Science.gov

Sample records for haemophiliis aegyptius associado

  1. Lineage-specific Virulence Determinants of Haemophilus influenzae Biogroup aegyptius

    PubMed Central

    Strouts, Fiona R.; Power, Peter; Croucher, Nicholas J.; Corton, Nicola; van Tonder, Andries; Quail, Michael A.; Langford, Paul R.; Hudson, Michael J.; Parkhill, Julian; Bentley, Stephen D.

    2012-01-01

    An emergent clone of Haemophilus influenzae biogroup aegyptius (Hae) is responsible for outbreaks of Brazilian purpuric fever (BPF). First recorded in Brazil in 1984, the so-called BPF clone of Hae caused a fulminant disease that started with conjunctivitis but developed into septicemic shock; mortality rates were as high as 70%. To identify virulence determinants, we conducted a pan-genomic analysis. Sequencing of the genomes of the BPF clone strain F3031 and a noninvasive conjunctivitis strain, F3047, and comparison of these sequences with 5 other complete H. influenzae genomes showed that >77% of the F3031 genome is shared among all H. influenzae strains. Delineation of the Hae accessory genome enabled characterization of 163 predicted protein-coding genes; identified differences in established autotransporter adhesins; and revealed a suite of novel adhesins unique to Hae, including novel trimeric autotransporter adhesins and 4 new fimbrial operons. These novel adhesins might play a critical role in host–pathogen interactions. PMID:22377449

  2. Inflammatory response of Haemophilus influenzae biotype aegyptius causing Brazilian Purpuric Fever.

    PubMed

    Cury, Gisele Cristiane Gentile; Pereira, Rafaella Fabiana Carneiro; de Hollanda, Luciana Maria; Lancellotti, Marcelo

    2014-01-01

    The Brazilian Purpuric Fever (BPF) is a systemic disease with many clinical features of meningococcal sepsis and is usually preceded by purulent conjunctivitis. The illness is caused by Haemophilus influenza biogroup aegyptius, which was associated exclusively with conjunctivitis. In this work construction of the las gene, hypothetically responsible for this virulence, were fusioned with ermAM cassette in Neisseria meningitidis virulent strains and had its DNA transfer to non BPF H. influenzae strains. The effect of the las transfer was capable to increase the cytokines TNFα and IL10 expression in Hec-1B cells line infected with these transformed mutants (in eight log scale of folding change RNA expression). This is the first molecular study involving the las transfer to search an elucidation of the pathogenic factors by horizontal intergeneric transfer from meningococci to H. influenzae.

  3. Chemical constituents and biological activities of Senecio aegyptius var. discoideus Boiss.

    PubMed

    Hassan, Wafaa; Al-Gendy, Amal; Al-Youssef, Hanan; El-Shazely, Assem

    2012-01-01

    A new eremophilane sesquiterpene, 1-beta-hydroxy-8-oxoeremophila-7,9-dien-12-oic acid (1), in addition to two known flavonol glycosides, rutin (2) and quercetin-3-O-glucoside-7-O-rutinoside (3), was isolated from the ethyl acetate fraction obtained from the aqueous alcoholic extract of the aerial parts of Senecio aegyptius var. discoideus Boiss. (family Asteraceae). The chemical structures of the isolated compounds were established by 1D and 2D NMR analysis (1H, 13C, COSY, HMQC, HMBC), MS and UV data, and through comparison with the literature. The ethyl acetate fraction and the isolated rutin showed significant cytotoxic activity against colorectal carcinoma (HCT 116) and to less extent against brain (U 251) and breast carcinoma (MCF 7). The ethyl acetate fraction showed a significant level of activity against Klebsiella pneumoniae, while the total extract showed the best antifungal activity against Candida albicans and Saccharomyces cerevisiae. DPPH radical scavenging activity of the ethyl acetate fraction was significant (96.7%) when compared to ascorbic acid. It also showed anti-inflammatory activity but no diuretic effect.

  4. Variation in testicular histology of the spiny tailed lizard Uromastyx aegyptius microlepis during hibernation and active periods.

    PubMed

    Abu-Zinadah, Osama A

    2008-06-15

    The testicular histology of the lizard, Uromastyx aegyptius microlepis were varied considerably during hibernation and activity periods, reaching maximum values in summer. The onset of winter induces testicular regression, reduced testis size, testis diameter, diameter and epithelial height of the seminiferous tubules and epididymal epithelial height. Animals exhibit testicular recrudescence during late winter (February and March) and maximum testicular volume occurred during June. The period of maximal testicular volume was positively correlated with increasing ambient temperature. The summer season induces the testicular activity in contrast with the winter season in which the activity decreased and the testes were collapsed. Spermatocytogenesis is active in early spring and the major portion of the seminiferous epithelium comprises spermatids in various stages of maturation and their luminae were filled with spermatozoa. The size of the interstitial cells is direct correlated with changes occurring in epididymis and seminiferous epithelium. Most interstitial cell nuclei show clear regression when spermatocytogenesis were diminishes.

  5. Angioqueratomas de fordyce múltiplos de vulva associados à cirrose hepática.

    PubMed

    Souza Teixeira, Marcelo; Dos Santos Lima, Caren; De Abreu Neves Salles1, Simone; Luz, Flávio Barbosa; Roberta Duarte Bezerra Pinto, Roberta; Pantaleão, Luciana

    2016-05-15

    Fordyce angiokeratoma is a benign skin neoplasm, characterized by erythematous-violet keratotic papules with mamillated surface, which follows a chronic and minimally symptomatic course. However, symptoms can be related such as itching, burning, bleeding, dyspareunia; aesthetic and social concerns may prompt request for treatment. The condition mainly affects men and usually occurs in the scrotum, but rarely may occur in women. A 30-year-old woman with liver cirrhosis and portal hypertension is described. Over a period of two years she developed multiple angiokeratomas of the vulva, complicated by frequent bleeding. Histopathologic analysis of the lesion confirmed the diagnosis of angiokeratoma and all lesions were surgically removed. The results of the treatment were very satisfactory, with no relapses or complications.Angioqueratoma de Fordyce é uma dermatose incomum que compõe o grupo das neoplasias cutâneas benignas, caracterizando-se pelo aparecimento de lesões papuloceratósicas, eritemato-violáceas de superfície mamilonada, que apresentam curso crônico e oligossintomático. No entanto, outros sintomas podem estar associados, como prurido, ardência, sangramento e dispareunia, além de problemas estéticos e de ordem social. Afeta principalmente homens, acometendo a região escrotal, sendo raro seu surgimento em mulheres. Relata-se caso de uma paciente com 30 anos de idade, portadora de cirrose hepática e hipertensão portal evoluindo há 2 anos com múltiplos angioqueratomas na vulva de sangramento frequente. A análise histopatológica confirmou o diagnóstico de angioqueratoma e a paciente foi submetida à exérese cirúrgica das lesões. Os resultados terapêuticos foram satisfatórios, sem recidivas ou complicações.

  6. THERMICANUS AEGYPTIUS GEN. NOV., SP. NOV., ISOLATED FROM OXIC SOIL, A FERMENTATIVE MICROAEROPHILE THAT GROWS COMMENSALLY WITH THE THERMOPHILIC ACETOGEN MOORELLA THERMOACETICA

    EPA Science Inventory

    A thermophilic, fermentative microaerophile (ET-5b) and a thermophilic acetogen (ET-5a) were coisolated from oxic soil obtained from Egypt. The 16S rRNA gene sequence of ET-5a was 99.8% identical to that of the classic acetogen Moorella thermoacetica. Further analyses confirmed t...

  7. Studies on the cardenolide sequestration in African milkweed butterflies (Danaidae).

    PubMed

    Mebs, Dietrich; Reuss, Esther; Schneider, Michael

    2005-04-01

    Butterflies of the Danaidae family are considered to be toxic or distasteful due to the presence of cardiac glycosides sequestered from their larval food plants. Alcoholic extracts of specimens of Danaus chrysippus aegyptius and Amauris ochlea ochlea from southern Africa (Namibia, S.-Africa, Mozambique) were analyzed by thin-layer chromatography for these cardenolides. But only 4 of 75 specimens of D. chrysippus aegyptius contained trace amounts, all others including 13 specimens of A. ochlea ochlea were negative. Genetic analysis of the ouabain binding site of the Na(+), K(+)-ATPase revealed that both species do not present an amino acid replacement at the position 122, which otherwise makes the enzyme insensitive to cardenolides suggesting that other strategies of toxin tolerance must have been developed.

  8. The French Egyptian campaign and its effects on ophthalmology.

    PubMed

    Wagemans, M; van Bijsterveld, O P

    1988-01-01

    Almost all soldiers of the armies involved in the Egyptian campaign fell victim to what was later called the ophthalmia militaris which we now know to be caused by Haemophilus aegyptius, N. gonorrhoea and possibly to some extent by Chlamydia trachomatis but more likely by the adenoviruses. Because of the enormous incidence of ocular infection and the controversy generated by speculation on the nature of the disease--English surgeons considered this ophthalmia to be of a contagious nature, whereas the French surgeons violently opposed this view-, the interest in diseases of the eye increased, which eventually resulted in the acceptance of ophthalmology as a separate branch of medicine.

  9. Morphology of the feeding system in agamid lizards: ecological correlates.

    PubMed

    Herrel, A; Aerts, P; Fret, J; de Vree, F

    1999-04-01

    The interaction of organismal design with ecology, and its evolutionary development are the subject of many functional and ecomorphological studies. Many studies have shown that the morphology and mechanics of the masticatory apparatus in mammals are adapted to diet. To investigate the relations between diet and the morphological and physiological properties of the lizard jaw system, a detailed analysis of the structure of the jaw apparatus was undertaken in the insectivorous lizard Plocederma stellio and in closely related herbivorous lizards of the genus Uromastix. The morphological and physiological properties of the jaw system in P. stellio and U. aegyptius were studied by means of dissections, light microscopy, histochemical characterisations, and in vivo stimulation experiments. The skull of Uromastix seems to be built for forceful biting (high, short snout). Additionally, the pterygoid muscle is modified in P. stellio, resulting in an additional force component during static biting. Stimulation experiments indicate that jaw muscles in both species are fast, which is supported by histochemical stainings. However, the oxidative capacity of the jaw muscles is larger in Uromastix. Contraction characteristics and performance of the feeding system (force output) are clearly thermally dependent. We conclude that several characteristics of the jaw system (presence of extra portion of the pterygoid muscle, large oxidative capacity of jaw muscles) in Uromastix may be attributed to its herbivorous diet. Jaw muscles, however, are still faster than expected. This is presumably the result of trade-offs between the thermal characteristics of the jaw adductors and the herbivorous lifestyle of these animals.

  10. Comparative Analysis of Volatile Defensive Secretions of Three Species of Pyrrhocoridae (Insecta: Heteroptera) by Gas Chromatography-Mass Spectrometric Method

    PubMed Central

    Krajicek, Jan; Havlikova, Martina; Bursova, Miroslava; Ston, Martin; Cabala, Radomir; Exnerova, Alice; Stys, Pavel; Bosakova, Zuzana

    2016-01-01

    The true bugs (Hemiptera: Heteroptera) have evolved a system of well-developed scent glands that produce diverse and frequently strongly odorous compounds that act mainly as chemical protection against predators. A new method of non-lethal sampling with subsequent separation using gas chromatography with mass spectrometric detection was proposed for analysis of these volatile defensive secretions. Separation was performed on Rtx-200 column containing fluorinated polysiloxane stationary phase. Various mechanical irritation methods (ultrasonics, shaking, pressing bugs with plunger of syringe) were tested for secretion sampling with a special focus on non-lethal irritation. The preconcentration step was performed by sorption on solid phase microextraction (SPME) fibers with different polarity. For optimization of sampling procedure, Pyrrhocoris apterus was selected. The entire multi-parameter optimization procedure of secretion sampling was performed using response surface methodology. The irritation of bugs by pressing them with a plunger of syringe was shown to be the most suitable. The developed method was applied to analysis of secretions produced by adult males and females of Pyrrhocoris apterus, Pyrrhocoris tibialis and Scantius aegyptius (all Heteroptera: Pyrrhocoridae). The chemical composition of secretion, particularly that of alcohols, aldehydes and esters, is species-specific in all three pyrrhocorid species studied. The sexual dimorphism in occurrence of particular compounds is largely limited to alcohols and suggests their epigamic intraspecific function. The phenetic overall similarities in composition of secretion do not reflect either relationship of species or similarities in antipredatory color pattern. The similarities of secretions may be linked with antipredatory strategies. The proposed method requires only a few individuals which remain alive after the procedure. Thus secretions of a number of species including even the rare ones can be

  11. [Pain Intensity and Time to Death of Cancer Patients Referred to Palliative Care].

    PubMed

    Barata, Pedro; Santos, Filipa; Mesquita, Graça; Cardoso, Alice; Custódio, Maria Paula; Alves, Marta; Papoila, Ana Luísa; Barbosa, António; Lawlor, Peter

    2016-11-01

    Introdução: A dor é uma experiência frequente nos doentes com cancro, especialmente naqueles em fase final de vida. Com este estudo, pretendemos estudar a intensidade de dor nos doentes com cancro avançado, referenciados aos cuidados paliativos, analisar os factores associados à ocorrência de dor moderada ou intensa e avaliar a sua relação com o tempo até à morte destes doentes. Material e Métodos: Estudo prospectivo observacional que incluiu consecutivamente todos os doentes referenciados aos cuidados paliativos com tumores sólidos metastizados e sem tratamento oncológico específico. Foi considerada a intensidade de dor da escala de Edmonton, de acordo com a graduação zero a 10, onde 0 = ausência de dor e 10 = máxima dor possível. Resultados: Entre outubro de 2012 e junho de 2015, foram incluídos 301 doentes, com idade mediana de 69 anos (37 - 94), 57% homens e 64,8% dos doentes com performance status 3/4. Aproximadamente 42% dos doentes apresentaram dor ≥ 4 e cerca de 74,4% estavam medicados com analgesia opióide. A intensidade de dor esteve associada ao performance status dos doentes, de acordo com a análise multivariável (OR: 1,7; IC 95%: 1,0 - 2,7; p = 0,045). A mediana do tempo de sobrevivência foi de 37 dias (IC 95%: 28 - 46), tendo os doentes com dor moderada ou intensa (intensidade de dor ≥ 4) uma mediana de sobrevivência de 29 dias (IC 95%: 21 - 37), comparada com os 49 dias (IC 95%: 35 - 63) para os doentes sem dor ou dor ligeira (p = 0,022). Discussão: O performance status, para além de ter estado associado a uma maior intensidade de dor, esteve associado a um menor tempo até à morte dos doentes com cancro avançado referenciados aos cuidados paliativos. Também o internamento, a presença de metastização intra-abdominal e a analgesia opióide estiveram associados de forma negativa ao tempo até à morte destes doentes. Conclusão: A dor oncológica continua a ser um problema clinicamente relevante nos

  12. Economic analysis of rivaroxaban for the treatment and long-term prevention of venous thromboembolism in Portugal.

    PubMed

    Santos, Isabel Fonseca; Pereira, Sónia; McLeod, Euan; Guillermin, Anne-Laure; Chatzitheofilou, Ismini

    2014-01-01

    Introdução: O tromboembolismo venoso representa uma carga substancial para os sistemas de saúde. O objectivo foi estimar os resultados clínicos e económicos a longo-prazo associados a rivaroxabano relativamente à prática clínica (enoxaparina/varfarina) no tratamento e prevenção secundária de tromboembolismo venoso em Portugal.Material e Métodos: Foi desenvolvido um modelo de Markov baseado nos ensaios clínicos EINSTEIN e dados da literatura para complicações a longo-prazo. Foram avaliados custos e anos de vida ajustados pela qualidade de vida totais e incrementais e rácio custo-efectividade incremental. As indicações trombose venosa profunda e embolismo pulmonar foram analisados separadamente. Adoptou-se a perspectiva da sociedade portuguesa e um horizonte temporal de cinco anos. Aplicou-se uma taxa de actualização de cinco por cento para custos e consequências. Foram desenvolvidas análises de sensibilidade e diversas análises de cenário para avaliação da variação dos resultados em função de determinados pressupostos.Resultados: Rivaroxabano está associado a menores custos na trombose venosa profunda e constitui uma alternativa associada a menores custos e a maior eficácia no tratamento de embolismo pulmonar, relativamente a enoxaparina/varfarina.Discussão: O recurso a um painel de peritos para identificação de alguns recursos e a ausência de utilidades específicas para Portugal constituem as principais limitações.Conclusão: Rivaroxabano constitui uma alternativa eficaz, estando associado a menores custos (para ambas as indicações) e a mais anos de vida ajustados pela qualidade de vida (para embolismo pulmonar) relativamente a enoxaparina/varfarina em Portugal.

  13. [Intratechal Chemotherapy Treatment Through an Ommaya Reservoir Catheter for Meningeal Carcinomatosis: A Single-Centre Experience].

