão: uma supernova de tipo II que tenha enriquecido a nebulosa protosolar, tornando-a superabundante em oxigênio; um episódio de infall de material pobre em metais sobre o disco Galático, diluindo o meio interestelar local ou uma migração dinâmica do Sol de uma órbita mais interna da Galáxia para sua posição atual. A escolha entre estes cenários exige o conhecimento preciso da abundância solar em relação às anãs G da vizinhança. Neste contexto, o oxigênio e enxofre, são elementos-chave por serem ambos produzidos pelas supernovas de tipo II, devendo portanto possuir o mesmo padrão de abundância. Este projeto visa esclarecer qual a posição do Sol na distribuição local de abundâncias de enxofre e oxigênio para uma amostra de estrelas de tipo solar com idades e metalicidades bem conhecidas. Para tal, analisamos espectros de alta resolução e alta relação sinal-ruído nas regiões espectrais de ll 6300, 7774 (O) e l8695 (S). Para o enxofre encontramos que o Sol parece ser uma estrela típica dentre as da vizinhança, e que este elemento não mostra a sobreabundância para baixas metalicidades, já bem estabelecida para o oxigênio. Discutimos as abundâncias do enxofre no contexto da Evolução Química da Galáxia. Apresentamos resultados preliminares muito precisos para a linha proibida do oxigênio l6300 e comparamos estes com os obtidos para o tripleto em l7774. Quantificamos os efeitos não-ETL presentes no tripleto em função dos parâmetros atmosféricos estelares.

  17. Correlação de longo alcance em sistemas binários de raios-x usando remoção de flutuações

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Pereira, M. G.; Moret, M. A.; Zebende, G. F.; Nogueira, E., Jr.

    2003-08-01

    Neste trabalho é proposta uma metodologia de analise de series temporais de fontes astrofísicas, baseada no método proposto por Peng et al. (1994) e Liu et al. (1999), o qual consiste na idéia de que uma série temporal correlacionada pode ser mapeada por um processo de busca de auto-similaridades em diversas escalas de tempo n. Removendo as eventuais tendências e integrando o sinal observado, é obtida uma medida do desvio médio quadrático das flutuações do sinal integrado F(n)~na, onde a representa o fator de escala associado com a auto-similaridade da correlação de longo alcance do sinal. Baseado nos valores obtidos de a, é possível distinguir entre os casos de sinais não-correlacionados, tipo ruído branco (a = 0,5), sinal anti-persistentes (a < 0,5) e sinal persistente (a > 0,5). Usando esta metodologia, foram analisadas 129 curvas de luz de sistemas binários de raios-X, provenientes do banco de dados públicos de observações feitas pelo instrumento All Sky Monitor, a bordo do satélite Rossi X-Ray Timing Explorer (ASM-RXTE). Foram identificadas a presença de a'0,5 em mais de 90% dos sistemas estudados, implicando em dizer que as flutuações de intensidade observadas apresentam correlação de auto-similaridade, sem entretanto, indícios de apresentarem uma escala de tempo característica das flutuações de intensidade. Sistemas onde são observadas erupções (flares), apresentam sistematicamente a > 0,5, característica esta, possivelmente associada com persistência das flutuações de densidade de disco ou taxa de acréscimo de massa. Os sistemas com curvas de luz onde nao são observadas as erupções apresentam uma distribuição normal centrada em a~0,62+/-0,10. Referências ¾ Peng, C.-K., Buldyrev, S.V., Havlin, S., Simons, M., Stanley, H.E., e Goldberg, A.L., Phys. Rev. E, (49), 1685 (1994). ¾ Liu, Y., Gopikrishnan, P., Cizeau, P., Meyer, M., Peng,C.-K., e Stanley, H.E., Phys. Rev. E, (60), 1390 (1999).

  18. CURious Variables Experiment (CURVE): CCD photometry of active dwarf nova DI Ursae Majoris

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Rutkowski, A.; Olech, A.; Wiśniewski, M.; Pietrukowicz, P.; Pala, J.; Poleski, R.

    2009-04-01

    Context: We report an analysis of photometric behaviour of DI UMa, an extremely active dwarf nova. The observational campaign (completed in 2007) covers five superoutbursts and four normal outbursts. Aims: We examined principal parameters of the system to understand peculiarities of DI UMa, and other active cataclysmic variables. Methods: Based on precise photometric measurements, temporal light curve behaviour, O-C analysis, and power spectrum analysis, we investigated physical parameters of the system. Results: We found that the period of the supercycle now equals 31.45 ± 0.3 days. Observations during superoutbursts infer that the period of superhumps equals P_sh = 0.055318(11) days (79.66± 0.02 min). During quiescence, the light curve reveals a modulation of period P_orb = 0.054579(6) days (78.59 ± 0.01 min), which we interpret as the orbital period of the binary system. The values obtained allowed us to determine a fractional period excess of 1.35% ± 0.02%, which is surprisingly small compared to the usual value for dwarf novae (2%-5%). A detailed O-C analysis was performed for two superoutbursts with the most comprehensive coverage. In both cases, we detected an increase in the superhump period with a mean rate of dot P/P_sh = 4.4(1.0)× 10-5. Conclusions: Based on these measurements, we confirm that DI UMa is probably a period bouncer, an old system that reached its period minimum a long time ago, has a secondary that became a degenerate brown dwarf, the entire system evolving now toward longer periods. DI UMa is an extremely interesting object because we know only one more active ER UMa star with similar characteristics (IX Dra). Photometric data are only available in electronic form at the CDS via anonymous ftp to cdsarc.u-strasbg.fr (130.79.128.5) or via http://cdsweb.u-strasbg.fr/cgi-bin/qcat?J/A+A/497/437

  19. Osteoporosis: from bone biology to individual treatment decision.

    PubMed

    Gonçalves, Maria João; Rodrigues, Ana Maria; Canhão, Helena; Fonseca, João Eurico

    2013-01-01

    Introdução: A Osteoporose é uma doença óssea metabólica sistémica de prevalência crescente. Nesta revisão, abordamos os mais recentes estudos epidemiológicos e o seu impacto no tratamento individual dos doentes, assim como os mecanismos moleculares desta doença que levaram à descoberta de novos alvos terapêuticos.Material e Métodos: Usando os MeSH terms (osteoporose, epidemiologia, Portugal, Europa, patogenia, osteoblastos, osteoclastos, osteócitos, obesidade, sistema imune, terapia, ensaio randomizado e controlado, eficácia e segurança) como palavras-chave. Foram revistos artigos originais, revisões e position papers indexados na PubMed.Resultados: A osteoporose apresenta uma prevalência crescente, mas recentemente foi atingido um plateau na taxa ajustada à idade. Uma nova ferramenta, o FRAX™, foi desenvolvida para a estimativa do risco de fratura, a partir da contribuição de fatores de risco clínicos associados a fraturas de fragilidade. O tratamento da osteoporose é oferecido a uma baixa percentagem de doentes com osteoporose. O tratamento em 40% dos casos inicia-se já em doença estabelecida (na presença de fratura de fragilidade prévia). As questões de segurança associadas a medicamentos para tratamento da Osteoporose, após aprovação para comercialização, têm sidoalvo de debate. Por último, os avanços no entendimento da biologia molecular do metabolismo ósseo levaram ao desenvolvimento de novas drogas.Discussão e Conclusão: Apesar da existência de novas ferramentas diagnósticas e tratamento eficaz, o tratamento para osteoporose é oferecido a uma minoria dos doentes, muitas vezes a indivíduos com doença avançada. A mudança deste cenário poderá ser alcançada com novos e mais eficazes tratamentos.

  20. A teoria da percolação aplicada às galáxias aneladas peculiares

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Poppe, P. C. R.; Martin, V. A. F.; de Medeiros, N. G. F.; Faúndez-Abans, M.; Oliveira-Abans, M.

    2003-08-01

    Formulado no final da década de 50, o modelo de percolação concentra-se em descrever o meio poroso, que será visto neste trabalho como uma rede de canais aleatórios, por onde escoa um fluido determinístico. Se o número de canais for suficientemente grande, então eles estarão ligados e o meio se tornará permeável à passagem do fluido. Neste caso, dizemos que houve a percolação do fluido. Reformulando o modelo acima, podemos escrever um código particularmente adaptado para simulações em Galáxias, onde iremos supor que os canais formam um reticulado, e que cada sítio da rede representa um poro que será interpretado como uma região ativa de formação estelar. Para cada elo teremos um pequeno canal ligando dois sítios vizinhos, que poderá, após um tempo "t", induzir ou não a formação de uma região ativa no poro vizinho. Para simular a passagem desta região ativa através dos poros, diremos que um elo está aberto com probabilidade p e fechado com probabilidade 1-p. Dessa forma, passamos a imaginar configurações de elos abertos e fechados, onde cada configuração ocorre com uma certa probabilidade, dada por p|A|(1-p)|F|, onde |A| é o número de elos abertos e |F| o número de elos fechados da configuração. A expressão anterior só tem importância física se |A| e |F| forem ambos finitos, pois, caso contrário, a probabilidade de ocorrência de uma dada configuração será sempre nula. Neste trabalho, foram considerados dados cinemáticos publicados na literatura bem como aqueles obtidos pelos autores a partir de observações fotométricas realizadas no Observatório de Las Campanãs, em 1994, para a Galáxia Anelada Peculiar HRG 03401. Mostraremos que para certos valores de p, situados entre 0,5 e 0,6, os clusters assim formados irão simular, de maneira coerente, o referido objeto.

  1. Determinação da massa de júpiter a partir das órbitas de seus satélites: um experimento didático

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Schlickmann, M. S.; Saito, R. K.; Becker, D. A.; Rezende, M. F., Jr.; Cid Fernandes, R.

    2003-08-01

    Este trabalho apresenta o roteiro piloto de uma prática observacional em astronomia, junto com os primeiros resultados obtidos nesta fase de implementacão. O projeto, que será executado em duas etapas, visa introduzir noções de Astronomia a alunos do Ensino Médio e iniciantes nos cursos de Física. O experimento consiste em medir as órbitas dos satélites Galileanos e, a partir da análise dos dados coletados, verificar a validade da Lei das órbitas de Kepler, determinando a massa do planeta Júpiter. Em uma primeira etapa, as observações serão feitas utilizando um telescópio Meade LX200 10" e câmera CCD para obter uma seqüência de imagens do planeta, que possibilitará medir o movimento de seus satélites. A segunda etapa terá início a partir do funcionamento do telescópio em modo robótico, com a possibilidade de observações via internet por instituições de ensino. Para o desenvolvimento deste experimento foram inicialmente coletadas várias imagens de Júpiter obtidas com os instrumentos citados acima. Estas imagens serviram como base para confecção dos roteiros para a experiência no nível médio e superior. Os roteiros serão inicialmente apresentados em uma home-page. Nela também se buscará uma contextualização histórica da experiência bem como o estabelecimento de relações com professores e alunos, propostas metodológicas e a disponibilização dos programas computacionais necessários para a utilização "on-line" pelos usuários. O projeto conta com apoio da Fundação VITAE.

  2. New analysis of the light time effect in TU Ursae Majoris

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Liška, J.; Skarka, M.; Mikulášek, Z.; Zejda, M.; Chrastina, M.

    2016-05-01

    Context. Recent statistical studies prove that the percentage of RR Lyrae pulsators that are located in binaries or multiple stellar systems is considerably lower than might be expected. This can be better understood from an in-depth analysis of individual candidates. We investigate in detail the light time effect of the most probable binary candidate TU UMa. This is complicated because the pulsation period shows secular variation. Aims: We model possible light time effect of TU UMa using a new code applied on previously available and newly determined maxima timings to confirm binarity and refine parameters of the orbit of the RRab component in the binary system. The binary hypothesis is also tested using radial velocity measurements. Methods: We used new approach to determine brightness maxima timings based on template fitting. This can also be used on sparse or scattered data. This approach was successfully applied on measurements from different sources. To determine the orbital parameters of the double star TU UMa, we developed a new code to analyse light time effect that also includes secular variation in the pulsation period. Its usability was successfully tested on CL Aur, an eclipsing binary with mass-transfer in a triple system that shows similar changes in the O-C diagram. Since orbital motion would cause systematic shifts in mean radial velocities (dominated by pulsations), we computed and compared our model with centre-of-mass velocities. They were determined using high-quality templates of radial velocity curves of RRab stars. Results: Maxima timings adopted from the GEOS database (168) together with those newly determined from sky surveys and new measurements (85) were used to construct an O-C diagram spanning almost five proposed orbital cycles. This data set is three times larger than data sets used by previous authors. Modelling of the O-C dependence resulted in 23.3-yr orbital period, which translates into a minimum mass of the second component of

  3. Transferências orbitais dentro do modelo quase bicircular no sistema Terra-Lua-Sol

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Corrêa, A. A.; de Almeida Prado, A. F. B.; Stuchi, T. J.; Beaugé, C.

    2003-08-01

    O problema quase bicircular planar consiste na determinação da dinâmica de um corpo, de massa desprezível, que se move sob o campo gravitacional de três corpos. No caso estudado, o quarto corpo é considerado um satélite artificial e os demais são a Terra, a Lua e o Sol, formando o sistema de três corpos. Este modelo permite a construção de uma hamiltoniana similar a do problema restrito de três corpos (PRTC), incluindo termos periódicos não autônomos, provenientes da presença do Sol, portanto pode ser entendido como uma perturbação ao PRTC. Suas órbitas periódicas aparecem isoladas e possuem o mesmo período solar. Os pontos de equilíbrio colineares possuem o mesmo caráter de estabilidade linear dos pontos lagrangianos (L1, L2 e L3) do PRTC, sendo do tipo sela x centro x centro, instável na direção x e estáveis nas direções y e z. As órbitas periódicas tridimensionais ao redor do ponto colinear é chamada órbita Halo. O objetivo deste trabalho é determinar órbitas de transferências de baixo consumo de combustível para um veículo espacial partindo de uma órbita de estacionamento ao redor da Terra em direção a uma órbita Halo do ponto L1, situado entre a Terra e Lua. Esta tarefa pode ser transformada no problema de valor de contorno: dado um ponto inicial na órbita de estacionamento, um ponto final na órbita halo e o tempo de transferência, deseja-se obter a trajetória que liga estes dois pontos e que minimize os incrementos de velocidade do veículo. Essas transferências são realizadas baseadas no método de Lambert e analisadas de modo a fornecer um baixo consumo. Posteriormente, é feita uma comparação de consumo com as órbitas de transferência equivalentes do PRTC.

  4. Detecção inesperada de efeitos de lentes fracas em grupos de galáxias pouco luminosos em raios-X

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Carrasco, R.; Mendes de Oliveira, C.; Sodrã©, L., Jr.; Lima Neto, G. B.; Cypriano, E. S.; Lengruber, L. L.; Cuevas, H.; Ramirez, A.

    2003-08-01

    Obtivemos, como parte do programa de verificação científica do GMOS Sul, imagens profundas de três grupos de galáxias: G97 e G102 (z~0,4) e G124 (z = 0,17). Esses alvos foram selecionados a partir do catálogo de fontes extensas de Vikhlinin (1998), por terem luminosidades em raios X menores que 3´1043 ergs s-1, valor cerca de uma ou duas ordens de grandeza inferior ao de aglomerados de galáxias. O objetivo primário dessas observações é o estudo da evolução de galáxias em grupos. Grupos são ambientes menos densos que aglomerados, contêm a grande maioria das galáxias do Universo mas que, até o momento, foram estudados detalhadamente apenas no Universo local (z~0). Com esses dados efetuamos uma análise estatística da distorção na forma das galáxias de fundo (lentes gravitacionais fracas) como forma de inferir o conteúdo e a distribuição de massa nesses grupos apesar de que, em princípio, esse efeito não deveria ser detectado uma vez que os critérios de seleção adotados previlegiam sistemas de baixa massa. De fato, para G124 obtivemos apenas um limite superior para sua massa que é compatível com sua luminosidade em raios X. De modo contrário e surpreendente, os objetos G102 e G097, aparentam ter massas que resultariam em dispersões de velocidade maiores que 1000 km s-1, muito maiores do que se espera para grupos de galáxias. Com efeito, para G097 obtivemos, a partir de dados do satélite XMM, uma estimativa para a temperatura do gás intragrupo de kT = 2,6 keV, que é tipica de sistemas com dispersões de velocidade de ~ 600 km s-1, bem característica de grupos. Essas contradições aparentes entre lentes fracas e raios X podem ser explicadas de dois modos: i) a massa obtida por lentes estaria sobreestimada devido à superposição de estruturas massivas ao longo da linha de visada ou ii) a temperatura do gás do meio intra-grupo reflete o potencial gravitacional de estruturas menores que estariam se fundindo para formar uma

  5. Nebulosas planetárias galácticas: idades e cinemática

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Lago, L. G.; Maciel, W. J.

    2003-08-01

    As nebulosas planetárias são formadas a partir de estrelas com massas entre 0.8 e 8 massas solares na sequência principal, formando um conjunto de objetos com idades e populações diferentes. Esse fato torna as nebulosas interessantes ao estudo da rotação galáctica, uma vez que as populações mais jovens devem estar claramente associadas ao disco fino da Galáxia, enquanto que as populações mais velhas estariam associadas ao disco espesso ou mesmo ao halo galáctico. Neste trabalho, utilizamos uma grande amostra de nebulosas com velocidades radiais conhecidas para determinar a curva de rotação da Galáxia. Para minimizar os erros decorrentes das incertezas nas distâncias, usamos quatro diferentes escalas estatísticas. Para a atribuição da idade dos objetos, utilizamos o método proposto recentemente por Maciel et al. (Astron. Astrophys. 397, 667, 2003), em um estudo da variação temporal dos gradientes de abundâncias. Com esse método, é possível obter uma classificação das nebulosas por grupos de idade, totalmente independente de outros sistemas de classificação, uma vez que as idades são estimadas individualmente, a partir das metalicidades das nebulosas. Nossos resultados são comparados com as previsões dos tipos de Peimbert, e mostram que os desvios médios das curvas obtidas são sensivelmente menores nos casos dos objetos mais jovens, associados ao disco fino, com relação aos objetos mais velhos do disco espesso, levando à determinação de uma curva de rotação semelhante à dos objetos de população I jovem. (CNPq)

  6. SIMULTANEOUS X-RAY AND ULTRAVIOLET OBSERVATIONS OF THE SW SEXTANTIS STAR DW URSAE MAJORIS

    SciTech Connect

    Hoard, D. W.; Wachter, S.; Lu, Ting-Ni; Knigge, Christian; Homer, Lee; Szkody, Paula; Still, M.; Long, Knox S.; Dhillon, V. S.

    2010-11-15

    We present the first pointed X-ray observation of DW Ursae Majoris, a novalike cataclysmic variable (CV) and one of the archetype members of the SW Sextantis class, obtained with the XMM-Newton satellite. These data provide the first detailed look at an SW Sex star in the X-ray regime (with previous X-ray knowledge of the SW Sex stars limited primarily to weak or non-detections in the ROSAT All Sky Survey). It is also one of only a few XMM-Newton observations (to date) of any high mass transfer rate novalike CV, and the only one in the evolutionarily important 3-4 hr orbital period range. The observed X-ray spectrum of DW UMa is very soft, with {approx}95% of the detected X-ray photons at energies <2 keV. The spectrum can be fit equally well by a one-component cooling flow model, with a temperature range of 0.2-3.5 keV, or a two-component, two-temperature thermal plasma model, containing hard ({approx}5-6 keV) and soft ({approx}0.8 keV) components. The X-ray light curve of DW UMa shows a likely partial eclipse, implying X-ray reprocessing in a vertically extended region, and an orbital modulation, implying a structural asymmetry in the X-ray reprocessing site (e.g., it cannot be a uniform corona). We also obtained a simultaneous near-ultraviolet light curve of DW UMa using the Optical Monitor on XMM-Newton. This light curve is similar in appearance to published optical-UV light curves of DW UMa and shows a prominent deep eclipse. Regardless of the exact nature of the X-ray reprocessing site in DW UMa, the lack of a prominent hard X-ray total eclipse and very low fraction of high energy X-rays point to the presence of an optically and geometrically thick accretion disk that obscures the boundary layer and modifies the X-ray spectrum emitted near the white dwarf.

  7. Toxic epidermal necrolysis: the experience of Coimbra's burn unit.

    PubMed

    Pinheiro, Susana; Carvalho, Ricardo; Ramos, Sara; Diogo, Carla; Caetano, Marisa; Cabral, Luís; Cruzeiro, Celso

    2013-01-01

    Introdução: A necrólise epidérmica tóxica é uma doença sistémica grave, potencialmente fatal, caracterizada por febre, descolamento dermoepidérmico extenso e erosão das mucosas. Em 95% dos casos, consiste numa reacção idiossincrática à administração de fármacos. A gravidade da doença é estratificada através da aplicação de uma escala de previsão da mortalidade, denominada SCORTEN. O tratamento obriga à suspensão imediata do fármaco suspeito e à referenciação do doente a uma Unidade de Queimados capaz de assegurar um tratamento específico.Material e Métodos: Estudo retrospectivo de 21 doentes internados com SJS/ Necrólise Epidérmica Tóxica na Unidade de Queimados dos Hospitais da Universidade de Coimbra, entre Janeiro de 1999 e Dezembro de 2010 com avaliação dos resultados e das opções terapêuticas. Comparação das taxas de mortalidade desses doentes com as previstas pelo SCORTEN, no sentido de avaliar a capacidade preditiva desta escala. Os dados foram analisados no programa SPSS 17.0®.Resultados: Foram internados 13 doentes do sexo feminino (61,9%) e 8 do sexo masculino (38,1%), com média de idades de 55,6 ± 23,7 anos e com 51% ± 22,4% de superfície corporal atingida. A taxa de mortalidade dos doentes internados foi de 47,6% e a prevista pelo SCORTEN foi de 42,2%. %. O tratamento instituído centrou-se na remoção imediata do fármaco suspeito e na referenciação precoce do doente para a unidade.Conclusão: A fisiopatologia da necrólise epidérmica tóxica não está completamente esclarecida, pelo que não existe actualmente uma terapêutica específica, comprovadamente eficaz. A utilização do SCORTEN permite uma previsão adequada da taxa de mortalidade nestes doentes.

  8. Estudo exaustivo e sistemático de erros nas provas da olimpíada brasileira de astronomia - resultados preliminares

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Oliveira, F. S.; Canalle, J. B. G.; Villas da Rocha, J. F.

    2003-08-01

    A Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA) contou, em sua quinta edição, com a participação de mais de 60 mil alunos dos ensinos fundamental e médio de praticamente todo o território nacional. Uma das formas de controle que a sua coordenação nacional possui sobre a correção, levada a cabo pelos professores que as aplicaram, é a do envio, por parte destes professores, das 10 melhores provas de cada um dos três níveis nos quais a Olimpíada é realizada. Assim, e dado ao caráter discursivo das provas da Olimpíada, a sua coordenação nacional dispõe de um vasto acervo sobre as concepções, certas ou erradas, dos alunos que dela participaram. Este conjunto de dados jamais fora explorado até o presente trabalho que pretende ser, neste sentido, inaugural. Nas provas dos níveis I e II da V OBA, que abrangem todo o conjunto do ensino fundamental, uma das questões versava sobre a noção que os alunos tinham sobre como os habitantes da Terra situam-se sobre sua superfície. Fizemos um estudo sistemático das respostas a esta questão. Primeiramente, todas as modalidades de erros foram levantadas; em seguida, realizamos uma distribuição por idade tanto do índice de acerto como da ocorrência e da distribuição de cada erro. Como resultado, obtivemos que, em ambos os níveis: 1) as concepções errôneas não se apresentam distribuídas aleatoriamente; 2) há uma concentração no tipo de erro apresentado; 3) há uma tendência de progressivo acerto com relação à idade quando os dados são considerados em termos nacionais; 4) esta tendência nacional é fraca ou mesmo não é verificada em alguns dos estados com maior patamar de acerto.

  9. Recent surgical advances in Peyronie's Disease.

    PubMed

    Gaspar, Sandro; Santos Dias, José; Martins, Francisco; Lopes, Tomé

    2016-02-01

    Introdução: A doença de Peyronie, uma doença fibrótica da túnica albuginea do pénis tem estado associada a encurtamento peniano e a algum grau de disfunção eréctil. Afeta a qualidade de vida do doente, levando a stress psicológico, mental e físico. A deformidade peniana perturba a vida sexual do doente, levando a episódios de depressão, disfunções sexuais e a ansiedade associada ao ato sexual. A etiologia da doença de Peyronie permanece por esclarecer. Material e Métodos: A pesquisa na literatura foi efetuada nas bases de dados da Medline, Embase e Cochrane no mês de Janeiro de 2015 no sentido de identificar artigos relacionados com a doença de Peyronie, nomeadamente o tratamento cirúrgico, técnicas, resultados bem como tratamentos complementares. Publicações que não envolvessem humanos não foram consideradas. Identificámos artigos originais, artigos de revisão e editoriais acerca do assunto em questão. Todos os artigos publicados na língua inglesa foram selecionados para screening. Os critérios de elegibilidade para inclusão envolveram a relevância associada ao tema. Resultados: Existe uma variedade de deformidades penianas associada com a doença de Peyronie que ainda não têm uma solução não cirúrgica que seja eficaz. Apresentamos uma atualização das técnicas cirúrgicas atuais bem como o algoritmo de tratamento associada a esta doença. Discussão: Todos os tratamentos cirúrgicos têm como objetivo a correção da curvatura, a preservação da função eréctil e do comprimento peniano, bem como o de minimizar a morbilidade. Conclusão: Até à data não existem estudos de medicina baseada na evidência que determinem o melhor tratamento cirúrgico para a doença de Peyronie. Após o diagnóstico, a reconstrução cirúrgica deve ter como objetivo um pénis funcional, com uma retificação da sua curvatura que permita o acto sexual.

  10. Captura de satélites durante a formação de Júpiter

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Winter, O. C.; Vieira Neto, E.; Yokoyama, T.

    2003-08-01

    O planeta Jupiter apresenta um grande número de satélites irregulares. As características das órbitas destes objetos indicam que os mesmos não teriam se formado ao redor do planeta que se encontram. As teorias existentes são de que estes objetos teriam se formado em uma região distante do planeta e sua evolução dinâmica os teria levado a uma captura gravitacional pelo planeta. Tendo em vista que o processo de captura gravitacional sem efeitos dissipativos não produz uma captura permanente, estudamos o processo de captura durante o estágio de formação do planeta. Realizamos simulações numéricas para os casos de satélites prógrados e retrógrados que inicialmente se encontram ao redor de Jupiter com sua massa atual e então, evoluimos a integração voltando no tempo de modo que o planeta sofra uma redução em sua massa (de 100% para 10% de sua massa atual) e verificamos o instante em que o satélites escapa do planeta (quando sua energia do problema de dois corpos se torna positiva). Assim, analisando o problema inverso no tempo, obtivemos em qual estágio de formação de Jupiter aquele hipotético satélite teria sido capturado. Os resultados mostram que os satélites retrógrados são capturados assim que entram na região delimitada pela esfera de Hill do planeta, enquanto que os satélites prógrados só são capturados quando entram numa região bem mais próxima ao planeta, uma fração da esfera de Hill.

  11. [The Portuguese Guidelines and Patients Values].

    PubMed

    Santos, Paulo; Nazaré, Isabel; Martins, Carlos; Sá, Luísa; Couto, Luciana; Hespanhol, Alberto

    2015-01-01

    Introdução: As normas de orientação clínica são instrumentos de apoio à decisão que visam a melhoria da qualidade, promovendo as boas práticas clínicas. Os cuidados orientados para o utente permitem uma melhor satisfação e autogestão da saúde, com ganhos de qualidade e potencialmente menores custos.Objetivo: Avaliar o grau de integração dos valores dos doentes nas normas de orientação clínica publicadas em Portugal. Material e Métodos: Reviram-se as 18 normas de orientação clínica da área cardiovascular publicadas em Portugal entre 2011 e 2013, procurando avaliar a introdução das ideias, medos, expectativas e preferências dos doentes. Resultados: Oito normas de orientação clínica estavam relacionadas com processos de diagnóstico e 10 com aspetos de terapêutica. Em cinco normas de orientação clínica (28%) foram encontradas referências a valores dos doentes, todas na área da terapêutica, não existindo nenhuma nas normas de orientação clínica relacionadas com o diagnóstico. A incorporação das expectativas dos doentes foi o aspeto mais presente. Em 78% existiam referências à valorização dos custos financeiros. Discussão: As normas de orientação clínica constituem-se como uma tecnologia de saúde ao dispor dos profissionais com o objetivo de melhorar a prestação dos cuidados assistenciais aos cidadãos, utilizadores últimos destes instrumentos. Como noutros países, há uma tendência a não considerar os utentes e os seus sistemas de valores na estrutura das orientações, privilegiando-se uma lógica populacional nem sempre aplicável ao caso concreto, e uma aritmética financeira pouco suportada em avaliações de custoefetividade. No caso português, a forma como foram propostas foi também condicionadora de desconfiança tanto nos profissionais como nos utentes.Conclusão: As normas de orientação clínica em Portugal apresentam uma baixa taxa de incorporação dos valores dos utentes, de uma forma mais vis

  12. Compilação de dados atômicos e moleculares do UV ao IV próximo para uso em síntese espectral

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Coelho, P.; Barbuy, B.; Melendez, J.; Allen, D. M.; Castilho, B.

    2003-08-01

    Espectros sintéticos são utéis em uma grande variedade de aplicações, desde análise de abundâncias em espectros estelares de alta resolução ao estudo de populações estelares em espectros integrados. A confiabilidade de um espectro sintético depende do modelo de atmosfera adotado, do código de formação de linhas e da qualidade dos dados atômicos e moleculares que são determinantes no cálculo das opacidades da fotosfera. O nosso grupo no departamento de Astronomia no IAG tem utilizado espectros sintéticos há mais de 15 anos, em aplicações voltadas principalmente para a análise de abundâncias de estrelas G, K e M e populações estelares velhas. Ao longo desse tempo, as listas de linhas vieram sendo construídas e atualizadas continuamente, e alguns acréscimos recentes podem ser citados: Castilho (1999, átomos e moléculas no UV), Schiavon (1998, bandas moleculares de TiO) e Melendez (2001, átomos e moléculas no IV próximo). Com o intuito de calcular uma grade de espectros do UV ao IV próximo para uso no estudo de populações estelares velhas, se fazia necessário compilar e homogeneizar as diversas listas em apenas uma lista atômica e uma molecular. Nesse processo, a nova lista compilada foi correlacionada com outras bases de dados (NIST, Kurucz Database, O' Brian et al. 1991) para atualização dos parâmetros que caracterizam a transição atômica (comprimento de onda, log gf e potencial de excitação). Adicionalmente as constantes de interação C6 foram calculadas segundo a teoria de Anstee & O'Mara (1995) e artigos posteriores. As bandas moleculares de CH e CN foram recalculadas com o programa LIFBASE (Luque & Crosley 1999). Nesse poster estão detalhados os procedimentos citados acima, as comparações entre espectros calculados com as novas listas e espectros observados em alta resolução do Sol e de Arcturus, e uma análise do impacto decorrente da utilização de diferentes modelos de atmosfera no espectro sintético. Ao

  13. Simplificando a luneta com lente de óculos

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Canalle, J. B. G.; de Souza, A. C. F.

    2003-08-01

    A principal ferramenta de trabalho do astrônomo é o telescópio. O manuseio do mesmo é sempre motivo de enorme curiosidade por parte de alunos do ensino fundamental ou médio e até mesmo dos respectivos professores. Visando propiciar o acesso de alunos e professores ou interessados em geral a uma luneta de fácil construção, com materiais alternativos, de fácil localização no comércio, de baixo custo, resistente ao manuseio de alunos, simplificamos a montagem de uma luneta construída com lente de óculos, de 1 ou 2 graus positivos, e monóculo de fotografia, publicado por este autor no CCEF, vol.11(3), 212, 1994. Esta luneta, a qual permite ver as crateras lunares, apresentava como maior dificuldade de construção o tripé e o local de formação da imagem. Substituímos o tripé de madeira por uma simples garrafa PET de 2 litros cheia d'água. No lugar da ocular usamos a lente do monóculo de fotografia (ou visor de fotografia) encaixado dentro de uma bucha de redução curta, de 40 x 32 mm, e esta não mais dentro de uma luva (conexão hidráulica) de 40 mm de diâmetro, mas sim encostada no próprio tubo de PVC móvel (o qual permite o ajuste do foco) de 40 mm de diâmetro e presa a este por outro tubo de 40 mm de diâmetro e 10 cm de comprimento, serrado ao longo do seu comprimento. Com isto podemos ajustar a posição deste tubo de 10 cm também para que uma das suas extremidades coincida com o local de formação da imagem. Desta forma o observador saberá o local exato da formação da imagem, o que não era evidente na montagem anterior e causava uma dificuldade inicial até se descobrir a posição exata em que se deveria colocar o olho. Deste maneira, a montagem inicial que já era simples ficou ainda mais simples, mais barata e mais confortável para o uso. Um exemplar da mesma será exposto durante a XXIX Reunião Anual da Sociedade Astronômica Brasileira para inspeção e uso dos participantes.

  14. Comparing the performance of the SF-6D and the EQ-5D in different patient groups.

    PubMed

    Ferreira, Lara N; Ferreira, Pedro L; Pereira, Luis N

    2014-01-01

    Introdução: O objectivo geral deste artigo consiste em comparar o desempenho do EQ-5D e do SF-6D em quatro grupos de doentes que sofrem de asma, doença pulmonar obstrutiva crónica, cataratas e artrite reumatóide. Em particular, este artigo tem dois objectivos específicos: 1) estudar o nível de concordância entre os índices e os sistemas descritivos das dimensões do SF-6D e EQ-5D, e 2) analisar a capacidade de discriminação dos instrumentos.Material e Métodos: Uma amostra de 643 doentes respondeu ao SF-36v2 e ao EQ-5D. Foram analisados a capacidade de discriminação dos instrumentos, bem como o nível de concordância entre os índices e os sistemas descritivos das dimensões do SF-6D e EQ-5D. O nível de concordância entre os instrumentos foi estudado com base em coeficientes de correlação e nos gráficos de Bland-Altman, enquanto a influência da condição médica e de outras variáveis de natureza sociodemográfica nos índices foi analisada com o recurso a testes não paramétricos. Utilizaram-se também testes para amostras emparelhadas para identificar diferenças entre osscores finais dos instrumentos.Resultados e Discussão: Verificou-se a existência de uma correlação forte e de uma concordância elevada entre os dois índices. Em termos globais, os índices diferem por condição médica e por grupo sociodemográfico e ambos os instrumentos demonstraram uma capacidade discriminativa semelhante entre grupos sociodemográficosConclusão: Confirmou-se a hipótese de que o SF-6D gera valores de utilidade superiores em populações com doenças. O SF-6D e o EQ-5D parecem comportar-se de forma diferente em cada uma das doenças analisadas, uma vez que as medidas descritivas diferem entre instrumentos e os coeficientes de correlação não são uniformes. Os resultados demonstraram que o EQ-5D e o SF-6D geram valores de utilidade diferentes, mas que existe uma concordância elevada entre os dois instrumentos. Pode-se concluir que os resultados

  15. [Odds Ratio: review about the meaning of an epidemiological measure].

    PubMed

    Aguiar, Pedro; Nunes, Baltazar

    2013-01-01

    Introdução: É importante rever a validade do Odds Ratio como medida de associação e efeito, assim como, qual o viés introduzido pelo Odds Ratio quando este representa uma razão de riscos ou uma razão de prevalências em situação de doença mais frequente.Material e Métodos: Simulámos numa coorte de 200 indivíduos com 100 expostos e 100 não expostos a um fator de risco, um cenário de doença rara e outro de doença mais frequente, com razão de riscos igual em ambos os cenários. Determinaram-se o Odds Ratio e o Risco Relativo pelo método clássico (padrão) e respectivamente por regressão logística e regressão de Poisson. Introduziu-se de seguida uma variável de confundimento e determinaram-se o Odds Ratio e o Risco Relativo pelo método de Mantel-Hanszel (análise estratificada padrão) e respectivamente por regressão logística e regressão de Poisson. As análises estatísticas foram efectuadas em SPSS V20.Resultados: Para a doença rara, o Odds Ratio aproximou-se do Risco Relativo. Quando a doença foi mais frequente, o Odds Ratio sobrestimou o Risco Relativo. Nesta situação, e com a presença de uma variável de confundimento, o Risco Relativo ajustado por regressão de Poisson permitiu obter estimativas mais válidas da razão de riscos que o Odds Ratio ajustado por regressão logística. Os intervalos de confiança do Risco Relativo estimado por regressão de Poisson foram sempre mais largos que os determinados por análise de Mantel-Hanszel.Conclusões: O Odds Ratio e a regressão logística múltipla são procedimentos válidos em estudos caso-controlo e em estudosprospetivos e transversais de natureza exploratória. O Odds Ratio não deve ser interpretado como uma razão de riscos ou razão de prevalências se o resultado de saúde não é raro. A análise de regressão múltipla de Poisson deve ser considerada como alternativa válida à regressão logística múltipla, especialmente em estudos de uma exposição específica.

  16. A estabilidade dos PAHS em função da energia da radiação interestelar nas faixas UV e raios-X

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Pinotti, R.; Costa, R. K.; Boechat-Roberty, H. M.; Lago, A.; Souza, G. B.

    2003-08-01

    A nebulosa CRL 618, uma proto-nebulosa planetária cuja nuvem molecular espessa envolve uma estrela B0, contém uma grande quantidade de C2H2 e CH4. Estas moléculas são consideradas os tijolos da criação de grandes moléculas carbonadas como os Hidrocarbonetos Policíclicos Aromáticos (PAHs). Esta nebulosa, por estar exposta a intensos campos de UV e Raios-X, é uma região de fotodissociação molecular que propicia a formação de novas moléculas, confirmada pela presença de C4H2 e C6H6 (Benzeno), que é a unidade básica dos PAHs. Atribui-se a esta família de moléculas orgânicas duas propriedades fundamentais, a resistência para sobreviver ao campo de radiação UV interestelar e a geração das bandas de emissão não identificadas (UIR) observadas no infravermelho. No entanto, alguns autores questionam a resistência dos PAHs ao campo de radiação UV interestelar. Empregando a técnica de Espectrometria de Massas por Tempo de Vôo, no modo de coincidência fotoelétron-fotoíon, estudamos a ionização e fragmentação das seguintes moléculas: Benzeno, Benzeno deuterado, Naftaleno, Antraceno e Fenantreno. Utilizamos uma fonte de Hélio monocromática em 21,21 eV (584,5 Å) e a radiação Síncroton do Laboratório Nacional de Luz Síncroton (LNLS) em diferentes energias nas proximidades da borda do C 1s ( 290 eV). Comprovamos a estabilidade dos PAHs sob ação de UV (21,21 eV), onde eles apresentam um baixo nível de fotodissociação, produzindo fragmentos ionizados com rendimento total na ordem de 5 por cento em relação ao íon molecular pai. Entretanto, em altas energias, na faixa de Raios-X, a quebra destas moléculas torna-se mais intensa, com a produção de muitos fragmentos. Como uma das rotas de fragmentação do Naftaleno é [(C10H8) = > (C6H6+) + (C4H2) + (e-)], e como temos as evidências observacionais da existência do C4H2 e C6H6 na nebulosa CRL 618, sugerimos que este ambiente também possui o Naftaleno.

  17. Optimal cut-off value for homeostasis model assessment (HOMA) index of insulin-resistance in a population of patients admitted electively in a Portuguese cardiology ward.

    PubMed

    Timóteo, Ana Teresa; Miranda, Fernando; Carmo, Miguel Mota; Ferreira, Rui Cruz

    2014-01-01

    Introdução: A resistência à insulina é a chave fisiopatológica de explicação da Síndrome Metabólica. Apesar de claramente útil, o índice Homeostasis Model Assessment (uma medição da resistência à insulina) não tem sido aplicado sistematicamente na prática clínica. Uma das principais razões relaciona-se com a discrepância de valores limiares reportados em diferentes populações. Procurámos avaliar uma população portuguesa o valor limiar ideal e avaliar a sua relação com a Síndrome Metabólica. Material e Métodos: Selecionámos uma coorte de indivíduos admitidos eletivamente numa enfermaria de cardiologia com um IMC < 25 Kg/m2 e sem anomalias do metabolismo da glicose (glicémia em jejum < 100 mg/dL e sem diabetes). Utilizámos o percentil 90 da distribuição do índice Homeostasis Model Assessment para seleção do limiar adequado para resistência à insulina. Selecionouse também uma coorte de validação composta por 300 indivíduos, sem aplicação dos critérios de exclusão referidos anteriormente. Resultados: De uma população de 7 000 indivíduos e após aplicação dos critérios de exclusão, ficámos com 1 784 indivíduos para análise. O percentil 90 do índice foi 2,33. Na coorte de validação, aplicando esse limiar, 49,3% dos indivíduos apresentam resistência à insulina. Contudo, apenas 69,9% dos doentes com síndrome metabólica apresentam resistência à insulina com esse limiar. Por análise das curvas ROC, o limiar ideal para síndrome metabólica é 2,41. O índice Homeostasis Model Assessment correlacionou-se com o IMC (r = 0,371, p < 0,001) e é um preditor independente de presença de síndrome metabólica (OR 19,4, IC 95% 6,6 – 57,2, p < 0,001). Discussão: O nosso estudo mostrou que numa população portuguesa de doentes admitidos eletivamente numa enfermaria de cardiologia, o limiar pelo índice Homeostasis Model Assessment para resistência à insulina é 2,33 e para síndrome metabólica é 2

  18. [Alcohol consumption in the schooled youth: an old question revisited].

    PubMed

    Marques, Marilia; Viveiro, Carolina; Passadouro, Rui

    2013-01-01

    Introdução: É principalmente na adolescência que os jovens procuram novas experiências. O consumo de álcool surge neste contexto como uma atitude banalizada e, por vezes, até incitada socialmente, já que o acesso a bebidas alcoólicas é facilitado. Associa-se a comportamentos de risco, com consequências sérias do ponto de vista de saúde pública. O nosso objectivo é caracterizar os padrões de consumo de álcool numa amostra de adolescentes residentes no distrito de Leiria. Material e Métodos: Estudo transversal, descritivo, através de um questionário anónimo aplicado em alunos do distrito de Leiria. Resultados: A amostra final foi de 405 indivíduos, 56% do sexo feminino, com idade média de 16,5 ± 1 anos (15 - 18 anos). A maioria (48%) frequentava o 10º ano, 15,4% reprovaram pelo menos uma vez. Noventa por cento dos inquiridos afirmaram ter experimentado bebidas alcoólicas pelo menos uma vez. O primeiro contacto com o álcool ocorreu preferencialmente com amigos (63%), na maioria dos casos por curiosidade (47%). Os resultados apontaram para maiores índices de consumo de cerveja e maior insucesso escolar no género masculino, comparativamente ao género feminino, que apresentava um maior consumo de bebidas brancas. Em ambos os sexos verificou-se uma tendência para o binge drinking. A maioria dos inquiridos (60%) consumia 2 a 3 copos por ocasião mas cerca de 30% dos rapazes afirmaram consumir mais de quatro copos por ocasião (7% até ficarem embriagados), tendência que não se verificou nas raparigas. A maioria dos consumos efectuou-se nos bares e discotecas (60%). Constatou-se que 41% dos inquiridos saíam à noite, e 70% ingeriam bebidas alcoólicas; 66% começaram a sair à noite entre os 13 e os 15 anos de idade e 9% já tinham experimentado drogas pelo menos uma vez. Os jovens estão mal informados quanto ao consumo do álcool: 20% achavam que as bebidas alcoólicas podem matar a sede, 34% acreditavam que abrem o apetite, 15

  19. Mumps Outbreak among Highly Vaccinated Teenagers and Children in the Central Region of Portugal, 2012-2013.

    PubMed

    Cordeiro, Eugénio; Ferreira, Muriel; Rodrigues, Fernanda; Palminha, Paula; Vinagre, Elsa; Pimentel, João Pedro

    2015-01-01

    Introdução: A vacina contra o sarampo, parotidite epidémica e rubéola foi introduzida no Programa Nacional de Vacinação em 1987, atingindo rapidamente uma cobertura vacinal > 92% para duas doses, com redução importante da incidência anual da doença. Reportamos um surto de parotidite na Região Centro de Portugal ocorrido entre outubro de 2012 e março de 2013. Material e Métodos: Foram investigados os casos de tumefação de glândulas salivares e sintomas compatíveis com parotidite. Para cada caso foram analisados dados demográficos, clínicos, laboratoriais e vacinais. Resultados: Ao longo de seis meses foram notificados 148 casos: 87,8% ocorreram em três dos 16 concelhos afetados e 78,4% tinham uma relação epidemiológica conhecida. A idade mediana foi de 14,5 anos (2-62) e 70,3% tinham entre 11 e 20 anos; 61,5% eram do sexo masculino. Na maioria dos casos a doença foi ligeira, com uma duração média de sete dias (2-20). A febre ocorreu em 80,4% e a glândula parótida apresentou envolvimento unilateral em 55,4%; sete casos tiveram orquite, um ooforite e uma nefrite. Dois doentes foram internados. A transmissão da doença ocorreu predominantemente em ambiente escolar, com taxas de ataque < 30%. A maioria dos casos ocorreu em indivíduos vacinados (92%), dos quais 86,8% com duas doses. Em 17,7% foi identificada uma dosede vacina contendo a estirpe Rubini. Foi identificado o genótipo G do vírus da parotidite em quatro casos. Discussão: Este surto de parotidite numa população com coberturas vacinais elevadas, atingindo principalmente adolescentes em meio escolar, poderá dever-se à efetividade parcial da vacina contra a doença (especialmente no grupo vacinado com a estirpe Rubini), à perda de imunidade ao longo do tempo ou ainda à discordância entre os genótipos vacinal e circulante causador de doença. Conclusões: O relato deste surto releva a importância da discussão sobre a necessidade de mais doses de reforço da vacina atual

  20. Cataclysmic Variables Observed During K2 Campaigns 0 and 1

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Dai, Zhibin; Szkody, Paula; Garnavich, Peter M.; Kennedy, Mark

    2016-07-01

    There are 15 cataclysmic variables (CVs) observed in the first two campaigns of the K2 mission. In this paper, the eight CVs showing distinct features are analyzed in detail. Among these eight, modulations during quiescence are evident at the known orbital periods in the SU UMa stars QZ Vir and RZ Leo, and at our newly determined orbital periods for 1RXS J0632+2536 and WD 1144+011. The periodogram analysis for the quiescent light curve of QZ Vir reveals multi-period modulations and the coexistence of orbital and superhump periods. The phased orbital light curves for the other three CVs in quiescence display wide (about half cycle) and shallow (<0.5 mag) eclipse features. Besides these modulations, their quiescent light curves reveal several transient events: a sudden decrease of system light in 1RXS J0632+2536, a low-level flare-like event in QZ Vir, a short brightening event in RZ Leo, and a temporary disappearance of the orbital modulation in WD 1144+011. The two known dwarf novae UV Gem and TW Vir and the CVs USNO-B1.01144-00115322 and CSS 130516:111236:111236.7+002807 show outbursts, including one complete and three incomplete normal outbursts and two complete superoutbursts. An incomplete but typical normal outburst confirms the dwarf nova identification of the USNO-B1.01144-00115322. The one complete normal outburst in UV Gem may provide the orbital period, since its modulations are shorter than the previously observed superhump period. The superoutburst of CSS 130516:111236.7+002807, along with the corresponding superhump period, indicates that this object is an SU UMa star. The derived superhump period of CSS 130516:111236:111236.7+002807 is 1.44 hr, implying that this new SU UMa star is close to the period minimum.

  1. Análise da cinemática interna das regiões HII gigantes e das galáxias HII

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Plana, H.; Telles, E.; Maíz-Apellániz, J.

    2003-08-01

    Neste trabalho nós mostramos os primeiros resultados de um estudo sobre a cinemática das Regiões HII Gigantes (GHIIRs) em galáxias próximas. Essas regiões HII têm um diâmetro médio entre 100 pc e 1000 pc e uma taxa de formação estelar de 106 M¤ / ano sendo equivalente à observada em galáxias de tipo tardio correspondendo a uma taxa de formação estelar por unidade de volume uma ordem de magnitude maior que a observada em regiões HII normais. Usando espectros de fenda longas em várias posições, nós construímos mapas de velocidades, de dispersão e de intensidade para várias linhas de emissão como Ha, Hb, [NII]6584 Å, [OIII]5007 Å e o doublet de [SII], para cinco regiões gigantes: NGC 2403 II e IV, NGC 595, NGC 5461, NGC 5471, NGC 5455. O estudo da cinemática (mapas de velocidades e da dispersão) mostrou, por exemplo, a presença de cascas em expansão em NGC 595 ou perfis de emissão com várias componentes em NGC 5461. Os perfis de emissão também mostram velocidades supersônicas. Os resultados são discutidos em comparação com os de estudos anteriores realizados.

  2. Aquecimento alfvênico viscoso-resistivo em discos de acresção ao redor de estrelas T Tauri clássicas

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Santana, W. M.; Vasconcelos, M. J.

    2003-08-01

    Com a crescente disponibilidade de dados observacionais sobre estrelas T Tauri, a busca por modelos mais precisos vem se tornando cada vez maior. Estes modelos devem explicar, entre outras coisas, o mecanismo dissipativo responsável pelo transporte de momento angular no disco de acresção que acredita-se, circunda estas estrelas. O mecanismo mais viável, do ponto de vista teórico, é uma instabilidade MHD conhecida como "instabilidade magnetorotacional ou Balbus-Hawley" (IBH). Esta instabilidade veio mostrar que o campo magnético desempenha um papel importante na evolução destes objetos mas requer, no entanto, um acoplamento mínimo entre o gás e o campo magnético no disco que não é atingido para os valores de temperatura obtidos do modelo padrão. Contudo, alguns mecanismos de aquecimento para o disco precisam ser examinados. Neste trabalho, propomos a dissipação de ondas Alfvén como uma fonte de aquecimento para o disco. Se o gás apresentar uma condutividade elétrica finita e viscosidade, teremos um tipo de amortecimento para as ondas denominado amortecimento viscoso-resistivo que será aqui considerado. Este mecanismo é aplicado ao modelo de disco em camadas. Calculam-se as taxas de aquecimento Alfvênico, a temperatura efetiva do disco bem como as taxas de ionização decorrentes deste aquecimento e do aquecimento gerado pela absorção de raios cósmicos. Comparações com os dados observacionais de Kitamura et. al. (2001) são efetuadas, ressaltando-se os pontos comuns entre suas observações e nossos dados teóricos.

  3. Determinação da composição química em nebulosas planetárias na direção do anticentro galáctico

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Costa, R. D. D.; Uchida, M. M. M.; Maciel, W. J.

    2003-08-01

    Existe um gradiente radial de abundâncias no disco galáctico, cujo comportamento é razoavelmente bem conhecido para distâncias galactocêntricas entre 3 e 10 kpc. Foi obtido a partir de resultados derivados de nebulosas planetárias, regiões HII e estrelas, como as estrelas quentes de tipo O, B e aglomerados abertos. Com o objetivo de investigar o comportamento deste gradiente radial na região externa do disco, conhecida como anticentro galáctico, reportamos aqui os resultados finais da análise de uma amostra de nebulosas planetárias na direção do anticentro, observadas no LNA e no ESO entre 1995 e 2000. O uso de nebulosas planetárias permite o cálculo das abundâncias de elementos traçadores da evolução química do disco como oxigênio, argônio e neônio com o uso de técnicas de espectroscopia nebular. Os resultados indicam uma distribuição de abundâncias distinta daquela encontrada na vizinhança solar, mostrando que o gradiente radial diminui sensivelmente para distâncias galactocêntricas maiores que 10 kpc. Este resultado está de acordo com os mais recentes modelos de evolução química do disco, que prevêem uma diminuição ou mesmo um desaparecimento do gradiente radial no bordo externo do disco galáctico. (FAPESP/CNPq)

  4. [Vertebral metrics: application of a new mechanical instrument to evaluate the spinal column].

    PubMed

    Quaresma, Cláudia; Dias, Inês; Forjaz Secca, Mário; Goyri-O'Neill, João; Branco, Jorge

    2013-01-01

    Objectivo: Apresentar os resultados da primeira aplicação da nova tecnologia – Métrica Vertebral – na análise da posição 3D do vértice de cada uma das apófises espinhosas, em mulheres grávidas.Material e Métodos: O Métrica Vertebral foi aplicado a mulheres, sem patologia associada, em quatro momentos da gravidez (12, 20, 32, 37 semanas de gestação). Aplicaram-se modelos lineares univariados.Resultados: Observou-se que as diferenças que ocorrem ao longo da gravidez são mais significativas ao nível da posição y (anteroposterior). Verificou-se, igualmente, que existe uma correlação biomecânica positiva entre a posição do vértice de cada uma das vértebras com a posição homóloga das restantes.Discussão/Conclusão: Através do Métrica Vertebral foi possível obter resultados inovadores na análise biomecânica da colunavertebral. É um dispositivo que tem diferentes aplicações podendo ser facilmente adoptado em áreas como ortopedia, neurocirurgia, pediatria e reabilitação. É de realçar ainda que este instrumento não se esgota na amostra da presente investigação pois pode ser futuramente aplicada à população em geral.

  5. A Utilização da Astronomia como Tema Interdisciplinar e Aplicações de Objetos de Aprendizagem

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    da Silva, L. A.; Voelzke, M. R.

    2008-09-01

    Este trabalho visa analisar a possibilidade de relacionar conteúdos aplicados no ensino fundamental e médio de forma interdisciplinar por intermédio da astronomia, com a intervenção de objetos de aprendizagem que possam integrar as disciplinas e a utilização de recursos tecnológicos. Em uma pesquisa prévia com 20 professores de uma escola estadual situada na cidade de Guarulhos foi observado que apenas 25% dos professores utilizam algum recurso tecnológico para o desenvolvimento de conteúdos pertinentes à sua disciplina, tais como sites e softwares educativos, sendo que a maioria absoluta continua ensinando apenas com livros didáticos. A maior parte dos professores apresenta dificuldades em trabalhar sua disciplina de forma interdisciplinar, ou seja, 75% dos professores preferem aplicar os conteúdos seguindo uma hierarquia linear de tópicos, evitando a discussão de temas que de alguma forma estão relacionados. A astronomia pode vir à fascinar o ser humano e despertar sua curiosidade promovendo um maior interesse no aprendizado, podendo favorecer análises interdisciplinares de forma lógica e objetiva, desta forma colocar a astronomia como tema motivador interdisciplinar, pode ser relevante no que se refere ao distanciamento da fragmentação dos conteúdos. No Estado de São Paulo, a implantação da proposta curricular no ensino fundamental e médio mostra claramente a inserção da astronomia na maior parte das séries, principalmente na 6ª série em que todo o bimestre se fala de astronomia.

  6. Propriedades físicas de condensações densas no Escorpião

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Vilas-Boas, J. W. S.; Barbosa, P. R., Jr.; Hickel, G. R.

    2003-08-01

    O conhecimento das propriedade físicas das condensações das nuvens escuras e sua relação com a dinâmica das núvens é um dos caminhos para o entendimento dos mecanismos de formação de estrelas de massas pequenas. Nesse trabalho, 8 condensações da nuvem escura do Escorpião foram observadas através de transições das moléculas de 13CO, C18O e NH3, utilizando-se os radiotelescopios de 15 m do SEST e 64 m de PARKES. Embora localizadas na superfície de uma bolha com velocidade de expansão entre 12 km/s e 15 km/s (Vilas-Boas et al), as linhas de monóxido de carbono apresentaram características típicas daquelas observadas em nuvens escuras. Em apenas uma condensação, contendo um objeto Pre-Sequência Principal (PMS), foi detectada emissão da molécula de amônia. A comparação direta entre as propriedades dessas condensações densas (núcleos) e aquelas identificadas na Musca, que se caracteriza por ser uma núvem de baixa atividade de formação estelar, mostra que elas têm propriedades idênticas e que as eficiências de formação estelar nos núcleos de ambas as nuvens são similares.

  7. Shallow outgassing changes disrupt steady lava lake activity, Kilauea Volcano

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Patrick, M. R.; Orr, T. R.; Swanson, D. A.; Lev, E.

    2015-12-01

    Persistent lava lakes are a testament to sustained magma supply and outgassing in basaltic systems, and the surface activity of lava lakes has been used to infer processes in the underlying magmatic system. At Kilauea Volcano, Hawai`i, the lava lake in Halema`uma`u Crater has been closely studied for several years with webcam imagery, geophysical, petrological and gas emission techniques. The lava lake in Halema`uma`u is now the second largest on Earth, and provides an unprecedented opportunity for detailed observations of lava lake outgassing processes. We observe that steady activity is characterized by continuous southward motion of the lake's surface and slow changes in lava level, seismic tremor and gas emissions. This normal, steady activity can be abruptly interrupted by the appearance of spattering - sometimes triggered by rockfalls - on the lake surface, which abruptly shifts the lake surface motion, lava level and gas emissions to a more variable, unstable regime. The lake commonly alternates between this a) normal, steady activity and b) unstable behavior several times per day. The spattering represents outgassing of shallowly accumulated gas in the lake. Therefore, although steady lava lake behavior at Halema`uma`u may be deeply driven by upwelling of magma, we argue that the sporadic interruptions to this behavior are the result of shallow processes occurring near the lake surface. These observations provide a cautionary note that some lava lake behavior is not representative of deep-seated processes. This behavior also highlights the complex and dynamic nature of lava lake activity.

  8. Hypertriglyceridemia: Is there a role for prophylactic apheresis? A case report.

    PubMed

    Francisco, Ana Rita; Gonçalves, Inês; Veiga, Fátima; Pedro, Mónica Mendes; Pinto, Fausto J; Brito, Dulce

    2016-01-01

    Severe hypertriglyceridemia has been consistently associated with an increased risk of cardiovascular disease and other complications, namely acute pancreatitis. We report a case of a 64 year-old woman with hypertrophic cardiomyopathy and metabolic syndrome with triglyceride level of 3260 mg/dL. Plasma exchange was performed with simultaneous medical treatment to achieve a rapid and effective lowering of triglycerides in order to prevent clinical complications. After three plasmapheresis sessions a marked reduction in triglyceride and total cholesterol levels was observed. Several cases have shown the importance of plasmapheresis in the treatment of acute pancreatitis. We intend to demonstrate the applicability of this technique as primary prophylaxis in the presence of extremely high serum triglyceridemia levels. Resumo A hipertrigliceridemia grave tem sido associada de forma consistente ao aumento do risco cardiovascular e a outras complicações, nomeadamente, pancreatite aguda. Descrevemos um caso de uma mulher de 64 anos, com miocardiopatia hipertrófica e síndrome metabólica com valor sérico de triglicerídeos de 3260 mg/dL. Foi efectuada plasmaferese e optimizado o tratamento médico para alcançar uma redução rápida e efectiva dos níveis dos triglicerídeos, prevenindo complicações clínicas. Após três sessões de plasmaferese, verificou-se uma redução marcada dos triglicerídeos e do colesterol total. Existem alguns casos descritos na literatura demonstrado a importância da plasmaferese no tratamento da pancreatite aguda em contexto de hipertrigliceridemia grave. Os autores pretendem com este caso demonstrar a aplicabilidade desta técnica em contexto de prevenção primária em doentes com níveis de triglicerídeos extremamente aumentados.

  9. On acoplamento mecânico entre a antena e o transdutor no detector de ondas gravitacionais Mario Schenberg

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Melo, J. L.; Aguiar, O. D.; Velloso, W. F., Jr.; Lucena, A. U.

    2003-08-01

    O detector de ondas gravitacionais MARIO SCHENBERG consistirá de uma massa esférica de cobre-alumínio de 1150kg resfriada a 4K, sobre a qual serão instalados 6 transdutores de nióbio. Com estes trandutores pretende-se converter um possível sinal de onda gravitacional detectado em sinal elétrico, para tanto é necessário que o acoplamento mecânico entre os transdutores e a massa ressonante seja o maior possível. Isto significa que o transdutor deve ser ressonante na mesma freqüência que a antena (aproximadamente 3200Hz). Neste trabalho foi desenvolvida uma geometria para a estrutura mecânica do trandutor. Isto foi feito criando-se modelos em elementos finitos usando-se o "software" MSC/Nastran. Estes modelos criados foram analisados estaticamente (cálculo de tensões) e dinamicamente (cálculo das freqüências de ressonâncias e seus respectivos modos normais) de maneira a se obter o primeiro modo normal do transdutor em 3200Hz. A partir destes cálculos escolheu-se a melhor geometria para o transdutor. Os próximos passos do trabalho serão: usinar este transdutor em uma barra de nióbio e testá-lo à temperatura ambiente e à baixa temperatura. Após isto, pretende-se testá-lo na própria antena resfriada.

  10. Espectroscopia multi-objeto e imageamento de Abell 586 com GMOS - o estado dinâmico de um aglomerado de galáxias com arcos gravitacionais

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Cypriano, E. S.; Sodrã©, L., Jr.; Kneib, J.-P.; Campusano, L.

    2003-08-01

    Nesse trabalho é apresentado um estudo do conteúdo de massa do aglomerado de galáxias A586 (z = 0.171) bem como sua distribuição espacial. Isso foi feito a partir de dados de espectroscopia multi-objeto e imageamento obtidos com o instrumento GMOS acoplado ao telescópio Gemini-Norte. A massa desse aglomerado foi estudada a partir da posição dos seus arcos gravitacionais (lentes fortes), da medida estatística da distorção na forma das galáxias de fundo (lentes fracas) e através da dispersão de velocidades de uma amostra de cerca de 30 galáxias pertencentes ao aglomerado (teorema do virial). Os dois primeiros métodos não dependem do estado dinâmico do aglomerado, enquanto que o terceiro sim. Desse modo, comparando seus resultados pode-se estimar o grau de relaxamento desse sistema. Dados de raios X presentes na literatura também serão incluídos nessa análise. Nossos resultados preliminares a partir das técnicas de lentes fracas, mostram que, supondo que a distribuição de massa desse aglomerado seja a de uma esfera isotérmica, espera-se que ele apresente uma dispersão de velocidades de 1330+/-78 km s-1, em contradicao com medidas similares feitas por Dahle et al. 2002 que encontram valores tão altos quanto 1680 km s-1. Já o estudo dinâmico resultou numa dispersão de velocidades de ~950 km s-1.

  11. Curva de rotação óptica de ESO-LV 5100550

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Carvalho, D. B.; Soares, D. S. L.

    2003-08-01

    ESO-LV 5100550 é o membro mais fraco do par de galáxias austral SBG 357 (Soares et al. 1995). É classificada no catálogo RC3 como uma espiral ordinária de tipo inicial (early-type); porém, uma análise morfológica sugere que ela tenha uma grande barra. O objetivo do estudo é determinar sua cinemática de tal modo que possamos inferir mais a respeito de sua dinâmica, provavelmente perturbada, já que se espera que esteja sob forte influência da companheira ESO-LV 5100560. Apresentarei resultados parciais determinados a partir de espectros obtidos com o instrumento Double Spectrograph montado no telescópio Hale do Monte Palomar, EUA. As observações foram realizadas por D.S.L. Soares, P.M.V. Veiga e T.E. Nordgren, em 1998. Foram tomados espectros de fenda longa posicionada sobre a linha dos nodos do disco e ao longo da suposta barra. Os dados foram reduzidos com uso do pacote IRAF. Obtivemos o perfil de velocidades radiais na linha de visada ao longo das fendas e calculamos o desvio para o vermelho cosmológico do sistema, com base no espectro central. Determinamos as curvas de rotação deprojetadas, com base em cálculos para os valores teóricos esperados das componentes de velocidades puramente circulares em um disco inclinado. A inclinação do disco, dado fundamental nesta deprojeção, foi estimada através da média das elipticidades das isofotas mais externas.

  12. Clinical, genetic and neuropathological features of frontotemporal dementia: an update and guide.

    PubMed

    Pelicano Paulos, Jorge; Massano, João

    2013-01-01

    Introdução: A Degenerescência Lobar Frontotemporal engloba um conjunto de situações heterogéneas que partilham sintomas cognitivos e comportamentais, bem como características patológicas macroscópicas. As bases genéticas e características histopatológicas são bastante diversas e formam a base da classificação molecular das várias doenças, sendo difícil fazer uma correlação com os achados clínicos e síndromas. A investigação científica trouxe um conjunto vasto de conhecimentos, nem sempre fáceis de acompanhar,especialmente nos últimos anos em relação à genética e histopatologia.Material e Métodos: Os autores fizeram uma pesquisa de literatura neste tema, escolheram referências relevantes, extraíram e sistematizaram os dados.Resultados e Conclusão: o texto apresenta uma revisão atualizada dos aspetos clínicos, genéticos e histopatológicos da Degenerescência Lobar Frontotemporal, com ênfase especial na Demência Frontotemporal, a doença mais comum. O tratamento é também revisto e são propostas pelos autores estratégias relativamente à escolha dos testes genéticos na prática clínica. Deveriam serpromovidos a atenção e conhecimento públicos sobre este grupo de doenças.

  13. Multi-Wavelength Superoutburst Observations of T Leonis

    NASA Technical Reports Server (NTRS)

    Howell, Steve B.; Ciardi, David R.; Szkody, Paula; vanParadijs, Jan; Kuulkers, Erik; Cash, Jennifer; Sirk, Martin; Long, Knox S.

    1999-01-01

    We present results of simultaneous superoutburst observations in the X-ray, Extreme Ultraviolet (EUV), optical, and IR bands of the tremendous outburst amplitude dwarf novae T Leonis. Near peak luminosity, a single blackbody represents a good fit to T Leo's observed continuum in the EUV spectral region, yielding a boundary layer temperature of 71,000 to 97,000K. Inclusion of the longer wavelength observations, UV to the IR, indicates that a blackbody fit is inappropriate. A single temperature fit to only the UV and red-ward data for T Leo works well, but yields a much lower temperature, near 28,000K. Using our own observations and previously obtained EUV, UV and optical (super)outburst observations for the dwarf novae U Gem and SS Cyg, the SU UMa star VW Hyi, and the TOADS, TV Crv, BC UMa, and SW UMa, we find that in all cases, high energy observations yield high temperature, small emitting regions, while fits to UV and red-ward data produce cooler temperatures from much larger emitting regions. These results are consistent with the idea that high energy data provide a direct measurement of the boundary layer while the lower energy data measure a much larger, multi-temperature region, likely to be dominated by the outburst heated inner accretion disk. High energy outburst observations show that the boundary layer temperature decreases with decreasing orbital period and UV outburst observations provide evidence for a missing or weak inner disk in the TOADs. We present a simple model of mass accretion onto the white dwarf during (super)outburst which can account for the observed correlation between temperature.

  14. TIBIOTARSAL COMPRESSION ARTHRODESIS USING A LATERAL LOCKING PLATE.

    PubMed

    Coughlin, Michael J; Nery, Caio; Baumfeld, Daniel; Jastifer, James

    2012-01-01

    Objetivos: A artrodese tibiotársica (TT) continua sendo uma importante opção no tratamento da artrose primária ou pós-traumática do tornozelo mas persiste ainda a controvérsia sobre o melhor método de fixação do foco de artrodese. Independentemente do tipo de material utilizado, o objetivo maior é a obtenção da fusão articular sólida, saudável e indolor. O propósito do presente estudo é apresentar os resultados preliminares de um novo sistema de placa bloqueada lateral compressiva para a artrodese do tornozelo. Método: Treze pacientes consecutivos portadores de artrose tibiotársica foram submetidos à artrodese do tornozelo nove pacientes eram homens e quatro mulheres. Com o auxílio de um guia, as superfícies articulares do talo e da tíbia foram decorticadas. Um sistema de compressão foi aplicado para evitar o alinhamento indesejável dos segmentos e uma placa bloqueada pré-moldada lateral foi utilizada para obter a fusão articular. Resultados: Tanto o escore AOFAS quanto o VAS melhoraram com a cirurgia. Todos os tornozelos operados consolidaram dentro do prazo de seis meses. Em todos os pacientes, foi obtido um ótimo alinhamento nos planos sagital, coronal e transverso. Conclusão: Acreditamos que a combinação de compressão bilateral, cortes ósseos com contornos pré-demarcados e placa lateral bloqueada, constitui uma técnica moderna, segura e útil para a artrodese do tornozelo.

  15. [Diagnosis recommendations for late-onset Pompe disease].

    PubMed

    Brito-Avô, Luis; Alves, José Delgado; Costa, João Matos; Valverde, Ana; Santos, Lélita; Araújo, Francisco; Aguiar, Patrício; Marinho, António; Oliveira, Anabela; Gomes, Daniel

    2014-01-01

    Introdução: A Doença de Pompe é uma miopatia autossómica recessiva progressiva e incapacitante, devida ao défice da enzima lisossómica a-glicosidade-ácida. A sua forma tardia tem uma apresentação heterogénea que mimetiza outras doenças neuromusculares, o que dificulta o diagnóstico. Objectivo: Desenvolver recomendações baseadas em consenso para o diagnóstico da forma tardia da doença de Pompe. Material e Métodos: Revisão bibliográfica e análise de um questionário de opinião aplicado a um grupo de especialistas com experiência no diagnóstico de várias miopatias e doenças de sobrecarga lisossomal. Discussão em reunião de consenso. Recomendações: Doentes com miopatia proximal progressiva, fadiga, cãibras e mialgias devem ser submetidos a uma avaliação complementar com determinação de níveis de creatinina fosfoquinase, electromiograma, espirometria dinâmica e, em casos inconclusivos, biópsia muscular. Nos casos suspeitos ou naqueles em que a biópsia muscular não permita outro diagnóstico deve ser determinada a atividade da enzima lisossómica a-glicosidade-ácida através de teste de gota seca (DBS – dried blood spot). A redução da atividade da enzima lisossómica a-glicosidade-ácida requer a confirmação numa segunda amostra e a sequenciação do gene da enzima lisossómica a-glicosidade-ácida.

  16. VERY WIDE BINARIES AND OTHER COMOVING STELLAR COMPANIONS: A BAYESIAN ANALYSIS OF THE HIPPARCOS CATALOGUE

    SciTech Connect

    Shaya, Ed J.; Olling, Rob P.

    2011-01-15

    We develop Bayesian statistical methods for discovering and assigning probabilities to non-random (e.g., physical) stellar companions. These companions are either presently bound or were previously bound. The probabilities depend on similarities in corrected proper motion parallel and perpendicular to the brighter component's motion, parallax, and the local phase-space density of field stars. Control experiments are conducted to understand the behavior of false positives. The technique is applied to the Hipparcos Catalogue within 100 pc. This is the first all-sky survey to locate escaped companions still drifting along with each other. In the <100 pc distance range, {approx}220 high probability companions with separations between 0.01 and 1 pc are found. The first evidence for a population ({approx}300) of companions separated by 1-8 pc is found. We find these previously unnoticed naked-eye companions (both with V < 6th mag): Capella and 50 Per, {delta} Vel and HIP 43797, Alioth ({epsilon} UMa), Megrez ({delta} UMa) and Alcor, {gamma} and {tau} Cen, {phi} Eri and {eta} Hor, 62 and 63 Cnc, {gamma} and {tau} Per, {zeta} and {delta} Hya, {beta}{sup 01}, {beta}{sup 02} and {beta}{sup 03} Tuc, N Vel and HIP 47479, HIP 98174 and HIP 97646, and s Eri and HIP 14913. High probability fainter companions (>6th mag) of primaries with V < 4 are found for: Fomalhaut ({alpha} PsA), {gamma} UMa, {alpha} Lib, Alvahet ({iota} Cephi), {delta} Ara, {beta} Ser, {iota} Peg, {beta} Pic, {kappa} Phe, and {gamma} Tuc.

  17. Flight Test of Advanced Digital Control Concepts.

    DTIC Science & Technology

    1982-03-01

    the model (Equation 51). 34 OPTIONII .>-COFY, GMATr, MMArtCOPY, IMATvAMAT, COP’Y, JMAT, BmA, 87, >COPY , FMArNMAT, COPYY GMAT , GMAT Next, EKEY...YCMA;TFFMAT ,COPY, FMAT, AMATY,COPY, MMA-T, EMAr ,74, COPY, CMAT r (ThAT, ’:.COFY LMAT, AMAT YCOPYP NMAT, EMAT,73, COPY, GMAT , BmAr, *::COFY, pmA, AMAT...74, COPY, GMAT , UMA’TLMAT, MMAT, NMA T, MA-T, PFMAT, ’UMATPUMAT Next use CKEY to check the results. C B and CF are substituted into the "simulator

  18. Low States of Polars from CRTS Optical Light Curves

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Santana, Joshua; Mason, Paul A.

    2017-01-01

    We present a study of light curves from the 10 year baseline for 98 polars observed using the Catalina Realtime Transit Survey (CRTS). In particular we investigate the stability of high and low luminosity states, for which these highly magnetic binaries are known. We identify several classes of behavior. Some polars have stable low states, (EF Eri, AR UMa, AM Her) in which they spend considerable time. About as many dip in brightness to low states followed by quick returns, (CE Gru, BM CrB). A few like FL Cet show 3 distinctive states.

  19. Rotação do jato em DG tau próximo à região de sua formação: análise comparativa das velocidades radiais simuladas e observadas

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Cerqueira, A. H.; de Gouveia dal Pino, E. M.

    2003-08-01

    Os modelos magneto-centrífugos utilizados para explicar a formação dos jatos Herbig-Haro assumem a presença de um disco de acresção em rotação kepleriana na base de lançamento do jato. Neste cenário, o jato transmite a informação da rotação do disco para regiões distantes da fonte central, além da superfície de Alfvén, na região de colimação inicial do jato. Recentemente, Bacciotti et al. (2002, ApJ, 537, L49) obtiveram pela primeira vez uma evidência observacional de rotação em um jato HH, o jato em DG Tau, em regiões próximas da fonte central, compatível (qualitativa e quantitativamente) com o esperado a partir dos modelos magneto-centrífugos para a produção e colimação inicial de jatos HH. No presente trabalho, apresentamos mapas de velocidade radial, obtidos através de simulações numéricas tri-dimensionais SPH, para um jato com características semelhantes ao jato em DG Tau, objetivando uma comparação com os mapas de velocidade radiais obtidos por Bacciotti et al.. Nossos resultados, embora preliminares, indicam que a inclusão de efeitos como a precessão, evidenciada em DG Tau (Dougados et al. 2000, A&A, 357, L61) devem ser levadas em consideração na análise da presença de rotação não só em DG Tau mas em qualquer sistema, com o uso das velocidades radias observadas. A ausência de um grau elevado de simetria axial (quebrada, por exemplo, pela precessão do eixo do jato; ou pela presença de uma superfície interna de trabalho, ou seja, um bow shock interno), implica também em uma maior complexidade nos mapas, com conseqüências relevantes para suas interpretações.

  20. Niobium in R And (S6, 6e) and HR 1105 (S5, 3). [S star abundance

    NASA Technical Reports Server (NTRS)

    Davis, D. N.

    1985-01-01

    Lines of the first multiplet of niobium are strong in R And and HR 1105. These lines are also present in other S stars: HR 8714, R Cam, V Cnc, R CMi, and T Sgr. They are also visible in the M stars, Beta-Peg and Mu-UMa. An approximation to the abundance ratio, Nb/Fe, has been deduced from pairs of lines having nearly equal intensity. In R And, the ratio is about 200 times the solar value. It is hoped that good plates will soon be obtained for the near infrared region, so that the significant Nb/Rb abundance ratio may be determined.

  1. Telemedicine: challenges to dissemination in Brazil.

    PubMed

    Maldonado, Jose Manuel Santos de Varge; Marques, Alexandre Barbosa; Cruz, Antonio

    2016-11-03

    Telemedicine has been seen as an important tool for facing the challenges of universal health systems. The goal of this article is to discuss the main challenges to its full dissemination in Brazil. Being a somewhat new area, there are not many scientific papers that systematize it. This article is an exploratory paper, as it aims to provide an overall perspective on the subject. From an economic point of view, telemedicine is a strategic area due to its an intrinsic potential of being a source for generating innovation, for requiring and incorporating technological breakthroughs from other areas, and for its interdisciplinary nature and dynamic inter-relations that drive different industries. From the social perspective, it has the potential to make access to health services democratic, by connecting remote regions with health services located in hospitals and centers of reference for prevention, diagnosis and treatment. Resumo: A telemedicina está sendo vista como uma ferramenta importante para enfrentar os desafios dos sistemas de saúde universais. O objetivo deste artigo foi discutir os principais desafios para a sua plena disseminação no Brasil. Em função do caráter relativamente emergente desta área, existe uma escassez relativa de trabalhos científicos que a sistematizem. Por isso, este artigo se enquadra na categoria de trabalho exploratório, já que tem por objetivo proporcionar uma visão geral sobre o tema. Destaca-se, que do ponto de vista econômico, a telemedicina se constitui em uma área estratégica por seu potencial intrínseco de ser fonte geradora de inovações, por demandar e incorporar avanços tecnológicos oriundos de outras áreas e, em função da sua natureza interdisciplinar e de suas inter-relações dinâmicas, pela possibilidade de impulsionar diferentes indústrias. Do ponto de vista social, tem o potencial de democratizar o acesso aos serviços de saúde, integrando regiões remotas com serviços de saúde localizados em

  2. JPRS Report, Soviet Union, Military Affairs

    DTIC Science & Technology

    1988-09-15

    JPRS-UMA-88-022 15 SEPTEMBER 1988 /#Jii\\ f«BBBI !■■■■! FOREIGN BROADCAST INFORMATION SERVICE JPRS Report— ^ Approrvd :c« r pubii.- r ...eradicate nonre- gulation relations. However, we believe that suggestions that the army’s ailments are society’s ailments are unconstructive. Ailments...arms race will be maintained at ever-higher levels, this will merely lead to an ongoing rise in both political tension and economic outlays as well as

  3. Outburst of 2325+43 DX Andromedae

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Mattei, Janet A.