    PubMed

    Lavrador, José Pedro; Simas, Nuno; Oliveira, Edson; Carvalho, Manuel Herculano

    2016-08-01

    Introdução: A carcinomatose meníngea consiste na infiltração de células tumorais ao longo das leptomeninges e espaço subaracnoideu, encontrando-se associada a uma sobrevida média de 2 - 5 meses. As indicações sobre a modalidade mais adequada de tratamento permanecem tema de discussão, sendo fundamental um correto conhecimento da história natural da doença e da dualidade risco-benefício para uma decisão terapêutica interdisciplinar.Material e Métodos: Análise retrospectiva dos doentes com diagnóstico de carcinomatose meníngea com origem em tumores sólidos submetidos a colocação de catéter reservatório de Ommaya no período entre 2006 a 2014 no Serviço de Neurocirurgia do Hospital Santa Maria.Resultados: Foram operados 23 doentes com carcinomatose meníngea (19 mulheres, quatro homens) com idade média de 56,1 ± 2,2 anos. A origem do tumor primário foi: mama – 16 doentes, pulmão – quatro doentes, estômago, bexiga e colo do útero – um doente cada. Não se verificaram complicações tais como infecção, hematomas intracranianos ou fístula de líquor. A sobrevida média dos 21 doentes falecidos à data foi de 26,4 ± 7,7 semanas (mínimo nove dias, máximo 118 semanas). A análise estatística não ajustada revelou que o sexo masculino esteve associado a pior prognóstico (p value = 0,0032), enquanto a análise ajustada mostrou que a origem na mama esteve associada a melhor prognóstico (p value = 0,036) quando comparada com as outras etiologias (HR: 4,36 ± 3,06; 95% IC: 1,10 - 17,25). Um maior tempo de evolução de doença primária até ao diagnóstico esteve associado a melhor prognóstico, apesar de não ter atingido significado estatístico.Discussão: Apesar da colocação de catéter reservatório de Ommaya ser um procedimento com baixo risco de complicações, a resposta à quimioterapia intratecal é limitada e o prognóstico da doença poderá não justificar um procedimento cirúrgico num doente com mau estado

  14. [Restraints to anticoagulation prescription in atrial fibrillation and attitude towards the new oral anticoagulants].

    PubMed

    Pereira-Da-Silva, Tiago; Souto Moura, Teresa; Azevedo, Luísa; Sá Pereira, Margarida; Virella, Daniel; Alves, Marta; Borges, Luís

    2013-01-01

    Introdução e Objetivos: Avaliar a taxa de prescrição de anticoagulantes orais na fibrilhação auricular, os fatores associados à não prescrição, os motivos referidos pelos clínicos para não prescrição de anticoagulantes incluindo os de nova geração e realizar estudo evolutivo a médio prazo. Material e Métodos: Estudo prospetivo sobre casos consecutivos de doentes com fibrilhação auricular com alta hospitalar. Registaram- se os scores CHA2DS2VASc e HASBLED, comorbilidades associadas e a medicação prévia e à data de alta. Na alta hospitalar, o médico assistente indicou em questionário o motivo de não prescrição de anticoagulantes orais e dos novos anticoagulantes orais. Exclusão: contra-indicação absoluta para anticoagulação, CHA2DS2VASc ≤ 1 e doença valvular. Os doentes foram reavaliados um ano após o recrutamento do primeiro doente. Resultados: Identificaram-se 103 candidatos a anticoagulação oral (79,6 ± 8,0 anos; CHA2DS2VASc 5,8 ± 1,4; HASBLED 2,6 ± 1,0; HASBLED ≥ 3 em 55,3%); os anticoagulantes foram prescritos em 34,0%. Fatores associados à não prescrição por ordem decrescente de relevância: uso prévio de antiagregantes, doente acamado e/ou demente, ausência de insuficiência cardíaca e número de fatores de risco hemorrágico. Razões invocadas para não prescrição por ordem decrescente de frequência: risco hemorrágico elevado, pequeno benefício, incapacidade de seguir o esquema terapêutico e dificuldade na monitorização da razão normalizada internacional (INR). Os novos anticoagulantes não foram prescritos e as razões invocadas foram, por ordem decrescente de frequência: informação insuficiente sobre estes fármacos, risco hemorrágico elevado, custo elevado e pequeno benefício. Aos 8,2 ± 2,5 meses de estudo evolutivo 33,3% dos doentes encontravam-se sob anticoagulação sem que os novos anticoagulantes tivessem sido prescritos. Conclusões: Nesta amostra, a taxa de prescrição de

  15. [Skin cancer in kidney transplant recipients: incidence and association with clinical and demographic factors].

    PubMed

    Borges-Costa, João; Vasconcelos, João Pedro; Travassos, Ana Rita; Guerra, José; Santana, Alice; Weigert, André; Sacramento Marques, Manuel

    2013-01-01

    Introdução/Objetivos: Os doentes transplantados têm maior risco de cancro cutâneo não melanoma, sobretudo basaliomas e carcinomas espinocelulares. Os objetivos do estudo foram determinar a incidência destas neoplasias numa série de doentes com transplante renal e pesquisar associações destas com variáveis clínicas e demográficas. Material e Métodos: Estudo prospetivo com observação dermatológica e entrevista a 127 doentes com transplante renal observados pela primeira vez no entre Julho de 2010 e Dezembro de 2011. Todos os tumores cutâneos diagnosticados tiveram confirmação histológica. Os testes utilizados foram os testes não paramétricos de Mann-Whitney, teste do Qui-quadrado e teste exato de Fisher, com um nível de significância de 5%. Resultados: A média de idades foi 53 anos (s = 12,98) e 67% (85 / 127) dos doentes eram do sexo masculino. A média de anos decorridos desde o transplante foi oito anos (s = 4,61) e no exame objetivo diagnosticou-se cancro cutâneo não melanoma em 16% (20 / 127) dos doentes, com igual número de basaliomas e carcinomas espinocelulares. Nas áreas fotoexpostas observaram-se queratoses actínicas e verrugas virais em, respetivamente, 24% (30 / 127) e 8% (10 / 127) dos doentes. O cancro cutâneo não melanoma diagnosticado no nosso estudo esteve significativamente associado a maior idade (p = 0,016), maior duração do período sob imunossupressão (p = 0,003), atividade laboral no passado ao ar livre (p = 0,049) e com queratoses actínicas nas áreas fotoexpostas (p < 0,001). O único fármaco associado a estes tumores nesta série foi a medicação atual com azatioprina (p = 0,035 no teste exato de Fischer). Conclusões: A incidência de cancro cutâneo é elevada na nossa série e estes doentes beneficiariam de educação sobre medidas de fotoproteção e seguimento dermatológico regular. Este seguimento aumenta a adesão dos doentes a essas medidas e permite reduzir a incidência destes tumores cut

  16. Espectroscopia infravermelha de núcleos ativos de galáxias: resultados adicionais

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Rodríguez Ardila, A.; Viegas, S.; Pastoria, M. G.

    2003-08-01

    Apresentamos resultados parciais de um levantamento espectroscópico na região do infravermelho próximo (NIR) realizado em 30 núcleos ativos de galáxias (AGN), incluindo vários objetos selecionados do catálogo PG com z de até 0.55. O objetivo é estudar a natureza do contínuo observado e as condições físicas do gas emissor. Todas as fontes de tipo 1 apresentam uma mudança na inclinação do contínuo na região de 1.2mm, associada ao término da contribuição do contínuo emitido pelo AGN e ao início da contribuição do contínuo emitido pela poeira quente atribuída ao tórus que rodeia a fonte central. O índice espectral associado à segunda contribuição varia apreciavelmente de objeto para objeto. Este resultado é comparado com distribuições espectrais de energia preditas por modelos de toroides para testar a validez do modelo unificado. A partir das linhas de FeII observado nos espectros deriva-se, pela primeira vez nessa região espectral, um template empírico de FeII para estudar a intensidade e a origem dessa emissão. A intensidade do FeII é estudada em conjunto com aquela da região visível e comparada às predições de modelos teóricos que incluem fluorescência de Lya, excitação colisional e auto-fluorescência como mecanismos dominantes de exitação. Encontra-se que os dois primeiros processos dominam na formação do espectro de FeII observado. Indicadores de avermelhamento, entre eles Brg/Pab, Pab/Pag, Pab/Pad e [FeII] 1.257/1.644 mm são utilizados para mapear a distribuição de poeira nas regiões emissoras de linhas. Encontra-se valores de extinção Av~3 associados ao último indicador e valores significativamente menores (Av~1.5) para os restantes, o que sugere que o [FeII] se forma em uma região separada da maior parte do gás emissor de linhas estreitas.

  17. Estimativa de imagens solares soho através de redes neurais artificiais

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Andrade, M. C.; Fernandes, F. C. R.; Cecatto, J. R.; Rios Neto, A.; Rosa, R. R.; Sawant, H. S.

    2003-08-01

    A Rede Neural Artificial (RNA), no âmbito da teoria computacional, constitui uma teoria emergente que, por possuir habilidade em aprender a partir de dados de entrada, encontra diferentes aplicações em diferentes áreas. Um exemplo é a utilização de RNA na caracterização de padrões associados à dinâmica de processos espaço-temporais relacionados a fenômenos físicos não-lineares. Para obter informações sobre o comportamento destes fenômenos físicos utiliza-se, em diversos casos, seqüências de imagens digitalizadas, onde a caracterização de alguns fenômenos espaço-temporais é o procedimento mais viável para descrever a dinâmica das regiões ativas do Sol. Com base em imagens observadas por telescópios a bordo de satélites, estudos de previsão de eventos solares podem ser programados, permitindo prever possíveis efeitos posteriores nas regiões mais próximas da Terra (tempestades geomagnéticas e irregularidades ionosféricas). Neste trabalho avaliamos o desempenho da RNA para estimar padrões espaço-temporais, ou seja, imagens solares em ultravioleta, obtidas através do telescópio a bordo do satélite SOHO. Os resultados mostraram que as RNA conseguem generalizar os padrões de maneira satisfatória sem perder de forma significativa os principais aspectos da configuração global da atmosfera solar, comprovando a eficácia da RNA como ferramenta para esse tipo de aplicação. Portanto, este trabalho comprova a viabilidade de uso desta ferramenta em projetos voltados ao estudo do comportamento solar, em trabalhos do grupo de Física do Meio Interplanetário (FMI) na DAS e em programas desenvolvidos pelo Núcleo de Simulação e Análise de Sistemas Complexos (NUSASC) do Laboratório Associado de Computação e Matemática Aplicada (LAC) do INPE.

  18. [Hospital readmissions in Portugal over the last decade].

    PubMed

    Sousa-Pinto, Bernardo; Gomes, Ana Rita; Oliveira, Andreia; Ivo, Carlos; Costa, Gustavo; Ramos, João; Silva, Joel; Carneiro, Maria Carolina; Domingues, Maria João; Cunha, Maria João; Costa-Pereira, Altamiro Da; Freitas, Alberto

    2013-01-01

    Introdução: Os reinternamentos hospitalares estão associados a um incremento das despesas com a saúde e da mortalidade intrahospitalar. Neste trabalho, pretende-se caracterizar os reinternamentos hospitalares não-planeados, ocorridos num período de 30 dias após alta, de acordo com a sua Grande Categoria Diagnóstica, contexto hospitalar e características demográficas dos utentes, bem como estimar as taxas de mortalidade associadas. Pretende-se também estudar a evolução da taxa de reinternamentos na última década (2000-2008). Procurar-se-á ainda caracterizar os reinternamentos por insuficiência cardíaca.Material e Métodos: Procedeu-se à análise estatística da base de dados de internamentos hospitalares públicos fornecida pelaAutoridade Central do Sistema de Saúde. Recorreu-se aos testes do qui-quadrado e de tendência para comparação de taxas dereinternamentos.Resultados: Das 5 514 331 hospitalizações não-planeadas no período em estudo, 4,1% corresponderam a reinternamentos hospitalares. Entre 2000 e 2008, a taxa de reinternamentos hospitalares aumentou continuamente de 3,0% para 4,7%. A mortalidade hospitalar foi significativamente maior entre os episódios de reinternamento (9,5%) do que nos restantes episódios (5,6%), p < 0,001. A taxa de reinternamentos foi significativamente maior em homens (4,5% versus 3,9% nas mulheres, p < 0,001) e doentes mais velhos (2,6% nas crianças e 5,3% nos idosos), sendo menor na região de Lisboa (2,7%) e nos hospitais centrais (3,0%, p < 0,001). Para os episódios de insuficiência cardíaca, foi obtida uma taxa de reinternamentos de 6,7%.Discussão e Conclusão: Em termos gerais, as diferenças encontradas são similares às descritas noutros Países Ocidentais. Os episódios de reinternamento, cujas taxas têm vindo a aumentar em Portugal, estão associados a maior mortalidade intra-hospitalar.

  19. [Weight control attempts among Portuguese adults: prevalence, motives and behavioral strategies].

    PubMed

    Santos, Inês; Andrade, Ana M; Teixeira, Pedro J

    2015-01-01

    Introdução: Em Portugal não existem dados atuais sobre tentativas de controlo do peso nem sobre estratégias e motivos na base dessas tentativas na população. Este estudo teve como objectivos determinar a prevalência das tentativas de perda/manutenção do peso e identificar as estratégias comportamentais e os motivos associados, numa amostra representativa da população adulta portuguesa. Material e Métodos: Estudo transversal constituído por 1098 indivíduos adultos. A informação sociodemográfica, os dados antropométricos e as estratégias e motivos associados à perda/manutenção do peso foram recolhidos por entrevista telefónica. Resultados: Cerca de 44% dos adultos portugueses (53% de mulheres e 35% dos homens) estão ativamente a tentar controlar o peso. Salienta-se que 22% das mulheres com peso normal tentam perder peso e que 53% dos homens e 34% das mulheres com peso excessivo não o fazem. Entre os homens, 49% com nível educacional superior estão a tentar controlar o peso versus 32% com nível educacional básico. A estratégia mais frequentemente adoptada para gerir o peso é o consumo regular de hortícolas e os motivos mais referenciados são melhorar a saúde/prevenir doenças e melhorar o bem-estar. Discussão e Conclusão: Mais de metade das mulheres e cerca de um terço dos homens em Portugal estão ativamente a tentar gerir o seu peso, utilizando estratégias comportamentais consistentes com as recomendações de saúde pública. Os motivos de saúde e bem-estar predominam sobre os restantes. Este estudo contribui para o conhecimento da gestão do peso em Portugal, alertando para o desenvolvimento de estratégias de prevenção da obesidade adequadas ao perfil da população.

  20. [Study of the Sociodemographic Factors and Risky Behaviours Associated with the Acquisition of Sexual Transmitted Infections by Foreign Exchange Students in Portugal].

    PubMed

    Gravata, Andreia; Castro, Rita; Borges-Costa, João

    2016-06-01

    Introdução: As infeções sexualmente transmissíveis são um problema de saúde pública, sendo mais frequentes em jovens. Este estudo teve como principal objetivo avaliar os fatores sociodemográficos e comportamentos associados à aquisição de infeções sexualmente transmissíveis e o conhecimento sobre infeção por Chlamydia trachomatis em estudantes estrangeiros em intercâmbio universitário em Portugal. Material e Métodos: Os fatores sociodemográficos e comportamentos de risco foram estudados por aplicação de um questionário a estudantes em intercâmbio universitário em Portugal, inscritos nos anos letivos de 2012/2013, 2013/2014 e 2014/2015. Resultados: Avaliaram-se 338 questionários: 58,3% participantes do sexo feminino e 40,8% do sexo masculino (17 aos 30 anos). A idade média apontada para o início da vida sexual foi de 17,5 anos e a média de parceiros sexuais de 6,9. Relativamente às questões inquiridas foi referido: 9,5% negaram atividade sexual oral; 29% com atividade sexual anal; 11,8% com atividade sexual com parceiros do mesmo género; 82,1% refere consumo de álcool/estupefacientes; 42,3% desconhecimento sobre a infeção por Chlamydia trachomatis e 21% sobre o risco de transmissão de infeção por via oral. Discussão: Apesar das infeções sexualmente transmissíveis poderem afetar indivíduos de todas as idades, raças e orientações sexuais, vários fatores demográficos, sociais e comportamentais têm revelado influência nas taxas de prevalência deste tipo de infeções.Conclusões: Nesta população os fatores de risco associados a uma maior prevalência de infeções sexualmente transmissíveis continuam a existir, nomeadamente início precoce da atividade sexual, parceiros sexuais múltiplos e ausência de medidas de proteção durante as relações sexuais.

  1. [Urinary tract infections in a cohort of kidney transplant recipients].

    PubMed

    Bispo, Ana; Fernandes, Milene; Toscano, Cristina; Marques, Teresa; Machado, Domingos; Weigert, André

    2014-01-01

    Introdução: A infeção do trato urinário é a complicação infeciosa mais comum no período pós transplante renal, estando a sua frequência pouco caracterizada na população portuguesa. Este trabalho teve como objetivo determinar a incidência de infeções do trato urinário e infeções do trato urinário recorrentes em transplantados renais. Material e Métodos: Tratou-se de um estudo observacional de coorte retrospetiva, com consulta dos processos clínicos de doentes transplantados entre Janeiro de 2004 e Dezembro de 2005, no Hospital de Santa Cruz, com seguimento durante cinco anos ou até à data de perda de enxerto, morte ou perda de follow-up. Após uma análise descritiva da população, utilizámos testes bivariados para identificação de fatores associados a infeções do trato urinário. Resultados: Em 127 doentes incluídos com seguimento de 593 doentes/ ano, 53 (41,7%) tiveram pelo menos um episódio de infeção do trato urinário e 21 (16,5%) tiveram infeções do trato urinário recorrentes. O género feminino foi o único fator associado com ocorrência de infeções do trato urinário (p < 0,001, OR = 7,08, RR = 2,95) e infeções do trato urinário recorrentes (p < 0,001, OR = 4,66, RR = 2,83). Os agentes etiológicos mais frequentes foram Escherichia coli (51,6%), Klebsiella pneumoniae (15,5%) e Enterobacter spp (9,9%). As infeções do trato urinário não causaram aumento de mortalidade ou perda de enxerto, mas foram a principal causa de internamentos hospitalares. Discussão: Na nossa população, apenas o género feminino foi identificado como fator de risco para o desenvolvimento de infeções do trato urinário, recorrentes ou não. Escherichia coli foi o agente etiológico mais frequente. Conclusão: Apesar das medidas preventivas adotadas, as infeções do trato urinário continuam a ser uma importante causa de morbilidade e de internamentos hospitalares.