    1995-06-01

    DX Andromedae is reported in outburst by Jack Nordby and Tonny Vanmunster. Current magnitude is approx. 12.3. Tonny Vanmunster also reports that EP Peg has gone into outburst. Current magntude is approx. 13.8. A new variable is reported as 1250-60 Var CRU by the Observatorio Astronomico del Colegio Cristo Rey in Argentina. Position RA=12h 56m 25.64s DEC=-60° 57' 56.6". BZ UMa is undergoing a short outburst with current magnitudes reported as approx. 13. Also, observations of VW HYD and SS CYG continue to be solicited.

  4. Women's attachment as a predictor of pain during labour and post-delivery: a prospective observational study.

    PubMed

    Costa Martins, José Manuel; da Silva, Carlos Fernandes; Pereira, Marco; Martins, Henriqueta; Oliveira, Célia; Puga, Alexandra; Coelho, Rui; Tavares, Jorge

    2014-01-01

    IntroduçÉo: O parto é considerado uma das experiências mais dolorosas e significativas na vida de uma mulher. O objectivo deste estudo foi avaliar se o estilo de vinculaçÉo da grávida é um preditor significativo da dor experienciada durante o parto e após o nascimento.Material e Métodos: Trinta e duas grávidas foram avaliadas durante o terceiro trimestre de gravidez e durante o parto. A vinculaçÉo no adulto foi avaliada através da Escala de AvaliaçÉo no Adulto ' Revista. A intensidade da dor de parto foi avaliada através de uma Escala Visual Analógica para a dor durante o parto e após o nascimento.Resultados: As mulheres com um estilo de vinculaçÉo inseguro reportaram maior dor aos 3 cm de dilataçÉo cervical (p < 0,05), antes da administraçÉo da analgesia (p < 0,01) e após o nascimento (p < 0,05) que as mulheres com uma vinculaçÉo segura. Nos modelos multivariados, o estilo de vinculaçÉo mostrou-se um preditor significativo da dor no parto aos 3 cm de dilataçÉo cervical e antes da administraçÉo da analgesia, mas nÉo na dor percebida após o nascimento.DiscussÉo: Estes resultados confirmam que a dor de parto é influenciada por factores psicológicos relevantes e sugerem que o estilo de vinculaçÉo da mulher pode ser um factor de risco para maior intensidade de dor no parto.ConclusÉo: Estudos futuros no contexto da dor obstétrica devem considerar o estilo de vinculaçÉo como um indicador de diferenças individuais na experiência de dor durante o parto. Isto pode ter importantes implicações para a Anestesiologia e promover importantes mudanças nas práticas institucionais e procedimentos terapêuticos.

  5. Management of Ectopically Erupting Maxillary Incisors: A Case Series

    PubMed Central

    Suresh, Kotumachagi Sangappa; Uma, HL; Nagarathna, J

    2015-01-01

    ABSTRACT Eruption disturbances related to the position include ectopic eruption and transpositions. The occurrence of ectopic eruption is most commonly associated with maxillary incisors. The normal eruption, position and morphology of these teeth are crucial to craniofacial development, facial esthetics as well as phonetics. It is essential that the clinicians have thorough knowledge of the eruption disturbances in order to make an appropriate, as well as timely intervention, as dictated by the complexity of the problem. How to cite this article: Suresh KS, Uma HL, Nagarathna J, Kumar P. Management of Ectopically Erupting Maxillary Incisors: A Case Series. Int J Clin Pediatr Dent 2015;8(3):227-233. PMID:26604543

  6. Raízes pós-mitológicas da Astronomia Clássica

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    di Bartolo, L.; Villas da Rocha, J. F.

    2004-02-01

    Apresentamos como a invenção de um modelo astronômico e cosmológico fundado em causas naturais foi um processo gestado num ambiente cultural específico, o do advento do pensamento pós-mitológico, que tem como sua raiz mais funda a trajetória particular da Grécia Antiga, com ênfase na resolução de uma grave crise social e a evolução do mundo clássico para o contexto espiritual de um império universal.

  7. [SAIMI Study--Health and Health Care Access by Immigrants from the Indian Subcontinent in Lisbon: What Recommendations for Equitable and Culturally Adequate Health Care?].

    PubMed

    Matos, Inês Campos; Alarcão, Violeta; Lopes, Elisa; Oiko, Carla; Carreira, Mário

    2015-01-01

    Introdução: O crescimento da população imigrante em Portugal tem sido consistente nas últimas décadas. Apesar disto, a informação sobre a saúde das populações imigrantes é escassa. Esta investigação utiliza dados recolhidos junto da população oriunda do subcontinente indiano a residir no distrito de Lisboa para produzir recomendações para a prestação de serviços de saúde culturalmente adaptados.Material e Métodos: Estudo transversal junto da comunidade imigrante do subcontinente indiano (Bangladesh, Ãçndia e Paquistão) a residir em Lisboa, selecionada com base numa técnica de amostragem bola de neve e recorrendo a inquiridores com acesso privilegiado à população-alvo. O questionário inquiriu sobre a saúde, o acesso aos cuidados de saúde, estilos de vida e atitudes perante a morte. Foi feita uma análise descritiva dos dados e uma comparação entre as três nacionalidades padronizada para a idade.Resultados: Foram administrados questionários a 1011 indivíduos com uma taxa de adesão de 97%. A maioria dos participantes eram adultos do sexo masculino. Os imigrantes indianos relataram mais frequentemente barreiras na utilização dos serviços de saúde e tinham uma maior frequência de doenças crónicas. Os imigrantes paquistaneses tinham piores indicadores de estilos de vida.Discussão: A população imigrante do subcontinente indiano tende a relatar mais dificuldades linguísticas no acesso aos cuidados de saúde quando comparada com outras populações imigrantes. Com base em recomendações da Organização Mundial da saúde, foi possível adaptar este conhecimento para produzir recomendações adaptadas ao contexto português.Conclusão: Existem diversos aspetos na gestão dos serviços de saúde em Portugal que podem ser melhor adaptados à população imigrante do subcontinente indiano.

  8. Modelagem do vento e da fotosfera de AG Carinae

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Groh, J. H.; Damineli, A.

    2003-08-01

    A trajetória evolutiva das estrelas de alta massa depende fortemente de suas taxas de perda de massa. Apesar do rápido progresso no estudo destas estrelas, a taxa de perda de massa e outros parâmetros físicos básicos, como a temperatura superficial e a velocidade terminal do vento ainda não estão bem determinados. Isto ocorre devido à presença de ventos irregulares, rápidos e fortes ao redor destas estrelas, tornando a interpretação dos seus espectros uma tarefa difícil. Assim, a modelagem do vento e da fotosfera dessas estrelas está sendo cada vez mais usada para obter tais parâmetros a partir dos espectros. O aumento da taxa de perda de massa durante a fase LBV (Variáveis Luminosas Azuis), comparado com outros tipos de estrelas, tem sido atribuído a instabilidades do tipo S Doradus. Dispomos de uma base de dados espectroscópicos cobrindo 22 anos de observações de AG Carinae, incluindo um ciclo S Doradus completo, com espectros CCD em alta resolução na faixa óptica e infravermelha. Utilizamos o programa desenvolvido por Schmutz (1997) para uma análise preliminar desse ciclo, obtendo a taxa de perda de massa a partir da linha do Ha. Não existe uma correlação clara da taxa de perda de massa com mudanças da temperatura efetiva, do raio da estrela e do fluxo na banda V. A estrela atingiu seu mínimo fotométrico (raio mínimo) em 1990 e o máximo fotométrico (raio máximo) em 1995, enquanto que o fluxo máximo da linha do Ha ocorreu em 1996. Além disso a taxa de perda de massa não segue esse ciclo, contrariamente às idéias correntes. Para fazer um modelo mais realista estamos usando o programa CMFGEN (Hillier & Miller), que trata a fotosfera e o vento estelar de forma consistente, considerando a radiação fora do equilíbrio termodinâmico (NLTE) e com blanketting total de linhas. Simulamos o espectro de AG Carinae em duas épocas extremas do ciclo S Dor para testar os resultados obtidos com o modelo mais simplificado.

  9. Measuring emotional awareness from a cognitive-developmental perspective: Portuguese adaptation studies of the levels of emotional awareness scale.

    PubMed

    Torrado, Marco; Ouakinin, Sílvia; Lane, Richard

    2013-01-01

    Introdução: A Escala de Níveis de Consciência Emocional (LEAS) foi desenvolvida para avaliar o constructo consciência emocional, numa perspectiva cognitivo-desenvolvimentista e influenciada pelas Teorias de Piaget e Werner. É composta por 20 situações ou cenários que evocam emoções e tem sido usada em múltiplas investigações nos domínios da regulação emocional, alexitimia e perturbações psiquiátricas. Trata-se de uma medida bem documentada, validada e precisa. Em virtude da sua extensão, alguns investigadores têm vindo a utilizar uma das formas paralelas que compõe a versão completa, a LEAS-A, sendo contudo notória a vacuidade de estudos que descrevam as qualidades psicométricas desta versão. Face à inexistência de uma medida de caracterização da organização da experiência emocional para a população portuguesa, desenvolveu-se a versão portuguesa da LEAS, caracterizaram-se diversos indicadores de precisão e validade, assim como para a versão reduzida LEAS-A. Materiais e Métodos: Foram desenvolvidos três estudos com estas versões, dois deles com recurso a estudantes universitários e um outro com uma amostra da população em geral. Resultados: A versão portuguesa demonstrou níveis elevados de precisão, mais robustos do que os encontrados em estudos de adaptação da escala noutros países. A LEAS-A apresentou bons níveis de precisão e indicadores de validade discriminante e concorrente. As pontuações obtidas na LEAS-A mostraram-se independentes da presença de afecto negativo e associaram-se significativamente a um estilo cognitivo externalizado, próprio do funcionamento alexitímico. Conclusões: As versões portuguesas da LEAS e da LEAS-A apresentam qualidades psicométricas muito adequadas, o que permite o seu uso científico. São discutidas as implicações da sua utilização nos contextos clínico e de investigação.

  10. Silyl imine electrophiles in enantioselective catalysis: a Rosetta Stone for peptide homologation, enabling diverse N-protected aryl glycines from aldehydes in three steps.

    PubMed

    Makley, Dawn M; Johnston, Jeffrey N

    2014-06-06

    We report that N-(trimethylsilyl)imines serve in the Bis(AMidine)-catalyzed addition of bromonitromethane with a high degree of enantioselection. This allows for the production of a range of protected α-bromo nitroalkane donors (including Fmoc) for use in Umpolung Amide Synthesis (UmAS). Hence, peptide homologation with nonnatural aryl glycine amino acids is achieved in three steps from aromatic aldehydes, which are plentiful and inexpensive. Epimerization during the homologation step is circumvented by avoiding an α-amino acid intermediate.

  11. Ultraviolet photometry from the Orbiting Astronomical Observatory. XXI - Absolute energy distribution of stars in the ultraviolet

    NASA Technical Reports Server (NTRS)

    Bless, R. C.; Code, A. D.; Fairchild, E. T.

    1976-01-01

    The absolute energy distribution in the ultraviolet is given for the stars alpha Vir, eta UMa, and alpha Leo. The calibration is based on absolute heterochromatic photometry between 2920 and 1370 A carried out with an Aerobee sounding rocket. The fundamental radiation standard is the synchrotron radiation from 240-MeV electrons in a certain synchrotron storage ring. On the basis of the sounding-rocket calibration, the preliminary OAO-2 spectrometer calibration has been revised; the fluxes for the three program stars are tabulated in energy per second per square centimeter per unit wavelength interval.

  12. XPS Study of Sulfonated Polyaniline.

    DTIC Science & Technology

    1991-08-07

    WORK UMaT Arlington, VA 22203-17 14 ELEMENT NO. INO. NO. CCESSION No 11. TITLE (tinclude Security Clisification) "XPS STUDY OF SULFONATED POLYANILINE ...by block nvjmhet) FlIELD GROUP $u-GOP sulfonated polyaniline , x-ray photoelectron spectroscopy O(IPS) 19. ABSTRACT (Continue on reverse if nvessary...STUDY OF SULFONATED POLYANiLINE " by J. Yue, AJ. Epstein and A.G. MacDiarrnid Published in PMSE Preprints, (In Press 1991) University of Pennsylvania

  13. Economic analysis of rivaroxaban for the treatment and long-term prevention of venous thromboembolism in Portugal.

    PubMed

    Santos, Isabel Fonseca; Pereira, Sónia; McLeod, Euan; Guillermin, Anne-Laure; Chatzitheofilou, Ismini

    2014-01-01

    Introdução: O tromboembolismo venoso representa uma carga substancial para os sistemas de saúde. O objectivo foi estimar os resultados clínicos e económicos a longo-prazo associados a rivaroxabano relativamente à prática clínica (enoxaparina/varfarina) no tratamento e prevenção secundária de tromboembolismo venoso em Portugal.Material e Métodos: Foi desenvolvido um modelo de Markov baseado nos ensaios clínicos EINSTEIN e dados da literatura para complicações a longo-prazo. Foram avaliados custos e anos de vida ajustados pela qualidade de vida totais e incrementais e rácio custo-efectividade incremental. As indicações trombose venosa profunda e embolismo pulmonar foram analisados separadamente. Adoptou-se a perspectiva da sociedade portuguesa e um horizonte temporal de cinco anos. Aplicou-se uma taxa de actualização de cinco por cento para custos e consequências. Foram desenvolvidas análises de sensibilidade e diversas análises de cenário para avaliação da variação dos resultados em função de determinados pressupostos.Resultados: Rivaroxabano está associado a menores custos na trombose venosa profunda e constitui uma alternativa associada a menores custos e a maior eficácia no tratamento de embolismo pulmonar, relativamente a enoxaparina/varfarina.Discussão: O recurso a um painel de peritos para identificação de alguns recursos e a ausência de utilidades específicas para Portugal constituem as principais limitações.Conclusão: Rivaroxabano constitui uma alternativa eficaz, estando associado a menores custos (para ambas as indicações) e a mais anos de vida ajustados pela qualidade de vida (para embolismo pulmonar) relativamente a enoxaparina/varfarina em Portugal.

  14. A light-curve distortion-wave analysis of eight RS Canum Venaticorum systems

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Caton, D. B.

    1986-01-01

    A program of differential U,B,V photometry of 14 RS CVn systems carried out at Rosemary Hill Observatory in 1978 - 1981 is described, and an analysis of the light curves for the characteristic distortion wave for eight of the systems is presented. The V light curves of the systems are shown. Significant waves were observed in RS CVn, RZ Eri, and RW UMa. No significant waves were found in UX Com, GK Hya, AR Lac, LX Per, or TY Pyx. Unusual light curve distortions were observed in UX Com and AR Lac.

  15. Management of Ectopically Erupting Maxillary Incisors: A Case Series.

    PubMed

    Suresh, Kotumachagi Sangappa; Uma, H L; Nagarathna, J; Kumar, Pravin

    2015-01-01

    Eruption disturbances related to the position include ectopic eruption and transpositions. The occurrence of ectopic eruption is most commonly associated with maxillary incisors. The normal eruption, position and morphology of these teeth are crucial to craniofacial development, facial esthetics as well as phonetics. It is essential that the clinicians have thorough knowledge of the eruption disturbances in order to make an appropriate, as well as timely intervention, as dictated by the complexity of the problem. How to cite this article: Suresh KS, Uma HL, Nagarathna J, Kumar P. Management of Ectopically Erupting Maxillary Incisors: A Case Series. Int J Clin Pediatr Dent 2015;8(3):227-233.

  16. Molecular Toxicology of Chromatin

    DTIC Science & Technology

    1992-01-01

    FINAL 01 Jan 89 TO 31 Dec 91 4. ITL ANO SUS Y, L RE %UMAS MOLECULAR TOXICOLOGY OF CHROMATIN AFOSR-89-0231 PE - 61102F AUT PR - 2312 TA - A5 Dr Ernest Kun...Waterbury, CT), 2-mercaptoethanol, NAD+, NADPH, nucleo- tides, sodium tungstate , hydrogen peroxide, Tris and MES buffers from Sigma (St. Louis, MO...ml) with sodium tungstate (5.93 g, in 20 ml H20) for 1.5 h followed by extraction of the green product into ethyl acetate, washing with 0.1 N HCl, and

  17. Silyl Imine Electrophiles in Enantioselective Catalysis: A Rosetta Stone for Peptide Homologation, Enabling Diverse N-Protected Aryl Glycines from Aldehydes in Three Steps

    PubMed Central

    2015-01-01

    We report that N-(trimethylsilyl)imines serve in the Bis(AMidine)-catalyzed addition of bromonitromethane with a high degree of enantioselection. This allows for the production of a range of protected α-bromo nitroalkane donors (including Fmoc) for use in Umpolung Amide Synthesis (UmAS). Hence, peptide homologation with nonnatural aryl glycine amino acids is achieved in three steps from aromatic aldehydes, which are plentiful and inexpensive. Epimerization during the homologation step is circumvented by avoiding an α-amino acid intermediate. PMID:24828455

  18. Camões e a cosmogonia

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Costa, J. M.

    2003-08-01

    Os Lusíadas, escrito por Luis de Camões em 1572, é um poema épico renascentista e a visão Cosmogônica do autor é apresentada, principalmente, no último canto do poema, quando Tétis mostra ao Gama a Máquina do Mundo. A Cosmogonia de Camões neste poema reflete uma visão de uma época de transição, que ainda não incorporou os elementos da revolução Copernicana. É uma visão Grego- Ptolomaica e também medieval. O poeta guia-se pela tradução e notas feita por Pedro Nunes, inventor do Nonio, do Tratado da Esfera "De Sphaera" do Astrônomo Inglês John Holywood, mais conhecido pelo nome latinizado de Johannes Sacrobosco. Outra provável fonte de Camões, de acordo com Luciano Antonio Pereira da Silva em Astronomia de os Lusíadas, é o "Theoricae novae Planetarum" (1460) do astrólogo Alemão Jorge Purbáquio (1423 - 1461). A Astronomia de Os Lusíadas representa a ciência do tempo de Camões. Camões nunca emprega a palavra constelação e seu catálogo é bastante completo. A Máquina do Mundo tem a Terra no centro. Em redor, em círculos concêntricos, a lua (Diana), Mercúrio, Vênus, o Sol (Febo), Marte, Júpiter e Saturno. Envolvendo estes astros tem o firmamento seguido pelo "Céu Áqueo" ou cristalino, depois o 1o Móbil, esfera que arrasta todas as outras consigo. Este trabalho, multidisciplinar, serve tanto para ensinar aos alunos da Física como das Ciências Humanas, a concepção de mundo do renascimento de uma forma belamente poética em versos decassílabos Este trabalho também ajuda na apreciação do maior clássico da língua portuguesa e mostra como as Ciências e as artes, em geral, estão correlacionadas e refletem a visão de mundo da época em que foi produzida.

  19. Aerobic program in persons with stroke: a systematic review.

    PubMed

    Francica, Juliana V; Bigongiari, Aline; Mochizuki, Luis; Miranda, Maria Luiza J; Rodrigues, Bruno

    2014-01-01

    Introdução: O objetivo deste estudo foi realizar uma revisão sistemática sobre o exercício após acidente vascular cerebral.Material e Métodos: Para isso, foi realizada uma revisão sistemática de ensaios clínicos randomizados e controlados publicados no PubMed e PEDro. Os critérios para inclusão dos artigos foram: Estudos - ensaios clínicos randomizados ou controlados; participantes - adultos de qualquer idade com diagnóstico clínico de acidente vascular cerebral; intervenções - qualquer treino físico aeróbio que vise melhorar a capacidade e/ou função cardiovascular. Dois revisores independentes categorizaram os ensaios selecionados, avaliaram a qualidade metodológica e extraíram os dados relevantes. A análise realizada foi dos vários protocolos usados tanto para a avaliaçãoe treino de indivíduos pós-acidente vascular cerebral.Resultados: De acordo com estudos clínicos analisados, uma vasta gama de instrumentos foi utilizada para medir a capacidade funcional dos pacientes. Ergometria e ergoespirometria foram os principais dispositivos da avaliação da capacidade cardiovascular. Treino\\exercício na bicicleta ergométrica foi a estratégia de treino mais comumente usada, e fisioterapia convencional (baseada em alongamentos, fortalecimentos, treino de equilíbrio, coordenação e marcha) foi a terapia de controle mais frequente.Discussão: A duração do programa variou de 4 semanas a 6 meses, a frequência semanal média foi de três sessões por semana, enquanto que a intensidade do treinamento variou de 40 a 80% da frequência cardíaca máxima ou VO2 máximo. A duração de sessões de treino variou entre 25 minutos a 1 hora.Conclusão: O treino físico é uma ferramenta promissora para o tratamento de pacientes pós-AVC, tanto em termos de melhoria da capacidade funcional e da capacidade cardiovascular. No entanto, mais estudos são necessários para ampliar a área de atuação terapêutica nesta população.

  20. Prevendo a atividade solar através de redes neurais nebulosas

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Martin, V. A. F.; Poppe, P. C. R.

    2003-08-01

    Atualmente, a integração de redes neurais com técnicas da Matemática Nebulosa (Fuzzy Sets), tem sido usada robustamente para fazer previsões em vários sistemas físicos. Este trabalho representa uma continuidade da contribuição apresentada anteriormente durante a XXVIIa Reunião Anual da SAB, onde exploramos a aplicação de redes neurais para previsões futuras de séries temporais. Para este, enfatizamos o uso da técnica ANFIS (Adaptative Neuro-Fuzzy Inference System), que consiste em uma rede do tipo back-propagation, onde os dados são processados em uma camada intermediária, tendo numa camada de saída, os dados numéricos. Para que a previsão seja feita com sucesso utilizando-se técnicas matemáticas adequadas, é fundamental a existência de uma série razoavelmente longa de modo que a dinâmica contida nesta possa ser melhor extraída pela rede neural. Nesse sentido, foram utilizados novamente os dados históricos das manchas do Sol (1818-2002) afim de verificar o comportamento futuro da atividade solar (Ciclos de Schawbe) a partir da técnica descrita acima. Previsões realizadas para o ciclo anterior (n.22, máximo de 158,5 em julho de 1989), bem como para o atual (n.23, máximo de 153 em setembro de 2000), apontam valores bastante coerentes com os publicados na literatura, levando em consideração, respectivamente, as barras de erros associadas: 166+/-18 e 160+/-14. Para o próximo ciclo de Schawbe (2006-2017), nossa previsão aponta o valor de 172+/-23 como máximo para o primeiro semestre de 2011 (Abril +/- 3 meses). A ANFIS acompanha de maneira satisfatória o movimento das séries estudadas durante o treinamento e durante a verificação (menor dispersão das funções de pertinência), com erro absoluto inferior a 20 por cento.

  1. Aircraft Hydraulic System Leakage Detection and Servicing Recommendations Method

    DTIC Science & Technology

    2014-10-02

    accumulators, filters, and consumers, that include all the actuators connected to the hydraulic power such as flight controls , brake and landing...Conference, October 4-8 Calgary, Alberta, Canada. Merrit, H. E., (1967), Hydraulic Control Systems. New York: John Willey & Sons. Vianna, W. O. L...2008), Modelagem e Análise do Sistema Hidráulico de uma Aeronave Comercial Regional. M.Sc. Thesis. Instituto Tecnológico de Aeronáutica, São José

  2. No Chemisorption on Ni(111): Coverage Effects, Site Preferences and Adsorption Geometry.

    DTIC Science & Technology

    1985-09-03

    U 01TECHNICAL REPORT No. 14 In NO CHEMISORPTION ON Ni(111): COVERAGE EFFECTS, SITE PREFERENCES AND ADSORPTION GEOMETRY by Shen-Shu Sung, Roald ...Adsorption Geometry 6. pER Op ,,GoRG. R --OAT NUmSER 7. ;.-.; T) hOR ( 2) .\\B. CONTRACT OR GRANT N’,UMaEA.I) Shen-Shu Sung, Roald Hoffman and Patricia...PREFERENCES AND ADSORPTION GEOMETRY Shen-Shu Sung , Roald Hoffmann and Patricia A. ThielT t Departent of Chemistry, Cornell University, Ithaca, NY 14853

  3. [Fibrinolytics in the Treatment of Complicated Pleural Effusions].

    PubMed

    Coelho, Ana; Coelho, Margarida; Pereira, Joana; Lavrador, Vasco; Morais, Lurdes; Carvalho, Fátima

    2016-11-01

    Introdução: A instilação intrapleural de fibrinolítico, no tratamento dos derrames pleurais parapneumónicos complicados, tem demonstrado resultados equivalentes ao tratamento cirúrgico. Este estudo foi realizado para avaliar e descrever os resultados da aplicaçãode fibrinolítico no tratamento de derrame pleural parapneumónico complicado, nos doentes seguidos no nosso hospital. Material e Métodos: Revisão retrospetiva, entre janeiro de 2005 e dezembro de 2013, dos doentes (idade superior a um mês e inferior a 18 anos) com diagnóstico de derrame pleural parapneumónico complicado, submetidos a colocação de dreno torácico e instilação intrapleural de fibrinolítico. Resultados: Identificaram-se um total de 37 doentes. A duração média do internamento foi de 17 ± 7,60 dias. Na maioria dos doentes (89,2%) o dreno torácico foi colocado nas primeiras 48 h após admissão, com seis dias de média de drenagem. Verificou-se falência terapêutica em 2,7% dos casos, por recidiva do derrame. Este doente foi submetido a toracoscopia videoassistida com necessidade de conversão do procedimento para toracotomia. A evolução clínica foi favorável em 96,9% dos casos. Discussão: Na nossa revisão a taxa de sucesso terapêutico encontra-se dentro do esperado, com uma percentagem de falência inferior ao descrito na literatura. Apresentamos a instilação intrapleural de fibrinolítico e a toracoscopia videoassistida num mesmo protocolo de atuação, tendo como primeira linha terapêutica o fibrinolítico. Conclusão: A opção terapêutica apresentada teve uma baixa taxa de falência e permitiu evitar um procedimento cirúrgico mais agressivo. Consideramos que esta é uma opção de tratamento eficaz e que, na nossa amostra, cursou com uma baixa taxa de sequelas.

  4. IRAS observations of extended dust envelopes around evolved stars

    NASA Technical Reports Server (NTRS)

    Hawkins, George

    1990-01-01

    Deconvolved IRAS profiles, with resolution 2-3 time better than detector sizes 1.5 and 3 arcmin at 60 and 100 microns, are presented for a number of evolved stars with extended emission. These include VY UMa, Mu Cep, S Sct, U Hya, Y CVn, U Ant, alpha Ori, Y Pav, UU aur, IRC + 10216, RZ Sgr, and R Lyr. Simple models suggest that extended IRAS emission results from stars which greater mass loss rates in the past, rather than from stars with large current mass loss rates.

  5. Effectiveness of Interactive Videodisc in Army Communications Training

    DTIC Science & Technology

    1990-11-01

    grew, the Sipenaw In48owdim Courww Uma? Gude (CUG) Bu~a*1s1 Department of t~w AraV, Hhsdquwter. United States Army Training Suipport Center, Fart East...control group.2° The difference between the groups is stated as an improvement or decrease in units of standard deviations.21 It may also be transformed...traditional means is "confounded! The argument states that the ’treatment condition! in most evaluations consists of the medium of instruction (CBI), plus

  6. Photoelectric Photometry of Field Variables - Part Two

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Piersimoni, A. M.; di Paolantonio, A.; Burchi, R.; de Santis, R.

    1993-10-01

    We report on photoelectric observations in B and V bands for four field RRab variables (ST Boo, BT Dra, BK Dra, AB UMa) and for the dwarf cepheid VZ Cnc. On this basis we present mean values for the magnitudes and colors together with the corresponding values at the maximum and minimum light, and an estimate of the rising time. Lightcurves in V and (B - V) are presented for all the target stars. The (U - B) color curve for VZ Cnc is also given.

  7. Ensino de astronomia e óptica: é possível fazê-lo de forma contextualizada no nível médio?

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Sobrinho, A. A.; Jafelice, L. C.

    2003-08-01

    Discutimos nossa participação em um curso de treinamento para professores de diversas disciplinas do ensino médio. Nossa preocupação básica foi desenvolver instrumentos educacionais adequados para levar à sala de aula, nesse nível de ensino, de forma contextualizada, questionamentos freqüentes dos alunos sobre astronomia e sua relação com tecnologia e sociedade. Encaminhamos questões como: a evolução da astronomia, suas relações com outros ramos do conhecimento humano e conseqüentes aplicações; avanços na tecnologia dos instrumentos ópticos versus a importância da observação do céu a olho nu; a relação entre olho humano, luneta e telescópio; e desenvolvimento da tecnologia espacial e sua influência em nosso cotidiano. Objetivamos com isto fazer um resgate histórico e pedagógico das aplicações e observações do céu no cenário escolar, destacando a relação entre eventos astronômicos, olho humano, instrumentos mediadores e suas contextualizações históricas e sociais. Produtos desta abordagem foram o desenvolvimento e a adaptação de práticas e materiais instrucionais diversos (e.g., "espelhos" de isopor e "raios luminosos" de bolinhas de gude; montagens envolvendo velas, lasers, lentes e espelhos; desmonte e análise de peças de um telescópio; etc.). Além disto, como outro resultado deste trabalho, elaboramos textos sobre história da astronomia e da óptica para atividades em classe. Com estas ações visamos facilitar a concretização de conceitos físicos envolvidos, exemplificar um ensino contextualizado e interdisciplinar motivado por temas astronômicos e favorecer que práticas e discussões feitas com os treinandos possam ser transpostas para a sala de aula. A reação dos professores às práticas propostas foi bastante positiva. Todos esses aspectos são discutidos em detalhe neste trabalho. (PPGECNM/UFRN; PRONEX/FINEP; NUPA/USP; Temáticos/FAPESP)

  8. Photometric study and absolute parameters of the short-period eclipsing binary HH Bootis

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Gürol, B.; Bradstreet, D. H.; Demircan, Y.; Gürsoytrak, S. H.

    2015-11-01

    We present the results of our investigation on the geometrical and physical parameters of the W UMa type binary system HH Bootis from new CCD (BVRI) light curves and published radial velocity data. The photometric data were obtained in 2011 and 2012 at Ankara University Observatory (AUO). Light and radial velocity observations were analyzed simultaneously using the Wilson-Devinney (2013 revision) code to obtain absolute and geometrical parameters. The system was determined to be a W-type W UMa system of a type different from that suggested by Dal and Sipahi (2013). An interesting cyclic period variation in the time intervals between primary and secondary eclipses ("half-period variation") was discovered and analyzed and its possible cause is discussed. Combining our photometric solution with the spectroscopic data we derived masses and radii of the eclipsing system to be M1 = 0.627M⊙ , M2 = 1.068M⊙ , R1 = 0.782R⊙ and R2 = 0.997R⊙ . New light elements were derived and finally the evolutionary status of the system is discussed.

  9. The Shape of Long Outbursts in U Gem Type Dwarf Novae from AAVSO Data

    NASA Technical Reports Server (NTRS)

    Cannizzo, John K.

    2012-01-01

    We search the American Association of Variable Star Observers (AAVSO) archives of the two best studied dwarf novae in an attempt to find light curves for long out bursts that are extremely well-characterized. The systems are U Gem and S8 Cyg. Our goal is to search for embedded precursors such as those that have been found recently in the high fidelity Kepler data for superoutbursts of some members of the 8U UMa subclass of dwarf novae. For the vast majority of AAV80 data, the combination of low data cadence and large errors associated with individual measurements precludes one from making any strong statement about the shape of the long outbursts. However, for a small number of outbursts, extensive long term monitoring with digital photometry yields high fidelity light curves. We report the finding of embedded precursors in two of three candidate long outbursts. This reinforces van Paradijs' finding that long outbursts in dwarf novae above the period gap and superoutbursts in systems below the period gap constitute a unified class. The thermal-tidal instability to account for superoutbursts in the SU UMa stars predicts embedded precursors only for short orbital period dwarf novae, therefore the presence of embedded precursors in long orbital period systems - U Gem and SS Cyg - argues for a more general mechanism to explain long outbursts.

  10. [Thyroid Metastasis as the Initial Presentation of an Asymptomatic Clear Cell Renal Carcinoma].

    PubMed

    Carmelino, Janine; Tavares, Ana Paula; Crespo, Ana; Coutinho, José Mário; Lázaro, António; Ribeiro, Vasco; Barroso, Eduardo

    2016-11-01

    Introdução: A metastização para a glândula tiroideia de um carcinoma renal de células claras é rara e só diagnosticável após análise imunohistoquímica de uma amostra histológica. O objetivo deste artigo é reportar um caso de metastização tiroideia como primeira manifestação de um carcinoma renal de células claras.Caso Clínico: Doente do sexo masculino com um nódulo sólido no lobo esquerdo da tiróide, com 5,3 cm, suspeito de malignidade, submetido a tiroidectomia total com linfadenectomia do compartimento central. A análise histológica concluiu serem duas metástases de carcinoma renal de células claras. Após estudo dirigido ao rim, o doente foi submetido a nefrectomia radical quatro meses depois. Discussão: O interesse deste caso reside no facto de a metastização para a tiroide como primeira manifestação de carcinoma renal de células claras ser rara mas, se tratada precocemente, permite uma ‘dupla resseção cirúrgica’ que pode levar a sobrevidas aos cinco anos de 80%.

  11. Engineering optical mode ferromagnetic resonance in FeCoB films with ultrathin Ru insertion

    PubMed Central

    Li, Shandong; Wang, Cuiling; Chu, Xian-Ming; Miao, Guo-Xing; Xue, Qian; Zou, Wenqin; Liu, Meimei; Xu, Jie; Li, Qiang; Dai, Youyong; Yan, Shishen; Kang, Shishou; Long, Yunze; Lü, Yueguang

    2016-01-01

    Ferromagnetic resonance (FMR) in soft magnetic films (SMFs) to a large extent determines the maximum working frequency of magnetic devices. The FMR frequency (fr) in an optical mode is usually much higher than that in the corresponding acoustic mode for exchange coupled ferromagnet/nonmagnet/ferromagnet (FM/NM/FM) trilayers. In this study, we prepared a 50 nm FeCoB film with uniaxial magnetic anisotropy (UMA), showing a high acoustic mode fr of 4.17 GHz. When an ultrathin Ru spacer was inserted in the very middle of the UMA-FeCoB film, the zero-field FMR was abruptly switched from an acoustic mode to an optical one with fr dramatically enhanced from 4.17 GHz to 11.32 GHz. Furthermore, the FMR mode can be readily tuned to optical mode only, acoustic mode only, or double mode by simply varying the applied filed, which provides a flexible way to design multi-band microwave devices. PMID:27628089

  12. Thermally assisted electric field control of magnetism in flexible multiferroic heterostructures

    PubMed Central

    Liu, Yiwei; Zhan, Qingfeng; Dai, Guohong; Zhang, Xiaoshan; Wang, Baomin; Liu, Gang; Zuo, Zhenghu; Rong, Xin; Yang, Huali; Zhu, Xiaojian; Xie, Yali; Chen, Bin; Li, Run-Wei

    2014-01-01

    Thermal and electrical control of magnetic anisotropy were investigated in flexible Fe81Ga19 (FeGa)/Polyvinylidene fluoride (PVDF) multiferroic heterostructures. Due to the large anisotropic thermal deformation of PVDF (α1 = −13 × 10−6 K−1 and α2 = −145 × 10−6 K−1), the in-plane uniaxial magnetic anisotropy (UMA) of FeGa can be reoriented 90° by changing the temperature across 295 K where the films are magnetically isotropic. Thus, the magnetization of FeGa can be reversed by the thermal cycling between 280 and 320 K under a constant magnetic field lower than coercivity. Moreover, under the assistance of thermal deformation with slightly heating the samples to the critical temperature, the electric field of ± 267 kV cm−1 can well align the UMA along the two orthogonal directions. The new route of combining thermal and electrical control of magnetic properties realized in PVDF-based flexible multiferroic materials shows good prospects in application of flexible thermal spintronic devices and flexible microwave magnetic materials. PMID:25370605

  13. Gravitational radiation from the Galaxy

    NASA Technical Reports Server (NTRS)

    Hils, D.; Bender, P. L.; Webbink, R. F.

    1990-01-01

    The spectral flux of gravitational radiation incident on earth from the Galactic W UMa binaries, unevolved binaries, cataclysmic binaries, neutron star binaries, black hole-neutron star binaries, and close white dwarf binary (CWDB) systems is calculated. The peak values for the strain amplitude hv produced by the binaries are: log hv = -17.0/sq rt Hz at log v = -4.40 Hz for W UMa's; log hv = -16.5/sq rt Hz at log v = -5.50 Hz for unevolved binaries; log hv = -18.2/sq rt Hz at log v = -5.15 Hz for neutron star binaries; log hv = -17.0/sq rt Hz at log v = -4.7 Hz for black hole-neutron star binaries; log hv = -18.0 /sq rt Hz at log v = -4.10 Hz for cataclysmic binaries, and log hv = -27.0/sq rt Hz at log v = -4.0 Hz for CWDBs. The gravitational flux at ultralow frequencies is emitted mainly by unevolved binaries. The integrated flux incident on earth is about 2.4 x 10 to the -9th ergs/sq cm/s.

  14. Gilbert damping in CoFeB/GaAs(001) film with enhanced in-plane uniaxial magnetic anisotropy

    PubMed Central

    Tu, H. Q.; Liu, B.; Huang, D. W.; Ruan, X. Z.; You, B.; Huang, Z. C.; Zhai, Y.; Gao, Y.; Wang, J.; Wei, L. J.; Yuan, Y.; Xu, Y. B.; Du, J.

    2017-01-01

    A 3.5 nm amorphous CoFeB film was sputtered on GaAs (001) wafer substrate without applying magnetic field during deposition, and a significant in-plane uniaxial magnetic anisotropy (UMA) field (Hu) of about 300 Oe could be achieved. To precisely determine the intrinsic Gilbert damping constant (α) of this film, both ferromagnetic resonance (FMR) and time-resolved magneto-optical Kerr effect (TRMOKE) techniques were utilized. With good fitting of the dynamic spectra of FMR and TRMOKE, α is calculated to be 0.010 and 0.013, respectively. Obviously, the latter is 30% larger than the former, which is due to the transient heating effect during the TRMOKE measurement. In comparison with ordinary amorphous CoFeB films with negligible magnetic anisotropies, α is enhanced significantly in the CoFeB/GaAs(001) film, which may be mainly resulted from the enhanced spin-orbit coupling induced by the CoFeB/GaAs interface. However, the significant in-plane UMA plays minor role in the enhancement of α. PMID:28262841

  15. Two-steps extraction of essential oil, polysaccharides and biphenyl cyclooctene lignans from Schisandra chinensis Baill fruits.

    PubMed

    Cheng, Zhenyu; Yang, Yingjie; Liu, Yan; Liu, Zhigang; Zhou, Hongli; Hu, Haobin

    2014-08-05

    A method for two-steps extraction of essential oil, polysaccharides and lignans from Schisandra chinensis Baill had been established. Firstly, S. chinensis was extracted by hydro-distillation, the extracted solution was separated from the water-insoluble residue and precipitated by adding dehydrated alcohol after the essential oil was collected, and then the precipitate as polysaccharide was collected. Finally, second extraction was performed to obtained lignans from the water-insoluble residue with ultrasonic-microwave assisted extraction (UMAE) method. Response surface methodology was employed to optimize the UMAE parameters, the optimal conditions were as follows: microwave power 430W, ethanol concentration 84%, particle size of sample 120-mesh sieves, ratio of water to raw material 15 and extraction time 2.1min. Under these optimized conditions, the total extraction yields of five lignans (Schisandrol A, Schisantherin A, Deoxyschisandrin, Schisandrin B and Schisandrin C) had reached 14.22±0.135mg/g. Compared with the traditional method of direct extraction of different bioactive components in respective procedure, the extraction yields of polysaccharides and the five lignans had reached 99% and 95%, respectively. The mean recoveries of the 5 lignan compounds and polysaccharides were 97.75-101.08% and their RSD value was less than 3.88%.The approach proposed in this study not only improved the extraction yield of lignans, but also elevated the utilization of Schisandra resources.

  16. Regional Localization with the Hawaii Island Infrasound Network

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Perttu, A. B.; Garces, M. A.; Thelen, W. A.

    2013-12-01

    The Big Island of Hawaii is home to an extensive network of infrasound arrays, with additional arrays in Maui and Kauai. Four of the six Hawaii arrays are focused on Kilauea volcano. This project examines several methods for estimating source location, onset time, duration, and source energetics from regional infrasonic signals, with an emphasis on improving signal characterization. Diverse persistent natural and anthropogenic regional sources provide a data set for addressing localization with the Hawaii network. Explosions at the Pohakuloa Training Area, rock falls within the Halema'uma'u vent, and a repetitive unknown signal off the coast of Maui supply transient signals with known and unknown locations. In addition, Halema'uma'u and Pu'u O'o vents both produce infrasonic tremor with known locations. Well-constrained signal discrimination and characterization is essential for good location results. This paper presents progress in signal processing, feature extraction, and event association with standardized, self-similar, logarithmic time-frequency multiresolution algorithms. The Infrasonic Energy, Nth Octave (INFERNO) energy estimation suite of Garces (2013) is used in conjunction with the PMCC4 array processing algorithm to extract standardized signal features and parameters for improved regional association, localization, and source characterization.

  17. Extraction of dihydroquercetin from Larix gmelinii with ultrasound-assisted and microwave-assisted alternant digestion.

    PubMed

    Ma, Chunhui; Yang, Lei; Wang, Wenjie; Yang, Fengjian; Zhao, Chunjian; Zu, Yuangang

    2012-01-01

    An ultrasound and microwave assisted alternant extraction method (UMAE) was applied for extracting dihydroquercetin (DHQ) from Larix gmelinii wood. This investigation was conducted using 60% ethanol as solvent, 1:12 solid to liquid ratio, and 3 h soaking time. The optimum treatment time was ultrasound 40 min, microwave 20 min, respectively, and the extraction was performed once. Under the optimized conditions, satisfactory extraction yield of the target analyte was obtained. Relative to ultrasound-assisted or microwave-assisted method, the proposed approach provides higher extraction yield. The effect of DHQ of different concentrations and synthetic antioxidants on oxidative stability in soy bean oil stored for 20 days at different temperatures (25 °C and 60 °C) was compared. DHQ was more effective in restraining soy bean oil oxidation, and a dose-response relationship was observed. The antioxidant activity of DHQ was a little stronger than that of BHA and BHT. Soy bean oil supplemented with 0.08 mg/g DHQ exhibited favorable antioxidant effects and is preferable for effectively avoiding oxidation. The L. gmelinii wood samples before and after extraction were characterized by scanning electron microscopy. The results showed that the UMAE method is a simple and efficient technique for sample preparation.

  18. New CCD photometry of the eclipsing binary system V1067 Her

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Darwish, M. S.; Saad, M. S.; Hanna, M. A.; Nasser, M. A.; Hamdy, M. A.; Beheary, M. M.; Gadallah, K. A.; Shokry, A.

    2017-01-01

    We present a new set of CCD photometric observations for the short period eclipsing binary 1SWASP J1743 (= V1067 Her). We have determined the available times of light minima and two new linear and quadratic ephemerides have been obtained. The photometric solutions for the system have been performed using Wilson and Devinney Code. The 3D and fill out configuration revealed that V1067 Her is an over contact W UMa binary with relatively low fill-out factor of about 16%. We investigated the period variation for the system. It showed a strong evidence of period changes by using the (O-C) residual diagram method and we have concluded long-term orbital period decrease rate dP/dt= -3.0 × 10-7 d/yr, corresponding to a time scale 8.6 × 105 yr. Such period decrease in the A-type W UMa systems is usually interpreted to be due to mass transfer from the more to the less massive component.

  19. CCD Photometry and Roche Modeling of the Eclipsing Overcontact Binary Star System TYC 01963-0488-1

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Alton, K. B.

    2016-12-01

    TYC 01963-0488-1 (ASAS J094440+2632.1) is a W UMa binary system (P=0.427036 d) which has been largely overlooked since first being detected nearly 15 years ago by the ROTSE-I telescope. Other than the monochromatic ROTSE-I survey data, no multi-colored light curves (LC) have been published. Photometric data collected in three bandpasses (B, V and Ic) at UnderOak Observatory (UO) produced 5 new times-of-minimum for TYC 01963-0488-1 which were used to establish a linear ephemeris from the first Min I epoch (HJD0). No published radial velocity data are available for this system; however, since this W UMa binary undergoes very obvious total eclipses, Roche modeling yielded a well-constrained photometric value for q ( 0.25). There is a suggestion from the ROTSE-I data and new results herein that Max II is more variable than Max I. Therefore, Roche model fits for the TYC 01963-0488-1 LCs collected in 2015 were assessed with and without spots.

  20. Gilbert damping in CoFeB/GaAs(001) film with enhanced in-plane uniaxial magnetic anisotropy

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Tu, H. Q.; Liu, B.; Huang, D. W.; Ruan, X. Z.; You, B.; Huang, Z. C.; Zhai, Y.; Gao, Y.; Wang, J.; Wei, L. J.; Yuan, Y.; Xu, Y. B.; Du, J.

    2017-03-01

    A 3.5 nm amorphous CoFeB film was sputtered on GaAs (001) wafer substrate without applying magnetic field during deposition, and a significant in-plane uniaxial magnetic anisotropy (UMA) field (Hu) of about 300 Oe could be achieved. To precisely determine the intrinsic Gilbert damping constant (α) of this film, both ferromagnetic resonance (FMR) and time-resolved magneto-optical Kerr effect (TRMOKE) techniques were utilized. With good fitting of the dynamic spectra of FMR and TRMOKE, α is calculated to be 0.010 and 0.013, respectively. Obviously, the latter is 30% larger than the former, which is due to the transient heating effect during the TRMOKE measurement. In comparison with ordinary amorphous CoFeB films with negligible magnetic anisotropies, α is enhanced significantly in the CoFeB/GaAs(001) film, which may be mainly resulted from the enhanced spin-orbit coupling induced by the CoFeB/GaAs interface. However, the significant in-plane UMA plays minor role in the enhancement of α.

  1. A Photometric Study of Four Recently Discovered Contact Binaries: 1SWASP J064501.21+342154.9, 1SWASP J155822.10-025604.8, 1SWASP J212808.86+151622.0, and UCAC4 436-062932

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Djurašević, G.; Essam, A.; Latković, O.; Cséki, A.; El-Sadek, M. A.; Abo-Elala, M. S.; Hayman, Z. M.

    2016-09-01

    We present new, high-quality multicolor observations of four recently discovered contact binaries, 1SWASP J064501.21+342154.9, 1SWASP J155822.10-025604.8, 1SWASP J212808.86+151622.0, and UCAC4 436-062932, and analyze their light curves to determine orbital and physical parameters using the modeling program of G. Djurašević. In the absence of spectroscopic observations, the effective temperatures of the brighter components are estimated from the color indices, and the mass ratios are determined with the q-search method. The analysis shows that all four systems are W UMa type binaries in shallow contact configurations, consisting of late-type main-sequence primaries and evolved secondaries with active surface regions (dark or bright spots) resulting from magnetic activity or ongoing transfer of thermal energy between the components. We compare the derived orbital and stellar parameters for these four variables with a large sample of previously analyzed W UMa stars and find that our results fit it well.

  2. Populações estelares em galáxias HII

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Westera, P.; Cuisinier, F.; Telles, E.; Kehrig, C.

    2003-08-01

    Analisamos o conteúdo estelar de 74 galáxias HII a partir do contínuo observado nos espectros ópticos dessas galáxias, utilizando métodos de síntese de população estelar. Descobrimos que todas as galáxias para as quais encontramos soluções contêm uma população estelar velha que domina a massa estelar, e numa maioria dessas também encontramos evidência de uma população de idade intermediaria além da geração jovem que está se formando agora. Concluímos que a formação estelar dessas galáxias se realiza em surtos individuais, Esses surtos são interrompidos por longos períodos de inatividade, com os primeiros consumindo a maior parte do gás. Sugerimos, portanto, que as galáxias HII sejam galáxias anãs normais flagradas em um período de surto.

  3. A mid-infrared search for substellar companions of nearby planet-host stars

    SciTech Connect

    Hulsebus, A.; Marengo, M.; Carson, J.; Stapelfeldt, K.

    2014-03-20

    Determining the presence of widely separated substellar-mass companion is crucial to understand the dynamics of inner planets in extrasolar planetary systems (e.g., to explain their high mean eccentricity as inner planets are perturbed by the Kozai mechanism). We report the results of our Spitzer/Infrared Array Camera (IRAC) imaging search for widely separated (10''-25'') substellar-mass companions for 14 planet-host stars within 15 pc of the Sun. Using deep 3.6 and 4.5 μm observations in subarray mode, we found one object in the field of 47 UMa with [3.6]–[4.5] color similar to a T5 dwarf, which is, however, unlikely to share common proper motion with 47 UMa. We also found three objects with brown-dwarf-like [3.6]–[4.5] color limits in the fields of GJ 86, HD 160691, and GJ 581, as well as another in the field of HD 69830 for which we have excluded common proper motion. We provide model-based upper mass limits for unseen objects around all stars in our sample, with typical sensitivity to 10 M {sub J} objects from a projected separation of 50-300 AU from the parent star. We also discuss our data analysis methods for point-spread-function subtraction, image co-alignment, and artifact subtraction of IRAC subarray images.

  4. Ultraviolet light curves of V535 Arae

    NASA Technical Reports Server (NTRS)

    Eaton, Joel A.

    1991-01-01

    The light curve of V535 Ara is determined from observations of this long-period W UMa binary in the UV, and its gravity darkening is estimated. The UV colors and spectral type correspond to (B - V)0 = 0.24, or A8V, and imply that the star should have very little residual convection in its envelope. It is concluded that the gravity darkening is large, as in a radiative star, unless it is modified by circulation in the common envelope, or unless all stars this warm are convective. Four solutions are obtained to a combination of optical and UV light curves, two for high radiative gravity darkening, and two for low convective gravity darkening. The light curves were fitted equally well in all four cases, while in all but the one with low-gravity darkening and a hot inner face there was a rather large global temperature difference between the two stars. It is suggested that the W UMa binaries are found only at spectral types later than about A8 because their outer envelopes must be convective to transfer luminosity.

  5. What we learn from eclipsing binaries in the ultraviolet

    NASA Technical Reports Server (NTRS)

    Guinan, Edward F.

    1990-01-01

    Recent results on stars and stellar physics from IUE (International Ultraviolet Explorer) observations of eclipsing binaries are discussed. Several case studies are presented, including V 444 Cyg, Aur stars, V 471 Tau and AR Lac. Topics include stellar winds and mass loss, stellar atmospheres, stellar dynamos, and surface activity. Studies of binary star dynamics and evolution are discussed. The progress made with IUE in understanding the complex dynamical and evolutionary processes taking place in W UMa-type binaries and Algol systems is highlighted. The initial results of intensive studies of the W UMa star VW Cep and three representative Algol-type binaries (in different stages of evolution) focused on gas flows and accretion, are included. The future prospects of eclipsing binary research are explored. Remaining problems are surveyed and the next challenges are presented. The roles that eclipsing binaries could play in studies of stellar evolution, cluster dynamics, galactic structure, mass luminosity relations for extra galactic systems, cosmology, and even possible detection of extra solar system planets using eclipsing binaries are discussed.

  6. Investigation of serendipitious WFC sources

    NASA Technical Reports Server (NTRS)

    Robinson, Edward L.

    1993-01-01

    The serendipitious WFC sources under investigation, i.e., those which just happened to lie in the field of view while another object was being studied, were disappointing. The integration times were chosen to suit the primary target not the serendipitous targets. UX UMa, CZ Ori, BI Ori, WX Cet and AR And were not detected. A long (approximately 17 ksec) pointed observation of UX Uma (PI Wood) has since been carried out (February 1993) and the data is expected shortly. The other observations were much more successful. V471 Tau was observed with the WFC for 6.5 hrs with the S1 filter and 1.1 hrs with the S2b filter. It was easily detected with a count rate of 0.03 cps in the S1 filter and 0.15 cps in the S2b filter. The oscillations were seen, even before the data was folded, as was expected from preliminary results from the survey (Barstow et al. 1992). The pointed observations provide a much better phase coverage of the oscillations than did the survey data where the coverage was sparse. These data will be presented in a paper with the PSPC data (PI's Robinson and Shipman) and the pulse profiles in the different wavelengths will be compared.

  7. Neutrino-driven wakefield plasma accelerator

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Rios, L. A.; Serbeto, A.

    2003-08-01

    Processos envolvendo neutrinos são importantes em uma grande variedade de fenômenos astrofísicos, como as explosões de supernovas. Estes objetos, assim como os pulsares e as galáxias starburst, têm sido propostos como aceleradores cósmicos de partículas de altas energias. Neste trabalho, um modelo clássico de fluidos é utilizado para estudar a interação não-linear entre um feixe de neutrinos e um plasma não-colisional relativístico de pósitrons e elétrons na presença de um campo magnético. Durante a interação, uma onda híbrida superior de grande amplitude é excitada. Para parâmetros típicos de supernovas, verificamos que partículas carregadas "capturadas" por essa onda podem ser aceleradas a altas energias. Este resultado pode ser importante no estudo de mecanismos aceleradores de partículas em ambientes astrofísicos.

  8. Estudo e aplicação do código de desembaraçamento espectral - Korel - em sistemas triplos

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Torres, K. B. V.; Vaz, L. P. R.

    2003-08-01

    O código KOREL é uma ferramenta adicional eficiente para a determinação simultânea de parâmetros orbitais espectroscópicos para o desembaraço de espectros individuais de sistemas estelares com até cinco componentes. Estudos já realizados (Torres,KBV,2002, Dissertação de Mestrado DF-ICEx-UFMG) mostram as limitações, aplicabilidade e eficiência do código para sistemas com duas componentes. Apresentamos, neste trabalho, a continuação dos estudos para sistemas com três componentes (sistemas hierárquicos), utilizando espectros sintéticos "gabaritos" de estrelas individuais em órbitas cujos parâmetros são conhecidos "a priori". Geramos os espectros compostos e verificamos como o código reproduz os parâmetros orbitais e espectros individuais em diversas situações físicas. É apresentado, ainda, uma discussão da aplicabilidade do código em sistemas reais como RV Crateris (Machado,ACM,1997, Dissertação de Mestrado DF-ICEx-UFMG), um sistema triplo cujas componentes eclipsantes estão, provavelmente, ainda na fase pré-sequência principal.

  9. The Galactic Distribution of Contact Eclipsing Binaries

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Castelaz, Michael W.; Dorn, Leah; Breitfeld, Abby; Mies, Regan; Avery, Tess

    2017-01-01

    The number of eclipsing contact binaries in different galactic latitudes and longitudes show peak distributions in the number per square degree in two latitudinal zones (-30 degrees to -25 degrees and +25 degrees to +30 degrees) and large fluctuations in longitude (Huang and Wade 1966, ApJ, 143, 146). Semi-detached or detached binaries are largely concentrated in the galactic plane as shown by Paczynski et al. (MNRAS, 368, 1311), different from the distribution of contact eclipsing binaries. The differences in distributions of different types of eclipsing binaries may be related to either distances or interstellar reddening. We will present a method to calculate photometric distances of W Urase Majoris systems (W UMa; used as a proxy for contact binaries) from 2MASS J and K magnitudes and interstellar reddening models (Schlafly and Finkbeiner 2011, ApJ. 737, 103). We compare the distances to those calculated from the period-luminosity-color relationship described by Rucinski (2004, NewAR, 48, 703). The W UMa systems are taken from the General Catalog of Variable Stars.

  10. Base de linhas moleculares para síntese espectral estelar

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Milone, A.; Sanzovo, G.

    2003-08-01

    A análise das abundâncias quí micas fotosféricas em estrelas do tipo solar ou tardia, através do cálculo teórico de seus espectros, emprega a espectroscopia de alta resolução e necessita de uma base representativa de linhas atômicas e moleculares com suas respectivas constantes bem determinadas. Nesse trabalho, utilizamos como ponto de partida as extensas listas de linhas espectrais de sistemas eletrônicos de algumas moléculas diatômicas compiladas por Kurucz para a construção de uma base de linhas moleculares para a sí ntese espectral estelar. Revisamos as determinações dos fatores rotacionais de Honl-London das forças de oscilador das linhas moleculares, para cada banda vibracional de alguns sistemas eletrônicos, seguindo a regra usual de normalização. Usamos as forças de oscilador eletrônicas da literatura. Os fatores vibracionais de Franck-Condon de cada banda foram especialmente recalculados empregando-se novas constantes moleculares. Reproduzimos, com êxito, as absorções espectrais de determinadas bandas eletrônicas-vibracionais das espécies moleculares C12C12, C12N14 e Mg24H em espectros de estrelas de referência como o Sol e Arcturus.

  11. A novel 2-oxoindolinylidene inhibitor of bacterial MurD ligase: Enzyme kinetics, protein-inhibitor binding by NMR and a molecular dynamics study.

    PubMed

    Simčič, Mihael; Pureber, Kaja; Kristan, Katja; Urleb, Uroš; Kocjan, Darko; Grdadolnik, Simona Golič

    2014-08-18

    N-(5-(5-nitro-2-oxo-1,2-dihydro-3H-indol-3-ylidene)4-oxo-2-thioxo-1,3-thiazolidin-3-yl)nicotinamide, a 2-oxoindolinylidene derivative with novel structure scaffold, was evaluated for inhibition potency against the MurD enzyme from Escherichia coli using an enzyme steady-state kinetics study. The compound exerted competitive inhibition with respect to UMA, a MurD substrate, and affected bacterial growth. Furthermore, we isolated and purified (13)C selectively labeled MurD enzyme from E. coli and evaluated the binding interactions of the new compound using the (1)H/(13)C-HSQC 2D NMR method. Molecular dynamics calculations showed stable structure for the MurD-inhibitor complex. The binding mode of novel inhibitor was determined and compared to naphthalene-N-sulfonamide-d-Glu derivatives, transition state mimicking inhibitors, UMA and AMP-PCP, an ATP analog. It binds to the UDP/MurNAc binding region. In contrast to transition state mimicking inhibitors, it does not interact with the enzyme's C-terminal domain, which can be beneficial for ligand binding. A pharmacophore pattern was established for the design of novel drugs having a propensity to inhibit a broad spectrum of Mur enzymes.

  12. Análise da aplicação e dos resultados do modelo OPM3® para a área da saúde

    PubMed Central

    Augusto dos Santos, Luis; de Fátima Marin, Heimar

    2015-01-01

    Esta pesquisa procurou analisar se um modelo de questionário criado por uma comunidade internacional de gerenciamento de projetos e se é aplicavél a organizações voltadas a área de saúde. O modelo OPM3® (Organizational Project Management Maturity Model) foi criado para que organizações de qualquer área ou porte pudessem identificar a presença, ou ausência, de boas práticas de gerenciamento. O objetivo da aplicação desse modelo é avaliar sempre a organização e não o entrevistado. No presente artigo, são apresentados os resultados da aplicação desse modelo em uma organização que possuía produtos e serviços de tecnologia da informação aplicados à área de saúde. Este estudo verificou que o modelo é aplicável de forma rápida e que a organização analisada possuía um número expressivo de boas práticas. PMID:26924862

  13. A psf-fitting pipeline for VVV-ESO: The star cluster Pismis 24

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Dias, R. A. G.; Bonatto, C.

    2014-10-01

    Este trabalho apresenta um algoritmo para a extração de dados fotométricos do catálogo "VISTA Variables in the Via Láctea" (VVV) do ESO. A principal característica do algoritmo é evitar a interação com o usuário mantendo precisão e profundidade fotométrica, de fato o algoritmo foi capaz de gerar dados mais precisos para as estrelas menos brilhantes (J gtrsim 16, H gtrsim 15,5 e H gtrsim 15) e confiável fotometria para estrelas mais de uma magnitude mais fracas do que as detectáveis com outras técnicas. Embora o algoritmo obtenha resultados menos precisos para as estrelas mais brilhantes, este provou ser o método mais adequado, uma vez que queremos trabalhar com aglomerados abertos jovens, onde a pré-sequência principal é de maior importância. Além disso, podemos combinar 2MASS e VVV para substituir as estrelas saturadas do VVV.

  14. In-plane uniaxial magnetic anisotropy induced by anisotropic strain relaxation in high lattice-mismatched Dy/Sc superlattices

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Benito, L.; Ballesteros, C.; Ward, R. C. C.

    2014-04-01

    We report on the magnetic and structural characterization of high lattice-mismatched [Dy2nm/SctSc] superlattices, with variable Sc thickness tSc= 2-6 nm. We find that the characteristic in-plane effective hexagonal magnetic anisotropy K66,ef reverses sign and undergoes a dramatic reduction, attaining values of ≈13-24 kJm-3, when compared to K66=-0.76 MJm-3 in bulk Dy. As a result, the basal plane magnetic anisotropy is dominated by a uniaxial magnetic anisotropy (UMA) unfound in bulk Dy, which amounts to ≈175-142 kJm-3. We attribute the large downsizing in K66,ef to the compression epitaxial strain, which generates a competing sixfold magnetoelastic (MEL) contribution to the magnetocrystalline (strain-free) magnetic anisotropy. Our study proves that the in-plane UMA is caused by the coupling between a giant symmetry-breaking MEL constant Mγ ,22≈1 GPa and a morphic orthorhombiclike strain ɛγ ,1≈10-4, whose origin resides on the arising of an in-plane anisotropic strain relaxation process of the pseudoepitaxial registry between the nonmagnetic bottom layers in the superstructure. This investigation shows a broader perspective on the crucial role played by epitaxial strains at engineering the magnetic anisotropy in multilayers.

  15. THE SHAPE OF LONG OUTBURSTS IN U GEM TYPE DWARF NOVAE FROM AAVSO DATA

    SciTech Connect

    Cannizzo, John K.

    2012-10-01

    We search the American Association of Variable Star Observers (AAVSO) archives of the two best-studied dwarf novae in an attempt to find light curves for long outbursts that are extremely well characterized. The systems are U Gem and SS Cyg. Our goal is to search for embedded precursors such as those that have been found recently in the high-fidelity Kepler data for superoutbursts (SOs) of some members of the SU UMa subclass of dwarf novae. For the vast majority of AAVSO data, the combination of low data cadence and large errors associated with individual measurements precludes one from making any strong statement about the shape of the long outbursts. However, for a small number of outbursts, extensive long-term monitoring with digital photometry yields high-fidelity light curves. We report the discovery of embedded precursors in two of three candidate long outbursts. This is the first time that such embedded precursors have been found in dwarf novae above the period gap in other than kepler data, and reinforces van Paradijs' finding that long outbursts in dwarf novae above the period gap and SOs in systems below the period gap constitute a unified class. The thermal-tidal instability to account for SOs in the SU UMa stars predicts embedded precursors only for short orbital period dwarf novae, therefore the presence of embedded precursors in long orbital period systems-U Gem and SS Cyg-argues for a more general mechanism to explain long outbursts.

  16. Um satélite brasileiro para observação do diâmetro solar

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Emilio, M.; Leister, N. V.; Benevides Soares, P.; Teixeira, R.; Kuhn, J.

    2003-08-01

    Propomos uma missão espacial para medir a forma e o diâmetro solar com o objetivo de ajudar a determinar o potencial gravitacional do Sol e a sua rotação com precisão, testar modelos teóricos de variação de energia e pela primeira vez medir os modos g de oscilação. As observações serão obtidas através do instrumento denominado APT (Astrometric and Photometric Telescope) descrito por Kuhn(1983). A sensibilidade do instrumento é de 0,2 mas em 27 dias para as observações do diâmetro solar feitas a cada minuto. Esta é uma missão de três anos de duração e pode complementar as medidas que serão feitas pelo satélite PICARD (a ser lançado em 2007). Outros parâmetros físicos podem ser obtidos com as mesmas imagens o que certamente interessará à comunidade de física solar. Um primeiro contato foi realizado com a agência espacial brasileira que pretende lançar um satélite científico a cada dois anos.

  17. Cross-sectional reference values of upper arm anthropometry of the Khasi tribal adolescents of Meghalaya, India.

    PubMed

    Basu, Debashis; Sun, Deimaphishisha; Banerjee, Indraneel; Singh, Y Momo; Kalita, Jennifer G; Rao, Vadlamudi Raghavendra

    2010-01-01

    The Khasi tribal people in India with their distinct ethnic identity have relative geographic isolation from the rest of the country. Although chronic energy deficiency has been documented in this population, their nutritional status has not been re-evaluated following a decade of economic growth in India. In this study, the nutritional status of an ethno-homogenous sample of contemporary Khasi tribal adolescent cohort of age 11+ to 17+ years in the state of Meghalaya, India has been assessed by cross sectional analysis. This was achieved through the use of the following derived anthropometric measurements - total upper arm area (TUA), upper arm muscle area (UMA), upper arm fat area (UFA), and arm fat index (AFI). A total of 670 adolescents (335 boys; 335 girls) participated in this study. In comparison with North American NHANES 1999-2002 standards, UMA, a measure of upper arm muscle mass, was lower at all age groups in Khasi girls. Conversely, in Khasi boys, AFI, a marker of upper arm fat mass was lower at all age groups, thereby showing a gender dimorphic difference in upper limb muscle and fat proportions. We conclude that in upper arm indirect anthropometry, contemporary Khasi adolescent children remain nutritionally deficient with gender dimorphic muscle and fat proportions.

  18. Polymerase chain reaction assay of ureaplasma strains isolated from high vaginal swabs of women in Ibadan, Nigeria.

    PubMed

    Agbakoba, N R; Adetosoye, A I; Adesina, O A; Adewole, I F

    2008-09-01

    Human ureaplasma previously had one species known as Ureaplasma urealyticum but was recently separated into 2 species, U. urealyticum and U. parvum. This study was carried out to separate the ureaplasma strains isolated from women attending a tertiary-care hospital in Nigeria. Thirty (30) Ureaplasma strains isolated from the vaginal tracts of 13 pregnant and 17 non-pregnant women were assayed. The polymerase chain reaction (PCR) technique was employed using two primer pairs: UMS-170/UMA-263 specific for U. urealyticum and UMS-57/UMA-222 specific for U. parvum. The positivity bands of the primer pairs were 476 bp and 326 bp for U. urealyticum and U. parvum respectively. All isolates were found to be U. urealyticumn (100%). Eleven (84.6%) of the 13 U. urealyticum from pregnant women were from asymptomatic women while from the non-pregnant women; 6 (35.3%) were from women with complaint of infertility problems; 5 (29.4%) from those who complained of vaginal discharge, one (5.9%) was asymptomatic while the remaining 5 (29.4%) had various other complaints. U. urealyticum is thus the prevalent species of Ureaplasma among pregnant and non-pregnant women in the study population and this to the best of our knowledge is a pioneer study to speciate human ureaplasmas in this country.

  19. Multiband photometric re-classification of ROTSE-I delta Scuti type stars

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Jin, H.; Kim, S.-L.; Kwon, S.-G.; Youn, J.-H.; Lee, C.-U.; Lee, D.-J.; Kim, K.-S.

    2003-06-01

    We present multi-passband CCD photometry of 20 ROTSE-I delta Scuti type pulsating stars and 1 RR Lyrae star to re-classify their variable types using the comparison of amplitudes between V and I passbands. For the re-classification, we used a criterion that pulsating stars have larger amplitude differences between passbands than eclipsing binaries because brightness changes of pulsating stars are mainly due to the temperature variations. As a result, only six stars were re-confirmed as delta Scuti variables and thirteen stars turned out to be W UMa type eclipsing binaries. The other two stars were identified as one cataclysmic variable and one non-variable, respectively. Our results suggest that a number of ROTSE-I delta Scuti type stars, which do not show typical pulsating light curves of high amplitude delta Scuti stars, are W UMa type eclipsing binaries. Table 3 is only available in electronic form at the CDS via anonymous ftp to cdsarc.u-strasbg.fr (130.79.128.5) or via http://cdsweb.u-strasbg.fr/cgi-bin/qcat?J/A+A/404/621

  20. Absolute calibration in the 1750 - 3350 A region

    NASA Technical Reports Server (NTRS)

    Strongylis, G. J.; Bohlin, R. C.

    1977-01-01

    The absolute flux measurements in the rocket ultraviolet made by Bohlin, Frimout, and Lillie (BFL) are revised using a more correct treatment of the air extinction that enters the air calibration of their instrument. The absorption by molecular oxygen and ozone, Rayleigh scattering, and extinction by aerosols is tabulated for general use in ultraviolet calibrations performed in air. The revised absolute flux of eta UMa and final fluxes for alpha Lyr and zeta Oph are presented in the 1750-3350 A region. The absolute flux of the star eta UMa is compared to four other independent determinations in the 1200-3400 A region and a maximum difference of 35% is found near 1500 A between the OAO-2 and Apollo 17 fluxes. The rocket measurements of BFL, the ANS and TD-1 satellite data, and the Apollo 17 data are compared to the ultraviolet fluxes from the OAO-2, demonstrating a photometric reproducibility of about + or - 3 percent. Therefore, all four sets of spectrophotometry can be reduced to a common absolute scale.

  1. Contagem de fontes de radio na direção de aglomerados ricos de galaxias

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Andreazza, C. M.; Andernach, H.

    A contagem de fontes de rádio, na direção de aglomerados ricos de galáxias, deve fornecer uma distribuçãto acima da média do campo devido aos efeitos do meio. No entanto, a distribução de radiofontes de alguns aglomerados, investigada por vários autores no passado, mostrou, em alguns casos, uma deficência de fontes fracas. Neste trabalho, analisamos os levantamentos em 2.7 GHz (Reuter e Andernach 1990, 1990A&AS...82..279R; Loiseau et al. 1988, 1988A&AS...75...67L) e o catálogo 6CII em 151 MHz (Hales et al. 1988, 1988MNRAS.234..919H). Nosso estudio da distribução de radiofontes, na direção de aglomerados ricos de galáxias, nestas duas frequências, mostra um excesso de fontes fortes somente nas regiões centrais dos aglomerados. Este resultado pode ser explicado devido à evidência de confinamento das radiofontes pelo gás, do meio intra-aglomerado, e devido aos processos de colisão, coalescência e canibalismo de galáxias.

  2. Rare case of nephrotic syndrome: Schimke syndrome.

    PubMed

    Pedrosa, Anna Kelly Krislane de Vasconcelos; Torres, Luiz Fernando Oliveira; Silva, Ana Corina Brainer Amorim da; Dantas, Adrianna Barros Leal; Zuntini, Káthia Liliane da Cunha Ribeiro; Aguiar, Lia Cordeiro Bastos

    2016-01-01

    Schimke syndrome corresponds to dysplasia of bone and immunity, associated with progressive renal disease secondary to nephrotic syndrome cortico-resistant, with possible other abnormalities such as hypothyroidism and blond marrow aplasia. It is a rare genetic disorder, with few reports in the literature. The most frequent renal involvement is nephrotic syndrome with focal segmental glomerulosclerosis and progressive renal failure. The objective of this study was to report a case of Schimke syndrome, diagnostic investigation and management of the case. Resumo A síndrome Schimke corresponde à displasia imuno-óssea, associada à doença renal progressiva secundária à síndrome nefrótica córtico-resistente, podendo haver outras anormalidades como hipotireoidismo e aplasia de medula óssea. Trata-se de uma patologia genética rara, com poucos relatos na literatura. O acometimento renal mais frequente é uma síndrome nefrótica por glomeruloesclerose segmentar e focal e falência renal progressiva. O objetivo deste estudo foi relatar um caso de síndrome de Schimke, investigação diagnóstica e condução do caso.

  3. Contribuições para o projeto da câmara infravermelha Spartan do telescópio SOAR

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Laporte, R.; Jablonski, F.; Loh, E.

    2003-08-01

    Como parte de uma colaboração entre a Divisão de Astrofísica do INPE, IAG-USP, Instituto do Milênio MEGALIT e a Michigan State University, trabalhamos durante um ano junto ao grupo do Dr. Edwin Loh (MSU) no projeto e detalhamento de diversos subsistemas para a câmara infravermelho Spartan do telescópio SOAR. Trata-se de um imageador para as bandas J, H e K que explora todo o potencial, em termos de qualidade de imagem e campo de visada, fornecido pelo sistema de óptica adaptativa de primeira ordem do telescópio SOAR. Projetamos soluções detalhadas para os subsistemas de rodas de filtros/grismas/máscaras de Lyot; subsistema de compactação do mosaico de detectores em duas versões distintas; subsistema de alimentação de Nitrogênio líquido. Mantivemos sempre uma supervisão geral sobre todas as partes restantes e os respectivos envelopes volumétricos produzindo soluções para a integração de todos os componentes. Neste trabalho, ilustramos as principais contribuições e fornecemos um resumo do estado atual do instrumento.

  4. Sensor de orvalho/chuva aplicado à operação de telescópios

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Raffaelli, J. C.; Neres, N. L.; Strauss, C.

    2003-08-01

    Foi desenvolvida uma estação meteorológica para o telescópio robótico Obelix do Observatório Abrahão de Moraes que inclui sensores de temperatura e umidade, além de um inédito sensor de orvalho e chuva que comanda o fechamento automático da cúpula caso haja perigo de condensação. Este sensor é composto de uma malha de segmentos metálicos próximos e detecta o aumento da condutividade do ar que precede a condensação. Esse método é mais confiável que o critério de 100% de umidade, que pode causar falsos alarmes devido a imprecisão dos sensores de umidade em geral e por não considerar a influência dos ventos que dificultam a condensação. O trabalho apresenta o método de construção desse sensor e os testes de avaliação. Sugere-se portanto a inclusão desse sensor nas estações meteorológicas dos telescópios do país.

  5. Manipulating magnetic anisotropies of Co/MgO(001) ultrathin films via oblique deposition

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Sheraz Ahmad, Syed; He, Wei; Tang, Jin; Zhang, Yong Sheng; Hu, Bo; Ye, Jun; Gul, Qeemat; Zhang, Xiang-Qun; Cheng, Zhao-Hua

    2016-09-01

    We present a systematic investigation of magnetic anisotropy induced by oblique deposition of Co thin films on MgO (001) substrates by molecular beam epitaxy at different deposition angles, i.e., 0°, 30°, 45°, 60°, and 75° with respect to the surface normal. Low energy electron diffraction (LEED), surface magneto-optical Kerr effect (SMOKE), and anisotropic magnetoresistance (AMR) setups were employed to investigate the magnetic properties of cobalt films. The values of in-plane uniaxial magnetic anisotropy (UMA) constant Ku and four-fold magnetocrystalline anisotropy constant K1 were derived from magnetic torque curves on the base of AMR results. It was found that the value of Ku increases with increasing deposition angle with respect to the surface normal, while the value of K1 remains almost constant for all the samples. Furthermore, by using MOKE results, the Ku values of the films deposited obliquely were also derived from the magnetization curves along hard axis. The results of AMR method were then compared with that of hard axis fitting method (coherent rotation) and found that both methods have almost identical values of UMA constant for each sample. Project supported by the Chinese Academy of Sciences-The World Academy of Sciences (CAS-TWAS) Fellowship Program, the National Basic Research Program of China (Grant Nos. 2015CB921403 and 2012CB933102), and the National Natural Science Foundation of China (Grant Nos. 51427801, 11374350, and 11274361).

  6. Photometric Properties of the Variable Star LZ Herculis

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Kim, Seung-Lee; Lee, Jae Woo; Kim, Chulhee; Lee, Chung-Uk; Kang, Yong Beom; Koo, Jae-Rim

    2005-12-01

    We present BV photometric results of the variable star LZ Her. Frolov & Irkaev classified it as a field SX Phe-type pulsating star, but our observations clearly show that LZ Her is not an SX Phe star, but rather a W UMa-type eclipsing binary, as reported by Garrido et al. The orbital period is derived to be 0.33173646 days by combining our data with that in the literature. The eclipsing light-curve solution from the Wilson-Devinney code shows that LZ Her belongs to the W subgroup of W UMa stars; the primary component is less massive and hotter, with a spectral type of F9-G0, and the secondary is more massive and cooler, with a spectral type G5-G6. The spectral types were estimated from the photometric light-curve solution. Asymmetric light curves could be explained by assuming a cool spot on the secondary star. In the observing field of LZ Her, we found a new eclipsing binary, 2MASS 17500367+2928020, with an orbital period of 0.3056 days.