  2. Eccrine porocarcinoma: cytologic diagnosis by fine needle aspiration biopsy (FNAB).

    PubMed

    Kalogeraki, Alexandra; Tamiolakis, Dimitrios; Tsagatakis, Thomas; Geronatsiou, Katerina; Haniotis, Vrettos; Kafoussi, Maria

    2013-01-01

    Introdução: O porocarcinoma écrino (PE) é um tumor maligno pouco comum dos anexos cutâneos. Trata-se de um adenocarcinoma da glândula sudorípara écrina com propensão para recorrer localmente e para originar metástases ao longo dos gânglios linfáticos regionais. Este artigo apresenta um diagnóstico por citologia aspirativa com agulha fina (CAAF) de um PE, associado ao exame histológico e de imunocito/histoquímica.Caso Clínico: São descritos os achados da citologia de um porocarcinoma écrino numa doente de 76 anos de idade, bem como as características histológicas do tumor cutâneo. A citologia aspirativa revelou que o tumor se caracterizava pela presença de células atípicas malignas com citoplasma basófilo, núcleos hipercromáticos e nucléolos proeminentes. O diagnóstico citológico foi confirmado pela histologia.Conclusões: É crucial obter um diagnóstico pré-operatório preciso de modo a desencadear um plano cirúrgico curativo. A CAAF possibilita uma abordagem pouco invasiva, segura e efectiva, de modo a esclarecer um diagnóstico diferencial exigente.

  3. Group A rotavirus gastroenteritis: post-vaccine era, genotypes and zoonotic transmission.

    PubMed

    Luchs, Adriana; Timenetsky, Maria do Carmo Sampaio Tavares

    2016-01-01

    ABSTRACTThis article provides a review of immunity, diagnosis, and clinical aspects of rotavirus disease. It also informs about the changes in epidemiology of diarrheal disease and genetic diversity of circulating group A rotavirus strains following the introduction of vaccines. Group A rotavirus is the major pathogen causing gastroenteritis in animals. Its segmented RNA genome can lead to the emergence of new or unusual strains in human populations via interspecies transmission and/or reassortment events.RESUMOEste artigo fornece uma revisão sobre imunidade, diagnóstico e aspectos clínicos da doença causada por rotavírus. Também aponta as principais mudanças no perfil epidemiológico da doença diarreica e na diversidade genética das cepas circulantes de rotavírus do grupo A, após a introdução vacinal. O rotavírus do grupo A é o principal patógeno associado à gastroenterite em animais. Seu genoma RNA segmentado pode levar ao surgimento de cepas novas ou incomuns na população humana, por meio de transmissão entre espécies e eventos de rearranjo.

  4. [Neurological diseases in the Dalton Trevisan's short stories].

    PubMed

    Teive, Hélio A G; Munhoz, Renato P; Paola, Luciano De

    2014-01-01

    Introdução: A relação entre a Literatura ficcional e a Medicina, em particular com a Neurologia, é bastante ampla. O objetivo desta revisão é de analisar a obra de Dalton Trevisan, considerado o mais importante escritor brasileiro de contos, com foco na descrição de enfermidades neurológicas nela contida.Material e Métodos: Os autores avaliaram os livros de Dalton Trevisan que foram publicados desde 1959 até 2012.Resultados: São apresentadas, de forma resumida, descrições de condições neurológicas frequentes, como epilepsia e doenças cerebrovasculares.Discussão: Nesta revisão são abordadas várias doenças neurológicas, de grande prevalência na população em geral, como as epilepsias e as doenças cerebrovasculares, as quais são descritas de forma objetiva e prática pelo mestre brasileiro da narrativa curta.Conclusão: O mundo ficcional do famoso contista brasileiro Dalton Trevisan está associado com inúmeros fatos do cotidiano, em particular o trágico-grotesco, e desta forma, as enfermidades neurológicas, particularmente as epilepsias e os quadros de acidente vascular encefálico, são referências que aparecem em sua obra.

  5. [The Role of Aspirin in Preeclampsia Prevention: State of the Art].

    PubMed

    Campos, Ana

    2015-01-01

    Introdução: O papel do ácido acetilsalicílico (AAS ou aspirina) na prevenção das complicações associadas à pré-eclâmpsia tem sido objeto de estudos e de controvérsias ao longo de 30 anos. Os primeiros trabalhos de investigação acerca do papel da placenta na génese da pré-eclâmpsia surgiram em finais dos anos 70 e assinalavam um aumento da atividade plaquetária e alteração da síntese das prostaglandinas, como consequência da deficiente adaptação da placenta. Ao longo dos últimos 20 anos do século XX, sucederam-se estudos de investigação acerca do papel profilático da aspirina na redução do risco de pré-eclâmpsia. Material e Métodos: Para analisar os trabalhos publicados sobre o uso da aspirina na prevenção da pré-eclâmpsia, bem como sobre a dose mais adequada e momento de administração, foram consultados apenas estudos prospetivos, revisões sistemáticas e meta-análises através das seguintes fontes pesquisa (PubMed, Cochrane, Embase). Os artigos citados foram considerados os mais relevantes. Os trabalhos foram divididos em dois grupos: no primeiro foram incluídos os trabalhos em que a aspirina era administrada até às 16 semanas e o segundo, com início de administração por um período mais alargado. Resultados e Discussão: No primeiro grupo, com menor número de casos, mas com início mais precoce de administração do fármaco, até às 16 semanas, concluiu-se que a aspirina poderia ter um papel positivo na redução de risco de gravidade da pré-eclâmpsia; o segundo grupo, com maior número de casos nos estudos, mas com condições menos restritas de entrada e de tempo de início do fármaco, teve resultados mais controversos. As meta-análises destes estudos concluíram que os resultados favoráveis estavam associados às condições de e momento da administração. Conclusão: Não existindo ainda alternativas ou fármacos que lhe possam ser associados, a aspirina em baixas doses (80 a 150 mg/ dia) ao deitar

  6. Stroke Prevention in Atrial Fibrillation: Focus on Latin America.

    PubMed

    Massaro, Ayrton R; Lip, Gregory Y H

    2016-08-11

    Atrial fibrillation (AF) is the most common sustained cardiac arrhythmia, with an estimated prevalence of 1-2% in North America and Europe. The increased prevalence of AF in Latin America is associated with an ageing general population, along with poor control of key risk factors, including hypertension. As a result, stroke prevalence and associated mortality have increased dramatically in the region. Therefore, the need for effective anticoagulation strategies in Latin America is clear. The aim of this review is to provide a contemporary overview of anticoagulants for stroke prevention. The use of vitamin K antagonists (VKAs, eg, warfarin) and aspirin in the prevention of stroke in patients with AF in Latin America remains common, although around one fifth of all AF patients receive no anticoagulation. Warfarin use is complicated by a lack of access to effective monitoring services coupled with an unpredictable pharmacokinetic profile. The overuse of aspirin is associated with significant bleeding risks and reduced efficacy for stroke prevention in this patient group. The non-VKA oral anticoagulants (NOACbs) represent a potential means of overcoming many limitations associated with VKA and aspirin use, including a reduction in the need for monitoring and a reduced risk of hemorrhagic events. The ultimate decision of which anticoagulant drug to utilize in AF patients depends on a multitude of factors. More research is needed to appreciate the impact of these factors in the Latin American population and thereby reduce the burden of AF-associated stroke in this region. Resumo A fibrilação atrial (FA) é a arritmia cardíaca sustentada mais comum, com uma prevalência estimada de 1-2% na América do Norte e Europa. O aumento da prevalência da FA na América Latina está associado com o envelhecimento da população geral, juntamente com um mal controle dos principais fatores de risco, incluindo a hipertensão arterial. Como resultado, a prevalência do acidente

  7. Emissão de hidrogênio molecular e [FeII] em núcleos Seyfert

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Rodríguez-Ardila, A.; Pastoriza, M. G.; Viegas, S.

    2003-08-01

    Um dos problemas fundamentais em núcleos ativos de galáxias (AGN) é determinar os mecanismos de excitação dominantes do gás emissor de linhas estreitas, seja este excitado por mecanismos não-estelares (fotoionização por uma fonte central ou choques produzidos por um jato rádio no gás circumnuclear) ou estelares (fotoionização por estrelas OB ou choques originados por um remanescente de supernova em expansão). Essa ambiguedade se faz mais evidente ao intepretar o espectro de espécies tais como H2 e [FeII]. Na primeira, fluorescência UV, processos térmicos (choques e/ou aquecimento por fótons) ou illuminação por raios-x, podem ser responsáveis pelo espectro observado enquanto que na segunda, os dois últimos mechanismos seriam relevantes. Neste trabalho, utilizando espectroscópia JHK de média resolução para uma amostra de AGN encontramos que o H2 observado é gerado principalmente por processos térmicos associados à presença de episódios de formação estelar circumnuclear. No entanto, em galáxias tais como NGC4151 as observações mostram que o hidrogênio molecular origina-se, principalmente, da interação entre o jato radio e o gás da NLR. Esses resultados baseiam-se nos valores das razões de linhas H2 2.24/2.12 mm e H2 2.03/2.22 mm. H2 2.24/2.12 separa claramente processos não-térmicos dos térmicos enquanto H2 2.03/2.22 serve como indicador de temperatura da componente térmica, e portanto, discrimina entre choques e associações OB. Já para o [FeII], as observações são compatíveis com excitação produzida diretamente pela fonte central ou choques associados com o jato rádio. A comparação da largura dos perfis de linhas observados permite concluir que não há correlação entre a emissão de H2 e [FeII]. Em praticamente todos os casos analisados, os perfis das linhas de H2 são não-resolvidos, enquanto que os perfis de [FeII] indicam, em alguns casos, velocidades de até 600 km/s.

  8. Breast cancer patients survival and associated factors: reported outcomes from the Southern Cancer Registry in Portugal.

    PubMed

    André, Maria Rosario; Amaral, Sandra; Mayer, Alexandra; Miranda, Ana

    2014-01-01

    Objectivos: A incidência do cancro da mama em Portugal é inferior à média europeia, sendo, ainda assim, a neoplasia mais frequente na mulher. As taxas de mortalidade por cancro de mama apresentam uma distribuição heterogénea nas diferentes regiões de Portugal. São múltiplos os factores que podem influenciar esta distribuição, incluindo aspectos demográficos e socioeconómicos, características biológicas tumorais, e o acesso aos cuidados de saúde. O objectivo deste estudo é detectar diferenças na sobrevivência do cancro de mama feminino e os principais factores associados. Material e Métodos: Estudo de coorte, de base populacional e orientação retrospectiva, com follow-up. Foram incluídos casos de cancro de mama diagnosticados em 2005 e residentes na região sul de Portugal, tendo os dados sido recolhidos a partir da base de dados do Registo Oncológico Regional Sul (ROR-Sul) e complementados com dados dos processos clínicos. Resultados: Foram incluídos neste estudo 1 354 doentes. Observaram-se as seguintes variações geográficas: na distribuição etária, com uma população envelhecida no Alentejo; na distribuição de sub-tipos tumorais, com uma maior incidência de tumores HER2- positivo no Algarve e maior incidência de tumores HER2-negativo na Região Autónoma da Madeira. A sobrevivência global estimada aos 5 anos foi de 80%, com uma associação significativa com o estadio, receptores hormonais e status HER2. Não foram identificadas diferenças na sobrevivência entre mulheres residentes em regiões geográficas distintas. Discussão: Apesar das diferenças observadas na distribuição etária e de sub-tipos tumorais entre regiões geográficas, os nossos resultados não suportam a existência de discrepâncias na sobrevivência do cancro de mama entre estas regiões. As características biológicas tumorais parecem ser os principais factores associados à sobrevivência do cancro de mama feminino na nossa população. Conclus

  9. [Contribution for the validation of the Portuguese version of EQ-5D].

    PubMed

    Ferreira, Pedro Lopes; Ferreira, Lara Noronha; Pereira, Luis Nobre

    2013-01-01

    Introdução: O EQ-5D permite a junção de duas componentes essenciais de qualquer medida de qualidade de vida relacionada com a saúde a ser usada em avaliações económicas de custo-utilidade: (i) um perfil descrevendo o estado de saúde em termos de domínios ou dimensões; e (ii) um valor numérico associado ao estado de saúde anteriormente descrito.Objectivo: A versão portuguesa do questionário EQ-5D foi finalizada em 1998, com base em normas de orientação definidas pelo Grupo EuroQol, incluindo os procedimentos de tradução e retroversão. Apesar da sua larga utilização em Portugal, até agora ainda não tinham sido publicados os estudos que conduziram inicialmente à versão portuguesa e à garantia de aceitabilidade, fiabilidade e validade. O propósito do presente artigo é, assim, documentar estes primeiros valores referentes à versão portuguesa do EQ-5D.Material e Métodos: Foram utilizadas três amostras diferentes: uma primeira com 1.500 indivíduos representativa da populaçãoportuguesa; uma segunda com 140 indivíduos apenas destinada ao teste da fiabilidade; e uma terceira amostra com 643 indivíduos doentes com cataratas, asma, doença pulmonar obstrutiva crónica ou artrite reumatoide.Resultados: A aceitabilidade foi avaliada pelo número de respostas em falta. Foi também encontrado um marcado efeito de teto com grande parte da amostra a não reportar quaisquer problemas nas dimensões do EQ-5D.Discussão: A validade de construção foi testada pela análise do grau com que valores baixos de EQ-5D estavam positivamente associados ao aumento da idade, ao ser do sexo feminino, e ao estar doente, assim como a valores de dimensões da escala SF-36v2. A validade convergente foi baseada nas correlações entre valores do EQ-5D e outras escalas específicas de condição de saúde. O EQ-5D apresentou correlações moderadas a altas com outras medidas de estado de saúde e de qualidade de vida relacionada com a saúde, específicas de cada

  10. Primary graft dysfunction of the liver: definitions, diagnostic criteria and risk factors.

    PubMed

    Neves, Douglas Bastos; Rusi, Marcela Balbo; Diaz, Luiz Gustavo Guedes; Salvalaggio, Paolo

    2016-01-01

    Primary graft dysfunction is a multifactorial syndrome with great impact on liver transplantation outcomes. This review article was based on studies published between January 1980 and June 2015 and retrieved from PubMed database using the following search terms: "primary graft dysfunction", "early allograft dysfunction", "primary non-function" and "liver transplantation". Graft dysfunction describes different grades of graft ischemia-reperfusion injury and can manifest as early allograft dysfunction or primary graft non-function, its most severe form. Donor-, surgery- and recipient-related factors have been associated with this syndrome. Primary graft dysfunction definition, diagnostic criteria and risk factors differ between studies. RESUMO A disfunção primária do enxerto hepático é uma síndrome multifatorial com grande impacto no resultado do transplante de fígado. Foi realizada uma ampla revisão da literatura, consultando a base de dados PubMed, em busca de estudos publicados entre janeiro de 1980 e junho de 2015. Os termos descritivos utilizados foram: "primary graft dysfunction", "early allograft dysfunction", "primary non-function" e "liver transplantation". A disfunção traduz graus diferentes da lesão de isquemia e reperfusão do órgão, e pode se manifestar como disfunção precoce ou, na forma mais grave, pelo não funcionamento primário do enxerto. Fatores relacionados ao doador, ao transplante e ao receptor contribuem para essa síndrome. Existem definições diferentes na literatura quanto ao diagnóstico e aos fatores de risco associados à disfunção primária.

  11. Variabilidade óptica de longo período e precessão de jato: o caso de BL Lacertae

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Caproni, A.; Abraham, Z.

    2003-08-01

    Variabilidade é tipicamente uma característica de AGNs, sendo observada em toda a faixa eletromagnética. Em relação às escalas de tempo, variações desde horas até de algumas décadas foram encontradas por vários autores. Em alguns casos, análises temporais de curvas de luz mostram a existência de periodicidade nas variações observadas. Um exemplo de objeto que preenche as características mencionadas acima é BL Lacertae, o protótipo da classe BL Lac dos AGNs. Neste trabalho, nós interpretamos a variabilidade periódica de longo período detectada na curva de luz na banda B (~7,5 anos) como o resultado da periodicidade na amplificação da radiação oriunda do jato relativístico. Neste cenário, a amplificação periódica seria induzida pela precessão, que muda o ângulo entre o jato e a linha de visada. Com esta abordagem e vínculos adicionais fornecidos por observações em altas energias, nós podemos impor limites para os parâmetros do modelo de precessão, tais como o fator de Lorentz associado ao movimento global do jato, o ângulo de abertura do cone de precessão e o ângulo entre o eixo do cone e a linha de visada.

  12. [Esophageal perforation in children: a review of one pediatric surgery institution's experience (16 years)].

    PubMed

    Vieira, Elizabete; Cabral, Maria João; Gonçalves, Mroslava

    2013-01-01

    Introdução: O estudo teve por objetivo avaliar a experiência do nosso Serviço no tratamento das perfurações esofágicas. Material e Métodos: Análise retrospetiva de nove casos ocorridos entre 1 de Janeiro de 1996 e 31 de Dezembro de 2011. Destes casos, sete ocorreram após ingestão acidental de corpos estranhos e em dois tratou-se de lesões iatrogénicas após dilatação esofágica: por estenose péptica num caso e no outro por estenose da anastomose esofágica término-terminal de uma criança operada por atrésia do esófago. Resultados: Em 78% dos casos a abordagem inicial foi médica, com encerramento comprovado da perfuração em média ao fim de 20 dias; 22% dos doentes (dois casos) foram submetidos a cirurgia sem sucesso, acabando um deles por curar sem sequelas com pausa alimentar e terapêutica médica; no outro caso verificou-se necessidade de realizar posteriormente uma esofagocoloplastia. Na nossa série não se registou mortalidade. Discussão: A perfuração esofágica é uma das lesões mais graves do trato alimentar, continuando a ser devastadora, e, de difícil diagnóstico e tratamento. O reconhecimento desta complicação é fundamental para o seu tratamento com sucesso. Conclusões: O atraso do diagnóstico está associado a uma mortalidade que pode oscilar entre os 20 e 40%.

  13. Prevalence and Risk Factors for Iron Deficiency Anemia and Iron Depletion During Pregnancy: A Prospective Study.

    PubMed

    Gomes da Costa, Ana; Vargas, Sara; Clode, Nuno; M Graça, Luís

    2016-09-01

    Introdução: A anemia e a carência de ferro são problemas de saúde globais e são mais frequentes em grávidas, mulheres em idade reprodutiva e crianças. O objetivo deste trabalho consistiu na avaliação da prevalência de anemia ferropénica e dos fatores de risco associados à ferropénia, na primeira metade da gravidez, numa amostra da população portuguesa. Material e Métodos: Estudo prospetivo, conduzido num hospital terciário, que incluiu grávidas até à 20ª semana de gestação. Foram coletados dados demográficos, relativos à gravidez e foram determinados os níveis séricos de hemoglobina e de ferritina no sangue materno. Recorreu-se à análise de regressão logística de variáveis múltiplas para identificar potenciais fatores de risco para ferropénia. Resultados: Foram incluídas 201 grávidas, das quais cinco (2,49%) tinham anemia. Para além disso, 77 grávidas (38,3%) tinham carência de ferro e 22 (10,9%) apresentaram ferropénia grave. A idade materna foi o único fator de risco identificado. O odds ratio foi de 12,99 (95% IC 2,41 - 70,0) para grávidas com idade inferior a 20 anos e de 2,09 (95% IC 1,05 - 4,14), para grávidas com idade superior a 30 anos. Discussão e Conclusão: Na nossa amostra, a prevalência de anemia na primeira metade da gravidez foi inferior à reportada noutros estudos. No entanto, mais de 30% das grávidas apresentaram carência de ferro. A idade materna foi o único fator de risco identificado.

  14. Adverse events in the intensive care unit: impact on mortality and length of stay in a prospective study.

    PubMed

    Roque, Keroulay Estebanez; Tonini, Teresa; Melo, Enirtes Caetano Prates

    2016-10-20

    dias) e na mortalidade (OR = 2,047; IC95%: 1,172-3,570). Este estudo destaca o sério problema dos eventos adversos na assistência à saúde prestada na terapia intensiva e os fatores de risco associados à incidência de eventos.

  15. Portuguese Medical Students' Knowledge and Attitudes Towards Homosexuality.

    PubMed

    Lopes, Lucas; Gato, Jorge; Esteves, Manuel

    2016-11-01

    Introdução: A população lésbica, gay, bissexual e transgénero enfrenta ainda preconceito nos cuidados de saúde e, para além disso, os médicos frequentemente referem falta de conhecimento sobre as necessidades de saúde específicas desta população. Este estudo teve como objetivo explorar os fatores associados com as atitudes e conhecimentos dos estudantes de medicina face à homossexualidade em diferentes anos do curso de medicina. Material e Métodos: Foi enviado um questionário online anónimo a todos os estudantes de medicina matriculados na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto em dezembro de 2015. O questionário incluía questões sociodemográficas, a Escala Multidimensional de Atitudes face a Lésbicas e a Gays (27 itens) e um Questionário de Conhecimento quanto à Homossexualidade (17 itens). Na análise dos dados foram utilizados estatística descritiva, ANOVAs, testes Chi quadrado e correlações de Pearson. Resultados: A análise incluiu 489 respostas. Os estudantes que se identificaram como sendo do género masculino, mais religiosos e com menos amigos lésbicas, gays ou bissexuais revelaram atitudes mais negativas em relação à homossexualidade. Anos mais avançados no curso ou maior contacto com pacientes lésbicas, gays ou bissexuais não se correlacionaram com as atitudes avaliadas. Apesar da progressão no curso se ter correlacionado significativamente com níveis mais elevados de conhecimento, os itens relacionados com saúde lésbicas, gays ou bissexuais apresentaram menor percentagem de respostas corretas. Conclusão: As atitudes dos estudantes de medicina face a lésbicas e gays parecem ser pouco exploradas ao longo do curso de medicina, havendo também falta de conhecimento sobre as necessidades específicas de saúde das pessoas lésbicas, gays ou bissexuais. Este estudo destaca assim a importância do desenvolvimento de um currículo médico inclusivo, crucial na promoção da qualidade dos cuidados de saúde.

  16. [Uterine Carcinosarcoma: Clinicopathological Features and Prognostic Factors].

    PubMed

    Luz, Rita; Ferreira, Joana; Rocha, Mara; Jorge, Ana Francisca; Félix, Ana

    2016-10-01

    Introdução: O carcinossarcoma uterino é uma neoplasia bifásica rara e agressiva e está atualmente incluído no grupo de carcinoma do endométrio de alto risco. Os objetivos deste estudo foram determinar o perfil clinico-patológico, tratamento, padrões de recidiva/progressão, sobrevivência e fatores de prognóstico. Material e Métodos: Estudo retrospetivo de 42 doentes, estadiadas cirurgicamente e vigiadas num centro oncológico, entre 2005 e 2013. Os dados clínicos foram consultados nos processos e as características histopatológicas foram revistas para este estudo.Resultados: A idade mediana das doentes foi de 72 anos (61 - 81) e a maioria apresentava co-morbilidades. A distribuição por estádio foi a seguinte: 13 (31,0%) estádio I; oito (19,0%) estádio II; nove (21,4%) estádio III; e 12 (28,6%) estádio IV. A quimioterapia adjuvante foi instituída em 12 doentes e 21 realizaram radioterapia. A doença progrediu em 16 doentes e recidivou em nove após um intervalo curto. A sobrevivência global mediana foi de 18 meses (6,8 - 40) e a sobrevivência livre de doença mediana de 6 meses (0 - 22,8). O único fator prognóstico independente associado a pior sobrevivência foi a invasão da serosa (p = 0,02; HR ajustado 4,22; IC 95% 1,29 - 13,79). Discussão: Em concordância com outros estudos, o diagnóstico de carcinossarcoma uterino é frequentemente realizado com doença avançada e apresenta elevada taxa de progressão/recidiva. A variável que tem sido consistentemente identificada como principal fator de prognóstico é o estádio inicial, mas neste estudo o único fator independente foi a invasão da serosa. Conclusão: O presente estudo representa a maior série de carcinossarcoma uterino estudada em Portugal e reflete o quadro clínico,características histopatológicas e estádio no momento do diagnóstico e confirma a agressividade deste raro tumor.

  17. Correlação de longo alcance em sistemas binários de raios-x usando remoção de flutuações

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Pereira, M. G.; Moret, M. A.; Zebende, G. F.; Nogueira, E., Jr.

    2003-08-01

    Neste trabalho é proposta uma metodologia de analise de series temporais de fontes astrofísicas, baseada no método proposto por Peng et al. (1994) e Liu et al. (1999), o qual consiste na idéia de que uma série temporal correlacionada pode ser mapeada por um processo de busca de auto-similaridades em diversas escalas de tempo n. Removendo as eventuais tendências e integrando o sinal observado, é obtida uma medida do desvio médio quadrático das flutuações do sinal integrado F(n)~na, onde a representa o fator de escala associado com a auto-similaridade da correlação de longo alcance do sinal. Baseado nos valores obtidos de a, é possível distinguir entre os casos de sinais não-correlacionados, tipo ruído branco (a = 0,5), sinal anti-persistentes (a < 0,5) e sinal persistente (a > 0,5). Usando esta metodologia, foram analisadas 129 curvas de luz de sistemas binários de raios-X, provenientes do banco de dados públicos de observações feitas pelo instrumento All Sky Monitor, a bordo do satélite Rossi X-Ray Timing Explorer (ASM-RXTE). Foram identificadas a presença de a'0,5 em mais de 90% dos sistemas estudados, implicando em dizer que as flutuações de intensidade observadas apresentam correlação de auto-similaridade, sem entretanto, indícios de apresentarem uma escala de tempo característica das flutuações de intensidade. Sistemas onde são observadas erupções (flares), apresentam sistematicamente a > 0,5, característica esta, possivelmente associada com persistência das flutuações de densidade de disco ou taxa de acréscimo de massa. Os sistemas com curvas de luz onde nao são observadas as erupções apresentam uma distribuição normal centrada em a~0,62+/-0,10. Referências ¾ Peng, C.-K., Buldyrev, S.V., Havlin, S., Simons, M., Stanley, H.E., e Goldberg, A.L., Phys. Rev. E, (49), 1685 (1994). ¾ Liu, Y., Gopikrishnan, P., Cizeau, P., Meyer, M., Peng,C.-K., e Stanley, H.E., Phys. Rev. E, (60), 1390 (1999).

  18. [Total laparoscopic hysterectomy: retrospective analysis of 262 cases].

    PubMed

    Nogueira-Silva, Cristina; Santos-Ribeiro, Samuel; Barata, Sónia; Alho, Conceição; Osório, Filipa; Calhaz-Jorge, Carlos

    2014-01-01

    Introdução: A histerectomia é a cirurgia ginecológica major mais frequentemente realizada nos países desenvolvidos, considerando-se três principais vias de abordagem: vaginal, abdominal e laparoscópica. Apesar de múltiplas vantagens, a histerectomia totalmente laparoscópica tem-se associado a controvérsia relativamente à taxa de complicações.Objectivos: Análise da nossa casuística de histerectomia totalmente laparoscópica e avaliação da taxa de complicações.Material e Métodos: Análise retrospetiva dos processos clínicos das doentes submetidas a histerectomia totalmente laparoscópica no nosso departamento, pela mesma equipa cirúrgica, entre abril de 2009 e março de 2013 (n = 262).Resultados: As doentes tinham em média 48,9 ± 9 anos e 49,2% tinha antecedentes de cirurgia abdomino-pélvica. O índice de massa corporal médio era 26,5 ± 4,5 kg/m2, sendo que 42% eram obesas ou tinham excesso de peso. O tempo operatório médio para realização da histerectomia totalmente laparoscópica foi 77,7 ± 27,5 minutos, diminuindo significativamente com o aumento da experiência da equipa cirúrgica. O peso médio da peça operatória foi 241 ± 168,4g e a duração média do internamento após a cirurgia foi 1,49 ±0,9 dias. A diferença entre a hemoglobina pré e pós-operatória foi 1,5 ± 0,8g/dL. A morbilidade major foi 1,5% (n = 4) e a minor 11,5% (n = 30). Salienta-se um caso de conversão para laparotomia e dois casos de deiscência da cúpula vaginal. Não ocorreu nenhuma lesão urinária ou gastrointestinal grave.Conclusões: Esta série demonstra que, se realizada por uma equipa cirúrgica adequadamente treinada, a histerectomia totalmente laparoscópica é segura e associada a baixa taxa de complicações.

  19. [Assessment of Hepatitis C Virus Diversity in Addition to the Frequency of Genotypes in Samples Analyzed Between 2009 and 2014 at the Reference Laboratory of National Health Institute Dr. Ricardo Jorge].

    PubMed

    Pádua, Elizabeth; Avó, Ana Patricia; Almeida, Catarina; Água Doce, Ivone; Cortes Martins, Helena

    2015-01-01

    Introdução: A identificação dos genótipos do vírus da hepatite C foi essencial para o prognóstico e tratamento dos doentes crónicos durante os últimos anos. Foram objetivos deste estudo conhecer a frequência de genótipos do vírus da hepatite C nos últimos seis anos, e revelar o contributo de um ensaio in-house para caracterização molecular do vírus. Material e Métodos: A genotipagem do vírus da hepatite C por LiPA foi realizada em 923 amostras, maioritariamente provenientes de indivíduos do sexo masculino. A subtipagem do vírus da hepatite C pelo ensaio in-house com alvo nas regiões Core/E1 e/ou NS5B foi efetuada em 112 amostras. Resultados: Observámos elevada prevalência do genótipo 1 (56,6%), sendo a frequência do subtipo 1a quatro vezes superior ao subtipo 1b. Todos os casos de genótipo 3 (27,5%) foram classificados em subtipo 3a. Nas infeções pelo genótipo 4 (12,9%), identificaram-se os subtipos 4a (65,5%), 4d (31%), 4b (1,7%) e 4c (1,7%). Foram identificadas a RF1_2k/1b, recombinantes intragenótipo 2 e potenciais infeções mistas na população analisada. Discussão: Os subtipos mais prevalentes, 1a e 3a, estão descritos como comuns em utilizadores de drogas injetáveis. Apesar da maioria das amostras analisadas corresponder a reclusos (78,4%), não podemos excluir eventuais comportamentos de risco associados ao consumo de drogas ilícitas. Conclusões: A prevalência elevada do subtipo 1a, a frequência e diversidade do genótipo 4 e a identificação de vírus geneticamente recombinados, sugerem alteração do padrão molecular vírus da hepatite C descrito no passado. O ensaio in-house implementado revelou ser útil para a correta classificação do vírus da hepatite C e melhoria do conhecimento sobre a diversidade do vírus em circulação no país.

  20. [Understanding depressive symptoms after bariatric surgery: the role of weight, eating and body image].

    PubMed

    Sousa, Paula; Bastos, Ana Pinto; Venâncio, Carla; Vaz, Ana Rita; Brandão, Isabel; Costa, José Maia; Machado, Paulo; Conceição, Eva

    2014-01-01

    Introdução: A sintomatologia depressiva tem-se revelado prevalente após a cirurgia bariátrica. Este estudo teve como objetivo compreender o papel do peso, alimentação e imagem corporal na sintomatologia depressiva após realização da cirurgia bariátrica. Material e Métodos: Segue um design transversal e possui uma amostra pós-cirúrgica de 52 indivíduos, com um tempo de follow-up entre os 22 e os 132 meses. A avaliação foi realizada através de duas entrevistas clínicas semiestruturadas, incluindo a perturbação de comportamento alimentar (Eating Disorder Examination), e de três instrumentos de autorrelato: Outcome Questionnaire 45 - comprometimento psicológico geral, Beck Depression Inventory - sintomatologia depressiva e Body Shape Questionnaire - imagem corporal. Resultados: Os resultados mostram que a sintomatologia depressiva está associada à ingestão alimentar compulsiva, à preocupação com a imagem corporal e à percentagem do índice de massa corporal ganho. Segundo os resultados da análise de regressão linear múltipla que incluiu estas variáveis, a percentagem de índice de massa corporal ganho após cirurgia, a ingestão alimentar compulsiva e a preocupação com a imagem corporal são os factores que explicam 50% da variância da sintomatologia depressiva após a cirurgia, sendo a preocupação com a imagem corporal mais significativo, na medida em que uma maior insatisfação com a imagem corporal está associada a mais sintomas depressivos. Discussão: Os resultados deste estudo mostraram que um subgrupo de doentes apresenta um aumento de peso significativo após a cirurgia bariátrica que está associado a episódios de ingestão alimentar compulsiva, a preocupações com a imagem corporal e a sintomatologia depressiva. Conclusão: Estes resultados enfatizam a importância de considerar estas preocupações com a imagem corporal na avaliação psicológica da pessoa que fez cirurgia bariátrica de modo a otimizar o seu

  1. Usina de ciências: um espaço pedagógico para aprendizagens múltiplas

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Martin, V. A. F.; Poppe, P. C. R.; Orrico, A. C. P.; Pereira, M. G.

    2003-08-01

    Entendemos que o Ensino de Astronomia é especialmente apropriado para motivar os alunos e aprofundar conteúdos em diversas áreas do conhecimento, pois envolve temas ligados à Física, Matemática, Química, Computação, Tratamento de Imagens e Instrumentação de Alta Precisão, além daqueles pertinentes as áreas de Geografia, História e Antropologia. Contudo, apesar do caráter interdisciplinar que esta ciência possui, a realidade atual é que a maioria dos professores em sala de aula não foram devidamente capacitados, durante o período de formação acadêmica, para ministrar conteúdos de Astronomia nos atuais Ensinos Fundamental e Médio. Neste trabalho, discutiremos de maneira ampla, num primeiro momento, a realidade do atual ensino de ciências praticado no Estado da Bahia, apontando por dependência administrativa, o crescimento e a redução do número de escolas, da taxa de analfabetismo por faixa etária, da escolarização, do atendimento, da aprovação, reprovação e abandono, de equipamentos e laboratórios e o grau de formação dos nossos atuais professores em pleno exercício de atividade docente. Num segundo momento, discutiremos o papel do Observatório Astronômico Antares/UEFS dentro desse contexto, ou seja, suas ações implementadas ao longo dos últimos anos e em particular, o recente projeto de extensão Ensino e Difusão de Astronomia, financiado pela Fundação Vitae, que procura traduzir no lúdico, no brincar de ciências, um espaço pedagógico para aprendizagens múltiplas. Neste, o papel do professor multiplicador associado ao laboratório de kits didáticos, de fácil construção e manipulação (alguns dos quais serão mostrados), perfazem os principais veículos para o desenvolvimento de conhecimentos, atitudes, habilidades e valores que preparam os nossos alunos para a carreira técnico-científica e para sua participação crítica e criativa na Sociedade.

  2. BSSDATA - um programa otimizado para filtragem de dados em radioastronomia solar

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Martinon, A. R. F.; Sawant, H. S.; Fernandes, F. C. R.; Stephany, S.; Preto, A. J.; Dobrowolski, K. M.