  7. Secure transport and adaptation of MC-EZBC video utilizing H.264-based transport protocols☆

    PubMed Central

    Hellwagner, Hermann; Hofbauer, Heinz; Kuschnig, Robert; Stütz, Thomas; Uhl, Andreas

    2012-01-01

    Universal Multimedia Access (UMA) calls for solutions where content is created once and subsequently adapted to given requirements. With regard to UMA and scalability, which is required often due to a wide variety of end clients, the best suited codecs are wavelet based (like the MC-EZBC) due to their inherent high number of scaling options. However, most transport technologies for delivering videos to end clients are targeted toward the H.264/AVC standard or, if scalability is required, the H.264/SVC. In this paper we will introduce a mapping of the MC-EZBC bitstream to existing H.264/SVC based streaming and scaling protocols. This enables the use of highly scalable wavelet based codecs on the one hand and the utilization of already existing network technologies without accruing high implementation costs on the other hand. Furthermore, we will evaluate different scaling options in order to choose the best option for given requirements. Additionally, we will evaluate different encryption options based on transport and bitstream encryption for use cases where digital rights management is required. PMID:26869746

  8. Gravitational radiation from the Galaxy

    SciTech Connect

    Hils, D.; Bender, P.L.; Webbink, R.F. Illinois Univ., Urbana )

    1990-09-01

    The spectral flux of gravitational radiation incident on earth from the Galactic W UMa binaries, unevolved binaries, cataclysmic binaries, neutron star binaries, black hole-neutron star binaries, and close white dwarf binary (CWDB) systems is calculated. The peak values for the strain amplitude hv produced by the binaries are: log hv = -17.0/sq rt Hz at log v = -4.40 Hz for W UMa's; log hv = -16.5/sq rt Hz at log v = -5.50 Hz for unevolved binaries; log hv = -18.2/sq rt Hz at log v = -5.15 Hz for neutron star binaries; log hv = -17.0/sq rt Hz at log v = -4.7 Hz for black hole-neutron star binaries; log hv = -18.0 /sq rt Hz at log v = -4.10 Hz for cataclysmic binaries, and log hv = -27.0/sq rt Hz at log v = -4.0 Hz for CWDBs. The gravitational flux at ultralow frequencies is emitted mainly by unevolved binaries. The integrated flux incident on earth is about 2.4 x 10 to the -9th ergs/sq cm/s. 74 refs.

  9. A Planet Orbiting 47 Ursae Majoris

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Butler, R. Paul; Marcy, Geoffrey W.

    1996-06-01

    The G0 V star 47 UMa exhibits very low amplitude radial velocity variations having a period of 2.98 yr, a velocity amplitude of K = 45.5 m s-1, and small eccentricity. The residuals scatter by 11 m s-1 from a Keplerian fit to the 34 velocity measurements obtained during 8 yr. The minimum mass of the unseen companion is M2 sin i = 2.39 MJ, and for likely orbital inclinations of 30 deg--90 deg, its mass is less than 4.8 MJ. This mass resides in a regime associated with extrasolar giant planets (Burrows and coworkers). Unlike the planet candidates 70 Vir B and 51 Peg B, this companion has an orbital radius (2.1 AU) and eccentricity (e = 0.03) reminiscent of giant planets in our solar system. Its effective temperature will be at least 180 K due simply to absorbed stellar radiation, and probably slightly higher due to intrinsic heating from gravitational contraction (Guillot and coworkers). For 47 UMa B to be, instead, an orbiting brown dwarf of mass M > 40 MJ, the inclination would have to be i < 3.dg4, which occurs for only 0.18% of randomly oriented orbits. In any case, this companion is separated from the primary star by ~0."2, which portends follow-up work by astrometric and direct IR techniques.

  10. BK Lyncis: The Oldest Old Nova? or: Archaeo-Astronomy 101

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Kemp, Jonathan; Patterson, Joe; de Miguel, Enrique; Roberts, George; Campbell, Tut; Hambsch, Franz-J.; Krajci, Tom; Dvorak, Shawn; Koff, Robert A.; Morell, Etienne; Potter, Michael; Cejudo, David; Ulowetz, Joe; Boyd, David; Sabo, Richard; Rock, John; Oksanen, Arto

    2012-05-01

    We summarize the results of a 20-year campaign to study the light curves of BK Lyncis, a nova-like star strangely located below the 2-3 hour orbital period gap in the family of cataclysmic variables. Two "superhumps" dominate the nightly light curves - with periods 4.6% longer, and 3.0% shorter, than Porb. The first appears to be associated with the star's brighter states (V~14), while the second appears to be present throughout and becomes very dominant in the low state (V~15.7). It's plausible that these arise, respectively, from a prograde apsidal precession and a retrograde nodal precession of the star's accretion disk. In 2011-2, the star's light curve became indistinguishable from that of a dwarf nova - in particular, that of the ER UMa subclass. No such transition has ever been observed in a cataclysmic variable. Reviewing all the star's oddities, we speculate: (a) BK Lyn is the remnant of the probable nova on 30 December 101, and (b) it has been fading ever since, but has taken ~2000 years for the accretion rate to drop sufficiently to permit dwarf-nova eruptions. If such behavior is common, it can explain two other puzzles of CV evolution. One: why the ER UMa class even exists (because all can be remnants of recent novae). And two: the relative space densities of short- and long-period CVs, and of known nova remnants (set by the durations of these transient phases).

  11. Psychological distress and community approach to the voice of the community health agent.

    PubMed

    Paiva, Pâmela Câmpelo; Torrenté, Mônica de Olivera Nunes de; Landim, Fátima Luna Pinheiro; Branco, July Grassiely de Oliveira; Tamboril, Bruna Caroline Rodrigues; Cabral, Ana Larisse Teles

    2016-06-01

    The user in psychological distress needs a service that provides a targeted assistance, that welcomes when required, acting as originator care device to the user on the network of health care. This study aimed to describe how people in psychological distress are perceived by the community in the voice of the community health worker. It is a qualitative research conducted with eighteen Community Health Agents, a Primary Care Unit Health (UAP) located in BE IV, in Fortaleza, Ceará. We used a semi-structured and individual interview. Data processing was due to the content analysis. Ethical and legal aspects on the advice No. 957,595. Through the speeches of ACS, it describes how the community perceives the person in psychic suffering and how it positions itself in the face of your everyday problems, as regards the rejection, prejudice, discrimination ne loss of identity. However it is emphasized that, because of being inserted in the community, the community health worker realizes more accurate way in which this social group is the person in mental distress. The rejection of the person who became ill is seen as a fairly common reaction, accompanied by prejudice and discrimination, marginalizing her from society. O usuário em sofrimento psíquico necessita de um serviço que proporcione uma assistência direcionada, que acolha no momento necessário, atuando como dispositivo ordenador do cuidado ao usuário na rede de atenção a saúde. Objetivou-se descrever como as pessoas em sofrimento psíquico são percebidas pela comunidade na voz do agente comunitário de saúde. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, realizada junto a dezoito Agentes Comunitários de Saúde, de uma Unidade de Atenção Primaria a Saúde (UAPS) situada na SER IV, em Fortaleza-Ceará. Utilizou-se uma entrevista semiestruturada e individual. O processamento dos dados deu-se pela análise de conteúdo. Aspectos éticos e legais sob parecer Nº 957.595. Através dos discursos dos ACS, descrevemos

  12. [Metallosis: A Rare Cause of Autoimmune Hemolytic Anemia].

    PubMed

    Duarte, Joana; Correia, Lurdes; Simão, Adélia; Figueiredo, António; Carvalho, Armando

    2015-01-01

    Introdução: A anemia hemolítica pode estar associada a múltiplas etiologias, nomeadamente a tóxicos, como os metais, sendo esta uma causa rara.Caso Clínico: Homem de 55 anos de idade, sujeito a artroplastia total da anca direita (prótese não cimentada com articulação cerâmica-cerâmica, cujo componente acetabular era constituído por uma cúpula metálica composta por uma liga de titânio, vanádio e alumínio na qual encaixava um insert cerâmico). Cerca de quatro anos após esta intervenção cirúrgica referia ruídos na prótese com os movimentos. Foi sujeito a revisão cirúrgica tendo-se constatado a presença de líquido espesso intracapsular de cor escura, fractura do insert acetabular cerâmico e sinais de desgaste da cúpula metálica acetabular. Procedeu-se a lavagem abundante e substituição do insert cerâmico fracturado por um insert de polietileno. Dois meses depois recorreu ao Serviço de Urgência por degradação do estado geral, flutuação na anca direita e icterícia muco-cutânea. Analiticamente evidenciava valores compatíveis com anemia hemolítica autoimune. Foi feita punção articular com saída de abundante líquido metalótico. A tomografia computorizada revelou extensa colecção heterogénea quística intrapélvica com múltiplos fragmentos de prótese no seu interior, sugestivos de metalose. A anemia hemolítica foi interpretada como consequência da toxicidade das partículas e iões metálicos oriundos do desgaste da prótese. Iniciou corticoterapia em altas doses e posteriormente quando houve condições procedeu-se à substituição de todos os componentes da prótese e drenagem do material acumulado intra-pélvico.Discussão: Após a fractura do insert cerâmico a cabeça cerâmica passou a articular directamente com o componente acetabular metálico, originando os ruídos e desgaste com libertação de partículas e iões. Este material formou uma coleção quística intrapélvica, que passou despercebida na

  13. Is the Dark Side of the Moon Ever Illuminated by the Sun? (Breton Title: O Lado Escuro da Lua Nunca Apanha Sol?) El Lado Oscuro de la Luna Nunca Toma Sol?

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Giovannini, Odilon; Pellenz, Daiana; Catelli, Francisco

    2014-07-01

    This work presents the elaboration of an answer to the question "Is the dark side of the moon ever illuminated by the sun?", in which issues related to the students' conceptions, how they arise, and the core elements that constitute a "good answer" are considered. These issues are initially elaborated from a literature review of the research in the field; then, and also based on this review, a didactic model that involves the relative motions of the Earth - Moon - Sun system is proposed. A description of the application of this model in a learning environment within middle school students is described. This work confirms the students' initial concepts described in the literature; on the other hand, the questions asked by students during the activity provide evidence that meaningful learning, at least to some degree, has occurred. Este trabalho apresenta a elaboração de uma resposta à pergunta "O lado escuro da Lua nunca apanha sol?" na qual são consideradas questões relacionadas às concepções iniciais dos alunos, de onde elas surgem e os elementos centrais que constituem uma "boa resposta". Essas questões são tratadas, inicialmente, a partir de uma revisão da literatura sobre pesquisas na área e, em seguida, também com base nessa revisão, um objeto modelo didático que envolve os movimentos relativos do sistema Terra - Lua - Sol é proposto. Uma descrição detalhada da aplicação deste modelo em um ambiente de aprendizagem com alunos do ensino fundamental é relatada. As concepções iniciais apresentadas na literatura se confirmam e os questionamentos feitos pelos estudantes por ocasião da aplicação do modelo fornecem indícios de que uma aprendizagem significativa, pelo menos em algum grau, ocorreu. El artículo se presenta el desarrollo de una respuesta a la pregunta "¿El lado oscuro de la luna nunca toma sol?", en la que se consideran algunas cuestiones vinculadas que se refieren a las concepciones iniciales de los estudiantes, dónde surgen

  14. [Pharmacy Medicines Not Subject to Medical Prescription in Portugal: An Underused Access Opportunity?

    PubMed

    Martins, Ana Paula; Gonçalves, Elizabete; Marcelo, Ana; Vilão, Sergio; Aranda Silva, José

    2016-09-01

    Introdução: Em 2013 foi introduzida em Portugal a classificação quanto à dispensa de medicamentos não sujeitos a receita médica de dispensa exclusiva em farmácia, uma subclassificação dos medicamentos não sujeitos a receita médica. A existência desta classificação de medicamentos promove a acessibilidade aos medicamentos, garantindo a eficácia e a segurança na sua utilização, com benefícios para a saúde pública. O presente artigo analisa os medicamentos classificados como medicamentos não sujeitos a receita médica de dispensa exclusiva em farmácia ou com classificação equivalente em sete países europeus, Reino Unido, Dinamarca, Suécia, Noruega, Itália, República Checa e Portugal, e propõe uma lista preliminar das denominações comuns internacionais/ medicamentos que reúnem características que justificariam a sua classificação, em Portugal, como medicamentos não sujeitos a receita médica de dispensa exclusiva em farmácia. Material e Métodos: Para a seleção efetuada, foram analisadas, no universo dos medicamentos autorizados nos países em estudo denominações comuns internacionais/ apresentações que, em pelo menos num dos países considerados, se encontram classificadascomo medicamentos não sujeitos a receita médica de dispensa exclusiva em farmácia ou categoria equivalente, e/ou têm a classificação de medicamentos sujeitos a receita médica em Portugal e medicamentos não sujeitos a receita médica em algum dos países considerados.Resultados: A lista preliminar obtida continha 271 denominações comuns internacionais /apresentações diferentes. Cerca de 19% das denominações comuns internacionais selecionadas não possuíam uma autorização de introdução no mercado válida em Portugal e a maioria (42%) encontra-se classificada em Portugal como medicamentos não sujeitos a receita médica, uma percentagem menor (35%) como medicamentos sujeitos a receita médica, e apenas 4% como medicamentos n

  15. Condições físicas do disco de acréscimo da nova-anã V4140 SGR

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Borges, B.; Baptista, R.

    2003-08-01

    Discos de acréscimo são aparatos cósmicos que permitem que matéria seja eficientemente acrescida sobre uma fonte compacta pela remoção de momento angular via tensões viscosas enquanto transforma a energia potencial gravitacional em calor e, posteriormente, em radiação. Sistemas binários semi-ligados, como Variáveis Cataclísmicas (VCs) não-magnéticas, são talvez os melhores ambientes encontrados para o estudo da física desses discos de acréscimo. O desenvolvimento de técnicas de imageamento indireto, como o mapeamento por eclipses (MME) e a tomografia Doppler, permitiu avanços importantes na compreensão da física dos processos de acréscimo desses sistemas. V4140 Sagitarii é uma VC eclipsante de curto período orbital (~ 90 min) que não havia sido classificada como nova-anã ou polar. Neste trabalho apresentamos a análise do mapeamento por eclipse feito com dados de fotometria CCD nas bandas B, V e R de V4140 Sgr realizada no LNA. O objeto foi observado no declínio de erupção em julho de 1992 e em erupção em julho de 2001, isso indicou a classificação do sistema como uma nova-anã. A análise, feita sobre os mapas já apresentados em trabalho anterior, apresenta (i) diagrama cor-cor, que indica uma emissão opticamente espessa nas partes internas do disco em quiescência (R < RL1); (ii) diagrama cor-magnitude, usado para inferir uma distância de 600 +/- 10 pc ao sistema; (iii) a distribuição radial de temperatura observada que concorda com a lei de disco espesso em estado estacionário TµR-3/4, com temperaturas em torno de 10000 K e 3000 K ns partes internas e externas do disco em quiescência, respectivamente; (iv) a evolução da distribuição de temperatura no declínio de erupção; (v) estimativa da transferência de massa de 109.9+/-0.1 M¤/ano em quiescência, similar àquelas observadas em novas-like. O sistema é comparado à outras novas-anãs (e.g. OY Car e Z Cha) em quiescência e erupção, mostrando-se tratar um

  16. [Diabetes Knowledge Test Feasibility in Portugal].

    PubMed

    Azevedo, Constança; Santiago, Luiz

    2016-09-01

    Introdução: Dada a crescente incidência da diabetes tipo 2 e considerando que parte do seu controlo se deve à atitude do pacienteface à doença, torna-se importante munir os profissionais de saúde com ferramentas capazes de determinar as carências educacionais dos utentes, permitindo uma intervenção mais personalizada na correção de hábitos nocivos. Objetivos: Verificação da fiabilidade da Escala de Conhecimentos da Diabetes em Portugal. Análise e correlação das diferentes variáveis sociodemográficas e patológicas com o número de respostas corretas. Material e Métodos: Aplicação da escala a uma amostra de conveniência de diabéticos tipo 2 do Centro de Saúde da Covilhã.Resultados: Na generalidade, as questões obtiveram um valor de alfa de Cronbach > 0,800. Diabéticos com melhores resultados demonstraram maior controlo, estabelecendo uma relação positiva entre o conhecimento e o controlo da diabetes. Apenas 9,2% dos diabéticos apresentou bom conhecimento sobre a doença, sendo que a maioria (65,8%) demonstrou um conhecimento mediano. Os insulinotratados exibiram os piores resultados (77,6% com baixo conhecimento). As variáveis ‘via de tratamento’ e ‘complicações’ demonstraram ter impacto no desempenho obtido no questionário (valores p iguais a 0,00 e 0,048, respetivamente). Os diabéticos rurais, os sem complicações e os não insulinotratados revelaram-se os mais cumpridores e conhecedores. Discussão: Contrariando estudos anteriores, variáveis como a idade e o grau de escolaridade não demonstraram influenciar o conhecimentodo diabético. Habitantes do meio rural e diabéticos tratados oralmente obtiveram melhores resultados do que o que havia sido defendido previamente. Conclusão: Demonstrou-se a fidelidade psicométrica moderada a elevada do teste, assim como uma correlação positiva entre o controloda diabetes e o desempenho no inquérito. Espera-se que a sua futura aplicação possibilite identificar as

  17. [Adaptation and psychometric proprieties study for the Portuguese version of the Adolescent Coping Scale - Escala de Coping para Adolescentes].

    PubMed

    Guerreiro, Diogo Frasquilho; Cruz, Diana; Figueira, Maria Luísa; Sampaio, Daniel

    2014-01-01

    Introdução: O coping é um processo psicológico que leva ao ajustamento individual perante situações de stress. A Adolescent Coping Scale é um instrumento de investigação e uma ferramenta clínica, amplamente utilizada. O presente estudo tem como objectivos desenvolver uma versão Portuguesa da Adolescent Coping Scale e analisar as estratégias e estilos de coping dos jovens da nossa amostra.Material e Métodos: Um questionário anónimo compreendendo a Adolescent Coping Scale obteve respostas de 1 713 alunos (56% do sexo feminino, com idades compreendidas entre os 12 e os 20 anos e uma média etária de 16). O estudo de validade da escala contemplou: análise em componentes principais e avaliação da consistência interna; análise confirmatória através de modelo de equações estruturais. Posteriormente, foram comparadas por género as estratégias e estilos de coping da amostra (testes t para amostras independentes).Resultados: A estrutura final da adaptação da Adolescent Coping Scale reteve 70 itens, que avaliam 16 estratégias de coping agrupadas em três estilos distintos. As escalas apresentaram bons valores de consistência interna (alfas de Cronbach compreendidos entre 0,63 e 0,86, com a exceção de uma dimensão que apresentou um valor de 0,55) e o modelo confirmatório demonstrou bom fit (goodness of fit index compreendidos entre 0,94 e 0,96). Foram eliminadas duas estratégias de coping por motivos estatísticos (ausência de saturação de itens suficientes nas dimensões correspondentes). Verificámos que o estilo de coping focado na resolução do problema é aquele maioritariamente utilizado pelos adolescentes da nossa amostra, em ambos os sexos. No sexo feminino observaram-se valores médios mais elevados nos estilos de coping não produtivo e de referência a outros.Discussão: A versão adaptada apresenta elevada semelhança com a escala original, com alterações minor espectáveis tendo em conta que o coping é influenciado por

  18. Providing Meaningful Learning for Students of the Sixth Grade of Middle School: a Study on the Moon Phases. (Breton Title: Propiciando Aprendizagem Significativa Para Alunos do Sexto Ano do Ensino Fundamental: um Estudo sobre as Fases da Lua.) Propiciando el Aprendizaje Significativo Para Alumnos del Sexto Nivel de la Educación General Básica: un Estudio sobre Las Fases de la Luna

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Darroz, Luiz Marcelo; Samudio Pérez, Carlos Ariel; da Rosa, Cleci Werner; Heineck, Renato

    2012-07-01

    We relate in this article a didactic experience studying the moon phases with a group of middle school students of a private school of the municipality of Passo Fundo, RS. Based on David Ausubel's Meaningful Learning Theory, we have sought to develop a proposal following a didactic model which simulates the phases of the Moon, as based on the previous conceptions of the students. The signs of learning were evidenced by means of memory registries of the activity. From the obtained results we believe that the proposal achieved its goals, since the students were able to identify, differentiate and transfer the phenomenon of the moon phases to new contexts. Thus, it is concluded that a methodology focused on a meaningful content for the students is fundamental to the construction and genuine grasping of what is being learned. Neste artigo, relata-se uma experiência didática de estudo das fases da Lua com uma turma do 6° ano do Ensino Fundamental, de uma escola privada do município de Passo Fundo, RS. Tendo como fundamentação teórica a Teoria da Aprendizagem Significativa de David Ausubel, buscou-se desenvolver a proposta a partir de um modelo didático que simula as fases da Lua e com base nas concepções prévias dos estudantes. Os indícios da aprendizagem foram constatados através de registros de memórias da atividade. Pelos resultados apresentados, acredita-se que a proposta alcançou seus objetivos, uma vez que os estudantes conseguiram identificar, diferenciar e transferir o fenômeno das fases da Lua para novos contextos. Assim, conclui-se que uma metodologia com enfoque em um conteúdo significativo ao estudante é fundamental para a construção e compreensão genuína do que está sendo aprendido. En este artículo se relata una experiencia didáctica de estudio de las fases de la Luna con una clase de 6º año de la educación general básica de una escuela privada del municipio de Passo Fundo, RS. Teniendo como fundamentación teórica la Teor

  19. [Prevalence of Dental Caries in Type 1 Diabetic Patients Treated with Insulin Pump].

    PubMed

    Garcia, Rosana; Coelho, Ana; Paula, Anabela; Marques Ferreira, Manuel; Caramelo, Francisco; Barros, Luísa; Batista, Carla; Melo, Miguel; Silva, Mário Jorge; Carrilho, Eunice

    2016-08-01

    Introdução: A diabetes mellitus tipo 1 e a saúde oral relacionam-se de forma estrita e recíproca, reconhecendo-se nos pacientes diabéticos uma maior suscetibilidade a uma grande variedade de patologias orais. O objetivo do presente estudo consistiu em investigar a relação entre a prevalência da cárie dentária em indivíduos diabéticos tipo 1 tratados com bomba infusora de insulina e a de indivíduos não diabéticos.Material e Métodos: Realizou-se um estudo clínico observacional, analítico e transversal. Incluíram-se no grupo de estudo 30 indivíduos adultos com diabetes mellitus tipo 1 tratados com bomba infusora de insulina (selecionados do Centro Hospitalar da Universidade de Coimbra) e no grupo de controlo 30 doentes não diabéticos (selecionados por entre os acompanhantes dos primeiros). Os elementos de ambos os grupos foram observados entre janeiro e maio de 2015, na Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra, por um médico dentista. A avaliação clínica foi acompanhada do preenchimento de um formulário clínico adaptado aos objetivosda investigação. Para análise estatística assumiu-se um nível de significância de 5%.Resultados: O grupo de estudo apresentou valores semelhantes de índice de cárie dentária e de placa bacteriana aos registados no grupo de controlo. Não se registaram diferenças estatisticamente significativas entre os dois grupos no que diz respeito a hábitos de higiene oral e à frequência de visitas ao médico dentista.Discussão: Embora a dieta dos doentes diabéticos seja menos abundante em hidratos de carbono, prevendo uma menor exposição a alimentos cariogénicos, o elevado número de refeições ingeridas de forma fracionada pode aumentar o risco de cárie, uma vez que o valor de pH crítico para desmineralização é atingido mais vezes ao longo do dia. No entanto, a existência de uma patologia crónica pode determinar um elevado nível de cuidados preventivos gerais, inclusivamente resultando

  20. [Carotid atherosclerosis and white matter hypodensities: a controversial relationship].

    PubMed

    Félix-Morais, Ricardo; Sargento-Freitas, João; Silva, Fernando; Cordeiro, Gustavo; Nunes, César; Ribeiro, Joana; Cordeiro, Miguel; Moura, Cristina; Cunha, Luis

    2014-01-01

    Introdução: As hipodensidades da substância branca de provável etiologia vascular, são uma causa importante de morbilidade, condicionando deterioração cognitiva. No entanto, numerosas dúvidas persistem quanto à sua fisiopatologia. O objectivo deste estudo é clarificar o papel da aterosclerose carotídea e outros factores de risco vascular no desenvolvimento das hipodensidades da substância branca de provável etiologia vascular.Material e Métodos: Realizou-se uma avaliação imagiológica, por tomografia computadorizada crânio-encefálica e ecografia carotídea, com menos de um mês de intervalo. Procedeu-se à recolha de informação sobre os factores de risco vascular. Determinámos associações independentes entre hipodensidades da substância branca de provável etiologia vascular, espessura da íntima média carotídea, estenose carotídea ateromatosa e factores de risco vascular.Resultados: Foram incluídos 472 doentes, idade média de 67,32 (DP: 14.75), 274 (58,1%) sexo masculino. Os preditores independentes da hipodensidades da substância branca de provável etiologia vascular foram: idade (OR: 1,067, 95% IC: 1,049 – 1,086, p < 0,001) e a hipertensão (OR: 1,726, 95% IC: 1,097 – 2,715, p = 0,018). Não foi encontrada uma associação entre a espessura da intima média carotídea (OR: 2,613, 95% IC: 0,886 – 7,708, p = 0,082) ou grau de estenose carotídea (OR: 1,021, 95% IC: 0,785 – 1,328, p = 0,877) e hipodensidades da substância branca de provável etiologia vascular.Discussão: Dos diversos factores de risco analisados, apenas a idade e hipertensão se associaram de forma independente às hipodensidades da substância branca de provável etiologia vascular. Não foi encontrada uma relação entre a aterosclerose extracraniana, expressa pela espessura do complexo intima-média ou grau de estenose, com o desenvolvimento de hipodensidades da substância branca de provável etiologia vascular. Sendo a aterosclerose um fen

  1. Two magma bodies beneath the summit of Kīlauea Volcano unveiled by isotopically distinct melt deliveries from the mantle

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Pietruszka, Aaron J.; Heaton, Daniel E.; Marske, Jared P.; Garcia, Michael O.

    2015-03-01

    The summit magma storage reservoir of Kīlauea Volcano is one of the most important components of the magmatic plumbing system of this frequently active basaltic shield-building volcano. Here we use new high-precision Pb isotopic analyses of Kīlauea summit lavas-from 1959 to the active Halema'uma'u lava lake-to infer the number, size, and interconnectedness of magma bodies within the volcano's summit reservoir. From 1971 to 1982, the 206Pb/204Pb ratios of the lavas define two separate magma mixing trends that correlate with differences in vent location and/or pre-eruptive magma temperature. These relationships, which contrast with a single magma mixing trend for lavas from 1959 to 1968, indicate that Kīlauea summit eruptions since at least 1971 were supplied from two distinct magma bodies. The locations of these magma bodies are inferred to coincide with two major deformation centers identified by geodetic monitoring of the volcano's summit region: (1) the main locus of the summit reservoir ∼2-4 km below the southern rim of Kīlauea Caldera and (2) a shallower magma body <2 km below the eastern rim of Halema'uma'u pit crater. Residence time modeling suggests that the total volume of magma within Kīlauea's summit reservoir during the late 20th century (1959-1982) was exceedingly small (∼0.1-0.5 km3). Voluminous Kīlauea eruptions, such as the ongoing, 32-yr old Pu'u 'Ō'ō rift eruption (>4 km3 of lava erupted), must therefore be sustained by a nearly continuous supply of new melt from the mantle. The model results show that a minimum of four compositionally distinct, mantle-derived magma batches were delivered to the volcano (at least three directly to the summit reservoir) since 1959. These melt inputs correlate with the initiation of energetic (1959 Kīlauea Iki) and/or sustained (1969-1974 Mauna Ulu, 1983-present Pu'u 'Ō'ō and 2008-present Halema'uma'u) eruptions. Thus, Kīlauea's eruptive behavior is partly tied to the delivery of new magma batches

  2. [MAST and AUDIT. Evaluation of psychometric characteristics in patients with alcohol dependence].

    PubMed

    Fonte, Aníbal; Mota-Cardoso, Rui

    2013-01-01

    Introdução/Objectivo: Avaliar a correlação entre a pontuação no MAST e no AUDIT em doentes internados para desintoxicaçãopor dependência de álcool e analisar a possibilidade destas pontuações refletirem a intensidade da gravidade da dependência e dos problemas relacionados com o uso do álcool.Material e Métodos: Estudo correlacional. Doentes internados pela primeira vez, para tratamento por dependência de álcool. Além de uma entrevista estruturada, do MAST e do AUDIT, foi utilizado o SADD para avaliação do grau de dependência do álcool e o APQ para os problemas relacionados com o consumo de álcool.Resultados: A consistência interna (α de Cronbach) do MAST foi 0,77 e a do AUDIT foi 0,73. A correlação entre os dois instrumentos foi moderada (R = 0,497, p < 0,001). Ambos apresentam correlação moderada e significativa (p < 0,001) com o SADD e o APQ. O conjunto de itens do AUDIT dirigidos para a dependência têm maior correlação com o SADD do que com o APQ, sucedendo o inverso com o conjunto de itens pertencentes à dimensão problemas/consequências adversas. Os dois instrumentos apresentam correlação baixa com o volume de álcool consumido avaliado em g/d.Conclusão: Tanto o MAST como o AUDIT apresentam uma pontuação total que reflete a gravidade da dependência e das perturbações induzidas pelo álcool. Em populações clínicas estes instrumentos podem ser utilizados como variável contínua, para registo quantitativo da magnitude dos problemas. O AUDIT, relativamente ao MAST, tem a vantagem de apresentar um número menor de itens, ser mais fácil de responder e de cotar. O AUDIT tem ainda a vantagem de apresentar conjuntos de itens pertencentes a três dimensões (quantidade/frequência, dependência, problemas/consequências adversas) que podem ser analisados separadamente permitindo uma caracterização mais especificação das situações em estudo.

  3. [Hashimoto Thyroiditis and Periodontal Disease: A Narrative Review].

    PubMed

    Morais, Ana; Resende, Marta; Pereira, José

    2016-10-31

    Introdução: Atualmente há um crescente interesse no estudo das condições sistémicas com repercussões no periodonto. O objetivo deste artigo é determinar se existe uma relação entre a tireoidite de Hashimoto e a doença periodontal. Material e Métodos: Fundamentada na periodontologia baseada na evidência e na combinação das expressões: ‘Hashimoto disease’; ‘Hypothyroidism’; ‘Periodontal diseases’; ‘Systemic diseases’; optou-se pela pesquisa e avaliação de artigos presentes nas bases dedados Medline, Scopus e Thomson Reuters, selecionando 30 para a análise na íntegra. esultados: Vários são os trabalhos desenvolvidos na procura de um melhor entendimento sobre a complexidade e patogénese das doenças periodontais, associando-as a múltiplas condições sistémicas. Atualmente a relação melhor descrita na literatura é a da artrite reumatoide; contudo, outras relações têm sido apontadas como é o caso da tireoidite de Hashimoto. Discussão: A identificação de múltiplos mecanismos etiopatogénicos comuns à tireoidite de Hashimoto e à doença periodontal permite suspeitar de uma relação entre ambas. São exemplos a proliferação de linfócitos T helper 1 e 17 e suas repercussões periodontais, a disfunção do endotélio vascular da microcirculação gengival e a influência do hipotiroidismo sobre o metabolismo ósseo,nomeadamente ao nível do osso alveolar. Conclusão: Existe plausibilidade biológica que suporta o estabelecimento de uma relação de associação entre a tireoidite de Hashimoto e a doença periodontal. Contudo, os estudos atuais não são suficientes para comprovarem um nexo causal entre estas duas patologias, devendo, os mesmos, ser elaborados num futuro próximo, de forma a melhor determinar a sua relação e interação.

  4. Evolução química em galáxias compactas azuis (BCGs)

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Lanfranchi, G. A.; Matteucci, F.

    2003-08-01

    Neste trabalho, a formação estelar e evolução quí mica em galáxias Compactas Azuis (Blue Compact Galaxies - BCGs) foram estudadas através da comparação de previsões de modelos de evolução quí mica a várias razões de abundância quí mica observadas nestas galáxias. Modelos detalhados com recentes dados de nucleossí ntese e que levam em consideração o papel desempenahdo por supernovas de ambos os tipos (II e Ia) na evolução galáctica foram desenvolvidos para as BCGs permitindo seguir a evolução de vários elementos quí micos (H, D, He, C, N, O, Mg, Si, S, Ca, e Fe). O modelo é caracterizado pelas prescrições adotadas para a formação estelar, a qual ocorre em vários surtos de atividade separados por longos perí odos quiescentes. Após ajustar os melhores modelos aos dados observacionais, as previsões destes modelos foram comparadas também a razões de abundância observadas em sistemas Damped Lyman alpha (DLAs) e a origem do N (primária ou secundária) foi discutida. Alguns dos resultados obtidos são: i) as razões de abundância observadas nas BCGs são reproduzidas por modelos com 2 a 7 surtos de formação estelar com eficiência entre n = 0.2-0.9 Gano-1; ii) os baixos valores de N/O observados nestas galáxias são um resultado natural de uma formação estelar em surtos; iii) os modelos para BCGs podem reproduzir os dados dos DLAs, iv) uma quantidade "baixa" de N primário produzido em estrelas de alta massa pode ser uma explicação para os baixos valores de [N/a] observados em DLAs.

  5. Translation, Cultural Adaptation and Validation of the Power of Food Scale for Use by Adult Populations in Portugal.

    PubMed

    Ribeiro, Gabriela; Santos, Osvaldo; Camacho, Marta; Torres, Sandra; Mucha-Vieira, Filipa; Sampaio, Daniel; Oliveira-Maia, Albino J

    2015-01-01

    Introdução: A Power of Food Scale é uma escala que avalia um constructo designado por fome hedónica, frequentemente definido como o apetite por alimentos de elevada palatibilidade, mais do que a sua ingestão propriamente dita. Este estudo teve como objetivo a caracterização das propriedades psicométricas de uma versão portuguesa da Power of Food Scale, nomeadamente da sua fiabilidade e validade de constructo. Material e Métodos: Os dados foram obtidos de 1266 participantes adultos, provenientes de três amostras distintas: duas amostras não clínicas e uma amostra clínica de indivíduos com obesidade severa, candidatos a cirurgia da obesidade. Resultados: Verificamos que a estrutura factorial da versão portuguesa da Power of Food Scale é semelhante à do questionário original e que apresenta fiabilidade teste-reteste e validade de constructo adequadas. Adicionalmente, apresentamos neste estudo o primeiro contributo para a definição de normas populacionais para os scores da Power of Food Scale. Discussão: A versão portuguesa da Power of Food Scale apresentou boas propriedades psicométricas: é um instrumento válido e fiável para a avaliação do constructo fome hedónica, suportando a sua utilização tanto em amostras clínicas como não clínicas, bem como em estudos longitudinais. Conclusão: Estes resultados demostram que a versão portuguesa da Power of Food Scale é um instrumento útil, tanto em contexto clínico, como de investigação, nomeadamente para o estudo do constructo fome hedónica em populações de língua portuguesa, incluindo populações clínicas de indivíduos com obesidade.

  6. [Efficacy of the Vaccines Against Human Papillomavirus in Women Older than 24 Years in the Cervix Cancer Prevention].

    PubMed

    Pimenta Ribeiro, Jaime; Borges, Isabel

    2016-06-01

    Introdução: O cancro do colo do útero é o quarto tipo de cancro feminino mais comum e o segundo mais frequente nas mulheres entre os 15 e os 44 anos. A infeção pelo vírus do papiloma humano é condição necessária na quase totalidade dos casos de cancro do colo do útero; trata-se de uma doença sexualmente transmissível e todas as mulheres sexualmente ativas estão em risco de contrair infeção. Atualmente existem três vacinas contra o vírus do papiloma humano, e apesar da sua eficácia estar bem comprovada nas mulheres até aos 25 anos, não está totalmente estabelecida em idades superiores.Material e Métodos: Realizou-se uma revisão da literatura sobre a evidência atual relativa à eficácia das vacinas contra o vírus do papiloma humano nas mulheres com mais de 24 anos na prevenção do cancro do colo do útero e foi avaliada a qualidade da evidência segundo o sistema GRADE.Resultados: Foram identificados dois estudos controlados randomizados relevantes para a análise que envolveram um total de 9 571 participantes – 4 792 no grupo vacinado e 4 779 no grupo controlo – e reportaram dados relativos a 48 meses de follow-up. A redução do risco relativo foi de 41% (95% CI: 29 a 50%), – favorável para o grupo vacinado. Não existiram diferenças entre a segurança e tolerabilidade das vacinas nos grupos vacina e controlo.Conclusão: A evidência atual demonstra que as vacinas contra o vírus do papiloma humano 16 e/ou 18 nas mulheres com mais de 24 e até aos 45 anos apresentam uma eficácia importante na redução do risco de desenvolver infeção persistente e/ou adquirir lesões precursoras de cancro do colo do útero.

  7. Identificabilidade e estabilidade dos parâmetros no método Grade of Membership (GoM): considerações metodológicas e práticas

    PubMed Central

    Guedes, Gilvan Ramalho; Caetano, André Junqueira; Machado, Carla Jorge; Brondízio, Eduardo Sonewend

    2011-01-01

    O método Grade of Membership (GoM) tem sido cada vez mais utilizado por demógrafos brasileiros e tem a vantagem de possuir um parâmetro que mensura a heterogeneidade individual, com base nas correlações não-observáveis entre as categorias de resposta das variáveis de interesse, gerando um medida do grau de pertencimento de cada indivíduo a perfis extremos. Alguns autores, contudo, chamam atenção para questões importantes na calibragem dos modelos finais que utilizam o programa GoM versão 3.4, como o problema de identificabilidade – soluções múltiplas para parâmetros estimados. Neste artigo, é sugerido um procedimento capaz de identificar um modelo final com solução única que descreva os tipos puros mais fidedignos à base de dados, em uma tentativa de otimização. Para ilustrar esse processo, utilizou-se uma base de dados correspondente a um levantamento econômico e sociodemográfico de uma população de pequenos agricultores residentes ao longo da Rodovia Transamazônica, no Estado do Pará. Também identificou-se a existência de instabilidade nos parâmetros estimados pelo programa GoM 3.4, sendo proposto um método de estabilização de seus valores. Com esses procedimentos combinados, os usuários do programa GoM 3.4 poderão descrever sua base de dados de forma mais adequada e responder às críticas sobre questões de identificabilidade e estabilidade dos modelos resultantes. Essas soluções empíricas são relevantes por afetarem cálculos de prevalência e de incidência de eventos de interesse, além de trazerem consequências importantes sobre o ponto e o momento corretos para intervenções de políticas públicas ou de planejamento prospectivo em análises de projeção. PMID:21709732

  8. A Rare Window Into Magmatic Conduit Processes: Time Series Observations From Active Lava Lakes

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Lev, E.; Ruprecht, P.; Patrick, M.; Oppenheimer, C.; Peters, N.; Spampinato, L.; Hernandez Perez, P. A.; Unglert, K.; Barreyre, T.