    2003-08-01

    A partir de 1998, entrou em operação regular no INPE, em São José dos Campos, o Brazilian Solar Spectroscope (BSS). O BSS é dedicado às observações de explosões solares decimétricas com alta resolução temporal e espectral, com a principal finalidade de investigar fenômenos associados com a liberação de energia dos "flares" solares. Entre os anos de 1999 e 2002, foram catalogadas, aproximadamente 340 explosões solares classificadas em 8 tipos distintos, de acordo com suas características morfológicas. Na análise detalhada de cada tipo, ou grupo, de explosões solares deve-se considerar a variação do fluxo do sol calmo ("background"), em função da freqüência e a variação temporal, além da complexidade das explosões e estruturas finas registradas superpostas ao fundo variável. Com o intuito de realizar tal análise foi desenvolvido o programa BSSData. Este programa, desenvolvido em linguagem C++, é constituído de várias ferramentas que auxiliam no tratamento e análise dos dados registrados pelo BSS. Neste trabalho iremos abordar as ferramentas referentes à filtragem do ruído de fundo. As rotinas do BSSData para filtragem de ruído foram testadas nos diversos grupos de explosões solares ("dots", "fibra", "lace", "patch", "spikes", "tipo III" e "zebra") alcançando um bom resultado na diminuição do ruído de fundo e obtendo, em conseqüência, dados onde o sinal torna-se mais homogêneo ressaltando as áreas onde existem explosões solares e tornando mais precisas as determinações dos parâmetros observacionais de cada explosão. Estes resultados serão apresentados e discutidos.

  3. Cardiac Regeneration using Growth Factors: Advances and Challenges.

    PubMed

    Rebouças, Juliana de Souza; Santos-Magalhães, Nereide Stela; Formiga, Fabio Rocha

    2016-09-01

    Myocardial infarction is the most significant manifestation of ischemic heart disease and is associated with high morbidity and mortality. Novel strategies targeting at regenerating the injured myocardium have been investigated, including gene therapy, cell therapy, and the use of growth factors. Growth factor therapy has aroused interest in cardiovascular medicine because of the regeneration mechanisms induced by these biomolecules, including angiogenesis, extracellular matrix remodeling, cardiomyocyte proliferation, stem-cell recruitment, and others. Together, these mechanisms promote myocardial repair and improvement of the cardiac function. This review aims to address the strategic role of growth factor therapy in cardiac regeneration, considering its innovative and multifactorial character in myocardial repair after ischemic injury. Different issues will be discussed, with emphasis on the regeneration mechanisms as a potential therapeutic resource mediated by growth factors, and the challenges to make these proteins therapeutically viable in the field of cardiology and regenerative medicine. Resumo O infarto do miocárdio representa a manifestação mais significativa da cardiopatia isquêmica e está associado a elevada morbimortalidade. Novas estratégias vêm sendo investigadas com o intuito de regenerar o miocárdio lesionado, incluindo a terapia gênica, a terapia celular e a utilização de fatores de crescimento. A terapia com fatores de crescimento despertou interesse em medicina cardiovascular, devido aos mecanismos de regeneração induzidos por essas biomoléculas, incluindo angiogênese, remodelamento da matriz extracelular, proliferação de cardiomiócitos e recrutamento de células-tronco, dentre outros. Em conjunto, tais mecanismos promovem a reparação do miocárdio e a melhora da função cardíaca. Esta revisão pretende abordar o papel estratégico da terapia, com fatores de crescimento, para a regeneração cardíaca, considerando seu car

  4. Osteoporosis: from bone biology to individual treatment decision.

    PubMed

    Gonçalves, Maria João; Rodrigues, Ana Maria; Canhão, Helena; Fonseca, João Eurico

    2013-01-01

    Introdução: A Osteoporose é uma doença óssea metabólica sistémica de prevalência crescente. Nesta revisão, abordamos os mais recentes estudos epidemiológicos e o seu impacto no tratamento individual dos doentes, assim como os mecanismos moleculares desta doença que levaram à descoberta de novos alvos terapêuticos.Material e Métodos: Usando os MeSH terms (osteoporose, epidemiologia, Portugal, Europa, patogenia, osteoblastos, osteoclastos, osteócitos, obesidade, sistema imune, terapia, ensaio randomizado e controlado, eficácia e segurança) como palavras-chave. Foram revistos artigos originais, revisões e position papers indexados na PubMed.Resultados: A osteoporose apresenta uma prevalência crescente, mas recentemente foi atingido um plateau na taxa ajustada à idade. Uma nova ferramenta, o FRAX™, foi desenvolvida para a estimativa do risco de fratura, a partir da contribuição de fatores de risco clínicos associados a fraturas de fragilidade. O tratamento da osteoporose é oferecido a uma baixa percentagem de doentes com osteoporose. O tratamento em 40% dos casos inicia-se já em doença estabelecida (na presença de fratura de fragilidade prévia). As questões de segurança associadas a medicamentos para tratamento da Osteoporose, após aprovação para comercialização, têm sidoalvo de debate. Por último, os avanços no entendimento da biologia molecular do metabolismo ósseo levaram ao desenvolvimento de novas drogas.Discussão e Conclusão: Apesar da existência de novas ferramentas diagnósticas e tratamento eficaz, o tratamento para osteoporose é oferecido a uma minoria dos doentes, muitas vezes a indivíduos com doença avançada. A mudança deste cenário poderá ser alcançada com novos e mais eficazes tratamentos.

  5. Hospital admissions for herpes zoster in Portugal between 2000 and 2010.

    PubMed

    Mesquita, Margarida; Froes, Filipe

    2013-01-01

    Introdução e Objectivos: O aumento da incidência de herpes zoster e da nevralgia pós-herpética estão associados ao envelhecimento da população. Estas patologias podem ser francamente debilitantes e ter um grande impacto na qualidade de vida dos doentes. Numa população envelhecida como a portuguesa, é esperado que o impacto do herpes zoster e da post-herpetic neuralgia aumentem. No entanto, não existe no país nenhum sistema específico de monitorização da doença e não foram encontrados dados epidemiológicos portugueses nas últimas décadas. A vacina contra o herpes zoster, já recomendada noutros países europeus, ainda não se encontra disponível em Portugal. Conhecer o impacto do herpes zoster é importante para fundamentar medidas de saúde pública relacionadas com a vacinação.Material e Métodos: Procedeu-se a uma análise retrospetiva da base de dados da Administração Central dos Sistemas de Saúde com a informação clínica codificada dos internamentos hospitalares de todos os indivíduos com o diagnóstico principal de herpes zoster (ICD-9-CM 053) e que tiveram alta entre 2000 e 2010.Resultados: Em Portugal, entre 2000 e 2010, ocorreram 1 706 internamentos hospitalares com o diagnóstico principal de herpes zoster. A maioria dos doentes era idosa. Do total de internados, 10,6% tinham formas potencialmente graves de imunocompromisso. A doença predominante de herpes zoster sem complicações, seguido de herpes zoster do sistema nervoso e oftálmico. A duração média dos internamentos foi de 9,3 dias, aumentando com a idade. A letalidade intra-hospitalar foi de 1%. Considerando o período de 2000-2009 e apenas a população adulta, a média anual da incidência dos internamentos hospitalares com o diagnóstico principal deherpes zoster foi de 1,9 por 100 000 habitantes, aumentando com a idade.Conclusão: Este estudo confirma que, em Portugal, as formas graves de herpes zoster estão relacionadas com a idade e associadas a

  6. On ambiente de binárias de pequena massa em formação: o caso do glóbulo cometário CG30 e IRAS08076-3556

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Hickel, G. R.; Vilas-Boas, J. W. S.

    2003-08-01

    Neste trabalho, combinamos observações de polarização linear no óptico (banda R), dados no infravermelho distante (IRAS) e observações de transições moleculares em radiofreqüências (CO e espécies isotópicas, HCN e HCO+) para analisar o glóbulo cometário (GC) CG30 (na região da IRAS Vela Shell), que apresenta objetos Herbig-Haro e ejeções de matéria, além de uma fonte pontual IRAS em seu interior. Os objetivos deste estudo são: determinar a eficiência de formação estelar nos glóbulos cometários, através da relação entre a massa total do GC e da massa das estrelas em formação; determinar como o campo magnético influencia na formação de estrelas no interior destes objetos; e analisar as modificações que ejeções de matéria de estrelas em formação causam no gás e no campo magnético dos GCs. Combinando nossos dados com trabalhos já publicados, mostramos que CG30 tem uma eficiência de formação estelar em torno de 3%; que o campo magnético é importante na manutenção da estrutura global do GC e demonstra sinais de torção e compressão; e que a ejeção bipolar de matéria das estrelas do par formam uma ejeção quadripolar, a qual influencia na densidade e temperatura do gás e no grau de polarização dos grãos de poeira associados ao gás do GC.

  7. Emerging arboviruses and public health challenges in Brazil.

    PubMed

    Lima-Camara, Tamara Nunes

    2016-06-27

    Environmental modification by anthropogenic actions, disordered urban growth, globalization of international exchange and climate change are some factors that help the emergence and dissemination of human infectious diseases transmitted by vectors. This review discusses the recent entry of three arboviruses in Brazil: Chikungunya, West Nile, and Zika virus, focusing on the challenges for the Country's public health. The Brazilian population is exposed to infections caused by these three arboviruses widely distributed on the national territory and associated with humans. Without effective vaccine and specific treatment, the maintainance and integration of a continuos entomological and epidemiological surveillance are important so we can set methods to control and prevent these arboviruses in the Country. RESUMO A modificação do ambiente por ações antrópicas, o crescimento urbano desordenado, o processo de globalização do intercâmbio internacional e as mudanças climáticas são alguns fatores que vêm facilitando a emergência e disseminação de doenças infecciosas humanas transmitidas por vetores. Este comentário aborda a recente entrada de três arbovírus no Brasil, Chikungunya (CHIKV), West Nile (WNV) e Zika (ZIKV), com enfoque nos desafios para a Saúde Pública do País. Transmitidos por mosquitos vetores amplamente distribuídos no território nacional e associados ao homem, a população brasileira encontra-se exposta à infecção por esses três arbovírus. Na ausência de vacina eficaz e tratamento específico, são importantes a manutenção e integração de uma vigilância entomológica e epidemiológica contínua, a fim de direcionarmos métodos de controle e prevenção contra essas arboviroses no País.

  8. [Syphilis: Prevalence in a Hospital in Lisbon].

    PubMed

    Lopes, Leonor; Ferro-Rodrigues, Rita; Llobet, Samuel; Lito, Luís; Borges-Costa, João

    2016-01-01

    Introdução: A sífilis é uma doença de transmissão sexual e vertical. A sua incidência está a aumentar na Europa, particularmente em Portugal. Material e Métodos: Estudo retrospetivo baseado na análise laboratorial de testes treponémicos positivos, entre janeiro e dezembro de 2013, no Hospital de Santa Maria. Foram incluídos doentes internados, da consulta externa, do hospital dia e da urgência. Procedeu-se a caraterização epidemiológica, classificação da doença e de fatores de risco associados. Resultados: Obteve-se uma amostra de 484 doentes, após exclusão de 51 por ausência de dados clínicos nos processos e de 45 por valores falsos positivos. Verificou-se predomínio do sexo masculino (75%) e idade média de 47 anos. A maioria (59%) tinha testes serológicos compatíveis com sífilis no passado e 3,7% encontrava-se em vigilância clínica. Diagnosticou-se sífilis primária em 13doentes, secundária em 71, latente precoce em 40, latente indeterminada em 49 e latente tardia em cinco. No grupo sífilis recente, 42% (n = 124) eram seropositivos para o VIH e 8% tiveram, em simultâneo, este diagnóstico. Discussão: Salienta-se a elevada prevalência da coinfeção pelo VIH nos doentes com sífilis recente, reforçando a importância de promover a utilização de medidas preventivas. Registaram-se 11% de formas clínicas tardias, que são de notificação obrigatória desde junho de 2014. Todos os testes serológicos para o diagnóstico de sífilis apresentam limitações, o que enfatiza a importância da correlação clínico-laboratorial. Conclusão: A sífilis continua a ser um problema de saúde pública pelo que é necessário estabelecer programas de educação, rastreio e follow-up para reduzir a sua prevalência e tornar mais eficiente o rastreio dos parceiros.

  9. [Suicidal Behavior among Portuguese Psychiatry Trainees: Comparison with the European Situation].

    PubMed

    Gama Marques, João; Roberto, Alice; Guerra, Cátia; Pinto da Costa, Mariana; Podlesek, Anja; Beezhold, Julian; Jovanovic, Nikolina; Moscoso, Ana

    2015-01-01

    Introdução: O objectivo deste trabalho foi avaliar a prevalência de ideação suicida e tentativas de suicídio nos médicos internos de psiquiatria de adultos e de psiquiatria da infância e da adolescência em Portugal, e comparar os resultados com a população geral portuguesa e de outros países europeus. Material e Métodos: Enviou-se um questionário estruturado e anónimo, por e-mail, aos 159 internos de psiquiatria de adultos e de psiquiatria da infância e da adolescência do país, questionando antecedentes pessoais de ideação suicida e tentativas de suícidio, bem como antecedentes familiares de tentativas de suicídio falhadas e consumadas. Estas questões fazem parte do Estudo BoSS (Burnout Syndrome Study) realizado em 21 países. A análise dos dados foi feita através do programa informático SPSS v. 19. Resultados: Responderam parcialmente ao questionário 62 internos (40,3%) e 46 (29%) responderam ao questionário na totalidade, constituindo assim a amostra. O ratio feminino:masculino foi de 2:1 e a média de idade de 29 anos. A ideação suicida estava presente na forma passiva em 44% dos inquiridos e na forma activa em 33%; 4,3% referiu tentativas de suicídio prévias. Em relação à história familiar, registou-se 22% de tentativas de suicídio e 13% de suicídio consumado.Discussão: Os resultados obtidos são preocupantes e podem estar associados a factores específicos a que esta população está exposta. Conclusão:ã necessária uma investigação mais aprofundada para se compreender melhor este fenómeno, respectivas causas e potenciais modificadores.

  10. Nebulosas planetárias galácticas: idades e cinemática

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Lago, L. G.; Maciel, W. J.

    2003-08-01

    As nebulosas planetárias são formadas a partir de estrelas com massas entre 0.8 e 8 massas solares na sequência principal, formando um conjunto de objetos com idades e populações diferentes. Esse fato torna as nebulosas interessantes ao estudo da rotação galáctica, uma vez que as populações mais jovens devem estar claramente associadas ao disco fino da Galáxia, enquanto que as populações mais velhas estariam associadas ao disco espesso ou mesmo ao halo galáctico. Neste trabalho, utilizamos uma grande amostra de nebulosas com velocidades radiais conhecidas para determinar a curva de rotação da Galáxia. Para minimizar os erros decorrentes das incertezas nas distâncias, usamos quatro diferentes escalas estatísticas. Para a atribuição da idade dos objetos, utilizamos o método proposto recentemente por Maciel et al. (Astron. Astrophys. 397, 667, 2003), em um estudo da variação temporal dos gradientes de abundâncias. Com esse método, é possível obter uma classificação das nebulosas por grupos de idade, totalmente independente de outros sistemas de classificação, uma vez que as idades são estimadas individualmente, a partir das metalicidades das nebulosas. Nossos resultados são comparados com as previsões dos tipos de Peimbert, e mostram que os desvios médios das curvas obtidas são sensivelmente menores nos casos dos objetos mais jovens, associados ao disco fino, com relação aos objetos mais velhos do disco espesso, levando à determinação de uma curva de rotação semelhante à dos objetos de população I jovem. (CNPq)

  11. Short and Long-Term Efficacy of Laparoscopic Ovarian Diathermy in Women with Polycystic Ovary Syndrome.

    PubMed

    Luz, Rita; Barros, Joana; Aguiar, Ana; Rodrigues, Cátia; Soares, Ana Paula; Nunes, Joaquim; Sousa, Sandra; Calhaz-Jorge, Carlos

    2016-08-01

    Introdução: A síndrome dos ovários poliquísticos é a causa mais frequente de anovulação e o tratamento envolve uma abordagem faseada. A electrocoagulação laparoscópica dos ovários é aceite como segunda linha no tratamento das doentes que não respondem ao citrato de clomifeno. Os objectivos deste estudo foram determinar a eficácia desta técnica a curto e longo prazo e definir os factores preditivos de gravidez espontânea. Material e Métodos: Este estudo retrospectivo envolveu 76 mulheres submetidas a electrocoagulação dos ovários entre 2004 e 2013, num hospital universitário. Os desfechos principais foram a regularidade menstrual e gravidez. Os resultados a curto prazo registados durante a vigilância na unidade foram revistos e os desfechos a longo prazo foram avaliados através de entrevista telefónica realizada a todas as mulheres operadas há mais de três anos. Dados clínicos e bioquímicos foram analisados como factores preditivos de gravidez espontânea em doentes sem outros factores de infertilidade. Resultados: A regularidade do ciclo menstrual foi alcançada inicialmente em 53 (70%) mulheres e a longo prazo, 52% (12/53) tinham ciclos regulares. Em geral, 53 (70%) mulheres engravidaram e foram obtidas 77 gravidezes, 60% das quais foram espontâneas. O único factor de prognóstico associado a gravidez espontânea foi a duração da infertilidade inferior a três anos (p < 0,05). Discussão: A electrocoagulação dos ovários demonstrou taxas de gravidez comparáveis a outros tratamentos de indução da ovulação com a vantagem de ter efeitos benéficos duradouros na regularidade menstrual e fertilidade. Conclusão: A electrocoagulação dos ovários é uma opção de tratamento segura e eficaz na infertilidade anovulatória em mulheres com síndrome dos ovários poliquísticos.

  12. [Evaluation of hearing in patients with multiresistant tuberculosis].

    PubMed

    Ribeiro, Leandro; Sousa, Claudia; Sousa, Aida; Ferreira, Catarina; Duarte, Raquel; Faria E Almeida, António; Condé, Artur

    2015-01-01

    Introdução: A tuberculose multirresistente e a extensivamente resistente constituem atualmente a principal ameaça ao controlo da tuberculose a nível mundial. O seu tratamento exige o uso de um esquema terapêutico com fármacos de segunda linha por um período mínimo de 20 meses, onde se incluem aminoglicosídeos durante um período de cerca de oito meses. Estes estão associados a alterações cocleovestibulares permanentes. Material e Métodos: Estudo transversal que pretende avaliar a função auditiva em indivíduos que terminaram tratamento por tuberculose multirresistente (com esquema que incluia aminoglicosídeos) no Centro de Referência Regional para a Tuberculose Multirresistente da Sub-Região de Saúde do Norte entre os anos de 2009 e 2012. Os doentes que preencheram os critérios de inclusão foram convocados para a realização de: exame objetivo otorrinolaringológico, audiograma tonal e vocal, otoemissões acústicas por produtos de distorção nas frequências de 2000-5000 Hz e timpanograma. Resultados: Entre 2009 e 2012 foram referenciados 27 casos para o Centro de Referência para a tuberculose multirresistente da Região Norte, tendo-se verificado cinco óbitos. Dos 22 indivíduos convocados, compareceram 11. Estes possuíam idades compreendidas entre os 31 e os 59 anos (41 ± 10). A amicacina foi usada em 80% e a capreomicina nos restantes. Seis (60%) dos utentes estudados apresentaram surdez neurossensorial. As otoemissões acústicas foram negativas em todos os doentes com hipoacúsia neurossensorial, o que confirma a sua origem coclear. Discussão/ Conclusão: Os resultados deste estudo sugerem a necessidade de existir uma monitorização audiológica mais frequente nos indivíduos com tuberculose multirresistente tratados com aminoglicosídeos permitindo detectar mais precocemente a perda auditiva.

  13. [The Impact of Electronic Monitoring on Healthcare Associated Infections: The Role of the HViTAL Platform].

    PubMed

    Oliveira, Rita Fontes; Castro, Lídia; Almeida, José Pedro; Alves, Carlos; Ferreira, António

    2016-11-01

    Introdução: Em Portugal, 9,8% dos doentes internados adquiriram infeções associadas aos cuidados de saúde, correspondendo a uma prevalência de cerca 11,7%. O Centro Hospitalar de São João desenvolveu uma plataforma de business intelligence capaz de VIgiar (os utentes), moniTorizar (o estado clínico) e ALertar (o profissional de saúde): HViTAL. Este estudo tem como objectivo avaliar o impacto da monitorização eletrónica nas infeções associadas aos cuidados de saúde desde o ano da implementação do HViTAL. Material e Métodos: Avaliaram-se os dados relativos a janeiro 2008 (data a partir da qual há registos informatizados) até dezembro de 2011, comparando-os com os dados posteriores, aqueles correspondentes a janeiro de 2012 (data de implementação do HViTAL) até 19 de outubro de 2015. Resultados: Observou-se uma tendência para o aumento dos parâmetros de infecção no período 2008 - 2011. No período correspondente a janeiro de 2012 e outubro de 2015, todos os parâmetros que constituem o indicador de infeção (previsto na contratualização) revelaram uma evolução linear negativa. Discussão: Os resultados são muito sugestivos de que o HVITAL poderá ter tido impacto na melhoria dos parâmetros associados às infeções associadas aos cuidados de saúde. Houve uma tendência crescente na aplicação de medidas básicas de controlo de infecção desde 2005, com ações de sensibilização dos profissionais de saúde, facto que, embora não analisado neste report, poderá também ter contribuído para a melhoria observada. O nosso estudo não incluiu outras variáveis tais como investimento em capital humano. Conclusão: Houve uma inequívoca melhoria em todos os domínios que caracterizam as infeções associadas aos cuidados de saúde, sugerindo um impacto positivo da introdução do HVITAL.

  14. [Relationship between smoking and anxiety and depression in primary care].

    PubMed

    Farinha, Helder; Raposo de Almeida, Joana; Aleixo, Ana Rita; Oliveira, Hugo; Xavier, Filomena; Santos, Ana Isabel

    2013-01-01

    Introdução: A prevalência de tabagismo em Portugal é estimada em 19,7% (2005). O tabagismo é prevalente nas perturbações da ansiedade. Alguns estudos referem que 60% dos fumadores tem história de depressão. A dependência tabágica pode ser avaliada pela escala de Fagerström. A Escala de Ansiedade e Depressão Hospitalar permite estimar a ansiedade e depressão. O objectivo deste trabalho foi procurar a existência de relação entre tabagismo e ansiedade/depressão em utentes de oito unidades de cuidados primários.Material e Métodos: Foi desenhado um estudo observacional, descritivo, transversal, analítico. Inquérito anónimo. Foram considerados como critérios de inclusão os utilizadores das unidades, maiores de 18 anos e alfabetizados e de exclusão os menores de 18 anos ou erros no preenchimento dos inquéritos. As variáveis consideradas foram: Fagerström, Escala de Ansiedade e Depressão Hospitalar, idade, estado civil, género, profissão, escolaridade.Resultados: Foram considerados no estudo um total de 608 indivíduos, sendo 64% do género feminino e 21% de fumadores. Não verificámos diferenças em termos de ansiedade ou depressão na comparação entre não fumadores, ex-fumadores e fumadores. Verificámos que o grau de dependência da nicotina varia directamente com a ansiedade e depressão embora só se encontre relação estatisticamente significativa no género feminino, mesmo após correcção do efeito da idade.Discussão: Existe relação entre dependência da nicotina e gravidade de sintomas de ansiedade e depressão, sobretudo no género feminino. Limitação: viés de selecção.Conclusão: Este estudo fornece informação relativa aos factores psicológicos associados ao consumo de tabaco, podendo ser útil no tratamento da dependência de nicotina.

  15. Impact of preoperative analytical values on post-operative mortality rate of intertrochanteric fractures.

    PubMed

    Borges, Ana; Torres, João; São Simão, Ricardo; Cabral, Abel Trigo; Pinto, Rui

    2014-01-01

    Introdução: A incidência das fraturas intertrocantéricas tem aumentado ao longo dos últimos anos, bem como todos os problemas a elas associados. É importante pesquisar possíveis formas de reduzir quer co-morbilidades, quer a mortalidade pós-operatória. Decidimos avaliar o impacto de alguns valores analíticos pré-operatórios na mortalidade pós-operatória de doentes com fractura intertrocantérica, com idade igual ou superior a 65 anos.Material e Métodos: De todas as fracturas intertrocantéricas admitidas entre Janeiro de 2007 e Maio 2012, 160 doentes foram incluídos no estudo. As variáveis estudadas foram idade, género, tempo de internamento, e dados analíticos, como hemoglobina, contagem de leucócitos e plaquetas, níveis de ureia e creatinina e concentração de sódio plasmática. Informação relativa à mortalidade foi obtida através do registo civil e, considerando um ponto de corte de seis meses após a cirurgia, os doentes foram divididos em dois grupos de acordo com a sua sobrevida. Os testes de Mann-Whitney e Chi-quadrado foram utilizados para estudar a associação entre as nossas variáveis e a sobrevida dos doentes.Resultados: A nossa população apresentava uma idade mediana de 82 anos de idade e uma maioria de mulheres (79,4%). Nos primeiros 6 meses após a cirurgia, 27 doentes dos iniciais 160 (16,1%) faleceram. A mortalidade estava relacionada com valores baixos de hemoglobina, elevados de plaquetas, elevados de creatinina e baixa concentração de sódio plasmático.Conclusão: A taxa de mortalidade pos-operatória da cirurgia da anca é elevada. Os nossos resultados podem ser utilizados parareduzir esta taxa, corrigindo valores analíticos pré-operatórios.

  16. Um enfoque antropológico para o ensino de astronomia no nível médio

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Costa, G. B.; Jafelice, L. C.

    2003-08-01

    Há uma enorme carência de materiais didático-pedagógicos em astronomia para professores do ensino médio, sobretudo materiais que explorem também aspectos humanísticos. A origem do Universo é um bom exemplo desta constatação central. Embora tal origem teve explicações culturais diversas, os professores não têm informações sobre isso e muito menos material que trabalhe diferentes visões de mundo e treinamento que os capacite a abordá-las devidamente. Conseqüentemente o ensino de astronomia costuma ser tecnicista e dissociado do aspecto humano que alimenta o grande interesse e curiosidade que esses temas despertam. Aqui apresentamos propostas visando contribuir para reverter esse quadro e trabalhamos distintas visões de Universo: espontâneas, autóctones e científicas. Desenvolvemos práticas, materiais instrucionais e textos para viabilizar a adoção de um enfoque antropológico para o ensino de astronomia no nível médio, no qual as culturas humanística e científica sejam integradas de uma maneira contextualizada e eficaz para aquele ensino. Estas propostas foram aplicadas em um curso de treinamento para professores da rede pública de diferentes disciplinas. A receptividade dos professores à abordagem proposta e os resultados alcançados foram muito estimulantes. Destes, destacamos: produção de roteiros de atividades; desenvolvimento de práticas didático-pedagógicas específicas (e.g., encenação de mitos; dança primordial guarani; "criação" de constelações e interpretações pluriculturais; etc.); e sugestões concretas para a efetiva realização de um ensino interdisciplinar contextualizado, onde questões cosmogônicas servem de mote para iniciar tal ensino. Discutimos estes resultados e como o enfoque adotado pode instrumentalizar os professores para leituras de mundo que incluem naturalmente aspectos culturais, sociais e históricos associados aos temas estudados. (PPGECNM/UFRN; PRONEX/FINEP; NUPA/USP; Temáticos/FAPESP)

  17. Symptoms and reason for a medical visit in lung cancer patients.

    PubMed

    Gonzalez-Barcala, Francisco Javier; Falagan, José Antonio; Garcia-Prim, Jose Maria; Valdes, Luis; Carreira, Jose Martin; Pose, Antonio; Canive, Juan Carlos; Anton, Diana; Garcia-Sanz, Maria Teresa; Puga, Amalia; Temes, Enrique; Lopez-Lopes, Rafael

    2014-01-01

    Contexto: A Os doentes com o diagnóstico de cancro do pulmão estão habitualmente sintomáticos no momento do diagnóstico, sendo comum que o médico ou o doente não associem essa sintomatologia com a eventualidade de um tumor maligno. Objectivos: Este estudo teve como objectivo a análise dos sintomas de doentes com cancro do pulmão e sua relação com as características pessoais ou com a doença oncológica. Material e Métodos: Foi levado a cabo um estudo retrospectivo englobando todos os doentes com o diagnóstico de cancro do pulmão na Região de Saúde de Pontevedra (Espanha) ao longo de um período de três anos. São analisados os sintomas de apresentação do doente, o motivo de consulta e a concordância entre ambos ou com quaisquer factores correlacionados. Resultados: Foram incluídos no estudo 358 doentes, com uma média etária de 68,7 anos, sendo 87% dos doentes do sexo masculino. Os sintomas iniciais mais comuns foram sintomas constitucionais em 30,4% dos casos, tosse em 20,9% e dor torácica, descrita por 12% dos doentes. O motivo de consulta mais frequente foi dispneia em 22,1% dos doentes, um achado acidental em 15,4% dos doentes e hemoptise em 12,8%. Observou-se uma associação moderada (coeficiente de correlação = 0,495) entre os sintomas iniciais e o motivo de consulta. Conclusões: Uma elevada percentagem de doentes com um diagnóstico de cancro do pulmão apresentou sintomas associados com o tumor no momento do diagnóstico, mesmo num estadio inicial da doença.

  18. Aquisição de Estreptococos Mutans e Desenvolvimento de Cárie Dental em Primogênitos

    PubMed Central

    NOCE, Erica; RUBIRA, Cassia Maria Fischer; da Silva ROSA, Odila Pereira; da SILVA, Salete Moura Bonifácio; BRETZ, Walter Antonio

    2011-01-01

    Objetivo Avaliar o momento de aquisição de estreptococos mutans (EM), desenvolvimento de cárie dental e as variáveis a eles associadas no decorrer de 23 meses, em primogênitos de famílias de baixo nível socioeconômico, desde os sete meses de idade. Método A amostra foi selecionada com base em mães densamente colonizadas por EM, incluindo todos os membros de 14 famílias que conviviam na mesma casa. Foram envolvidos no estudo 14 mães, pais e primogênitos e 8 parentes, na maioria avós. Exames clínicos e radiográficos iniciais determinaram os índices de cárie e condição periodontal dos adultos. Contagens de EM foram feitas em todos os adultos nas duas primeiras visitas. Nas crianças foram avaliados os níveis de EM, o número de dentes e de cáries, em quatro visitas. Resultados A prevalência de EM nos adultos foi alta, estando ausente em apenas um dos pais. EM foram detectados em 1, 2, 3 e 10 crianças, respectivamente nas visitas #1, 2, 3 e 4. A cárie dental foi detectada em apenas três crianças na última visita (aos 30 meses de idade), as quais apresentaram escores de EM significantemente maiores que as crianças sem cárie, na mesma visita. Conclusão Exclusivamente a condição social de baixa renda e mães densamente colonizadas por EM não são sinônimo de colonização precoce e alta atividade de cárie em crianças cuidadas em casa. O desenvolvimento de cárie está significantemente associado a escores elevados de EM nas crianças. PMID:22022218

  19. Análise de Estruturas Morfológicas da Cauda de Plasma do Cometa P/Halley

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Voelzke, M. R.; Matsuura, O. T.

    1997-08-01

    531 imagens contidas no The International Halley Watch Atlas of Large-Scale Phenomena (Brandt et al., 1992) cobrindo o período de setembro de 1985 a julho de 1986 foram analisadas visando identificar, caracterizar as propriedades e correlacionar estruturas morfológicas da cauda de plasma do cometa P/Halley. A análise revelou 151 estruturas ondulatórias, 146 ondas solitárias (sólitons), 12 caudas do tipo Swan (Hyder et al., 1974; Niedner & Brandt, 1980; Jockers, 1985), 47 eventos de desconexão (D.E.'s) (Niedner & Brandt, 1979; Jockers, 1985; Celnik et al., 1988; Delva et al., 1991) e 23 regiões de adensamento ("knots") (Matsuura & Voelzke, 1990; Voelzke, 1996). - feita uma análise comparativa com outros trabalhos similares objetivando disciplinar a nomenclatura das estruturas morfológicas e a sua classificação. As estruturas ondulatórias correspondem a ondulaçóes ou trens de onda, enquanto que os sólitons referem-se a estruturas morfológicas usualmente denominadas "kinks" (Tomita et al., 1987). O valor médio do comprimento de onda, corrigido dos efeitos de projeção, Lc medido em 16 estruturas ondulatórias distintas corresponde a (2,2 +- 0,2) x 10^6 km. O valor médio da velocidade de fase cometocêntrica, corrigida dos efeitos de projeção, Vfc é igual a (114 +- 31) km/s e a amplitude média A da onda corresponde a (2,8 +- 0,5) x 10^5 km. Lc e A tendem a aumentar com o incremento da distància cometocêntrica. As ondas são claramente não-lineares e é discutido o local de sua excitação. A distribuição dos D.E.'s na distància heliocêntrica apresenta um caráter bimodal possivelmente associado com a distribuição espacial das fronteiras de setor magnético do meio interplanetário. Em geral, pode-se associar a ocorrência de um "knot" e/ou de uma cauda do tipo Swan com a ocorrência de um D.E., mas este último pode ocorrer independentemente. Os 47 D.E.'s em diferentes fases de evolução foram fotografados em 47 imagens distintas que

  20. Clinical and Radiological Characterization of Progressive Multifocal Leukoencephalopathy in HIV-Infected Patients: A Retrospective Analysis and Review of the Literature.