    2015-12-01

    Time-lapse thermal images of the lake surface are used to investigate the circulation and cooling patterns of three lava lakes: Kilauea's Halema'uma'u crater, Mount Erebus, and Nyiragongo. We report results for the time-dependent, two-dimensional velocity and temperature fields of the lake surface. These data sets constrain the locations of flow divergence (upwelling) and convergence (downwelling), the distribution of distinct "plates" and "rifts", the dominant time scales for changes in flow pattern at each lake, and the physical properties of the magma. Upwelling and downwelling locations are strikingly different between the three lakes. Upwelling at Nyiragongo and Erebus occurs dominantly in the interior of the lake, where it is occasionally interrupted by catastrophic downwellings. At Halema'uma'u upwelling and downwelling occur consistently along the perimeter. It remains to be seen whether these differences are dictated merely by the system's geometry or are indicative of intrinsic factors such as melt viscosity, temperature and volatile and crystal content, or of conduit processes such as gas pistoning or slug flow. The availability of high resolution data at Halema'uma'u allows as us to document the evolution of crustal plates and rifts and to investigate the physical properties of the lava and the crust. The physical properties of the lake's surface control lake cooling rates, and thus need to be included in lake circulation and thermal evolution models. We produce time-temperature cooling curves from surface temperature profiles normal to surface rifts and by tracking the cooling of intra-plate bubble bursts. By comparing observations to analytical cooling models, we estimate a porosity of > 80% during the high stand of the lake, slightly higher than estimates of 70% for the upper 120 meters based on gravity data, and close to the porosity of clasts ejected from the lake during recent minor explosions. Furthermore,we find that the number of surface plates

  9. Innovation and communicative action: health management networks and technologies.

    PubMed

    Rivera, Francisco Javier Uribe; Artmann, Elizabeth

    2016-11-03

    This article discusses elements of a theory of innovation from the perspective of innovation networks and social construction of technology, based on Habermas' Theory of Communicative Action and authors from the Sociology of Innovation. Based on the theoretical framework of the communicative production of scientific facts, we focus on innovation management as a basic dimension that must meet some organizational and methodological requirements in order to power its results. We present and discuss instruments such as Situational Planning, Prospective Analysis, Strategic Portfolio Management, and Networks Management that can help deal with the challenge of innovation and exploration of the future. We conclude that network organizational formats centered on reflexivity of interdisciplinary groups and planning approaches that encourage innovation criteria in assessing the attractiveness of activities and that help anticipate forms of innovation through systematic prospective analysis can potentiate the process of generating innovation as a product of networks. Resumo: No artigo são discutidos elementos de uma teoria da inovação numa perspectiva de redes de inovação e de construção social da tecnologia, a partir da Teoria do Agir Comunicativo de Habermas e de autores da Sociologia da Inovação. Com base no marco teórico da produção comunicativa de fatos científicos, focamos a gestão da inovação como uma dimensão fundamental que deve contemplar alguns requisitos, tanto de natureza organizacional quanto metodológica, para potencializar seus resultados. Apresentamos e discutimos instrumentos como o Planejamento Situacional, a Análise Prospectiva, a Gestão Estratégica de Portfólios e a Gestão de Redes que podem contribuir para o desafio da inovação e exploração do futuro. Conclui-se que formas organizativas em rede, centradas na reflexividade de grupos interdisciplinares, e enfoques de planejamento que estimulem o uso de critérios de inovação na

  10. Campaign gravity results From kilauea volcano, hawaii, 2009-2011

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Wilkinson, S. K.; Poland, M. P.; Battaglia, M.

    2011-12-01

    The gravity and leveling networks at Kilauea's summit caldera consist of approximately 60 benchmarks that are measured with a gravimeter as well as leveled for elevation data. Gravity data were collected in December 2009, June 2010 and March 2011. Elevation data were collected in 2009 and 2010. For the gravity survey completed in March 2011, we use InSAR and GPS data to assess elevation changes at the time of the gravity survey. During December 2009-March 2011, Kilauea's summit was characterized by minor deflation, following trends established in mid-2007. In mid-2010, however, the summit began to inflate, with a rate that increased significantly in October 2010. This inflation was associated with a decrease in the effusion rate from the volcano's east rift zone eruptive vents, suggesting that Kilauea's magma plumbing system was backing up. On March 5, 2011, a 2-km-long fissure eruption began about 3 km west of Pu`u `O`o, causing rapid summit deflation as magma drained from beneath the summit to feed the new eruptive vents. The fissure eruption ended on March 9, at which time the summit began to reinflate. Preliminary analysis of gravity data collected before and after the fissure eruption indicates a complex pattern of mass flow beneath the summit caldera. Net summit deformation was negligible between December 2009 and June 2010, but there is a residual gravity high centered near Halema'uma'u Crater. For the December 2009 to March 2011 time period, the caldera shows net subsidence. A positive residual gravity anomaly is located southeast of Halema'uma'u Crater while a negative residual gravity anomaly exists north of Halema'uma'u Crater. These patterns are somewhat unexpected, given the sudden draining of magma from beneath the summit during the March 5-9 fissure eruption. We conclude that the campaign gravity data were not collected at the optimal times to "catch" this event. Nevertheless, the data can still be used to assess different aspects of Kilauea's magma

  11. Audition and exhibition to toluene - a contribution for the theme.

    PubMed

    Augusto, Lívia Sanches Calvi; Kulay, Luiz Alexandre; Franco, Eloisa Sartori

    2012-04-01

    Introdução: Com os avanços tecnológicos e as mudanças nos processos produtivos, os trabalhadores estão expostos a diferentes agentes físicos e químicos em seu ambiente laboral. O tolueno é um solvente orgânico presente em colas, tintas, óleos, dentre outros.Objetivo: Comparar os achados literários que evidenciam que trabalhadores expostos simultaneamente a ruído e solventes têm maior probabilidade de desenvolverem uma perda auditiva de origem periférica.Método: Revisão de literatura a respeito da perda auditiva ocupacional em trabalhadores expostos a ruído e tolueno.Resultados: A exposição isolada ao tolueno também pode desencadear uma alteração dos limiares auditivos. Estes achados audiométricos, por ototoxicidade a exposição ao tolueno, apresentam audiogramas semelhantes ao por exposição ao ruído, o que torna dificultoso diferenciar um resultado audiométrico de exposição combinada - ruído e tolueno - e exposição apenas ao ruído.Conclusão: A maioria dos estudos foi projetado para gerar hipóteses e deveria ser considerado como passos preliminares de uma pesquisa adicional. Até hoje os agentes no ambiente de trabalho e seus efeitos têm sido estudados de maneira isolada e os limites de tolerância destes, não consideram as exposições combinadas. Considerando que os trabalhadores estão expostos a múltiplos agentes e que a perda auditiva é irreversível, os testes implementados devem ser mais completos e todos os trabalhadores devem fazer parte do programa de prevenção auditiva, mesmo expostos a baixas doses do limite de exposição recomendado.

  12. [Prevalence of chromosomal abnormalities in spontaneous abortions or fetal deaths].

    PubMed

    Bastos, Raquel; Ramalho, Carla; Dória, Sofia

    2014-01-01

    Introdução: O abortamento espontâneo é um dos problemas mais frequentes da gravidez, estimando-se que afete, pelo menos, 25% das mulheres que tentam engravidar. O objetivo principal deste trabalho foi o estudo da prevalência das anomalias cromossómicas em perdas gestacionais, analisando a sua relação com a idade materna, idade gestacional e história de abortamentos prévios.Material e Métodos: Realizou-se um estudo retrospetivo em 401 casos de perdas de gravidez que efetuaram análise citogenética e anátomo-patológica, entre janeiro de 2008 e junho de 2012, no Centro Hospitalar de S. João.Resultados: Dos 401 casos enviados para estudo citogenético foi possível obter informação sobre o complemento cromossómico em 333 casos, dos quais 72,7% apresentaram cariótipo normal e 27,3% cariótipo anormal. As aneuploidias representaram 92,3% das cromossomopatias identificadas, sendo as trissomias as mais frequentes, associadas a uma idade materna avançada e a uma idade gestacional precoce. Não se verificou concordância entre os resultados da análise anátomo-patológica e citogenética.Discussão e Conclusão: A prevalência de anomalias cromossómicas, no primeiro trimestre, foi semelhante entre os casos de abortamento esporádico e recorrente. Com o aumento da idade materna observou-se um aumento das trissomias, com um incremento médio de 7,4% no risco de ocorrência por ano. Não foi estabelecida uma correlação cariótipo-patológica significativa. A contaminação materna da amostra foi o principal entrave à determinação exata da prevalência de anomalias cromossómicas. As técnicas de citogenética molecular já disponíveis podem colmatar esta e outras limitações da técnica convencional.

  13. Evolução temporal da explosão solar de 06 de junho de 2000 apresentando estruturas finas em rádio freqüências

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Fernandes, F. C. R.; Sawant, H. S.; Cecatto, J. R.; Caracini, A. G.; Vats, H. O.; Karlický, M.; Meszarosova, H.

    2003-08-01

    Em 06 de junho de 2000 (~15: 00-17: 00 UT), o Brazilian Solar Spectroscope (BSS) registrou uma explosão solar intensa no intervalo de freqüência de (1000-2000) MHz, com alta resolução temporal (100 ms) e espectral (5 MHz). A atividade solar relacionada a esta explosão associada à região ativa (AR) 9026 e classificada como X2.3 foi grande. O Ondrejov Observatory registrou rádio emissões até 4,5 GHz. O satélite SOHO registrou uma série de erupções solares, incluindo uma Ejeção de Massa Coronal (CME) tipo "full-halo" (~15: 54 UT). Explosões tipo II/IV também foram registradas. Na faixa de ondas decimétricas, este evento apresentou dois picos distintos (~15: 21 UT e ~16: 42 UT). O primeiro pico coincide com a explosão registrada em raios-X moles (GOES) e em raios-X duros (Yohkoh). Os espectros dinâmicos com alta resolução do BSS revelaram várias estruturas finas, principalmente emissões tipo "zebra" e "fibra", rádio pulsações, emissões tipo III e do único caso de emissões "zebra" harmônicas observado na faixa decimétrica. Neste trabalho, analisamos a evolução temporal e o comportamento global do evento de 06 de junho de 2000, com ênfase na identificação e associação da ocorrência de cada tipo de estrutura fina registrada em rádio com cada etapa da explosão. Resultados preliminares mostraram que, na fase pré-flare, as estruturas finas apresentaram taxa de deriva negativa (~ 70-190 MHz/s). As emissões tipo "zebra" concentram-se na fase de descida do primeiro pico impulsivo e na de subida do segundo pico. Enquanto que as emissões tipo "fibra" ocorrem em ambas fases, mas preferivelmente durante a fase de descida. Os resultados serão apresentados e discutidos.

  14. Investigação dos perfís temporais de alta resolução de explosões solares tipo-III decimétricas

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Cecatto, J. R.; Fernandes, F. C. R.; Sawant, H. S.; Madsen, F. R. H.

    2003-08-01

    Explosões solares tipo-III indicam a presença de feixes de elétrons acelerados durante "flares" solares. Sua investigação fornece informações tanto sobre os processos de aceleração de partículas quanto das características do agente causador e do local de aceleração. Explosões tipo-III decimétricas são geradas por feixes de elétrons viajando através de arcos magnéticos densos da baixa coroa solar. Os perfís temporais destes fenômenos, quando tomados com alta resolução, informam sobre os mecanismos de aceleração de partículas do feixe e o meio de transporte da energia liberada a partir da região de aceleração. Usando o Brazilian Solar Spectroscope (BSS), em operação no INPE, foram registradas dezenas de explosões tipo-III decimétricas, dentro da faixa de 2050-2250 MHz com alta resolução temporal (20 ms), em 13 de setembro de 2001, entre 13:00 e 16:10 UT. Foram selecionadas 10 explosões isoladas para uma investigação estatística detalhada de seus perfís temporais, em todos os cerca de 50 canais de freqüência. Os resultados indicam que cerca de 70% dos perfís temporais são complexos tanto durante a subida quanto descida. Os 30% restantes indicam que os perfís da subida podem ser bem representados, na maioria dos casos, por um processo não-linear e uma parcela significativa por processos lineares. Os perfís temporais da descida são dominados por um decaimento não-linear. Neste trabalho, será efetuada uma análise dos perfís temporais, tanto durante a subida quanto descida do fluxo, para as explosões selecionadas, em termos dos prováveis mecanismos de aceleração e relaxamento. 2

  15. [Characterization and Evolution of Avoidable Admissions in Portugal: The Impact of Two Methodologic Approaches].

    PubMed

    Sarmento, João; Alves, Conceição; Oliveira, Paula; Sebastião, Rita; Santana, Rui

    2015-01-01

    Introdução: O objectivo deste estudo é avaliar a performance dos sistemas de saúde através dos internamentos evitáveis, dado que estes têm vindo a ganhar importância a nível internacional. Foram utilizadas duas metodologias distintas para a identificação dos internamentos por Ambulatory Care Sensitive Conditions, fazendo uma descrição da realidade e a evolução destes em Portugal. Material e Métodos: Analisámos mais de 12 milhões de internamentos entre 2000 e 2012, utilizando as bases de dados de resumos de alta nacionais. Utilizaram-se duas metodologias de identificação das Ambulatory Care Sensitive Conditions, determinando a sua concordância. Calculámos cenários de melhoria potencial. Resultados: Em 2012, 4,4% e 32,5% dos internamentos por causas médicas seriam evitáveis segundo a metodologia canadiana e espanhola respectivamente. Os internamentos são mais frequentes nas crianças e nos idosos, divergindo as suas causas de acordo com o grupo etário e a metodologia utilizada. A taxa de internamentos no período em análise diminuiu 20% segundo a metodologia canadiana e aumentou 16% segundo a espanhola. Existem agregados regionais de performance acima e abaixo da média nacional. A concord ncia entre as duas metodologias é baixa. Estimaram-se reduções potenciais entre 20,3% e 53,5% dos internamentos.Discussão: Os internamentos evitáveis assumem um volume considerável em Portugal. Apesar de em teoria serem evitáveis a sua eliminação por completo não é uma possibilidade prática, no entanto, o seu estudo possibilita a avaliação e monitorização de resultados e o estabelecimento de prioridades de intervenção. Conclusão: Para uma caracterização mais precisa dos internamentos evitáveis é necessário consensualizar em Portugal a metodologia para a sua identificação.

  16. [Ovarian hyperstimulation syndrome: experience of a reproductive medicine center 2005-2011].

    PubMed

    Lima, Mariana; Sousa, Mário; Oliveira, Cristiano; Silva, Joaquina; Teixeira Da Silva, José; Cunha, Mariana; Viana, Paulo; Barros, Alberto

    2013-01-01

    Introdução: A Síndrome de Hiperestimulação Ovárica é uma complicação da hiperestimulação controlada do ovário realizada nos ciclos de reprodução medicamente assistida . O objetivo deste trabalho foi efetuar uma análise desses ciclos, para melhor compreensão daquela patologia, nomeadamente fatores de risco, formas de prevenção e tratamento da mesma e suas consequências. Materiais e Métodos: Análise retrospetiva de 4870 ciclos de reprodução medicamente assistida (2005 - 2011) com Síndrome de Hiperestimulação moderado (27) e grave (24). Foram estudados, os dados das características dos doentes, protocolos de estimulação, resultados embriológicos e clínicos, e tratamento efetuado. Resultados: No grupo com Síndrome de Hiperestimulação Ovárica a idade média foi inferior, a dose de rFSH + HMG foi mais baixa e os níveis de estradiol foram mais elevados. Nos grupos com Síndrome de Hiperestimulação, as taxas foram significativamente superiores para o número médio de ovócitos e blastocistos obtidos, de gravidez bioquímica e clínica, de implantação e de recém-nascidos. O parto muito pré-termo e a proporção de recém-nascidos com peso baixo e muito baixo foram superiores no grupo com Síndrome de Hiperestimulação Ovárica. As doentes com Síndrome de Hiperestimulação Ovárica grave foram hospitalizadas tendo apenas sido necessária medicação de suporte. Discussão: A Síndrome de Hiperestimulação Ovárica foi associada a condições de risco para o feto, nomeadamente prematuridade e baixo peso ao nascimento, devendo manter-se uma vigilância apertada da gravidez nestes casos. Conclusão: A idade jovem constitui um fator de risco de Síndrome de Hiperestimulação Ovárica e o nível de estradiol elevado foi preditor do mesmo, devendo levar à adoção de estratégias de prevenção.

  17. Cytomegalovirus infection and cervical cancer: from past doubts to present questions.

    PubMed

    Marinho-Dias, Joana; Sousa, Hugo

    2013-01-01

    Introdução: Desde os anos 60 que o Citomegalovírus tem sido estudado pelo potencial papel no desenvolvimento de cancro do colo do útero. Após várias décadas de estudos e relatos da presença de DNA viral em amostras cervico-vaginais, ainda permanecem dúvidas sobre qual a prevalência do Citomegalovírus no cólo do útero e se este pode ser um cofator da carcinogénese. Métodos: Nesta Revisão Sistemática pretendemos descrever a prevalência de Citomegalovírus em amostras cervicais, revendo todos os estudos publicados entre 1980 e 2011 que descrevem a infecção por Citomegalovírus em amostras cervicais e o desenvolvimento de lesões/carcinoma invasor. As frequências da infecção por Citomegalovírus foram calculadas de acordo com a região no mundo. Resultados: Este estudo revelou que a frequência bruta da infecção por Citomegalovírus no cólo do útero foi de 18,9% em todas as amostras e 36,5% em mulheres HPV positivas. A infecção por Citomegalovírus está presente em todas as diferentes lesões: 17,4% em normais/cervicite, 28,0% em LSIL, 19,7% em HSIL e 44,4% em CIS/ICC. A frequência global variou de 1,58% a 61,0%, com uma maior incidência em países menos desenvolvidos. Conclusão: Neste estudo, verificou-se uma elevada frequência de casos positivos para Citomegalovírus em todos os tipos de amostras cervico-vaginais, com maior incidência em mulheres infectadas por HPV e em casos de cancro. Assim, são necessários mais estudos para esclarecer se a infecção por Citomegalovírus é uma infecção oportunista ou se contribui para a imunossupressão favorecendo a carcinogénese associada ao HPV.

  18. [Bone Fractures in a Neonatal Intensive Care Unit].

    PubMed

    Machado, Angela; Rocha, Gustavo; Silva, Ana Isabel; Alegrete, Nuno; Guimarães, Hercília

    2015-01-01

    Introdução: As fraturas ósseas são raras durante o período neonatal. Algumas das fraturas, sobretudo as de ossos longos, podem ocorrer durante o parto. Por outro lado, os recém-nascidos internados em Unidades de Cuidados Intensivos Neonatais têm um risco aumentado de fraturas ósseas por várias razões.Objetivo: Avaliar a incidência e caracterizar as fraturas ósseas nos recém-nascidos internados numa Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais nível III.Material e Métodos: Análise retrospetiva dos recém-nascidos internados na Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais com o diagnóstico na alta de uma ou mais fraturas ósseas, entre janeiro de 1996 a junho de 2013.Resultados: Oitenta recém-nascidos apresentaram uma ou mais fraturas ósseas. Em 76 (95%) recém-nascidos, as fraturas foram atribuídas a traumatismo do parto. A fratura mais comum foi da clavícula em 60 (79%) recém-nascidos, seguida da fratura craniana em 6 (8%) recém-nascidos. Em dois (2,5%) recém-nascidos, prematuros de extremo baixo peso, as fraturas foram interpretadas como decorrentes de osteopenia da prematuridade. Ambos apresentaram fraturas múltiplas, um dos quais de várias costelas.Conclusão: Uma mudança das práticas obstétricas, aliada à melhoria dos cuidados prestados ao recém-nascido prematuro contribuíram para a diminuição da incidência de fraturas ósseas no período neonatal. Contudo nos recém-nascidos prematuros o seu diagnóstico pode estar subestimado, dado o elevado risco de desenvolvimento de fratura que estes recém-nascidos apresentam.

  19. Estudo de soluções locais e cosmológicas em teorias do tipo tensor-escalar

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Silva E Costa, S.

    2003-08-01

    Teorias do tipo tensor-escalar são a mais simples extensão possí vel da Relatividade Geral. Nessas teorias, cujo modelo padrão é a teoria de Brans-Dicke, a curvatura do espaço-tempo, descrita por componentes tensoriais, aparece acoplada a um campo escalar que, de certo modo, representa uma variação na constante de acoplamento da gravitação. Tais teorias apresentam soluções locais e cosmológicas que, em determinados limites, recaem nas apresentadas pela Relatividade Geral, mas que em outros limites trazem novidades, tais como conseqüências observacionais da evolução de flutuações primordiais distintas daquelas previstas pela Relatividade Geral (ver, por ex., Nagata et al., PRD 66, p. 103510 (2002)). Graças a esta possibilidade de trazer à luz novidades em relação à gravitação, teorias do tipo tensor-escalar podem ser vistas como um interessante campo alternativo de pesquisas para soluções dos problemas de massa faltante (ou escura) e/ou energia escura. Seguindo tal linha, este trabalho, ainda em sua fase inicial, apresenta soluções gerais de teorias do tipo tensor-escalar para diversas situações, verificando-se em que consiste a divergência dessas soluções dos casos tradicionais possí veis na Relatividade Geral. Como exemplos das soluções aqui apresentadas pode-se destacar uma expressão geral para diferentes soluções cosmológicas englobando diferentes tipos de matéria (representados por diferentes equações de estado), e a expressão para uma solução local representando um buraco negro com rotação, similar à solução de Kerr da Relatividade Geral. Por fim, é importante ressaltar que, embora aqui apresentem-se poucos resultados novos, na literatura sobre o assunto a maior parte das soluções apresentadas limita-se a uns poucos casos especí ficos, tal como soluções cosmológicas apenas com curvatura nula, e que mesmo as soluções disponí veis são, em geral, pouco divulgadas e, portanto, pouco conhecidas, e

  20. Abundâncias em estrelas de Bário

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Allen, D. M.

    2003-08-01

    Estrelas de Bário apresentam linhas intensas de elementos produzidos pelo processos (ex: Ba, Y, Sr, Zr) e bandas intensas de CN, C2 e CH. A hipótese mais aceita sobre a origem deste grupo peculiar é a de que essas estrelas façam parte de sistemas binários, tendo recebido material enriquecido em elementos pesados da companheira mais evoluída. Apresentamos neste trabalho uma análise detalhada de uma amostra de estrelas desta classe, incluindo determinação de parâmetros atmosféricos e cálculo de abundâncias. As temperaturas efetivas foram determinadas a partir de dados fotométricos obtidos com o Fotrap instalado no telescópio Zeiss do LNA (Laboratório Nacional de Astrofísica) (B-V, V-I, R-I, V-R), e coletados na literatura nos catálogos Hipparcos (B-V), 2MASS (Two Micron All Sky Survey) (V-K) e The General Catalogue Photometric Data (sistema Geneva). Obtivemos uma faixa de temperaturas de 4400 £ Tef £ 6500. As metalicidades foram determinadas a partir de linhas de Fe I e Fe II, estando os resultados no intervalo -1 £ [Fe/H] £ +0.1. O log g foi determinado pelo equilíbrio de ionização e pela relação com a magnitude bolométrica, a temperatura e a massa, sendo os resultados na faixa 1.5 £ log g £ 4.5. As distâncias utilizadas foram determinadas com o auxílio das paralaxes Hipparcos, e as massas determinadas por modelos de isócronas. Os espectros utilizados foram obtidos com o espectrógrafo FEROS no Telescópio de 1,5m do ESO (European Southern Observatory). As abundâncias foram calculadas por meio de síntese espectral de linhas individuais incluindo elementos alfa, pico do Fe, s e r. Encontramos um excesso de elementos pesados em relação ao Fe, como esperado para estrelas de Bário.

  1. Vínculos observacionais para o processo-S em estrelas gigantes de Bário

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Smiljanic, R. H. S.; Porto de Mello, G. F.; da Silva, L.

    2003-08-01

    Estrelas de bário são gigantes vermelhas de tipo GK que apresentam excessos atmosféricos dos elementos do processo-s. Tais excessos são esperados em estrelas na fase de pulsos térmicos do AGB (TP-AGB). As estrelas de bário são, no entanto, menos massivas e menos luminosas que as estrelas do AGB, assim, não poderiam ter se auto-enriquecido. Seu enriquecimento teria origem em uma estrela companheira, inicialmente mais massiva, que evolui pelo TP-AGB, se auto-enriquece com os elementos do processo-s e transfere material contaminado para a atmosfera da atual estrela de bário. A companheira evolui então para anã branca deixando de ser observada diretamente. As estrelas de bário são, portanto, úteis como testes observacionais para teorias de nucleossíntese pelo processo-s, convecção e perda de massa. Análises detalhadas de abundância com dados de alta qualidade para estes objetos são ainda escassas na literatura. Neste trabalho construímos modelos de atmosferas e, procedendo a uma análise diferencial, determinamos parâmetros atmosféricos e evolutivos de uma amostra de dez gigantes de bário e quatro normais. Determinamos seus padrões de abundância para Na, Mg, Al, Si, Ca, Sc, Ti, V, Cr, Mn, Fe, Co, Ni, Cu, Zn, Sr, Y, Zr, Ba, La, Ce, Nd, Sm, Eu e Gd, concluindo que algumas estrelas classificadas na literatura como gigantes de bário são na verdade gigantes normais. Comparamos dois padrões médios de abundância, para estrelas com grandes excessos e estrelas com excessos moderados, com modelos teóricos de enriquecimento pelo processo-s. Os dois grupos de estrelas são ajustados pelos mesmos parâmetros de exposição de nêutrons. Tal resultado sugere que a ocorrência do fenômeno de bário com diferentes intensidades não se deve a diferentes exposições de nêutrons. Discutimos ainda efeitos nucleossintéticos, ligados ao processo-s, sugeridos na literatura para os elementos Cu, Mn, V e Sc.

  2. [Hodgkin's Lymphoma and Autoimmunity: Is There a Relationship?].

    PubMed

    Jerónimo, Mónica; Silva, Sónia; Benedito, Manuela; Brito, Manuel João

    2015-01-01

    Introdução: A relação entre linfomas e doenças autoimunes é descrita na literatura como bidirecional, existindo poucos dados em idade pediátrica. Este trabalho tem como objetivo avaliar a prevalência de doenças autoimunes em crianças e adolescentes com linfoma de Hodgkin seguidos num Serviço de Oncologia Pediátrica. Material e Métodos: Ao rever a casuística do Serviço de linfomas de Hodgkin nos últimos 16 anos (dados colhidos prospetivamente), constatou-se uma incidência aparentemente elevada de doenças autoimunes nas raparigas pelo que se realizou um estudo retrospetivo, com atualização do seguimento fora de tratamento, relativamente à existência de doenças autoimunes. Avaliaram-se: idade, sexo, tipo de doença autoimune, relação temporal com o linfoma, estádio e grupo histológico do linfoma e terapêutica efetuada. Resultados: Incluíram-se 52 casos de linfoma de Hodgkin, dos quais sete (13,5%), todos do sexo feminino, tiveram uma doença autoimune diagnosticada previamente, em simult'neo ou posteriormente ao linfoma. As doenças autoimunes encontradas foram: artrite idiopática juvenil, doença inflamatória intestinal, doença de Behçet, hepatite autoimune, lúpus eritematoso sistémico, tiroidite de Hashimoto e púrpura trombocitopénica idiopática. Em quatro doentes o diagnóstico foi posterior ao linfoma, em dois, prévio, e num simult'neo. Todos os casos, exceto o diagnóstico simult'neo, estão fora de tratamento e sem recidiva da doença oncológica. Não se verificaram óbitos. Discussão: Verificou-se uma importante prevalência de doenças autoimunes nas raparigas com linfoma de Hodgkin. Apresentamos os dados e discutimos possíveis causas desta relação com base numa revisão bibliográfica. Conclusões: Esta associação deve ser evocada, sendo necessário mais estudos, sobretudo em idade pediátrica.

  3. PubMed

    Guedes, Gilvan Ramalho; Caetano, André Junqueira; Machado, Carla Jorge; Brondízio, Eduardo Sonewend

    2010-01-01

    O método Grade of Membership (GoM) tem sido cada vez mais utilizado por demógrafos brasileiros e tem a vantagem de possuir um parâmetro que mensura a heterogeneidade individual, com base nas correlações não-observáveis entre as categorias de resposta das variáveis de interesse, gerando um medida do grau de pertencimento de cada indivíduo a perfis extremos. Alguns autores, contudo, chamam atenção para questões importantes na calibragem dos modelos finais que utilizam o programa GoM versão 3.4, como o problema de identificabilidade - soluções múltiplas para parâmetros estimados. Neste artigo, é sugerido um procedimento capaz de identificar um modelo final com solução única que descreva os tipos puros mais fidedignos à base de dados, em uma tentativa de otimização. Para ilustrar esse processo, utilizou-se uma base de dados correspondente a um levantamento econômico e sociodemográfico de uma população de pequenos agricultores residentes ao longo da Rodovia Transamazônica, no Estado do Pará. Também identificou-se a existência de instabilidade nos parâmetros estimados pelo programa GoM 3.4, sendo proposto um método de estabilização de seus valores. Com esses procedimentos combinados, os usuários do programa GoM 3.4 poderão descrever sua base de dados de forma mais adequada e responder às críticas sobre questões de identificabilidade e estabilidade dos modelos resultantes. Essas soluções empíricas são relevantes por afetarem cálculos de prevalência e de incidência de eventos de interesse, além de trazerem consequências importantes sobre o ponto e o momento corretos para intervenções de políticas públicas ou de planejamento prospectivo em análises de projeção.

  4. [Problems identified in the package leaflets of the Portuguese non-generic medicines].

    PubMed

    Pires, Carla; Cavaco, Afonso; Vigário, Marina

    2015-01-01

    Introdução: Todos os medicamentos de uso humano são comercializados com um folheto informativo. Estes documentos devem ter uma lista inicial com a identificação de todas as secções, de acordo com o modelo europeu Quality Review of Documents e não serem muito extensos, i.e. com cerca de 1500 palavras. Apenas excepcionalmente são autorizados folhetos relativos a mais de uma dose e/ ou forma farmacêutica (folhetos mistos). Neste contexto, os objectivos incluem a identificação de problemas nos folhetos informativos de todos os medicamentos não genéricos portugueses quanto à presença da lista inicial, à frequência de folhetos mistos e ao número de páginas. Material e Métodos: Consulta dos folhetos na base pública Infomed de acordo com a classificação do Prontuário Terapêutico – 10 (1º trimestre 2012). Os dados recolhidos foram sujeitos a controlo de qualidade e tratamento estatístico. Resultados: Identificação de 2729 folhetos em 3080 especialidades farmacêuticas. Foram avaliados 2042 folhetos (687 não estavam disponíveis), em que 181 (8,9%) não apresentaram lista inicial e 351 (17,2%) eram mistos. O número médio de páginas foi 6,9 (DP = 2,6), o mínimo = 2 e o máximo = 26. Discussão: A leitura e compreensão adequadas dos folhetos portugueses em alguns casos podem estar comprometidas, dado que 1) alguns dos folhetos analisados não continham a lista inicial necessária à adequada localização das informações, 2) foram detetados folhetos mistos e/ou 3) foram encontrados folhetos com uma extensão acima do desejável. Conclusão: Os resultados deste estudo devem informar o processo de desenvolvimento e aprovação dos folhetos pelos titulares da autorização da introdução no mercado e pelas autoridades reguladoras.

  5. HD 208905: um sistema múltiplo de estrelas quentes

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Candeias, J. P.; Daflon, S.; Cunha, K.

    2003-08-01

    Durante o survey de associações OB do disco Galáctico, foi constatada a multiplicidade do sistema HD 208905, pertencentes à associação de Cep OB2. Este objeto está classificado como uma estrela pertencente a um sistema múltiplo, com magnitude mv = 7.0 e tipo espectral B1V. De fato, os espectros de HD 208905 apresentam perfis de absorção triplicados. Dois dos perfis são bastante similares entre si, e são estreitos e bem definidos, sugerindo que as velocidades rotacionais projetadas (v sin i) das duas estrelas são baixas. Os espectros obtidos também apresentam perfis mais alargados que poderiam ser atribuídos a uma terceira componente estelar com v sin i mais alto. A análise de HD 208905 é baseada no estudo da variação da posição relativa dos perfis espectrais de acordo com a fase do sistema. Nossos dados observacionais são um conjunto de espectros de alta resolução obtidos no McDonald Observatory (Universidade do Texas, Austin), Kitt Peak National Observatory e Palomar Observatory, cobrindo o período de 10/91 até 12/95. Inicialmente, calculamos a velocidade radial de cada componente do sistema, considerando o desvio Doppler sofrido por cada estrela. As velocidades radiais medidas foram, em seguida, corrigidas para velocidades radiais heliocêntricas. O passo seguinte constituiu na determinação da periodicidade da série temporal definida pelas medidas das velocidades radiais heliocêntricas através da análise de Fourier. A nossa base de dados não permitiu definir uma solução única para o sistema HD 208905. As possíveis soluções encontradas têm períodos entre 1 e 27 dias e serão apresentadas e discutidas.

  6. Establishing the Role of Unlinked Total Elbow Arthroplasty in Low Demand Patients: A Long-Term Follow-up Study.

    PubMed

    Machado, Sara; Almeida Pinto, Isabel; Pinto, Rui; Ribeiro de Oliveira, Paulo

    2016-06-01

    Introdução: Na maioria dos centros a experiência com a artroplastia total do cotovelo é escassa, parecendo existir taxas significativas de complicações associadas. A maioria dos estudos realizados até à data baseia-se em scores não validades e em resultados a curto prazo. Material e Métodos: Selecionamos doentes submetidos a artroplastia total do cotovelo, com uma amostra resultante de treze artroplastias, recorrendo ao mesmo tipo de prótese - não restritiva, de baixa demanda física, com seguimento médio pós-operatório de 72 meses. Aplicamos o score de Mayo e efetuamos um estudo radiográfico pré operatoriamente e durante o período de seguimento. Resultados: Todos os doentes possuem uma patologia inflamatória sistémica. O score de Mayo médio evoluiu de 43 pontos préoperatoriamente para 70 e 80 pontos no período de seguimento intermédio (em média 15 meses após a artroplastia) e no momento da última avaliação (em média 72 meses após a artroplastia) respetivamente. Registamos um aumento na amplitude de movimentos em todos os casos. Registamos um caso de falência mecânica e dois de neuropatia cubital transitória. Discussão: A disfunção do cotovelo acarreta grande perda na qualidade de vida do doente, incapacitando-o para atividades simples da sua vida diária. Pequenas melhorias na amplitude de movimentos e alívio da dor resultam em alterações significativas na capacidade funcional. Este estude surgiu da necessidade de esclarecer o resultado dos implantes existentes nos diferentes grupos populacionais. Conclusão: Bons resultados no alívio da dor e na capacidade funcional são obtidos a longo prazo com a artroplastia total do cotovelo não restritiva, que assim demonstra ser uma excelente opção terapêutica nos doentes de baixa demanda física com artropatia do cotovelo, nomeadamente na artrite reumatoide, condição comum e limitante na nossa população.

  7. Osteotomy at low-speed drilling without irrigation versus high-speed drilling with irrigation: an experimental study.

    PubMed

    Gaspar, João; Borrecho, Gonçalo; Oliveira, Pedro; Salvado, Francisco; Martins dos Santos, José

    2013-01-01

    Introdução: A cirurgia traumática pode afetar a maturação do tecido ósseo e, diminuir a previsibilidade de osteointegração, pelo que a lesão mecânica e térmica deve ser minimizada. O objectivo deste estudo foi avaliar as alterações histológicas imediatas provocadas pela osteotomia a 50 rpm sem irrigação e a 800 rpm com irrigação, no osso do coelho.Material e Métodos: Foram efectuadas 36 perfurações (18 com cada técnica) nas tíbias de seis coelhos adultos. A sequência debrocas utilizada foi: uma broca esférica com 1,5 mm de diâmetro, uma broca piloto com 2,0 mm de diâmetro, e uma broca com 3,5 mm de diâmetro. A cortical posterior das tíbias foi preservada, constituindo o osso de controlo. Procedeu-se à recolha das tíbias com os defeitos a analisar, para observação com microscópio óptico e análise qualitativa.Resultados: Os defeitos ósseos apresentaram bordos regulares. Observou-se tecido ósseo viável, vascularizado e com presença de osteócitos junto aos defeitos. A estrutura haversiana e lamelar do tecido encontrou-se mantida, bem como a rede vascular. A matriz extracelular não apresentou alterações. Os resultados indicam não haver diferenças histológicas entre as osteotomias a 800 rpm com irrigação e a 50 rpm sem irrigação.Conclusão: O nosso estudo sugere que as alterações no tecido ósseo provocadas pela osteotomia a 50 rpm sem irrigação e a 800 rpm com irrigação são semelhantes, e que ambas as técnicas mantêm o tecido ósseo viável para a colocação de implantes e respectiva osteointegração, cabendo ao clínico a escolha, em função de outras variáveis.

  8. On ambiente de binárias de pequena massa em formação: o caso do glóbulo cometário CG30 e IRAS08076-3556

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Hickel, G. R.; Vilas-Boas, J. W. S.

    2003-08-01

    Neste trabalho, combinamos observações de polarização linear no óptico (banda R), dados no infravermelho distante (IRAS) e observações de transições moleculares em radiofreqüências (CO e espécies isotópicas, HCN e HCO+) para analisar o glóbulo cometário (GC) CG30 (na região da IRAS Vela Shell), que apresenta objetos Herbig-Haro e ejeções de matéria, além de uma fonte pontual IRAS em seu interior. Os objetivos deste estudo são: determinar a eficiência de formação estelar nos glóbulos cometários, através da relação entre a massa total do GC e da massa das estrelas em formação; determinar como o campo magnético influencia na formação de estrelas no interior destes objetos; e analisar as modificações que ejeções de matéria de estrelas em formação causam no gás e no campo magnético dos GCs. Combinando nossos dados com trabalhos já publicados, mostramos que CG30 tem uma eficiência de formação estelar em torno de 3%; que o campo magnético é importante na manutenção da estrutura global do GC e demonstra sinais de torção e compressão; e que a ejeção bipolar de matéria das estrelas do par formam uma ejeção quadripolar, a qual influencia na densidade e temperatura do gás e no grau de polarização dos grãos de poeira associados ao gás do GC.

  9. [231 laparoscopic cholecystectomy in ambulatory: what results?].

    PubMed

    Goulart, André; Delgado, Margarida; Antunes, Maria Conceição; Braga Dos Anjos, João

    2013-01-01

    Introdução: A colecistectomia laparoscópica é actualmente o gold standard no tratamento da patologia litiásica vesicular e colecistite aguda. A sua realização em regime de cirurgia de ambulatório permanece em discussão. O presente estudo tem por objectivo analisar a qualidade e segurança das colecistectomias laparoscópicas realizadas pela Unidade de Cirurgia de Ambulatório do Hospital de Braga e comparar os resultados com outros centros europeus que realizam colecistectomia laparoscópica em regime de ambulatório.Material e Métodos: Estudo observacional prospectivo de doentes submetidos a colecistectomia laparoscópica em regime de ambulatório durante 26 meses. Foram recolhidos dados referentes à demografia do doente, complicações peri e pós-operatórias, tempo cirúrgico e tempo de permanência no recobro e internamentos não programados.Resultados: Foram submetidos a colecistectomia laparoscópica em regime de ambulatório com pernoita (alta < 24h) 231 doentes. Três doentes tiveram intercorrências intra-operatórias com necessidade de conversão para laparotomia e quatro doentes foram internados após a cirurgia. O tempo médio de cirurgia foi de 58 minutos e o tempo médio de recobro de 19h19m. A morbilidade pósoperatória foi de 7,8% tendo, ocorrido dois internamentos não programados.Discussão: Uma das discussões que existe em torno da colecistectomia laparoscópica em regime de ambulatório é a necessidade de vigilância hospitalar durante a primeira noite após a cirurgia. Na nossa unidade, iniciamos a realização da colecistectomia laparoscópica em regime de ambulatório com pernoita hospitalar. Os resultados de mais de dois anos e 231 doentes operados a colecistectomia laparoscópica mostram que é uma técnica perfeitamente segura em regime de ambulatório.Conclusões: Os dados do estudo mostram que a colecistectomia laparoscópica é uma técnica segura em regime de ambulatório, com resultados semelhantes comparativamente com

  10. Body Mass Index assessment of health care professionals in a primary care setting in Portugal: a cross sectional study.