    PubMed

    Augusto, Luís; Neves, Nélia; Reis, Carina; Abreu, Cândida; Sarmento, António

    2015-01-01

    Introdução: A leucoencefalopatia multifocal progressiva é uma patologia desmielinizante causada pelo vírus John Cunningham, geralmente associada a estados de imunodepressão, em particular a infeção pelo vírus da imunodeficiência humana. Pode apresentar múltiplas manifestações clínicas e tem habitualmente um padrão imagiológico típico. A evolução clínica é geralmente progressiva, podendo ocorrer uma melhoria do prognóstico associada à recuperação imunológica.Material e Métodos: Foi conduzida uma análise retrospetiva dos dados clínicos e imagiológicos de doentes admitidos no nosso Hospital entre janeiro de 2005 e abril de 2014 com o diagnóstico de leucoencefalopatia multifocal progressiva (ICD10:A81.2) associado a infeção por vírus da imunodeficiência humana.Resultados: Vinte e um doentes foram incluídos, sendo 20 do sexo masculino (95,2%). A idade média na altura do diagnóstico foi 39 anos. A forma de apresentação mais frequente foi défice motor. O vírus John Cunningham foi identificado no líquido cefalorraquidiano em 20 doentes (95,2%). Nos estudos de imagem verificou-se um predomínio de lesões supratentoriais, assimétricas e bilaterais. Quatro doentes (19%) desenvolveram síndrome inflamatória de resposta imunológica. A abordagem terapêutica incluiu início ou otimização de terapêutica anti-retrovirica, associada a corticoterapia em quatro casos. Dezassete (81%) doentes morreram no período do estudo, sendo a sobrevida mediana após diagnóstico de três meses (intervalo 1 a13).Discussão: Os resultados do nosso estudo são concordantes com os dados previamente publicados relativamente à leucoencefalopatia multifocal progressiva, evidenciando a sua associação à infecção pelo vírus da imunodeficiência humana, particularmente nos doentes com imunossupressão grave, o predomínio de sinais e sintomas motores e cognitivos, e a existência de um atingimento bilateral e assimétrico evidente nas sequ

  1. Treatment of inflammatory bowel disease: is your patient at risk of non-adherence?

    PubMed

    Magalhães, Joana; Dias de Castro, Francisca; Boal Carvalho, Pedro; Leite, Sílvia; Moreira, Maria João; Cotter, José

    2014-01-01

    Introdução: A adesão à terapêutica é um aspecto chave para a eficácia da terapêutica. O objectivo deste estudo foi avaliar a frequência e factores de risco associados à não adesão à terapêutica na doença inflamatória intestinal.Material e Métodos: Cento e trinta e oito doentes com doença inflamatória intestinal (55,8% com Doença de Crohn e 44,2% com Colite Ulcerosa) preencheram um questionário sobre dados referentes à sua doença e comportamentos de não adesão ao tratamento. A análise estatística foi realizada com SPSS 18, a associação entre variáveis categóricas foi determinada através do teste exato de Fisher. Variáveis estatisticamente significativas na análise univariada foram incluídas no modelo de regressão logística.Resultados: A não-adesão à terapêutica foi registada em 29,7% dos doentes. Em 70,7% dos casos foram referidos comportamentos não intencionais e 51,2% esqueceram pelo menos uma dose por semana. A não-adesão à terapêutica apresentou uma associação significativa com o diagnóstico recente da doença (p < 0,001), idade jovem (p = 0,001), aminossalicilatos tópicos (p = 0,005), percepção individual de baixa eficácia da terapêutica (p = 0,007) e uma escolaridade elevada (p = 0,011). No modelo de regressão logística os aminossalicilatos tópicos (p = 0,004), o diagnóstico recente da doença (p = 0,006) e a idade jovem (p = 0,027), foram identificados como preditores de não adesão à terapêutica.Discussão: Doentes jovens, com diagnóstico recente e sob terapêutica com aminossalicilatos tópicos apresentaram um maior risco para comportamentos de não adesão.Conclusões: A atenção dos gastrenterologistas deve focar-se na identificação dos fatores de risco envolvidos na não adesão e na promoção de medidas que contribuam para a diminuição da mesma.

  2. [Peritoneal Dialysis in the First Two Years of Life: Experience of a Nephrology and Renal Transplantation Pediatric Unit].

    PubMed

    Deuchande, Sofia; Mano, Tânia; Novais, Cristina; Machado, Rute; Stone, Rosário; Almeida, Margarida

    2016-09-01

     crónica. As dez crianças transplantadas desta amostra melhoraram o seu crescimento, recuperaram da anemia crónica e melhoraram da dislipidémia, comparativamente com o período em diálise. No entanto, o tempo médio de espera até ao TR de 5,3 anos foi superior ao de outros centros internacionais.Conclusão: Estes dados apoiam a utilização da diálise peritoneal desde o nascimento, embora as complicações e o pior crescimento associados reflitam a necessidade de desenvolver estratégias para otimizar nutrição, crescimento e desenvolvimento e reduzir o tempo pré-transplante renal.

  3. Impact of long-term treatment with inhaled corticosteroids and bronchodilators on lung function in a patient with post-infectious bronchiolitis obliterans.

    PubMed

    Calabrese, Cecilia; Corcione, Nadia; Rea, Gaetano; Stefanelli, Francesco; Meoli, Ilernando; Vatrella, Alessandro

    2016-01-01

    Post-infectious bronchiolitis obliterans (PIBO) is a small airways disease characterized by fixed airflow limitation. Therefore, inhaled bronchodilators and corticosteroids are not recommended as maintenance therapy options. The management of PIBO currently consists only of close monitoring of affected patients, aimed at the prevention and early treatment of pulmonary infections. In recent years, there has been an increase in the incidence of PIBO in the pediatric population. Patients with PIBO are characterized by a progressive decline in lung function, accompanied by a decrease in overall functional capacity. Here, we report the case of a relatively young man diagnosed with PIBO and followed for three years. After short- and long-term therapy with an inhaled corticosteroid/long-acting 2 agonist combination, together with an inhaled long-acting antimuscarinic, the patient showed relevant improvement of airway obstruction that had been irreversible at the time of the bronchodilator test. The lung function of the patient worsened when he interrupted the triple inhaled therapy. In addition, a 3-week pulmonary rehabilitation program markedly improved his physical performance. RESUMO A bronquiolite obliterante pós-infecciosa (BOPI) é uma doença das pequenas vias aéreas caracterizada por limitação fixa do fluxo aéreo. Portanto, os broncodilatadores e os corticosteroides inalatórios não são recomendados como opções de terapia de manutenção. Atualmente, o manejo da BOPI consiste apenas de um acompanhamento rigoroso dos pacientes afetados, visando à prevenção e ao tratamento precoce de infecções pulmonares. A incidência de BOPI tem aumentado na população pediátrica nos últimos anos. Os pacientes com BOPI caracterizam-se por um declínio progressivo da função pulmonar, associado a uma diminuição da capacidade funcional global. Relatamos aqui o caso de um homem relativamente jovem diagnosticado com BOPI, acompanhado por três anos. Ap

  4. Impact of Compliance with a Sepsis Resuscitation Bundle in a Portuguese Emergency Department.

    PubMed

    Carvas, Joao Miguel; Canelas, Cátia; Montanha, Gustavo; Silva, Carlos; Esteves, Francisco

    2016-02-01

    cumprimento da bundle de ressuscitação da sépsis desde a chegada do doente ao serviço de urgência está associado positivamente com os resultados clínicos do paciente sético. O cumprimento das medidas não foi no entanto muito elevado.

  5. [Provocative tests in the diagnosis of childhood onset growth hormone insufficiency].

    PubMed

    Gonçalves, Jean-Pierre; Correia, Filipa; Cardoso, Helena; Borges, Teresa; Oliveira, Maria João

    2014-01-01

    Introdução: A incidência da deficiência de hormona do crescimento é de 1:4000 a 1:10000, sendo a principal indicação para tratamento com hormona do crescimento recombinante.Objectivos: Avaliar os resultados dos testes de estimulação da hormona do crescimento e identificar factores preditivos para o diagnóstico da deficiência de hormona do crescimento.Material e Métodos: Estudo observacional, analítico e transversal. Foram analisados dados clínicos e auxológicos e os resultados dos exames de diagnóstico de crianças e adolescentes submetidos a testes de estimulação farmacológica da hormona do crescimento (01/01/2008 a 31/05/2012). O diagnóstico definitivo de deficiência de hormona do crescimento foi efectuado mediante dois testes com estímulos farmacológicos diferentes negativos (pico máximo da hormona do crescimento < 7 ng/mL) ou um teste negativo associado à presença de alterações anatómicas da região hipotálamo-hipofisária, observadas na ressonância magnética cerebral. Para análise estatística, foram realizados o testes de t student, do qui- quadrado, correlação de Pearson e a regressão logística. Foi considerado como nível de significância estatística (p) um valor igual ou menor que 0,05.Resultados: Realizaram-se testes de estimulação em 89 doentes, com mediana de idade igual a 10 [3-17] anos, 67% do sexo masculino e 77% pré-púberes. Os fármacos utilizados no primeiro teste de estimulação foram a clonidina (n = 85) e a insulina (n = 4). Foram diagnosticados 22 casos de deficiência de hormona do crescimento. Nos casos submetidos a dois testes, os valores máximos de hormona do crescimento apresentaram uma correlação moderada entre si (r = 0,593, p = 0,01). Verificou-se que as variáveis estatura (z-score) e pico máximo de hormona do crescimento obtido no primeiro teste têm valor preditivo no diagnóstico de deficiência de hormona do crescimento.Discussão: A determinação do IGF-1 não demonstrou ser

  6. Chronic Stress Improves NO- and Ca2+ Flux-Dependent Vascular Function: A Pharmacological Study.

    PubMed

    Bruder-Nascimento, Thiago; Campos, Dijon Henrique Salome

    2015-01-23

    Background: Stress is associated with cardiovascular diseases. Objective: This study aimed at assessing whether chronic stress induces vascular alterations, and whether these modulations are nitric oxide (NO) and Ca2+ dependent. Methods: Wistar rats, 30 days of age, were separated into 2 groups: control (C) and Stress (St). Chronic stress consisted of immobilization for 1 hour/day, 5 days/week, 15 weeks. Systolic blood pressure was assessed. Vascular studies on aortic rings were performed. Concentration-effect curves were built for noradrenaline, in the presence of L-NAME or prazosin, acetylcholine, sodium nitroprusside and KCl. In addition, Ca2+ flux was also evaluated. Results: Chronic stress induced hypertension, decreased the vascular response to KCl and to noradrenaline, and increased the vascular response to acetylcholine. L-NAME blunted the difference observed in noradrenaline curves. Furthermore, contractile response to Ca2+ was decreased in the aorta of stressed rats. Conclusion: Our data suggest that the vascular response to chronic stress is an adaptation to its deleterious effects, such as hypertension. In addition, this adaptation is NO- and Ca2+-dependent. These data help to clarify the contribution of stress to cardiovascular abnormalities. However, further studies are necessary to better elucidate the mechanisms involved in the cardiovascular dysfunction associated with stressors. (Arq Bras Cardiol. 2014; [online].ahead print, PP.0-0)Fundamento: Estresse está associado com complicações cardiovasculares. Objetivos: O objetivo do presente estudo foi avaliar se o estresse crônico induz alterações vasculares, e se essas alterações são dependentes de óxido nítrico (NO) e Ca2+. Métodos: Ratos machos Wistar com 30 dias de idade foram separados em 2 grupos: controle (C) e Estresse (St). Utilizou-se estresse crônico de imobilização por 1 hora/dia, 5 dias/semana, 15 semanas. Pressão arterial sistólica foi avaliada. A função vascular foi

  7. Phenotypic Heterogeneity by Germline Mismatch Repair Gene Defect in Lynch Syndrome Patients.

    PubMed

    Hernâni-Eusébio, Jorge; Barbosa, Elisabete

    2016-10-01

    Introdução: A síndrome de Lynch é a forma hereditária mais comum de cancro colo-rectal, sendo também responsável por cancro do endométrio e de outros tipos. Associa-se a mutações germinativas nos genes de mismatch repair do ADN e a instabilidade de microssatélites. As mutações MLH1 e MSH2 têm um fenótipo de síndrome de Lynch ‘clássico’, sendo o MSH2 mais associado a cancro extra-cólico. Mutações do MSH6 e PMS2 têm um fenótipo atípico. A expressão clínica é heterogénea, existindo uma correlação entre o gene mismatch repair mutado e o padrão fenotípico. Material e Métodos: Análise retrospetiva dos dados clínicos de doentes que cumpriam os critérios de Amesterdão ou que tinha mutações nos genes mismatch repair, entre setembro de 2012 e outubro de 2015. Resultados: Identificámos 28 doentes. Dezassete tinham cancro colo-rectal sendo a localização no cólon direito predominante. Cinco tiveram cancro do endométrio (mediana da idade de diagnóstico – 53), sem qualquer mutação no MSH6. Cinco desenvolveram outros cancros. Todos os casos com mutações mismatch repair estudados tinham instabilidade de microssatélites. Discussão: Na maioria dos casos foi encontrada mutação no MSH2 apesar de o MLH1 ser descrito na literatura como o gene mais frequentemente mutado. Interessa dizer que os doentes com cancro colo-rectal não evidenciam uma tendência para ter muito infiltrado inflamatório. Na maioria dos casos foi realizada colectomia parcial apesar da incidência elevada de lesões síncronas e metácronas associadas. Histerectomia e anexectomia profilática foi realizada em doentes em menopausa/perimenopausa. Conclusão: O registo standardizado dos dados dos doentes poderá levar a um melhor acompanhamento e conhecimento desta síndrome. O uso das Guidelines de Bethesda poderá identificar novos casos que escapam aos critérios de Amesterdão. A pesquisa de instabilidade de microssatélites deve ser feita em muito maior n

  8. Datação do disco galáctico pela nucleocosmocronologia do [Th/Eu

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    del Peloso, E. F.; da Silva, L.; Arany-Prado, L. I.

    2003-08-01

    A nucleocosmocronologia emprega abundâncias de nuclídeos radioativos na datação de escalas de tempo astrofísicas. O 232Th é um nuclídeo radioativo com meia-vida de 14 Gano, enquanto que os dois isótopos mais abundantes do Eu são estáveis. O decaimento radioativo do Th modifica as razões de abundâncias [Th/Eu], fornecendo assim um meio de sondar a escala de formação das populações estelares. O objetivo deste trabalho é averiguar a possibilidade de estimar uma idade para o disco Galáctico através da nucleocosmocronologia do [Th/Eu] e investigar o nível de incerteza associado a esta estimativa. Para tanto, foi selecionada uma amostra de 20 estrelas anãs ou subgigantes de tipos espectrais F5 a G9, com -1,00 £ [Fe/H] £ +0,30 e idade(Gano) £ 13. As abundâncias de Th e Eu foram obtidas por síntese espectral das linhas localizadas em 4019,1 Å e 4129,7 Å, respectivamente. Uma comparação destas abundâncias com outros resultados da literatura demonstra que nossos valores apresentam dispersão 2 a 3 vezes menor que qualquer trabalho anterior. Os parâmetros atmosféricos e abundâncias dos elementos que contaminam as regiões espectrais destas linhas foram determinados por nós, de maneira totalmente autoconsistente, através de análise espectral detalhada diferencial em relação ao Sol. As idades estelares individuais foram determinadas através de curvas isócronas teóricas no diagrama HR. Foi realizada, então, uma análise cronológica dos gráficos [Th/Eu] vs. [Fe/H] e [Th/Eu] vs. idade. Os dados estelares foram comparados a curvas calculadas para 3 idades do disco Galáctico - 9, 12, 15 Gano - e foi estudada a sensibilidade à idade assumida no cálculo do ajuste destas curvas aos dados. Estas curvas foram calculadas com base num modelo analítico de evolução química da Galáxia que leva em consideração a formação de refugos, que são compostos pelos remanescentes da evolução estelar, pelos resíduos da formação de estrelas de

  9. Eventos de Desconexão no Cometa P/Halley sob a Ótica do Modelo de Reconexão Magnética

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    Voelzke, M. R.; Matsuura, O. T.

    1998-08-01

    531 imagens contidas no The International Halley Watch Atlas of Large-Scale Phenomena (Brandt et al., 1992) cobrindo o período de setembro de 1985 a julho de 1986 foram analisadas visando identificar, caracterizar as propriedades e correlacionar estruturas morfológicas da cauda de plasma do cometa P/Halley. A análise revelou 47 eventos de desconexão (DEs) (Niedner & Brandt, 1979; Jockers, 1985; Celnik et al., 1988; Delva et al., 1991). A análise completa de todas as imagens encontra-se publicada em Voelzke & Matsuura, 1998. A distribuição dos DEs na distância heliocêntrica apresenta um caráter bimodal possivelmente associado com a distribuição espacial das fronteiras de setor magnético do meio interplanetário. Os 47 DEs fotografados em 47 imagens distintas permitiram determinar 19 origens de DEs, ou seja, o instante em que supostamente o cometa cruzou a fronteira entre setores magnéticos do vento solar. Tais dados cometários foram comparados com dados do vento solar provenientes de medidas realizadas in situ pelas sondas IMP-8, ICE e PVO, que mediram a variação da velocidade do vento solar, da densidade e da pressão dinâmica durante o intervalo analisado. Os dados destas sondas espaciais em conjunto com os da sonda Vega 1 foram usados para determinar o tempo das passagens do lençol de corrente. Com base nos dados das sondas foram calculadas as coordenadas heliográficas retroativas do lençol de corrente na "superfície fonte" dos mapas sinóticos do campo magnético de Hoeksema, 1989. O cálculo retroativo é feito através de um modelo simples de expressão do vento solar com velocidade uniforme, sendo considerada a co-rotação da magnetosfera com o Sol. Este trabalho apresenta os resultados desta comparação e a análise cinemática da origem dos DEs, determinada sob a hipótese que o plasma desconectado de um dado DE afasta-se com velocidade constante do núcleo cometário (Voelzke & Matsuura, 1998) e compara esta análise com outras que

  10. Invasive Meningococcal Disease: Application of Base Excess and Platelets Score in a Portuguese Paediatric Intensive Care Unit.