    PubMed

    Campos-Matos, Inês; Peralta-Santos, André; Gomes, Bernardo; Borges, Gustavo; Aguiar, Pedro

    2014-01-01

    Introdução: A obesidade é um importante problema de saúde pública por ser fator de risco para numerosas doenças e estar associada a maior risco de morte. A evidência sobre a prevalência de excesso de peso em profissionais de saúde é escassa e este grupo é frequentemente esquecido em programas de intervenção. Este trabalho tem como objetivo estimar a prevalência de obesidade e excesso de peso entre os profissionais nos cuidados de saúde primários portugueses e descrever diferenças entre os grupos profissionais.Material e Métodos: Estudo descritivo transversal em contexto de cuidados de saúde primários em Portugal em 2011. Foram recolhidos dados sobre a ocupação, idade, sexo e altura de profissionais de quatro agrupamentos de centros de saúde. Fizemos uma análise descritiva das principais variáveis e uma análise de covariância para comparar o índice de Massa Corporal.Resultados: O grupo de conveniência representou 52,8% do total da população dos quatro agrupamentos de centros de saúde, sendo que 38,6% tinham excesso de peso e 16,9% eram obesos. Após ajustamento por idade e sexo, os assistentes técnicos e operacionais tiveram a média mais elevada de índice de Massa Corporal.Discussão: Apesar de não se poder garantir a generalização dos resultados nem excluir a possibilidade de viés de amostragem, estes resultados sugerem uma elevada prevalência de obesidade e excesso de peso nos profissionais dos cuidados primários de saúde em Portugal.Conclusão: Neste contexto de cuidados de saúde primários mais de metade dos profissionais de saúde apresentavam excesso de peso ou obesidade. ɉ possível que sejam necessárias intervenções específicas.

  11. Fisica a escala de Planck usando o principio de incerteza generalizado: efeitos nas flutuações primordiais e buracos negros

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Horvath, J. E.; Custódio, P. S.

    2003-08-01

    Em escalas proximas à escala de Planck todas as teorias perturbativas de cordas produzem essenciamente a mesma relação de conmutação entre as coordenadas e impulsos (a chamada "álgebra deformada"), permitindo assim estudar a física resultante independentemente dos detalhes da teoria de cordas que seja considerada correta. Este resultado completamente geral, que inclui as interações gravitacionais junto com o resto dos campos pode ser considerada uma versão generalizada (GUP) do Princípio de Incerteza de Heisenberg. Aplicamos neste trabalho essas relações de conmutação para dois sistemas físicos bem definidos: buracos negros de massas próximas à massa de Planck, e flutuações quânticas em pequenas escalas antes do universo sofrer inflação. Obtemos dois resultados concretos dos efeitos do GUP : o primeiro é que o GUP impede a evaporação completa de buracos negros microscópicos na extensão do formalismo semiclássico, deixando assim remanescentes de pequena massa que já foram postulados como candidatos a matéria escura. O segundo resultado é o 'smoothing' das flutuações primordiais em pequenas escalas que levariam à produção de buracos negros primordiais após a inflação, impedindo assim a produção abundante destes últimos e predizendo abundancias atuais bem menores do que os limites disponíveis. Concluimos que, analogamente a utilização do Princípio de Incerteza de Heisenberg para estudar e determinar propriedades fundamentais das interações sem gravitação, o GUP e uma ferramenta poderosa para estudar uma ampla variedade de sistemas trans-Planckianos e predizer seu comportamento dispensando cálculos mais detalhados proprios da teoria quântica da gravitação.

  12. Projeto do sistema anti-ressonante da fiação dos transdutores para o detector Mario Schenberg

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Vieira, S. J.., Jr.; Melo, J. L.

    2003-08-01

    O detector de ondas gravitacionais Mario Schenberg está sendo projetado e construído pelo grupo Gráviton. Sua construção está ocorrendo no Laboratório de Estado Sólido e Baixas Temperaturas (LESBT) da Universidade de São Paulo, na cidade de São Paulo. Esse detector possui uma massa ressonante esférica de cobre-alumínio, com 65 cm de diâmetro, pesando aproximadamente 1150 Kg, suspensa por um sistema de isolamento vibracional, que se encontra em fase de testes preliminares. A real eficácia desse sistema, entretanto, só poderá ser comprovada quando o detector estiver aparelhado com, pelo menos, um transdutor eletromecânico de altíssima sensibilidade acoplado à massa ressonante. Neste momento, não só este sistema de isolamento vibracional será posto em teste, como o do projeto da fiação que transporta os sinais de microondas até os transdutores e destes para a pré-amplificação. Apesar dessa fiação ter sido projetada para não apresentar nenhum contato com a superfície esférica da antena, de maneira a não haver nenhuma transmissão de ruído vibracional do laboratório para esta, deve-se minimizar o ruído microfônico produzido nessa fiação por oscilações mecânicas, uma vez que ela não utiliza nenhum sistema de isolamento vibracional. Com o intuito de resolver este problema, projetamos uma estrutura, formada por pequenos cilindros conectados por barras, a qual não terá nenhuma ressonância mecânica na faixa de freqüências de interesse para detecção (3000 - 3400 Hz). Desta forma, as vibrações nessa faixa não serão amplificadas. O projeto foi feito usando iterativamente, de maneira a otimizar os resultados obtidos, o programa de elementos finitos Msc/Nastran. Através de simulações feitas neste programa, determinamos os parâmetros geométricos ideais a serem utilizados, os quais proporcionam a maior região espectral de interesse livre de ressonâncias.

  13. Busca de estruturas em grandes escalas em altos redshifts

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Boris, N. V.; Sodrã©, L., Jr.; Cypriano, E.

    2003-08-01

    A busca por estruturas em grandes escalas (aglomerados de galáxias, por exemplo) é um ativo tópico de pesquisas hoje em dia, pois a detecção de um único aglomerado em altos redshifts pode por vínculos fortes sobre os modelos cosmológicos. Neste projeto estamos fazendo uma busca de estruturas distantes em campos contendo pares de quasares próximos entre si em z Â3 0.9. Os pares de quasares foram extraídos do catálogo de Véron-Cetty & Véron (2001) e estão sendo observados com os telescópios: 2,2m da University of Hawaii (UH), 2,5m do Observatório de Las Campanas e com o GEMINI. Apresentamos aqui a análise preliminar de um par de quasares observado nos filtros i'(7800 Å) e z'(9500 Å) com o GEMINI. A cor (i'-z') mostrou-se útil para detectar objetos "early-type" em redshifts menores que 1.1. No estudo do par 131046+0006/J131055+0008, com redshift ~ 0.9, o uso deste método possibilitou a detecção de sete objetos candidatos a galáxias "early-type". Num mapa da distribuição projetada dos objetos para 22 < i' < 25 observou-se que estas galáxias estão localizadas próximas a um dos quasares e há indícios de que estejam aglomeradas dentro de um área de ~ 6 arcmin2. Se esse for o caso, estes objetos seriam membros de uma estrutura em grande escala. Um outro argumento em favor dessa hipótese é que eles obedecem uma relação do tipo Kormendy (raio equivalente X brilho superficial dentro desse raio), como a apresentada pelas galáxias elípticas em z = 0.

  14. Quality of Life in Children with Obsessive-Compulsive Disorder.

    PubMed

    Vieira, Joana; Ramalho E Silva, Filipa

    2016-09-01

    Introdução: A perturbação obsessiva-compulsiva foi apontada como uma das doenças mais debilitantes do mundo desenvolvido. Contudo, muito pouco é conhecido sobre esta doença relativamente ao modo como ela afeta a qualidade de vida das crianças. Material e Métodos: Conduzimos uma pesquisa na PubMed e Thomson Reuters Web Of Science usando os seguintes termos de pesquisa: ‘Quality of life’, ‘Obsessive-compulsive disorder’, ‘Child’, ‘Pediatrics’ e ‘Adolescent’. Dos 138 artigos obtidos, cinco correspondiam aos objetivos desta revisão. Analisámos a qualidade de vida de crianças com perturbação obsessiva-compulsiva comparando com a população geral e procurando a relação com outras variáveis clinicas como o sexo, idade, comorbilidades, categoria de sintomas, severidade dos sintomas e acomodação familiar. Resultados: Apesar dos estudos não serem concordantes relativamente às diferentes dimensões analisadas, os nossos resultados apontam para um decréscimo global da qualidade de vida em crianças com perturbação obsessiva-compulsiva. A presença de comorbilidades, a severidade dos sintomas e as obsessões de agressão/dano são as variáveis que têm maior influência na qualidade de vida dos pacientes. Discussão: O reduzido número de artigos encontrados e o facto de estes apresentarem uma metodologia extremamente heterogénea torna difícil alcançar conclusões robustas. Apesar disto, os nossos resultados são concordantes com estudos realizados em adultos. Conclusão: A qualidade de vida em crianças e adolescentes deve ser melhor explorada em futuros estudos. Sugerimos a introdução da qualidade de vida como instrumento usado rotineiramente para avaliar a resposta ao tratamento e evolução do paciente.

  15. [Prevalence of Pre-Obesity/Obesity in Pre and Basic School Children at Vila Nova de Gaia, Portugal].

    PubMed

    Camarinha, Bárbara; Graça, Pedro; Nogueira, Paulo Jorge

    2016-01-01

    Introdução: Mais de 30% das crianças portuguesas apresentam excesso de peso. Sendo um grave problema de saúde pública com múltiplas causas, só uma ação intersectorial e concertada poderá contribuir para a sua resolução. As autarquias possuem um conjunto de competências que as tornam ideais para uma intervenção eficaz na luta contra este problema. Para essa ação ser efetiva é necessária uma avaliação local da dimensão do problema e sua distribuição espacial. O objetivo deste estudo foi caracterizar, do ponto de vista da prevalência de excesso de peso, a população do pré-escolar e primeiro ciclo do ensino básico sob responsabilidade da autarquia de Vila Nova de Gaia, o terceiro município mais populoso do país. Material e Métodos: Avaliaram-se 8 974 crianças do pré-escolar e primeiro ciclo do ensino básico do município, no ano letivo 2013/14. A avaliação do estado nutricional da amostra foi feita com recurso às medidas antropométricas peso e altura. Na classificação do estado nutricional considerou-se os percentis ou z-scores do índice de massa corporal para a idade de acordo com os critérios definidos pela Organização Mundial de Saúde, Centers for Disease Control and Prevention e pela International Obesity Task Force. Resultados: A prevalência de excesso de peso pelo critério da Organização Mundial da Saúde foi de 37,4%. Identificaram-se disparidades na distribuição do excesso de peso nas escolas do concelho. Discussão: Os resultados encontrados foram ligeiramente superiores aos de outros estudos nacionais e internacionais, podendo a abrangência amostral justificar as diferenças encontradas. Conclusão: A prevalência encontrada é elevada e de distribuição aparentemente distinta a nível espacial, o que poderá contribuir para a identificação dos principais determinantes do problema a nível local.

  16. Ensino de astronomia no 1o. e 2o. ciclos do nível fundamental e na educação de jovens e adultos: exemplos e discussões

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Queiroz, A. S. B.; Jafelice, L. C.

    2003-08-01

    Tem-se constatado uma preocupante carência no ensino de astronomia nos diversos níveis de escolaridade. Neste trabalho discutimos várias práticas didático-pedagógicas que vimos desenvolvendo para crianças, jovens e adultos em processo de alfabetização, visando contribuir para reparar aquela carência. Propomos uma metodologia que incorpora as recentes exigências das políticas públicas educacionais, estimula o desenvolvimento de textos e materiais instrucionais, é compatível com a realidade desse público e é adaptável às respectivas faixas etárias. A observação do céu sempre esteve presente na vida de nossos antepassados, dando suporte à compreensão do ser humano como integrante da natureza. Visamos com este trabalho suprir a deficiência encontrada para se tratar a relação do ser humano com o céu, no ambiente escolar. Os resultados são animadores e envolvem práticas e textos que desenvolvemos e atividades realizadas pelos alunos. No primeiro grupo destacamos o desenvolvimento de várias práticas: "viagem aos planetas" (construímos o "foguete", os planetas em escala, contamos história e redigimos texto de orientação para os professores); "gnômon humano" (os próprios corpos dos alunos são usados para registrar o movimento aparente do Sol); "crateras da Lua" (concretização de "meteoritos" e "solo lunar" de gesso e exploração da relação entre energia cinética do bólido e tamanho da cratera formada); etc. No segundo grupo, produções de desenhos e redações e discussões dos alunos após a realização de cada prática, revelam que estas têm se mostrado muito eficientes, tanto para estimular a imaginação e a fantasia dos envolvidos, como para trabalhar-se habilidades, competências e conteúdos relacionados à astronomia, segundo uma perspectiva interdisciplinar contextualizada. (PPGECNM/UFRN; NUPA/USP; Temáticos/FAPESP)

  17. Argumentos Antrópicos

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Villas da Rocha, J.F.; Casarejos, F.

    2004-02-01

    A existência de observadores é um fato. Este fato, entretanto, permite que possam ser extraídas informações físicas, astrofísicas e cosmológicas. A realidade da existência de observadores foi elevada por Carter [1] ao nível de um princípio, chamado Princípio Antrópico. Em linhas gerais o Princípio Antrópico afirma que a existência de observadores só é possível dentro de certos parâmetros físicos muito restritos. O Princípio Antrópico é uma fonte de compreensão de fatos observáveis do Universo. Na ausência de explicações provenientes das leis da física, as previsões antrópicas tornam-se importantes fatores de esclarecimento. Além disso, o Princípio Antrópico pode ainda atuar como supressor da necessidade de novas teorias. Foi aliás no quadro de discussões em torno da necessidade de novas teorias que o Princípio Antrópico foi concebido, nomeadamente na discussão em torno dos números muito grandes. Para explicar estes grandes números, Dirac [2] formulou uma hipótese inovadora, a de que a constante gravitacional variaria com o tempo na forma 1 - µ G t . Se aceita, tal relação se constituiria numa revisão das leis da física já estabelecida. Daria origem a uma nova física. Entretanto, com a elaboração do Princípio Antrópico por Dicke [3] e Carter [1] a coincidência de tais grandes números foi compreendida dentro da física tradicional, sem a necessidade de recurso a novas leis.

  18. [Pain Intensity and Time to Death of Cancer Patients Referred to Palliative Care].

    PubMed

    Barata, Pedro; Santos, Filipa; Mesquita, Graça; Cardoso, Alice; Custódio, Maria Paula; Alves, Marta; Papoila, Ana Luísa; Barbosa, António; Lawlor, Peter

    2016-11-01

    Introdução: A dor é uma experiência frequente nos doentes com cancro, especialmente naqueles em fase final de vida. Com este estudo, pretendemos estudar a intensidade de dor nos doentes com cancro avançado, referenciados aos cuidados paliativos, analisar os factores associados à ocorrência de dor moderada ou intensa e avaliar a sua relação com o tempo até à morte destes doentes. Material e Métodos: Estudo prospectivo observacional que incluiu consecutivamente todos os doentes referenciados aos cuidados paliativos com tumores sólidos metastizados e sem tratamento oncológico específico. Foi considerada a intensidade de dor da escala de Edmonton, de acordo com a graduação zero a 10, onde 0 = ausência de dor e 10 = máxima dor possível. Resultados: Entre outubro de 2012 e junho de 2015, foram incluídos 301 doentes, com idade mediana de 69 anos (37 - 94), 57% homens e 64,8% dos doentes com performance status 3/4. Aproximadamente 42% dos doentes apresentaram dor ≥ 4 e cerca de 74,4% estavam medicados com analgesia opióide. A intensidade de dor esteve associada ao performance status dos doentes, de acordo com a análise multivariável (OR: 1,7; IC 95%: 1,0 - 2,7; p = 0,045). A mediana do tempo de sobrevivência foi de 37 dias (IC 95%: 28 - 46), tendo os doentes com dor moderada ou intensa (intensidade de dor ≥ 4) uma mediana de sobrevivência de 29 dias (IC 95%: 21 - 37), comparada com os 49 dias (IC 95%: 35 - 63) para os doentes sem dor ou dor ligeira (p = 0,022). Discussão: O performance status, para além de ter estado associado a uma maior intensidade de dor, esteve associado a um menor tempo até à morte dos doentes com cancro avançado referenciados aos cuidados paliativos. Também o internamento, a presença de metastização intra-abdominal e a analgesia opióide estiveram associados de forma negativa ao tempo até à morte destes doentes. Conclusão: A dor oncológica continua a ser um problema clinicamente relevante nos

  19. BK Lyncis: the oldest old nova and a Bellwether for cataclysmic variable evolution

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Patterson, Joseph; Uthas, Helena; Kemp, Jonathan; de Miguel, Enrique; Krajci, Thomas; Foote, Jerry; Hambsch, Franz-Josef; Campbell, Tut; Roberts, George; Cejudo, David; Dvorak, Shawn; Vanmunster, Tonny; Koff, Robert; Skillman, David; Harvey, David; Martin, Brian; Rock, John; Boyd, David; Oksanen, Arto; Morelle, Etienne; Ulowetz, Joseph; Kroes, Anthony; Sabo, Richard; Jensen, Lasse

    2013-09-01

    We summarize the results of a 20-yr campaign to study the light curves of BK Lyn, a nova-like star strangely located below the 2 to 3 h orbital-period gap in the family of cataclysmic variables (CVs). Two apparent superhumps dominate the nightly light curves, with periods 4.6 per cent longer, and 3.0 per cent shorter, than the orbital period. The first appears to be associated with the star's brighter states (V ˜ 14), while the second appears to be present throughout and becomes very dominant in the low state (V ˜ 15.7). It is plausible that these arise, respectively, from a prograde apsidal precession and a retrograde nodal precession of the star's accretion disc. Starting in the year 2005, the star's light curve became indistinguishable from that of a dwarf nova - in particular, that of the ER UMa subclass. No such clear transition has ever been observed in a CV before. Reviewing all the star's oddities, we speculate: (a) BK Lyn is the remnant of the probable nova on 101 December 30, and (b) it has been fading ever since, but it has taken ˜2000 yr for the accretion rate to drop sufficiently to permit dwarf-nova eruptions. If such behaviour is common, it can explain other puzzles of CV evolution. One: why the ER UMa class even exists (because all members can be remnants of recent novae). Two: why ER UMa stars and short-period nova-likes are rare (because their lifetimes, which are essentially cooling times, are short). Three: why short-period novae all decline to luminosity states far above their true quiescence (because they are just getting started in their post-nova cooling). Four: why the orbital periods, accretion rates and white dwarf temperatures of short-period CVs are somewhat too large to arise purely from the effects of gravitational radiation (because the unexpectedly long interval of enhanced post-nova brightness boosts the mean mass-transfer rate). And maybe even five: why very old, post-period-bounce CVs are hard to find (because the higher mass

  20. Estatística de lentes gravitacionais e o gás de chaplygin generalizado

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Oliveira, A. L. S.

    2003-08-01

    A estatística de lentes gravitacionais constitui uma poderosa ferramenta utilizada na obtenção de vínculos sobre parâmetros cosmológicos, principalmente sobre modelos com uma constante cosmológica. Embora de forma às vezes controversa, antes de 1998, a análise tradicional mostrava que modelos com o parâmetro de densidade da matéria da ordem da unidade são preferidos. Esse resultado começou a ser questionado, alguns anos atrás, com as indicações, advindas da análise de supernovas com alto valor de desvio para o vermelho, de que nosso Universo está acelerando. Atualmente há enorme interesse em saber qual é a natureza da componente responsável pela aceleração cósmica. Energia escura é a denominação usual dessa componente e sua característica principal é possuir pressão negativa. Nos modelos cosmológicos tradicionais, além da energia escura, considera-se também uma outra componente de origem desconhecida. Ela é denominada matéria escura e possui pressão nula. Mais recentemente modelos unificadores em que energia escura e matéria escura são manifestações distintas de um mesmo fluido (altas densidades matéria escura, baixas densidades energia escura) foram sugeridos. Um desses modelos é conhecido como Gás de Chaplygin Generalizado que é o modelo que investigaremos. Em nosso trabalho apresentamos vínculos sobre parâmetros desse modelo usando a estatística de lentes gravitacionais. Usamos observações de quasares na faixa do visível e consideramos extinção em nosso estudo. Análises semelhantes anteriores com esse tipo de objetos e que não consideram extinção são inconsistentes. Comparação dos vínculos obtidos através de lentes gravitacionais com outros advindos de outros testes será também apresentada.

  1. Hubble Space Telescope Eclipse Observations of the Nova Like Cataclysmic Variable UX Ursae Majoris

    NASA Technical Reports Server (NTRS)

    Knigge, Christian; Long, Knox S.; Wade, Richard A.; Baptista, Raymundo; Horne, Keith; Hubeny, Ivan; Rutten, Rene G. M.

    1998-01-01

    We present and analyze Hubble Space Telescope observations of the eclipsing nova-like cataclysmic variable UX UMa obtained with the Faint Object Spectrograph. Two eclipses each were observed with the G160L grating (covering the ultraviolet waveband) in 1994 August and with the PRISM (covering the near-ultraviolet to near-infrared) in November of the same year. The system was about 50% brighter in November than in August, which, if due to a change in the accretion rate, indicates a fairly substantial increase in Mass accretion by about 50%. The eclipse light curves are qualitatively consistent with the gradual occultation of an accretion disk with a radially decreasing temperature distribution. The light curves also exhibit asymmetries about mideclipse that are likely due to a bright spot at the disk edge. Bright-spot spectra have been constructed by differencing the mean spectra observed at pre- and posteclipse orbital phases. These difference spectra contain ultraviolet absorption lines and show the Balmer jump in emission. This suggests that part of the bright spot may be optically thin in the continuum and vertically extended enough to veil the inner disk and/or the outflow from UX UMa in some spectral lines. Model disk spectra constructed as ensembles of stellar atmospheres provide poor descriptions of the observed posteclipse spectra, despite the fact that UX UMa's light should be dominated by the disk at this time. Suitably scaled single temperature model stellar atmospheres with T(sub eff) approximately equals 12,500-14,500 K actually provide a better match to both the ultraviolet and optical posteclipse spectra. Evidently, great care must be taken in attempts to derive accretion rates from comparisons of disk models to observations. One way to reconcile disk models with the observed posteclipse spectra is to postulate the presence of a significant amount of optically thin material in the system. Such an optically thin component might be associated with the

  2. [The disclosed DSM-5: what impact will it have on forensic psychiatry?].

    PubMed

    Fernandes, Susana; Leite, Edna; Vieira, Fernando; Costa Santos, Jorge

    2014-01-01

    Introdução: Em 10 de Fevereiro de 2010, a American Psychiatric Association publicou online a versão preliminar (draft) da quinta edição do Manual de Diagnóstico e Estatística das Perturbações Mentais (Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders), que, à semelhança das edições anteriores, depois de ter acolhido comentários e contribuições diversas, esteve sujeita, durante os dois anos seguintes, a um escrutínio técnico e científico, e, naturalmente, a alterações e revisões suscetíveis de conduzirem a uma versão final melhorada.Material e Métodos: Este artigo visa analisar as alterações propostas por esta nova revisão, averiguar se estas têm implicações no domínio da Psiquiatria Forense e discutir as implicações identificadas.Discussão: Nesta perspetiva, constituem objeto de análise as questões relacionadas com a classificação e estruturação das entidades nosológicas, com especial enfoque nas perturbações da personalidade, perturbações de abuso de substâncias, perturbações sexuais e da identidade de género, perturbações de ansiedade, perturbações dissociativas, perturbações psicóticas e, ainda, perturbações sugeridas por fontes externas.Conclusão: As principais alterações propostas têm a ver essencialmente com os critérios de diagnóstico, que, relativamente a algumas das entidades nosológicas, poderão dificultar o resultado da avaliação pericial, enquanto em relação a outras poderá verificar-se o contrário, uma vez que a introdução de novos modelos de aproximação à realidade parece oferecer uma maior objetividade e rigor diagnósticos.

  3. [How xenon works: neuro and cardioprotection mechanisms].

    PubMed

    Morais, Ricardo; Andrade, Luísa; Lourenço, André; Tavares, Jorge

    2014-01-01

    Introdução: O xénon, um gás nobre, possui qualidades anestésicas, associadas a uma notável estabilidade hemodinâmica assim como propriedades cardioprotectoras e neuroprotectoras. As suas características físico-químicas conferem-lhe uma rápida indução e emergência anestésica, estando livre de efeitos deletérios importantes nos diversos orgãos e não apresentando teratogenicidade; o que suscitou um recente recrudescimento no interesse de aprofundar o conhecimento sobre este gás nobre, afim de compreender osseus mecanismos de acção e determinar as várias indicações que possui para a prática clínica.Material e Métodos: Revisão da literatura dos artigos considerados relevantes sobre o tema, com recurso à pesquisa de artigos indexados na Medline, com as palavras-chaves: xénon, xénon anestesia, xénon neuroproteção, xénon cardioproteção.Resultados: A aprovação do uso do xénon em doentes ASA I-II, ocorreu em Março 2007, após a realização de dois ensaios clínicos aleatorizados multicêntricos. No entanto, o seu uso na prática clínica, tem sido limitado pelo seu preço elevado. Parece pouco provável que as vantagens que oferece em relação aos restantes anestésicos justifique o seu uso em doentes ASA I-II. No entanto, poderá ser uma preciosa ajuda para a redução das co-morbilidades e mortalidade na anestesia de doentes ASA III-IV. As suas propriedades neuro e cardio-protectoras, são também alvo de intensa investigação, com resultados promissores.Discussão: Infelizmente, ainda não existem estudos de aleatorizados e multicêntricos que comprovem um perfil favorável do custobenefício do xénon em doentes ASA III-IV, em relação aos demais anestésicos.Conclusão: O lugar do xénon na Anestesiologia ainda se encontra por definir.

  4. Astronomia para/com crianças carentes em Limeira

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Bretones, P. S.; Oliveira, V. C.

    2003-08-01

    Em 2001, o Instituto Superior de Ciências Aplicadas (ISCA Faculdades de Limeira) iniciou um projeto pelo qual o Observatório do Morro Azul empreendeu uma parceria com o Centro de Promoção Social Municipal (CEPROSOM), instituição mantida pela Prefeitura Municipal de Limeira para atender crianças e adolescentes carentes. O CEPROSOM contava com dois projetos: Projeto Centro de Convivência Infantil (CCI) e Programa Criança e Adolescente (PCA), que atendiam crianças e adolescentes em Centros Comunitários de diversas áreas da cidade. Esses projetos têm como prioridades estabelecer atividades prazerosas para as crianças no sentido de retirá-las das ruas. Assim sendo, as crianças passaram a ter mais um tipo de atividade - as visitas ao observatório. Este painel descreve as várias fases do projeto, que envolveu: reuniões de planejamento, curso de Astronomia para as orientadoras dos CCIs e PCAs, atividades relacionadas a visitas das crianças ao Observatório, proposta de construção de gnômons e relógios de Sol nos diversos Centros Comunitários de Limeira e divulgação do projeto na imprensa. O painel inclui discussões sobre a aprendizagem de crianças carentes, relatos que mostram a postura das orientadoras sobre a pertinência do ensino de Astronomia, relatos do monitor que fez o atendimento no Observatório e o que o número de crianças atendidas representou para as atividades da instituição desde o início de suas atividades e, em particular, em 2001. Os resultados são baseados na análise de relatos das orientadoras e do monitor do Observatório, registros de visitas e matérias da imprensa local. Conclui com uma avaliação do que tal projeto representou para as Instituições participantes. Para o Observatório, em particular, foi feita uma análise com relação às outras modalidades de atendimentos que envolvem alunos de escolas e público em geral. Também é abordada a questão do compromisso social do Observatório na educação do

  5. The impact of the Lisbon Football Derby on the profile of emergency department admissions.

    PubMed

    Almeida, André; Eusébio, Mónica; Almeida, Jaime; Boattini, Matteo

    2014-01-01

    IntroduçÉo: Está descrita a ocorrência de variações nas admissões ao serviço de urgência como resultado de eventos desportivos importantes. O estudo que apresentamos avaliou mudanças no volume e tipo de visitas a um serviço de urgência central de Lisboa durante e após o derby futebolístico da cidade.Material e Métodos: Analisámos retrospectivamente o volume de admissões e a categoria de urgência atribuída pela Triagem de Manchester, de 2008 a 2011. Recolhemos dados relativos a períodos de 24 horas com início 45 minutos antes dos jogos, assim como dados relativos a períodos semelhantes nos dias da semana correspondentes dos anos anteriores, para controlo. Organizaram-se os dados por espaços temporais (durante e pós-jogo) e categoria de urgência, após o que se emparelharam.Resultados: Analisaram-se 14 períodos (sete com jogo e sete sem jogo) e um total de 5861 admissões. Durante o jogo verificou-se uma reduçÉo de 20,6% (p = 0,06) no número total de admissões face aos dias controlo. Na sub-análise das categorias da Triagem de Manchester a reduçÉo foi estatisticamente significativa (26,5%; p = 0,05) apenas nas admissões menos urgentes (categorias verdeazul). Comparado com o controlo, o pós-jogo mostrou um aumento global do número de admissões (5,6%; p = 0,45), significativo somente quando consideradas as menos urgentes (18,9%; p = 0,05).DiscussÉo: Durante os jogos o número total de admissões ao serviço de urgência sofreu um decréscimo, ocorrendo nas horas subsequentes um aumento das mesmas. Estas variações só foram significativas nas categorias de triagem verde-azul.ConclusÉo: Durante eventos desportivos importantes parece dar-se uma reduçÉo nas admissões ao serviço de urgência, sobretudo devido a uma diminuiçÉo das visitas associadas a situações menos graves.

  6. A atuação do Observatório Nacional registrada nos relatórios ministeriais 1889 a 1930

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Rodrigues, T.

    2003-08-01

    O período republicano até 1930 foi marcante na história do Observatório Nacional. Diversas reformas levaram a instituição a três ministérios diferentes e mudaram a ênfase do seu trabalho. A tão aguardada mudança para uma nova sede, em São Cristóvão, em 1920, não foi suficiente para que a instituição acompanhasse o ritmo tomado pela astronomia no mundo e se firmasse como ambiente de pesquisa. Uma análise simplificada poderia caracterizar um período de produção científica insignificante, dado o distanciamento da instituição dos novos rumos da astrofísica e da rápida inovação dos instrumentos, além do pequeno volume de publicações. Era uma época em que ainda não existiam os mecanismos formais de apoio e avaliação da atividade científica. Esse trabalho procura identificar a real atividade do Observatório no conteúdo dos Relatórios Ministeriais que, ao final de cada ano, apresentava as atividades, sucessos e problemas enfrentados pela instituição. Questões como instrumental e recursos humanos necessários; entraves burocráticos e financeiros; e articulações com outros observatórios se complementaram entre si ao longo desses anos para definir o perfil institucional e alguns aspectos fundamentais para a construção da astronomia no país. É possível concluir que a ênfase em serviços geográficos e de meteorologia, ao lado da inadequação dos instrumentos e do local, quase fizeram desaparecer a pesquisa em astronomia. Porém, vale destacar a sobrevivência de alguns trabalhos, como, por exemplo, variação de latitude e observação de estrelas duplas que mantiveram importante intercâmbio com outros grupos de pesquisa, demonstrando o constante esforço dos astrônomos e das diretorias em defesa da atividade científica.

  7. [Surgical Treated Spondylodiscitis Epidemiological Study].

    PubMed

    Soares do Brito, Joaquim; Tirado, António; Fernandes, Pedro

    2016-05-01

    Introdução: O termo espondilodiscite descreve uma qualquer infeção da coluna vertebral, sendo o tratamento gold standard baseado na terapêutica médica e a indicação cirúrgica ponderada em casos particulares. Foi objetivo deste trabalho estudar o perfil epide-miológico de um grupo de doentes com espondilodiscite submetidos a tratamento cirúrgico numa mesma instituição nacional entre 1997 e 2013. Material e Métodos: Análise epidemiológica de 85 doentes com diagnóstico de espondilodiscite submetidos a tratamento cirúrgico. Foram analisados os processos clínicos, estudos de imagem e registos informáticos. Resultados: Foram tratados 51 doentes do género masculino e 34 do género feminino. A idade média foi de 48 anos (min: 6 - máx: 80). O segmento lombar foi o mais afetado e o Mycobacterium tuberculosis o agente etiológico mais frequente. A distribuição do número de casos ao longo dos anos manteve-se aproximadamente constante, com discreto aumento da incidência do Staphylococus aureus e diminuição do número de casos sem agente identificado. Trinta e nove doentes apresentavam abcesso paravertebral e 17 lesão neurológica concomitante, a maioria no segmento torácico e em relação com infeção tuberculosa. Dez doentes apresentavam imunodepressão importante. Discussão: Nesta série verificou-se um predomínio da infeção tuberculosa, no género masculino e em indivíduos jovens. Enquanto o número de casos/ano das discites tuberculosas se mantém constante, as infeções a Staphylococus aureus parecem ganhar preponderância. O abcesso paravertebral e a lesão neurológica constituíram uma complicação frequente da infeção tuberculosa. Conclusão: As infeções da coluna vertebral com necessidade cirúrgica persistem como patologia relevante. Mycobacterium tuberculosis e Staphylococcus aureus representam os principais agentes etiológicos, parecendo existir uma incidência crescente deste último agente.

  8. Hyperbaric Oxygen Therapy for the Treatment of Fournier's Gangrene: A Review of 34 Cases.

    PubMed

    Rosa, Isabel; Guerreiro, Francisco

    2015-01-01

    Introdução: A gangrena de Fournier é uma infecção necrotizante grave, que pode levar à morte se não for tratada rapidamente. O tratamento baseia-se na combinação do desbridamento cirúrgico, antibioterapia e terapêutica de suporte. A oxigenoterapia hiperbárica surge como adjuvante quer na optimização da oxigenação dos tecidos infetados, quer através da ação bactericida e bacteriostática. Material e Métodos: Foi feita uma revisão dos processos clínicos dos doentes com gangrena de Fournier referenciados ao Centro de Medicina Subaquática e Hiperbárica da Marinha para realizar oxigenoterapia hiperbárica num período de 25 anos. Resultados: Foram tratados 34 doentes. A maioria dos doentes era do género masculino (94,1%) com idade média de 53,7 anos. A diabetes foi a comorbilidade mais frequentemente associada. O foco de infeção mais frequente foi o trato urinário. A taxa de mortalidade foi de 20,8%. Discussão: A diabetes é a comorbilidade mais frequente, sugerindo a diabetes como factor predisponente. A maioria dos doentes falecidos tinham diabetes, todavia não se conseguiu estabelecer correlação entre diabetes e morte. A área de residência dos doentes parece limitar a referenciação ao centro. Conclusões: A gangrena de Fournier, apesar de rara, é uma doença potencialmente fatal, nomeadamente em doentes com comorbilidades como a diabetes. A oxigenoterapia hiperbárica está recomendada como adjuvante à terapêutica convencional e, quando este recurso está disponível, deve ser considerado. São necessários mais estudos para melhor aferir o papel da oxigenoterapia hiperbárica no tratamento desta entidade.

  9. The First Photometric Study of NSVS 1461538: A New W-subtype Contact Binary with a Low Mass Ratio and Moderate Fill-out Factor

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Kim, Hyoun-Woo; Kim, Chun-Hwey; Song, Mi-Hwa; Jeong, Min-Ji; Kim, Hye-Young

    2016-09-01

    New multiband BVRI light curves of NSVS 1461538 were obtained as a byproduct during the photometric observations of our program star PV Cas for three years from 2011 to 2013. The light curves indicate characteristics of a typical W-subtype W UMa eclipsing system, displaying a flat bottom at primary eclipse and the O’Connell effect, rather than those of an Algol/ b Lyrae eclipsing variable classified by the northern sky variability survey (NSVS). A total of 35 times of minimum lights were determined from our observations (20 timings) and the SuperWASP measurements (15 ones). A period study with all the timings shows that the orbital period may vary in a sinusoidal manner with a period of about 5.6 yr and a small semiamplitude of about 0.008 day. The cyclical period variation can be interpreted as a light-time effect due to a tertiary body with a minimum mass of 0.71 M⊙. Simultaneous analysis of the multiband light curves using the 2003 version of the WilsonDevinney binary model shows that NSVS 1461538 is a genuine W-subtype W UMa contact binary with the hotter primary component being less massive and the system shows a low mass ratio of q(mc/mh)=3.51, a high orbital inclination of 88.7°, a moderate fill-out factor of 30 %, and a temperature difference of ΔT=412 K. The O’Connell effect can be similarly explained by cool spots on either the hotter primary star or the cool secondary star. A small third-light corresponding to about 5 % and 2 % of the total systemic light in the B and V bandpasses, respectively, supports the third-body hypothesis proposed by the period study. Preliminary absolute dimensions of the system were derived and used to look into its evolutionary status with other W UMa binaries in the mass-radius and mass-luminosity diagrams. A possible evolution scenario of the system was also discussed in the context of the mass vs mass ratio diagram.

  10. [Informed Treatment Consent and Refusal in Advanced Endonasal Surgery: The Ethical Dilemma of Olfaction Sacrifice in Surgery for Chronic Rhinosinusitis with Polyposis].

    PubMed

    Subtil, João; Araújo, João Pedro; Saraiva, José; Santos, Alberto; Vera-Cruz, Paulo; Paço, João; Pais, Diogo

    2015-01-01

    Introdução: Na rino-sinusite crónica com pólipos, ou polipose naso-sinusal, o olfacto está frequentemente afectado de forma significativa, e é reconhecido o impacto importante deste sintoma na qualidade vida. A resolução por cirurgia endonasal nos casos de resistência à terapêutica médica máxima é uma opção para minorar os sintomas, mas a sua extensão é alvo de controvérsia, sendo que uma cirurgia mais radical, como a nasalização, controla melhor a doença com menos recidivas, mas pode comprometer mais o olfacto. A decisão da extensão da cirurgia deve ser partilhada com o doente, devendo o esclarecimento informado ser tão completo quanto possível quanto às expectativas de controlo da doença como à resolução da hipósmia. Material e Métodos: Revisão bibliográfica e discussão por quadro de peritos. Resultados e Discussão: Baseando-nos em revisão de literatura, apresentamos uma proposta de elementos a incluir no esclarecimento cirúrgico, de modo a contemplar de forma abrangente as limitações da cirurgia no que diz respeito ao sintoma anósmia, bem como das diferentes opções e suas consequências quanto à sua radicalidade, focando a atenção no ponto de vista da ética médica. Conclusão: A decisão da extensão da cirurgia deve ser partilhada com o doente, devendo o esclarecimento informado ser tão completo quanto possível quanto às expectativas de controlo da doença como à resolução da hipósmia.

  11. On the limits of uniaxial magnetic anisotropy tuning by a ripple surface pattern

    SciTech Connect

    Arranz, Miguel A.; Colino, Jose M.; Palomares, Francisco J.

    2014-05-14

    Ion beam patterning of a nanoscale ripple surface has emerged as a versatile method of imprinting uniaxial magnetic anisotropy (UMA) on a desired in-plane direction in magnetic films. In the case of ripple patterned thick films, dipolar interactions around the top and/or bottom interfaces are generally assumed to drive this effect following Schlömann's calculations for demagnetizing fields of an ideally sinusoidal surface [E. Schlömann, J. Appl. Phys. 41, 1617 (1970)]. We have explored the validity of his predictions and the limits of ion beam sputtering to induce UMA in a ferromagnetic system where other relevant sources of magnetic anisotropy are neglected: ripple films not displaying any evidence of volume uniaxial anisotropy and where magnetocrystalline contributions average out in a fine grain polycrystal structure. To this purpose, the surface of 100 nm cobalt films grown on flat substrates has been irradiated at fixed ion energy, fixed ion fluency but different ion densities to make the ripple pattern at the top surface with wavelength Λ and selected, large amplitudes (ω) up to 20 nm so that stray dipolar fields are enhanced, while the residual film thickness t = 35–50 nm is sufficiently large to preserve the continuous morphology in most cases. The film-substrate interface has been studied with X-ray photoemission spectroscopy depth profiles and is found that there is a graded silicon-rich cobalt silicide, presumably formed during the film growth. This graded interface is of uncertain small thickness but the range of compositions clearly makes it a magnetically dead layer. On the other hand, the ripple surface rules both the magnetic coercivity and the uniaxial anisotropy as these are found to correlate with the pattern dimensions. Remarkably, the saturation fields in the hard axis of uniaxial continuous films are measured up to values as high as 0.80 kG and obey a linear dependence on the parameter ω{sup 2}/Λ/t in quantitative agreement

  12. Investigation of non-isocyanate urethane functional latexes and carbon nanofiller/epoxy coatings

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Meng, Lei

    This dissertation consists of two parts. In the first part, a new class of non-isocyanate urethane methacrylates was synthesized and the effect of the new monomers on the urethane functional latex was investigated. The second part focused on a comparison of carbon nanofillers in inorganic/organic epoxy coating system for anticorrosive applications. A new class of non-isocyanate urethane methacrylates (UMAs) monomers was synthesized through an environmentally friendly non-isocyanate pathway. The kinetics of seeded semibatch emulsion polymerization of UMAs with methyl methacrylate (MMA) and butyl acrylate (BA) was monitored. The particle size and morphology were investigated by dynamic light scattering (DLS), ultrasound acoustic attenuation spectroscopy (UAAS) and transmission electron microscopy (TEM). The minimum film formation temperature (MFFT), mechanical and viscoelastic properties were studied. It was found that the emulsion polymerization processes all proceeded via Smith-Ewart control, leading to the uniform morphology and particle size. The glass transition temperature (Tg) and the mechanical properties of poly(MMA/BA/UMA) decreased with the increasing chain length of urethane methacrylate monomers due to the increasing flexibility of side chains. Without the effect of Tg, lower MFFT and improved mechanical properties were observed from urethane functional latexes. The improved mechanical properties were due to the increasing particle interaction by forming hydrogen bonding. Furthermore, the effect of urethane functionality in terms of the polymer composition, the location and the concentration was investigated by the batch, single-stage and two-stage semibatch polymerization of 2-[(butylcarbamoyl)oxy]ethyl methacrylate (BEM) with MMA and BA. The core-shell and homogeneous structures were evaluated by TEM, differential scanning calorimetry (DSC), and solid state nuclear magnetic resonance (SS-NMR). The compositional drift was observed from the batch

  13. Symptoms and reason for a medical visit in lung cancer patients.

    PubMed

    Gonzalez-Barcala, Francisco Javier; Falagan, José Antonio; Garcia-Prim, Jose Maria; Valdes, Luis; Carreira, Jose Martin; Pose, Antonio; Canive, Juan Carlos; Anton, Diana; Garcia-Sanz, Maria Teresa; Puga, Amalia; Temes, Enrique; Lopez-Lopes, Rafael

    2014-01-01

    Contexto: A Os doentes com o diagnóstico de cancro do pulmão estão habitualmente sintomáticos no momento do diagnóstico, sendo comum que o médico ou o doente não associem essa sintomatologia com a eventualidade de um tumor maligno. Objectivos: Este estudo teve como objectivo a análise dos sintomas de doentes com cancro do pulmão e sua relação com as características pessoais ou com a doença oncológica. Material e Métodos: Foi levado a cabo um estudo retrospectivo englobando todos os doentes com o diagnóstico de cancro do pulmão na Região de Saúde de Pontevedra (Espanha) ao longo de um período de três anos. São analisados os sintomas de apresentação do doente, o motivo de consulta e a concordância entre ambos ou com quaisquer factores correlacionados. Resultados: Foram incluídos no estudo 358 doentes, com uma média etária de 68,7 anos, sendo 87% dos doentes do sexo masculino. Os sintomas iniciais mais comuns foram sintomas constitucionais em 30,4% dos casos, tosse em 20,9% e dor torácica, descrita por 12% dos doentes. O motivo de consulta mais frequente foi dispneia em 22,1% dos doentes, um achado acidental em 15,4% dos doentes e hemoptise em 12,8%. Observou-se uma associação moderada (coeficiente de correlação = 0,495) entre os sintomas iniciais e o motivo de consulta. Conclusões: Uma elevada percentagem de doentes com um diagnóstico de cancro do pulmão apresentou sintomas associados com o tumor no momento do diagnóstico, mesmo num estadio inicial da doença.

  14. ["For a history of vaccination in Brazil": an unpublished manuscript by Norberto and Macedo].

    PubMed

    Lopes, Myriam Bahia; Polito, Ronald

    2007-01-01

    The manuscript "Para uma história da vacina no Brasil" [For a history of vaccination in Brazil] was unearthed in the archives of Instituto Histórico Geográfico Brasileiro (IHGB) along with other texts by Joaquim Manoel de Macedo. It was written in partnership with Joaquim Norberto in 1859 in response to a request by the Emperor to the institute. Its characteristics mark it out as a founding text: its arguments are designed to establish who really introduced the smallpox vaccine to Brazil and to resolve the controversy between the Marquis of Barbacena and a surgeon, Francisco Mendes Ribeiro de Vasconcellos. It analyzes the documents that provide the basis for both versions and consolidates the beginning of the history of vaccination in Brazilian territory in 1878, which was subsequently recognized by IHGB.

  15. The Kepler Light Curve of V344 LYR: Constraining the Thermal-Viscous Limit Cycle Instability

    NASA Technical Reports Server (NTRS)

    Cannizzo, J. K.; Still, M. D.; Howell, S. B.; Wood, M. A.; Smale, A. P.

    2010-01-01

    We present time dependent modeling based on the accretion disk limit cycle model for a 90 d light curve of the short period SU UMa-type dwarf nova V344 Lyr taken by Kepler. The unprecedented precision and cadence (1 minute) far surpass that generally available for long term light curves. The data encompass a super outburst, preceded by three normal (i.e., short) outbursts and followed by two normal outbursts. The main decay of the super outburst is nearly perfectly exponential, decaying at a rate approx.12 d/mag, while the much more rapid decays of the normal outbursts exhibit a faster-than-exponential shape. We show that the standard limit cycle model can account for the light curve, without the need for either the thermal-tidal instability or enhanced mass transfer.

  16. Variable Star Research from the MUSK Observatory

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Stevens, Miriam

    2004-10-01

    I plan to present on the Delta Scuti variable star IP Uma. I will present light curves of the star from May 2003, and June 2004. From these light curves, I have determined the points of maximum light which I have used to refine the period of the star. I will also talk about the quality of the telescopes that I used to take my data. The data taken in 2004 were taken with the BYU 12' telescope. The data taken in 2003 were taken at the MUSK observatory at the Mars Desert Research Station. I will go into depth about the MUSK observatory and explain why I think that the telescope at the MUSK observatory is a useful research tool.

  17. Long term evolution of surface features on the unusual close binary V361 Lyr

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Lister, T. A.

    2009-02-01

    V361 Lyr has been recognized as an unusual, possibly unique, pre-contact binary which is though to be evolving from a detached binary system into a W UMa contact binary system due to Angular Momentum Loss (AML) and mass transfer. The mass transfer and resulting hot spot on the secondary star allow the physics of accretion to be studied without the normal difficulties of disks and winds that are present in T Tauri stars. I present light curves obtained over a 10 year period as part of long term monitoring program obtained with a variety of telescopes, collect all available times of minima from the literature along with those determined from the light curves and determine the rate of period change.

  18. Dwarf nova-type cataclysmic variable stars are significant radio emitters

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Coppejans, Deanne L.; Körding, Elmar G.; Miller-Jones, James C. A.; Rupen, Michael P.; Sivakoff, Gregory R.; Knigge, Christian; Groot, Paul J.; Woudt, Patrick A.; Waagen, Elizabeth O.; Templeton, Matthew

    2016-12-01

    We present 8-12 GHz radio light curves of five dwarf nova (DN) type cataclysmic variable stars (CVs) in outburst (RX And, U Gem, and Z Cam), or superoutburst (SU UMa and YZ Cnc), increasing the number of radio-detected DN by a factor of 2. The observed radio emission was variable on time-scales of minutes to days, and we argue that it is likely to be synchrotron emission. This sample shows no correlation between the radio luminosity and optical luminosity, orbital period, CV class, or outburst type; however, higher cadence observations are necessary to test this, as the measured luminosity is dependent on the timing of the observations in these variable objects. The observations show that the previously detected radio emission from SS Cyg is not unique in type, luminosity (in the plateau phase of the outburst), or variability time-scales. Our results prove that DN, as a class, are radio emitters in outburst.

  19. Search for white dwarf companions of cool stars with peculiar element abundances

    NASA Technical Reports Server (NTRS)

    Boehm-Vitense, E.

    1984-01-01

    A search for a white dwarf companions of cool stars with peculiar element abundances was undertaken. One additional star the xi Cet, was found with a white dwarf companion. It was found that HR 1016, 56Uma, 16 Ser, have high excitation emission lines which indicate a high temperature object in the system. It is suggested that since these indications for high temperature companions were seen for all nearby Ba stars, it is highly probable that all Ba stars have white dwarf companions, and that the peculiar element abundances seen in the Ba stars are due to mass transfer. Observations, arguments and conclusions are presented. White dwarf companions were not found. Together with the Li and Be abundances and the chromospheric emission line spectra in these stars were studied. No white dwarf companions were seen for subgiant CH stars.

  20. Lava lake level as a gauge of magma reservoir pressure and eruptive hazard

    USGS Publications Warehouse

    Patrick, Matthew R.; Anderson, Kyle R.; Poland, Michael P.; Orr, Tim R.; Swanson, Donald A.

    2015-01-01

    Forecasting volcanic activity relies fundamentally on tracking magma pressure through the use of proxies, such as ground surface deformation and earthquake rates. Lava lakes at open-vent basaltic volcanoes provide a window into the uppermost magma system for gauging reservoir pressure changes more directly. At Kīlauea Volcano (Hawaiʻi, USA) the surface height of the summit lava lake in Halemaʻumaʻu Crater fluctuates with surface deformation over short (hours to days) and long (weeks to months) time scales. This correlation implies that the lake behaves as a simple piezometer of the subsurface magma reservoir. Changes in lava level and summit deformation scale with (and shortly precede) changes in eruption rate from Kīlauea's East Rift Zone, indicating that summit lava level can be used for short-term forecasting of rift zone activity and associated hazards at Kīlauea.

  1. [Peritoneal Dialysis in the First Two Years of Life: Experience of a Nephrology and Renal Transplantation Pediatric Unit].

    PubMed

    Deuchande, Sofia; Mano, Tânia; Novais, Cristina; Machado, Rute; Stone, Rosário; Almeida, Margarida

    2016-09-01

    Introdução: A diálise peritoneal é o método dialítico de eleição perante doença renal crónica terminal em idade pediátrica. O objetivo deste estudo foi caracterizar a sobrevivência a longo prazo de uma população de crianças, que iniciou diálise peritoneal nos dois primeiros anos de vida. Material e Métodos: Estudo descritivo e retrospetivo, realizado numa unidade de nefrologia e transplantação renal pediátrica portuguesa, no período de janeiro de 1991 a agosto de 2014. Avaliou-se etiologia da doença renal crónica terminal, mortalidade, comorbilidades e complicações da diálise peritoneal e da doença renal crónica terminal, crescimento e desenvolvimento psicomotor.Resultados: Vinte crianças iniciaram diálise peritoneal antes dos dois anos. Ocorreram seis óbitos; não houve mortalidade em crianças com doença renal primária nos últimos 10 anos. Caracterizaram-se os 14 sobreviventes, 13 do sexo masculino. As anomalias congénitas do rim e do trato urinário constituíram a principal causa de doença renal crónica terminal (45%).O início de diálise peritoneal ocorreu em média aos 6,1 meses, em seis casos antes dos 30 dias de vida. A peritonite foi o motivo mais frequente de internamento. Dez crianças foram transplantadas, com idade média de 5,3 anos. Em relação ao crescimento, as quatro crianças que se mantêm em diálise peritoneal têm baixa estatura, mas nove dos transplantados têm uma estatura final dentro do esperado para a sua estatura-alvo familiar. Nove (64%) tiveram alterações no desenvolvimento psicomotor. Discussão: A diálise peritoneal é uma técnica possível e exequível desde o nascimento, tal como evidenciado nesta amostra, em que se iniciou com sucesso em mais de metade das crianças antes dos seis meses de vida. Permite uma sobrevivência a longo prazo até à possibilidade do transplante renal apesar da morbilidade associada, nomeadamente as peritonites e as complicações da doença renal

  2. Anthropo-Calcretisation: Human Effects on Calcrete Formation

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Itkin, Danny

    2014-05-01

    Calcretes are near-surface terrestrial accumulations of secondary calcium carbonate (CaCO3) that form in soils and permeable rocks in regions of arid to dry-summer subtropical climates. While the formation of calcrete under natural conditions has been extensively studied, no reports of anthropogenically induced calcretisation exist in current literature. Following a detailed study of soil micromorphology at the Binyanei Ha-Uma site (Jerusalem) (Itkin, submitted), it becomes evident that a natural Nari-calcrete (Wieder et al. 1993; Itkin et al. 2012) has been overprinted by a secondary calcretisation, specifically arising from human activity ~2 ka ago (related to the production centre of the Tenth Roman Legion in Jerusalem). I hereby introduce the concept of 'Anthropo-Calcretisation', as the sum of processes, by which human actions lead to the accumulation of pedogenic calcium carbonate. Based on soil micromorphological analysis of the Binyanei Ha-Uma site (Itkin, submitted), and other archaeological sites, two characteristic Anthropo-Calcretisation modes can be discerned. The first pathway, termed 'biogeochemical', is dominated by pedogenic chemical reactions, resulting from soil liming, agriculture, and an unintentional soil contamination by calcined lime. The second pathway, termed 'hydropedological', arises from modified soil-water relations due to man-made reshaping of geomorphological units (e.g., agricultural terraces). Anthropo-Calcretisation can follow either of the pathways, and even include both. The study of Anthropo-Calcrete can be applicable (i) to quantify the extent by which (pre)historic human beings have utilised and affected their environment; (ii) to reconstruct paleoclimate, and (iii) to constrain soil development in time by dating associated archaeological artefacts. Furthermore, Anthropo-Calcrete can be also used as a diagnostic tool for evaluating modern human actions (e.g. soil liming, intentional enrichment of soil biomass, or soil

  3. Cystatin C: A Promising Marker of Renal Function in Patients with Systemic Lupus Erythematosus?

    PubMed

    Peixoto, Lígia; Aguiar, Patrício; de Bragança, Raquel; Martins, Joana Rosa; Acabado, Alba Janeiro; Ducla-Sores, José Luís

    2015-01-01

    Introdução: A cistatina C possui uma correlação superior com a taxa de filtrado glomerular e um prognóstico clínico mais significativo do que a creatinina. Procurou-se averiguar se constitui um marcador de função renal diferente da creatinina (cistatina C potencialmente superior à creatinina), em doentes com lúpus eritematoso sistémico.Material e Métodos: Foram avaliados 37 doentes com lúpus eritematoso sistémico, sem evidência de nefrite lúpica activa. Determinouse a cistatina C sérica por nefelometria e a creatinina pelo método de Jaffe modificado. Compararam-se cinco fórmulas: Chronic Kidney Disease â Epidemiology Collaboration cystatin; Chronic Kidney Disease â Epidemiology Collaboration creatinine-cystatin; Cockcroft-Gault, Modification of Diet in Renal Disease e Chronic Kidney Disease â Epidemiology creatinine, utilizando-se esta última como referência. Analisou-se a influência de factores clínicos e laboratoriais na variação da cistatina C, por regressão linear multivariada. Resultados: A cistatina C encontrava-se isoladamente elevada em dez participantes, ao invés de nenhuma elevação isolada dacreatinina, sendo esta diferença significativa (p = 0,002). Verificou-se uma diferença entre a taxa de filtrado glomerular estimada pela Chronic Kidney Disease â Epidemiology Collaboration cystatin e pela Chronic Kidney Disease â Epidemiology Collaboration creatinine (-6,0541 mL/min/1,73 m2, p = 0,07), mais acentuada para taxas de filtração glomerular mais baixas. Assim, a fórmula Chronic Kidney Disease â Epidemiology Collaboration cystatin reclassificou 4 doentes como tendo doença renal crónica de novo e um doente como não tendo doença renal crónica (p = 0,375). A cistatina C foi influenciada significativamente apenas pela idade (p < 0,001).Discussão: Vários estudos demonstraram que a cistatina C melhora a definição de doença renal crónica, permitindo uma classificação e uma estratificação do risco mais exactas

  4. The boron abundance of Procyon

    NASA Technical Reports Server (NTRS)

    Lemke, Michael; Lambert, David L.; Edvardsson, Bengt

    1993-01-01

    The B I 2496.8 A resonance line and HST/GHRS echelle spectra are used with model atmospheres and synthetic spectra to derive the B abundance of the F dwarfs Procyon (Alpha Canis Minoris), Theta Ursae Majoris, and Iota Pegasi. The B abundance of Theta UMa and Iota Peg is similar to that derived by Boesgaard and Heacox (1978) from the B II resonance line in spectra of A- and B-type stars. These two dwarfs show normal abundances of Li, Be, and B. Procyon, which is highly depleted in Li and Be, is depleted in B by a factor of at least 3. Comparison of the spectra of Procyon and the halo dwarf HD 140283 shows that the B abundance assigned by Duncan et al. (1992) to three halo dwarfs is not greatly overestimated as a result of contamination of the B I line by an unidentified line.

  5. PERIOD VARIATION AND ASYMMETRY LIGHT CURVES OF XY URSAE MAJORIS

    SciTech Connect

    Yuan Jinzhao

    2010-05-15

    New CCD photometric observations of the chromospherically active binary XY Ursae Majoris (XY UMa) were obtained every year since 2006. The light curves obtained in the late Spring of 2006 show obvious variations on a short timescale, while the light curves obtained in 2008 December do not. But both sets of light curves are markedly asymmetric, and were analyzed using the 2003 version of the Wilson-Devinney code with spot model. New absolute physical parameters are obtained. It is found that the total spotted area on the more massive component covers 7% of the photospheric surface in 2008 December. Fitting all available light minimum times including the newly obtained ones with a sinusoidal ephemeris and a four-part linear ephemeris reveals that the orbital period undergoes quasi-periodic oscillation rather than sinusoidal variations. Between the two mechanisms of magnetic activity and a third body around the eclipsing pair, the former one is more plausible.

  6. Stroke Prevention in Atrial Fibrillation: Focus on Latin America.

    PubMed

    Massaro, Ayrton R; Lip, Gregory Y H

    2016-08-11

    Atrial fibrillation (AF) is the most common sustained cardiac arrhythmia, with an estimated prevalence of 1-2% in North America and Europe. The increased prevalence of AF in Latin America is associated with an ageing general population, along with poor control of key risk factors, including hypertension. As a result, stroke prevalence and associated mortality have increased dramatically in the region. Therefore, the need for effective anticoagulation strategies in Latin America is clear. The aim of this review is to provide a contemporary overview of anticoagulants for stroke prevention. The use of vitamin K antagonists (VKAs, eg, warfarin) and aspirin in the prevention of stroke in patients with AF in Latin America remains common, although around one fifth of all AF patients receive no anticoagulation. Warfarin use is complicated by a lack of access to effective monitoring services coupled with an unpredictable pharmacokinetic profile. The overuse of aspirin is associated with significant bleeding risks and reduced efficacy for stroke prevention in this patient group. The non-VKA oral anticoagulants (NOACbs) represent a potential means of overcoming many limitations associated with VKA and aspirin use, including a reduction in the need for monitoring and a reduced risk of hemorrhagic events. The ultimate decision of which anticoagulant drug to utilize in AF patients depends on a multitude of factors. More research is needed to appreciate the impact of these factors in the Latin American population and thereby reduce the burden of AF-associated stroke in this region. Resumo A fibrilação atrial (FA) é a arritmia cardíaca sustentada mais comum, com uma prevalência estimada de 1-2% na América do Norte e Europa. O aumento da prevalência da FA na América Latina está associado com o envelhecimento da população geral, juntamente com um mal controle dos principais fatores de risco, incluindo a hipertensão arterial. Como resultado, a prevalência do acidente

  7. An analysis of three new infrasound arrays around Kīlauea Volcano

    USGS Publications Warehouse

    Thelen, Weston A.; Cooper, Jennifer

    2015-01-01

    A network of three new infrasound station arrays was installed around Kīlauea Volcano between July 2012 and September 2012, and a preliminary analysis of open-vent monitoring has been completed by Hawaiian Volcano Observatory (HVO). Infrasound is an emerging monitoring method in volcanology that detects perturbations in atmospheric pressure at frequencies below 20 Hz, which can result from volcanic events that are not always observed optically or thermally. Each array has the capability to detect various infrasound events as small as 0.05 Pa as measured at the array site. The infrasound monitoring network capabilities are demonstrated through case studies of rockfalls, pit collapses, and rise-fall cycles at Halema'uma'u Crater and Pu'u 'Ōʻō.

  8. Halogens and trace metal emissions from the ongoing 2008 summit eruption of Kīlauea volcano, Hawai`i

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Mather, T. A.; Witt, M. L. I.; Pyle, D. M.; Quayle, B. M.; Aiuppa, A.; Bagnato, E.; Martin, R. S.; Sims, K. W. W.; Edmonds, M.; Sutton, A. J.; Ilyinskaya, E.

    2012-04-01

    Volcanic plume samples taken in 2008 and 2009 from the Halema`uma`u eruption at Kīlauea provide new insights into Kīlauea’s degassing behaviour. The Cl, F and S gas systematics are consistent with syn-eruptive East Rift Zone measurements suggesting that the new Halema`uma`u activity is fed by a convecting magma reservoir shallower than the main summit storage area. Comparison with degassing models suggests that plume halogen and S composition is controlled by very shallow (<3 m depth) decompression degassing and progressive loss of volatiles at the surface. Compared to most other global volcanoes, Kīlauea’s gases are depleted in Cl with respect to S. Similarly, our Br/S and I/S ratio measurements in Halema`uma`u’s plume are lower than those measured at arc volcanoes, consistent with contributions from the subducting slab accounting for a significant proportion of the heavier halogens in arc emissions. Analyses of Hg in Halema`uma`u’s plume were inconclusive but suggest a flux of at least 0.6 kg day-1 from this new vent, predominantly (>77%) as gaseous elemental mercury at the point of emission. Sulphate is an important aerosol component (modal particle diameter ∼0.44 μm). Aerosol halide ion concentrations are low compared to other systems, consistent with the lower proportion of gaseous hydrogen halides. Plume concentrations of many metallic elements (Rb, Cs, Be, B, Cr, Ni, Cu, Mo, Cd, W, Re, Ge, As, In, Sn, Sb, Te, Tl, Pb, Mg, Sr, Sc, Ti, V, Mn, Fe, Co, Y, Zr, Hf, Ta, Al, P, Ga, Th, U, La, Ce, Pr, Nd, Sm, Eu, Gd, Tb, Dy, Er, Tm) are elevated above background air. There is considerable variability in metal to SO2 ratios but our ratios (generally at the lower end of the range previously measured at Kīlauea) support assertions that Kīlauea’s emissions are metal-poor compared to other volcanic settings. Our aerosol Re and Cd measurements are complementary to degassing trends observed in Hawaiian rock suites although measured aerosol metal/S ratios

  9. More dialectical thinking, less creativity? The relationship between dialectical thinking style and creative personality: the case of China.

    PubMed

    Liu, Hui; Wang, Fei-xue; Yang, Xiao-yang

    2015-01-01

    People use dialectical thinking to be holistic, reconcile contradictions, and emphasize changes when processing information and managing problems. Using a questionnaire survey, this study examined the relationship between dialectical thinking and creative personality in the Chinese culture, which encourages a holistic and collective thinking style. Undergraduates majoring in different subjects and adults in different professions were surveyed. The results showed that 1) compared with undergraduates majoring in art and adults from the design industry, undergraduates majoring in other disciplines significantly showed the least creative personality; 2) the highest score for dialectical thinking was found in the group of undergraduates who majored in other disciplines, followed by the adult group, and the undergraduates majoring in art had the lowest score; and 3) A negative relationship between dialectical thinking and creative personality was found mostly in the UMA group. The limitations of this study and suggestions for future research are discussed.

  10. Curious Variables Experiment (CURVE). CCD Photometry of Dwarf Nova V660 Herculis

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Olech, A.; Zloczewski, K.; Cook, L. M.; Mularczyk, K.; Kedzierski, P.; Wisniewski, M.

    2005-06-01

    We report extensive photometry of the dwarf nova V660 Her. During our campaign, lasting from August 2003 to November 2004, we recorded one bright eruption which turned out to be a superoutburst lasting about 15 days and having amplitude of approx 4.5 mag. Clear superhumps with a mean period of P_sh=0.080924(18) days (116.53+/-0.03 min) were present during all nights of the superoutburst. The period of the superhumps was not stable and in the interval covered by our observations it decreased with a rate of dot P/P_sh=-4.0(1.4) times 10^-5. Based on our data and the known orbital period of the binary we calculate the period excess of 3.4\\+/-0.1%, which is typical for an SU UMa star at this orbital period. This value indicates that the mass ratio of the system is q=0.154.

  11. Uso de simulações na determinação de cores intrínsecas de estrelas no infravermelho

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Rembold, S. B.; Ribeiro, D.; Ducati, J. R.; Bevilacqua, C.

    2003-08-01

    Apresentamos o método e alguns resultados preliminares da aplicação de simulações na determinação das cores intrínsecas de estrelas no infravermelho. A simulação consiste em gerar diagramas cor versus temperatura efetiva de estrelas sinteticas, para uma faixa de valores iniciais da cor intrínseca para cada tipo espectral. Os diagramas gerados sinteticamente são comparados com diagramas gerados a partir de observacoes e, com isso, extrai-se a cor intrínseca que melhor descreve as observações. Mostramos tabelas preliminares de cores intrínsecas e comparamos seu comportamento com determinações prévias e de outros autores.

  12. Voloshina I.B., Metlov V.G., Shugarov S.Yu., Golovin A.V., Antoniuk O.I. Positive and Negative Superhumps of the Dwarf Nova MN Dra

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Samsonov, D. A.; Pavlenko, E. P.; Andreev, M. V.; Sklyanov, A.; Zubareva, A. M.

    2010-12-01

    We present the result of O-C analysis of the dwarf nova MN Dra. It is based on the multi-site photometric observations that were made over 77 nights in August - November, 2009. The total exposure was 433 hours. During this time binary underwent two superoutbursts and five normal outbursts. In superoutbursts the positive superhumps decreased with extremely large P = -(3 - 8) x 10-4 for SU UMa-like dwarf novae, confirming the known behavior of MN Dra in 2003. MN Dra displayed large-amplitude (up to 1.4m in quiescence and 0.1m-0.2m in normal outbursts) negative superhumps. The improved value of negative superhump period is 0.095952(4) d.

  13. Impact of long-term treatment with inhaled corticosteroids and bronchodilators on lung function in a patient with post-infectious bronchiolitis obliterans.

    PubMed

    Calabrese, Cecilia; Corcione, Nadia; Rea, Gaetano; Stefanelli, Francesco; Meoli, Ilernando; Vatrella, Alessandro

    2016-01-01

    Post-infectious bronchiolitis obliterans (PIBO) is a small airways disease characterized by fixed airflow limitation. Therefore, inhaled bronchodilators and corticosteroids are not recommended as maintenance therapy options. The management of PIBO currently consists only of close monitoring of affected patients, aimed at the prevention and early treatment of pulmonary infections. In recent years, there has been an increase in the incidence of PIBO in the pediatric population. Patients with PIBO are characterized by a progressive decline in lung function, accompanied by a decrease in overall functional capacity. Here, we report the case of a relatively young man diagnosed with PIBO and followed for three years. After short- and long-term therapy with an inhaled corticosteroid/long-acting 2 agonist combination, together with an inhaled long-acting antimuscarinic, the patient showed relevant improvement of airway obstruction that had been irreversible at the time of the bronchodilator test. The lung function of the patient worsened when he interrupted the triple inhaled therapy. In addition, a 3-week pulmonary rehabilitation program markedly improved his physical performance. RESUMO A bronquiolite obliterante pós-infecciosa (BOPI) é uma doença das pequenas vias aéreas caracterizada por limitação fixa do fluxo aéreo. Portanto, os broncodilatadores e os corticosteroides inalatórios não são recomendados como opções de terapia de manutenção. Atualmente, o manejo da BOPI consiste apenas de um acompanhamento rigoroso dos pacientes afetados, visando à prevenção e ao tratamento precoce de infecções pulmonares. A incidência de BOPI tem aumentado na população pediátrica nos últimos anos. Os pacientes com BOPI caracterizam-se por um declínio progressivo da função pulmonar, associado a uma diminuição da capacidade funcional global. Relatamos aqui o caso de um homem relativamente jovem diagnosticado com BOPI, acompanhado por três anos. Ap

  14. Shallow magma accumulation at Kilauea Volcano, Hawai'i, revealed by microgravity surveys

    USGS Publications Warehouse

    Johnson, David J.; Eggers, Albert A.; Bagnardi, Marco; Battaglia, Maurizio; Poland, Michael P.; Miklius, Asta

    2010-01-01

    Using microgravity data collected at Kilauea Volcano, Hawai'i (United States), between November 1975 and January 2008, we document significant mass increase beneath the east margin of Halema'uma'u Crater, within Kilauea's summit caldera. Surprisingly, there was no sustained uplift accompanying the mass accumulation. We propose that the positive gravity residual in the absence of significant uplift is indicative of magma accumulation in void space (probably a network of interconnected cracks), which may have been created when magma withdrew from the summit in response to the 29 November 1975 M = 7.2 south flank earthquake. Subsequent refilling documented by gravity represents a gradual recovery from that earthquake. A new eruptive vent opened at the summit of Kilauea in 2008 within a few hundred meters of the positive gravity residual maximum, probably tapping the reservoir that had been accumulating magma since the 1975 earthquake.

  15. [Epidemiology of Vertigo on Hospital Emergency].

    PubMed

    Roque Reis, Luis; Lameiras, Rita; Cavilhas, Pedro; Escada, Pedro

    2016-05-01

    Introdução: A vertigem é um dos motivos mais frequentes na procura de atendimento médico especializado na urgência. O objetivo deste estudo foi avaliar o peso real que as alterações do equilíbrio têm na urgência de Otorrinolaringologia, as suas características epidemiológicas e uma eventual sazonalidade por estações do ano. Usou-se uma amostra de doentes que utilizou o serviço de urgência desta especialidade de um hospital central universitário de Lisboa durante um período de quatro anos. Material e Métodos: O projeto foi concebido como um estudo epidemiológico descritivo de tipo populacional, retrospectivo, no período de 2010 a 2013. Incluiu uma população total de 40 173 atendimentos de doentes que nesse período utilizou o serviço de urgência de Otorrinolaringologia. As variáveis estudadas incluíram a idade, género, número anual de casos (total e percentual), data da crise de vertigem, distribuição sazonal por estações do ano e proporção anual de casos internados. Resultados: Um total de 4 347 doentes (10,8%) procurou atendimento médico devido a vertigem ou alterações do equilíbrio ao longo dos quatro anos do estudo. Verificou-se um aumento anual do número de casos entre 7,6% (em 2010) a 17% (em 2013). As mulheres foram mais frequentemente afetadas (68,3%) e as crises ocorreram mais frequentemente em indivíduos entre os 60 e 79 anos de idade (40%). Os casos distribuíram-se de forma heterogénea entre as estações do ano, havendo mais episódios de vertigem no verão e no outono e com uma tendência crescente entre 2010 e 2013. O número de internamentos aumentou anualmente nesse período. Discussão: A epidemiologia da vertigem e dos distúrbios vestibulares específicos é ainda um campo a estudar, pois pode ter utilidade para a tomada de decisões clínicas e para o planeamento dos cuidados de saúde. Conclusão: O estudo revelou que os casos de vertigem na urgência aumentaram anualmente e são mais frequentes no sexo

  16. Bursts de raios gama

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Braga, J.

    2003-02-01

    Nos últimos anos, graças principalmente aos dados obtidos pelo Compton Gamma-Ray Observatory e pelo satélite ítalo-holandês BeppoSAX, grandes avanços foram obtidos no nosso conhecimento sobre os fascinantes e enigmáticos fenômenos conhecidos por "bursts"de raios gama. Neste trabalho é feita uma revisão sobre a fenomenologia desses misteriosos objetos e são apresentados os desenvolvimentos recentes nessa área palpitante da astrofísica moderna, ressaltando tanto os resultados observacionais obtidos até o momento quanto os modelos teóricos propostos para explixá-los.

  17. A T8.5 BROWN DWARF MEMBER OF THE {xi} URSAE MAJORIS SYSTEM

    SciTech Connect

    Wright, Edward L.; Mace, Gregory; McLean, Ian S.; Skrutskie, M. F.; Nelson, M. J.; Borish, H. J.; Kirkpatrick, J. Davy; Gelino, Christopher R.; Griffith, Roger L.; Jarrett, Tom; Marsh, Kenneth A.; Mainzer, Amanda K.; Eisenhardt, Peter R.; Tobin, John J.; Cushing, Michael C.

    2013-03-15

    The Wide-field Infrared Survey Explorer has revealed a T8.5 brown dwarf (WISE J111838.70+312537.9) that exhibits common proper motion with a solar-neighborhood (8 pc) quadruple star system-{xi} Ursae Majoris. The angular separation is 8.'5, and the projected physical separation is Almost-Equal-To 4000 AU. The sub-solar metallicity and low chromospheric activity of {xi} UMa A argue that the system has an age of at least 2 Gyr. The infrared luminosity and color of the brown dwarf suggests the mass of this companion ranges between 14 and 38 M{sub J} for system ages of 2 and 8 Gyr, respectively.

  18. Breast cancer patients survival and associated factors: reported outcomes from the Southern Cancer Registry in Portugal.

    PubMed

    André, Maria Rosario; Amaral, Sandra; Mayer, Alexandra; Miranda, Ana

    2014-01-01

    Objectivos: A incidência do cancro da mama em Portugal é inferior à média europeia, sendo, ainda assim, a neoplasia mais frequente na mulher. As taxas de mortalidade por cancro de mama apresentam uma distribuição heterogénea nas diferentes regiões de Portugal. São múltiplos os factores que podem influenciar esta distribuição, incluindo aspectos demográficos e socioeconómicos, características biológicas tumorais, e o acesso aos cuidados de saúde. O objectivo deste estudo é detectar diferenças na sobrevivência do cancro de mama feminino e os principais factores associados. Material e Métodos: Estudo de coorte, de base populacional e orientação retrospectiva, com follow-up. Foram incluídos casos de cancro de mama diagnosticados em 2005 e residentes na região sul de Portugal, tendo os dados sido recolhidos a partir da base de dados do Registo Oncológico Regional Sul (ROR-Sul) e complementados com dados dos processos clínicos. Resultados: Foram incluídos neste estudo 1 354 doentes. Observaram-se as seguintes variações geográficas: na distribuição etária, com uma população envelhecida no Alentejo; na distribuição de sub-tipos tumorais, com uma maior incidência de tumores HER2- positivo no Algarve e maior incidência de tumores HER2-negativo na Região Autónoma da Madeira. A sobrevivência global estimada aos 5 anos foi de 80%, com uma associação significativa com o estadio, receptores hormonais e status HER2. Não foram identificadas diferenças na sobrevivência entre mulheres residentes em regiões geográficas distintas. Discussão: Apesar das diferenças observadas na distribuição etária e de sub-tipos tumorais entre regiões geográficas, os nossos resultados não suportam a existência de discrepâncias na sobrevivência do cancro de mama entre estas regiões. As características biológicas tumorais parecem ser os principais factores associados à sobrevivência do cancro de mama feminino na nossa população. Conclus

  19. Period-luminosity-colour relation for early-type contact binaries

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Pawlak, Michał

    2016-04-01

    This work describes the analysis of 64 early-type, massive contact or near-contact eclipsing systems from the Large Magellanic Cloud discovered by the third phase of the Optical Gravitational Lensing Experiment (OGLE-III). It presents the determination of the period-luminosity-colour relation followed by these objects, that is different from the one previously known for late-type W UMa stars. The relation for massive stars has a significantly steeper dependence on the colour, which is related to a much higher bolometric correction, however it is shallower in the period term. This leads to the conclusion, that the relation for the total population of main-sequence contact binaries is non-linear. When studied separately, genuinely contact and near-contact systems follow two slightly different relations.

  20. Investigation of a 1500 ft/sec, Transonic, High-through-Flow, Single- Stage Axial-Flow Compressor with Low Hub/Tip Ratio

    DTIC Science & Technology

    1976-10-01

    420 N MN H1C0~ .4 . o.-N L00 1010I MNO17 .~ MC)’’W.l *’r nrM M M M I I. ’~atJt.~ W 1> -0A44440.41 0 0 wO~ 0 M ,0 ,.ý.ý 10 T’C 11- -In4 tN4 =-0-.CY I 01... tN4 .c0𔃾. n cf .. NONMN4’J*.44 TofN,41~D 4 NOJ or644- 4--4 to 4. 4 4*044- ki a V4 U.MA44lLW44-0 . 4 of%.J~NN4 .9 "WýO49 N w- 0- 0411tw-U*.OS- of