    PubMed

    Martins, Luis; Mação, Patrícia; Pinto, Carla; Dionísio, Teresa; Dias, Andrea; Dinis, Alexandra; Carvalho, Leonor; Neves, José Farela

    2015-01-01

    Introdução: A infeção meningocócica tem uma elevada mortalidade e morbilidade. Recentemente foi desenvolvido um score de prognóstico para a doença meningocócica invasiva em idade pediátrica, baseado na contagem plaquetar e no excesso de base - o Base Excess and Platelets Score. O objetivo principal desde estudo foi avaliar a precisão prognóstica do Base Excess and Platelets Score em doentes admitidos em cuidados intensivos pediátricos por doença meningocócica invasiva.Material e Métodos: Estudo observacional, com colheita de dados retrospetiva, que incluiu um período de 13,5 anos (01/2000 a 06/2013). Foram analisados: mortalidade por doença meningocócica invasiva e fatores associados (disfunção de órgão e falência multi-órgão). Foi calculado o Base Excess and Platelets Score de forma retrospetiva, para avaliar a sua precisão na predição da mortalidade e foi comparado com o Paediatric Risk of Mortality e Paediatric Index of Mortality2.Resultados: Foram admitidas 76 crianças com doença meningocócica invasiva. O tipo de disfunção mais frequente foi a cardiovascular (92%), seguida da hematológica (55%). Cumpriram critérios de falência multi-órgão 47 doentes (62%). A mortalidade global foi de 16%. A disfunção neurológica e a renal foram as que apresentaram uma maior associação com a mortalidade, odds ratio ajustado 315 (26 - 3 804) e 155 (20 - 1 299). Após aplicação das curvas receiver operating characteristic, o Base Excess and Platelets Score tinha umaarea under curve de 0,81, o Paediatric Index of Mortality2 de 0,91 e o Paediatric Risk of Mortality de 0,96.Discussão: O Base Excess and Platelets Score apresentou uma boa precisão apesar de não tão elevada como o Paediatric Index of Mortality2 ou o Paediatric Risk of Mortality.Conclusões: O Base Excess and Platelets Score pode ser útil como indicador prognóstico na doença meningocócica invasiva, por apresentar uma elevada sensibilidade e especificidade e ser

  11. University Students' Conceptions about the Moon Phases. (Spanish Title: Concepciones de Estudiantes Universitários sobre Las Fases de la Luna.) Concepções de Estudantes Universitários sobre as Fases da Lua

    NASA Astrophysics Data System (ADS)

    de Fátima Oliveira Saraiva, Maria; da Silveira, Fernando Lang; Steffani, Maria Helena

    2011-07-01

    teste notamos que a porcentagem de acertos a respeito de alguns conceitos teve um aumento significativo associado à reformulação da pergunta, ressaltando a importância de tomar cuidado para evitar respostas erradas geradas por perguntas pouco claras e não por ignorância do respondente sobre o assunto. Confirmamos os resultados de outros estudos de que as maiores dificuldades dos alunos sobre o tema Fases da Lua dizem respeito a relacionar a fase que a Lua apresenta com a sua posição no céu em determinada hora. Por outro lado, nossos resultados sugerem que, em geral, os estudantes de Física entendem melhor o fenômeno das fases lunares do que a média dos estudantes universitários.

  12. [The geography of diabetes mellitus in Portugal: how context influence the risk of dying].

    PubMed

    Santana, Paula; Costa, Cláudia; Loureiro, Adriana; Raposo, João; Boavida, José Manuel

    2014-01-01

    Introdução: A Diabetes Mellitus é um problema de saúde pública em crescimento em todo o mundo e também em Portugal. Pretendemos identificar a evolução do padrão geográfico desta causa de morte e a associação com a privação sociomaterial, em Portugal. Material e Métodos: Estudo ecológico transversal dos óbitos por Diabetes Mellitus ocorridos nos municípios portugueses em três períodos (1989-1993, 1999-2003 e 2006-2010). Aplicámos um modelo hierárquico bayesiano, de modo a obter a Razão Padronizada de Mortalidade Suavizada e o Risco Relativo, de mortalidade por diabetes associado à privação sociomaterial. Resultados: Observámos os valores da Razão Padronizada de Mortalidade Suavizada mais elevados, em 1989-1993, nos municípios urbanos do litoral (80% dos municípios com Razão Padronizada de Mortalidade Suavizada ≥ 161, sendo 60% urbanos); em 2006-2010 verificámos o oposto, destacando-se, pelos valores de Razão Padronizada de Mortalidade Suavizada elevados, as áreas rurais localizadas no interior sul do país (76,9% dos municípios com Razão Padronizada de Mortalidade Suavizada ≥ 161 sendo 69,2% rurais), principalmente no Alentejo. O Risco Relativo de mortalidade por Diabetes Mellitus aumenta com o aumento da vulnerabilidade associada às condições sociais e económicas da área de residência, principalmente nos dois últimos períodos (Risco Relativo: 1,00; IC95%: 0,98-1,02). Discussão: A Diabetes Mellitus apresenta um padrão geográfico marcado pela assimetria litoral-interior e urbano-rural, que tem vindo a alterar-se ao longo dos últimos vinte anos, verificando-se uma transição geográfica: 48% da população reside em municípios em que a Razão Padronizada de Mortalidade Suavizada aumentou nos últimos vinte anos, com destaque para as áreas rurais do interior de Portugal. Conclusão: As Razões Padronizadas de Mortalidade Suavizada mais elevadas verificam-se, actualmente, em municípios rurais, com índice de priva

  13. [Serum Erythropoietin as Prognostic Marker in Myelodysplastic Syndromes].

    PubMed

    Cortesão, Emília; Tenreiro, Rita; Ramos, Sofia; Pereira, Marta; César, Paula; Carda, José P; Gomes, Marília; Rito, Luís; Magalhães, Emília; Gonçalves, Ana C; Silva, Nuno C E; Geraldes, Catarina; Pereira, Amélia; Ribeiro, Letícia; Nascimento Costa, José M; Ribeiro, Ana B Sarmento

    2015-01-01

    com síndrome mielodisplásica com valores mais elevados de eritropoietina apresentam uma pior resposta à administração de eritropoietina, mesmo com doses mais elevadas. A nossa amostra demonstra que a eritropoietina sérica apresenta também valor prognóstico, e em todos os subtipos de síndrome mielodisplásica. Além disso, isoladamente ou em associação com outros factores ou índices de prognóstico, poderá melhorar o valor prognóstico de índices como o International Prognostic Scoring System, uma vez que valores elevados de eritropoietina estão associados a progressão para leucemia aguda e, consequentemente, a menor sobrevivência.Conclusão: Os resultados sugerem que o aumento dos níveis séricos de eritropoietina ao diagnóstico pode constituir um factor de mau prognóstico em doentes com síndrome mielodisplásica, associando-se a maior risco de evolução para leucemia aguda e menor sobrevivência global.

  14. [Prevalence of use of preimplantation genetic diagnosis in Unidade Clínica de Paramiloidose from Centro Hospitalar do Porto].

    PubMed

    Valdrez, Kátia; Alves, Elisabete; Coelho, Teresa; Silva, Susana

    2014-01-01

    IntroduçÉo: A Polineuropatia Amiloidótica Familiar, cujo maior foco mundial é em Portugal, é reconhecida pelo Conselho Nacional de ProcriaçÉo Medicamente Assistida como uma doença grave elegível para Diagnóstico Genético Pré-ImplantaçÉo. Pretendemos determinar a prevalência do uso de Diagnóstico Genético Pré-ImplantaçÉo nos portadores de Polineuropatia Amiloidótica Familiar seguidos na Unidade Clínica de Paramiloidose, Centro Hospitalar do Porto, e identificar os fatores associados.Material e Métodos: Entre janeiro e maio de 2013, recrutamos sistematicamente uma amostra representativa de portadores entre os 18 e 55 anos. A análise baseia-se em 111 portadores com diagnóstico familiar prévio da doença, que referiram estar envolvidos numa tentativa de gravidez alguma vez depois de 2001. Através de questionário autoadministrado, recolhemos dados sociodemográficos e informações sobre o uso de Diagnóstico Genético Pré-ImplantaçÉo. Para comparaçÉo de proporções, utilizamos o teste de qui-quadrado. Odds ratios brutos e ajustados e os respetivos intervalos de confiança de 95% (IC 95%) foram estimados através de regressÉo logística multivariada.Resultados: A prevalência de uso de Diagnóstico Genético Pré-ImplantaçÉo foi de 20,7% (IC 95%: 13,6-29,5). Após ajuste, o rendimento familiar superior a 1000 '¬/mês (OR = 11,87; IC 95% 2,87-49,15) associou-se diretamente ao uso Diagnóstico Genético Pré-ImplantaçÉo, enquanto portadores com diagnóstico individual (OR = 0,15; IC 95% 0,04-0,57) e filhos nascidos após 2001 (OR = 0,07; IC 95% 0,02-0,32) revelaram uma prevalência de uso significativamente menor do que aqueles com diagnóstico individual e filhos nascidos antes de 2001.DiscussÉo: A baixa prevalência de uso de Diagnóstico Genético Pré-ImplantaçÉo, bem como a utilizaçÉo menos frequente da técnica por aqueles com um rendimento familiar mais baixo evidenciam a import'ncia de melhorar a acessibilidade ao Diagn

  15. [Schwannoma of the Upper Extremity: Retrospective Analysis of 17 Cases].

    PubMed

    Sá, Ângelo; Nobre Azevedo, Leandro; Cunha, Luísa

    2016-09-01

    Introdução: O schwanoma ou neurilemoma é um tumor benigno dos nervos periféricos e apresenta-se habitualmente como uma lesão única de crescimento indolente, com origem na proliferação das células de Schwann. Representa uma pequena percentagem dos tumores benignos do membro superior, contudo é o mais frequente de origem neural. Apresentamos um estudo retrospectivo de schwanomas do membro superior para estabelecer a abordagem pré-operatória adequada, avaliar a eficácia do tratamento e observar a evolução pós-operatória. Material e Métodos: Revisão de 17 doentes tratados desde 2007 a 2014 com schwanoma do membro superior e caracterização quanto à idade, sexo, localização no membro superior, sinais e sintomas, exames pré-operatórios, diagnóstico histológico e vigilância pós-operatória.Resultados: Observou-se que em quatro dos doentes, o schwanoma se localizava no braço, três no antebraço, quatro no punho e seis na mão ou dedos. Procedeu-se a excisão com ampliação óptica para optimização do resultado funcional final. A enucleação foi realizada sem lesão fascicular em 12 doentes. Por sua vez, em cinco doentes efectuou-se a excisão dos fascículos envolvidos pela massa. No pós-operatório imediato as parestesias surgiram em nove doentes, regredindo em cinco daqueles no período pósoperatório de 12 meses. Um doente evidenciou défice motor do nervo radial, com recuperação parcial aos 12 meses. Discussão: Os schwanomas são tumores raros, de morfologia bem delimitada, que atingem esporadicamente o membro superior. O diagnóstico pré operatório é pouco frequente, pelo que normalmente apenas se estabelece o diagnóstico após a excisão e o estudo histopatológico.Conclusão: Os schwanomas deverão ser equacionados nas hipóteses de diagnóstico dos nódulos subcutâneos associados a sintomas neurológicos. Assim, é importante investigar a presença de parestesias e o sinal de Tinel, característicos desta

  16. [SwapINN: analytic study about prescription swaps at pharmacies].

    PubMed

    Moutinho, Ana; Alexandra, Denise; Rodrigues, Renata

    2014-01-01

    Introdução: A prescrição obrigatória por DCI foi imposta em 2012, para redução de custos do SNS e motivou discussão entre as partes envolvidas. Estudámos, numa população real, a dinâmica prescrição-dispensa de medicamentos.Objetivos: Determinar a percentagem de prescrições substituídas; avaliar os fatores associados à substituição; identificar as respetivas justificações; quantificar os diferenciais dos custos para utente e Serviço Nacional de Saúde.Material e Métodos: Estudo analítico. Amostra de conveniência constituída pelos medicamentos prescritos de uma unidade de saúde, de 19 a 23 de Dezembro de 2011. Três dias depois, os utentes foram entrevistados telefonicamente. Software: Excel® e SPSS®. Testes: Qui-quadrado e Mann-Whitney; n.s. = 0,05.Resultados: Total de 255 prescrições. A maioria foi efetuada a mulheres (62%), idade média 52 anos, 4 anos de escolaridade (33%) e para situações agudas (53%). Foram substituídas 31% das prescrições, sem relação com idade, sexo ou escolaridade, nem com o médico prescritor ou farmácia. Os medicamentos prescritos para situações crónicas foram menos substituídos (p < 0,001), assim como as prescrições de marca (p < 0,001). Os anti-infeciosos e anti-alérgicos foram os grupos com mais substituições (p = 0,009). Os utentes não se aperceberam da substituição em 72% dos casos. Nos casos de substituição, o utente pagou, em média, mais 79% que o prescrito e o Serviço Nacional de Saúde 5%.Discussão/Conclusão: Verificou-se substituição de 31% das prescrições, com mais custos para utente e Serviço Nacional de Saúde. Consideramos possível viés de seleção, informação e registo. Sendo agora obrigatória a prescrição por DCI, sugerimos a análise regular, a nível nacional, com base nas aplicações informáticas em uso, da prescrição e respetiva dispensa.

  17. Treatment of Dyslipidemia with Statins and Physical Exercises: Recent Findings of Skeletal Muscle Responses.

    PubMed

    Bonfim, Mariana Rotta; Oliveira, Acary Souza Bulle; Amaral, Sandra Lia do; Monteiro, Henrique Luiz

    2015-02-13

    -se levantamento da literatura nas bases de dados PubMed e SciELO, utilizando a combinação dos unitermos: "estatina/estatinas" AND "exercício" AND "músculo" ("statin" AND "exercise" AND "muscle"), sendo selecionados apenas artigos originais publicados entre janeiro de 1990 e novembro de 2013. Foram analisados 16 artigos que avaliaram o efeito da associação das estatinas com exercício agudo ou crônico na musculatura esquelética. Os resultados dos estudos apontaram que atletas podem experimentar efeitos deletérios na musculatura esquelética quando do uso de estatinas, visto que os quadros de exacerbação da lesão muscular pelo exercício foram mais frequentes com treinamento intenso ou exercícios agudos excêntricos e extenuantes. O treinamento físico moderado, por sua vez, quando associado às estatinas, não aumenta os relatos de dor nem os níveis de creatina quinase, além de acarretar ganhos nas funções musculares e metabólicas advindas do treinamento. Sugere-se, portanto, que pacientes dislipidêmicos em tratamento com estatinas sejam expostos ao treinamento físico aeróbio combinado a exercícios resistidos, de intensidade moderada, em três sessões semanais, sendo que a oferta do treinamento físico previamente à administração do tratamento medicamentoso, quando possível, faz-se desejável.

  18. [Pneumocystis Pneumonia in 107 HIV Infected Patients Admitted to the Department of Infectious Diseases at Santa Maria Hospital, Lisbon (2002 - 2013)].

    PubMed

    Grilo, Vilma; Pereira, Aida

    2016-10-01

    Pneumocystis jirovecii (e portanto, confirmar definitivamente o diagnóstico) em 55,1% dos doentes. A terapêutica etiotrópica mais utilizada foi o trimetoprimsulfametoxazol (91,6%), associado a corticóides (75,7%). A mortalidade foi de 13,1%. Discussão: Na análise comparativa entre grupos, constantou-se que os doentes utilizadores de drogas injectáveis conhecem com maior frequência o estado de seropositividade para o vírus da imunodeficiência humana, previamente ao internamento, o que poderá ser explicado pela maior implementação de programas de proximidade e de rastreio oportunista junto das populações de utilizadores de drogas injectáveis. No entanto, o seguimento e tratamento não são mantidos devido à má adesão aos mesmos, pelo que os doentes apresentam um risco aumentado para o desenvolvimento de pneumonia por Pneumocystis jirovecii e de outras doenças relacionadas com a sida. Apesar de a apresentação clínica da pneumonia por Pneumocystis jirovecii, no grupo de doentes avaliado, ser coincidente com o quadro mais comum desta patologia, o recurso aos cuidados de saúde foi tardio, sobretudo nos doentes com apresentação inaugural da infecção por vírus da imunodeficiência humana, e o diagnóstico difícil, quer pelas características inerentes às técnicas de diagnóstico de pneumonia por Pneumocystis, à presença de infecção respiratória concomitante e ao grau de suspeição clínica. Conclusão: Neste grupo de doentes, as características estudadas são semelhantes às descritas na literatura, particularmente considerandoo padrão epidemiológico da infecção por vírus da imunodeficiência humana e Pneumocystis jirovecii em Portugal, sendo as principais diferenças encontradas a maior frequência de diagnóstico de pneumonia por Pneumocystis jirovecii em utilizadores de drogas injectáveis, comparativamente ao grupo de homens que têm relações sexuais com homens, a importância de episódios prévios/recorrentes de pneumonia

  19. Blood Pressure Variation Throughout Pregnancy According to Early Gestational BMI: A Brazilian Cohort.

    PubMed

    Rebelo, Fernanda; Farias, Dayana Rodrigues; Mendes, Roberta Hack; Schlüssel, Michael Maia; Kac, Gilberto

    2015-02-13

    diastólica (PAD) durante a gravidez e no pós-parto imediato segundo o índice de massa corporal (IMC) no início da gravidez. Métodos: A PAS e a PAD foram medidas no 1º, 2º e 3º trimestres gestacionais e aos 30-45 dias pós-parto em uma coorte prospectiva de 189 mulheres com idade entre 20 e 40 anos. O IMC (kg/m2) foi aferido até a 13a semana e classificado como normal (< 25,0) ou excessivo (≥ 25,0). Modelos longitudinais de efeitos mistos foram utilizados para a análise estatística. Resultados: Observou-se diminuição da PAS e da PAD do primeiro para o segundo trimestre (βPAS=-0,394; IC95%:-0,600- -0,188 e βPAD=-0,617; IC95%:-0,780- -0,454) e subsequente aumento de ambas até 30-45 dias após o parto (βPAS=0,010; IC95%:0,006-0,014 e βPAD=0,015; IC95%:0,012-0,018). As mulheres com IMC excessivo apresentaram média de PAS maior em todos os trimestres, e de PAD maior no primeiro e no terceiro trimestres. O IMC excessivo no início da gestação esteve positivamente associado com mudanças na PAS (βPAS=7,055; IC95%:4,499-9,610) e na PAD (βPAD=3,201; IC95%:1,136-5,266). Conclusão: A PAS e a PAD diminuíram do primeiro para o segundo trimestre e aumentaram do segundo trimestre até o pósparto. Mulheres com IMC excessivo no início da gestação apresentaram valores mais elevados de PAS e PAD ao longo da gravidez, mas não no pós-parto, quando comparadas às de IMC normal.